Jump to content
Forum Cinema em Cena

Comunismo e a Problemática Humana


Olórin-o Ainur
 Share

Recommended Posts

 

Dei uma procurada pelas páginas aqui na Geral e não achei um tópico para o tema.Há o tópico “Capitalismo x Socialismo”,mas eu quero ir mais longe,se me permitem, no assunto.Entrarmos na questão da problemática humana que,segundo insistem ,o homem é de natureza política.Se fosse(não estou dizendo que não é),deveria ter sanado por completo aquilo que faz a gente ficar preocupado todos os dias,ou melhor,não deveria existir problemas crônicos.Perguntamos quando Bush irá se declarar o novo Caio Augusto do Império Capitalista(versão bem caricata e tirânica).Ou quando o presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad exibirá sua camiseta com a foto de Hitler por baixo no terno,ou ainda,quanto tempo falta para que todos os condenados à morte na África morram..


Então,como sei que a grande maioria não suporta nem ouvir a palavra comunismo,gostaria que pelo menos vcs tentassem discutir sobre isso e muitas coisas que não foram discutidas ainda,em nenhum tópico que tenha a política como assunto.Baseamo-nos na história de um sistema que foi supostamente empregado na prática para estruturarmos e expormos nossas idéias e conclusões,mas ,por que não tentamos derrubar os paradigmas que cercam nossas aversões a um sistema político?Para mim,apenas o que é colocado(ou foi tentado colocar)em prática de um sistema político(no caso os ideais comunistas) não contam,mas sim avaliarmos qual o tempo e condição propícios para se aplicar na prática uma teoria.O fato de a humanidade em toda a sua história ter existido e muitas vezes subexistido através de um comunismo primitivo,não significaria necessariamente que usar do comunismo num tempo futuro,seja um retrocesso depois da supremacia capitalista que,embora tenha trazido enormes avanços tecnológicos e,por meio dela,praticamente todos os setores tenham se desenvolvido,ainda assim,a desigualdade não é menor.Há sempre um padrão de desigualdade ..acontece de um ou outro país avançar alguns degraus,mas geralmente,o cenário é sempre o mesmo,com as mesmas diferenças:Classe privilegiada nunca deixará de ser privilegiada.

Os excluídos conseguirão reverter de que forma a situação?Se nem existe intervenção conjunta para isso?Acontece apenas do Capitalismo enriquecer ainda mais quem já estava rico e os pobres continuarem os mesmos. Quando(se acontecer) sanarmos todos os problemas de ordem social,e não houver mais necessidade alguma de se enriquecer ou tratar de questões envolvendo interesses de se obter riquezas naturais de outros,talvez,as pessoas entrem num novo tipo de consciência e,quem sabe,automaticamente o comunismo passe configurar da forma que foi teorizada,e colocada em prática por uma consciência perfeita(ou quase isso) .Ainda precisamos entender como o homem é contraditório ,já que desde quando se conhece por gente se encontra nadando em desigualdades e,atualmente,já bastante evoluídoem comparação aos primórdios,continua ainda imerso nesse problema,Aí vem um gênio e toca no assunto da corrupção e da má-distribuição : má e corrupção : essas duas palavras significam que ainda não atingimos a evolução superior da Sociedade,exposto por Marx.O Capitalismo infelizmente não vai levar o homem à Evolução Superior da Humanidade,por questão de interesse de uma classe,que exclui ,voluntária ou involuntariamente, os miseráveis,coisa que o Socialismo e posteriormente o Comunismo buscaria eliminar,com uma Sociedade igualitária e de harmonia.Este tópico serve para que possamos discutir mais amplamente da dificuldade de fazer da teoria,uma correta prática política, relacionando-a à complexidade da problemática do homem,muitas vezes contraditório em adotar uma ideologia quando,na prática,toma partido de outra ou acrescenta ideologias que contradizem uma teoria.Muitas pessoas acham que Stalin,por exemplo, seguia os ideais comunistas,mas foi diferente:começou distorcendo ao implantar a política do "socialismo num só país", oposta ao princípio marxista do internacionalismo proletário.Mas não foi só isso,como sabemos!Ele distorceu a essência por convicções próprias,por egoísmo(cerca de 10 milhões morreram não sob o verdadeiro comunismo,mas sob a tirania de um bárbaro,não diferente de um Rei bárbaro cruel) e mal caráter,acabando sendo realmente o maior culpado pela mancha de sangue que está estampado na bandeira comunista.Mao Tse-Tung tb sempre é lembrado por causa de sua filosofia contida no Livrinho Vermelho,que acarretou todo tipo de excessos,entre os principais a destruição do trabalho intelectual de toda uma geração.


E,então,a coisa é tão simples assim?É negar que o comunismo seja um sistema teoricamente mais justo entre todos ou atacá-lo não pela essência encontrada na teoria,mas pelo que um governo(ou um homem) imperfeito,tirânico e monstruoso fez, supostamente representando esse sistema?Simplificando:comunismo é para pessoas corretas!Desafio uma pessoa a discordar da moral do espírito comunista.


E a questão da evolução humana não seria peça fundamental numa análise geral?Todos sabem que,para que se pudesse aplicar o comunismo,teria de haver um enfraquecimento do Capitalismo.Então,será que os ideais comunistas não foram trazidos à realidade muito cedo?Talvez a precocidade do tempo tenha sido o maior adversário do sistema comunista.Geralmente é normal relacionar totalitarismo e seus atos opressivos como se fossem os únicos meios de se conseguir atingir o objetivo proposto no espírito comunista.O problema do comunismo se encerra na questão da evolução.Não somos evoluídos para entender e por em prática aquilo que foi proposto por Marx.Vale separar o comunismo primitivo do exposto por Marx.


O sistema supostamente comunista da era de Stalin, que empregou o terror para atingir seus fins, produziu uma das maiores tragédias em massa do século XX e demonstrou que a experiência do SEU totalitarismo (e não do ideal comunista) conteve em seu bojo um componente de irracionalidade que contrariou os próprios objetivos do comunismo, pseudo-representado por um maluco doente.Existe um nome para explicar o problema de uma teoria quando posta em prática: contradição!Consequentemente,não há aplicação em seu verdadeiro sentido,mas sim a inversão e deformação inerente ao caráter de um líder como Stalin.


É nessas reflexões que realmente vemos que a tal Evolução para que se chegue à igualdade é um sonho!Há divergências intolerantes de opiniões,de crença,de princípios,sem contar que um dos maiores problemas(senão o maior) diz respeito aos interesses na política que nunca deixarão de ser de uma parte e não de um todo.Isso tudo são barreiras inúteis para chegar aonde é preciso chegar.

Olórin,o Ainur2006-5-29 19:47:52
Link to comment
Share on other sites

  • Replies 81
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

O comunismo é uma utopia. De fato, é lindo no papel, o problema é que na prática não funciona, o ser humano não está preparado pra isso, e provavelmente nunca estará. O poder sempre sobe a cabeça, vide Mao Tse-Tung, Fidel Castro e Stalin. O próprio povo acaba por nao aceitar o comunismo, é instintivo o ser humano desejar sempre mais e mais, por isso o capitalismo, apesar das desigualdades sociais que provoca, é, pelo menos por enquanto, o sistema predominante.Só para se ter uma idéia: Fidel Castro tem uma fortuna pessoal maior que a rainha da Inglaterra! Hipocrisia o cara se dizer comunista e ter essa fortuna enquanto o povo nao tem nada.
Só para citar um exemplo que me veio a mente: Oscar Niemeyer, comunista declarado, podre de rico.
O comunismo é ótimo para os outros, mas quem abre mão da própria fortuna?

 

Link to comment
Share on other sites

A democracia tb é uma utopia...

 

Discordo. Em países como o Brasil talvez seja, mas a democracia nao é uma utopia em países como a Suiça, só para citar um exemplo. O problema é que para a democracia funcionar são necessários diversos fatores sociais e econômicos que pouquíssimos países do mundo tem. Com isso chegamos a conclusão: Se a democracia e o comunismo aqui em nosso país são utópicos qual sistema deve ser imposto? Uma ditadura?

Link to comment
Share on other sites

Não acho o comunismo uma simples utopia. Mas mais do que tudo, uma posição invejosa. É exatamente o contrário daquilo que é pregado, o comunismo é algo egoísta. Pois mais do que se preocupar em melhorar as condições de vida em geral, se preocupa, em primeiro lugar, em fazer todos os homens iguais - que é exatamente rebaixando todos a uma linha padrão.

Não é a preocupação com o bem-estar dos pobres, e sim a cobiça e inveja daqueles que estão em melhores condições que nós. Não estou falando que não é válido, pois na medida em que representa um interesse de um conjunto de pessoas,  que pensando racionalmente na melhor condição do seu grupo ou nele mesmo,  vai lutar por isto. É legítimo. Mas tem a mesma essência egoísta dos outros modelos.

Link to comment
Share on other sites

O comunismo é uma utopia. De fato' date=' é lindo no papel, o problema é que na prática não funciona, o ser humano não está preparado pra isso, e provavelmente nunca estará. O poder sempre sobe a cabeça, vide Mao Tse-Tung, Fidel Castro e Stalin. O próprio povo acaba por nao aceitar o comunismo, é instintivo o ser humano desejar sempre mais e mais, por isso o capitalismo, apesar das desigualdades sociais que provoca, é, pelo menos por enquanto, o sistema predominante.Só para se ter uma idéia: Fidel Castro tem uma fortuna pessoal maior que a rainha da Inglaterra! Hipocrisia o cara se dizer comunista e ter essa fortuna enquanto o povo nao tem nada.
Só para citar um exemplo que me veio a mente: Oscar Niemeyer, comunista declarado, podre de rico.
O comunismo é ótimo para os outros, mas quem abre mão da própria fortuna?[/quote']

Concordo totalmente com você. smiley32.gif Nem uma vírgula a acrescentar.

Melhor pensar em um sistema viável que dê a todos a oportunidade de prosperar.

 

Link to comment
Share on other sites

Minha realidade é Brasil' date=' não a Suiça, um país do tamanho do estado de SP, portanto muito mais fácil de se governar.[/quote']

Então já que a democracia é uma utopia para o Brasil (fato que eu concordo), seria a ditadura a melhor saída?

Depende do ponto de vista... Conheço gente que reza para que os militares voltem...

Ademais, não estou trabalhando com 'a melhor saída', estou simplesmente constatando um fato.

Link to comment
Share on other sites

Este tópico não vai durar muito,como o comunismo!smiley36.gif

O tópico foi contaminado com as utopias....um tópico utópico,acaba sendo impossível de existir ...rsrs

Acho que chegamos em um época em que já se esgotaram quase todas as discussões sobre as nuances dos sistemas,suas variabilidades.Já sabemos como funciona uma estrutura governamentalO  funcionamento do Capitalismo não é novidade para ninguém mais,bem  como funcionamento do do Comunismo na URSS e os países europeus que adotaram uma política social-democrática.De qualquer jeito,a riqueza desses assuntos nunca será diminuída,e serve,tb,para que vez ou outra possamos reafirmar  nossas posições,seja alguns adeptos de esquerda e outros de direita,mas que todos pelo menos tenham algo em comum: que coíbam qualquer foco de fanatismo que nasça em qualquer discussão ou  “pregação”!

 <?:NAMESPACE PREFIX = O />

Só tenho “algumas” considerações finais  a fazer(antes de eu colocar um texto retirado do Talmude).É mais um reforço daquilo que eu já disse anteriormente.

 

Utopia,é um consenso atualmente.

 

Talvez Vladimir Ilitch Ulianov(mais conhecido como Lenin) tenha sido a melhor tentativa do comunismo.Se tivéssemos dois Lenins ao invés de um Lenin e um Stalin,quem sabe nem estaríamos aqui para discutir sobre a mancha de sangue e opressão causado pela fraqueza humana ainda em nível não avançado de desenvolvimento.Tudo bem,Lenin achou que somente com a revolta armada é que seria possível  buscar a justiça,mas,o homem sempre usou desses meios para erguer uma civilização ou buscar seus direitos.Por mais inaceitável que seja a violência,não há como evitá-la,pois não será pedindo por favor que cederão às reivindicações dos excluídos,dos doentes,dos famintos,enfim,dos marginalizados.Se bem que,demonstro contradição quando sou favorável aos idéais marxistas mas justamente contra a revolta armada,pelo menos em tempos atuais.Os miseráveis não encontram mais um Lenin ou um Ernesto Che Guevara por aí para ajuda-los a acreditar!

 

Competir nessas circunstâncias onde a preocupação do  capital(no sentido restrito à classe dominante em se manter) domina a política mundial e não a questão social como principal meta da humanidade,fica praticamente um ambiente incipiente para  vermos surgir algo que interfira nesse mar de lama sem fim das desigualdades. Não é só a África e os  países da América do Sul.Há ainda o Oriente médio com a política baseada nas ideologias terroristas  ou senão,hostis.Há ainda a Índia,com o problema do sistema de castas que só agrava o problema existente.Aplicar o comunismo nesses tempos não  resolveria alguma coisa,porque não há ambiente e evolução humana para isso.China e Cuba estão aí(mesmo que indignamente sob o espírito comunista),parecendo o exército espartano de Leônidas junto ao desfiladeiro das Termópilas contra o gigante exército persa(Capitalismo)..

 

Acho desanimador falarem: “Esqueçam o comunismo,não deu certo”. Estamos num período em que o medo do novo,o medo de se abrir à novas idéias e de fazer uma reflexão séria, definitiva e estabelecê-la  sobre o que vale mais a pena nessa vida,ainda não acabou,e sabemos como a política não consegue se ver livre de superstições...e,acima de tudo, está pra lá de  ser moralizada,enquanto isso,o comunismo deu errado,por ainda as pessoas  se encontrarem nadando no materialismo vai saber...apenas vagas e tolas hipóteses..Não falo que concordo com o comunismo da União Soviética que ganhou espaço entre os principais acontecimentos e estudos sobre política no aspecto negativo através de Josef Stalin e Gorbatchev,mas aquele que podemos pensar na hipótese de ser  implantado daqui a 50 anos ou o dobro disso,quem sabe...onde a humanidade já tenha resolvido a complexa equação da estupidez humana.

 

A  estupidez política é universal e não privilégio  do totalitarismo,do Capitalismo,do Stalinismo,da Cuba de Fidel,das inacreditáveis e absurdas desordens na África,da China,das Coréias que ainda hoje mantem a sombra da Guerra Fria.

 

O exército de Bush foi lá dar um passeio no Iraque para somente mostrar quem é que manda;exibicionismo nojento.Hitler foi insuperável quanto à estupidez de acreditar na “raça ariana” como a que deveria reinar no mundo porque era a melhor,mais inteligente ,forte e,acima de tudo “pura”.Stalin....bem,tem a mesma deformidade e incorreção de caráter dos outros!..Se mata por causa disso ou daquilo.E desde o Nazismo de Hitler e o Fascismo de Mussolini até o sistema aparentemente mais justo e “pacífico”,nada satisfaz como deveria uma Sociedade;os países entram em Guerra Mundial não porque há gente morrendo de fome,não por causa dos massacres em nome da religião ou das desigualdades...entram em Guerra para disputar território,supremacia,aliar-se a um determinado país que tem os mesmos interesses e assim dividir entre si territórios e pôr fim aos cancêres que se opõem a eles e por aí vai...,senão,acontece uma guerra dentro de um mesmo território,por ideologias e interesses diversos,ou por um grupo criminoso ..da na mesma..o animalismo está prevalecendo cada vez mais..No julgamento humano(livre da política) é tudo a mesma porcaria.Fazendo uma analogia simplória,não se leva em consideração quantas vezes um homem traiu a sua mulher ou vice-versa,mas se traiu já é motivo de reprovação,logo,acontece a mesma coisa na política: não é a quantidade de traições que o político comete contra o povo que influirá no julgamento,mas sim uma só atitude negativa e comprometedora,e o povo deixa de ser enganado com falácias,com diplomacias,com enganadores e  simbólicos  perdões parciais da Dívida de países com condições subumanas de vida.Estruturar uma saída para muitos problemas existentes nacional e mundialmente  aqueles  que não exercem um cargo político o fazem todos os dias,mas,todo o problema está comprimido no primitivo do instinto ou seja lá o que for inerente ao homem, de somente brigar,matar,roubar,corromper,mentir,ambicionar,destruir.

 

 

O grande exemplo da essência comunista num sentido mais amplo se encontra no Novo Testamento,entre os cristãos que dividiam as riquezas segundo as necessidades de cada um: “Todos os fiéis, unidos, tinham tudo em comum; vendiam suas propriedades e seus bens e dividiam o preço entre todos, segundo as necessidades de cada um”( nota-se que não se trata de apenas excluir as classes,mas fazer um pacto,uma união universal permanente).Por justamente a mentalidade do mundo contemporâneo  ver escasso a razão e espírito cristãos(o espírito antes da supremacia e intolerância da Igreja Católica durante a Idade Média) de partilhar os bens,há de se aceitar e reconhecer que um sistema assim geraria desconfiança e certamente correria riscos de ser distorcida ,manipulada.Não falo em hipótese alguma  que somente o exemplo cristão primitivo seria a justiça e cura social por excelência,tem tb outras filosofias orientais,cujo maior exemplo  é a budista, filosofia essa  acusa que a posse de bens faz o homem ficar aprisionado e ter a liberdade perturbada consciente ou inconscientemente.Essas duas são os maiores exemplos.O problema é o dinheiro?Não,mas sim a “educação” capitalista imposta à Sociedade,que a faz lutar pelo dinheiro,para sobreviver.Quem não luta em primeiro lugar para se adequar à realidade do Capitalismo,sofre.As pessoas não têm escolha....isso é que é imperialismo!

Link to comment
Share on other sites

Como isso aqui não vai continuar mesmo,porque já é um assunto desacreditado e todos já nos conformamos com a supremacia daqueles que não irão abrir mão daquilo que já conquistaram até aqui....

 

Comparar o Capitalismo(mesmo sendo empregado sob sistema econômico) com o socialismo,porque um é melhor por causa dos números do desenvolvimento,ou que outro é pior pelo massacre de milhares e sublevações é ignorar os  duvidosos valores  do homem, eternamente impregnado de materialismo e frivolidade.Ninguém parece saber qual o conceito de valor para o ser humano: se o valor é o do dinheiro ou a da justiça social.Justiça social não se faz pensando em enriquecer,mas em distribuir o que tem em primeiro lugar.O Capitalismo poderia a partir de hoje,deixar de existir que isso não seria problema,caso o homem fosse correto,sem ambições. O dono dos meios de produção é livre para empregar seu capital no setor produtivo que mais lhe convier. Assim, a produção não atende às necessidades sociais, mas ao interesse do capitalista em obter o maior lucro.<?:NAMESPACE PREFIX = O />

 

 Imaginado que o sistema comunista fosse somente aplicável numa humanidade evoluída,é de se entender as queixas,revoltas e bombardeios que recaem sobre o referido sistema.Enquanto a humanidade não superar seus próprios limites quanto ao pensamento sobre o que é realmente necessário para se viver feliz,o comunismo nunca será aceito.Vemos hoje como a China se inibi por não aderir  ao espírito do capitalismo,mesmo que tenha praticado uma política econômica mais liberal, de abertura ao Ocidente.Acho que o maior problema do comunismo é não achar brechas para conviver com a democracia...acho que seria necessário encontrar um método de coexistência entre o espírito comunista e o da democracia.Na prática as gestões de cunho comunista não respeitaram a liberdade dos cidadãos,por terem se separado ou sofrido metamorfoses dos princípios que adotaram de início,com a imposição de regras a serem respeitadas sem possibilidade de contrariá-las ,livre e incontidamente se necessário,o que seria uma atitude a ser considerada por aqueles que supostamente desejavam fazer a justiça para o povo.Aí o problema reside nos extremos.Se existe uma coisa mais importante que qualquer política que beneficie o povo é, antes, a total liberdade de expressão e participação daqueles que formam uma nação.

 

Todo mundo fala que o socialismo é o maior exemplo de controle forçado e escravidão..O Capitalismo faz o mesmo..,de um outro jeito mas faz,e não é menos prejudicial.O Capitalismo Imperialista pode a qualquer hora usar da força ainda mais terrível  do que qualquer ação stalinista ou hitlersita foi capaz,para atingir seus objetivos ,porque tem força de sobra.

A democracia não existiu em todo o contraditório governo da URSS,mas tb não existe na aparente democracia capitalista. A democracia em países como EUA e Brasil,não serve mais que um símbolo.Alguém já viu o povo intervir na ação militar-terrorista de Bush?Ou o povo brasileiro ser ouvido para que pusessem na cadeia todos os envolvidos no mensalão?(inclusive pedir o impeachment do presidente,se realmente ele tivesse(ou teve) participação crucial nessa corrupção vergonhosa).Nós só parecemos exercer o poder que nos é conferido pela democracia quando chega a hora do voto,mas mesmo assim,não há garantia de nada.Há possibilidade de um regime militar voltar,quem garante que no Brasil isso não volte?Já vi gente querendo a volta do militarismo ,argumentando que,quando esse regime vigorava,o índice de violência era baixo.Que belo argumento...pff..

 

 Manter indelével um posicionamento político favorável à configuração do capitalismo, não resolve o problema do outro,mas só ajuda a fortalecer cassinos financeiros(termo do Jabor) e aqueles que já nasceram com certa predestinação(aqueles em que se encontra a genealogia com um histórico de boa vida,que não veio de baixo desde gerações e gerações),e isso não faz girar a roda do desenvolvimento e justiça para(e somente para o fim a que a política se destina) o bem-estar geral.

 

O mundo precisa acreditar numa  sociedade igualitária...mesmo que na prática esteja pra lá de impossível de acontecer.Não acontecerá na nossa geração,nem na próxima.Mas,não gosto de viver conformado com um pingo de desigualdade,e isso não confundam com ingenuidade!Sempre houve desigualdade,desde a época em que o chefe de um bando primitivo  disputava a carne podre para sobreviver,e o mais fraco morria sempre jovem,enquanto que o mais bem alimentado e que caçava,sobrevivia naquele ambiente primitivo dos homens  Neandertais ou mesmo os de períodos anteriores.Mas se estamos evoluindo ,desde o aparecimento da linguagem,da agricultura,do comércio,das organizações políticas que serviriam para dar segurança e ordem a uma civilização,por que as desigualdades continuam?Contradição!A igualdade deveria caminhar no mesmo ritmo que a evolução humana,mas se há desigualdade,significa que o homem não evoluiu de verdade,senão no que diz respeito ao poder,ao TER,ao DESEJAR para si. Na política existem blocos,logicamente para separar e não para ajuntar:por isso,vemos divisão e desigualdade ao invés de união e igualdade.Hoje em dia existem blocos,como houve no tempo que perdurou por mais de meio século entre o bloco representado pelos  EUA  e o bloco representado pela União Soviética.Hoje só deixou de existir a bipolaridade quanto aos sistemas,mas as diferenças de classes continuam :ricos de um lado,pobres e miseráveis de outro.Da na mesma...a parede ainda existe,um muro de Berlim em um outro contexto,invisível e mascarado,que assim como o verdadeiro muro,um dos símbolos da Guerra Fria,há um muro atualmente que separa,de um lado,o mesmo EUA,mas de outro,não os inimigos soviéticos,mas o terrorismo cada vez maior(sempre com os americanos envolvidos direta ou indiretamente),os protestos de um número expressivo de cidadãos comuns e de  artistas que se engajam em um número espantoso em prol dos oprimidos,e principalmente contra a Guerra imposta por Bush,e por fim,aqueles países que lutam para saírem do jugo da pobreza..

 

Tudo bem que eu falo,falo,falo...inconformismo puro!Não sou formado em economia,em ciências políticas,mas constantemente eu leio e ouço isso e aquilo em jornais,tvs,sites de jornais internacionais,colunas de homens dotados de conhecimento na área e nem preciso pensar muito,porque senão os políticos podem me fazer de idiota,tentando me convencer disso ou daquilo,que amanhã os poderosos estarão em conjunto liberando bilhões e reformando o governo Africano.Que os EUA não serão medíocres ao exigirem que alguns países adotem o tratado da Não-proliferação nuclear enquanto que os próprios americanos se recusam a assiná-lo.Que no Brasil não irão mais  absolver envolvidos com a merda do mensalão..Não quero colocar o joelho para apoiar o cotovelo,e botar as minhas mãos no queixo, levantando a cabeça levemente a sonhar,quero que os políticos façam acontecer.

 

 

Claro,só igualdade social não constrói o ser humano de bem, “prestável.É preciso a educação da família e tb a educação boa através de escolas .O ruim disso tudo é que,quem não tem dinheiro pra pagar uma boa escola particular,deve se conformar com a falida escola pública,com raras exceções(afirmar que 100% das Escolas Públicas é ruim seria uma generalização).E a família,base imprescindível para formar um ser humano correto,pacífico e justo,muitas vezes é desestruturada,sendo o histórico dela ausente de correção, deixada de ser passada de pais para filhos;esse problema vai sendo empurrado de geração em geração.Pobreza e falta de presença dos pais na educação não necessariamente formam assassinos e outros bandidos,por isso mesmo,nunca devemos deixar de considerar o meio corrupto,imoral e irresponsável de um governo,que afeta direta e indiretamente qualquer cidadão,porque se um governo não se sente seguro(a gente nota),não cria projetos eficientes para sanar problemas educacionais, econômicos e de uma forma geral os sociais,além de não arriscar reformar a constituição quando passam-se décadas no atraso com relação ao resto do mundo,corre-se o risco de influir de uma maneira muito negativa no emocional de uma população. Cria-se,se não no consciente, no subconsciente da pessoa a mesma falta de segurança do governo, e isso,com certeza,prejudica de algum modo o comportamento social ou mesmo o próprio bem-estar,a não ser que a pessoa encontre salvação e conforto numa outra esfera,numa vivência mais desligada do mundo,partindo para o espiritual,ou nas Artes,enfim,em todo tipo de exercício artístico,dos sentidos...,sem se ligar muito a esse lado concreto de se viver.A Arte é uma expressão e uma manifestação sempre intocável e legítima de um ser humano...ela não corrompe o homem,não comete injustiças sociais e não aprisiona o espírito e pode,inclusive,servir como meio de denúncia,protesto e revolta contra o sistema.Que amemos sempre as Artes e execremos a política!

 Bem,cansei de escrever,pelo menos sobre política.Não tenho muito o que discutir sobre o que vcs até aqui colocaram(inclusive em outros tópicos afins),já que não há nada que me tenha chamado a atenção,que me fizesse crer que fosse necessário uma reavaliação daquilo em que acredito,das falhas e injustiças que percebo na política.Mas devo sim reconhecer que não tenho o maior conhecimento sobre o assunto,e certamente tenho pouco a ensinar e muito a aprender,,mas,fazer o que...é coisa que não pode ficar só para mim,preciso expressar meu modo de pensar que, neste caso,é sobretudo inconformista.

 

Preocupo-me em primeiro lugar com a realidade do Brasil.Estou respirando por 24 anos esse ar democrático mas que em hipótese alguma esteve à altura das reivindicações do povo,mas também tenho uma visão mais ampla,ou melhor,um sentimento não de que pertenço a apenas a um país,mas faço parte de uma espécie de vida insignificante diante da imensidão do universo,sabendo que há outras tantas milhares que vêem não a limitação geográfica do país,mas além....

 

Bem,resumindo tudo,através de considerações positivas e negativas sobre o que até hoje apareceu em governos ditos comunistas ou socialistas e,tb,a importância de algumas personalidades que ajudaram com inúmeras idéias que,ainda hoje,não estão ultrapassadas.

Considerações negativas : As várias ramificações ideológicas que nasceram e se desenvolveram a partir de uma simples idéia socialista/comunista só ajudaram a desunir e confundir os que,inicialmente,tinham um mesmo princípio : o de substituição da liberdade de ação econômica dos proprietários por uma gestão socializada ou planejada, com o objetivo de adequar a produção econômica às necessidades da população ao invés de se reger por critérios de lucro.Outro problema foi a descrença(não sei se chegou à intolerância)de Marx e Engels ao propagarem que somente através de ação,da luta de classes através da violência é que se poderia atingir a tão almejada sociedade igualitária e solidária em oposição a outros pensadores socialistas que pregavam antes a mudança de consciência,.Mesmo que na história tenhamos os exemplos precursores desses sentimentos de justiça, usando de violência,como nas rebeliões de escravos na Roma Antiga(Espártaco como maior exemplo de líder dos escravos),os movimentos camponeses na Idade Média,etc,que serviram de inspiração a Karl Marx,pensar na violência como meio de se fazer justiça social poderia caber perfeitamente no final do séc. XIX e princípio do XX,mas,é inadequado em tempos atuais onde existe preocupação crescente de uma guerra nuclear,por isso,hoje não há saída senão a busca de justiça através de uma conscientização e não pela força.Por fim,um dos grandes males quando foge ao controle a questão de se querer fazer justiça social : os socialistas simpatizarem com o nacionalismo ou recorrerem ao militarismo e totalitarismo ,como foi o caso de alguns países árabes e africanos.


Considerações positivas:.ainda continuam vivas as idéias humanitárias e espirituais de socialismo(ou comunismo),diferente do científico de Marx,como exemplos: o cristianismo primitivo que já citei antes como a idéia mais ampla.As idéias do francês Jean Jaurès ,pacifista que pregava o socialismo democrático e rejeitava o materialismo histórico de Marx. Apesar de Marx ter esquematizado de forma mais consistente suas teorias ,nunca deixarei de lembrar tb de Claude-Henri de Rouvroy,que acreditou numa reforma do cristianismo moderno(incluindo católicos e protestantes,que fazem parte da maioria da população mundial),para servir como inspiração ao espírito humano,fazendo com que desistissem gradualmente de continuar na forma exploratória homem pelo homem ,que seria substituída pela administração coletiva.Talvez seja positiva a idéia de um socialismo progressivo,dentro do sistema de economia capitalista.Radicalismo não foi ,historicamente,vantagem alguma em relação às idéias ou atitudes mais moderadas,humanitárias ou espirituais de socialismo.Ainda sim,é mil vezes melhor que se prefira um socialismo/comunismo pacifista,humanista e “espiritualista” que coexista com a ideologia da luta de classes idealizada por Marx ,a aceitar que os adeptos da corrente socialista se aliem aos militaristas,totalitaristas e enfim,tenham uma política nacionalista(que breca o desenvolvimento) ,o que é absolutamente contraditório e prejudicial tanto quanto o sistema que inicialmente pretenderam derrubar. As idéias de Thomas More,no Renascimento,apesar de eu não simpatizar com muitos de seus pensamentos,um deles eu acho interessante: a idéia de que a ordem social deveria se basear na família.

Link to comment
Share on other sites

O comunismo é utópico, concordo. Mas o que nós vivemos não é uma utopia de conveniência ? Afinal, a democracia não é um sistema ideal. Eu diria que é a ditadura da maioria, que limita a liberdade pois ela é determinada pelo um consenso e não pela liberdade de escolha, que é sagrada. Onde estão as mais efêmeras, porém, belas utopias que trouxeram o início das repúblicas? Onde está a liberdade? Posso ir realmente para onde quiser? Posso atravessar a fronteira de um país? Fraternidade? Posso realmente amar o inimigo de uma nação inimiga? E igualdade? Posso realmente ser julgado como todos? Ou será o meu capital que determina o meu julgamento? Todas elas são utópicas nos dias atuais, se formos analisar bem. E vou mais longe:

Deus é utópico, família é utópica , justiça é utópica, liberdade é utópica, verdade é utópica e o amor é utópico.

Acredito porém, que uma idéia morre em si quando está não é trabalhada. O mesmo vale pela igualdade almejada no comunismo. Mas igualdade por si só é a justiça e não egoísmo. Porém acredito mais na liberdade integrada a igualdade. Diferente do que Marx pregou, uma ditadura não é justiça e já se torna um paradoxo do que ele chama de bem comum. O melhor sistema na teoria é o Anarquismo. O fim dos estados, com seu poder de oprimir e limitar a liberdade quando bem o convém. Todavia a liberdade total é válida e é um direito a todas as criaturas vivas. No entanto, a sua liberdade termina no momento que você busca limitar a liberdade do outro. Assim, um sistema anarquista não busca roubar o próximo, matar, estuprar ou qualquer outro crime pela simples lógica de que crimes são formas de limitar a liberdade de outros indivíduos.

Link to comment
Share on other sites

Já vi gente querendo a volta do militarismo ,argumentando que,quando esse regime vigorava,o índice de violência era baixo.Que belo argumento...pff..

 

 

Além de ser uma falácia, o regime militar apenas ignorou a violência de determinados setores da sociedade e proibiu de serem divulgadas em rádios, tvs e jornais, mas ainda sim a violência estava lá. Por exemplo, nas favelas a violência existia. Assim como existe hoje, por isto na atualidade o estado não tem mais controle. Os militares se preocuparam apenas em defender sua própria classe na época. Vide em ‘Cidade de Deus’. Qual era época mesmo? Acho que era década de 70.

Link to comment
Share on other sites

  • 4 weeks later...

SOu obrigado a dizer que o Comunismo é o melhor sistema, o que ferrou ele foram as PESSOAS, e o que ferra o capitalismo é o próprio sistema...então tira-se a conclusão que devemos adotar a ANARQUIA em nosso belo país, afim de eliminar o poder....and...sem poder, sem corrupção.

Link to comment
Share on other sites

SOu obrigado a dizer que o Comunismo é o melhor sistema' date=' o que ferrou ele foram as PESSOAS, e o que ferra o capitalismo é o próprio sistema...então tira-se a conclusão que devemos adotar a ANARQUIA em nosso belo país, afim de eliminar o poder....and...sem poder, sem corrupção.[/quote']

Por quê ?

 

Link to comment
Share on other sites

SOu obrigado a dizer que o Comunismo é o melhor sistema' date=' o que ferrou ele foram as PESSOAS, e o que ferra o capitalismo é o próprio sistema...então tira-se a conclusão que devemos adotar a ANARQUIA em nosso belo país, afim de eliminar o poder....and...sem poder, sem corrupção.[/quote']

O Comunismo não vai simplesmente se instaurar na Sociedade. É preciso mentes pensantes e mãos ativas para tal feito. O problema é que geralmente esses mentes e mãos estão mau-intencionadas, virando ai a problemática que todos vimos acontecer na Europa Oriental....

Link to comment
Share on other sites

SOu obrigado a dizer que o Comunismo é o melhor sistema' date=' o que ferrou ele foram as PESSOAS, e o que ferra o capitalismo é o próprio sistema...então tira-se a conclusão que devemos adotar a ANARQUIA em nosso belo país, afim de eliminar o poder....and...sem poder, sem corrupção.[/quote']

Por quê ?

Pois é o único SISTEMA que não gera POBREZA. Um sistema que propicia valorização do ser, seja uma pessoa ou uma empresa. Não gera competição por vitória ou derrota. Estou falando de sistema, não de PESSOAS.

Link to comment
Share on other sites

SOu obrigado a dizer que o Comunismo é o melhor sistema' date=' o que ferrou ele foram as PESSOAS, e o que ferra o capitalismo é o próprio sistema...então tira-se a conclusão que devemos adotar a ANARQUIA em nosso belo país, afim de eliminar o poder....and...sem poder, sem corrupção.[/quote']

Por quê ?

Pois é o único SISTEMA que não gera POBREZA. Um sistema que propicia valorização do ser, seja uma pessoa ou uma empresa. Não gera competição por vitória ou derrota. Estou falando de sistema, não de PESSOAS.

O que te faz pensar que um sistema anárquico funcionaria,já que a população é formada por PESSOAS? Você por acaso acha que não haveriam lideranças? Classes Sociais bem definidas? Disputa por poder?

Link to comment
Share on other sites

O que me faz pensar que funciona é que a tendência global hoje é a vida em aldeias, estou mentindo? Vide ALCA, Comunidade Européia, NAFTA, etc.. ou seja, as raízes estão voltando.

A anarquia funciona sim, não vou postar material aqui, pois já fiz isso tempos atrás não sei em que tópico, logo não vou me repetir, mas tento resumir da seguinte maneira, SEM PODER, SEM CORRUPÇÃO, com lideranças, com trabalho, com lazer, com escolas, com uma classe que tem a RESPONSABILIDADE de tomar as decisões, não o PODER de fazer isso, e que a "aldeia" possa retirá-los da liderança SEMPRE que assim o julgar.

Podemos dizer que funciona assim no capitalismo? Ou na Democracia? Talvez, mas em todos os níveis de "poder"? Não.

Lideranças sim, haveria, poder também, classes idem, pois realmente somos humanos e corruptíveis, entretanto as formas de controle são diferentes entre os sistemas, e a mais pífia é a do capitalismo...

Eu faço uma pergunta básica, quanto bilhões existem em nosso planeta....talvez uns 6,5 bilhões de pessoas, deste total, a grande maioria vive em um sistema capitalista certo? Digamos que 5 bilhões vivem num sistema capitalista (incluo aqui a nova China, que é capitalista)...destes 5 bilhões, quantos você acha que tem poder de compra, ou que vivem bem, ou melhor ainda, que vivem realmente? (lembro que vida = moradia própria, transporte, alimentação, saúde, educação, trabalho, lazer, prazer, etc..)

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements


×
×
  • Create New...