Jump to content
Forum Cinema em Cena

Batman - The Dark Knight (# 4)


Recommended Posts

  • Replies 3.4k
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Batman - The Dark Knight Tópico 4 Contagem regressiva   4° tópico do Dark Knight, 600 páginas até aqui, o primeiro tópico foi aberto em 16/06/2005 pelo felipef, lá se vão 3 anos de discussão,

Caraca!!!   4º tópico!!!   Não quero desmerecer nenhum outro personagem das hqs, mas sem dúvida alguma, Batman é o maior!!!   Ainda continuo evitando os spoilers e os diversos víde

Pra mim também não aparece, mas o pôster está realmante ótimo... Excelente!!!!   

 

O filme eh muito bom' date=' mas nao tenho duvida alguma de que a morte do Ledger foi preponderante para essa bilheteria. Ha uma curiosidade morbida generalizada em torno do cara. O publico esta se comportando como um bando de abutres em cima do cadaver do ator...

[/quote']

 

O Ledger (morto ou vivo) salva um pouco esse filme. Aliás, até ficou estranha a cena do embate dele com o Batman, ele com sua interpretação fodassa e o coitado do Bale tendo que falar com aquela voz patética...

 

Sim, a atuacao foi fantastica, mas me recuso a acreditar que toda essa "festa" em torno do filme se deva a qualidade do trabalho do Ledger. A coisa do "ultimo papel da vida de..." foi o carro chefe desse sucesso comercial extasiante de TDK.

 

Link to post
Share on other sites

Sobre o Ledger, cheguei a esquecer que ele havia morrido em diversas partes do filme. E o trabalho é genial do mesmo jeito.

 

*******

 

Sobre a censura do filme, os EUA pegaram uma das mais baixas. É só dar uma olhada no IMDb pra confirmar:

 

Ireland:15A |

Australia:M |

Brazil:12 |

Portugal:M/12 |

Peru:14 |

South Korea:15 |

Sweden:15 |

Philippines:PG-13 (MTRCB) |

Malaysia:U |

Canada:14A (British Columbia/Ontario) |

Iceland:12 |

Norway:15 |

Netherlands:16 |

New Zealand:M |

Canada:14A |

Argentina:13 |

UK:12A |

USA:PG-13 (certificate #44427) |

Canada:PG (Alberta/Manitoba) |

Canada:13+ (Québec) |

Singapore:PG

 

E falando em IMDb, o filme continua com nota 9.5 na mais recente atualização. Vai ser difícil cair muito mais do que isso.

 

 

Link to post
Share on other sites

Sei lá, Scarlet!

Ele está sim muito bom no filme.

Eu achava que nunca haveria um Curinga que superasse Nicholson.

 

Ledger está menos comedido, ousado, muito a vontade, sei lá...

Até me passou pela cabeça que ele tivesse atuando chapado... aff! 17 13

 

 

 

 
Link to post
Share on other sites

Ainda sobre a censura, vale ressaltar que pegou a máxima na Suécia (15)

e na Holanda (16), onde menores que isso não entram nem acompanhados.

São países mais liberais com relação à violência, sexo e nudez em

filmes, o que ressalta o aspecto violento do longa. Se vier um U "with

warning" (uma das frescuras da censura francesa) na França ou um VM14

na Itália daí a coisa fica séria, tornando-o o filme mais violento do

Batman (de acordo com as normas de censura de cada país).

 

 

 

Putz, não sei de onde tiro tanto conhecimento sobre censura de filmes em outros países. Tem coisa mais inútil? 06

 

Link to post
Share on other sites

 

O filme eh muito bom' date=' mas nao tenho duvida alguma de que a morte do Ledger foi preponderante para essa bilheteria. Ha uma curiosidade morbida generalizada em torno do cara. O publico esta se comportando como um bando de abutres em cima do cadaver do ator...

[/quote']

 

O Ledger (morto ou vivo) salva um pouco esse filme. Aliás, até ficou estranha a cena do embate dele com o Batman, ele com sua interpretação fodassa e o coitado do Bale tendo que falar com aquela voz patética...

 

Sim, a atuacao foi fantastica, mas me recuso a acreditar que toda essa "festa" em torno do filme se deva a qualidade do trabalho do Ledger. A coisa do "ultimo papel da vida de..." foi o carro chefe desse sucesso comercial extasiante de TDK.

 

Isso nunca saberemos... mas quando a gente fala que esse filme é fod4 não é só pelas atuações e sim como um todo, veja é dificil ver um filme que concilia tão bem tantos elementos, TDK é fod4 e pronto ueueueueu 16

 

Link to post
Share on other sites

 

Ainda sobre a censura' date=' vale ressaltar que pegou a máxima na Suécia (15)

e na Holanda (16), onde menores que isso não entram nem acompanhados.

São países mais liberais com relação à violência, sexo e nudez em

filmes, o que ressalta o aspecto violento do longa. Se vier um U "with

warning" (uma das frescuras da censura francesa) na França ou um VM14

na Itália daí a coisa fica séria, tornando-o o filme mais violento do

Batman (de acordo com as normas de censura de cada país).

 

 

 

Putz, não sei de onde tiro tanto conhecimento sobre censura de filmes em outros países. Tem coisa mais inútil? 06

[/quote']

 

Hum sera que isso vai prejudicar a bilheteria 11

 

Link to post
Share on other sites

 

Hum sera que isso vai prejudicar a bilheteria 11

Ah, depende do país. Se os blockbusters americanos arrecadam muito por aquelas bandas então pode prejudicar sim. Mas se o lucro é relativamente baixo, então não há com o que se preocupar. Vale lembrar que no Reino Unido a censura é 12A, onde menores de 12 só acompanhados pelos pais. Vale lembrar que a BBFC também é tão hipócrita quanto a MPAA. Deve ter rolado um suborninho pro filme receber um 12A ao invés de um 15 (só maiores; menores em hipótese alguma), que seria o esperado da censura daquele país para o nível de violência do filme.

 

Particularmente, acho que 12 no Brasil já está de bom tamanho. Pensei que fosse 14 quando vi o filme.

 

Link to post
Share on other sites

Além do roteiro do filme, que foi vendido como um livro, também lançaram a novelização, que adiciona muitas informações interessantes sobre os personagens do filme:

 . Após ser atacado por Rachel e fugir, O Espantalho acordou sozinho, sem se lembrar do que aconteceu com seu cavalo. Ele vagou pelas ruas de Gotham City até encontrar um velho interno do Arkham que o acolheu. Lá, ele começou a produzir drogas contendo o gás do medo e vendê-las, mudando-se para sua própia casa.

 . Harvey Dent morava em Nova York e era muito solitário na escola. Nunca ia a bailes, jogos e eventos sociais, mas estudava muito e recebia vários prêmios. Seu pai havia deixa-o e a sua mãe quando ele era criança, alengando que não aguentava olhar para eles. Harvey trabalhava em uma drogaria local, e quando voltou pra casa pelas 22:00, encontrou seus pais mortos em casa. Sua mãe enforcada e seu pai sentado na cozinha com uma arma na mão, um tiro na cabeça e os quartos cheios de sangue.

 . O Chechênio era um russo que desprezava seus pais e começou a vender cocaína para ganhar dinheiro, e acabou matando policiais. Hackeando contas de banco, ele angariou dinheiro para viver no México. De lá, ele foi para Gotham City, pois conhecia a fama da cidade de ser corrupta e lucrativa para criminosos. Lá, ele ouve de Maroni e quer negociar com ele, mas sabe que tem que se provar, então, ele queima prédios e assume o comando de uma operação de tráfico de drogas. Os dois acabam virando sócios. O Chechênio quer matar Maroni e assumir suas atividades, mas prefere esperar a hora certa.

 . Após matar Gambol, o Coringa lança suas facas nos peitos dos capangas dele.

 

 . O Coringa foge da festa de Bruce Wayne em um SUV preto. Ele percebe uma gota de sangue escorrendo pela sua bochecha, pega-a com seu dedo e lambe,enquanto fala com o motorista: ''Delícia! Você viu aquilo? Não adora uma confusãozinha? Eu joguei aquela canarinha da janela e o morcego foi atrás. Eu me pergunto: Será que o Batman se arrisca por todos ou aquela canarinha tem alguma coisa especial. Bom, uma coisa eu sei: O Morcego sempre vai tentar salvar os inocentes. E Isso vai ser seu declínio.'' O Motorista pergunta: ''E Quanto ao Dent''? O Coringa responde: ''Oh, eu sou um homem de palavra''.

 . Após Bruce salvar Rachel, Alfred examina-o. Ele machucou as costas e o pulso direito. Alfred pergunta: ''Quando você pulou por aquela janela, você tinha um plano?'' Bruce responde: ''Se eu tivesse parada para planejar, Rachel e eu estariamos mortos. Eu não tive tempo para nada além de agir e torcer para minhas atitudes serem as corretas. Eu tive que confiar no momento. Isso foi algo que R'as Al Ghul me ensinou''. Alfred então fala: ''E Quão confiante você estava no momento?'', Bruce ri: ''Não muito. Um fator negativo, como uma brisa, e você estaria planejando meu funeral.'' Alfred retruca: ''Você parece achar que esse tipo de coisa vai acabar te matando.'' Bruce responde: ''Esse tipo de coisa vai acabar me matando se as coisas continuarem como estão''.

 . Durante o caso Sal Maroni, Dent fala ''A Arma é uma ceramic, calibre .28. Foi assim que enganou os detectores de metal. Feita na China, eu acho. Sr. Rossi, eu recomendo que você compre uma americana'', para o cara que tentou matá-lo.


 . Quando Bruce está em Hong Kong para capturar Lau, ele lembra-se do tempo que passou lá durante ''Batman Begins''.

 . O Falso Batman que aparece enforcado na janela do prefeito tem uma carta de coringa presa ao peito por uma faca. No filme, a faca foi substituída por outro instrumento.

 

 . Após conversar com Dent e Gordon, Bruce decide investigar para descobrir se Dent é mesmo quem diz ser, e não outro corrupto. Mas ele não pode fazer isso como Bruce Wayne ou Batman. Então, ele pega uma piruca e um bigode vermelho e disfarça-se como Charles ''Fósforos'' Malone, um jornalista freelance fazendo um artigo sobre Dent para uma revista. Ele vai até N.Y. e conversa com o detetive encarregado do caso do assassinato dos pais de Harvey Dent, que garante que ele estava no trabalho e não tinha nada a ver com aquilo. Malone fala com professores, colegas de trabalho, velhas namoradas, amigos, advogados, clientes, até processados. Ele chega a checar os registros escolares, confirmando que Dent é limpo. Bruce volta para Gotham e conversa com Alfred: ''Eu estava errado. Dent é um exemplo. Um homem muito melhor do que eu.'' Alfred diz: ''Importa-se de explicar, Mestre Bruce''. Bruce continua: ''Ele e eu fomos alijados pela mesma mão: Pais mortos pela violência. Mas eu tive vantagens... Eu tive você e Rachel, e agora Lucius. Eu tive uma casa imensa e todas as opções do mundo. Meus recursos financeiros eram virtualmente ilimitados''. Alfred responde: ''Devo lembrá-lo que nem todos que diziam-se seus amigos de fato eram''. Bruce fala: ''Você se refere a Earle. Sim, ele era um dos maus, e houve alguns outros. Mas suponha que ele tivesse conseguido tirar a companhia da minha família de mim. Você acha que eu estaria implorando por esmolas nas ruas? Não. Eu ainda viveria confortavelmente. Agora, eu estaria casado com Rachel, teríamos vários filhos e seriamos insanamente felizes''. Alfred termina: ''Você não pode estar certo disso, Patrão Bruce''.

 

 . Revelou como Harvey e Rachel começaram a namorar. Inicialmente, ela achava que ele era outro convencido que adorava se gabar, e não se interessou por ele, mas, ao vê-lo no juri, completamente focado no caso, ela ficou fascinada e os dois começaram a sair.
Link to post
Share on other sites

Pois é. Podia colocar a fonte, pra gente ir no riginal ou até mesmo indicar pra outras pessoas que não frequentam o fórum.

 

Mas são muito interessantes mesmo.

 

De todas as cenas, só faria questão de Fósforos Malone, por uma questão de fanboysismo mesmo. E também por render um bom diálogo com Alfred.
Link to post
Share on other sites

 

Sei lá, Scarlet!

Ele está sim muito bom no filme.

Eu achava que nunca haveria um Curinga que superasse Nicholson.

 

Ledger está menos comedido, ousado, muito a vontade, sei lá...

Até me passou pela cabeça que ele tivesse atuando chapado... aff! 17 13

 

 

 

 
[/quote']

Chapado nada. Tive a impressão que ele tomava uns 5 Red Bull por dia. Haja animação.

 

Link to post
Share on other sites

 

Pois é. Podia colocar a fonte' date=' pra gente ir no riginal ou até mesmo indicar pra outras pessoas que não frequentam o fórum.

 

Mas são muito interessantes mesmo.

 

De todas as cenas, só faria questão de Fósforos Malone, por uma questão de fanboysismo mesmo. E também por render um bom diálogo com Alfred.
[/quote']

 

Na cena que ele sai de moto ele poderia mt bem colocar bigode e peruca.

 

Link to post
Share on other sites

 

Vou postar a crítica do KMF. Concordo com grande parte do que ele diz:

 

"Uma das melhores peças publicitárias da blitz de marketing da Warner Bros. para The Dark Knight (EUA' date='

2008) traz a frase "Why So Serious?" (porquê tão sério?"). Para quem

não consegue levar filmes desse tipo como representação religiosa da

vida na sua leitura mais séria, a pergunta cabe graciosamente. Porquê

diacho esse filme é tão retido na sua sisudez?

 

Com duas horas e 20 minutos, The Dark Night parece

querer dizer ao mundo com a sua auto-importância que o cinema de

entretenimento também pode ser profundo e sombrio. Se o primeiro

adjetivo talvez não entre, o segundo sugere honrar a face trágica do

ator Heath Ledger, falecido precocemente no início do ano. Há algo de

fascinante na morbidez de ver Ledger por trás de uma máscara mortuária

em todas as suas cenas: a máscara do Coringa.

 

The Dark Knight,

no entanto, foi feito exatamente para quem leva filmes desse tipo a

sério como representação religiosamente fiel da vida. Não parece bastar

mais ver filmes ágeis, inteligentes, críticos e espetacularmente

divertidos dentro de um tom de "cinema de super herói", ou de

"histórias de quadrinho" - Superman The Movie, Robocop, o Batman de

Burton, Os Incríveis.

 

O que importa na indústria cultural é a grande obra-prima da semana. The Dark Knight vem

sendo embalado há mais de um ano pela máquina de marketing da própria

Warner Bros. como um pré-clássico do cinema, espécie de "O Poderoso

Chefão dos filmes de super herói". O cinismo brilhante desse tipo de

campanha, validada sinistramente pela morte de Ledger, é ignorar que

valor é uma coisa dada naturalmente pelo mundo, e não espalhada meses

antes de um filme ser visto.

 

E é nesse mundo dominado por

valores artificiais gerados pela qualidade do design e da onipresença

que, temos, portanto, uma obra de valor calculável: mais ou menos 600

milhões de dólares, quantia que The Dark Knight (via DC

Comics) precisa para superar financeira e moralmente a arrecadação

internacional do outro super herói concorrente no trimestre, O Homem de Ferro, da Paramount Pictures (via Marvel Comics).

 

O

efeito mitificador do trágico falecimento (em janeiro) do ator, aos 28

anos, também deve ser ponderado. Ajudou muito a máquina de vendas o

fato de seu personagem no filme – o Coringa – ter uma face graficamente

sintonizada com a morbidez natural da tragédia pessoal do artista em

si. Olhar para o rosto deformado do Coringa ao longo dos últimos meses

sugeria um cheiro de morte, sensação que perdura ao longo de todo o

filme, dando-lhe peso.

 

Há ainda uma campanha iniciada pelo diretor Christopher Nolan (Memento, Batman Begins),

e que ganhou as vozes de atores que estão no filme – Christian Bale,

Michael Caine – de que Ledger deverá ganhar o Oscar 2009 por sua

atuação, sendo este papel sua herança para o mundo. Me pergunto se, do

ponto de vista da imagem preservada, as pessoas lembrarão de Ledger, o

homem, ou do Coringa borrado, a 'máscara', ou se de Ledger, o ator, ou

do seu cowboy em Brokeback Mountain, onde suas feições/rosto ali

intactos?

 

DUPLOS – Depois de finalmente visto, o filme parece

repetir o conceito de duplos, algo desenvolvido originalmente nos

quadrinhos e com interessante eficácia já no filme de Tim Burton, 19

anos atrás. Gotham City (filmada ricamente em Chicago) está à beira da

anarquia, a semente justiceira espalhada pelo trabalho de Batman ganhou

adeptos (ou duplos) em imitadores que não são páreo para o grau de

perversidade de um novo criminoso chamado Coringa, sua demência

violenta apresentada numa seqüência de abertura empolgante.

 

Bruce

Wayne/Batman (Bale) parece ter desocupado a bat-caverna, preferindo um

largo estacionamento de shopping personalizado. Ele supervisiona os

passos do crime organizado, liderado por Maroni (Eric Roberts, bom

revê-lo), com arsenal cada vez maior de brinquedos fornecidos pelo seu

escudeiro Lucius (Morgan Freeman). Alfred (Caine) continua sendo o

serviçal de voz paterna para Wayne, bilionário boa pinta e enfeitado

por mulheres objeto que encontra no jovem político Harvey Dent (Aaron

Eckhart) um duplo oficializado seu que poderá restaurar a paz e a

justiça em Gotham City (the American way).

 

Tudo isso é um

prato cheio para a veia anarquista do Coringa, que consegue bagunçar os

caminhos de Wayne e Batman, da máfia e do triângulo amoroso entre

Wayne, Dent e Rachel (Maggie Gyllenhaal, que me pareceu mais expressiva

com o pouco que lhe deram do que Katie Holmes com o outro pouco que ela

tinha). Eu não sei se entendi muito bem as maquinações do Coringa, mas

seja lá o que ele estava fazendo, ele terminou fazendo, e bem.

 

Finalmente,

as tais maquinações levam Coringa a transformar Dent numa nova e

dramática aberração, o Duas Caras, personagem com a aparência de um

pesadelo que abandona a crença na justiça (the American way) e passa a

enxergar a moralidade num ambiente sórdido como uma questão de mero

acaso, ou sorte.

 

Esse último pensamento me pareceu caber bem

com o clima geral das manchetes pavorosas que têm relatado um gênero

bem brasileiro de violência nesse país, em atos de perversão brutal que

alimentariam o Coringa com muitas idéias e imaginação. Essa comunicação

(que talvez só exista na minha cabeça) com um certo estado de coisas

fora do filme me agradou.

 

Se Jack Nicholson, roubou o Batman

de 1989 com um terrorista da arte (pichava obras que defendiam o belo,

adorava Francis Bacon), Ledger rouba o filme novo como personificação

do terror. Não há muito o que dizer ao ouvirmos Batman com sua voz

engraçada de gripado trocando palavras com um Coringa tão mais fácil (e

interessante) de ouvir.

 

Não seria estranho imaginar que o

papel do Coringa no filme canaliza um medo bem americano nesta década,

o medo de um pensador do terror que habita o imaginário dos EUA via

figura de Osama Bin Laden. Talvez seja o que mais próximo existe de um

Coringa real.

 

São boas idéias sugeridas por uma aventura um

tanto dura feito uma tábua, em especial na forma como se contorce para

dar conta de tantas estratégias e tramóias, algumas (as cenas de ação)

com a funcionalidade de um anúncio de brinquedo. Nolan, na falta de

estilo pessoal próprio, vai buscar uma marca sua no orçamento

astronômico, numa câmera carrossel gratuita e na trilha sonora para

surdos, uma sinfonia de 140 minutos incapaz de te deixar a lembrança de

uma melodia sequer.

 

Por obra do destino, no entanto, esse filme industrial agregou a mística de um rosto forte à ajuda poderosa da morte.

 

PG-13

- Por último, vale acrescentar o quanto os mecanismos do mercado impõem

à imagem uma idéia de restrição, embora isso nada tenha a ver com a

ação descrita ali na tela. O que importa, cegamente, à idéia de

"classificação" é se vemos ou não a imagem de uma faca cortando o canto

de uma boca. Para mim, o fato de alguém fazer isso com o outro, e o

tratamento implícito ali aplicado (montagem, música, efeito de som)

deveria dar o tom, e não o quão explícito o corte é.

 

"The Dark

Knight", nos seus momentos mais dó-dóis, parece clamar pelos detalhes

pré-formatados milimetricamente para seu público de meninos de 12 ou 13

anos, quando a ação em si mostra-se bem mais sombria e demente. Para

tal, vejam Robocop. "

 

[/quote']

 

Não concordo com grande parte do texto, mas deve-se admitir...é no mínimo uma leitura interessante. É sempre mais interessante ler uma crítica negativa bem embasada, mesmo que equivocadamente que babações de ovo sem embasamento algum.

 

Só na parte que concordo, a voz do Bale é um lixo como Batman. Deviam chamar o Kevin Conroy pra dublá-lo.06

 

E nem venham com as piadinhas: "Não quer falar da verruga dele?"

Podia falar da língua presa, mas não tô com tempo pra perder com isso...hehehe.

 

 

 

 

Link to post
Share on other sites

Fiquei meio encucado com uma coisa: na cena da reunião com a máfia, como é que o Coringa consegue passar por aquele detector de metais se ele estava com todo aquele arsenal debaixo do casaco? 17

Será que ele desligou o aparelho e matou o cara que estava lá fazendo a vistoria?

 

Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

Announcements


×
×
  • Create New...