Jump to content
Forum Cinema em Cena

Announcements

  • Posts

    • Prteendendo ser um GOTHAM de Los Angeles, eis a primeira enunciação da história de um grupo chamado Sunset Circle Awards. É irrelevante, mas fica a curiosidade: Sunset Circle Awards: BEST FILM Promising Young Woman TOP FILMS The Father The King of Staten Island Ma Rainey’s Black Bottom Mank Minari Nine Days Nomadland Promising Young Woman Saint Maud Sound of Metal   BEST DIRECTOR Lee Isaac Chung – Minari David Fincher – Mank ✪ Darius Marder – Sound of Metal Florian Zeller – The Father Chloe Zhao – Nomadland   BEST ACTOR Ben Affleck – The Way Back ✪ Riz Ahmed – Sound of Metal Chadwick Boseman – Ma Rainey’s Black Bottom Winston Duke – Nine Days Anthony Hopkins – The Father   BEST ACTRESS Morfydd Clark – Saint Maud Glenn Close – Hillbilly Elegy Viola Davis – Ma Rainey’s Black Bottom Vanessa Kirby – Pieces of a Woman ✪ Carey Mulligan – Promising Young Woman   BEST SUPPORTING ACTOR Bill Burr – The King of Staten Island Bill Murray – On The Rocks Leslie Odom Jr. – One Night in Miami ✪ Paul Raci – Sound of Metal Stanley Tucci – Supernova   BEST SUPPORTING ACTRESS Amy Adams – Hillbilly Elegy Zazie Beetz – Nine Days Olivia Colman – The Father Amanda Seyfried – Mank ✪ Youn Yuh-jung – Minari   BEST ENSEMBLE Hillbilly Elegy The King of Staten Island ✪ Ma Rainey’s Black Bottom Minari The Prom   BEST SCREENPLAY ✪ The Father – Christopher Hampton & Florian Zeller Minari – Lee Isaac Chung Nine Days – Edson Oda Promising Young Woman – Emerald Fennell Sound of Metal – Derek Cianfrance & Darius Marder   BEST CINEMATOGRAPHY Gretel & Hansel – Galo Olivares ✪ Mank – Erik Messerschmidt Nomadland – Joshua James Richards Sound of Metal – Daniël Bouquet Tenet – Hoyte Van Hoytema   BEST SCORE First Cow – William Tyler Gretel & Hansel – Robin Coudert Minari – Emile Mosseri Soul – Trent Reznor & Atticus Ross ✪ Tenet – Ludwig Göransson   BEST BREAKTHROUGH Kiera Allen – Run Nicole Beharie – Miss Juneteenth Joe Kerry – Spree ✪ Orion Lee – First Cow Jo Ellen Pellman – The Prom   SCENE STEALER ✪ Michael Keaton – The Trial of the Chicago 7 Yahya Abdul-Mateen II – The Trial of the Chicago 7 Gabourey Sidibe – Antebellum Toby Wallace – Babyteeth Wil Wheaton – Rent-A-Pal   DIRECTORS TO WATCH Radha Blank – The 40-Year-Old Version ✪ Emerald Fennell – Promising Young Woman Rose Glass – Saint Maud Edson Oda – Nine Days Jon Stevenson – Rent-A-Pal
    • E não é que tem a ver? No post acima, me comprometi a assistir a "A Palavra", de 1955, penúltimo longa-metragem do mestre dinamarquês Carl Theodor Dreyer, pois ele teria associações com o longa "Luz Silenciosa".  Até a primeira hora , eu não estava vendo nenhuma. Pelo contrário, aquele é arrastado, calmo, silencioso, este é cheio de diálogos. Mas os momentos finais daquele filme são extremamente parecidos com o final deste filme, claro, com as devidas modificações pertinentes às tramas.  "A Palavra" é uma adaptação teatral, acerca de uma grande família religiosa. Um avô, proprietário de terras, vive em uma casa feliz, com seus 3 filhos, 2 netas, e mais a nora. O filho maior já é um adulto, e junto à sua esposa, aguardam apaixonados, por um novo rebento, que esperam dessa vez ser menino. O filho caçula é um jovem enamorado pela filha do alfaiate da aldeia, cujo pai , por rixas religiosas, se opõe ao casamento. O filho do meio era um estudante de Filosofia que, segundo todos, ficou louco com as palavras de Kant, e se identifica como Jesus Cristo, e vive fugindo de casa, e pregando a Bíblia. Ou seja, tirando o aspecto de uma família bem religiosa, não se tem muito a ver propriamente com a trama do drama mexicano. Na primeira hora, ao contrário, temos uma aproximação com o filme de Dreyer, de 1926, o já resenhado aqui, "A Noiva de Glomdal", pela questão do relacionamento amoroso contrariado com a filha adoelscente do vizinho. Porém, como dito, o final dos dois é muito parecido, com um personagem sendo salvo, estranhamento, pela fé.  Cessadas as comparações, este filme é brilhante. Adorei a movimentantação lateral da câmera pelos aposentos, adorei o preto e branco, as atuações, e adorei a discussão teológica. Os dois pais, o proprietário de terras e o alfaiate, disputam um pedacinho do Cristianismo, segundo interpreto, os méritos e os prejuízos da vertente Protestante e da vertente Católica, sendo o amor do filho caçula e da vizinha a grande vítima, com o casamento impedido. Ambas as versões da "palavra", vamos dizer assim, estão "legitimidas", porém é o filho tido como "louco" que demonstra sem titubear a fé na palavra sagrada. Sua visão da religião é tida como insanidade, porém é nela que as crianças do filme irão crer.  Leão de Ouro em Veneza, e vencedor do Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro. Espetacular!
    • curti a máscara dele..😍 testemunhem!🤣
    • o filme terá 151 minutos..Collider conformou...duas horas e meia..
  • Popular Contributors

×
×
  • Create New...