Jump to content
Forum Cinema em Cena
    • Anúncios e Esclarecimentos
      • Anúncios Oficiais do Cinema em Cena
      • Sugestões, Reclamações, Dúvidas... e Elogios
    • O Mundo do Cinema em Cena
      • Críticas e Publicações do Cinema em Cena
      • Filmes em Geral
      • Em Cartaz nos Cinemas
      • CineNews
      • Premiações e Festivais de Cinema
      • Cinema Brasileiro
      • Bastidores do Cinema
    • Sucessos do Cinema
      • Grandes Sagas
      • DC Comics
      • Marvel Comics
      • Star Wars
    • Na Telinha
      • Home Entertainment
      • Séries
      • TV Paga
      • TV Aberta
      • Plataformas de Streaming (NetFlix, Prime Vídeo, GloboPlay, HBO Max)
    • Assuntos Diversos
      • Geral
      • Música
      • Esportes
      • Livros & Quadrinhos

Announcements

  • Posts

    • E não é que é bom? A animação é bem feita, tem uns detalhes bem bonitos, a história deu uma boa atualizada nos personagens, a Teela é fodassa. Tem até um draminha ali no meio. Acho que deve ter todos os personagens do desenho clássico, o Fera está muito bom. Tem um Roboto, esse eu não lembro, deve ser novo. Sem contar que expandiram o Universo. Bem bacana. São apenas 5 episodios e passa rapidinho.  Saudosismo, Senti  falta da trilha clássica. Rsrsrs. 
    • Em entrevista ao Comicbook, Greg Nicotero, especialista em efeitos práticos (conhecido principalmente pelo seu excelente trabalho na série ‘The Walking Dead‘), revelou que já havia começado a trabalhar nos efeitos e designs do reboot de ‘Spawn: O Soldado do Inferno‘, antes da produção ter sido interrompida indeterminadamente pela Blumhouse. “Nós já temos os designs prontos! [Há alguns anos], [Todd] McFarlane me abordou sobre o projeto e disse que teria um baixo orçamento. Eu queria que os designs ficassem parecidos com a série animada, mas ele queria algo mais realista e violento. Então, nós desenvolvemos várias artes conceituais. Criamos muitos designs e diversas coisas divertidas. Então, a produção teve que ser interrompida.” Ele completa, “De vez em quando, eu pergunto como andam as coisas. Eu olho para os designs no meu escritório e busco alguma notícia: ‘Ei, Todd, o que está rolando? Esse projeto vai acontecer mesmo?’, porque eu realmente amei o trabalho que fizemos.” Anteriormente, o produtor Jason Blum havia revelado que o processo para refinar a história está demorando mais do que esperado.   FONTE: CINEPOP
    • Também prefiro uma original, se é pra ser o ultimo filme dele. Mas por curiosidade, por que a preferência pra que não seja de terror? Em tempo, o Tarantino meio que já dirigiu um filme de terror que foi A PROVA DE MORTE, né? Então seria bom ver ele sair com algo novo (Se bem que A PROVA DE MORTE era mais Terrir, mas não imagino o Tarantino dirigindo um terror totalmente "sério" mesmo).
    • A sequência ‘Space Jam: Um Novo Legado‘ já é um grande sucesso nas bilheterias norte-americanas, mas o diretor do longa original, Joe Pytka, não aprovou o filme de forma alguma. O diretor, conhecido por seu trabalho no universo dos videoclipes, fez duras críticas à nova sequência, mostrando a sua indignação por tentarem substituir o astro do basquete Michael Jordan com um novo jogador. Para Pytka, o famoso atleta é a alma de ‘Space Jam‘. Em uma entrevista feita no passado à revista EW, ele foi categórico em mostrar sua desaprovação absoluta com o novo projeto, sugerindo que a produção seria uma afronta à essência do original, que reside na grandiosidade e monstruosa popularidade mundial de Jordan. “Eu trabalhei com três pessoas que têm essa qualidade mágica que afetam as pessoas de qualquer maneira; eles os vêem e alguma luz se acende. Michael Jordan, Michael Jackson e Madonna. Todos os três têm essa qualidade em que as pessoas se conectam imediatamente, mesmo sem entender nada sobre elas. E ninguém mais tem essa qualidade. LeBron é um jogador de basquete fantástico, um dos 20 melhores jogadores de basquete de todos os tempos. Mas ele não é o Michael. Talvez devessem chamar o filme de outra coisa. Não deveriam chamá-lo de Space Jam 2 ou algo assim. Deveria ser outro filme. Isso não é Space Jam. Space Jam é o Michael Jordan. Não importa o quanto LeBron queira ser um grande jogador – e ele é um grande jogador -, ele não é o Michael Jordan. Nunca haverá outro Michael Jordan“.   Além disso, Pytka recentemente revelou ao site TMZ que custou a conseguir terminar o filme, sendo necessária cinco tentativas. Ele foi mais longe, dizendo que a trilha sonora é “insignificante”, fazendo ainda duras críticas aos traços do Pernalonga: E você, gostou do filme?   FONTE: CINEPOP
    • Eu não costumo gostar muito da frase "tal obra nunca conseguiria ser feita hoje". Acho um tanto simplista, mas no caso deste "Louca Paixão", a afirmação pode ser dada. E olha que estamos falando de Paul Verhoeven, aqui no seu segundo longa. Os dez primeiros minutos deste filme tem sonho de duplo assassinato; Rutger Hauer (poucos atores conseguem atuar tão bem com o corpo todo) com o pau para fora e se masturbando; ele transando e guardando "recordações" das mulheres. E isto é só o começo... Verhoeven envolve sua comédia romântica entre o suspense e o drama, sempre com um pézinho no grotesco. Ele absolutamente não teme mostrar o sexo e a doença, com todos os fluidos que acompanham o corpo nestas fases.   Este é até hoje o filme holandês de maior sucesso e é uma bela apresentação do que este doido mostraria posteriormente. 
  • Popular Contributors

×
×
  • Create New...