Jump to content
Forum Cinema em Cena

Correndo Com Tesouras


-felipe-
 Share

Recommended Posts

  • 5 months later...

Eu pude assistir esse filme no final de semana. E olha, eu achei uma bela porcaria, não acrescenta nada, o roteiro é enrolado demais e não prende nada o espectador. Nada contra os gays, mas ultimamente está cheio de filmes biográficos de histórias "tristes" de gays, ele se faz de coitado, e é muito chato isso, chega a ser irritante. Decepcionou, eu achei que iria ser um bom filme.

 

Link to comment
Share on other sites

  • 3 months later...

No sentido de "a linha que separa o normal do bizarro é extremamente tênue".

 

O livro nada mais é do que um desfile de personagens pra lá de excêntricos, uns verdadeiros absurdos. É como se fosse montado uma espécie de mosaico composto por um bando de pssoas que doidas que mais parecem perdidas nesse mundo por conta de suas próprias maluquices. Um verdadeiro freak show.

 

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

Correndo Com Tesouras (Running With Scissors, EUA, 2006) Dir.: Ryan Murphy. Com: Annette Bening, Brian Cox, Joseph Fiennes, Evan Rachel Wood, Alec Baldwin, Joseph Cross, Jill Clayburgh, Gwyneth Paltrow.

 

 

 

É necessário admitir que o filme possui seus pontos fortes, embora se comparado a tantos outros do gênero comédia melancólica se torne relativamente fraco.

 

 

 

As atuações sérias por parte de Benning, Cox, Baldwin, Clayburgh, Wood e Paltrow conseguem aumentar ainda mais a graça das situações (é hilário ver a reação de Hope - Paltrow - ao olhar para a bosta do pai, enquanto este explica que ela segnifica prosperidade para a família). Aliás, mesmo que várias situações sejam pateticamente realizadas, as atuações conseguem torná-las ao menos divertidas em função da seriedade com que levam. É uma pena que o mesmo não possa ser dito sobre Cross e Fiennes dois atores incrivelmente chatos! Pena maior é perceber que o filme não consegue êxito com relação a melancolia do filme, já que o diretor erra a mão e transforma tudo num melodrama patético.

 

 

 

E nesse caso, as atuações acabam caindo bastante. Benning se salva, mostrando seu talento, mas o restante não consegue a mesma proeza. Pior mesmo é o plágio descarado feito pelo diretor a "Os Excêntricos Tennenbaums", onde Murphy rouba vários planos e atitudes da família Tennenbaum, como o modo como olham diretamente para a câmera ou o fato de Fincher dizer que Hope é sem dúvida a sua filha favorita em auto e bom som para todos que puderem ouvir (no outro filme, Royal demonstrava sua frustração com Margot ao dizer para todos que ela era sua filha adotiva, denotanto um óbvio "preconceito").

 

 

 

De toda a forma, merece elogios a direção de arte, com destaque para a casa porca dos Fincher e o gramado repleto de louças da casa de Deirdre. No mais, não percam tempo com isso, é muito frustrante ver um material tão bom mal realizado desse jeito. Chega ser entediante.2/5

Link to comment
Share on other sites

Tb não gostei muito desse filme Bernardo ...

 

CORRENDO COM TESOURAS - 4/10 - Existem filmes que possuem uma "aura" de filme independente que vc facilmente reconhece, porém na mesma proporção que há belíssimos trabalhos como "A Lula e a Baleia" e "Pequena Miss Sunshine", há produções picaretas como "Heróis Imaginários" e este "Correndo Com Tesouras" que conta com um elenco maravilhosos, mas que não consegue ser auto-suficiente. Trata-se de um amontoado de personagens estranhos, exóticos e excêntricos sustentados por um roteiro pseudo-intelectual que se faz de inteligente para mostrar o incômodo do seu personagem principal com o mundo a seu redor, seus pais e sua "nova" família. Alec Baldwin é o que se sai melhor até pelo pouco tempo que tem em cena, mas até mesmo as boas atuações de Annette Bening e Brian Cox são comprometidas pela falta de propósito do roteiro. É uma pena ver tanto talento reunido em um projeto que consegue ser tão ruim quanto tantos outros filmes mais "convencionais" que há por aí.
Link to comment
Share on other sites

Poxa vida e eu ainda não vi "A Lula e a Baleia". TÔ atrás do dvd, mas não encontro aqui nas locadoras. 09.gif

 

 

 

De qq forma achei que o diretor cometeu muito plágio para com "Os Excêntricos Tennenbaums".

 

 

 

E concordo com vc sobre o roteiro não ter propósito. Mas para isso o diretor encheu o filme de passagens musicais, no intuito de que não percebamos. Mas falhou.

Link to comment
Share on other sites

Sim, sim felipe. Ela está fantástica. Como disse, a seriedade com que os atores levam o filme transforma as piadas mais ridículas em algo digno de dar risada. No quesito drama, no entanto, ela é a única que se salva, mostrando o drama e os estragos de sua depressão. Aliás, se for dizer a única personagem digna de um filme, esta é Deirdre, a personagem de Benning.

 

 

 

Ouvi muitos críticos dizendo que ela merecia uma indicação ao Oscar, mas eu discordo. De todas as indicadas, Benning não consegue chegar aos pés delas. É culpa dela? Não, o roteiro é pobre e não desenvolve bem a história. 03.gif

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...