Jump to content
Forum Cinema em Cena

Questão

Members
  • Content Count

    16188
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    61

Posts posted by Questão


  1. 10 minutes ago, Jailcante said:

    Taika completou um rascunho do 'Thor Amor e Trovão', mas o peso do Thor ainda é uma questão que a Marvel ainda não debateu, porque não se sabe ainda em que época o filme vai se passar.

     

    Isso é oficial ou rumor?

    Por que a Tessa já disse que o filme, entre outras coisas, vai lidar com.ela sendo Rainha de Nova Asgard, então obviamente vai se passar depois de ULTIMATO.

    A pergunta é só quanto tempo depois de ULTIMATO vai se passar. Se for pouco, o Thor deve ficar gordo. Se for alguns anos depois, já deve aparecer mais em forma.


  2. Na última semana, Kevin Feige (o Chefe Criativo da Marvel) deu indícios sobre o futuro da franquia Homem-Formiga e agora, temos a confirmação: Homem-Formiga 3 deve mesmo acontecer.

     

    De acordo com o podcast Murphy’s Law, Homem-Formiga 3 começa suas filmagens em 2021.

    “Marvel Studios tomou a decisão de seguir em frente com o terceiro filme do Homem-Formiga. Duas semanas atrás, recebi a informação de que as filmagens começam no verão de 2021. Ontem, eu encontrei a evidência que estava procurando: Partículas Pym Produções III LLC foi formada há pouco mais de um mês”, afirmou o jornalista.

    “Partículas Pym Productions LLC” é o nome código utilizado para a produção de filmes do Homem-Formiga, o que indica que Homem-Formiga 3 está mesmo a caminho.

    Agora, resta esperar a confirmação oficial da Marvel, mas tudo indica que Homem-Formiga 3 chegará aos cinemas em breve.

     

    FONTE: OBSERVATÓRIO DO CINEMA


  3. On 10/11/2019 at 1:56 PM, Jorge Soto said:

    Credo..me pergunto qual o público deste filme? O mesmo do remake femenino de12 homens e um segredo?🤣

    Mercado é meio imprevisível. MULHER MARAVILHA  e CAPITÃ MARVEL fizeram grana pra caramba, mas claro, tinham uma visão de feminilidade bem diferente desse filme, sendo que o primeiro era impulsionado pelo próprio ícone cultural que é a amazona,  e o segundo pela grife Marvel. o 12 MULHERES E UM SEGREDO é um exemplo de filme que deu errado. Mas em compensação, AS GOLPISTAS, com a Jennifer Lopez, que saiu este ano, sobre um grupo de prostitutas ladras, rendeu uma grana bastante inesperada, parecendo ter uma pegada bem parecida com este AS PANTERAS, embora tenha uma escala bem menor.

     

    Ella Balinska e Kristen Stewart brilham em foto inédita de As Panteras

    Agentes esbanjam glamour em nova imagem

    •  
    •  
    •  
    •  
    NICOLAOS GARÓFALO
    16.10.2019
    23h25

    Com estreia programada para novembro, As Panteras ganhou uma nova imagem focada nas atrizes Ella Balinska e Kristen Stewart. Na foto divulgada pela EW, as agentes aparecem com o olhar sério e vestidos brilhosos – confira:

    Imagem de As Panteras/EW/Reprodução
     
    FONTE: OMELETE

  4. ‘Boneco do Mal 2’: Sequência tem estreia adiada novamente; Confira a nova data!

    Por Nefferson Taveira
    Publicado em 16/10/2019 às 19:20
    A sequência ‘Boneco do Mal 2‘, intitulada ‘Brahms: The Boy II‘, teve sua estreia adiada novamente. Inicialmente previsto para chegar aos cinemas em 26 de julho – e posteriormente jogado para dezembro –, o terror agora será lançado apenas no dia 21 de fevereiro de 2020.

    No Brasil, o filme será lançado pela Galeria Distribuidora.

    William Brent Bell retornará como diretor, e Stacey Menear como roteirista.

    Na trama, “Sem saber da aterrorizante história da Mansão Heelshire, uma jovem família se muda para a propriedade, onde seu jovem filho logo faz um novo amigo perturbador, um boneco estranhamente real que ele chama de Brahms.”

    O elenco inclui Katie HolmesRalph InesonChristopher Convery e Owain Yeoman.

     

    FONTE: CINEPOP


  5. 8 hours ago, Jorge Soto said:

    é legalzinho, principalmente pelo inicio e desenvolvimento, mas no final te deixa com a pulga atras da orelha com nada explicado, um vazio sem sentido. Quiçá pra deixar o espectador interpretar o que viu ou por que não soube finalizar mesmo😂

     

    SPOILER

    SPOILER 

    SPOILER 

    SPOILER 

    SPOILER

    SPOILER

    SPOILER

     Ah, acho que o que o filme não explica, não tinha que explicar mesmo. Dentro das regras que o projeto havia estabelecido da confusão temporal (e de realidades) que existe dentro do matagal, o final faz certo sentido, ainda que talvez tome algumas liberdades a lá VINGADORES: ULTIMATO nesse quesito.


  6. 10 minutes ago, Scatman said:

    Até agora nenhuma foto da vilã vazada ou visual ainda cru, o que aduz 100% computação gráfica denovo para oponente da WW...

    Quero acreditar que a Warner está sendo muito boa em manter o visual em segredo. Captura de movimento eu até aceito, mas não existe nenhum bom motivo para uma Mulher Leopardo 100% digital


  7. Entre Facas e Segredos alcança resultado incrível no Rotten TomatoesEntre-Facas-e-Segredos.jpg

    Entre Facas e Segredos (Divulgação)

    Depois de toda a polêmica envolvendo sua participação na franquia Star Wars com ‘Os Últimos Jedi’, o diretor Rian Johnson precisava de um novo projeto para ‘limpar o paladar’ e com certeza Entre Facas e Segredos foi a escolha certa. O filme, com um dos elencos mais estrelados do ano, acaba de atingir um resultado impressionante no site Rotten Tomatoes.

    Usando suas redes sociais, Rian repostou a notícia de que o longa foi certificado com 99% de aprovação no RT com um total até o momento de 84 reviews, o que é impressionante, já que muitos poucos títulos conseguem agradar um grupo tão vasto da crítica internacional. O sucesso vem seguindo uma tendência que começou com a sua primeira exibição durante Festival de Cinema de Toronto, no Canadá.

    ‘Entre Facas e Segredos’ é uma versão moderna dos clássicos suspenses nos quais o público – e o detetive da vez – precisam desvendar o mistério de quem cometeu o crime ou assassinato a partir de várias pistas e diferentes suspeitos, cada um com as suas próprias motivações. O diretor afirmou ter se baseado nos volumes da celebrada autora Agatha Christie.

     

    FONTE: SPINOFF


  8.  

     Pro Scorsese não é só a Marvel que tem que acabar não. Maquiagem também. Hahahahaha

     

    Martin Scorsese volta a criar polêmica ao falar de O Irlandês

    Por
     Evie Diane
     -
    11 de outubro de 2019 - 14:00
    O-Irland%C3%AAs-45.jpg O Irlandês (Divulgação)

    O icônico diretor Martin Scorsese mal saiu de uma intensa polêmica envolvendo os filmes da Marvel, e não perdeu tempo ao entrar em outra, dessa vez sobre seu mais novo projeto para a Netflix, O Irlandês.

    Em nova entrevista para concedida à revista Sight & Sound, Scorsese afirmou que os efeitos especiais, conhecidos como VFX, são o futuro do cinema e em tempo, irão substituir a maquiagem tradicional.

    Existe o costume no cinema do uso da maquiagem. Se você olhar para um filme antigo, o público tinha que aceitar que o cabelo dos atores tinha pó branco, você sabe que aquilo é maquiagem e que o bigode é falso, mas você compra a ilusão”.

    O diretor usou então clássicos como ‘O Homem Elefante’ e ‘Pequeno Grande Homem’ como exemplos nos quais a técnica foi um empecilho. “Onde está o coração? Onde está a performance? Está lá porque o John Hurt é ótimo, mas eu sei que aquilo é maquiagem”, afirmou, explicando também que o VFX será superior a longo prazo porque “não limita as expressões faciais da forma como próteses podem fazer”.

    Controvérsia

    A afirmação pode parecer inofensiva, porém foi alvo de várias críticas nas redes sociais, uma vez que basicamente descarta o incrível trabalho dos profissionais da maquiagem, essenciais em todo e qualquer projeto, tanto que possuem sua própria categoria e devido reconhecimento durante a cerimônia do Oscar.

    É importante mencionar também que os efeitos usados por Scorsese em ‘O Irlandês’ não agradaram a todos, especialmente a transformação do astro Robert De Niro, que foi comparada a renderização usada em personagens de video game. O elenco conta também com Joe Pesci, Al Pacino e Bobby Cannavale.

    O resultado dos milhões gastos com a digitalização poderá ser conferido quando o longa estrear no catálogo da Netflix a partir de 27 de novembro.

     

    O-Irland%C3%AAs-1.jpg

     

    FONTE: SPINOFF

    Pessoalmente, achei bem infeliz essa declaração do Scorsa. O HOMEM ELEFANTE tem coração pra caralho, e a performance é brilhante. Nunca trocaria aquela maquiagem incrível por CGI. "Eu sei que aquilo é maquiagem", ele diz. Porra, e eu não sei que o De Niro de trinta anos não é CGI pesado?


  9. On 10/9/2019 at 5:35 PM, Jailcante said:

    Curiosamente, filme pode ser lançado direto no NetFlix:

     

    Ih, mal sinal. Embora hajam ótimas exceções, quando a Netflix decide pegar um filme que seria lançado por um estúdio e assumir, é sinal de que o estúdio não leva muita fé em tal projeto. Em alguns casos, por uma boa razão.


  10. Doutor Sono | Duração do filme é revelada

    Bruno Gomes  14 de outubro de 2019
    Compartilhe:

    De acordo com informações do site oficial do AMC Theaters, uma das principais redes de cinemas dos EUA, “Doutor Sono” chegará aos cinemas com duração acima de seu antecessor, “O Iluminado“.

    Teremos nada menos do que 02 horas e 32 minutos, enquanto o clássico do diretor Stanley Kubrick ficou com 02 horas e 26 minutos.

    Doutor Sono foi publicado em 2009 como uma sequência para O Iluminado, onde mostra a história de Danny Torrance, filho de Jack (Jack Nicholson), viajando pelo país até parar em uma cidadezinha em New Hampshire, parando de beber para assim, suas habilidades psíquicas voltarem.

    Com direção de Mike Flanagan (Jogo Perigoso), Doutor Sono chega aos cinemas em 8 de novembro. O filme traz Ewan McGregor (Fargo) no papel principal.

    O elenco também conta com Rebecca Ferguson (Missão: Impossível – Efeito Fallout), Bruce Greenwood (Star Trek), Jacob Tremblay (O Quarto de Jack), Zahn McClarnon (Westworld, Fargo), Carl Lumby (Alias – Codinome Perigo) e Alex Essoe (Starry Eyes).

     

    FONTE: O VÍCIO

     


  11. 34 minutes ago, primo said:

     

    mas sobre ser negra interpretando uma ladra... Não creio que o público chega a esse ponto de restrição.
    Se ajudar a evitar problema, um bom destaque a um mocinho negro no filme é opção.

    Como disse o JAIl, não é só uma ladra, é a Mulher Gato, cujo papel cultural é bem maior que ser uma ladra. Se alguém reclamar, sera minoria.

    Fora que a balanceada que o PRIMO sugere já existe, já que Gordon será negro.


  12. 57 minutes ago, Big One said:

    Temos que ver o que o Reeves viu nela. Talvez a química com o Pattinson tenha sido boa. Uma vez que as atrizes contracenaram com ele. 

    E isso é super importante. Eu gostei da Mulher Gato do Nolan, mas a química entre a Hathaway e o Bale era zero, o que prejudicou muito a dinâmica dos personagens.

    Assim, o Reeves já ganha pontos por ter feito os testes já com o Pattinson. Se tiver metade da química que Keaton e Pfeifer tinham, ja será um avanço.


  13. 12 hours ago, Gustavo Adler said:

    Mas o filme percebe.

    Os bandidos são melindrosos, apanham e ainda sim tentam não confessar seus erros, e no fim confessam e dão a informação que os policiais queriam. Mensagem da cena: o muleque era um bandido que queria a todos os custos escapar da lei e graças ao rigor e determinação do policial (e isso tudo está na construção do personagem no filme) em fazer tudo o que for preciso pra que a justiça seja feita e seja punido os culpados, é que o bandido confessou seu crime e delatou seus parceiros de crime. 

     É uma leitura, que eu acho bem válida, por sinal, e o filme dá abertura para ela. Pois é verdade, ao botar todos os torturados por Nascimento como detentores de informações, o filme me conduz a acreditar que o que o Nascimento faz é correto. Mas essa leitura não é a única. O fato dos torturados serem culpados pelos crimes não muda o fato de eu como espectador me chocar e pensar "caralho, isso tá acontecendo mesmo"? Até por que, nem todos os torturados por Nascimento no filme são criminosos. Assim, eu posso reprovar as ações do protagonista, mesmo por que há personagens no filme que questionam tal comportamento, como a namorada do Matias.

    Da mesma forma, eu posso ler a vingança do protagonista de CORINGA como uma vingança justificada pelo filme, principalmente pelas tintas sociais que ele coloca, e assim como todos os torturados por Nascimento tem as informações, todas as vítimas do Coringa o prejudicaram de alguma forma. Como você mesmo apontou mais de uma vez, a ausência de mortes na tela de vítimas que não o prejudicaram, nos induzem para que adotemos a revolta niilista do protagonista como uma reação justa e até inevitável diante do universo apresentado no filme.

     

    12 hours ago, Gustavo Adler said:

    Mas o filme percebe.

    Os bandidos são melindrosos, apanham e ainda sim tentam não confessar seus erros, e no fim confessam e dão a informação que os policiais queriam. Mensagem da cena: o muleque era um bandido que queria a todos os custos escapar da lei e graças ao rigor e determinação do policial (e isso tudo está na construção do personagem no filme) em fazer tudo o que for preciso pra que a justiça seja feita e seja punido os culpados, é que o bandido confessou seu crime e delatou seus parceiros de crime. 


     

    Como disse, de a pessoa huma história e contextos em determinados pontos e você vai ver as opções de escolha que cada pessoa tem em cada determinado contexto nos momentos de sua história de vida. 

    O filme Coringa julgou, e julgou ao meu ver que todos nós podemeríamos está ali, sendo um Coringa, dado determinado tipo de história de vida, determinado momento e contexto pelo qual aquele momento se insere, TODOS, inclusíve Gordon. 

    Mas atenção para a palavra poderíamos, pois é isso que o filme julga. O filme não julga que IRIAMOS ser o Coringa. E é ai que você se equivoca ao achar que a questão de um adolescente escolher só roubar ao invés de matar depois de roubar é uma evidência de que nem todo mundo poderia ser um coringa. Porque poderia é um verbo que indica probabilidade e não certeza. Mesmo com toda as condições da pessoa ser Coringa, ela pode muito bem não ser, mas se você pegar uma quantidade de 100 pessoas, te garanto que mais de 50% delas seria um Coringa. Ou seja, o fato de uma ou outra pessoa não ter sido Coringa ainda não é a exclui do fato de que ela poderia ter sido um, só não foi por uma escolha ou escolhas idiossincráticas de sua personalidade, de seu momento, de seu temperamento, de sua crença... que distoaram do padrão. Entenda, a questão aqui não é a pessoa, não é persnoficar o problema. É claro que as estatísticas e o que o filme diz que qualquer um PODERIA ser um Coringa não é personificando a questão, mas entendendo o efeito da sociedade, da forma como a sociedade está estruturada, no fato social - como revelou Durkheim.
     

    Embora o filme todo seja um estudo da personalidade do Coringa, na verdade, o estudo da personalidade do Coringa como ferramenta de, também revelar, os fatores sociais que podem levar um ser humano a uma condição extrema a ponto de encarnar em toda a sua personalidade um comportamento que é apenas uma das tantos outros aspectos do comportamento que fazem parte da espécie humana. 

    E sobre

    se por dinheiro, por fama, por aceitação, admiração, ascensão social, ou satisfação pessoal devido a alguma apego estético ou simbólico com essa personificação (que mais uma vez, é reflexo indireto dos fatores antes mencionado, admiração, ascensão social),  essa personificação da pessoa é  uma conduta como proposta de toda a sua identidade, como função social e como imagem de si mesmo e de como os outros reconhecerão essa imagem de si mesmo. Algins escolhem a identificação com o crime por ascensão ou aquisição de bens materiais e poder social, outros, muito influenciado por um meio social que cobra isso, por satisfação social, porque ali se sentem realizados, se sentem "macacos alfas" de seu próprio mundo. 

     Eu vou te pedir licença pra pular essa parte do argumento, pois embora bem interessante, acho que se desvia um pouco da questão que deu início a este debate que é onde CORINGA e TROPA DE ELITE são filmes parecidos em um determinado aspecto.

     

    12 hours ago, Gustavo Adler said:

     

    Então, que contra ponto heim?

    Matias é um policial honesto que basicamente, faz as mesmas coisas do Capitão. Mata, tortura, rotula, criminaliza, persegue, gentrifica, genocida... 

    Percebe? Justamente por representar um exemplo de policial correto, a figura do Matias é um elogio a conduta da PM, é dizer que a PM faz o que faz porque é o que tem que fazer, e coloca as excentricidades do Capitão Nascimento como resultado de seus problemas pessoais. 

     

     Mas Matias só assume a cartilha do Nascimento ao fim do filme. Claro, você pode argumentar que essa adoção é o filme dando aval a postura do Nascimento, já que após ter a "alma" disputada pela namorada, que pregava uma visão mais humanista, e pelo Nascimento, Matias adota a segunda e só então pode de fato substituir o Nascimento. E eu acho que o filme permite essa leitura. Se você ver essa transformação do Matias como o surgimento de um herói, ai é sim um elogio. Embora a maioria gigantesca dos PM que aparecem no filme são retratados como corruptos, então não seria nem um elogio a PM, seria um elogio ao BOPE, que de fato, não tem nenhum de seus membros retratados como corruptos. Mas eu sempre vi que o filme tá mostrando simplesmente o reinício de um ciclo de violência, é a queda da alma de um homem, não uma glorificação. E não é um sacrifício feito pelo Matias pra salvar alguém ou coisa que o valha, é vingança pura e simples pela morte do parceiro. Não parece haver jubilo nenhum na execução que fecha o filme.

     

    12 hours ago, Gustavo Adler said:


    Que sistema, Questão?

    bandidagem não é o sistema

     

    Você honestamente acredita que o tráfico ilegal de drogas não faz parte do sistema?

    Mas enfim, eu não vou discutir isso, por que é outra discussão, e eu prefiro lidar com uma por vez.

     

    12 hours ago, Gustavo Adler said:

    ele só vai tratar da bandidagem como infiltrada (e não como parte, nem como inerente e muito menos como sendo o sistema) no Tropa de Elite 2

     Oi? Ele VERBALIZA que tudo isso é o sistema (do traficante ao governador corrupto) umas cinco ou seis vezes durante TROPA DE ELITE 2. Não precisa nem interpretar, tá dito.

     

    12 hours ago, Gustavo Adler said:

     

    O filme não coloca o Murray como Avatar.

     

     Eu acho que coloca.

     

    12 hours ago, Gustavo Adler said:


    O Murrey é um profissional da comédia, que fala por si e ele só representa a mídia porque é um funcionário da mídia e porque é o tipo de conduta de comediantes que mais a mídia tende a escolher para ser ancora de seus programas.
     

     

     Você fez um processo de empatia. Personalizou a figura do Murray. E eu concordo com você, e o filme dá brecha pra essa interpretação. Mas o filme também te convida a esquecer que o Murray é um profissional, e ver ele só como um avatar da grande midia malvada opressora. A cena do auditório lembra muito uma cena parecida em um talk show de humor de O CAVALEIRO DAS TREVAS (A hq, não o filme), onde o Frank Miller também faz uma crítica a mídia (e repare, ambas tem os anos 80 como cenário). Mas na HQ, o Coringa mata todo mundo, do apresentador as pessoas no auditório. No filme, ele mata só o apresentador, o que pode querer dizer alguma coisa.

     

    12 hours ago, Gustavo Adler said:



    E nem o Coringa. O Coringa (personagem construido após o Arthru surtar, como resultado do surto) foi resultado (indireto, pois o resultado direto foi o surto do personagem, dai o que resultasse desse surto é imprevisivel, e é isso que se tornou o Coringa, um resultado imprevisível do surto) do sistema, e não um anti-sistema.

     

     Mas qualquer coisa anti sistema vai ser resultado do sistema, ué. Alguém só é anti alguma coisa, por que essa alguma coisa existe.

    12 hours ago, Gustavo Adler said:



    O primeiro é um combate a quem se desvia do sistema, simples assim. 

     

     Eu discordo. Eu acho que ele mostrou as condições sociais da polícia, e os caminhos que os levam a adotarem ações fascistas como tortura e execução sem julgamento. Do meu ponto de vista, eu não ache que TROPA DE ELITE apoie as ações dos policiais mais do que ONÍBUS 174 apoia as ações do Sandro.

    Mas esse é o meu ponto de vista, e entendo que o filme possa ser visto não como uma crítica e sim como um elogio. E vejo essa mesma brecha em CORINGA.

     

    12 hours ago, Gustavo Adler said:

     

    Onde é que o pai do Batman é hostil?

    Ele deu um tapa no Coringa porque o Coringa foi lá incomoda-lo.

    O Wayne pode muito bem ser um doce e uma pessoa amável e delicada, o fato dele ter sido "hostíl" com o Coringa não o faz ser uma pessoa hostíl, mas sim que o cara vem de um mundo completamente diferente da do Arthur e, portanto, não é capaz de entender, prever e, portanto, criar alguma simpatia ou empatia com aquele mundo do qual o Arthur é resultado, ou mesmo com a pessoa Arthur (que ele nem conhecia, era completamente indiferente, e veio esse "mendigo" ir lá incomoda-lo dizendo que era seu filho). 

    Arthur e Wayne vem de mundos completamente distintos, e conflitantes (e o Coringa é resultado do conflito entre esses mundos).

     

     O filme o coloca como uma figura hostil. E como estamos vendo a história do ponto de vista de Arthur,  E digo mais, ainda que o filme pareça assumir que Arthur não é filho do Wayne, eu acho que não fecha essa porta completamente.

    Esse exercício que você fez é bem interessante, e eu concordo. Assim como as razões que você dá para a indIferença do Wayne não ser fruto de má fé. Mas nem todas as pessoas vão fazer esse exercício.

     

    12 hours ago, Gustavo Adler said:

     

    Macho, você está sendo seletivo.

     

    E não estamos todos sendo seletivos? Visão geral é pra ser almejada, não alcançada. Nenhum argumento é montado sem excluir alguma coisa, todo o olhar tem um ponto cego. Estou sendo seletivo? Provavelmente. Você esta sendo seletivo?

    Em tempo, temos visões diferentes sobre a forma como a sociedade encara a polícia, e é minha ultima palavra sobre este tópico em particular.

    Mas o fato de termos visões diferentes nos leva a origem de todo esse debate. Respondi cada quote pra não te deixar no vácuo, mas vou tentar ser sucinto no fim (e em qualquer desdobramento, por que o pessoal já deve tá de saco cheio de ler nossos textões. Hehehehehe)

    Meu argumento que TROPA DE ELITE e CORINGA tem semelhanças é de que são filmes que podem provocar interpretações não só diversas, mas opostas, e que permitem leituras que tornam elogiáveis as ações extremistas do Nascimento e do Coringa.

    Por que no fim, pouco importa se Padilha queria fazer um filme pró polícia ou não, ou se Philips queria fazer uma apologia a violência caótica niilista ou não, importa o que as pessoas interpretaram. E os dois filmes geram essa multiplicidade de interpretações, com algumas delas podendo ser pouco saudáveis, digamos assim. Do contrário, nós não estaríamos discutindo isso. Do contrário, como o GUST bem apontou, TROPA DE ELITE não teria gerado grande polarização em 2007, sendo que nem todos os defensores do filme viam nele esse manifesto pró tortura policial que você vê. Do contrário, não teriam críticos como o Pablo apontando CORINGA como "ideológicamente confuso" e despertando o medo da violência, enquanto pessoas como você (e muitos outros) afirmam que não existe glorificação alguma a essa violência.

    É a essa semelhança a que me refiro.

     


  14. Atriz diz que novo ‘007’ vai chocar as pessoas

    'Sem Tempo Para Morrer' chega aos cinemas em abril de 2020

    2 min de leitura
    08 OUT 2019 - 16H13 ATUALIZADO EM 08 OUT 2019 - 16H13
    +

    Daniel Craig em '007 - Spectre' (2015) (Foto: Divulgação)

    Naomie Harris, estrela da franquia '007', destacou que o próximo filme de James Bond - 'Sem Tempo Para Morrer', que será lançado em abril de 2020 - vai surpreender todo mundo.

    "É uma ligação entre 'Skyfall' e 'Spectre'", explicou a atriz em entrevista à revista GQ, fazendo referência aos dois últimos filmes da saga, lançados, respectivamente, em 2012 e 2015.

    "Mas com enormes, enormes surpresas, que até me deixaram como 'oh, wow'. Então acho que realmente vamos chocar as pessoas", destacou.

    'Sem Tempo Para Morrer' será o quinto e último filme que contará com o ator Daniel Craig interpretando 007 - seu primeiro filme no papel foi 'Cassino Royale' (2006). A produção também representa a terceira participação de Harris como a agente Eve Moneypenny.

     

    Segundo a atriz, o roteiro "fantástico" do novo longa trará um novo James Bond, mais emocional. "Eu diria que ele se reconectou com seu coração. Definitivamente, estamos vendo um Bond que está mais em contato com seus sentimentos e mais aberto a se apaixonar".

     

    FONTE: MONET

×
×
  • Create New...