Jump to content
Forum Cinema em Cena

9 - A Salvação


crazy
 Share

Recommended Posts

shaneacker-9poster.jpgVocê já assistiu “9"? É um curta de animação, indicado ao Oscar em 2006, e que vai virar um longa-metragem este ano pelas mãos de ninguém menos que Tim Burton.

9" foi criado, roteirizado e dirigido pelo artista em computação gráfica Shane Acker. O filme levou quatro anos para ficar pronto, e foi todo feito utilizando Maya, Photoshop, Premiere e After Effects.

A história é situada em um mundo paralelo, um futuro pós-apocalíptico, onde o protagonista – um humanóide que mais lembra um boneco de pano e tem o número “9” pintado em suas costas – tenta derrotar um monstro que ameaça seu povo.

Tim Burton ficou tão impressionado com o trabalho, que convidou Acker para dirigir um longa-metragem baseado no curta. Só que desta vez ele não estará sozinho. Pamela Pettler, roteirista de “A Noiva-Cadáver”, também será responsável pelo script.

Entre os dubladores anunciados estão os atores Elijah “Frodo” Wood, Christopher Plummer, Martin Landau, John C. Reilly e a atriz Jennifer Connelly.

O longa-metragem de “9" está sendo produzido em Luxemburgo, no Attitude Studio, e será lançado pela Focus Features.

tim-burton-9.jpg

Para assistir ao curta metragem produzido em 2006, link abaixo:

http://www.dailymotion.com/video/x1jl41_9-nine-shane-acker-short-animation_creation

 

Para ver o Site e Trailer do longa-metragem a ser lançado este ano, link abaixo:

crazy2009-05-25 18:10:07
Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...

Já conhece a nova animação de Tim Burton?

 

9_9.jpg

 

Pois é, meus pequenos chuchus! Tim Burton já produziu fantástico O Estranho Mundo de Jack, o nunca-vi James e o Pêssego Gigante e dirigiu o ótimo (mas tem final bunda) Noiva Cadáver. Agora, o esquisito diretor está produzindo mais uma animação bizarra: 9.

Ah, sim! Esse post tem peitinho!!!

[Mais:]

Olha a loucura da história: Num mundo pós-apocalíptico, nove bonecos de pano criados por um cientista louco são a última esperança da Terra contra a dominação das máquinas (Matrix?).

9, dirigido por Shane Acker (responsável pelos efeitos visual de SdA: O Retorno do Rei), produzido por Burton e Timur Bekmambetov (diretor de O Procurado), é dublado por Elijah Wood, Jennifer Connelly, John C. Reilly e uns vovôs nota dez!

Confiram o trailer bacanudo pra chuchu e percebam como o Frodo não consegue mudar essa voz de criança criada a leite com pêra e ovomaltino na geladeira (parece até eu).

Além disso, foram divulgados oito pôsteres com exclusividade em um site diferente. E como diria o Nerd Reverso: "As notícias (do MdM) são requentadas de outras fontes com cagação de regra no final". Então simbora!

 

9_1.jpg

 

 

9_2.jpg

 

 

9_3.jpg

 

 

9_4.jpg

 

 

9_5.jpg

 

 

9_6.jpg

 

 

9_7.jpg

 

 

9_8.jpg

 

9 estreia no dia 9 de setembro (mês nove) de 2009 nos EUA. Dia melhor, impossíver! No Brasil, ainda não existe previsão.

 
Nacka2009-10-09 17:45:34
Link to comment
Share on other sites

  • 3 months later...

É genial... aff!

 

By the way, sei lá se tem a ver, mas cada um dos números tem uma característica marcante, coragem, altruísmo, covardia, violência...

 

O "9" é especial mesmo, ele tem um pouco de tudo e o que o torna fascinante é sua curiosidade e inconformação.

ele pode ser, como diz o subtítulo " a salvação" mas ele tb provoca o caos
MariaShy2009-10-10 18:00:37
Link to comment
Share on other sites

Mmmm.... assisti nesse final de semana. O enredo já é conhecido de outros filmes, então até aí não tem novidade. O interessante é perceber como Tim Burton leva a história, adicionando magia a cada cena. O resultado, no fim, é um filme bem amarrado, com uma mensagem bacana de perseverança, luta e esperança. Valeu cada centavo do ingresso.

Link to comment
Share on other sites

É até engraçado ver que 9 e District 9 apareceram quase no mesmo período, já que ambos são parecidíssimos, não só por utilizarem este número. Inclusive, eles possuem os mesmos pontos positivos e negativos.

 

Pra se falar melhor, é necessário repartí-lo em pedaços:

 

Os primeiros 30 minutos são arrebatadores. Acker te transporta de cara naquele universo, mantendo-te preso as descobertas que 9 faz. A visão do mundo destruído é simplesmente embasbacante, triste e desoladora (e o fato da técnica ser bem cuidada é um ponto a mais) e há uma excelente sequência sem falas, que é justamente o auge do filme.

 

Os próximos 30 já indicam a queda do diretor pelo mainstream, já que ele passa voando pela apresentação dos personagens a fim de criar sequências de ação que movimentem o filme. E isso, infelizmente, reflete o quão limitado é o seu pensamento (assim com o do Blomkamp em District 9). Ainda assim, estes minutos são até razoáveis, já que o interesse mantém-se constante e vez por outra ele te surpreende com alguma coisa (até gostei daquela sequência nos telhados).

 

Porém, o pior viria a seguir, nos 20 minutos restantes, quando Acker simplesmente joga tudo pelos ares a fim de impôr uma mensagenzinha imbecil sobre tecnofobia e esoterismo. Ridículo. E pior ainda é aquela montagenzinha com Somewhere Over the Rainbow... Tudo sempre em prol do corre-corre, de uma explosão, de ação descerebrada e só. Fora a dinâmica fraca entre os personagens, que toma demasiado tempo sem necessidade...

 

Ainda não me decidi se gostei ou não...
Link to comment
Share on other sites

Doido tu fazer essa comparação.

Acho que tudo que não funciona em "9", funciona bem demais em "District 9".

Em "9" a história é fraquinha, mas a fotografia é tão linda que tu engole pq dá prazer em ver todas aquelas imagens, encantador mesmo!

 

By the way, Já vi "Somewhere Over the Rainbow" sendo usada em mais de 3 filmes além do filme original...afff! think.gif

 

 
Link to comment
Share on other sites

A história é fraca mesmo, principalmente porque as idéias deles esgotaram após os 30 primeiros minutos. Depois vira mera enrolação pra cenas de ação. Já viu o curta que originou esse filme? Excelente. O filme poderia ter seguido pela mesma linha, masss...

 

Acho que District 9 e 9 possuem os mesmos defeitos pois ambos abdicam as amplas oportunidades que possuiam a fim de ir direto para a ação.

 

Vários filmes utilizaram essa música, famosíssima e antiquíssima. Só esse ano já teve Australia.
Link to comment
Share on other sites

Ow, discordo de ti qto a "District 9".

A história é muito mais densa.

 

Muitos reclamam da saída brusca de documentário.

Estranho que é uma das coisas que eu mais gostei no filme.

Todo aquela mídia explicando a história e de repente tu é catalputado p/ o real... afff!

 

uow!! Tu tem que chacoalhar o cérebro e se adapatar a nova postura do filme e... delícia! delícia! 101010

Não há como ficar impávido!!!
Link to comment
Share on other sites

Chatíssimo. E muito cheio de clichês para o meu gosto...

 

A mistureba de magia e tecnologia que explica a existência desses bonecos de pano do filme não me agradou. Me pareceu artificial. Ficou com jeito de deus ex machina. Geralmente isso vem no fim das histórias. No caso de 9, já vem logo no começo, detonando o resto do filme, acabando com qualquer sentido que a existência desses bonecos poderia ter para mim.

 

As imagens são bonitas. E até servem como distração.

 

Mas depois de um tempo a falta de criatividade da história pesa. Deve ser o resultado de transformar um curta em um longa.

 

 

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...