Jump to content
Forum Cinema em Cena

Jovens Clássicos 2: Todos os Homens do Presidente


Recommended Posts

Por quê Reinaldo Azevedo e Diogo Mainardi seriam aberrações?

 <?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

Não há nada de errado em um jornalista ser contrario ao governo, desde que ele expresse isso publicamente. Eles nunca esconderam suas posições.

 

O pior é Paulo Henrique Amorim que finge ser imparcial enquanto veste a camisa do PT. Sem falar de Franklin Martins que tinha a própria esposa empregada no governo federal enquanto era comentarista político.

 

E quanto a Boris Casoy, que foi demitido da Record por fazer perguntas comprometedoras ao Lula?

 

Franklin Martins processou Diogo Mainardi por tê-lo acusado de ser favorável ao governo Lula. Franklin saiu da Globo e foi fazer o quê? Ser ministro do Lula.
Link to comment
Share on other sites

Concordo com o Pablo. O Diogo é uma aberração...07

 

E que legal esse jeito de defender o DM.

 

Em vez de falar dos méritos dele, o cidadão cita os desméritos dos outros jornalistas, como se o Diogo deixasse de ser aberração pelo fato de outros serem (ou não) ruins também. Ele quer apagar ruindade do DM com mais ruindade dos outros. Seria isso?

 

P.S.: Sobre o filme THDP... esse eu não vi também.12 Mais um pra lista.
Jailcante2007-11-28 14:29:27
Link to comment
Share on other sites

 

 

Caro Jailcante,

 

 

 

Existem dois tipos de jornalistas no Brasil; os contra e a

favor do governo Lula.

 

 

 

O

que eu disse é que Mainardi e Azevedo assumem publicamente suas posições. Enquanto

outros fingem que são imparciais quando na verdade são petistas de carteirinha;

inclusive recebendo verbas e com parentes empregados no governo.

 

 

 

Você é capaz de citar alguma desonestidade do Diogo

Mainardi?

 

 

 

Ele acusou alguém sem provas?

 

 

 

Ou o único defeito dele é ser antipetista?

Link to comment
Share on other sites

 

Vc mandou o link pra ele né? 06

 

E o zé é tão fodão que até faz questão de dizer que ficou sabendo do assunto e que não comentará mais a respeito querendo evitar que se dê 'importância ao assunto' Detalhe que ele mesmo dá tanta importância que dedica um post de seu blog para comentar brevemente o fato... Jornalismo de recal... ooops, respeito é isso aí... 06
Link to comment
Share on other sites

Não tenho o costume de frequentar fóruns ou postar comentários em blogs, mas me sinto compelido a deixar minha opinião sobre esse episódio ridículo. Acesso o Cinema em Cena há quase 10 anos e não me recordo de uma atitude tão infantil do editor deste site.

Em primeiro lugar, o comentário do Pablo foi uma tolice. O que ele adiciona a sua crítica do filme? Simplesmente, foi um ataque barato a dois jornalistas com opinões que divergem das suas. Ora, já passou da hora de nós brasileiros abandonarmos esse hábito de desqualificar aqueles que divergem de nós. Não é porque não concorde com eles que me sinto impedido de qualificar tanto o Reinaldo Azevedo como o Diogo Mainardi como duas das vozes mais inteligentes na imprensa brasileira. Do mesmo modo que considero o Pablo um dos melhores críticos de cinema do Brasil (junto com o Kleber Mendonça Filho). Se os dois jornalistas são aberrações, gostaria de saber o porquê.

 

Dr. Calvin, não encontro nenhum link de notícia indicando que o Diogo tenha sido condenado a pagar indenização, quanto mais "uma fortuna". E por condenado, refiro-me a condenado em instância final. Gostaria que você postasse um link fundamentando essa sua alegação. E, se possível, gostaria de ouvir seus argumentos para também qualificar ambos jornalistas como "aberrações". Espero que seu critério não seja tão pobre quanto um "porque eles discordam de mim e atacam minhas crenças de estimação".

 

Por fim, o Reinaldo Azevedo também resolveu ser tolo em seu comentário sobre a tolice do Pablo....  Sinceramente, o Pablo ou o Cinema em Cena não precisam desse tipo de "divulgação". Não é necessário tomar o comentário do Pablo como algo mais do que ele foi, ou seja, uma tolice escrita sem reflexão. Todos estamos sujeitos a isso.

 

Link to comment
Share on other sites

1) Dr. Calvin' date=' não encontro nenhum link de notícia indicando que o Diogo tenha sido condenado a pagar indenização, quanto mais "uma fortuna". E por condenado, refiro-me a condenado em instância final.

 

2) Gostaria que você postasse um link fundamentando essa sua alegação.

 

3) E, se possível, gostaria de ouvir seus argumentos para também qualificar ambos jornalistas como "aberrações". Espero que seu critério não seja tão pobre quanto um "porque eles discordam de mim e atacam minhas crenças de estimação".
[/quote']

 

1) www.google.com.br; www.tj.sp.gov.br; quem procura acha... 03 E pelo nosso Direito, a condenação já existe quando da sentença de primeiro grau desfavorável ao réu. O que ele tenta é tão somente reverter o quadro em instância superior. Se reverter, ele deixa de ser condenado.

 

2) Está acima... Procure.

 

3) Onde eu disse no meu post que são "aberrações"?
Link to comment
Share on other sites

Caro Dr. Calvin,

 

Não fui eu que enviou o link para o Reinaldo, outro mandou antes de mim.

Não esqueça que ele é o Blog mais lido do país.

___________________

 

É, pelo visto você não achou nenhum link com condenação em última instância, vou te ajudar.

 <?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

Por suas denúncias o Diogo Mainardi é o jornalista recordista de processos no Brasil.

 

Ele tem 200 processos na justiça e até hoje só perdeu 1 em última instância.

Muita gente confunde condenações de 1ª instância com condenações definitivas.

 

http://veja.abril.com.br/120105/mainardi.html

 

Sua única derrota foi contra o cineasta Jorge Furtado que faz filmes com verbas do governo. Diogo fez uma piada com seu sobrenome e o Juiz considerou como ofensa pessoal.

 

A propósito Dr. Calvin, você mando o link do Tribunal de Justiça de SP e esse processo foi julgado no Rio.

 

Você acha que alguém que vence 199 processos na justiça não sabe o que está dizendo?

 

http://veja.abril.com.br/idade/podcasts/mainardi/

 

 
Link to comment
Share on other sites

 

Vc mandou o link pra ele né? 06

 

E o zé é tão fodão que até faz questão de dizer que ficou sabendo do assunto e que não comentará mais a respeito querendo evitar que se dê 'importância ao assunto' Detalhe que ele mesmo dá tanta importância que dedica um post de seu blog para comentar brevemente o fato... Jornalismo de recal... ooops' date=' respeito é isso aí... 06
[/quote']

 

Desculpe mas não dá para evitar mesmo, não é?

 

06060606060606

 

Um se dá o trabalho de mandar o link e o outro se dá no trabalho de falar que não se importa, mesmo ficando claro que se importou... Êta!06
Link to comment
Share on other sites

1) Não esqueça que ele é o Blog mais lido do país.

 

2) É, pelo visto você não achou nenhum link com condenação em última instância, vou te ajudar.

 

3) Ele tem 200 processos na justiça e até hoje só perdeu 1 em última instância.

Muita gente confunde condenações de 1ª instância com condenações definitivas.

 

http://veja.abril.com.br/120105/mainardi.html

 

4) Sua única derrota foi contra o cineasta Jorge Furtado que faz filmes com verbas do governo.

 

5) A propósito Dr. Calvin, você mando o link do Tribunal de Justiça de SP e esse processo foi julgado no Rio.

 

6) Você acha que alguém que vence 199 processos na justiça não sabe o que está dizendo?

 

http://veja.abril.com.br/idade/podcasts/mainardi/

 

 
[/quote']

 

1) Uau... minha vida mudou depois desta informação... 06

 

2) Releia o meu post acima: para efeitos da legislação brasileira processual, a condenação já surge na 1ª instância com a sentença de 1º grau desfavorável ao réu. Se o cara não fosse condenado em instância originaria não haveria necessidade de recurso, haveria? Tanto é que em qualquer recurso para o tribunal o advogado apelante deve requerer expressamente no recurso o efeito suspensivo do processo originário justamente para evitar que o réu já tome ferro enquanto a matéria é re-discutida no Tribunal.

 

3) É... todos os juristas, profissionais de Direito e legisladores 'confundem' (sic) condenção de 1ª instância com definitiva... Só os fãzóides do Mainardi é que foram abençoados com a 'unção da verdade' e determinam que não existe condenação de 1ª instância, mesmo esses fãzóides sabendo que existe a fase recursal onde - ohhhh - tenta-se reverter a - ohhhh - condenção do sujeito...

 

06

 

4) Já te disseram que todo cineasta deste país, exceto a família Barreto (e olha lá) e alguns outros sortudos faz cinema com verbas do governo? Será que a classe de diretores de cinema deste país é toda petista?

 

5) É vero... o tribunal de justiça de SP julgou outro caso aberrante: a do vídeo da Cicarelli. Mas o que importa é que o cerne da discussão é que se o Mainardi nunca acusasse alguém SEM provas, não teria 200 processos correndo contra ele.

 

6) Não, não sabe. Por quê? Porque sou advogado e sei muito mais que ele sobre este assunto em específico. E vc pode me mostrar aqui, na íntegra, o conteúdo das 199 sentenças FAVORÁVEIS ao Mainardi?
Link to comment
Share on other sites

Caro Dr. Calvin, de fato você não qualificou o Reinaldo ou o Diogo como aberrações, foi um equívoco meu, desculpe-me ( a pergunta deveria ser dirigida ao Jailcante... ). Contudo, pelo menos em relação ao Diogo Mainardi, você não parece discordar do comentário feito pelo Pablo.

Eu havia pesquisado tanto no Google quanto no TJ-SP, mas não encontrei nada referente a uma condenação final do Diogo. Desconhecia esse caso relacionado ao Jorge Furtado, mas mesmo isso não é uma condenação por "acusação infundada", e sim fruto de um comentário desrespeitoso do Diogo. Por sinal, se ele pode ser acusado de algo é justamente desse tipo de excesso que comete em sua coluna. Reitero que, embora não partilhe das mesmas concepções ideológicas desses dois jornalistas, não menosprezo o papel importante que desempenham, inclusive pela ação fiscalizadora que exercem (justamente o que me leva a pensar que o comentário do Pablo foi mesmo um tolice sem reflexão, porque é justamente a atuação fiscalizadora da mídia que ele tanto aprecia).

 

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

Felps, errei na questão do TJ... os processos do Dioguito estão tramitando no Rio... Não, não gosto do Mainardi pq ele evita o debate. Ele está para o PT como o Richard Dawkins está para as religiões. Nossa imprensa hoje se divide entre lambedores do governo e achincalhadores do mesmo. Não existe meio termo. Onde foi parar a imparcialidade que deve reger a profissão do jornalista?

 

O Mainardi não expõe nossos podres com o intuito de fazer seus leitores refletirem, mas com o objetivo de verter os holofotes só pra ele como quem diz 'olhem como eu sou foda'. Mainardi até poderia fazer parte da solução, mas faz parte do problema.  
Link to comment
Share on other sites

 

 

Se você é advogado, deve estar familiarizado com a Justiça Brasileira, onde quem faz sentenças normalmente são assessores de juízes que "não perdem tempo lendo todo o processo". Por já ter testemunhado muitas decisões equivocadas e injustiças é que eu não costumo valorizar decisões em primeira instância. É claro que mesmo uma decisão final pode manter um erro, mas pelo menos passou pela mão de vários magistrados. Mas você parece ignorar que iniciar processos sistemáticos contra jornalistas é uma forma de tentar silenciá-los - o fato do Diogo Mainardi ser réu em dezenas de processos não significa que ele atue de má fé. É mais um indício que ele é um jornalista que incomoda. Será que é pelo fato de ele ser réu em vários processos o que realmente o torna um péssimo indivíduo aos seus olhos? Ou será que é por que ele defende idéias contrárias as nossas? Tomo o exemplo do Emir Sáder: ele acusou o Jorge Bornhausen de ser racista e foi processado por isso. Como o Sáder é de esquerda, ele foi um injustiçado, mesmo tendo claramente cometido um crime. Já o Diogo Mainardi, por ser de direita, é sempre culpado... 

Felps2007-11-29 13:34:46

Link to comment
Share on other sites

 

Dr. Calvin,

 

Olha, eu costumo refletir quando leio a coluna do Diogo Mainardi. Concordo com você no fato de que, talvez, ele pudesse ter uma atuação mais "positiva", mas ele já deu inúmeras declarações para que não esperem esse tipo de ação da parte dele. O papel que ele assumiu é o de denunciar os males do governo petista. Se a sociedade não se mobiliza e prefere aceitar essa nossa triste realidade, isso é resultado de nosso temperamento. Eu tento fazer o melhor que posso no meu campo de atuação, na esperança que isso sirva para melhorar um pouquinho esse nosso país, mas acredito que não teria estômago para uma atuação mais "ativa".

 

Em relação ao Richard Dawkins, ele já foi rotulado com os piores termos pelos religiosos, da mesma forma que aplicou também termos bem infelizes ao referir-se às religiões. Discordo completamente dele, mas nunca o qualificaria como "aberração" em um texto meu por causa disso, como fez o Pablo em relação ao Reinaldo e ao Diogo. Acho esse tipo de coisa detestável. É só ler os textos do Olavo de Carvalho, que também pratica esse tipo de coisa - isso só serve para diminuir o valor de um bom texto, como a crítica do Pablo.

 

Quanto à imparcialidade, infelizmente eu acho que isso não existe em lugar nenhum do mundo. Sempre que você encontra um jornalista que se diz imparcial, analisando seu texto e atuação, percebe que ele na verdade escreve orientado por um determinada concepção de mundo. Não existe imparcialidade nem no jornalismo esportivo...03

 

Agora, eu respeito o Diogo Mainardi e o Reinaldo Azevedo por que eles expõem seus posicionamentos políticos de forma clara, não tentam mascará-lo com uma pretensa imparcialidade como alguns jornalistas por aí... Acho que isso acrescenta credibilidade aos seus textos, ao invés de subtrair.

 

Felps2007-11-29 13:32:14

Link to comment
Share on other sites

Se você é advogado' date=' deve estar familiarizado com a Justiça Brasileira, onde quem faz sentenças normalmente são assessores de juízes que "não perdem tempo lendo todo o processo". Por já ter testemunhado muitas decisões equivocadas e injustiças é que eu não costumo valorizar decisões em primeira instância.[/quote']

 

Felps, se vc não tem costume de valorizar decisões de primeira instância, aí já é escolha sua. Elas tem validade no mundo jurídico tanto é que sua mera existência abre prazo para recurso onde a matéria é rediscutida. Isso é lei, independe de opinião alheia, simples assim.

 

E estou tão familiarizado com a Justiça Brasileira (em especial a paulista, a mais lerda do país) para te dizer que sua acusação é falaciosa, pois nem todos os processos são sentenciados por 'assessores de juízes'. Com o exercício da advocacia, vc vai pegando o 'tique' de cada magistrado com quem vc trabalha conseguindo reconhecer uma sentença de determinado juiz.

 

O quadro pintado por você é real? Com certeza. É absoluto? Definitivamente NÃO.

 

 

É claro que mesmo uma decisão final pode manter um erro' date=' mas pelo menos passou pela mão de vários magistrados.[/quote']

 

O que te faz pensar que os tribunais também não sentenciam com assessores de juízes? Vc realmente acha que NENHUM processo que vai pra Segunda Instância é julgado por estagiários ou auxiliares?

 

 

1) Mas você parece ignorar que iniciar processos sistemáticos contra jornalistas é uma forma de tentar silenciá-los 

 

2) o fato do Diogo Mainardi ser réu em dezenas de processos não significa que ele atue de má fé.

 

1) Fato ou opinião? Em tempo: não ignoro coisa alguma. Apenas evito proferir julgamentos sobre quadros aos quais não tenho a visão ampla e irrestrita e nenhum de nós aqui tem.

 

2) Nope... é só sinal de que ele anda abusando de sua liberdade de expressão. Toda vez que vc exagera' date=' a lei te coloca de novo na direção certa, fazendo vc sofrer as consequências de seus abusos.

 

 

 

 É mais um indício que ele é um jornalista que incomoda.

 

Questão de opinião. Se ele só incomodasse perderia todos os processos que são propostos contra ele. Porém não é isso que se vê.

 

 Será que é pelo fato de ele ser réu em vários processos o que realmente o torna um péssimo indivíduo aos seus olhos?

 

Não... ele é um péssimo indivíduo aos meus olhos pelo que expus no post anterior. O volume de processos é apenas a cereja do bolo que me confirma o que eu já pensava dele...

 

 Ou será que é por que ele defende idéias contrárias as nossas?

 

Aqueles que defendem idéias contrárias às minhas eu apenas sou discordante. O Mainardi consegue um pouco mais que a minha mera discordância.

 

 Tomo o exemplo do Emir Sáder: ele acusou o Jorge Bornhausen de ser racista e foi processado por isso. Como o Sáder é de esquerda' date=' ele foi um injustiçado, mesmo tendo claramente cometido um crime. Já o Diogo Mainardi, por ser de direita, é sempre culpado...  [/quote']

 

Desenvolva: por qual crime o Sáder foi processado?
Link to comment
Share on other sites

Dr. Calvin' date='

Olha, eu costumo refletir quando leio a coluna do Diogo Mainardi. Concordo com você no fato de que, talvez, ele pudesse ter uma atuação mais "positiva", mas ele já deu inúmeras declarações para que não esperem esse tipo de ação da parte dele.[/quote']

 

Ótimo... então ele não serve pra ser jornalista, apenas para garoto anti-Lula...  

 

O papel que ele assumiu é o de denunciar os males do governo petista.

 

Isso não dá o direito a ele de falar o que quer sobre qualquer um. Vc gostaria de constar na coluna semanal dele sucedido de adjetivos e sofismas desagradáveis?

 


Quanto à imparcialidade' date=' infelizmente eu acho que isso não existe em lugar nenhum do mundo. Sempre que você encontra um jornalista que se diz imparcial, analisando seu texto e atuação, percebe que ele na verdade escreve orientado por um determinada concepção de mundo. Não existe imparcialidade nem no jornalismo esportivo...03[/quote']

 

Então que a profissão de jornalista seja extinta da face da Terra. O papel do jornalista é informar e não dar a sua opinião.
Link to comment
Share on other sites

 

Para pagar indenização, perder função pública, entre outros efeitos, a sentença tem que estar transitada em julgado. O nome do indivíduo não é inscrito no ról dos culpados enquanto houver recurso (eu acho), tampouco o juiz pode usar uma decisão condenatória em grau de recurso para agravar uma pena ou para formar opinião sobre o caráter do indivíduo. Não fosse pela possibilidade de decisões equivocadas em primeira instância, não teríamos tribunais de recurso. Por já ter testemunhado várias decisões equivocadas é que não as valorizo muito.  Você pode dizer que o quadro que pintei em relação aos assessores é um excesso, mas raramente o juiz lê todos os autos, normalmente é um resumo preparado por estagiários ou assessores, quando não são eles que elaboram a sentença e o juiz assina. Pode ser diferente aí em São Paulo, mas garanto a você que isso é muito mais regra do que exceção (em instância superiores, pelo que testemunhei, isso também ocorre, mas num grau bem menor). O fato essencial é que, quando indagado se o Diogo acusou alguém sem prova, você respondeu:

 

"Tanto acusou que é réu em dezenas de processos, a maioria como vencido sendo obrigado a pagar fortunas a título de indenização..."

 

Ora, ainda não vi o Diogo desembolsar nenhuma "fortuna" e o único processo com decisão definitiva, conforme mencionado pelo Uiraramos, envolvia o cineasta Jorge Furtado, e não foi acusação infundada e sim um comentário desrespeitoso. O fato de ser réu não é prova de que ele faz acusações infundadas. Se fosse condenado em definitivo, além de indenizar, seria necessária a publicação da retratação na Veja, coisa que também ainda não vi. Por sinal, qual é a primeira coisa que um político ou um empresário acusado de alguma irregularidade faz quando sai uma reportagem acusando? Diz: "Vou processar!". Tanto é que não processar passou a ser um indício que o sujeito esta assumindo a culpa.

 

Nunca disse que decisões em primeira instância não possuem valor, mas pelas razões acima expostas eu não me baseio nelas para formar a minha opinião sobre uma pessoa. Era esse o ponto de minha contestação, com o qual você obviamente discorda.

 

Quanto a utilizar processos para calar jornalista, baseio-me em episódios que testemunhei no Rio Grande de Sul, se não me engano até mesmo o Diogo Mainardi chegou a mencioná-los em uma de suas colunas. Que o governo do PT no Rio Grande do Sul utilizou-se de processos sistemáticos para calar jornalistas é fato, não opinião. Por mais que o sujeito seja inocente, ele vai se incomodar com o processo, dedicar tempo e energia que poderiam estar sendo aplicados em seu trabalho de jornalista. Foram jornalistas que investigaram irregularidades no governo gaúcho e foram perseguidos por isso, através dessa tática. Dizer que isso, ser réu em vários processos, é um indício de abuso da liberdade de expressão é adotar uma postura mental que facilitará a implantação de um Estado autoritário no Brasil. Lamento, mas discordo veementemente de sua interpretação.

 

Quanto a sua opinião em relação ao Diogo Mainardi, parece estar relacionada a arrogância dele, a ele não se apresentar para o debate, pela parcialidade e pela sua percepção de que ele apenas denuncia nossos podres para aparecer. Ora, ele é um colunista, você espera que ele manifeste uma opinião no seu texto. É isso o que ele faz e muito bem. Uma opinião não é algo "imparcial'. Fico até curioso de saber quais jornalistas são imparciais para você, pois não vejo imparcialidade em lugar nenhum nesse mundo. Seus atos são sempre pautados por suas crenças, seus valores. Reduzir o jornalista ou o colunista a um mero narrador de fatos é empobrecer enormemente tal profissão. O Pablo, por exemplo, é um jornalista e, como crítico de cinema, expõe sua opinião sobre as obras que analisa, fundamentando-as. Não vejo porque o Diogo ou o Reinaldo Azevedo, ainda mais pelo meio que utlizam (coluna e blog) deveriam ter restringido seu direito de opinar, ou serem desqualificados por isso. Ambos são formadores de opinião e os valorizo por isso. Seu produto é a opinião. Não são "aberrações".

 

Em relação ao Sáder, ele foi condenado por calúnia, decisão da qual está recorrendo.Quando da decisão, houve uma gritaria danada de pessoas alegando que ele estava sendo perseguido, que apenas havia emitido sua opinião. Eu acho que ele errou, o texto dele atacando o Bornhausen foi uma coisa infinitamente mais virulenta e desrespeitosa do que qualquer coisa que o Diogo ou o Reinaldo tenham escrito, contudo ninguém se escandalizou com isso, pois ele é de esquerda, logo é bom por natureza... É contra esse tipo de leitura que eu me oponho.

 

"Aqueles que defendem idéias contrárias às minhas eu apenas sou discordante. O Mainardi consegue um pouco mais que a minha mera discordância."

 

Discordo de muita gente, e muitos ganharam inclusive minha antipatia e até desprezo. Contudo, jamais cassaria o direito delas de expressarem suas opiniões (como muitos que detestam o Reinaldo ou o Diogo) ou as desqualificaria como aberrações por serem contrárias ao que penso (como fez o Pablo). 

Felps2007-11-29 15:15:40

Link to comment
Share on other sites

Dr. Calvin,

 

Por fim, não acho que o Diogo Mainardi, apenas por denunciar os males do governo Lula, esteja fazendo pouca coisa. No fundo, ele dá voz a um sentimento de milhões de brasileiros, que estão insatisfeitos com o governo petista. Não diria que ele dá voz aos meus sentimentos pois já fui simpatizante do PT, só para sofrer uma enorme decepção...Ao menos mostram ao PT e ao Lula que nem todos estão passivos em relação aos abusos.  O Diogo Mainardi e o Reinaldo Azevedo sempre se opuseram ao petismo. Agora, num país como o nosso, sem a cultura de uma oposição com programa definido (o PT fazia oposição sistemática, não de programa, como comprovado quando chegou ao poder), onde a oposição que existe por um lado é um partido de indecisos (PSDB) e outro o de herdeiros da ditatura (DEM), acho que o jornalismo que eles fazem é fundamental para preservarmos nossos direitos. Por exemplo, foi através do blog do Reinaldo Azevedo que tomei ciência do projeto ridículo de controle da internet que o Eduardo Azeredo estava propondo. O Reinaldo Azevedo conseguiu mobilizar um grande número de pessoas contra aquela iniciativa. Eu poderia citar outros exemplos semelhantes dessa atuação dele. Nesse aspecto, ele é melhor que o Mainardi ou o Olavo de Carvalho, é um defensor mais ativo de nossa democracia. Mas expressar uma opinião em um texto é sim um estímulo à reflexão, pelo menos funciona assim comigo. E isso não pode ser desvalorizado.

Meu ponto nessa discussão toda, reitero,  é que o Pablo foi infantil ao desqualificar os dois jornalistas. Tanto é que, conforme já apontei, eles desempenham um papel fiscalizador, justamente o que o Pablo valoriza. É por isso que acho que ele simplesmente se deixou levar por seus preconceitos, sem refletir sobre o que escreveu. Foi uma infelicidade que diminuiu a ótima crítica que ele escreveu.

 

 

Link to comment
Share on other sites

 

 

 

Caro Dr. Calvin,

 

 

Só quero deixar algumas coisas claras:

 

 

1. Diogo Mainardi é o colunista mais lido e comentado do

país. E já era o recordista de cartas da VEJA antes do governo Lula.

 

 

 

 

 

 

 

2. Reinaldo Azevedo é o Blog mais acessado do país.

 

 

 

3. Olavo de Carvalho é a maior audiência do Blogtalkradio.

4. Você que não foi capaz de me mostrar nenhum link, agora

pede 199? Nós dois sabemos que esses links não estão no ar, isso é um blefe.

Fora Jorge Furtado, não há indenização paga.

 

 

 

 

5. Você perguntou ao Felps por qual crime Emir Sader foi

processado:

 

 

 

http://conjur.estadao.com.br/static/text/49796,1

 

 

 

É o mesmo caso do Diogo, Emir pode recorrer.

 

 

6. Aqui Diogo comenta as vitórias na justiça:

 

 

 

http://veja.abril.com.br/idade/podcasts/mainardi/

 

 

 

7. Reinaldo Azevedo comenta as vitórias de Diogo contra Mino Carta

(Revista Carta Capital) e Paulo Henrique Amorim (TV Record):

 

 

 

http://veja.abril.com.br/blogs/reinaldo/2007/06/no-podcast-todos-os-processos-contra.html

 

 

 

http://veja.abril.com.br/060906/mainardi.html

 

 

 

http://veja.abril.com.br/blogs/reinaldo/2007/11/juiz-considera-improcedente-ao-de-paulo.html

 

 

 

 

 

8. Erros no processo de Franklin Martins contra Diogo:

 

 

 

http://veja.abril.com.br/blogs/reinaldo/2007/04/juiz-do-caso-diogo-franklin-admite.html

 

 

 

http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/20070424-processo-franklin_martins.pdf

 

 

Diogo

não tem despesas com esses processos, é o departamento jurídico da VEJA que

cuida de tudo. A indenização ao Jorge Furtado também foi paga pela revista, o

valor não foi divulgado.

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

Para pagar indenização' date=' perder função pública, entre outros efeitos, a sentença tem que estar transitada em julgado.[/quote']

 

Pra pagar indenização e perder função pública sim... Para já ser considerado culpado/condenado mesmo que fique só no rótulo não.

 

O nome do indivíduo não é inscrito no ról dos culpados enquanto houver recurso (eu acho)' date=' tampouco o juiz pode usar uma decisão condenatória em grau de recurso para agravar uma pena ou para formar opinião sobre o caráter do indivíduo.[/quote']

 

 

Hein? Como é? Quem está falando de 'agravar pena', 'formar opinião sobre o caráter do indivíduo? 

 

 Não fosse pela possibilidade de decisões equivocadas em primeira instância' date=' não teríamos tribunais de recurso. Por já ter testemunhado várias decisões equivocadas é que não as valorizo muito.[/quote']

 

Então só quem dá sentenças perfeitas é o STF, já que cabe recurso para as decisões de tribunais para tribunais superiores e dos tribunais superiores para o STF... A existência de tribunal de recurso não está calcada na possibilidade de decisões equivocadas, mas tão somente na sedimentação plena da Justiça.

 

  Você pode dizer que o quadro que pintei em relação aos assessores é um excesso' date=' mas raramente o juiz lê todos os autos, normalmente é um resumo preparado por estagiários ou assessores, quando não são eles que elaboram a sentença e o juiz assina. Pode ser diferente aí em São Paulo, mas garanto a você que isso é muito mais regra do que exceção (em instância superiores, pelo que testemunhei, isso também ocorre, mas num grau bem menor).[/quote']

 

Como é que vc sabe? Vc trabalha/trabalhou na área? Se tem acesso a tantas informações escabrosas pq não as denunciou?

 

 

 O fato essencial é que' date=' quando indagado se o Diogo acusou alguém sem prova, você respondeu:

"Tanto acusou que é réu em dezenas de processos, a maioria como vencido sendo obrigado a pagar fortunas a título de indenização..."

Ora, ainda não vi o Diogo desembolsar nenhuma "fortuna" e o único processo com decisão definitiva, conforme mencionado pelo Uiraramos, envolvia o cineasta Jorge Furtado, e não foi acusação infundada e sim um comentário desrespeitoso.[/quote']

 

Ser obrigado a pagar não significa necessariamente que ele já pagou.

 

 

 O fato de ser réu não é prova de que ele faz acusações infundadas. Se fosse condenado em definitivo' date=' além de indenizar, seria necessária a publicação da retratação na Veja, coisa que também ainda não vi.[/quote']

 

A retratação é faculdade do vencedor. Ele pode pedir ou não, simples assim. Se pedir e o juiz deferir o pedido, a parte vencida tem que se retratar sob pena de crime de desobediência.

 

 

Nunca disse que decisões em primeira instância não possuem valor' date=' mas pelas razões acima expostas eu não me baseio nelas para formar a minha opinião sobre uma pessoa. Era esse o ponto de minha contestação, com o qual você obviamente discorda.[/quote']

 

Errado. Eu tb não uso sentenças para determinar minha opinião sobre uma pessoa. Minha opinião pelo Mainardi existe independente de quantos processos ele perca na justiça. 

Dizer que isso' date=' ser réu em vários processos, é um indício de abuso da liberdade de expressão é adotar uma postura mental que facilitará a implantação de um Estado autoritário no Brasil. Lamento, mas discordo veementemente de sua interpretação.[/quote']

 

Depende da razão pela qual o réu é processado. Engraçado que vc discorda da minha interpretação mas a sua também é simplista de dar dó: em linhas básicas, jornalista processado = estão querendo calar a imprensa.

 

Nem 8 nem 80...

Quanto a sua opinião em relação ao Diogo Mainardi' date=' parece estar relacionada a arrogância dele, a ele não se apresentar para o debate, pela parcialidade e pela sua percepção de que ele apenas denuncia nossos podres para aparecer.[/quote']

 

Touché.

 

Reduzir o jornalista ou o colunista a um mero narrador de fatos é empobrecer enormemente tal profissão.

 

Desenvolva: pq um jornalista precisa dar a sua opinião sobre aquilo que ele está informando?

 

 

O Pablo' date=' por exemplo, é um jornalista e, como crítico de cinema, expõe sua opinião sobre as obras que analisa, fundamentando-as.[/quote']

 

O Pablo é jornalista? Essa é nova... 06

 

Deixo para ele responder.

 

 

Em relação ao Sáder' date=' ele foi condenado por calúnia, decisão da qual está recorrendo.Quando da decisão, houve uma gritaria danada de pessoas alegando que ele estava sendo perseguido, que apenas havia emitido sua opinião. Eu acho que ele errou, o texto dele atacando o Bornhausen foi uma coisa infinitamente mais virulenta e desrespeitosa do que qualquer coisa que o Diogo ou o Reinaldo tenham escrito, contudo ninguém se escandalizou com isso, pois ele é de esquerda, logo é bom por natureza... É contra esse tipo de leitura que eu me oponho.[/quote']

 

Ele foi condenado! Do que vc está reclamando então? O Judiciário colocou as coisas em seus devidos lugares, que importa se a sociedade se mobilizou ou não? Nunca vi ninguém fazer festa de arromba pelos processos que o Mainardi e perde e sinceramente acho uma tremenda perda de tempo quem vive a sua vida esperando o Mainardi tomar mais ferros judiciais.
Link to comment
Share on other sites


4. Você que não foi capaz de me mostrar nenhum link' date=' agora pede 199? Nós dois sabemos que esses links não estão no ar, isso é um blefe.[/quote']

 

Claro! Vc afirmou que ele tem 200 processos e 'ganhou' 199! Como é que vc sabe de todos esses 199 se não tem os links com as decisões?
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...