Jump to content
Forum Cinema em Cena

Qual Livro Você Está Lendo?


Administrator
 Share

Recommended Posts

 

Tentei ler Mrs Dalloway, como eu disse que tentaria, e não consegui. Ficou claro que eu e Virginia Woolf não nos entendemos.

 

 

8535907432.jpg

 

O Processo, de Franz Kafka. Um tribunal inacessível que trabalha em segredo, cartórios situados em locais improváveis e uma acusação que o próprio acusado, Josef K., não sabe de quem partiu e do que se trata. É angustiante a forma intransigente e sem sentido com a qual o tribunal atua, e o desamparo em que K. é deixado. O autor fez bem em narrar a história do ponto de vista de K., nos mostrando apenas o que ele sabe e assim nos deixando tão perdidos quanto ele. Um processo não pode seguir às escondidas, aparado pela idéia de que se a Justiça viu culpa em algum lugar, ela definitivamente existe e ao acusado não é preciso oferecer a chance de uma defesa real. É incrível como os personagens aceitam com conformismo, como se fosse normal ou pouco fora do normal, os procedimentos do tribunal absurdo. Dá vontade de entrar no livro, sacudi-los e gritar que eles são loucos. Com um acontecimento estranho atrás do outro, amarrados pelo processo secreto, a história mantém um clima bizarro. É um pesadelo surreal e uma obra-prima de Kafka.

 

 

Hoje mesmo eu comecei Robinson Crusoe, de Daniel Defoe.

 

 

Lucy in the Sky2009-06-14 18:27:47

Link to comment
Share on other sites

Eu tenho uma edição da Ediouro de As mil e uma noites. Aquela que é dividida em dois livros e vem com uma caixa de papelão igual a box de DVD. Li o primeiro há alguns anos, mas me irritei com alguma coisa que já não lembro mais e desisti do segundo no início.

 

 

119153.jpg

 

As Aventuras de Robinson Crusoé, de Daniel Defoe. De início é uma aventura empolgante. Quando o personagem chega a ilha, o livro se torna também uma narrativa curiosa, pois é fascinante a criatividade e paciência de Crusoé, que com recursos limitados e sem ajuda, cria e consegue o que precisa para sobreviver. Apesar do livro não ter um tom de amargura e melancolia, não deixa de ser triste ver Crusoé privado da companhia humana e enfrentando tantas dificuldades para conseguir o mínimo necessário à sobrevivência. Ele se apega fortemente ao cristianismo, e com isso nos mostra os motivos pelos quais as pessoas inventam religiões e sentem tanta necessidade delas: consolo nos momentos difíceis, explicações para o inexplicável e esperança de conseguir ajuda quando ninguém, além de uma entidade com poderes mágicos, pode ou quer oferecê-la. Tive medo de que o livro fosse monótono, afinal, é sobre um homem sozinho numa ilha, mas a história começa envolvente e assim permanece até o fim.

 

 

Terminei hoje e comecei Drácula.

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

Eu tenho uma edição da Ediouro de As mil e uma noites. Aquela que é dividida em dois livros e vem com uma caixa de papelão igual a box de DVD. Li o primeiro há alguns anos' date=' mas me irritei com alguma coisa que já não lembro mais e desisti do segundo no início.[/quote']

 

Você achou a leitura muito difícil? Eu não me lembro se a edição que estou lendo é da Ediouro... mas o número enorme de citações e referências deixa a leitura bem complicadinha.

 

Eu adorei Drácula apesar de achar que o livro seria ainda melhor se fosse escrito em terceira pessoa. Tem duas coisas no livro que me chamaram atenção - uma divertida e um erro, se é que pode se chamar assim (depois que vc ler eu conto).
Link to comment
Share on other sites

 

Eu tenho uma edição da Ediouro de As mil e uma noites. Aquela que é dividida em dois livros e vem com uma caixa de papelão igual a box de DVD. Li o primeiro há alguns anos' date=' mas me irritei com alguma coisa que já não lembro mais e desisti do segundo no início.[/quote']

 

Você achou a leitura muito difícil? Eu não me lembro se a edição que estou lendo é da Ediouro... mas o número enorme de citações e referências deixa a leitura bem complicadinha.[/quote']

Eu achei a leitura perfeitamente fácil, mas já faz muito tempo e eu não lembro bem com é o livro.

 

Link to comment
Share on other sites

Depois de ler não sei quantos dramas afegãos e os três crespúsculos (só para dizer que prefiro Lestat 1.000 vezes do que Edward - pra namorar, é claro, pra casar prefiro o Louis), resolvi ler algo mais... científico.  Estou relendo O universo numa casca de Noz. Adoro. Gosto eclético, né? Tô afim de reler também um do Paul Davies, também sugestão do tempo em que eu assinava a Superinteressante.  Estou também com um livro chamado Muitas Vidas, Muitos Mestres. Acho que é auto-ajuda, por isso ainda não peguei pra ler.  Alguém pode me dizer se é bom? Vou perguntar tb no fórum de auto-ajuda, mas alguém aqui puder me ajudar...

Link to comment
Share on other sites

 

8572325700.jpg

Quem é o homem lindo na capa? 09

 

Drácula, de Bram Stoker. Começa com uma atmosfera sombria e assustadora que me envolveu completamente. Depois, ocorre uma mudança súbita no tom do livro, e que me deixou preocupada, mas logo em seguida o clima do início volta. A imagem de Drácula que ficou mais viva na minha mente é a de quando ele é encontrado numa catacumba, inchado de sangue que havia sugado, e continua dormindo e sorrindo mesmo depois de ser acertado com um golpe na cabeça. Criatura repulsiva vomit-smiley-007. Acho que eu prefiro o vampiro assim. Estava muito interessada no livro, sempre ansiosa pra descobrir o próximo acontecimento, mas lá pela página 400 (são 435 ao todo), eu fui me aborrecendo cada vez mais com a baba melosa envolvendo Mina, até chegar ao ponto de odiar a personagem, o que tirou grande parte da minha satisfação. E talvez não tenha sido só isso. Acho que a história foi me cansando. As últimas 50 páginas eu li apenas pra não largar o livro quase no fim, já que não me preocupava mais com o que aconteceria aos personagens.

 

 

Agora tenho que escolher com cuidado minha próxima leitura, pra não ter que largar um livro no meio quando Mansfield Park e Northanger Abbey chegarem. Acho que vou ler contos ao invés de romances. Edgar Allan Poe ou Neil Gaiman ou Guy de Maupassant ou os três.

 

(um dos meus gatos se chama Bola de Sebo 02)

 

Lucy in the Sky2009-06-28 10:11:20

Link to comment
Share on other sites

Eu comprei dois livros no saldão da SICILIANO no centro de SP:

 

- AO SOM DO MAR E À LUZ DO CÉU PROFUNDO - Nelson Motta (2006);

 

- MICHAEL E PAULINE - UM CASAMENTO AMADOR - Anne Tyler (2005);

 

Paguei R$ 30,00 pelos dois e estou começando a ler o primeiro...
Thiago Lucio2009-07-03 21:08:10
Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

Histórias Extraordinárias, de Edgar Allan Poe. Morte, crimes, loucura, mistérios e pensamento lógico são os componentes dos contos (eles não têm todos essas cinco características juntas). Tudo ótimo, exceto por "Nunca aposte a sua cabeça com o diabo", tentativa mal sucedida de fazer comédia, e “Metzengerstein” que decepciona.

 

Não li todos os contos. Os que eu li:

 

*A Queda da Casa de Usher

*O Gato Preto

*Berenice

*Manuscrito encontrado numa garrafa

*William Wilson

*Os crimes da Rua Morgue

*O Mistério de Marie Rogêt

*A Carta Roubada

*Metzengerstein

*Nunca aposte sua cabeça com o diabo

 

Falta pouco menos da metade do livro, que tem 414 páginas. Agora estou lendo Triste Fim de Policarpo Quaresma. E continuo lendo Mansfield Park em inglês (lentamente).

 

 

Link to comment
Share on other sites

  • 3 weeks later...
  • 2 weeks later...

Não gostei de Triste Fim de Policarpo Quaresma. Desisti.

 

 

livro_lucifer-primeiro.jpg

 

Lúcifer - O Primeiro Anjo, de Marcelo Hipólito.

O livro vai da criação de Lúcifer até o apocalipse. No início ele era o único, criado á imagem de Deus, que o chamou de seu filho mais amado. Então outros anjos foram criados, mas não num mesmo nível de perfeição. Com o tempo, Deus disse que estaria ocupado e Lúcifer deveria ir até ele apenas quando fosse chamado. Depois veio o Homem, que Deus colocou acima dos anjos. Lúcifer se sentiu abandonado e desprezado pelo seu pai, experimentando ódio e tristeza. Ele não demonstrou a perfeição angelical esperada. Sentiu e agiu de forma humana. E foi muito longe. Não foi simplesmente vítima. Vaidoso, buscava poder, e muitos humanos e anjos sofreram e morreram por causa dele. E sofrimento ele causou a si mesmo. Ao me colocar no lugar de Lúcifer, não consigo pensar em como eu teria agido de maneira muito diferente.

Segundo a informação trazida pelo próprio livro, o autor foi procurar em descobertas arqueológicas, filosofias e religiões material para escrever a história de Lúcifer englobando diferentes versões do personagem. Resultou numa obra-prima. Um livro de mitologia grandioso, violento e trágico sobre o eterno confronto entre o bem e o mal. O final, belo e genial, é para nos deixar atordoados. Ao ler o livro, fiquei triste por Lúcifer, pois eu o amo, e tive raiva de Deus, mas no fim meus sentimentos se confundiram.

 

===================================================

 

 

249px-Lucifer16.jpg

 

Lucifer Morningstar.

Estou lendo a série escrita por Mike Carey e publicada pela DC (se não me engano, na década de 90).

Não sei se pouco foi dito sobre a queda de Lúcifer, ou se eu ainda não encontrei informações mais detalhadas, mas pelo que eu li, ele caiu na armadilha de Deus, que precisava de alguém para comandar o Inferno. Em Sandman - Estação das Brumas, Lúcifer desabafa, reclamando dos humanos por culpá-los pelos seus erros. Diz que não fica empoleirado nos ombros das pessoas dizendo a elas o que fazer. Mas bonzinho ele não é. A inocência há muito tempo foi perdida. Ele é frio, traiçoeiro e insensível. Não vive planejando causar o mal às pessoas, mas não hesita em atropelar que estiver no seu caminho.

Com a liberdade oferecida pelo selo Vertigo, voltado para o público adulto, Carey fez um trabalho razoavelmente bom. A série se passa principalmente no nosso mundo, mas também em outros, com Lúcifer morando na Terra, depois de ter desistido do Inferno. Os seres fantásticos (anjos, bruxas, demônios etc) estão lá. Um universo rico não muito bem aproveitado. Pelo menos o que eu li até agora é um pouco chato. Se não fosse o meu amor por Lúcifer, eu não teria um interesse muito grande em acompanhar as histórias. Infelizmente, como é comum nos quadrinhos, nem sempre os desenhos são bem feitos. Queria que todas as revistas tivessem uma arte linda como a de Lúcifer - Nirvana.

 

lucifer-nirvana.jpg

 

 

 

Hoje eu comecei Sherlock Holmes - o Cão dos Baskervilles.

 

 

Link to comment
Share on other sites

Atualmente estou lendo "O clube do filme". É a história da relação entre um pai e um filho. Esse está com notas ruins na escola, então o pai oferesse que ele largue-a, mas com uma condição: o filho terá que assistir a 3 filmes por semana, sendo que os títulos serão escolhidos pelo pai.

 

A história em si não é muito boa. O mais interessante são os comentários sobre os filmes.
Link to comment
Share on other sites

8590795101Gr.jpg

 

O autor faz um resgate histórico das conquistas das famosas montanhas que fazem parte do complexo do Marumbi, que é berço do montanhismo no Brasil. O livro é repleto de fotos, mapas, gráficos, reproduções originais de época, desde 1879 até nossos dias. Um livro que nos dá vontade de pegar a mochila e partir para o Marumbi!

Eu tive o privilégio de subir no topo do Abrolhos, os outros ainda me aguardam! Enquanto isso não acontece, aproveito para conhecer as histórias dos amantes do montanhismo e particularmente do complexo do Marumbi através do ‘olhar’ do Farofa.<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

 

O_CAO_DOS_BASKERVILLES_1231301083P.jpg

 

Sherlock Holmes - O Cão dos Baskervilles, de Arthur Conan Doyle

Terminei de ler semana passada e não estava com ânimo pra comentar, porque achei o livro apenas razoavelmente interessante, mas pra não passar batido...

As pessoas têm um fascínio por personagens muito inteligentes e perspicazes. Aqueles que vêem o que ninguém mais percebe. Sherlock Holmes deve ser o mais famoso entre eles. Foi bom vê-lo enxergar além dos outros, desenvolver suas teorias e encontrar a resposta para o mistério. Ainda que eu não tenha ficado muito curiosa para saber o final, consegui não parar na metade dizendo "dane-se, não dou a mínima para o fim que isso vai ter". Por causa do meu interesse não muito grande em ver qual seria a solução do mistério, se tudo o que acontece antes da revelação fosse descartável eu não teria aguentado. Mas as pistas falsas, o comportamento duvidoso de certos personagens e os acontecimentos curiosos proporcionaram algum entretenimento.

 

 

Estou lendo As Melhores Histórias da Mitologia Africana e Do Contrato Social.

 

 

Lucy in the Sky2009-09-04 15:46:40

Link to comment
Share on other sites

Particularmente não gosto muito de livros do top 10 veja e outros rankigs.

 

Mas acabo de ler 1808 - (Laurentino Gomes) - 10 anos de pesquisa. Muito bom o livro, acho que todo brasileiro deveria ler. Muito bem escrito!

 

Terminei está última semana. Escola Sem Sala de Aula. - (Ricardo Semler e outros). - Uma ideia totalmente nova, sobre conceito de escola.

Ricardo autor do livro - Virando a Própria Mesa. Mostra mais uma vez, sua habilidade de criar o novo e fazer a diferença.
Pipe Floriani2009-09-08 02:45:59
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

×
×
  • Create New...