Jump to content
Forum Cinema em Cena

Saddan Hussain e Fidel Castro ''El Comandante''


Michel M.
 Share

A pena de morte por enforcamento foi justa?  

27 members have voted

  1. 1. A pena de morte por enforcamento foi justa?

    • Sim
      5
    • Não (ainda é pouco)
      7
    • Não (ele tem o direito da vida)
      19


Recommended Posts

 

05/01/2007

-

00h58

Menino morre nos EUA tentando imitar execução de Saddam Hussein

 

 

 

da Efe, em Washington

 

Um menino de origem

guatemalteca morreu em Houston, no Texas, quando aparentemente tentava

imitar a execução do ditador iraquiano Saddam Hussein.

 

O

porta-voz da polícia do condado de Webster, Tom Claunch, disse que o

corpo do menino de 10 anos, identificado como Sergio Pelico, foi achado

na manhã de domingo, segundo o jornal "The Houston Chronicle" de

quinta-feira (4).

 

Claunch disse que, segundo a mãe de Sergio, um

dia antes de se enforcar o menino tinha visto as notícias sobre a

execução de Saddam Hussein.

 

"Achamos que se trata de um acidente e que ele estava experimentando uma forca", disse Claunch, segundo "The Houston Chronicle".

 

O

psicólogo Edward Bischof disse ao jornal que o menino possivelmente

tentou "imitar" um comportamento mostrado pela televisão que pareceu

interessante ou emocionante, "sem a maturidade emocional ou psicológica

de pensar no que fazia".

 

"Saddam Hussein foi mostrado pela

televisão de pé no cadafalso com o nó ao redor de seu pescoço 12 vezes

 

por hora. Este é um caso real no qual a televisão parece ter sido um

estimulante", disse o psicólogo.

anaccristina2007-01-05 09:42:28

Link to comment
Share on other sites

  • Replies 218
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

05/01/2007 - 00h58

Menino morre nos EUA tentando imitar execução de Saddam Hussein

(...)
"Saddam Hussein foi mostrado pela televisão de pé no cadafalso com o nó ao redor de seu pescoço 12 vezes por hora. Este é um caso real no qual a televisão parece ter sido um estimulante"' date=' disse o psicólogo.

 

[/quote']

 

 12 vezes por hora... afff!  É quase uma lavagem cerebral.

 Maldito video! 11

 

 Vídeo de Saddam é isca para golpe


 Os minutos finais do ditador iraquiano Saddam Hussein, executado no dia 30 de dezembro de 2006, servem como isca para um novo golpe virtual que circula pela internet. O e-mail, que leva o título Veja o vídeo da execução, finge ser uma notícia e promete cenas inéditas. Para reforçar a história, o texto afirma que Globo e SBT negociam a compra das imagens.

O resto da história é tradicional. O curioso que clica no link é direcionado para um site fraudulento e convidado a baixar o arquivo com o tal vídeo. Na verdade, ele contém um cavalo-de-tróia, programa nocivo utilizado para o roubo de informações pessoais, como senhas bancárias.

Fonte: Uol notícias
Maria shy2007-01-05 09:51:21
Link to comment
Share on other sites

Ma. Ola!05.gif

 

 

 

o texto afirma que Globo e SBT negociam a compra das imagens.

 

 

 

Pronto, acabou a farsa, comprar imagens livres e segundo o próprio "governo" do Iraque e o mundo, ilegais, o cara que fez esse sistema de golpe deveria é ser preso mesmo, por falta de criatividade. 06.gif

 

 

 

E essa massificação das imagens da morte daquele Ditador, no mundo inteiro e nos E.U, tem um objetivo...

 

 

 

T+ e um bjaçoooooooooooooooooooooooo sempre gordaçoooooo e de vez enquanto, na medida do possível, suculento, só para variar. 08.gif06.gif

Link to comment
Share on other sites

Ma. Boa tarde!!

 

 

 

Saco! Pablo! Nosso correspondente p/ assuntos de política exterior

 

Fala logo qual o objetivo... afff!

 

 

 

Tu teve coragem de ver o tal video??

 

 

 

Fixar na mente das pessoas a mensagem de que o dono mundo somos nós (E.U). Uma execução que infringiu, como já vinha sendo infringidos todos os protocolos de guerra das Nações Unidas, e ainda por cima filmada profissionalmente e estrategicamente massificada.

 

 

 

Eu mesmo disse no ano passado, que esperava uma morte secreta e que as imagens fossem “roubadas ou perdidas” pelas autoridades Iraquianas e que de uma forma bem misteriosa fossem anonimamente jogadas na Internet. Estou surpreso com a forma pela qual as coisas estão acontecendo, fotos já mostradas sem nenhum pudor, vídeo profissionalmente gravado sendo exposto, essa massificação descarada.

 

 

 

Eu não vi o vídeo e nem tenho o interesse, acredito que não é necessário que eu veja-o

 

 

 

T+ e para quebrar o clima tenso, um bjaçooooooooo gordaçoooo e suculento (rimando 06.gif ) 08.gif

 

(Õ.ô)2007-01-05 13:59:17

Link to comment
Share on other sites

 Revolta árabe com execução transforma Saddam em   mártir

 

"Ninguém jamais esquecerá a forma como Saddam foi executado", disse o presidente do Egito, Hosni Mubarak. "Eles o transformaram em um mártir."
Na Líbia,  uma declaração do governo disse que uma estátua seria erguida descrevendo Saddam na forca.<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

Em Marrocos e nos territórios palestinos, manifestantes erguiam fotos de Saddam e condenavam os Estados Unidos. Fotos de Saddam em pé no tribunal, tendo como fundo a Cúpula do Rochedo da Mesquita de Al Aqsa, em Jerusalém, foram coladas nos muros da cidade perto dos campos de refugiados palestinos, elogiando "Saddam, o mártir".

Logo após sua execução no último sábado, surgiu um vídeo que mostrava guardas xiitas provocando Saddam, que respondeu a eles de forma calma e firme. Daí em diante, muitos, por toda a região, começaram a vê-lo como mártir.

 No coração da repentina reversão de opinião está o simbolismo da execução realizada às pressas, agora vista como um ato de vingança sectária envolto em teatro político e supervisionado pela ocupação americana.

Em grande parte do mundo árabe predominantemente sunita, o momento da execução, nas primeiras horas do Id al Adha, que é um dos dias mais sagrados do calendário muçulmano, quando a violência é proibida e quando até mesmo o próprio Saddam às vezes libertava prisioneiros, foi visto como um insulto direto ao mundo sunita.

Na Arábia Saudita, poemas elogiando Saddam foram repassados por celulares e mensagens de e-mail. "Prepare a arma que vingará Saddam", alertava um poema. "O criminoso que assinou a ordem de execução sem motivo válido nos trapaceou em nosso dia de celebração. Quão belo será quando a bala atravessar o coração daquele que traiu o arabismo."

 

Hassan M. Fattah* (em Beirute, Líbano)

 Hoje seriam executados o  meio-irmão de Saddam Hussein, Barzan al-Tikriti, que era chefe dos serviços secretos durante o governo do ex-ditador, e o ex-presidente do tribunal revolucionário Awad al-Banda.

Fonte: uol notícias

 

 Qtos neste tópico apostaram que o cara viraria mártir ? Acertaram!

 Maldito video!!11 
Maria shy2007-01-07 15:26:01
Link to comment
Share on other sites

A Band anunciou que ia ser um banho de sangue' date=' mas o que se são as pessoas comemorando na rua...macabro...again

A execução foi filmada e fotografada, a fita vai ser liberada logo mais ás 2AM...será que vai ter no Youtube?19

fxsnapshot1bs7.jpg

Qtas pessoas foram executadas da mesma forma na mão desse ditador assassino?11


[/quote']

 

Não se perdeu nada. Porém vale lembrar que seria uma questão estratégica a manutenção da sua vida na campanha do Iraque. Afinal, com a morte dele o mundo Islâmico da parte Sunita vai se unir de forma tendenciosa. Teremos mais mortes em prol da causa de um ditador. Ele praticamente já virou mártir das causas terroristas. <?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

Eles deveriam ter feito um isolamento da figura em algum lugar. Tipo a ilha de Santa Helena.

Link to comment
Share on other sites


"Acredito que há algo de heróico em um país que que está atravessando a dor e o sofrimento que o Iraque está sofrendo' date=' dando ainda o devido julgamento a alguém que foi um tirano e um brutal opressor e assassino do seu povo", disse. "Esse é um marco para um país que está tentando abraçar a democracia apesar de tudo."
Concordo com o que ele disse...Uma região sofrida, mas com um povo heróico.

[/quote']

concordo também...um povo heróico10.gif.

 

06

 

Acho que isto foi uma ironia.06

 

Se não é, foi por ser involuntária. 06

 

O 'povo heróico' que nunca lutou para ficar livre do seu ditador. 06

 

Mas precisou dos EUA, para se ‘libertar’. 06

 

Sei lá. Acho que já vi este filme. Imperialismo do Século XIX. 12
Link to comment
Share on other sites


"...
Concordo com o que ele disse...Uma região sofrida' date=' mas com um povo heróico.

[/quote']

concordo também...um povo heróico10.gif.

 

Acho que isto foi uma ironia.06

 

Se não é, foi por ser involuntária. 06

 

O 'povo heróico' que nunca lutou para ficar livre do seu ditador. 06

 

Mas precisou dos EUA, para se ‘libertar’. 06

 

Sei lá. Acho que já vi este filme. Imperialismo do Século XIX. 12

 

 Agora vc foi irônico... afff!

 Se pensar bem é uma liberdade esquisita, pq a situação pouco ou nada mudou por lá, pelo menos com relação aviolência.

 Dizem que há entre os civis os  que preferiam um governo tirano, ao caos americano de agora.
Maria shy2007-01-10 19:52:54
Link to comment
Share on other sites

Boa noite. Amigos e Amigas!

 

 

 

Sabe quando vc está andando de bicicleta e vê na sua frente uma parede, e vc sabe que vai quebrar a cara nela, e mesmo assim continua no percurso, como se vc fosse um Deus intocável e invencível?

 

 

 

É exatamente nesta situação que o Bush está deitado, ontem, ele anunciou sem o apoio do congresso, envio de mais de 20 mil soldados para a perdida guerra do Iraque (os E.U foram derrotados vergonhosamente de novo pelo Iraque, dessa fez de maneira mais “pastélona” ainda), uma decisão errada e cômica, que vai fazer alem da população estadunidense se revoltar mais ainda com ele, vai sofrer no congresso mais uma humilhação, de não ter liberada a verba para essa loucura ”pastélona”.

 

 

 

T+!

Link to comment
Share on other sites

 Afff! Digamos que finalmente os políticos americanos perceberam que o cara é um megalomaniaco doido varrido.

 

 Finalmente decidiram não bancar as sandices do cara.

 

 Dizem que tá morrendo americanos aos montes por lá.

 E o povão, embora doidamente patriótico já esta descontente com a situação.
Link to comment
Share on other sites

é muito difícil julgar isto como sendo justo ou injusto.   se for pelos crimes que ele cometeu no Iraque, o cara merecia até coisa pior.

 

agora ele foi julgado por um crime que ele não cometeu, que foi o crime contra a humanidade.  ele cometeu um crime lá no oriente médio, e não no mundo inteiro.

 

mas a verdadeira face nessa história toda é a viadice americana em fazer disso um ato heróico (fica parecendo até uma viadagem isso), porque com certeza ele não foi julgado pelos crimes que ele cometeu no iraque.

 

só que foi uma burrice do poder americano ter executado ele e achar que com isso eles iriam se apossar do iraque, tanto é que até agora eles não conseguiram e nem vão também.

 

tem mais: falar que saddam hussein pode se tornar um novo mártir é forçá pra caralho, hein!

 

parece que estamos presenciando um novo império cair.  eu só gostaria de ver a cara de bunda dos americanos quando eles acordarem pra realidade, que não passa de uma população ignorante controlada por um poder medíocre, um deles eleito por questões morais.

 

Link to comment
Share on other sites

 Qto a Saddam se tornar um mártir infelizmente isso está bem perto de se concretizar.

 Vários países estão concordando que ele morreu como dignidade e tal. Tematé os que querem erigir estátua em homenagem ao cara, fazem romari a cidade antal doc ara, pixam muros com mensagens anti-EUA (Bush que se cuide)... afff!

 

 Acho que fazem isso mais por raiva dos EUA  do que por qquer  outra coisa.
Maria shy2007-01-12 00:26:50
Link to comment
Share on other sites

 

Ao meu ver sim...pode ser que aconteça o mesmo o que ocorreu com o império romano. A queda dos EUA não se dará por relações com outros países' date=' numa demonstração de força, um submetendo o outro, pois nenhum país do mundo, mesmo junto, tem esta capacidade; mas a queda se dará por motivos internos. E os responsáveis? Nós, os novos bárbaros. Como Roma caiu? Quando imigrantes começaram a entrar no império pacificamente e ocupar as posições dentro do império, quando Roma permitiu que os germânicos se instalassem cada vez mais nos territórios (e olha que o número de bárbaro era bem inferior aos romanos). E quem faz este papel agora? Os imigrantes. Na região sul dos EUA, em muitas áreas a metade da população, ou senão mais, tem como idioma principal o espanhol. Será que os EUA aguentarão isso?
[/quote']

mas Roma não caiu porque teve saques dos bárbaros, isto apenas ajudou a queda.   Até estranhei, porque vc colocou motivos internos na queda de roma.

 

Até aonde eu sei o único império derrotado diretamente por uma nação foi o inglês, quando ainda os EUA eram as 13 colônias.    deve dá mó vergonha.
Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...
21/01/2007 - 12h50

 

Chegada de 3.200 americanos ao Iraque marca nova etapa Bush

 

 

 

da Folha Online

 

 

 

A chegada de 3.200 soldados americanos a Bagdá neste domingo marca uma nova etapa da ação dos Estados Unidos no Iraque. O presidente dos EUA' date=' George W. Bush, pretende enviar um total de 21.500 soldados adicionais para o país árabe --que vão se juntar aos 132 mil já presentes no país--, mas suas ambições enfrentam forte oposição do Congresso, dominado pelos democratas pela primeira vez em 12 anos.

 

 

 

De acordo com o plano de Bush, o reforço militar deverá atuar apenas como apoio das tropas iraquianas, e não na linha de combate. Apesar disso, a rejeição à presença americana no conflito é crescente nos EUA devido ao número de baixas de militares americanos desde o início da Guerra do Iraque, em março de 2003 --que já registra mais de 3.000 mortos. Apenas neste mês, 31 americanos morreram no país árabe.

 

 

 

Os 3.200 soldados adicionais entram em ação a partir de 1º de fevereiro, segundo o comando americano. As tropas terão a missão de ajudar as forças de segurança iraquianas na "limpeza", controle e segurança dos postos-chave de Bagdá.

 

 

 

Os soldados no reforço que desembarcou no Iraque hoje pertencem à 2ª Brigada da 82ª Divisão Aerotransportada do Exército americano e vão se juntar aos 132 mil já presentes no país, totalizando 153.500 efetivos. No auge da Guerra do Vietnã (1965-1975), cerca de 500 mil soldados americanos atuaram naquele conflito.

 

 

 

Militares americanos mortos

 

 

 

Ao mesmo tempo em que chegava o reforço americano, se seguiram no Iraque episódios de violência sectária. Uma bomba explodiu em um ônibus no centro de Bagdá, matando seis passageiros e ferindo outros 15, segundo oficiais de segurança. No leste da capital, outra explosão, desta vez de um carro-bomba, matou uma pessoa e deixou outras cinco feridas.

 

 

 

O Exército dos EUA rebaixou hoje de 13 para 12 o número de soldados americanos mortos neste sábado na queda de um helicóptero ao noroeste de Bagdá. Ontem, chegou-se a anunciar inicialmente a morte de 13 americanos, o que teria elevado o número de mortos em janeiro a 32. A forças americanas abriram uma investigação para apurar as causas da queda do helicóptero, um dos mais graves já registrados pelos EUA em quase três anos de combate no Iraque.

 

 

 

Além da queda do helicóptero, neste sábado soldados americanos foram atacados na cidade xiita de Karbala, ao sul de Bagdá, por milicianos que abriram fogo com armas automáticas, granadas e morteiros. Cinco soldados morreram no ataque.

 

 

 

Outros dois militares americanos morreram ontem com a explosão de bombas artesanais no norte de Bagdá e no norte do Iraque.

 

 

 

Oposição

 

 

 

O embate entre a Casa Branca e o Congresso dos EUA a respeito da nova estratégia do presidente para a ação americana no Iraque se intensificou neste sábado após a líder da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, acusar o governo de "brincar de política" com as vidas dos soldados.

 

 

 

Pelosi fez as duras acusações contra a Casa Branca no popular programa de TV "Good Morning America" (rede de TV americana ABC). "O presidente sabe que, uma vez que as tropas estejam em perigo, nós [o Congresso'] não vamos cortar verba para a guerra", disse a líder.

 

 

 

"É por isso que eles estão se movendo tão rapidamente para colocar os soldados na linha de perigo", completou Pelosi. A resposta do governo foi curta e rápida --a Casa Branca classificou as declarações da líder democrata de "venenosas".

 

 

 

Nesta semana, os EUA aguardam um novo pronunciamento oficial do presidente que deverá incluir uma defesa de sua nova estratégia. O discurso de Bush deverá ser feito na próxima terça-feira (23).

 

 

 

Resolução

 

 

 

Na última quarta-feira (17), congressistas democratas, aliados a pelo menos um republicano, anunciaram que apresentarão uma resolução contra o plano de enviar soldados adicionais para o Iraque.

 

 

 

A resolução, apesar de não ter poder efetivo de impedir a implementação do plano de Bush, já está causando o primeiro grande impasse entre novo Congresso dos EUA.

 

 

 

"Farei tudo o que puder para impedir a estratégia do presidente", disse o senador Chuck Hagel, que assim com o Bush, é membro do Partido Republicano. Hagel, um potencial candidato à eleição presidencial dos EUA, em 2008, uniu-se aos democratas na oposição à guerra. "Considero [o plano] perigosamente irresponsável", afirmou.

 

 

 

Já preparada para a agressiva oposição do Congresso, a Casa Branca deixou claro a republicanos nos últimos dias que o governo não desistirá de implementar a nova estratégia elaborado para o Iraque.

 

 

 

O porta-voz da Casa Branca, Tony Snow, afirmou que resoluções aprovadas no Congresso não afetarão a decisão de Bush. "O presidente tem obrigações como comandante-em-chefe. E ele vai cumpri-las", disse Snow.

Link to comment
Share on other sites

 

Ao meu ver sim...pode ser que aconteça o mesmo o que ocorreu com o império romano. A queda dos EUA não se dará por relações com outros países' date=' numa demonstração de força, um submetendo o outro, pois nenhum país do mundo, mesmo junto, tem esta capacidade; mas a queda se dará por motivos internos. E os responsáveis? Nós, os novos bárbaros. Como Roma caiu? Quando imigrantes começaram a entrar no império pacificamente e ocupar as posições dentro do império, quando Roma permitiu que os germânicos se instalassem cada vez mais nos territórios (e olha que o número de bárbaro era bem inferior aos romanos). E quem faz este papel agora? Os imigrantes. Na região sul dos EUA, em muitas áreas a metade da população, ou senão mais, tem como idioma principal o espanhol. Será que os EUA aguentarão isso?
[/quote']

mas Roma não caiu porque teve saques dos bárbaros, isto apenas ajudou a queda.   Até estranhei, porque vc colocou motivos internos na queda de roma.

 

Até aonde eu sei o único império derrotado diretamente por uma nação foi o inglês, quando ainda os EUA eram as 13 colônias.    deve dá mó vergonha.
Acho que vc não conseguiu captar a mente do Conan.

 

Eu não quero me intrometer, mas as coisas ficam subentendidas(aquelas que são óbvias), assim poupando tempo, o que é uma boa coisa.

 

O ponto chave foi a lenta infiltração de bárbaros quando o Império já se achava demasiadamente grande.Mas se deixarmos questões que existem em todo grande império(conflitos internos por poder, descontentamento  e insurgências da classe miserável, novos ideais que rompem com a tradição,entre muitos outros fatores, como a própria concessão de romanos para com germânicos, que é sinal de decadência natural que todo Império sofre), vemos que a invasão dos Bárbaros foi decisiva e   a maior responsável pela queda do Império Romano do Ocidente.

 

E discordo quando vc diz que ajudou a queda.A magnitude dessas invasões não poderia dar vazões a pensamentos que limitem suas capacidades, que era sempre subestimada pelos romanos.
Link to comment
Share on other sites

 

Ao meu ver sim...pode ser que aconteça o mesmo o que ocorreu com o império romano. A queda dos EUA não se dará por relações com outros países' date=' numa demonstração de força, um submetendo o outro, pois nenhum país do mundo, mesmo junto, tem esta capacidade; mas a queda se dará por motivos internos. E os responsáveis? Nós, os novos bárbaros.
[/quote'] Novos bárbaros?Uma analogia interessante entre os invasores dos tempos antigos e os invasores latino-americanos, que já estão começando a conquistar o que lhes pertenceu um dia...

 

É pela fraqueza da relação entre governo e opositores que geram divergências, a chave que abre a porta para a derrota da unidade de um país.
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements


×
×
  • Create New...