Jump to content
Forum Cinema em Cena
Valentim Barnun

O Inferno dos Filmes Dublados

Recommended Posts

Meu saco encheu!3d03

Assisti a Speed Racer dublado, depois a Indiana Jones dublado, veio O Incrivel Hulk (dublado), até WALL-E foi dublado (!!!!!!!!!!!). Agora, vem o filme que eu mais aguardei, Batman - O Cavaleiro das Trevas, e eis que ele chega dublado aos cinemas de minha cidade (Montes Claros). Não dá pra aceitar, eu me recuso a ver Heath Ledger e naõ ouvir sua voz, sua gargalhada - nesta que parece ser sua melhor atuação. Fim de semana vou pra BH assistir ao filme lá.

Que esse fórum seja veículo para quem mora no interior expressar sua opinião sobre o inferno dos filmes dublados. Agora, todos que mora em capitais, que também exponham sua opinião sobre o assunto. É isso!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Concordo em gênero, número e grau.

 

Sei que a dublagem pode até parecer natural para alguns (afinal, somos brasileiros e falamos Português) ou até necessária (crianças e pessoas com dificuldades visuais), mas quem realmente aprecia cinema sabe que nada se compara à versão original da obra.

 

Vivo no interior e quase todos os filmes que têm cópias dubladas vêm dublados, o que torna tudo muito sem graça. Minha postura é simples: não assistir a filmes dublados, mas há quem seja mais maleável. Por isso já perdi Piratas 3, todos os Harry Potters após o primeiro, os dois últimos Homem-Aranha, etc.

 

Entendo e respeito a opinião de quem julgue bem-vinda essa tendência já sacramentada, mas com o perdão da expressão, É UM SACO!!! 1411machinegun

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Agora' date=' vem o filme que eu mais aguardei, Batman - O Cavaleiro das Trevas, e eis que ele chega dublado aos cinemas de minha cidade (Montes Claros). Não dá pra aceitar, eu me recuso a ver Heath Ledger e naõ ouvir sua voz, sua gargalhada - nesta que parece ser sua melhor atuação. Fim de semana vou pra BH assistir ao filme lá.

[/quote']

 

desculpe, mas eu vi dublado e gostei

 

por outro lado eu concordo... eu assisti Os Simpsons: o filme dublado e odiei (preferia que a voz do Homer fosse do Waldyr Sant'Anna) 
cinéfilo2008-07-23 11:38:48

Share this post


Link to post
Share on other sites

concordo agora sempre tem copias dubladas, eu moro em são paulo, mas eu tenho costume de ir sempre ao mesmo cinema, odeio quando eles colocam as copias dubladas em horarios bons, e deixam as copias legendadas para horarios absurdos e poucas sessões...

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Agora' date=' vem o filme que eu mais aguardei, Batman - O Cavaleiro das Trevas, e eis que ele chega dublado aos cinemas de minha cidade (Montes Claros). Não dá pra aceitar, eu me recuso a ver Heath Ledger e naõ ouvir sua voz, sua gargalhada - nesta que parece ser sua melhor atuação. Fim de semana vou pra BH assistir ao filme lá.

[/quote']

 

desculpe, mas eu vi dublado e gostei

 

 

 

Você não conta... 06
Dr. Calvin2008-07-23 12:47:54

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ué, se colocam cópias dubladas é porque há interesse do público também em assistir, ora. Apesar que a dublagem hoje está horrível se comparada ao que um dia já foi, mesmo eu que gostava de ver filmes dublados hoje sem exceção vejo todos no idioma original.

 

Por saudosismo eu assisto produções da década de 80 e 90 assim, e a dublagem desses filmes nunca caiu no meu conceito. Mas hoje, quando muito dublador já morreu, outros foram trocados criminosamente pelos estúdios, e a enxurrada de DVDs redublados, não faço questão mais nem de conferir.

 

Mas como as distribuidoras só pensam em nossos bens (não em nosso bem), não me surpreende que eles decidam só por um ou outro. Como a Fox fez ao dublar toda sua programação, um desrespeito total a quem já assistia legendado.

 

Sou da opinião que "ler legendas" (o que é diferente de ouvir no idioma original) é um saco maior ainda, pois muitas vezes essas não estão bem sincronizadas (e acreditem, 99% delas nunca estão, mesmo em DVD original, sempre começam ou terminam antes da hora, praticamente toda legenda que eu pego, eu tenho que editar), sem contar aquelas que estão mal traduzidas e resumem porcamente o que foi falado.

 

Então não tiro a razão de quem assiste dublado também.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acho que na França, 80 % dos filmes estrangeiros que passam por lá são dublados ... considerando que boa parte dos filmes que entram em circuito por lá são franceses, a percentagem de filmes estrangeiros já seria pequena e mesmo assim ainda é possível ouvir os dubladores fazendo biquinho ... não tenho a fonte dessa informação, pode ser que seja uma lenda urbana ... sabe aquelas informações que as pessoas te passam, mas vc fica na dúvida se é verdade? Isso, tipo esse post aqui ... 06

 

Acho que na Itália tem alguma coisa assim tb ... 17
Thiago Lucio2008-07-23 13:54:03

Share this post


Link to post
Share on other sites

<?:namespace prefix = v ns = "urn:schemas-microsoft-com:vml" /><?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

 

“Filmes dublados são pra crianças, cegos e retardados. Escolha sua categoria...” (perucatorta)

 

Ainda bem que você tem consciência de que suas opiniões não são verdades universais.

 

“Ué, se colocam cópias dubladas é porque há interesse do público também em assistir, ora. Apesar que a dublagem hoje está horrível se comparada ao que um dia já foi, mesmo eu que gostava de ver filmes dublados hoje sem exceção vejo todos no idioma original.” (Rayden)

 

Então tá, só me explica com que régua as produtoras medem esse suposto interesse do público, porque são poucas pessoas que eu vejo defender a dublagem de filmes adultos. E não vale a desculpa de público inculto, porque quem vai aos Shoppings (e paga estacionamento e pipoca e refrigerante, além do bilhete) são as classes A, B e parte da C.


Valentim Barnun2008-07-23 15:07:49

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu sou absolutamente contra filmes dublados; Cá em Portugal, os únicos filmes em que isso acontece são os filmes de criança, e eu recuso-me a ver no cinema em sessões dubladas. Por exemplo, sou uma fã do Seinfeld, quando saiu o Bee movie, saiu dobrado por um humorista português (péssimo na minha opinião) agora imaginem como seria para um fã que o principal motivo de ver o filme é o Seinfeld, estar a assistir aquele desastre... Nem pensar. Cá acontece sempre isso com animações e acho ridiculo, pois sempre vi filmes com o idioma original e legendas, e era criança e graças a tudo isso é que me sinto à vontade com várias linguas, inclusivé posso afirmar que o meu Inglês é um bom Inglês e muito se deve aos filmes, pois parecendo que não muito se desenvolve a ver assim os filmes. Hoje em dia nem olho para as legendas, é-me indiferente se as têm ou não, e isso não se deve apenas ao Inglês de escola mas a quase mais de 30 anos de filmes, pois desde que me conheço por gente que vou no cinema, ainda sem saber ler, sem idade para entrar, sem conseguir ver metade do filme, etc.

Ao tanto quanto sei, em Espanha é como aí no Brasil, tudo é dobrado. Em espanha, até na tv, series, filmes, tudo. Segundo amigos/colegas espanhois que apresentavam grandes dificuldades no Inglês, diziam que a culpa era do sistema, pois tudo era dobrado e não tinham a minima base da lingua inglesa. O mesmo se passou com dois colegas brasileiros, que afirmavam que sentiam imensas dificuldades e culpavam os sistemas de dobragem, pois compreendiam que muita da nossa grande facilidade se deve a estar habituados desde pequenos a conviver com a lingua. Tendo em conta isto, claro que sou contra a dobragem, para não falar da enorme perda de qualidade do filme. Para além disso, conheço algumas pessoas mais velhas que não falam Inglês, e recusam-se a ver um filme dobrado. Na minha opinião isto aplica-se a todas as linguas, pois vejo sempre no idioma original.

 

Itália e França, desconhecia o facto de dobrarem os filmes, mas é bem possivél...

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 

 

 

“Filmes dublados são pra crianças, cegos e retardados. Escolha sua categoria...” (perucatorta)

 

Ainda bem que você tem consciência de que suas opiniões não são verdades universais.


[/quote']

 

Ué, mas não foi você que reclamou de filmes dublados? Ahh, esqueci de acrescentar mais uma categoria: Analfabetos.

 

 

Perucatorta2008-07-23 15:20:24

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Ah, parem de reclamar. Na Itália todos os filmes não falados em italiano são dublados. Não há filme legendado. 06

 

Mas concordo que filme dublado é pra gente preguiçosa, criança (ainda tenho minhas ressalvas) e idosos, que não conseguem acompanhar as legendas. Tenho nojo só de pensar em ver um filme dublado. Sempre que passa na TV, mesmo não havendo closed captions, aperto a tecla SAP (vejo alguns filmes antigos na dublagem original na TV, mas é raro). Ainda bem que na minha cidade a maioria dos filmes é legendada (menos as animações e infantis), exceto Transformers (filme idiota para gente idiota, que só gosta de filme dublado por sinal). Optar por dublar a maioria dos filmes live action é uma ingorância. É compactuar com a burrice da população. O problema também reside nos DVDs, que sempre vem com áudio em português. Se viesse somente com áudio original e legendas em português a população seria treinada gradativamente a gostar de filmes com o áudio original. Alguns ignorantes reclamam que não dá para ler e ver a imagem ao mesmo tempo, mas isso é questão de treino. É revoltante. 11

 

PS: deixo a ressalva de que algumas pessoas idosas (minha vó, por exemplo) tem mesmo dificuldade para acompanhar legendas e ver o filme. Nesses casos dá até para ver dublado. Mas são raras as excessões. Até mesmo as crianças deveriam ser treinadas assim que aprendem a ler a ver filmes legendados (eu sou um exemplo disso).

 

Indiana Jones2008-07-23 15:26:46

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 

“Filmes dublados são pra crianças, cegos e retardados. Escolha sua categoria...” (perucatorta)

 

Ainda bem que você tem consciência de que suas opiniões não são verdades universais.


[/quote']

Ué, mas não foi você que reclamou de filmes dublados? Ahh, esqueci de acrescentar mais uma categoria: Analfabetos


 

 

 

Concordo com as categorias, mas vem cá, quando vc teve que assistir a um filme dublado por absoluta falta de escolha, em que categoria vc se incluiu.

Há uma diferença entre criticar a dublagem e dizer que, se assisto a um filme dublado, sou criança, cego, retardado ou analfabeto.

Não somos obrigados a escolher uma categoria, é isso que eu quero dizer

Share this post


Link to post
Share on other sites

É. eu também concordo. Se a pessoa tem algum tipo de limitação que não permite acompanhar então tudo bem, compreendo. Minha avó vê com legendas mas se pudesse... Aí estou certa que preferiria dobrado. Agora também não acho bom nem benéfico para crianças e aí é tudo dobrado hoje em dia no cinema. 09

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Dublado é horrível mesmo' date=' mas filme com legenda branca é um saco também, usem amarela pô! 1106[/quote']

 

Simples.Não existe tecnologia para produzir legendas coloridas no país. Foi por isso que a Fox só liberou cópias dubladas de Era do Gelo. Como a maior parte dos cenários do filme são brancos, ficaria impossível ler a tradução das falas dos personagens.

 

Do site Cinema em Cena...

 

O processo de legendagem para cinema é feito através de um sistema

ótico ou a laser, em que as legendas são “queimadas” diretamente nos

negativos enviados pelo estúdio. No Brasil, apenas esta tecnologia está

disponível. A Fox alega que chegou a enviar 20% das cópias de A Era do

Gelo para os laboratórios, mas estes as retornaram. A única solução

seria optar por legendas coloridas, mas este processo só existe fora do

país e seu custo seria dispendioso demais para a distribuidora.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Matéria interessante sobre dublagens no cinema:

fonte: dw-world.de

 

Dublagem no cinema é realidade há décadas na Europa

 

No Brasil, a oferta de filmes dublados se amplia nas salas de cinema. Até então reservadas ao público infantil, dublagens vêm sendo preferidas por adultos e adolescentes. Uma tese de doutorado analisa o assunto.

 

A decisão do Canal Fox de transmitir sua programação em português e o lançamento de cópias dubladas de filmes como Piratas do Caribe 3 e Transformers, cuja aceitação chega a ser maior do que as cópias originais, são exemplos recentes da mudança de hábito do público brasileiro perante a dublagem de filmes até então legendados.

Tal mudança de hábito pode ser lida de várias formas: reação ao mercado de filmes dublados em DVD; democratização da oferta cinematográfica para idosos, analfabetos e crianças; preguiça de leitura; proteção da língua nacional, etc.

Na Alemanha, a dublagem de filmes para o cinema já é realidade desde 1930. Até hoje, filmes legendados na versão original podem ser vistos somente em alguns poucos cinemas de cidades maiores. Uma tese de doutorado da Universidade de Bochum estudou o fenômeno.

Dublagem acompanhou a sonorização

Em sua dissertação A fala nos filmes. Sobre a linguagem verbal no cinema, Christoph Wahl, docente da Universidade de Bochum, explica que a dublagem acompanhou a sonorização da fala na pós-produção, ou seja, a reprodução dos diálogos após as filmagens, já que dificuldades técnicas tornavam difícil a gravação de diálogos fora dos estúdios.

Na indústria cinematográfica, a sonorização das falas tornou-se regra a partir dos anos de 1950, com o início da utilização da fita magnética, em 1948.

Diálogos, ruídos e música puderam, a partir daí, ser gravados separadamente. Surgiram as assim chamadas "fitas internacionais" que permitiam, no caso de dublagens para outros idiomas, que somente os diálogos fossem trocados.

Com a sonorização das falas na pós-produção, também surgiu a troca de vozes, uma técnica freqüentemente usada por diretores como Rainer Werner Fassbinder, que substituía a voz de alguns personagens por outras que achava mais adaptadas ao papel, explica Wahl. Com a dublagem, também surgiu a modificação de diálogos. Desta forma, a tradução de filmes pôde servir aos mais diversos interesses.

Nem nazistas, nem colaboradores, nem ativistas da resistência

Wahl explica que, para o clássico Casablanca (1942), de Michael Curtiz, há três versões para o alemão (1952, 1968, 1975). Após a Segunda Guerra, os alemães ainda não estariam preparados para um resgate autocrítico do passado nazista.

Desta forma, na versão de 1952, todo o complexo nacional-socialista embutido em Casablanca foi eliminado através de cortes e da substituição de diálogos. Nesta primeira versão, não existiam nem nazistas, nem colaboradores, nem ativistas da resistência, explica o docente.

As versões para o alemão de 1968 e 1975 recuperaram estas modificações ideológicas, primeiramente através de uma versão original legendada (1968) e, finalmente, com uma nova dublagem para o alemão em 1975.

Comissão Italiana de Censura

Segundo Wahl, a dublagem de filmes também estaria ligada, de outra forma, ao passado fascista e nazista de países como a Itália e Alemanha, pois foi nos países do Eixo que a dublagem se estabeleceu de forma mais incisiva.

Na Alemanha, as restrições nacional-socialistas a línguas estrangeiras fizeram com que os filmes norte-americanos fossem em sua maioria dublados, até sua proibição definitiva a partir de 1940.

Depois de 1929, a Comissão Italiana de Censura suprimiu os diálogos de filmes norte-americanos e de outras produções estrangeiras, argumentando que isto iria estimular os italianos a aprender outras línguas. Em 1931, um decreto requeria a dublagem de todos os filmes estrangeiros.

Somente versões dubladas

Além da Alemanha e Itália, a Espanha, regida durante décadas pela ditadura de Franco, ficou conhecida como o terceiro país da dublagem. Por volta de 1950, um estudo chegou à conclusão que os mercados dos três países eram os únicos a aceitarem somente versões dubladas.

Apesar da pequena população, regiões como a Catalunha espanhola ou o País de Gales apostam na dublagem de filmes para a valorização do idioma vernacular em relação ao espanhol e ao inglês, respectivamente. Para Wahl, no entanto, a utilização da dublagem como arma contra o imperialismo seria fruto de um pensamento errôneo.

Se a dublagem de filmes para o alemão permite, à primeira vista, que o idioma alemão seja falado nos cinemas, permite também, em uma segunda visão, uma plataforma para adaptação falaciosa de expressões e formas de comportamento culturais estrangeiros, explica Wahl em sua tese.

-THX-2008-07-23 15:47:59

Share this post


Link to post
Share on other sites
Dublado é horrível mesmo' date=' mas filme com legenda branca é um saco também, usem amarela pô! 1106[/quote']

Simples.Não existe tecnologia para produzir legendas coloridas no país. Foi por isso que a Fox só liberou cópias dubladas de Era do Gelo. Como a maior parte dos cenários do filme são brancos, ficaria impossível ler a tradução das falas dos personagens.

Do site Cinema em Cena...

O processo de legendagem para cinema é feito através de um sistema ótico ou a laser, em que as legendas são “queimadas” diretamente nos negativos enviados pelo estúdio. No Brasil, apenas esta tecnologia está disponível. A Fox alega que chegou a enviar 20% das cópias de A Era do Gelo para os laboratórios, mas estes as retornaram. A única solução seria optar por legendas coloridas, mas este processo só existe fora do país e seu custo seria dispendioso demais para a distribuidora.

 

Não sabia disso, interessante. 05

 

Valeu. 03

Share this post


Link to post
Share on other sites

“Filmes dublados são pra crianças' date=' cegos e retardados. Escolha sua categoria...” (perucatorta)

 

Ainda bem que você tem consciência de que suas opiniões não são verdades universais. 

[/quote']

 

Curioso isso aqui... um detrator de filme dublado indignado com outro detrator de filme dublado...

 

Freud explica... 06 

Share this post


Link to post
Share on other sites

“Filmes dublados são pra crianças' date=' cegos e retardados. Escolha sua categoria...” (perucatorta)

 

Ainda bem que você tem consciência de que suas opiniões não são verdades universais. 

[/quote']

 

Curioso isso aqui... um detrator de filme dublado indignado com outro detrator de filme dublado...

 

Freud explica... 06 

 

  

Cara, eu concordo com as categorias, vê se me entende, mas discordo de que, ao assistir a um filme dublado (e se vc leu meu primeiro post sabe que assisti a vários nos cinemas), sou obrigado a me enquadrar em uma delas.

É revoltante pagar por um filme dublado, mas quando somos "obrigados" a fazê-lo quer dizer que somos crianças, cegos, retardados ou analfabetos? Não, né?

 
Valentim Barnun2008-07-23 16:10:00

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

×
×
  • Create New...