Jump to content
Forum Cinema em Cena

O Mestre (The Master, 2012 P T Anderson)


Administrator
 Share

Recommended Posts

 

 

Paul Thomas Anderson deve dirigir Philip Seymour Hoffman

 

Da redação

 

 

The Master' date=' sobre a relação entre o líder de

uma seita e um jovem que começa a questionar seu mentor, não é crítica

à cientologia, diz cineasta

 

 

 

 

 

 

 

Foto: AP

 

 

zz41d6ca02.jpg

 

Philip%20Seymour%20Hoffman:%20ele%20será%20"o%20mestre"%20em%20filme%20de%20P.%20T.%20Anderson

Philip Seymour Hoffman: ele será "o mestre" em filme de P. T. Anderson

 

 

 

 

 

 

 

 

O cineasta Paul Thomas Anderson prepara novo projeto, com Philip Seymour Hoffman (Dúvida, Sinédoque, Nova York) garantido no papel principal.

 

 

O filme, chamado The Master, trará Hoffman como um

carismático homem que monta uma organização baseada na fé e próspera a

partir de 1952, com adesão maciça nos Estados Unidos. No foco, a

relação entre "o mestre" e Freddie, um jovem na casa dos 20 anos que se

transforma no braço direito do líder, até começar a questionar o

sistema à sua volta e o poder excessivo do mentor.

 

 

 

O ator é colaborador de praxe de P. T. Anderson - exerceu papéis coadjuvantes em Sydney, Embriagado de Amor, Magnolia e Boogie Nights. Ambos têm reconhecimento no Oscar: Hoffman, em 2006, pela interpretação em Capote; Anderson viu Daniel Day-Lewis, sob sua direção em Sangue Negro, ganhar a estatueta de melhor ator no ano passado.

 

 

 

De acordo com a Variety, Anderson afirmou não pretender,

com o filme, atiçar a ira de cientologistas ou mórmons, dois grupos

que, a princípio, poderiam entender o filme como crítica subliminar. A

intenção é explorar a necessidade humana em ter fé num poder superior,

e os nós entre sistemas de crença e religiosos.

 

 

 

O orçamento estipulado é modesto para Hollywood: US$ 35 milhões, segundo o site da revista Variety. Mas o sinal verde só virá quando a Universal receber o roteiro, que está sendo escrito neste momento pelo cineasta.

[/quote']

 

 

Próximo filme do diretor Paul Thomas Anderson pode estar vindo por aí

Depois do sucesso que foi Sangue Negro' date=' agora ele vai para o lado religioso.

 

 

pta2.jpg

Demorou cinco anos entre “Embriagado de Amor” (2002) e “Sangue Negro” (2007), mas não vamos ter de esperar até 2012 para ver o próximo filme de Paul Thomas Anderson. O cineasta decidiu sobre seu próximo projeto junto com a Universal Pictures e o protagonista será Philip Seymour Hoffman (“Capote”). O ator já participou em 4 dos 5 filmes do diretor como coadjuvante (“Jogada de Risco”, “Boogie Nights”, “Magnolia” e “Embriagado de Amor”).

Este será um drama de época (ainda sem título oficial, mas podendo se chamar “The Master”) que terá um orçamento de 35 milhões de dólares. Hoffman desempenhará um mestre de cerimônias apelidado The Master, um intelectual carismático que começa a questionar uma “religião” que está ganhando muitos adeptos nos Estados Unidos em 1952.

A Universal ainda tem dar para o filme uma luz verde e irá esperar o

diretor/roteirista entregar um roteiro concluído antes de confirmarem

oficialmente. Anderson quer começar a filmar o novo projeto em 2010.

Seria para lançar no mesmo ano e concorrer ao Oscar de 2011? Vamos

aguardar por mais novidades.

[/quote']

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

P. T. Anderson confirmado na direção

 

 

- 03/12/2009 10:45

 

 

 

paulthomasanderson_02.jpg

philipseymourhoffman_03.jpg

O diretor Paul Thomas Anderson (Sangue

Negro - à esquerda) está confirmado na produção do novo drama da Universal' date='

Master. Segundo o Coming Soon, o filme traz Philip Seymour Hoffman (Capote - à direita)

no papel de um fundador de uma organização religiosa da década de 50.

No longa, Seymour Hoffman interpreta um

"Mestre" que funda uma organização religiosa nos Estados Unidos em 1952. A

história gira em torno do Mestre e de Freddie, um andarilho que se torna seu

subordinado direto. Assim que a fé começa a ganhar mais seguidores, Freddie

questiona a crença da organização e as atitudes do seu guia espiritual.

Não é a primeira vez que Hoffman encara um

papel religioso em um longa. No filme Dúvida (J. P. Shanley, 2008), que

se passa no ano de 1964, o ator interpreta o padre Brendan Flynn, acusado

publicamente de pedofilia pela irmã Aloysius Beauvier (Meryl Streep).

Hoffman já atuou em filmes dirigidos por

Anderson - Embriagado de Amor, Jogada de Risco e Magnólia.

(B. V.)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

[/quote']

Cremildo2009-12-03 11:04:09

Link to comment
Share on other sites

  • Replies 63
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Paul%20Thomas%20Anderson

It took five years between Punch Drunk Love and There Will Be Blood, but we won’t have to wait until 2012 to see Paul Thomas Anderson next film. That’s right, the filmmaker has decided on his next project, set it up at Universal, and cast Philip Seymour Hoffmanmag-glass_10x10.gif, who has played supporting characters in most of Anderson’s previous films, in the lead role. So what is it about? It’s a $35 million period drama in which Hoffman will play a master of ceremonies nicknamed The Master, “a charismatic intellectual who hatches a faith-based organization that begins to catch on in America in 1952.”

BF Deal Memo has more about the plot:

< ="http://tag.contextweb.com/TagPublish/getjs.aspx?=VIEWAD&cwrun=200&cwadat=300X250&cwpid=516627&cwwidth=300&cwheight=250&cwpnet=1&cwtagid=57983">

 

< =text/ ="http://tag.contextweb.com/TAGPUBLISH/getad.aspx?tagver=1&if=0&ca=VIEWAD&cp=516627&ct=57983&cf=300X250&cn=1&cr=200&cw=300&ch=250&cads=0&rq=2&cwu=http%3A%2F%2Fwww.slashfilm.com%2F2009%2F12%2F02%2Fpaul-thomas-anderson-casts-philip-seymour-hoffman-in-his-next-movie%2F&mrnd=13306386&fldc=1">

 

 

 

< =text/ ="http://pagead2.googlesyndication.com/pagead/show_ads.js">

 

 

< height=0 marginHeight=0 ="http://pixel.quantserve.com/pixel/p-01-0VIaSjnOLg.gif?tags=ADSDAQ.ARTSENTERTAINMENT.MOVIES,516627,,," Border=0 width=0 allowTransparency marginWidth=0 scrolling=no>>

google_protectAndRun("ads_core.google_render_ad", google_handleError, google_render_ad);

The core is the relationship between The Master and Freddie, a twenty-something drifter who becomes the leader’s lieutenant. As the faith begins to gain a fervent following, Freddie finds himself questioning the belief system he has embraced, and his mentor.

Anderson’s last film There Will Be Blood had a very cynical take on faith-based organized religion. /Film’s Hunter Stephenson talked at great lengths about the topic in/ his epic/infamous There Will Be Blood review. But the view on religion will be much different in this film, which is said to explore “the need to believe in a higher power, the choice of which to embrace, and the point at which a belief system graduates into a religion.”

Universal has yet to give the film a greenlight, and will wait for Anderson to deliver a finished screenplay before they do. Anderson hopes to film the new project in 2010. I do hope that happens, as I would hate for Anderson to become one of those directors who takes years off between films.

http://www.slashfilm.com/2009/12/02/paul-thomas-anderson-casts-philip-seymour-hoffman-in-his-next-movie/
Link to comment
Share on other sites

  • 5 months later...

Reese Witherspoon em filme sobre a cientologia? - 28/05/2010 17:12

reesewitherspoon_02.jpgReese Witherspoon (Surpresas do Amor), que no momento está ocupada com as filmagens de Água Para Elefantes, negocia papel no projeto de Paul Thomas Anderson, informou o Total Film.

No momento, o roteiro do filme, assinado por Anderson, já possui 124 páginas e supostamente aborda a fundação da cientologia.

Na trama, o personagem de Philip Seymour Hoffman é um homem carismático e inteligente, também conhecido como O Mestre. Ele cria uma organização baseada na fé que se torna popular no início dos anos 50.

O Mestre contrata o andarilho e alcoólatra Freddie Sutton (Jeremy Renner) como o seu braço-direito. Na medida em que a religião ganha adeptos, Sutton começa a questioná-la, bem como o seu fundador. 

Se for confirmada para o elenco, Witherspoon deverá interpretar a jovem esposa do Mestre.

As filmagens devem começar no próximo mês. Será que Tom Cruise irá aparecer?

Link to comment
Share on other sites

Reese Witherspoon pode estrelar o novo filme de Paul Thomas Anderson

Elenco ainda toma forma, mas filmagens estão agendadas para este mês

Reese%20Witherspoon

Amanda Seyfried pode atuar como filha de Reese Witherspoon

Da Redação

Reese%20Witherspoon%20e%20Amanda%20Seyfried

Foto: Montagem

O próximo filme do diretor Paul Thomas Anderson (Sangue Negro), provisoriamente intitulado The Master, pode ter novidades em breve no elenco. Segundo a Production Weekly, um papel foi oferecido a Reese Witherspoon.

Ela pode viver Mary-Sue, a esposa e principal defensora do fundador (Philip Seymour Hoffman) de uma organização religiosa nos anos 50. Jeremy Renner (Guerra ao Terror) fará Freddie, andarilho de vinte e poucos anos que se torna aliado da igreja - mas começa a questioná-la quando o culto ganha proporções de fervor cego.

Como Witherspoon está ligada a This Means War, que começaria a ser rodado em julho, pode rolar um conflito de agenda. Ainda de acordo com a Production Weekly, a produção de The Master estaria marcada para este mês de junho.

Outros nomes cotados para o elenco, todos femininos, são Amanda Seyfried (Mamma Mia!), Emma Stone (Zumbilândia) e Deborah Ann Woll (a vampira Jessica de True Blood).

Como a Universal decidiu não bancar o filme de US$ 35 milhões, todo o financiamento está sendo feito pela produtora River Road, que viabilizou Fair Game (thriller de Doug Liman que competiu em Cannes) e Tree of Life (o novo filme de Terrence Malick).

Caraca com todo sucesso de crítica de Sangue Negro e talento bruto do diretor o filme vai ser financaidado de forma de independente ?
CACO/CAMPOS2010-06-02 02:41:31
Link to comment
Share on other sites

  • 3 months later...

Projeto sobre surgimento de religião é adiado, sem confirmação de Philip Seymour Hoffman no elenco - 20/09/2010 17:36

jeremyrenner_01.jpgThe Master, projeto que supostamente falaria sobre a ascensão da cientologia, com roteiro de Paul Thomas Anderson, foi indefinidamente adiado. 

A princípio, Philip Seymour Hoffman viveria o Mestre, um homem carismático que, nos anos 50, cria uma organização baseada na fé que se torna popular. 

Por sua vez, Jeremy Renner (foto) viveria o andarilho e alcoólatra Freddie Sutton, que seria contratado pelo Mestre como o seu braço-direito

"Eu fiquei bem desapontado. O projeto acabou atrasando porque quando estávamos ensaiando - Phil, Paul e eu - esbarrávamos em uma parede que não conseguíamos superar. Ou que pelo menos Paul não conseguia superar", disse Renner ao Total Film

Reese Witherspoon recebeu proposta para interpretar Mary Sue, esposa do Mestre, e Amanda Seyfried, Emma Stone e Deborah Ann Woll foram consideradas para o papel de Elizabeth, filha dele.

Link to comment
Share on other sites

Meu predileto atualmente é Punch-Drunk Love, mas ainda considero a fase anos 90 maravilhosa.

 

Uma vez li Merten opinando que preferia Punch a Blood simplesmente pq o primeiro é uma obra espontânea de um autor, enquanto o outro, pra ele, é coisa de um autor que passa o filme todo martelando que o que ele está dizendo é importante. É exatamente o que penso, mesmo considerando um cinemão tb.
Link to comment
Share on other sites

Sim, "Punch" é espontaneidade pura, e é incrível, bonito, bem filmado, engraçadíssimo, é ótimo. Mas gosto dos dois. Entendo, digamos que ele foi "enquadrado" e colocaram rédeas nele, com "Blood"; mas não totalmente, várias das características do PTA gritam em "Blood". Acho um filme coerente e consigo vê-lo dentro de sua filmografia, não acho que destoe.

Link to comment
Share on other sites

Acho que até se encaixa (e tudo indica que foi o primeiro filme de um novo riff da filmografia dele, The Master deve seguir essa linha). Tem o virtuosismo que incomoda muita gente, a utilização genial do som, a idéia de que "gente precisa é de gente" (mesmo que de uma maneira invertida). A grande ruptura é a forma como ele lida com o personagem e a ntureza desse. É um retrato cru de um cara podrão, não tem nada ali que faça crer que o PTA queira identificação da nossa parte.

Link to comment
Share on other sites

É verdade, nos outros filmes existe uma relação clara de identificação com o público, os personagens são bem "fáceis" de se gostar, mesmo quando cometem erros, se redimem; em "Blood" não existe isso, concordo. Como eu não preciso me identificar com os filmes que vejo, tentando separar - mesmo sabendo que é impossível ser totalmente imparcial e tudo isso, que o filme lhe desperta, e tem a ver com sua memória, e isso influência no gosto final pela obra. Minha dificuldade maior em "Blood" é a ausência total da mulher, como gosto de personagens femininas, sinto falta no filme. Mas o adoro e não canso de ver, é muito bem filmado, com maestria, a maneira que ele dosa a música - forte em seus filmes, sempre algo a se notar - e a fotografia, perfeita. A cena do posso furado, quando o filho fica surdo, e aquele zumbido começa a tocar, é incrível. Fã, fã, fã. Não vejo diretor mais promissor; fez 40 agora, em Magnólia tinha 29. Pena que demore tanto entre projetos.

Link to comment
Share on other sites

 

Meu predileto atualmente é Punch-Drunk Love' date=' mas ainda considero a fase anos 90 maravilhosa.

 

Uma vez li Merten opinando que preferia Punch a Blood simplesmente pq o primeiro é uma obra espontânea de um autor, enquanto o outro, pra ele, é coisa de um autor que passa o filme todo martelando que o que ele está dizendo é importante. É exatamente o que penso, mesmo considerando um cinemão tb.

 

[/quote']

 

Sangue Negro é bem pouco comercial (como quase todos os filmes dele).

O que seriam as tais ´rédeas" que vcs falaram?
Link to comment
Share on other sites

Pouco comercial? Não sei. É bem dark, bem corajoso. Mas tem um "formato oscar" que, caso fosse reconhecido pela academia (como foi), faz do filme uma mina de ouro.

 

Só pra constar, eu não gosto menos por causa da falta de empatia do personagem, mas sim por outros motivos - o principal deles, esse que o Merten soube expressar.
Link to comment
Share on other sites

 

Bem pouco comercial no sentido de bilheteria. E não é um filme muito "fácil" ou que dê prazer em assistir. Personagens femininas sempre são bem-vindas 03 mas não tenho problema com isso. E como vcs, tb não preciso me identficar com o protagonista ou quem quer que seja.

 

E sinceramente, nao consigo ver o tal "formato Oscar" nele. O que faz pouca ou nenhuma diferença pra mim. Não vejo problema em uma produção querer arrebatar todos os prêmios da crítica, dos festivais e as premiações mundo afora.

 

PS: pra  filme com tão pouco apelo e fadado ao fracasso de bilheteria, premiações importantes são os únicos meios dele triunfar comercialmente. Mas vencer o Oscar rende lucros financeiros a uma produçao de 30milhões de dólares por exemplo? Ou a coisa fica empatada? Alguém aí tem dados comparativos?

 

 

 
Sall2010-09-27 01:34:21
Link to comment
Share on other sites

 

Sim' date=' ele tem quase 3 horas, ele não é nada comercial, mesmo, no "sentido" comercial que temos, de ser feito exclusivamente para lucrar; mas acho que tentaram fazer dele um sucesso considerável. Arrecadou 40$ nos EUA, fora 35, "fracasso". [/quote']

 

Mesmo não tendo sido um êxito financeiro pro estúdio, acho que 40 milhões vindos das plateias americanas para um filme nada convencional como Sangue Negro algo admirável.

 

Link to comment
Share on other sites

  • 7 months later...

The Master | Filme Paul Thomas Anderson vai finalmente sair

Weinstein Company compra os direitos e filmagem começa mês que vem

Madisen%20BeatyLena%20Endre

Madisen Beaty                                                Lena Endre

 

Depois de penar para conseguir financiamento, o próximo filme do cineasta Paul Thomas Anderson (Sangue Negro), provisoriamente intitulado The Master, enfim vai sair. A Weinstein Co. comprou os direitos de distribuição mundial e as filmagens começam em 13 de junho.

Paralelamente, Joaquin Phoenix foi confirmado pelo Deadline no lugar de Jeremy Renner (Guerra ao Terror) no papel de Freddie Sutton, o ex-alcoólatra que se torna aprendiz de Lancaster Dodd (Philip Seymour Hoffman), o fundador d'A Causa. Agora Madisen Beaty, Amy Adams, Lena Endre e Laura Dern são os nomes cotados para ocupar os principais papéis femininos, a esposa e a filha de Dodd.

The Master é um drama de época sobre a fundação de A Causa, uma organização religiosa criada por Lancaster Dodd nos anos 50 depois que ele testemunha o horror na Segunda Guerra Mundial. Inicialmente, Freddie se vê acolhido pelo carismático Dodd, mas começa a questioná-lo quando o culto ganha proporções de fervor cego.

A produtora Annapurna, de Megan Ellison, a filha de 25 anos do presidente da Oracle, Larry Ellison, aceitou bancar os US$ 35 milhões de orçamento do filme, que a Universal, inicialmente envolvida no filme, recusou bancar.

Legal, um diretor com a capacidade do Anderson parado e uma lástima.
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements


×
×
  • Create New...