Jump to content
Forum Cinema em Cena

Pra Gente Rir Um Pouco! #2


Mr. Ibanez
 Share

Recommended Posts

01- Corno Manso - Vê a mulher com outro e só balança a cabeça.

02- Corno Banana – A mulher vai embora e deixa uma penca de filhos.

03- Corno Xuxa – Não larga a mulher por causa dos baixinhos.

04- Corno Azulejo – Baixinho, quadrado e liso.

05- Corno Galo - Tem chifres até no pé.

06- Corno Arisco – Tempera para o Ricardao comer.

07- Corno Político – Só faz promessa: -Vou matar esse cara!

08- Corno Sapo – Quando vê a mulher com outro fica todo inchado.

09- Corno Dinossauro – Quando chega em casa grita: -Querida, cheguei!

10- Corno Salário – Pequeno e só comparece uma vez por mês.

11- Corno Cebola – Quando vê a mulher com outro, só chora.

12- Corno Churrasco – Bota a mão no fogo pela mulher.

13- Corno Geladeira – Leva chifre mas não esquenta.

14- Corno Ioiô – Aquele que vai e volta.

15- Corno Vingador – Aquele que pra se vingar da mulher, dá o rabo.

16- Corno Valente – Aquele que quando fica sabendo, vira fera.

17- Corno Medroso – Fica escondido esperando o Ricardao ir embora.

18- Corno Jibóia – Dorme nas pernas da mulher.

19- Corno Porco – Aquele que só come o resto.

20- Corno Morcego – Só aparece à noite para chupar.

21- Corno Abelha – Vai pra rua fazer cera e volta pra casa cheio de mel.

22- Corno Terremoto – Quando vê a mulher com outro fica tremendo.

23- Corno Brahma – Aquele que pensa que é o número 1.

24- Corno Carrapato – Vive grudado na mulher tentando evitar um chifre.

25- Corno Granja – Dá casa, comida e os outros comem.

26- Corno Coquetel – Quando vê a mulher fazendo um 69, vai pro boteco tomar uma 51.

27- Corno Parmalat – Encontra o Ricardão saindo de casa e ainda pergunta: -Comeu?

28- Corno Pai De Santo – Quando chega em casa, tem que tirar o caboclo de cima da mulher.

29- Corno Flanelinha – Fica na porta de casa admirando o carrão do Ricardão.

30- Corno Ateu – Aquele que sabe que é, mas não acredita

 

 

Tem umas boazinhas, como a 2706
Link to comment
Share on other sites

BICHAS FASHION
 <?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

Duas bichas "fashion" foram acampar às margens de um rio.
Elas caminharam alegremente com suas camisas "Armani", bermudas "Versace", mochilas "Victor Hugo" e botinhas "Calvin Klein" o dia inteiro.
Cansadas, resolveram acampar. Quando terminaram de armar a barraca (no bom sentido) já era noite e as meninas estavam E-X-A-U-S-T-A-S! (Ui!).
Resolveram, então, ir para a cama (mas separadas, pois bicha tem urticária
De bicha). Então a mais serelepe delas disse:
- Imagine!!! Com um LUUUUXO de céu estrelado desses você acha mesmo que euzinha vou dormir dentro dessa barraquinha HORROOOROOOSA, minúscula e sem graça?
A outra, preocupada:
- Mas pode ser perigoso. É melhor ficarmos juntinhas aqui mesmo.
E a corajosa disse:
- FUI !!!
Uma ficou na barraca e a outra foi dormir às margens do rio.
Durante a noite veio um jacaré enorme, MÓIINTO grande Meishmo e CRAU..., comeu a coitada da bicha inteira (gastronomicamente falando) numa única mordida, somente deixando a cabeça da alegre bicha com seu boné da "Yves Saint Laurent".
Na manhã seguinte, a bicha sensata se levanta:
- Bom dia sol, bom dia flores, bom dia natureza, aaaaaaaaiiiii.!!
E correu para ver a amiga aventureira.
Chegou pertinho do rio e viu o jacaré parado, barrigão pra cima, todo feliz, e só a cabeça da bicha pra fora da boca do animal...
Olhou, olhou e exclamou:
- GEEENTEEEEMMM!!! É UM ESCÂNDALO ESSE TEU SACO DE DORMIR DA LACOSTE!!!

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

Freira gravida

 

A freira vai ao médico:

- Doutor, tenho tido um ataque de soluço, que não me deixa viver. Não durmo, não como e dor no corpo de tanto movimento compulsivo involuntário.

- Tenha calma irmã, que vou examiná-la.

Ele a examina e diz:

- Irmã, a senhora está grávida.

A freira se levanta e sai correndo do consultório, com cara de pânico.

Uma hora depois o médico recebe uma chamada da madre superiora do convento:

- Doutor, o que o senhor disse pra irmã Carmem?

-

Cara madre superiora, como ela tinha uma forte crise de soluço, eu

disse que ela estava grávida. Espero que com o susto ela tenha parado de

soluçar!

- Sim, a irmã Carmem parou de soluçar, mas o frei Toninho arrumou as malas e fugiu e padre Paulo pulou da torre da igreja!!!

 

Link to comment
Share on other sites

Um coala estava sentado numa seringueira, curtindo um baseado..... <?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

<?:namespace prefix = v ns = "urn:schemas-microsoft-com:vml" /> att971582.jpg
Uma lagartixa passava e, olhando para cima, disse:
'E aêêê Coala...tudo belê? O que tá fazendo?'

att971583.jpg
O coala disse: 'Queimando um. Sobe aê'.
A lagartixa subiu na seringueira e sentou-se ao lado do coala, curtindo alguns baseados.
Após algum tempo, a lagartixa disse: Pô cara, minha boca tá seca, vou tomar água no rio....
A lagartixa meio desorientada se inclinou muito e caiu no rio.. Um jacaré a viu cair e nadou até ela, ajudando-a a subir na margem.

Depois ele perguntou: Qual é a sua, lagartixa? O que aconteceu? Quer morrer?

A lagartixa explicou que ela estava curtindo um baseado com o coala numa seringueira,
ficou zuadinha e caiu no rio enquanto tomava água. O jacaré, querendo verificar esta história entrou na floresta e, encontrou o coala sentado num galho, chapadão.

O jacaré olhou para cima e disse:
'Ei! Você aí em cima!'

att971584.jpg
O coala olhou para baixo e disse:

att971585.jpg

PUTA QUE PARIU, lagartixa, ce bebeu água pá karai véééio!

 

Link to comment
Share on other sites

06

 

 

 
 <?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

        Chegaram as tão esperadas pérolas anuais!!! 
     DIVIRTAM-SE.

  

 
 

 

MAIS PÉROLAS DO ÚLTIMO ENEM - EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO


 

'O sero mano tem uma missão...'


(A minha, por exemplo, é ter que ler isso!)
 

'O Euninho já provocou secas e enchentes calamitosas. .'
 

(Levei uns minutos para identificar o El Niño...) 


'O problema ainda é maior se tratando da camada Diozanio!'
 
(Dio santo!)
 

'A situação tende a piorar: o madereiros da Amazônia destroem a Mata Atlântica da região.'
 

(E além de tudo, viajam pra caramba, hein?)
 

Não preserve apenas o meio ambiente e sim todo ele.'
 

(Faz sentido)
 

'O grande problema do Rio Amazonas é a pesca dos peixes'
 

(Achei que fosse a pesca dos pássaros.)
 

'É um problema de muita gravidez.'
 

(Com certeza...se seu pai usasse camisinha, não leríamos isso!)
 

'A AIDS é transmitida pelo mosquito AIDES EGIPSIO.'
 

(Sexo com insetos???)
 

'Já está muito de difíciu de achar os pandas na Amazônia'
 

(Que pena. Também ursos e elefantes sumiram de lá)
 

'A natureza brasileira tem 500 anos e já esta quase se acabando'
 
(Foi trazida nas caravelas, certo ?)
 

'O cerumano no mesmo tempo que constrói, também destroi, pois nos temos que nos unir para realizarmos parcerias juntos.'
 
(Não conte comigo)
 

'Na verdade, nem todo desmatamento é tão ruim. Por exemplo, o do Aeds Egipte seria um bom beneficácio 
para o Brasil' 
(Vamos trocar as fumaças pelas moto-serras)
 

..... menos desmatamentos, mais florestas arborizadas. '
 

(Concordo! De florestas não arborizadas, basta o Saara!)
 


'Isso tudo é devido ao raios ultra-violentos que recebemos todo dia.' 

(Meu Deus...... Haja pára-raio!)
 

'Tudo isso colaborou com a estinção do micro-leão dourado.'
 
(Quem teria sido o fabricante? Compaq ? Apple? IBM?)
 

'Imaginem a bandeira do Brasil. O azul representa o céu , o verde representa as matas, e o amarelo o ouro. O ouro já foi roubado e as matas estão quase se indo. No dia em que roubarem nosso céu, ficaremos sem bandeira..'
 

(Caraca! Ainda bem que temos aquela faixinha onde está escrito 'Ordem e Progresso' para amarrar na testa..)
 

'.... são formados pelas bacias esferográficas.. '
 

(Imaginem as bacias da BIC.)
 

'Eu concordo em gênero e número igual.'
 

(Eu discordo!)
 

'Precisa-se começar uma reciclagem mental dos humanos, fazer uma verdadeira lavagem celebral em relação ao desmatamento, poluição e depredação de si próprio...'
 

(Putz, que droga é essa?)
 

'O serigueiro tira borracha das árvores, mas não nunca derrubam as seringas.
 

(Esse deve ter tomado uma na veia


'Vamos deixar de sermos egoistas e pensarmos um pouco mais em nos mesmos.'
 

(Que maravilha!)

 

 

'As chuvas foram fortes, mas não tivemos danos morais' 
(Se fosse o caso era só processar São Pedro)
 

Link to comment
Share on other sites

PROCURANDO os MARIDOS

Em um supermercado, duas mulheres se esbarram com seus carrinhos:

- Desculpe, mas eu estava distraída. Estou procurando o meu marido, não sei onde ele está.
- Que coincidência. Também estou procurando o meu marido!
- Mesmo? E como ele é?
- Bom, ele é Moreno, 1,88 de altura, olhos verdes, bronzeado, coxas grossas,  ombros largos e uma bundinha linda! Está usando uma calça jeans surrada e uma camiseta que realça o peito e os braços sarados.
- E o seu?

- O meu que se f......!!! Vamos procurar o seu.

 

 

 

Ótima Semana e começinho de Final de Semana!!!!!!!!!!
Lara Jolie2010-11-25 10:31:52
Link to comment
Share on other sites

O texto relata como é realmente o procedimento de uma depilação, e como as mulheres se sentem ao deixar a perereca inteiramente bonitinha, higiênica e confortável.

 

 

"Tenta sim. Vai ficar lindo."

Foi assim que decidi..

Por livre e espontânea pressão de amigas, me render à depilação na virilha.

Falaram que eu ia me sentir dez quilos mais leve.

Mas acho que pentelho não pesa tanto assim.

Disseram que meu namorado ia amar, que eu nunca mais ia querer outra coisa.

Eu imaginava que ia doer, porque elas ao menos me avisaram que isso aconteceria.

Mas não esperava que por trás disso, e bota por trás nisso, havia toda uma indústria pornô-ginecológica-estética.

- Oi, queria marcar depilação com a Penélope.

- Vai depilar o quê?

- Virilha.

- Normal ou cavada?

Parei aí. Eu lá sabia o que seria uma virilha cavada. Mas já que era pra fazer, quis fazer direito.

- Cavada mesmo.

- Amanhã, às... Deixa eu ver...13h?

- Ok. Marcado.

Chegou o dia em que perderia dez quilos. Almocei coisas leves, porque sabia lá o que me esperava, coloquei roupas bonitas, assim, pra ficar chique. Escolhi uma calcinha apresentável. E lá fui.

Assim que cheguei, Penélope estava esperando.

Moça alta, mulata, bonitona. Oba, vou ficar que nem ela, legal.

Pediu que eu a seguisse até o local onde o ritual seria realizado.

Saímos da sala de espera e logo entrei num longo corredor.

De um lado a parede e do outro, várias cortinas brancas.

Por trás delas ouvia gemidos, gritos, conversas.

Uma mistura de Calígula com O Albergue. Já senti um frio na barriga ali mesmo, sem desabotoar nem um botão. Eis que chegamos ao nosso cantinho: uma maca, cercada de cortinas.

- Querida, pode deitar.

Tirei a calça e, timidamente, fiquei lá estirada de calcinha na maca.

Mas a Penélope mal olhou pra mim.

Virou de costas e ficou de frente pra uma mesinha.

Ali estavam os aparelhos de tortura.

Vi coisas estranhas.

Uma panela, uma máquina de cortar cabelo, uma pinça.

Meu Deus, era O Albergue mesmo.

De repente ela vem com um barbante na mão.

Fingi que era natural e sabia o que ela faria com aquilo, mas fiquei surpresa quando ela passou a cordinha pelas laterais da calcinha e a amarrou bem forte.

- Quer bem cavada?

- É... é, isso.

Penélope então deixou a calcinha tampando apenas uma fina faixa da Abigail, nome carinhoso de meu órgão, esqueci de apresentar antes.

- Os pêlos estão altos demais. Vou cortar um pouco senão vai doer mais ainda.

- Ah, sim, claro.

Claro nada, não entendia porra nenhuma do que ela fazia. Mas confiei.

De repente, ela volta da mesinha de tortura com uma espátula melada de um líquido viscoso e quente (via pela fumaça).

- Pode abrir as pernas.

- Assim?

- Não, querida. Que nem borboleta, sabe? Dobra os joelhos e depois joga cada perna pra um lado.

- Arreganhada, né?

Ela riu. Que situação.

E então, Pê passou a primeira camada de cera quente em minha virilha Virgem.

Gostoso, quentinho, agradável. Até a hora de puxar.

Foi rápido e fatal.

Achei que toda a pele de meu corpo tivesse saído, que apenas minha ossada havia sobrado na maca.

Não tive coragem de olhar.

Achei que havia sangue jorrando até o teto.

Até procurei minha bolsa com os olhos, já cogitando a possibilidade de ligar para o Samu.

Tudo isso buscando me concentrar em minha expressão, para fingir que era tudo supernatural

Penélope perguntou se estava tudo bem quando me notou roxa.

Eu havia esquecido de respirar. Tinha medo de que doesse mais.

- Tudo ótimo. E você?

Ela riu de novo como quem pensa "que garota estranha".

Mas deve ter aprendido a ser simpática para manter clientes.

O processo medieval continuou.

A cada puxada eu tinha vontade de espancar Penélope.

Lembrava de minhas amigas recomendando a depilação e imaginava que era tudo uma grande sacanagem, só pra me fazer sofrer. Todas recomendam a todos porque se cansam de sofrer sozinhas.

- Quer que tire dos lábios?

- Não, eu quero só virilha, bigode não.

- Não, querida, os lábios dela aqui ó.

Não, não, pára tudo. Depilar os tais grandes lábios ? Putz, que idéia.

Mas topei. Quem está na maca tem que se lascar mesmo.

- Ah, arranca aí. Faz isso valer a pena, por favor.

Não bastasse minha condição, a depiladora do lado invade o cafofinho de Penélope e dá uma conferida na Abigail.

- Olha, tá ficando linda essa depilação.

- Menina, mas tá cheio de encravado aqui. Olha de perto.

Se tivesse sobrado algum pentelhinho, ele teria balançado com a respiração das duas.

Estavam bem perto dali.

Cerrei os olhos e pedi que fosse um pesadelo.

"Me leva daqui, Deus, me teletransporta".

Só voltei à terra quando entre uns blábláblás ouvi a palavra pinça.

- Vou dar uma pinçada aqui porque ficaram um pelinhos, tá?

- Pode pinçar, tá tudo dormente mesmo, tô sentindo nada.

Estava enganada.

Senti cada picadinha daquela pinça filha da mãe arrancar cabelinhos resistentes da pele já dolorida.

E quis matá-la. Mas mal sabia que o motivo para isso ainda estava por vir.

- Vamos ficar de lado agora?

- Hein?

- Deitar de lado pra fazer a parte cavada.

Pior não podia ficar. Obedeci à Penélope.

Deitei de ladinho e fiquei esperando novas ordens.

- Segura sua bunda aqui?

- Hein?

- Essa banda aqui de cima, puxa ela pra afastar da outra banda.

Tive vontade de chorar.

Eu não podia ver o que Pê via.

Mas ela estava de cara para ele, o olho que nada vê.

Quantos haviam visto, à luz do dia, aquela cena?

Nem minha ginecologista.

Quis chorar, gritar, peidar na cara dela, como se pudesse envenená-la.

Fiquei pensando nela acordando à noite com um pesadelo. O marido perguntaria:

- Tudo bem, Pê?

- Sim... sonhei de novo com o cu de uma cliente.

Mas de repente fui novamente trazida para a realidade.

Senti o aconchego falso da cera quente besuntando meu Twin Peaks.

Não sabia se ficava com mais medo da puxada ou com vergonha da situação.

Sei que ela deve ver mil cus por dia.

Aliás, isso até alivia minha situação.

Por que ela lembraria justamente do meu entre tantos?

E aí me veio o pensamento: peraí, mas tem cabelo lá?

Fui impedida de desfiar o questionamento.

Pê puxou a cera.

Achei que a bunda tivesse ido toda embora.

Num puxão só, Pê arrancou qualquer coisa que tivesse ali.

Com certeza não havia nem uma preguinha pra contar a história mais.

Mordia o travesseiro e grunhia ao mesmo tempo. Sons guturais, xingamentos, preces, tudo junto.

- Vira agora do outro lado.

Porra.. por que não arrancou tudo de uma vez?

Virei e segurei novamente a bandinha.

E então, piora. A broaca da salinha do lado novamente abre a cortina.

- Penélope, empresta um chumaço de algodão?

Apenas uma lágrima solitária escorreu de meus olhos.

Era dor demais, vergonha demais.

Aquilo não fazia sentido. Estava me depilando pra quem?

Ninguém ia ver o tobinha tão de perto daquele jeito.

Só mesmo Penélope. E agora a vizinha inconveniente.

- Terminamos. Pode virar que vou passar maquininha.

- Máquina de quê?!

- Pra deixar ela com o pêlo baixinho, que nem campo de futebol.

- Dói?

- Dói nada.

- Tá, passa essa merda...

- Baixa a calcinha, por favor.

Foram dois segundos de choque extremo.

Baixe a calcinha, como alguém fala isso sem antes pegar no peitinho?

Mas o choque foi substituído por uma total redenção.

Ela viu tudo, da perereca ao cu.

O que seria baixar a calcinha?

E essa parte não doeu mesmo, foi até bem agradável.

- Prontinha. Posso passar um talco?

- Pode, vai lá, deixa a barbie grisalha.

- Tá linda! Pode namorar muito agora.

Namorar...namorar... eu estava com sede de vingança.

Admito que o resultado é bonito, lisinho, sedoso.

Mas doía e incomodava demais. Queria matar minhas amigas.

Queria virar feminista, morrer peluda, protestar contra isso.

Queria fazer passeatas, criar uma lei antidepilação cavada.

 

Então rapazes, na proxima vez que verem uma ABIGAIL bonitinha por ai..

Parem, pensem, lembrem-se deste texto e CAPRICHEM!

É o minimo que vcs podem fazer pra retribuir.

Ok?

 

Link to comment
Share on other sites

Essa da depilação foi muito boa06

 

-----------------------------------------

 

Minerinnho africano

 

Um mineirinho estava no Rio de Janeiro andando na praia, pés descalços, sem camisa, aquele calção leve e sem cueca.

 

Então o mineirim olhou para o mar e não se agüentou, correu a toda velocidade e deu um mergulho.

 

Quando saiu, o calção de tecido fino, estava transparente e grudado na pele.

 

Todos na praia estavam olhando pro tamanho do documento que o mineirim

tinha. O bicho ia até pertinho do joelho. Os cariocas nunca tinham visto

coisa igual. As mulheres com um sorriso, os homens roxos de inveja,

todos só tinham olhos pro bichinho.

 

O mineirim então percebeu a situação, ficou todo envergonhado e gritou:

 

- Qui qui foi uai !!!, vão dizê qui quando oceis pula nágua fria, o pintim doceis num incóie ???!!!!

 

06

 

 

Link to comment
Share on other sites

O texto relata como é realmente o procedimento de uma depilação' date=' e como as mulheres se sentem ao deixar a perereca inteiramente bonitinha, higiênica e confortável.

...
Falaram que eu ia me sentir dez quilos mais leve.Mas acho que pentelho não pesa tanto assim.

 

... ouvia gemidos, gritos, conversas. Uma mistura de Calígula com O Albergue.

 

Senti o aconchego falso da cera quente besuntando meu Twin Peaks.

[/quote']

Ri muito  com isso... afff! 0606060606
Link to comment
Share on other sites

Falando em depilação... 

 

Depilação Íntima Masculina

Estava eu assistindo TV numa tarde de domingo, naquele horário em que não se pode inventar nada o que fazer, pois no outro dia é segunda-feira, quando minha esposa deitou ao meu lado e ficou brincando com minhas "partes".

Após alguns minutos ela veio com a seguinte idéia: Por que não depilamos seus ovinhos, assim eu poderia fazer "outras coisas" com eles.

Aquela frase foi igual um sino na minha cabeça.

Por alguns segundos fiquei imaginando o que seriam "outras coisas". Respondi que não, que doeria coisa e tal, mas ela veio com argumentos sobre as novas técnicas de depilação e eu não tive mais como negar. Concordei.

Ela me pediu que ficasse pelado enquanto buscaria os equipamentos necessários para tal feito. Fiquei olhando para TV, porém minha mente estava vagando pelas novas sensações e só acordei quando escutei o beep do microondas.

Ela voltou ao quarto com um pote de cera, uma espátula e alguns pedaços de plástico. Achei meio estranho aqueles equipamentos, mas ela estava com um ar de "dona da situação" que deixaria qualquer médico urologista sentindo-se como residente.

Fiquei tranqüilo e autorizei o restante do processo.

Pediu para que eu ficasse numa posição de quase-frango-assado e liberasse o acesso à zona do agrião.

Pegou meus ovinhos como quem pega duas bolinhas de porcelana e começou a passar cera morna. Achei aquela sensação maravilhosa!

O Sr. Pinto já estava todo "pimpão" como quem diz: "sou o próximo da fila!!"

Pelo início, fiquei imaginando quais seriam as "outras coisas" que viriam.

Após estarem completamente besuntados de cera, ela embrulhou ambos no plástico com tanto cuidado que eu achei que iria levá-los para viagem.

Fiquei imaginando onde ela teria aprendido essa técnica de prazer: Na Tailândia, na China ou pela Internet mesmo.

Porém, alguns segundos depois ela esticou o saquinho para um lado e deu um puxão repentino.

Todas as novas sensações foram trocadas por um sonoro PUTAQUEOPARIU! quase falado letra por letra.

Olhei para o plástico para ver se o couro do meu saco não tinha ficado grudado na cera.

Ela disse que ainda restaram alguns pelinhos, e que precisava passar de novo.

Respondi prontamente: Se depender de mim eles vão ficar aí para a eternidade!

Segurei o Dr. Esquerdo e o Dr. Direito em minhas respectivas mãos, como quem segura os últimos ovos da mais bela ave amazônica em extinção, e fui para o banheiro.

Sentia o coração bater nos ovos. Abri o chuveiro e foi a primeira vez que eu molho o saco antes de molhar a cabeça. Passei alguns minutos só deixando a água escorrer pelo meu corpo.

Saí do banho, mas nesses momentos de dor qualquer homem vira um bebezinho novo: faz merda atrás de merda.

Peguei meu gel pós barba com camomila "que acalma a pele", enchi as mãos e passei nos ovos...

Foi como se tivesse passado molho de pimenta!

Sentei na privada, peguei a toalha de rosto e fiquei abanando os ovos como quem abana um boxeador no 10° round. Olhei para meu pinto. Ele era tão alegrinho minutos atrás, estava tão pequeno agora que mais parecia que eu tinha saído de uma piscina 5 graus abaixo de zero.

Nesse momento minha esposa bate na porta do banheiro e perguntou o que estava acontecendo. Aquela voz antes aveludada ficou igual um carrasco mandando eu entregar o presidente da revolução.

Saí do banheiro e voltei para o quarto. Ela estava argumentado que os pelos tinham saído pelas raízes, que demorariam voltar a nascer.

"Pela espessura da pele do meu saco, meus netos irão nascer sem pelos nos ovos", respondi.

Ela pediu para olhar como estavam. Eu falei para olhar com meio metro de distância e sem tocar em nada!

Vesti a camiseta e fui dormir (somente de camiseta). Naquele momento sexo para mim seria apenas para perpetuar a espécie humana.

No outro dia pela manhã fui me arrumar para ir trabalhar. Os ovos estavam mais calmos, porém mais vermelhos que tomates maduros.

Foi estranho sentir o vento bater em lugares nunca antes visitados. Tentei colocar a cueca, mas nada feito. Procurei alguma cueca de veludo e nada. Vesti a calça mais folgada que achei no armário e fui trabalhar sem cueca mesmo.

Entrei na minha seção andando igual um cowboy cagado. Falei bom dia para todos, mas sem olhar nos olhos.

E passei o dia inteiro trabalhando em pé com receio de encostar os tomates maduros em qualquer superfície.

Resultado, certas coisas devem ser feitas somente pelas mulheres. Não adianta tentar misturar os universos masculino e feminino.

Link to comment
Share on other sites

 

Peguei meu gel pós barba com camomila "que acalma a pele"' date=' enchi as mãos e passei nos ovos...

Foi como se tivesse passado molho de pimenta!

Sentei na privada, peguei a toalha de rosto e fiquei abanando os ovos como quem abana um boxeador no 10° round. Olhei para meu pinto. Ele era tão alegrinho minutos atrás, estava tão pequeno agora que mais parecia que eu tinha saído de uma piscina 5 graus abaixo de zero.

[/quote']

...Saí do banheiro e voltei para o quarto. Ela estava argumentado que os pelos tinham saído pelas raízes' date=' que demorariam voltar a nascer.

"Pela espessura da pele do meu saco, meus netos irão nascer sem pelos nos ovos", respondi....

[/quote']

 

Essas duas sequencias foram hilarias06

 

---------------

 

 

Três amigas, uma noiva, uma casada e uma amante decidiram fazer uma

brincadeira: seduzir seus homens usando uma capa, corpete de couro,

máscara nos olhos e botas de cano alto, para depois dividir a

experiência entre elas.

 

 

 

 

 

No dia seguinte, a noiva iniciou a conversa:

 

- Quando meu namorado me viu usando o corpete de couro, botas com 12 cm

de salto e máscara sobre os olhos, me olhou intensamente e disse: 'Você é

a mulher da minha vida, eu te amo'. Fizemos amor apaixonadamente.

 

 

 

A amante contou a sua versão:

 

- Encontrei meu amante no escritório, com o equipamento completo! Quando

abri a capa, ele não disse nada, me agarrou e fizemos amor a noite

toda, na mesa, no chão, de pé, na janela, até no hall do elevador!

 

 

 

Aí a casada contou sua história:

 

- Mandei as crianças para a casa da minha mãe, dei folga pra empregada,

fiz depilação completa, as unhas, escova, passei creme no corpo inteiro,

perfume em lugares estratégicos e caprichei: capa preta, corpete de

couro, botas com salto de 15 cm , máscara sobre os olhos e um batom

vermelho que nunca tinha usado.

 

Pra incrementar, comprei uma calcinha de lycra preta com um lacinho de

cetim no ponto G. Apaguei todas as luzes da casa e deixei só velas

iluminando o ambiente. Meu marido chegou, me olhou de cima abaixo e

disse:

 

 

 

- Fala aí, Batman, cadê a janta?

 

 

 

06

 

Link to comment
Share on other sites

Nossa essa vai causar polêmica, ainda bem que só volto segunda.... 06

 

Antes quero dizer que adoro os Gaúchos, tanto que sou Grêmista.... 16 Mas não posso deixar passar essa... Sorry... 06

 

 

 

Homem brasileiro conforme a cidade ou região:

<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

 

 

O PAULISTA:

Encontra a mulher com o outro na cama e vai fazer terapia. Pó meu, num tô entendeeeendo.

 

O CARIOCA:

Encontra a mulher com o outro na cama, junta-se a eles e se diverte.

 

O MINEIRO:

Encontra a mulher com o outro na cama, mata o homem e continua casado com a mulher, exatamente como manda a TFM, Tradicional Família Mineira.

 

 

O CEARENSE:

Encontra a mulher com o outro na cama e, sendo o cabra da peste que é, mata os dois e arruma outra no dia seguinte.

 

O GOIANO:

Encontra a mulher com o outro na cama, entra em depressão, pega a viola e vai para rua à procura de outro corno pra montar mais uma dupla sertaneja.

 

O BAIANO:

Encontra a mulher com o outro na cama, vai sentar na sala até que os dois terminem o que estão fazendo, pra ele poder dormir um pouco.

 

O BRASILIENSE:

Sempre que pega a mulher com outro na cama, de raiva vai para o Congresso e inventa mais um imposto.

 

O CURITIBANO:

Quando pega a mulher com outro na cama, não faz nada, pois curitibano não fala com estranhos.

 

O CUIABENSE:

quando pega a mulher com outro na cama, agradece a Deus, pois vê que não é só ele que pega mulher feia.

 

O GAÚCHO:

Encontra a mulher com o outro na cama e, ao contrário do mineiro, mata a mulher fica com o marmanjo só pra ele.

 

 

 

O CATARINENSE:

Mulher de Santa Catarina não vai pra cama com outro, porque está muito  satisfeita com o homem que tem.

 

lollollollollollol

 
Link to comment
Share on other sites

Jesus chama os seus discípulos e apóstolos para uma reunião de emergência, devido ao alto consumo de drogas na Terra. Depois de muito pensar, chegam à conclusão de que a melhor maneira de combater a situação e resolvê-la definitivamente era provar a droga eles mesmos e depois tomar as medidas adequadas. Decide-se que uma comissão de discípulos desça ao mundo e recolha diferentes drogas. Efetua-se a operação secreta e dois dias depois começam a regressar os emissários.
Jesus espera à porta do céu, quando chega o primeiro servo:

- Quem é?
- Sou Paulo. Jesus abre a porta.
- E o que trazes, Paulo?
- Trago haxixe de Marrocos.
- Muito bem, filho. Entra.
- Quem é?
- Sou Pedro. Jesus abre a porta.
- E o que trazes, Pedro?
- Trago maconha do Brasil.
- Muito bem, filho. Entra.
- Quem é?
- Sou Tiago. E o que trazes, Tiago?
- Trago Lança perfume da Argentina.
- Entra.
- Quem é?
- Sou Marcos. E o que trazes, Marcos?
- Trago marijuana da Colômbia.
- Muito bem, filho. Entra.
- Quem é?
- Sou Mateus. E o que trazes, Mateus?
- Trago cocaína da Bolívia.
- Muito bem, filho. Entra.
- Quem é?
- Sou João. Jesus abre a porta e pergunta de novo:
- E tu, o que trazes, João?
- Trago crack de Nova Iorque.
- Muito bem, filho. Entra.
- Quem é?
- Sou Lucas. E o que trazes, Lucas?
- Trago speeds de Amsterdam.
- Muito bem, filho. Entra.
- Quem é?
- Sou Judas. Jesus abre a porta.
- E tu, o que trazes, Judas?
- POLICIA FEDERAL!!! TODO MUNDO NA PAREDE, MÃO NA CABEÇA! ENCOSTA AÍ, CABELUDO!
A CASA CAIU, A FIRMA FECHOU!

Link to comment
Share on other sites

Vingança

 

 

        Num banquete, botaram um padre sentado ao lado de um rabino.

 

       O padre, querendo gozar o rabino, enche o prato com pedaços de um suculento leitão e depois oferece para o 'colega'.     

      O rabino recusa, dizendo: - Muito obrigado, mas... não sabe que a minha religião não permite a carne de porco?

       - Noooossa! Que religião esquisita! Comer leitão é uma delííícia! Comenta o padre com ironia.

       Na hora da despedida, o rabino chega e diz para o padre:

      - Mande minhas recomendações a sua mulher!

       E o padre, horrorizado:

       - Minha mulher? Não sabe que a minha religião não permite casamento de sacerdotes?

       - Noooossa! Que religião esquisita! Comer mulher é uma delííícia!!!.... mas, se você prefere leitão... Fazer o quê!

Link to comment
Share on other sites

Para relembrar:

 

PROVÉRBIOS NERDS...

 

1. A pressa é inimiga da conexão.
2. Amigos, amigos, passwords à parte.
3. Antes só do que em chats de merda.
4. A arquivo dado não se olha o formato.

5. Diz-me que forum frequentas dir-te-ei quem és.
6. Para bom entendedor uma pass basta.
7. Não adianta chorar sobre arquivo apagado.
8. Em briga de e-namorados não se mete o rato
9. Em terra off-line, quem tem um 486 é rei.
10. Hacker que ladra não morde.

11. Mais vale um arquivo no HD do que dois a baixar.
12. Rato sujo limpa-se em casa.
13. Melhor prevenir do que formatar.
14. O barato sai caro. E lento.
15. Quando a esmola é demais, o santo desconfia que tem vírus em anexo. <?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 


16. Quando um não quer, dois não teclam…
17. Quem ama um 486, Pentium 5 lhe parece.
18. Quem clica seus males multiplica.
19. Quem com vírus infecta, com vírus será infectado.
20. Quem envia o que quer, recebe o que não quer.

 


21. Quem não tem banda larga caça com modem.
22. Quem nunca errou que aperte a primeira tecla.
23. Quem semeia e-mails colhe spams.
24. Quem tem dedo vai a Roma.com
25. Um é pouco, dois é bom, três é chat ou lista virtual.




26. Vão-se os arquivos, ficam os back-ups.
27. Diz-me que computador tens e dir-te-ei quem és.
28. Há dois tipos de pessoas na informática. Os que perderam o HD e os que ainda vão perdê-lo…
29. Uma impressora disse para outra: Essa folha é sua ou é impressão minha.
30. Aluno de informática não cola, faz backup.
31. O problema do computador é o USB (User Super Burro).
32. Na informática nada se perde, nada se cria.. Tudo se copia… E depois cola-se.

Link to comment
Share on other sites

 

 

       - Noooossa! Que religião esquisita! Comer mulher é uma delííícia!!!.... mas, se você prefere leitão... Fazer o quê!

[/quote']

 

 

 

 

 

29. Uma impressora disse para outra: Essa folha é sua ou é impressão minha.

 

31. O problema do computador é o USB (User Super Burro).

[/quote']

 

Muito boas06

 

------------

 

O Mineirin, o coroner e a loção

 

Em

tempos de eleição, dois candidatos mineiros adversários, um da cidade -

o "Coroné", e outro da roça - o caipira "Mineirim", se encontram

inadvertidamente na mesma barbearia.

 

 

Lá, sentados lado a lado, não se falou palavra alguma. Pairava silêncio absoluto, sepulcral.

 

 

 

O engraxate nem pensou em se oferecer para lustrar os calçados daqueles clientes para evitar quem seria o primeiro.

 

 

 

Os barbeiros temiam iniciar qualquer conversa, pois poderia descambar para discussão.

 

 

 

O "Coroné" valentão só andava armado e era metido a machão.

 

 

 

O "Mineirim" homem simples da roça, não levava desaforo prá casa e ainda gostava de cutucar o desafeto.

 

 

 

Os barbeiros espertos terminaram de fazer as barbas de seus clientes ao mesmo tempo.

 

 

 

Assim que terminaram a barba o primeiro barbeiro pegou a loção pós-barba e ofereceu ao "Coroné".

 

 

 

Foi interrompido rispidamente por seu cliente:

 

 

 

- Não quero não. A minha esposa vai sentir o cheiro dessa coisa e pensar que eu estava na zona.

 

 

 

O segundo barbeiro virou-se para o "Mineirim":

 

 

 

- E o senhor, deseja passar a loção?

 

 

 

- Uai, popassá sô! A minha muié num sabe mesmo como é cheiro de zona...

06

J.McClane2010-12-14 17:27:23

Link to comment
Share on other sites

Lau, a sua me lembrou outra herege:

 

 

O bebado e o papa

 

Num ônibus, um padre senta-se ao lado de um bêbado que, com dificuldade, lê o jornal.
De repente, com a voz 'empastada', o bêbado pergunta ao padre:

- O senhor sabe o que é artrite? 


O padre pensa logo em aproveitar a oportunidade para dar um sermão ao bêbado e responde:

- É uma doença provocada pela vida pecaminosa e sem regras: excesso de consumo de álcool,  mulheres perdidas, promiscuidade, sexo, farras e outras coisas que nem ouso dizer...

O bêbado arregalou os olhos e continuou lendo o jornal.  
Pouco depois o padre, achando que tinha sido muito duro com o bêbado, tenta amenizar:


- Há quanto tempo é que o senhor está com artrite?

- Eu???... Eu não tenho artrite!... Diz o jornal que quem tem é o Papa !
Link to comment
Share on other sites

 

Shy, eu também adoro piada de bebados, mas as preferidas são de loiras. 06

 

 

Sessão de terapia de grupo.

O terapeuta pede que cada um se apresente, diga o que é, e comente  porque :


O primeiro diz:
- Me chamo Francisco, sou médico porque me agrada tratar da saúde e cuidar das pessoas.


O segundo se apresenta:
- Me chamo Angelo. Sou arquiteto porque me preocupa a qualidade de vida das pessoas e como vivem.


 A terceira fala:
- Meu nome é Maria e sou lésbica.
Sou lésbica porque adoro peitos e bundas femininas e fico louca só de pensar em fazer sexo com mulheres.


O quarto, um mineirinho diz:
- Sô Tunico, e inté gorinha achava qui era pedrero, mas cabei de discubrí qui sô é lésbica

 
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

×
×
  • Create New...