Jump to content
Forum Cinema em Cena

Relacionamento com "Não-Cinéfilos"


Engraxador!
 Share

Recommended Posts

 

"Remake" do tópico criado pelo Amfíbio. Como o título já sugere, aqui é o espaço para discutirmos sobre relacionamentos que possuimos com "não-cinéfilos". E eu sei que todos nós conhecemos "lordshakes da vida", não neguem.

 

É isso, postem aqui o perfil de seus amigos "não-cinéfilos" ou idiotices que estes já disseram.

Engraxador!2006-11-20 18:24:56

Link to comment
Share on other sites

Um "debate" recente com uns amigos....

 

Eu: O Exorcista é ótimo..... como você não gostou?

Amigo 1: Ah... aquele filme é muito ruim... não dá medo nenhum.... eu ri daquela menina...

Eu: Não acredito! [segue a discução] Então me fala um filme de terror bom...

Amigo 1: Eu gostei bastante de O Grito...

Eu: O Grito??? Aquela porcaria... [segue a discução]

Amigo 2: Eu não sou fã de nenhum dos dois.... filme de terror ruim mesmo é aquele A Vila....putz... horrível....

Eu: Noooooooooooooooooooooooooooooo!!!!!!!!!!!!!!

boxing
The Fox2006-11-20 18:40:15
Link to comment
Share on other sites

 Afff! 05

 

 No caso eu sou o problema.  Não entendo nada de cinema.

 Meus amigos quiseram morrer qd assisti Matrix e eles ficaram lá confabulando sobre o significado da pílua vermelha e azul e... afff!

 

 Eu adoro filmes, mas tenho um gosto estranho.

 Cansei de filmes americanos, parecem variação da mesma fórmula.

 

Daí eu gosto de Almodóvar.

 Tá, todo mundo diz que ele apela no sexo, que as atrizes de seus filmes, não são bonitas, ( pelo contrário, esquisitas... afff!) e que seu humor é ácido e esculhambador.

 

Acho que é por isso que gosto08.

 
Link to comment
Share on other sites

Adoro recomendar filmes.

Uma vez eu recomendei Brilho Eterno, Garden State e Encontros e Desencontros pra uma amiga. Fiquei feliz por ela ter gostado dos dois primeiros, e me diverti com ela me xingando por ter recomendado o terceiro.

 

Tirando isso, eu prefiro não discutir muito. Ou pagar de freak.
Link to comment
Share on other sites

Eu evito falar de cinema com quem tem gosto completamente diferente do meu (leia-se gosta só de cinemão mainstream). Se a pessoa diz que gosta de Missão Impossível 3, eu digo: não gosto desse tipo de filme. E paro por aí. Só se ela realmente se mostrar disposta a ouvir algum argumento (e insistir!), eu desenvolvo algo. A última coisa que eu quero parecer é aquele freak chato que se acha o melhor.

Link to comment
Share on other sites

Eu acho legal esses amigos "não cinéfilos". Costumam ter uma opinião fora do normal (leia-se: opinião do forum e dos críticos). Mas que as vezes dá uma coceira quando eles babam para Matrix (sem entender a história em si), para Tróia, para Bad Boys II (esse é universal), O Efeitos Borboleta...

 

Sobre recomendar, eu não gosto. Os caras sabem que vc entende de cinema. Logo, parece que temos a obrigação de recomendar algo que eles vão gostar...entaum é muito difícil recomendar. Tem que penssar como eles para imaginar um bom filme para recomendar.

 

 

Link to comment
Share on other sites

  Detesto dicas insistentes de pessoas que entendem (supostamente) de filmes (leia-se crítico e metidos a).   

 

  Meu gosto nunca bate com o deles, daí vc parece burra 13.

 

  Mas que saco!  Deveria ser divertido ir ao cinema.

  Ir  p/ ver o que tu curte, mesmo que todos considerem besteirol.

 

 Pior é tu ir num que tu não curte, não entender, morrer de tédio e tu não poder (?!) fazer nenhuma crítica p/ não parecer inculto... afff!13
Link to comment
Share on other sites

nao tenho discutido cinema com ninguém q nao seja desse fórum. nao conheço pessoas q gostem de filmes, e nao fico enchendo a paciência os outros com um assunto q nao interessa a eles.

 

mas qnd eu participava de um outro fórum (q nao é de cinema), tive o privilégio de ver um dos usuários dizer q nao assiste "filmes de arte" pq é homem.

 

e uma vez, qnd eu estava no cinema, ouvi uma pessoa dizer q tinha assistido tubarão naquela mesma sala. sendo q esse filme nunca foi exibido ali. eu logo percebi q ela estava se referindo a do fundo do mar.

 

 

Eu evito falar de cinema com quem tem gosto completamente diferente do meu (leia-se gosta só de cinemão mainstream). Se a pessoa diz que gosta de Missão Impossível 3' date=' eu digo: não gosto desse tipo de filme. E paro por aí. Só se ela realmente se mostrar disposta a ouvir algum argumento (e insistir!), eu desenvolvo algo. A última coisa que eu quero parecer é aquele freak chato que se acha o melhor.[/quote']

comigo é a mesma coisa.

nao gosto de bancar a superior pq esse tipo de atitude pode se virar contra mim, e me fazer parecer uma idiota. já vi pessoas debochando de gente q se acha o máximo, e eu mesma faço isso, pq em muitos casos é realmente ridículo. 
Link to comment
Share on other sites

ô loko...vc não conheçe ninguém que gosta de filme?

Eu sempre penssei que todo mundo gosta. Guardadas as devidas proporções' date=' claro.
[/quote']

 

quase todo mundo gosta de filmes, mesmo q nao seja cinéfilo. mas eu tenho uma amiga q apesar de ter uns 26 anos, provavelmente nao foi ao cinema nem 5 vezes desde q nasceu. locadora tbm nao faz parte da vida dela. e isso é pura falta de interesse. 09
Link to comment
Share on other sites

Complicado falar disso. Na minha sala (8ª), acho que não há o mínimo conhecimento cinematográfico, mas eu tento estimular alguns mais próximos a alugar filmes ótimos e populares (O Poderoso Chefão). Tem uma ou outro que tem o gosto exímio pelo cinema e ainda "obriguei" a assistir Laranja (agora, querido da pessoa), mas creio que nunca tenha saído mais que uma listagem de filmes bons. Não que eu queira dizer que sei de tudo (pelo contrário, foi graças a um dos garotos que vi o genial The Prestige) e sou o maior, mas dá uma sensação de vazio, eu fico mais isolado, digamos.

 

Em casa, dá para falar alguma coisa, tem uns filmes excelentes que minha mãe indicou (Taxi Driver, O Homem-Elefante, Closer), outros meu pai (Cidade de Deus, O Poderoso Chefão, Colateral); mas de uns tempos para cá acho que não são os mesmos anymore e vê-se mais filmes com "amor" no título ou ações/policias. Evito ficar discutindo sobre os "todo mundo odiou..." e ver filmes "pesados" (quando o faço, é correndo e silenciosamente 06), tipo Beleza Americana e Cidade dos Sonhos. Tive muita sorte com Laranja Mecânica, nem sabia do que se tratava o filme e minha família toda (primos, avó, tias) estava junta - foi no final do ano - mas saíram exatamente no dia em que assisti-lhe. E, coincidentemente, foi o único mesmo: Mar Adentro, Estrada Para Perdição, Chicago, eles estavam aqui dentro comigo; mas não são tão adultos como o do Kubrick.

 

Sei lá, falei um monte de bobagem, sou chato para cacilda, mas eu tenho um pouco de decepção, às vezes, com as pessoas ao meu redor. Ainda vou mudar isso, calma. O melhor que tem para conversar é o rapaz da locadora, mas aí são outros quinhentos, discutir sobre os atendentes.
Link to comment
Share on other sites

Eu não tenho problema algum com os "não cinéfilos", até por que eu sei perfeitamente como tratá-los, já que a não muito tempo atrás eu era um. E essa definição de "não cinéfilo" (as aspas são completamente necessárias) é muito subjetivo. Eu, há um tempo atrás, não gostava dos filmes "cabeças", cultuados, como Laranja Mecânica, Amadeus e etc... O meu negocio era filmes como Independence Day, Godzila, filmes baseados nas histórias do Stephen King e outros exemplos que o pessoal do fórum não curte muito. Bom, eu não conhecia o cinema do Kubrick, Hitchcock, Bergman e etc... Mas o que eu conhecia (esses que eu citei), eu adorava, estava sempre na locadora atrás deles. Então acho que eu poderia ser considerado como um cinéfilo, não? <?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

Outra coisa, eu não vou tentar empurrar Laranja Mecânica para a minha mãe e meu padrasto verem, eu sei que não é o estilo deles, mas isso não significa que eu não posso oferecer-lhes algo de qualidade. Por exemplo, á uns dias atrás eu levei o meu DVD de Cabo do Medo pra eles, e os dois adoraram! Há uns meses atrás o de Nascido Para Matar, e idem! Eu tenho um primo que adora sadismo em filmes. Ele adora filmes como Jogos Mortais, O Albergue e etc... Então pra ele, eu indiquei Laranja Mecânica, com a esperança que ele gostasse do filme nem que seja pelas razões mais banais (unicamente pela violência mostrada). Bingo. Ele adorou, e exatamente por isso. Quando eu perguntei o que ele achou, ele respondeu: "muito bom! O que aquele cara fazia!?". Pronto, apenas isso. Nenhuma divagação mais profunda, o simples prazer da violência explicita do filme. Eu já me senti satisfeito. Principalmente quando eu o perguntei se ele concordava com o sistema de "mecanizar" o ser humano, de transformar o ser humano mau em um ser humano "bom" á força, mesmo que essa bondade não seja sincera, mas sim fruto da nova rotina que ele obrigatoriamente teria que seguir graças a vertigem do tratamento. Ele pensou um pouco, analisou algumas partes, e não soube responder. Aí eu me senti mais satisfeito ainda, tenho certeza que o filme plantou uma sementinha ali e que em uma hora ou outra ele parou pra pensar mais no assunto.

 

E não sei se tem muito a ver, mas acho que esse é o melhor local pra falar isso. Como eu disse antes, nos meus tempos de "não cinéfilo" eu não me importava com mais nada que o filme podia me oferecer, apenas a diversão. E isso me restringia a certos filmes da locadora por eu achar que eles seriam chatos (Amadeus, Encontros e Desencontros e etc...). Bom, assim como todos, eu tive o meu filme "salvador"! Aquele que me fez enxergar cinema com outros olhos (a nível de curiosidade, foi Pulp Fiction...hehe). Ta, tudo bem. Mas diferente da maioria, mesmo eu começando a gostar desses tais filmes inteligentes, eu não deixei de gostar dos de diversão descompromissada. Assim como eu não gostava de Bad Boys antes, eu não gosto de Bad Boys hoje, mas assim como eu gostava de Independence Day antes eu gosto também hoje. Eu vejo por grande parte dos cinéfilos uma certa arrogância e desprezo por esses filmes,  e não consigo entender o por que. Eu adorava a cena da Casa Branca sendo detonada em Independence Day, e continuo a adorando hoje. Porra, a cena não mudou! O que mudou foi que hoje eu tenho uma percepção maior, uma sensibilidade maior e um discernimento muito maior para apreciar obras mais cultuadas, como as do Kubrick e cia... Mas uma coisa não anula a outra. Não consigo entender essa arrogância toda por parte de alguns "cinéfilos", de uma hora pra outra, filmes que eles adoravam, se tornarem uma grande merda já que hoje eles são grande entendedores de cinema apreciadores de Tarkovski (e em alguns casos o cara não entende porra nenhuma, apenas sente o prazer de dizer que viu e gostou, mas é melhor deixar quieto). Bom, falei de mais. Resumindo, hoje, quando vou a uma locadora, a única diferença de quando eu ia na minha era "não cinéfilo" é que eu tenho mais variedades pra ver. Os "pipocões alienadores de mente" (como alguns filmes parecem ser para os cinéfilos mais fervorosos, parece que vão pegar lepra em passar perto do filme) continuam ali, e eu continuo os pegando vez ou outra. A diferença é que hoje eu visito também as prateleiras do Bergman, Kubrick e Tarkovski. Ou seja, a minha diferença para os cinéfilos foderosos, é que eu tenho muito mais opções na hora de escolher um filme. Sou um privilegiado...hehe.

 

Ah, e não querendo generalizar, lógico.
Link to comment
Share on other sites

Quando converso com meus amigos não entro em muitos detalhes dos filme.Apenas falo "gostei" ou "não gostei".

Outro problema que foi apontado é que todo mundo te pede recomendações,então eu tento pensar como a pessoa e indicar um filme que ela vai gostar.

 

Outro problema que têm lá em casa,é que minha família e namorada gostam de filme,mas não de FILMES....então de vez em quando eles querem alugar uns filmes para ver e pedem para eu alugar,"porque eu sou o viciado" então alugo dois gêneros que o povo vá gostar e "um meu para ver depois",então assisto com minha namorada e ela odeia06.....

Ela falou para eu nunca mais alugar filme com narração em off(O Senhor das Armas)

 

Independence Day16
Link to comment
Share on other sites

Bom dia, turma!

 

 

 

Eu nunca cometi e nunca vou cometer o erro de pré-conceituar alguém em relação a isso, e muito menos discriminar alguém por causa disso, acredito que todos que gostem de ir ao cinema e ver um filme, ou que goste de assistir um filme em qualquer lugar, para mim é o suficiente para ser cinéfilo. O resto é bobagem, respeitando todas as opiniões é claro!

 

 

 

T+! 16.gif

Link to comment
Share on other sites

Quando converso com meus amigos não entro em muitos detalhes dos filme.Apenas falo "gostei" ou "não gostei".

Outro problema que foi apontado é que todo mundo te pede recomendações' date='então eu tento pensar como a pessoa e indicar um filme que ela vai gostar.

 

Outro problema que têm lá em casa,é que minha família e namorada gostam de filme,mas não de FILMES....então de vez em quando eles querem alugar uns filmes para ver e pedem para eu alugar,"porque eu sou o viciado" então alugo dois gêneros que o povo vá gostar e "um meu para ver depois",então assisto com minha namorada e ela odeia06.....

Ela falou para eu nunca mais alugar filme com narração em off(O Senhor das Armas)

 

Independence Day16
[/quote']

 

06 Comigo acontece a mesmíssima coisa descrita neste post !

 

 

Todo mundo acha que o meu gosto para filmes é bizarro  ( Bizarro leia-se gostar do Kubrick , do Tarantino , do Lynch , do Almodóvar, de musicais e dos clássicos de Hollywood) , então quando me pedem recomendações ,   falo de filmes que sei que a pessoa vai gostar , mesmo que eu não goste .

 

Hoje eu evito ser o cinéfilo xiita e militante que tenta persuadir todo mundo a pensar da mesma maneira. Antes eu proferia coisas do tipo " você é um ignorante por não gostar do Kubrick !" A maioria dos meus amigos acha que cinema é apenas um entretenimento ligeiro , e desisti de tentar convencer o contrário : aprendi a respeitar a opinião deles .

 

 

No entanto , tem momentos que eu é que tenho que pedir respeito por ser cinéfilo : " putz , deixe-me gostar do Kubrick , do Tarantino , do Lynch , do Almodóvar , dos musicais , dos clássicos de Hollywood! Respeitem o meu gosto também ! " Eles acham bizarro gostar de "  filme antigo , sem história ,muito louco e de arte !"06

 

 
Fernando2006-11-21 11:04:59
Link to comment
Share on other sites

Só complementando o meu post anterior, esse total respeito pelo gosto alheio é uma virtude que tenho procurado desenvolver ultimamente pq acho importante, mas confesso que de vez em quando tenho umas recaídas.... hehe. Aqui no fórum mesmo esses dias eu chamei indiretamente o cara do fio-terra de idiota pq ele disse que a Sofia Coppola é "uma merda".... mas fala a verdade, o cara pediu. Nada contra uma opinião contrária, mas a forma como ele colocou me deixou puto....

Link to comment
Share on other sites

Olha só que legal que aconteceu hoje:

Conversei bastante com meus dois amigos do primeiro post sobre a trilogia Matrix e descobri que eles tem a mesma opinão que eu...

E o mais legal: um deles veio me recomendar Amores Brutos para eu ver....05

Viram como é bom conversar com os amigos sobre cinema, mesmo que eles não gostem dos mesmos filmes que você... você acaba conhecendo mais eles....
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...