Jump to content
Forum Cinema em Cena

Ensaio Sobre a Cegueira - dir: Meirelles


Nacka
 Share

Recommended Posts

 

Fernando Meirelles em adaptação de Saramago em São Paulo!

 

meirelles.jpg

Fernando Meirelles

Omelenautas, atenção! Essa é a uma das melhores notícia do ano.

Segundo a Variety, Ensaio sobre a cegueira, um dos melhores romances do português José Saramago, será transformado em filme. E melhor ainda: terá a direção do brasileiro Fernando Meirelles (Cidade de Deus, O jardineiro fiel). Quer mais? Será rodado parcialmente em São Paulo!

A co-produção Brasil/Canadá tem potencial para tornar-se um projeto sensacional. O livro narra uma inexplicável epidemia mundial de cegueira, que leva a sociedade à beira do colapso total. A ação se passa dentro de uma estrutura de confinamento para os que perderam a visão e se desenrola como num pesadelo. O poderoso final é talvez o "livro de zumbi" mais perturbador de todos os tempos. Algo que só um vencedor do prêmio Nobel como Saramago conseguiria.

O filme terá orçamento de 25 milhões de dólares e roteiro do canadense Don McKellar (ator de Clean), que também terá um papel secundário. As filmagens começarão em 2007, em inglês.

Big One2006-09-25 01:14:58
Link to comment
Share on other sites

  • Replies 345
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Pode parecer bizarro, mas, como pretendo me formar em Cinema, tinha como grande sonho/ projeto a realização da adaptação desta obra literária genial. Meirelles conseguiu estragar meu sonho. Rs... Enfim..

 

'Ensaio sobre a Cegueira' é um dos melhores livros que já li. Recomendo. Genial, brilhante, profundo, tocante, chocante.

Link to comment
Share on other sites

  • 6 months later...

Eu seu que existia um tópico falando desse filme, mas não o encontrei de jeito nenhum... será que se foi?

 

De qualquer forma, falemos sobre o filme baseado na obra inspiradíssima do véio louco do Saramago.

 

Daniel Craig e Julianne Moore no novo filme de Fernando Meirelles

Ator e atriz negociam para estrelar adaptação de Ensaio sobre a cegueira

15/03/2007

Ensaio sobre a cegueira, um dos melhores romances do português José Saramago, será transformado em filme com a direção do brasileiro Fernando Meirelles (Cidade de Deus, O jardineiro fiel). O elenco começou a tomar forma - e é do tipo estrelado.

Daniel Craig (Cassino Royale) e Julianne Moore (As Horas) estão negociando com a Focus Features para protagonizar a co-produção Brasil/Canadá, que será rodada parcialmente em São Paulo. O título original do filme será Blindness.

O livro narra uma inexplicável epidemia de cegueira, que leva a sociedade à beira do colapso. A ação se passa dentro de uma estrutura de confinamento para os que perderam a visão e se desenrola como num pesadelo.

O filme, falado em inglês, terá orçamento de 25 milhões de dólares e roteiro do canadense Don McKellar (ator de Clean), que também terá um papel secundário. As filmagens começam ainda este ano.

Renato2007-03-15 16:33:12
Link to comment
Share on other sites

 O livro é simplesmente monstruoso, perturbador e genial!! 10 13

 Meirelles tem gabarito e condições de sobra para honrar com mérito essa obra única da literatura mundial. Com um único senão: que porra é essa dele querer fazer o filme com atores que não portugueses ou brasileiros??!! 09

 Pensem bem: o único Nobel da Literatura Portuguesa ser levado pro cinema em língua inglesa?? Não entendi. Na minha opinião, o filme já começa "perdendo" um pouco, pois existem algumas frases, expressões e toda uma "sonoridade" que só funcionam peculiarmente na língua de origem. Um modo dizer específico. Isso é um fator importante de se observar (pelo menos no livro). Inclusive temo que, se bobear, Saramago não vai gostar disso. É um idealista e apaixonado pela língua materna. Só para se ter uma idéia, quando o livro foi lançado aqui, ele pediu para que a grafia não fosse alterada pro "português brasileiro", mas permanecesse conforme o original.  

 Aguardemos! 01 

 
Link to comment
Share on other sites

 O livro é simplesmente monstruoso' date=' perturbador e genial!!

 

 Meirelles tem gabarito e condições de sobra para honrar com mérito essa obra única da literatura mundial. Com um único senão: que porra é essa dele querer fazer o filme com atores que não portugueses ou brasileiros??!!

 

 Pensem bem: o único Nobel da Literatura Portuguesa ser levado pro cinema em língua inglesa?? Não entendi. Na minha opinião, o filme já começa "perdendo" um pouco, pois existem algumas frases, expressões e toda uma "sonoridade" que só funcionam peculiarmente na língua de origem. Um modo dizer específico. Isso é um fator importante de se observar (pelo menos no livro). Inclusive temo que, se bobear, Saramago não vai gostar disso. É um idealista e apaixonado pela língua materna. Só para se ter uma idéia, quando o livro foi lançado aqui, ele pediu para que a grafia não fosse alterada pro "português brasileiro", mas permanecesse conforme o original.  Aguardemos![/quote']

 

 

 

sabeeu concordo, o filme deveria ter atores portugueses ou brasileiros mesmo, teria mais sentido...e tal...não li o livro mas li o começo e gostei...The Cube2007-03-16 12:07:18

Link to comment
Share on other sites

 O livro é simplesmente monstruoso' date=' perturbador e genial!! 10 13

 Meirelles tem gabarito e condições de sobra para honrar com mérito essa obra única da literatura mundial. Com um único senão: que porra é essa dele querer fazer o filme com atores que não portugueses ou brasileiros??!! 09

 Pensem bem: o único Nobel da Literatura Portuguesa ser levado pro cinema em língua inglesa?? Não entendi. Na minha opinião, o filme já começa "perdendo" um pouco, pois existem algumas frases, expressões e toda uma "sonoridade" que só funcionam peculiarmente na língua de origem. Um modo dizer específico. Isso é um fator importante de se observar (pelo menos no livro). Inclusive temo que, se bobear, Saramago não vai gostar disso. É um idealista e apaixonado pela língua materna. Só para se ter uma idéia, quando o livro foi lançado aqui, ele pediu para que a grafia não fosse alterada pro "português brasileiro", mas permanecesse conforme o original.  

 Aguardemos! 01 

 
[/quote']

 

Foi preciso, Dead. Não bastasse uma língua tão bela como a portuguesa ter apenas um prêmio Nobel... Acho que o Saramago deveria fazer algumas exigências.
Link to comment
Share on other sites

 

 O livro é simplesmente monstruoso' date=' perturbador e genial!!

 

 Meirelles tem gabarito e condições de sobra para honrar com mérito essa obra única da literatura mundial. Com um único senão: que porra é essa dele querer fazer o filme com atores que não portugueses ou brasileiros??!!

 

 Pensem bem: o único Nobel da Literatura Portuguesa ser levado pro cinema em língua inglesa?? Não entendi. Na minha opinião, o filme já começa "perdendo" um pouco, pois existem algumas frases, expressões e toda uma "sonoridade" que só funcionam peculiarmente na língua de origem. Um modo dizer específico. Isso é um fator importante de se observar (pelo menos no livro). Inclusive temo que, se bobear, Saramago não vai gostar disso. É um idealista e apaixonado pela língua materna. Só para se ter uma idéia, quando o livro foi lançado aqui, ele pediu para que a grafia não fosse alterada pro "português brasileiro", mas permanecesse conforme o original.  Aguardemos![/quote']

 

 

 

sabeeu concordo, o filme deveria ter atores portugueses ou brasileiros mesmo, teria mais sentido...e tal...não li o livro mas li o começo e gostei...

 

Essa onda de fazer filmes de outros países em inglês me irrita.

Se já não bastasse termos de aguentar americanos como Sofia Coppola fazendo um filme sobre uma rainha francesa (que deveria ser falado em francês) sair em inglês (não esperava esta estupidez da Coppolinha, especialmente depois do sucesso comercial de Lost In Translation, que a deixaria filmar em francês se desejasse), temos de aguentar casos muito piores, onde os próprios não-americanos filmam em inglês. Perfume: AHdUA é fenomenal, mas ter sido falado em inglês foi irritante, pois é um filme baseado num livro alemão passado na França e produzido em conjunto pela União Européia. O correto seria estar falado em francês, sendo que eu até aceitaria se estivesse em alemão, mas filmar em inglês só para ganhar dinheiro foi sacanagem. Muita sacanagem.

 

Apesar disso, pelo menos o elenco é ótimo. Seria mil vezes pior se tivessem escalado um Justin Tiberlake da vida para um papel central. 

 

Link to comment
Share on other sites

Encomendei o livro hj' date=' 25,50 nas americanas, saiu em conta acho, porque hoje fui na siciliano e tava 41, e não achei o livro nos sebos que vou...então comprei ja...

Enquanto não chega vou ler os 300 de esparta denovo[/quote']

 

Eu li apenas a metade do Ensaio Sobre a Cegueira, parei no começo do ano. Agora não adianta retomar, tem que pegar do início de novo.
Link to comment
Share on other sites

Essa onda de fazer filmes de outros países em inglês me irrita.
Se já não bastasse termos de aguentar americanos como Sofia Coppola fazendo um filme sobre uma rainha francesa (que deveria ser falado em francês) sair em inglês (não esperava esta estupidez da Coppolinha' date=' especialmente depois do sucesso comercial de Lost In Translation, que a deixaria filmar em francês se desejasse), temos de aguentar casos muito piores, onde os próprios não-americanos filmam em inglês. [/quote']

 

Talvez porque o filme seja a visão dela, e ela fale inglês e não francês? 03

 

Que mania de achar que tudo que é americano é necessariamente 'vendido'...

 

Não tenha nada contra fazer o filme em inglês, pra mim isso é irrelevante. Claro que existem as expressões, mas isso não é o cerne da questão (btw, eu tive dificuldade pra ler esse livro, que é realmente fenomenal, mas em lusitanês atrasa a bagaça). Sim, Saramago tem um uso fantástico da língua e tal, mas isso vai da narrativa dele, da literatura, e não do cinema do diretor...

 

Além do mais, o próprio Meirelles já dirigiu um filme em inglês, então...

 

Além do que, o Saramago está mesmo satisfeito de ser uma produção mais da UK e do Japão e não ter caído em um grande estúdio norte-americano; o filme está sendo produzido fora de Hollywood, pra mim o alarme é maior do que deveria. Não acho que serão feitas concessões de algum gênero.
Link to comment
Share on other sites

não tudo bem quanto ao idioma mas eu acho que seria melhor em portugues...

 

apesar que ainda não li o livro e tal....

 

mas sendo ingles é bom porque quem sabe contratem atores conhecidos, e é bom que o filme ganha mais cartaz...

 

Mas tinha que ser valorizada a lingua portuguesa hehe

 

 

Link to comment
Share on other sites

Essa onda de fazer filmes de outros países em inglês me irrita.
Se já não bastasse termos de aguentar americanos como Sofia Coppola fazendo um filme sobre uma rainha francesa (que deveria ser falado em francês) sair em inglês (não esperava esta estupidez da Coppolinha' date=' especialmente depois do sucesso comercial de Lost In Translation, que a deixaria filmar em francês se desejasse), temos de aguentar casos muito piores, onde os próprios não-americanos filmam em inglês. [/quote']

 

Talvez porque o filme seja a visão dela, e ela fale inglês e não francês? 03

 

Que mania de achar que tudo que é americano é necessariamente 'vendido'...

 

Não tenha nada contra fazer o filme em inglês, pra mim isso é irrelevante. Claro que existem as expressões, mas isso não é o cerne da questão (btw, eu tive dificuldade pra ler esse livro, que é realmente fenomenal, mas em lusitanês atrasa a bagaça). Sim, Saramago tem um uso fantástico da língua e tal, mas isso vai da narrativa dele, da literatura, e não do cinema do diretor...

 

Além do mais, o próprio Meirelles já dirigiu um filme em inglês, então...

 

Além do que, o Saramago está mesmo satisfeito de ser uma produção mais da UK e do Japão e não ter caído em um grande estúdio norte-americano; o filme está sendo produzido fora de Hollywood, pra mim o alarme é maior do que deveria. Não acho que serão feitas concessões de algum gênero.

 

Disse tudo Ruby. Não pensem em ver na tela o jeito Saramaguiano de escrever... é outro veículo, outra forma de se expressar.

 

Na boa, o estúdio vai disponibilizar 25 milhões, o mínimo que ele quer é retorno. Então tem que ter o Daniel Craig e Juliane Moore...06
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements


×
×
  • Create New...