Jump to content
Forum Cinema em Cena

Impostos, impostos, impostos


King Edward
 Share

Recommended Posts

Trabalhamos cinco meses só para pagar impostos.

 

 

 

-Precisamos de tantos impostos?

 

 

 

-Se as taxas não fossem tão altas e tão abusivas será que a economia interna brasileira melhoraria?

 

 

 

-É justo que pessoas de salários diferentes paguem porcentagens diferentes no imposto de renda?

 

 

 

-Ao colocar o DVD original a 50 R$, se está automaticamente incentivando a pirataria. Ao colocar impostos e burocracias no setor civil, está automaticamente incentivando as obras ilegais. Se houvesse menos impostos haveria mais justiça no Brasil?

Link to comment
Share on other sites

Eu vejo tanto problema em pagar tanto imposto. Sei lá, é muita coisa, mesmo que fosse pra ajudar. É no mínimo contraditório o país combater a pirataria vendendo um único dvd por 60 reais.

 

Outra coisa, nos EUA (país de primeiro mundo ok, talvez péssimo exemplo, mas só por dizer mesmo), com seu salário mínimo você pode comprar dois videogames de última geração. Tipo WII e PS3. Agora, aqui no Brasil, você teria que trabalhar (no mínimo) um ano inteiro para fazê-lo. Como é que vive? 06

 

 

Link to comment
Share on other sites

Não vejo tanto problema pagar imposto... Vejo como problema esse imposto não ser direcionado para onde deve.

 

 

 

Se fosse realmente direcionado para onde deve com certeza o Brasil seria bem melhor em áreas como educação, saúde, transporte. Como exemplo temos a CPMF, que deveria ser voltada para a saúde, mas foi voltada para a o bolso dos deputados, senadores e afins.

 

 

 

Se um DVD original, ao invés de ser 50 reais fosse uns 10 ou 15, a venda de DVDs originais aumentaria muito. Tá certo que é 5 reais o pirata, mas o original tem melhor qualidade, capinha e tudo mais. Por cinco reais a mais, muitos tracariam a pirataria por um DVD original.

Link to comment
Share on other sites

imposto pra pagar mamata e ferias de nossos congressistas (mto ocupados, por sinal) é uma coisa, pra direcionar no q se deve é outra..

trabalhar q é bom, parece q so o trabalhador comum..eis o governo Lula!

Pedem pro pais ir pra frente, mas quem trabalha somos apenas nos, pelo visto..07

 

 

 

Congresso só volta ao trabalho após o Carnaval

Os deputados e senadores só voltam ao Congresso Nacional após o Carnaval de 2008. A sessão solene de reabertura dos trabalhos legislativos está marcada para o dia 6 de fevereiro, na Quarta-feira de Cinzas, às 16h.

» Opine sobre o assunto

Ao retomar os trabalhos, deputados e senadores terão uma pauta repleta de matérias que ficaram pendentes de deliberação este ano, principalmente em função da votação da proposta de emenda à Constituição que prorrogava a cobrança da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF).

Os deputados começam a semana de 11 a 15 de fevereiro com a pauta de votações trancada por seis medidas provisórias e três projetos de lei com pedido de urgência constitucional vencidos. A primeira MP na pauta de votações é a 395, que abre crédito extraordinário em favor de diversos órgãos do Poder Executivo, no valor de R$ 3,2 bilhões. Essa MP começou a trancar a pauta de votações da Câmara em 12 de novembro e não foi votada para evitar o trancamento da pauta de votações do Senado, o que dificultaria a votação da CPMF. A última votação de matéria legislativa na Câmara foi no dia 20 de novembro, quando os deputados rejeitaram emendas aprovadas pelo Senado à MP 388, que dispõe sobre o funcionamento do comércio aos domingos e feriados. A partir de 21 de novembro, a base aliada do governo passou a obstruir as votações de plenário para impedir que MPs fossem votadas e passassem automaticamente a trancar a pauta de votações do Senado e prejudicasse a votação da CPMF. Todo esforço feito na Câmara para impedir as votações tinha o objetivo de facilitar a aprovação da CPMF. Com a rejeição da CPMF pelos senadores, nem o Orçamento-Geral da União para o ano que vem pode ser votado. A votação da proposta orçamentária estava marcada para o dia 20 de dezembro. Mas o orçamento terá que ser refeito, para se adequar à perda de cerca de R$ 40 bilhões da arrecadação da CPMF.

Agência Brasil

 

 

 

 

 
Link to comment
Share on other sites

Em várias cidades do mundo, muitas pessoas estão muito satisfeitas em pagar impostos porque sabem bem onde eles são empregados e gostam muito do resultado. Podemos dizer a mesma coisa da maioria de nós? A minha cidade está passando por uma péssima ressaca de uns 20 anos com péssimas prefeituras... a infra-estrutura da cidade está deixando muito a desejar. Em 20 anos, Fortaleza passou do 1º lugar como melhor capital do nordeste para o 5º.

Uma altura dessas do campeonato, até os macacos já pararam para pensar: "Será que nossos impostos estão sendo aplicados devidamente?".

 

Dei um exemplo real a nível de cidade... mas o mesmo pensamento vale a nível nacional.

 

Tenho 99% de certeza de que se enxergássemos devidamente o retorno, não reclamaríamos dos impostos.

 

Agora temos o problema da CPMF, aliás... o fim dela. Dentre os diversos poréns (como aumento considerável de outros impostos), temos um corte triste nas bolsas de pesquisa, auxílios universitários e, o que mais toca grande parte da população... corte total de concursos públicos. 09

 

 

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

Bom dia pessoal,

 

 

 

Eu sabia que aumentariam ou criariam mais impostos com o fim da "leiteira" da CPMF, mas no Brasil 80% dos impostos arrecadados não chegam a ter fim publico...

 

 

 

Veras,

 

 

 

O Brasil é um dos cinco países mais ricos do mundo, sem o Brasil cortasse 50% da carga tributaria, ele conseguiria cobrir todas as despesas do país e ainda sobraria um pouquinho para eles roubarem, mas como o ser humano é insaciável...

 

 

Link to comment
Share on other sites

 

Veras' date='

 

 

 

O Brasil é um dos cinco países mais ricos do mundo, sem o Brasil cortasse 50% da carga tributaria, ele conseguiria cobrir todas as despesas do país e ainda sobraria um pouquinho para eles roubarem, mas como o ser humano é insaciável...

 

[/quote']

 

 

 

Isso mesmo O.o

 

 

 

É claro que os impostos são importantíssimos. Mas com tantos impostos assim, o brasileiro não consegue crescer de maneira justa (dá pra crescer sendo vendedor ambulante ou fazendo uma indústria ilegal).

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...