Jump to content
Forum Cinema em Cena

Cameron Crowe


Engraxador!
 Share

Na sua opinião, qual é o melhor filme de Cameron Crowe?  

23 members have voted

  1. 1. Na sua opinião, qual é o melhor filme de Cameron Crowe?

    • Digam o que Quiserem
      0
    • Jerry Maguire - A Grande Virada
      4
    • Quase Famosos
      18
    • Tudo Acontece em Elisabethtown
      1
    • Vanilla Sky
      2
    • Vida de Solteiro
      1


Recommended Posts

Famoso e querido diretor indicado duas vezes ao Oscar, tendo vencido apenas uma. Só vi dois filmes dele (Elisabethtown e Jerry Maguire) e gostei de ambos. Abaixo, algumas curiosidades sobre ele:

 

 

Cameron%20Crowe

Curiosidades

 

-

Nascido

em Palm Springs e criado em San Diego, Crowe iniciou sua carreira

no jornalismo aos 15 anos de idade, escrevendo artigos para publicações

como Creem, Rolling Stone, Playboy e The Los Angeles Times. Quando

tinha ainda 16 anos entrou para a equipe de redatores da revista

Rolling Stone, assumindo o cargo de editor assistente e, posteriormente,

editor associado. Durante o tempo em que trabalhou como colaborador

da revista escreveu matérias sobre a vida e a obra das maiores

personalidades do mundo da música, nomes como David Bowie,

Bob Dylan, Neil Young, Eric Clapton, Led Zepellin, Joni Mitchell

e Crosby, Stills, Nashand Young, para citar apenas alguns.

 

 

- Em 1979, Crowe, então com 22 anos, voltou para a escola secundária

para pesquisar o material para um livro, o que resultou no best-seller Picardias Estudantis. Mesmo antes de sua publicação

o autor já havia sido sondado para adaptar sua obra para

o cinema, que marcou sua estréia como roteirista. Dirigido

por Amy Heckerling, o filme fez um enorme sucesso, lançou

as carreiras de astros como Sean Penn, Jennifer Jason Leigh, Forrest

Whitaker, Nicolas Cage e Eric Stoltz. Por este trabalho, Crowe recebeu

uma indicação para o prêmio da associação

de roteiristas Writer's Guild de melhor roteiro adaptado para comédia.

 

 

- Em 1989, Crowe fez sua estréia na direção de

longa-metragem com Say Anything..., estrelado por

John Cusack e Ione Skye, também escrita pelo diretor. Posteriormente

ele escreveu e dirigiu a comédia romântica de grande

sucesso Vida de Solteiro (1992), estrelada por Matt

Dillon, Bridget Fonda e Kyra Sedgwick.

 

 

- Mais recentemente Crowe escreveu, dirigiu e produziu o fenômeno

de popularidade e grande sucesso Jerry Maguire - A Grande

Virada (1996), estrelado por Tom Cruise no papel-título

de um empresário de esportes cuja filosofia de trabalho irá

dar novos rumos à sua vida. Por este filme Crowe recebeu

indicações para o Oscar de melhor filme e melhor roteiro

original, além de uma segunda indicação para

o prêmio do Writer's Guild. O filme recebeu um total de 5

indicações ao Oscar, incluindo a indicação

de Tom Cruise ao prêmio de melhor ator, com a premiação

de uma estatueta de melhor ator coadjuvante para Cuba Gooding Jr.

 

 

- Após Jerry Maguire - A Grande Virada, Crowe

passou um ano e meio pesquisando e escrevendo o livro "Conversations

With Wilder", uma série de entrevistas conduzidas com

o lendário cineasta Billy Wilder, publicado pela editora

Knopf. Em 2000 filma sua auto-biografia, Quase Famosos,

contando seu início de carreira na revista Rolling Stone

e tendo recebido o Oscar de melhor roteiro original.

 

 

 

 

 

- Escreve todos

os roteiros que dirige.

 

 

 

- Casado

com Nancy Wilson, do grupo de rock Heart. Ela inclusive compôs

a música do filme Jerry Maguire - A Grande Virada (1996)

 

 

 

- Prometeu

sempre dar um papel a Eric Stoltz em seus filmes.

 

 

 

- No

filme Vida de Solteiro (1992) a banda Pearl Jam faz uma

participação especial na época em que ainda

estavam sendo "descobertos" pelo mercado musical.

 

 

 

- Jerry

Maguire - A Grande Virada (1996) demorou mais de 5 anos para

ser desonvolvido, mais de 20 versões de roteiro e intermináveis

desencorajamentos de que Crowe não conseguiria terminar

o filme.

 

Link to comment
Share on other sites

  • Replies 54
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Meu preferido com certeza é Quase Famosos, que acho excelente. A sensação que aquele filme passa na gente é sensacional, sem falar nas ótimas atuações da Frances McDormand e da Kate Hudson.

Tbm gosto de Elizabethtown, mas podia ter sido um pouco melhor, acho que ele errou um pouco em certa parte da linha narrativa do filme mas aí aparecia uma cena com a Kirsten pra salvar, melhor coisa do filme na minha opinião.

Beckin Lohan2006-11-29 18:09:52
Link to comment
Share on other sites

 

 

Tbm gosto de Elizabethtown' date=' mas podia ter sido um pouco melhor, acho que ele errou um pouco em certa parte da linha narrativa do filme mas aí aparecia uma cena com a Kirsten pra salvar 02, melhor coisa do filme na minha opinião.

[/quote']

Nossa, achei que eu era o único que gostava deste filme. E Beckin, você esqueceu de dizer que Crowe conseguiu arancar uma atuação razoável de Orlando Boom.

Engraxador!2006-11-29 18:11:28

Link to comment
Share on other sites

Ordem de Preferência:

 

1) Quase Famosos 5/5

 

Ótimo! Mas recomendo que assistam também a versão extendida do filme no DVD que é excelente.

 

2) Jerry MacGuire - A Grande Virada 5/5

 

Ótimo também! Elenco ótimo e bem introsado numa história bem "gracinha".

 

3) Tudo Acontece em Elisabethtown 4/5

 

Muito bom. Seria ótimo se não fosse.... ele mesmo: Orlando Bloom e sua cara de mongol.07

 

Já os outros:

 

Vida de Solteiro e Digam o Que quiserem, não assisti.08

 

Vanila Sky...14
Link to comment
Share on other sites

Considero a versão extendida de Quase Famosos uma quase obra prima(ah, nunca vi a versão normal). 5/5

 

Vannila Sky é muito interessante e possui um final que me agradou imensamente. 4/5

 

 

 

 

Um diretor interessante que possui chances reais de entrar na minha lista de favoritos. Antes disso, claro, preciso ver mais filmes dele.

Devo ganhar Jerry Maguire de aniversário, de um amigo (sim, pedi de presente sem nem ao menos ter visto o filme, o que prova que confio bastante no diretor) e devo alugar Elizabethtown essas férias. Singles e Say Anything tb.

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

Haha. O cara é legalzinho, até. Eu, por exemplo, me divirto muito assistindo Jerry Maguire. Em compensação Elizabethtown é bem fraquinho, dá até dó.

 

O melhor é Quase Famosos. E coincidentemente ou não, é a obra mais pessoal do cara.

 

E Vanilla Sky é, além de uma refilmagem para os estadunidenses não ficarem prestando atenção em legendas, uma homenagem a Cidadão Kane. Sem querer colocar os dois no mesmo patamar, obviamente. Só uma curiosidade.

 

 

Link to comment
Share on other sites

Tbm gosto de Elizabethtown' date=' mas podia ter sido um pouco melhor, acho que ele errou um pouco em certa parte da linha narrativa do filme mas aí aparecia uma cena com a Kirsten pra salvar 02, melhor coisa do filme na minha opinião.

[/quote']
Nossa, achei que eu era o único que gostava deste filme. E Beckin, você esqueceu de dizer que Crowe conseguiu arancar uma atuação razoável de Orlando Boom.

 

Atuação razoável do Bluum? Só por isso já é digno de uma conferida. Tirar uma atuação razoável desse cara é equivalente a ensinarem orangotangos pilotarem espaço-naves.

 

Sobre o Cameron Crowe. Sou absolutamente apaixonado por Quase Famosos, é um dos meus filmes preferidos de todos os tempos! Mas gosto de todos os seus filmes (dos que vi). Se fosse pra fazer um top ficaria assim:

 

1. Quase Famosos

2. Jerry Miguire

3. Vanilla Sky

 

Só vi esses três.
Link to comment
Share on other sites

Não gosto, não gosto, não gosto e não gosto. Esta é uma opinião extremamente pessoal, e não crítica, mas, até agora, não consegui me desfazer de minha inexplicável repugnação ao cinema de Cameron Crowe. Acho tudo muito sem graça, principalmente quando o diretor tenta imprimir um estilo excessivamente "cool" em seus filmes. Além do mais, não gosto da pretenção de Crowe ao insistir em colocar trilhas gigantescas de clássicos de "clássic rock" (dá-lhe redundância), o que, para mim, me deixa a impressão de que, na verdade, o diretor transforma seus filmes em longos video-clips de suas músicas preferidas. Um dos raros casos em que tenho raiva de um autor, mas, infelizmente, isso acontece. Não tem muita explicação.

Link to comment
Share on other sites

Não gosto' date=' não gosto, não gosto e não gosto. Esta é uma opinião extremamente pessoal, e não crítica, mas, até agora, não consegui me desfazer de minha inexplicável repugnação ao cinema de Cameron Crowe. Acho tudo muito sem graça, principalmente quando o diretor tenta imprimir um estilo excessivamente "cool" em seus filmes. Além do mais, não gosto da pretenção de Crowe ao insistir em colocar trilhas gigantescas de clássicos de "clássic rock" (dá-lhe redundância), o que, para mim, me deixa a impressão de que, na verdade, o diretor transforma seus filmes em longos video-clips de suas músicas preferidas. Um dos raros casos em que tenho raiva de um autor, mas, infelizmente, isso acontece. Não tem muita explicação. [/quote']

 

Você não quer dizer que acha tudo muito... Chato, hein Dan? 06

 

To só brincando cara.
Link to comment
Share on other sites

 

Não gosto' date=' não gosto, não gosto e não gosto. Esta é uma opinião extremamente pessoal, e não crítica, mas, até agora, não consegui me desfazer de minha inexplicável repugnação ao cinema de Cameron Crowe. Acho tudo muito sem graça, principalmente quando o diretor tenta imprimir um estilo excessivamente "cool" em seus filmes. Além do mais, não gosto da pretenção de Crowe ao insistir em colocar trilhas gigantescas de clássicos de "clássic rock" (dá-lhe redundância), o que, para mim, me deixa a impressão de que, na verdade, o diretor transforma seus filmes em longos video-clips de suas músicas preferidas. Um dos raros casos em que tenho raiva de um autor, mas, infelizmente, isso acontece. Não tem muita explicação. [/quote']

 

O forum é realmente fascinante.

 

É exatamente isso que eu gosto no Crowe. 06

 

Link to comment
Share on other sites

Não gosto' date=' não gosto, não gosto e não gosto. Esta é uma opinião extremamente pessoal, e não crítica, mas, até agora, não consegui me desfazer de minha inexplicável repugnação ao cinema de Cameron Crowe. Acho tudo muito sem graça, principalmente quando o diretor tenta imprimir um estilo excessivamente "cool" em seus filmes. Além do mais, não gosto da pretenção de Crowe ao insistir em colocar trilhas gigantescas de clássicos de "clássic rock" (dá-lhe redundância), o que, para mim, me deixa a impressão de que, na verdade, o diretor transforma seus filmes em longos video-clips de suas músicas preferidas. Um dos raros casos em que tenho raiva de um autor, mas, infelizmente, isso acontece. Não tem muita explicação. [/quote']

O forum é realmente fascinante.

É exatamente isso que eu gosto no Crowe. 06

 

É, a maioria das pessoas me dizem isso, mas é questão de gosto...
Link to comment
Share on other sites

Só vi Quase Famosos (fabuloso, 5/5) e Vanilla Sky ( 07 14).

 

Muitos (ou todos) odeiam' date=' mas eu adoro Tudo Acontece em Elisabethtown e Jerry Maguire - A Grande Virada é ótimo também (ganhou o Oscar de Melhor Filme). E Quase Famosos é muito querido no Fórum.[/quote'] 

Foi indicado, mas não levou. 03

 

 
skellington2006-12-01 16:02:29
Link to comment
Share on other sites

Cameron Crowe é superestimado, sem um pingo de dúvidas. O curioso de seus trabalhos é pegar uma temática diferenciada – ainda que inspirada em comédias dramáticas comerciais explosivas na quantidade – e tratar com lugares-comuns tais idéias que podem ser bem melhores arranjadas e desenvolvidas.

No indicado ao Oscar, Jerry Maguire – A Grande Virada, ele consegue arrancar boas atuações de Tom Cruise e Cuba Gooding Jr. (nada excepcional) e mostrar o lado do marketing esportivo, o profissional que vive por trás do esporte e dos atletas. O otimismo é até legal; mas o caso de namoro piegas, o arrasto da trama e a previsibilidade dificultam o andamento das carruagens: cômica, dramática ou romântica. É razoável.

Tudo Acontece Em Elizabethtown foi uma grande decepção. Também começa ameaçadoramente, com potencial de folga; mas novamente, o fio da meada é jogado para escanteio e o que se vê é uma série de comédias americanas estapafúrdias, vindas de um Orlando Bloom nojento; misturando e confundindo com músicas chatinhas – elas são tão proclamadas que a expectativa é grande quando, finalmente, elas chegam no final do filme. Kirsten Dunst e Susan Sarandon fogem à regra da anormalidade e desapontamento.

Quase Famosos foi a grande sacada de Crowe, quando finalmente, ele soube aproveitar as tiradas hilárias e o caso amoroso – bem disposto como coadjuvante. Acerta porque põe o rock e o culto aos anos rebeldes em primeiro lugar, a transformação da personagem do Billy Crudup (que não vai nada mal) e o seu artigo final são o máximo. Uma obra a ser louvada; mas também exige percepção auditiva do espectador, além do emocional. Farnces McDormand, Kate Hudson e os outros integrantes da banda são perfeitos: a naturalidade e despreocupação são as verdadeiras fontes inspiradoras.

Assim, digo que tentei ver Vanilla Sky há alguns anos; mas a frieza de Crowe para dirigir o filme tornou-o trágico e desistente, parei de ver o filme. Gostaria de, se possível, reassistir-lhe e julgar melhor. Só que não é, nem de longe nem de perto, uma das minhas prioridades. Pelos motivos explicitados, concluo que Crowe é um fraco roteirista e um bom diretor; mas para merecer comentários afetivos e premiações ainda terá que nadar muito.

Top:

 

1. Quase Famosos [**** */2]

2. Jerry Maguire [*** */2]

3. Tudo Acontece Em Elizabethtown [***]

4. Vanilla Sky [Rever]

 

Espero ter deixado claras minhas idéias.
Link to comment
Share on other sites

  • 3 weeks later...

Quase Famosos é disparado o melhor. Elizabethtown tinha um roteiro bacaninha mas senti que o Crowe perdeu o fio da meada e não soube conduzir bem os atores e as situações. É um filme muito bonito e tem uma mensagem fofa, mas tem certos vácuos que quebram o ritmo da narrativa.

E não, o Bloom não está atuando mal nesse filme. Está bem passável até. Parem de falar tão mal dele. 04O diabo não é tão feio como vcs pintam.06
Link to comment
Share on other sites

Scarlet você é incansável... mas o Bloom não vale o esforço 06. Off: Lindinha quando você estará disponível para uma entrevista no programa Cozinha do Inferno? Que tal Março? Tudo indolor, entrevista feita por mp por uma equipe de 6 pessoas hein? O que precisamos fazer? Colocar um poster do Bloom enfeitando o Cozinha? Comprar Cruzada versão estendida? É só falar que a gente faz... 06
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements


×
×
  • Create New...