Jump to content
Forum Cinema em Cena

Tetsuo

Members
  • Posts

    1606
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by Tetsuo

  1. Eu já desconfiava que no roteiro tinha a participação do Singer. Aí está a crítica do omelete para comprovar. Além de produtor ele também é co-autor. Perfeito! E, sim, um raio pode cair 3 vezes no mesmo lugar. X-Men, X2 e agora esse "First Class". Só não caiu 4 vezes porque a Fox cometeu a besteira de não esperar pelo Singer para X3. Tetsuo2011-05-27 21:08:59
  2. Pelas ótimas críticas acho que vai estar no mesmo nível de X2. E quando se fala que o roteiro se concentra nas relações entre os personagens e mescla cenas empolgantes de ação, isso lembra exatamente o que foi a continuação de X-Men. O omelete prometeu uma crítica completa pra hoje. Tetsuo2011-05-27 09:44:23
  3. Mas que desculpa esfarrapada pro Cameron ganhar ainda mais dinheiro, hein? Aliás, já fiz minha "doação" quando vi Avatar. Mais 23 por Titanic 3D? Não!
  4. Com o Singer envolvido na produção era de se esperar tantos elogios por parte da crítica. O cara já provou por A mais B que é especialista em X-Men. Também não ficaria surpreso se soubesse que ele teve participação na elaboração do roteiro, afinal, ele não é só diretor, mas também um autor. Foi assim com o sensacional X2. Quero ver esse filme já!
  5. Praticamente todos os personagens desta novela são interessantes. Pena que a novela só terá 5 meses. Mas é até compreensível, pois se trata de uma superprodução com linguagem de cinema e dá muito trabalho fazer. O elenco reunido para este projeto foi mais do que perfeito. Juntaram atores experientes de cinema, da tv, jovens promessas e veteranos. O resultado está na telinha e é absolutamente fantástico. Agora eu morro de rir é com o Eronildes. O moleque que faz é ótimo. Espero que a globo lance Cordel Encantado em DVD.
  6. E os reviews do filme já estão saindo. Pelo pouco que entendi, a pessoa diz que esse já é seu favorito da franquia e que as atuações de James MacAvoy e Michael Fassbender são fantásticas. Melhor que X2? Será? Vejam: "If you were nervous the latest chapter in the X-Men franchise might disappoint, I’m happy to report it’s a huge home-run. Everything from the great script to the awesome performances by the entire cast (with special mention to James McAvoy and Michael Fassbender) makes this X-Men film my favorite in the franchise. Also, the film is loaded with incredible action and a ton of Easter Eggs for the fans. Even the sets and costumes are great. Trust me, as soon as the movie is over, you’re going to wish the next chapter was coming out next week." Tetsuo2011-05-22 10:40:05
  7. O link do site que eu postei já tem um terceiro trailer, agora dublado, com a voz do Oberdan Junior.
  8. A trilha deste teaser já é a do filme e foi composta por John Williams. Ao contrário dos dois amigos nada empolgados do fórum achei o teaser maravilhoso. Nem precisa de prévia completa.
  9. Saiu o trailer. http://www.tintimportintim.com/ Nesse mesmo site tem ainda um outro trailer levemente modificado que mostra o cachorrinho Milu em ação. Gostei bastante do que vi. Tetsuo2011-05-17 10:14:01
  10. Neymar burro! Se eu tivesse com 19 anos, craque de bola e ganhando a grana que ele ganha nunca iria facilitar pra uma maria chuteira. Comia ela mas usava camisinha, porra!. Garoto imbecil, sem noção e futuro craque falido. Já imagino a cena: a garota se encontra com o jogador, abre um sorriso daqueles de desenho animado onde aparece as notas verdes nos olhos, abre as pernas e diz: "entra com bola e tudo". A piranha vai se orgulhar a vida inteira que foi a primeira a pegar uma pensão dele. E as outras que corram atrás. Neymar, 19, anuncia que vai ser pai; mãe é jovem de 17 anos Publicado em 13/05/2011 - 2 comentários Ferramentas: Aos 19 anos, Neymar confirmou ontem que vai ser pai pela primeira vez ainda neste ano. A mãe é uma jovem de 17 anos. O craque do Santos confirmou a paternidade e disse que não vai revelar a identidade da garota por enquanto. "Eu me tornarei pai ainda neste ano. As duas famílias - a minha e a da futura mãe - já conversaram e estão prontas a nos ajudar a trazer o bebê ao mundo, dando a ele toda a assistência necessária e a melhor estrutura possível", afirmou em nota. Neymar desembarcou da Colômbia, onde o Santos venceu o Once Caldas por 1 a 0, sem falar com a imprensa. Mas, em Santos, o jovem atacante rompeu o silêncio. "No começo causou um impacto muito grande, foi um baque. Depois, as nossas famílias já ficaram sabendo e agora é só pensar na criação", disse. Segundo o portal Globo Esporte, Neymar e a jovem não mantinham um relacionamento sério, apesar de o atleta ter conhecido os pais dela. O santista ficou sabendo da gravidez na semana passada. Craque vai encarar o Corinthians na final Neymar foi cercado pela imprensa no desembarque em São Paulo Rubens Cavallari/Folhapress Tetsuo2011-05-14 12:01:45
  11. Tetsuo

    Thor

    Mas o Thor tem que ser assim todo engraçadinho? Tem isso nos quadrinhos?
  12. Já tá acontecendo? Senão, eu quero entrar agora, pois da outra vez peguei o bonde andando.
  13. Apesar de estar muito gostosa, a personagem da Débora Secco é muito chata. Paola Oliveira e Eriberto Leão não tem química. As cenas entre eles dão sono. O autor matou o personagem do Ricardo Pereira, que era um vilão interessante, pois desafiava o todo poderoso Cortês. Gosto do gabriel Braga no papel do Léo. Glória Pires também está bem com seu personagem em busca de vingança. Mas a novela no geral tem uma trama mal construída. Uma mistura de personagens que dão um certo rumo a estória e outros que ficam estacionados na mesmice. É por isso que o público migrou pra "Cordel Encantado". Essa sim uma trama ótima com personagens idem.
  14. Tetsuo

    Thor

    Assisti ontem e esperava mais. A trama é fraca e desinteressante. Não há muito o que dizer. Tive pena da Natalie Portman, parecia deslocada. Um desperdício de talento. E aquele final onde o Thor está quase "morrendo" e de repente se levanta, pega o martelo e resolve tudo foi tosco. Logo no início, em Asgard, quando o herói demonstra seu poder diante dos gigantes de gelo quase não dá pra ver o que ele faz. Tudo é mostrado rápido demais, é meio broxante. O filme não é um desastre, embora tenha alguns pontos positivos, como os atores que fizeram Loki, Odin e o próprio Thor. Assisti a cena depois dos créditos, mas não estou muito animado para Vingadores. Culpa do Thor. Tetsuo2011-05-11 10:07:10
  15. Terá o mesmo destino de outra adaptação nipônica que fracassou: Dragon Ball.
  16. Tô curioso para saber como vai ficar na tela os malabarismos do spider com os cabos sem o uso do cgi. É claro que será uma mescla, mas será que veremos ele se balançar apenas com os cabos apagados na edição e mais nada?
  17. Tô acompanhando essa novela todos os dias. Ela é diferente de tudo o que já vi na tv. Cenários naturais lindíssimos, figurinos idem, elenco maravilhoso e uma estória cativante. Merecia estar no horário das oito. O ator que interpreta o cangaceiro chefe é um achado. E finalmente a globo volta a produzir novelas que sai de eixo Rio/São Paulo. Novela muito bem filmada e fotografada, deve estar dando muito trabalho a equipe. Sem palavras para descrever a linda imagem de cinema. Com certeza, ganhará prêmios. Seria um projeto arriscado, mas já um sucesso. O público em geral está assistindo e elogiando. Tetsuo2011-04-23 19:56:27
  18. Tetsuo

    Thor

    Thor | Crítica Marvel Studios amplia suas fronteiras Érico Borgo 18 de Abril de 2011 69 Thor Thor EUA , 2011 - 114 min. Aventura / Épico Direção: Kenneth Branagh Roteiro: J. Michael Straczynski, Mark Protosevich Elenco: Natalie Portman, Chris Hemsworth, Anthony Hopkins, Ray Stevenson, Kat Dennings, Stellan Skarsgård, Idris Elba, Tom Hiddleston, Rene Russo, Jaimie Alexander, Colm Feore , Clark Gregg, Tadanobu Asano, Jeremy Renner 3 ovos O Marvel Studios continua em Thor (2011) a construção de seu universo adaptado das histórias em quadrinhos nas telas. O grande diferencial do longa-metragem do Deus do Trovão, porém, em tempos em que se procura um suposto "realismo" nas histórias de super-heróis para os cinemas, é a aposta em uma aventura das mais fantasiosas - uma que começa a trazer a essa mídia alguns dos conceitos mais complexos e imaginativos do Universo Marvel. Até Thor, as produções controladas pela Marvel nos cinemas, os dois Homem de Ferro e O Incrivel Hulk, resumiram-se às aventuras embasadas na ciência. Agora, essa ciência ganha contornos muito mais fantásticos que Raios Gama e Geradores de Arco. O público começa a ser apresentado ao outro lado do Universo Marvel, em que magia e outros planos de existência vão surgindo. Em Thor, afinal, somos apresentados aos asgardianos, seres imortais de outra dimensão, que, ao revelarem-se aos vikings, foram confundidos com deuses, iniciando a mitologia nórdica. Thor (Chris Hemsworth) é um príncipe desse povo, um jovem impetuoso e tolo, cujas ações desencadeiam uma nova guerra contra os Gigantes do Gelo, liderados pelo Rei Laufey (Colm Feore). Banido para a Terra por seu pai, Odin (Anthony Hopkins), ele precisa aprender lições de humildade se quiser tornar-se digno de brandir novamente sua arma, o martelo Mjolnir, e com ele seu poder imortal. Toda a construção de Asgard, a morada dos asgardianos, enche os olhos, assim como a cultura desse povo. Figurinos, o design da cidade, a iluminação e as cores, é tudo impressionante - especialmente para quem cresceu lendo as aventuras do Deus do Trovão nas histórias em quadrinhos. Asgard nunca foi tão bem retratada no papel ou fora dele. A seleção de Hopkins como o "Pai de Todos", Odin, é igualmente acertada. O ator dá enorme peso e nobreza ao personagem. Hemsworth, por sua vez, não compromete (seu peso é outro, em massa muscular). É Tom Hiddleston, o Loki, quem tem qualidade para segurar-se ao lado do oscarizado veterano. O inglês, que já trabalhou com o diretor Kenneth Branagh na série Wallander, divide com Hopkins as melhores cenas do filme, entregando ao cineasta a qualidade "shakespeareana" que o levou a se interessar pela história. Branagh também aproveita a natureza épica do roteiro para criar batalhas emocionantes, à altura das maiores aventuras do personagem nas páginas dos quadrinhos. O embate de Thor com o Destruidor, por exemplo, é um dos mais empolgantes já mostrados em filmes do gênero. Os problemas de Thor começam quando a trama, escrita por J. Michael Straczynski e Mark Protosevich, sai do plano de Asgard em direção à Terra. A necessidade de tornar a trama mais palatável ao grande público obriga o roteiro a martelar relacionamentos e situações mais próximas da realidade do espectador. Entra em cena então o núcleo formado por Natalie Portman (Jane Foster), Stellan Skarsgård (Dr. Selvig) e Kat Dennings (Darcy, um forçadíssimo alívio cômico), que servem como a âncora de Thor em nosso mundo. É fato que Natalie Portman é adorável... mas que uma noite de conversa fiada ao lado da fogueira baste para que Thor se apaixone e torne-se um protetor jurado de nosso planeta, à serviço de suas forças governamentais, é mais difícil de acreditar do que um mundo povoado por vikings imortais. É um vício de roteiro difícil de relevar, por mais que o lado fã fale mais alto e vibre a cada referência e easter egg do Universo Marvel - do outdoor de "Journey Into Mistery" à participação de Jeremy Renner como Gavião Arqueiro, passando pela menção a Bruce Banner e a cena pós-créditos que deixa tudo pronto para o filme d´Os Vingadores. Apoiar-se em Shakespeare teria bastado. Aliás, basta há séculos. Igualmente estranha é a opção de Branagh de filmar quase tudo no "ângulo holandês". Em linguagem cinematográfica, a inclinação da linha do horizonte é usada para causar desequilibrio e sensação de deslocamento. Mas quando o recurso é usado em excesso, o resultado em certos momentos beira a comicidade. Essa estética, combinada ao 3D, que pouco acrescenta ao filme, tira muito do mérito de Thor. De qualquer maneira, por ampliar nas telas os limites do Universo Marvel para além da ciência, por deixar de lado o realismo e manter a diversão como foco e por abrir caminho para outras ideias (novamente, fique até o final dos créditos), a "Jornada aos Mistérios" de Thor é obrigatória aos fãs.
  19. Tetsuo

    Thor

    Achei isso: Crítica dos EUA ressalta efeitos de Thor, mas não o considera divisor de águas Da Redação Foto: Divulgação Poucos dias antes da estreia de Thor na Austrália, primeiro país em que o filme será lançado segundo o IMDB, a Paramount começou a fazer exibições do filme para a crítica especializada. E os grandes veículos já começaram a se manifestar, com um consenso geral sobre o longa ser divertido, mas não se destacar entre os demais filmes da Marvel. Para a maioria, o grande trunfo da produção é apresentar corretamente o personagem e prepará-lo para o lançamento de The Avengers, no qual aparecerão diversos heróis da editora de quadrinhos, tais como os conhecidos Homem de Ferro (Robert Downey Jr.), Nick Fury (Samuel L. Jackson) e Viúva Negra (Scarlett Johansson), e os que ainda farão sua primeira aparição nesta nova geração de filmes da Marvel, como Capitão América (Chris Evans), Hulk (Mark Ruffalo) e Gavião Arqueiro (Jeremy Renner). O The Hollywood Reporter caracterizou Thor como "um espetáculo estrondoso com visual épico à altura, efeitos especiais consistentes e um grande respeito pela história dos quadrinhos". O Hitfix também viu com gosto o filme: "Se Capitão América for tão divertido quanto Thor, a Marvel pode ficar sossegada pelo resto da temporada, porque eles terão conseguido introduzir com sucesso os personagens para The Avengers". Entre os mais receosos estiveram o IGN, destacando que, embora seja bem divertido, Thor "não é um divisor de águas para os filmes de super-heróis". A Variety comentou que o personagem não será a grande estrela dos super-heróis, mas está longe de representar um erro nas telonas. O público brasileiro poderá tirar suas próprias conclusões sobre Thor em 29 de abril, quando ele estreia nas salas nacionais.
  20. Pelo menos daqui a duas semanas estaremos todos bem acordados para ver as corridas. E eu quero ver mais "tocos" do Massa em cima do Alonso.
  21. Shyamalan está tão em baixa que quase ninguém aparece por aqui para comentar. E depois de estragar o excelente anime "Avatar" com aquela adaptação meia boca, lá vem ele de novo em mais uma tentativa de recuperar o prestígio perdido depois de fracassos seguidos. Projeto dos sonhos com Will Smith e o filho? Vixe!
  22. Ainda é cedo para dizer, mas, pelo jeito, a temporada vai ser chata. Vettel sempre na frente e ninguém alcançando ele.
×
×
  • Create New...