Jump to content
Forum Cinema em Cena

Zuzu Angel


texer
 Share

Recommended Posts

Essa produção brasileira estréia próxima Sexta no Brasil.dia 4 de agosto,e tem tudo para ser o candidato brasileiro a uma vaga na categoria de filme estrangeiro no Oscar do ano q vem.O diretor é Sergio Rezende(Canudos).

d141160706.jpg

PS:Pesquisei pelo forum e naum encontrei nenhum tópico relacionado,se tiver outro avisem...

200503023330

texer2006-7-29 10:4:39
Link to comment
Share on other sites

Completando o post anterior, com informações sobre o filme (fonte: adoro cinema)

 

 

 

Sinopse de "Zuzu Angel": Zuzu Angel (Patrícia Pillar) é uma estilista de sucesso que divulgou a moda brasileira por todo o mundo. Nos anos 70 Zuzu também travou uma batalha contra a ditadura militar, devido ao desaparecimento de seu filho, Stuart (Daniel de Oliveira).

 

 

 

Stuart fazia parte do movimento estudantil da época, sendo contra a ditadura vigente. Após ser preso, ele é torturado e assassinado por agentes do Centro de Informações da Aeronáutica, sendo dado como desaparecido político.

 

 

 

É quando Zuzu decide denunciar os abusos cometidos pela ditadura, chamando a atenção no Brasil e no exterior.

 

 

 

Curiosidades:

 

 

 

- Este é o 5º filme em que o diretor Sérgio Rezende e o ator Paulo Betti trabalham juntos. Os demais foram Doida Demais (1989), Lamarca (1994), Guerra de Canudos (1997) e Mauá - O Imperador e o Rei (1999).

 

 

 

- Este é o 2º filme em que o diretor Sérgio Rezende e a atriz Regiane Alves trabalham juntos. O anterior foi Onde Anda Você (2004).

 

 

 

- Este é o 2º filme em que Luana Piovani e Leandra Leal atuam juntas. O anterior foi O Homem que Copiava (2003).

 

 

Link to comment
Share on other sites

Fui na Pré-estréia do filme ontem em Belo Horizonte e é muito bom !!!

Patrícia Pillar e Daniel de Oliveira dão um show !!!

O filme dá uma mostra como foram tratados os chamados "revolucionários" que lutaram contra a ditadura e a luta da mãe para achar o corpo do filho.

É uma história muito triste mas que se tornou um grande filme "!!!

Vc sai do cinema pensativo, imaginando do que as pessoas são capazes de fazer, tanto para o bem como para o mal......

 

O bacana é que a filha mais velha da Zuzu Angel estava presente na Pré- estréia ontem e fez um mini-discurso falando sobre a vida da mãe e agradecendo ao público por ter comparecido.

 

leosabara2006-8-2 15:55:5
Link to comment
Share on other sites

 

Talvez este se torne o primeiro filme nacional que verei no cinema desde CDD... Parece bom e a história é interessante. smiley1.gif

Prq assim tanto tempo sem ver uma produção nacional Gustavosmiley25.gifsmiley36.gif

 

Por estas pobres bandas interioranas é difícil passar filme que não seja comédia romântica americana ou filme para criança... Mas quase fui ver Carandiru - não deu porque sempre esgotavam-se os ingressos! smiley17.gif

 

Link to comment
Share on other sites

Talvez este se torne o primeiro filme nacional que verei no cinema desde CDD... Parece bom e a história é interessante. smiley1.gif

Prq assim tanto tempo sem ver uma produção nacional Gustavosmiley25.gifsmiley36.gif



Por estas pobres bandas interioranas é difícil passar filme que não seja comédia romântica americana ou filme para criança... Mas quase fui ver Carandiru - não deu porque sempre esgotavam-se os ingressos! smiley17.gif

Ah tá...smiley36.gifsmiley36.gifsmiley36.gif

Link to comment
Share on other sites

Mesmo com algumas falhas, o filme mantém a regularidade. Flashbacks desnecessários, chavões abusivos são os principais problemas da película. Todavia, é uma produção interessante e bem realizada. Destaque para os dois atores centrais. Pillar cativa e emociona. Enfim, não é o melhor que o cinema nacional possa oferecer, mas, de fato, devemos prestigiar.

 

Veredicto: smiley10.gifsmiley10.gifsmiley10.gif e 0.5 | 7 | B-

Link to comment
Share on other sites

O filme naum correspondeu a minhas espectativas...Mas uma coisa correspondeu perfeitamente a atuação de PATRICIA PILLAR!!!Demais!Uma das melhores q eu vi no cinema nacional...

Com isso fico pensando quão bom seria ver Olga interpretada por ela e dirigid por Luis Fernando Carvalho(Os Maias,Lavoura Arcaica e Hoje é dia de Maria)...

Antes tido como o novo Olga,Zuzu Angel consegue ser melhor,mas naum atende as ótimas expectativas depositadas.smiley2.gif

Link to comment
Share on other sites

Vi quarta-feira... gostei muito... O filme foi quase tudo o que eu esperava... ótimas interpretações, uma boa estória... Ao meu ver os flashbacks do filme não são desnecessários, nem ao menos longos, acho que eles são nescessários, são feitos para criar uma empatia, uma proximidade maior com o público. Se tem algo no filme que eu achei desnecessário, foi a cena de sexo... Não serve pra nada.... smiley5.gif

Link to comment
Share on other sites

 

O filme é mediano, mas vale pela atuação da Patrícia e pelo tema.

É sempre bom ver o cinema resgatando esse período que não pode ser esquecido. E isso o filme faz com competência.

Pena que na sessão que eu fui o som tava fora de sincronia com a imagem, dava a impressão de que o filme era dublado smiley5.gif E pena também que, contando comigo, havia 3 pessoas na sala.

 

Link to comment
Share on other sites

Com spoilers...

Não é bom, a começar por aquele infame "padrão global" de produção. Tudo é muito explicado, os personagens falam pelos cotovelos para justificar as coisas, ignorando a perspicácia do espectador. Pillar só melhor depois de um tempo, talvez porque suas falas iniciais são muito ruins. De qualquer forma, quase todos os diálogos são forçados.

Mas há algo de bom: as duas cenas em que Zuzu descobre detalhes acerca da morte do filho, primeiro por uma testemunha indireta, depois por uma ocular. Brilhante a concepção das cenas (ela rasgando suas roupas, como se estivesse arrependida de sua entrega ao trabalho enquanto perdia contato com o próprio filho) e a interpretação da atriz nestes momentos, pois a dor de Zuzu se torna quase palpável. Mas pra mim, o melhor mesmo foi a verdadeira Elke cantando no bar. Uma cena linda, com uma fotografia espetacular.

O grande trunfo de Zuzu Angel é a sua história mesmo. Impossível não se sensibilizar com ela e, no final, com Chico Buarque cantando Angélica, uma música que adoro e que me emociona sempre que a escuto.

Quem é essa mulher
Que canta sempre esse estribilho?
Só queria embalar meu filho
Que mora na escuridão do mar
Quem é essa mulher
Que canta sempre esse lamento?
Só queria lembrar o tormento
Que fez meu filho suspirar
Quem é essa mulher
Que canta sempre o mesmo arranjo?
Só queria agasalhar meu anjo
E deixar seu corpo descansar
Quem é essa mulher
Que canta como dobra um sino?
Queria cantar por meu menino
Que ele não pode mais cantar

Ainda assim... não.

Link to comment
Share on other sites

Vou assistir amanhã esse filme. Estou muito curioso.

Se tem uma revista que eu não gosto é a CARAS. Mas estava eu esperando minha consulta no dentista e lá só tem CARAS. Folheando a revista encontrei algo sobre a Patrícia Pillar, que tinha desistido de ter filhos por culpa do filme. Será que ele é assim tão... triste?smiley19.gif

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...