Jump to content
Forum Cinema em Cena

Palmeiras #2


Jack_Bauer
 Share

Recommended Posts

Maior 'garçom' do 1º turno, Cleiton Xavier faz a alegria dos atacantes palmeirenses

Jogador deu passe para 12 dos 31 gols do líder do Brasileirão

 

Nos restaurantes, o bom garçom é aquele que consegue servir os clientes com eficiência. No futebol, o termo se aplica ao jogador que deixa os seus companheiros na cara do gol. No primeiro turno do Campeonato Brasileiro de 2009, nenhum outro atleta foi melhor "garçom" do que Cleiton Xavier. O camisa 10 do Palmeiras foi responsável por 12 assistências no campeonato.

Como a equipe marcou 31 gols no Nacional após 19 rodadas, o  meio-campista atuou de forma direta em quase metade deles. Além dos 12 passes, Cleiton Xavier balançou a rede duas vezes.

- Fico muito feliz por isso e agradeço a todos os meus companheiros, à comissão técnica do Palmeiras. O resultado que apontou esse número de assistências é fruto de muito trabalho e do ótimo posicionamento dos jogadores de ataque, que também são importantes para que tudo dê certo - disse o meia.

No ranking coletivo de assistências, Barueri, Goiás e Grêmio lideram, com 24 passes que resultaram em gol. Atlético-MG e Palmeiras ocupam a segunda colocação, com 23. A dupla Cleiton Xavier-Diego Souza domina o quesito no líder do Brasileirão. Com 12 e cinco passes decisivos, respectivamente, os dois são responsáveis por 73,9% das assistências do time paulista.

Já Goiás e Atlético-MG devem boa parte de seus gols aos passes precisos de Júlio César e Diego Tardelli, respectivamente. O primeiro deu sete assistências.  O segundo foi responsável por seis, mostrando que além de goleador (9 tentos) também sabe servir aos companheiros de time.

Cruzeiro e Náutico são as equipes com menor número de assistências no torneio: apenas dez em 19 jogos.

Link to comment
Share on other sites

Goleiro do Santo André lidera ranking de defesas difíceis no Brasileirão

Sport tem a pior defesa do Campeonato Nacional, apesar da presença de Magrão na lista dos cinco goleiros que mais trabalharam na competição

 

O Santo André vive um momento complicado no Campeonato Brasileiro. Após iniciar bem a competição - chegou a estar em 7º lugar na 11ª rodada - o time do ABC paulista caiu de rendimento e fechou o turno na zona de rebaixamento (17º lugar). E a situação da equipe poderia ser ainda pior se não fossem as boas intervenções do goleiro Neneca, um dos destaque do time. O arqueiro é que fez maior número de defesas difíceis na primeira metade do Campeonato Brasileiro.

Em 19 partidas, Neneca praticou 49 defesas, evitando que o Santo André sofresse mais do que os 29 gols atuais.

Em segundo lugar na relação dos goleiros que mais trabalharam no Brasileirão está Felipe. O camisa 1 do Corinthians fez 45 defesas consideradas difíceis. Como disputou 17 jogos, tem uma média superior a do líder (2,64 por jogo contra 2,57 de Neneca).

O terceiro posto no ranking também pertence a um goleiro de um clube paulista. Se a linha de frente é uma das armas do Barueri no Nacional (com Fernandinho, Val Baiano, Thiago Humberto), o goleiro Renê também vem se destacando, com 37 intervenções.

Mas na lista dos times menos vazados na competição, não estão Santo André, Corinthians e Barueri. Líder do Brasileirão, o Palmeiras tem a melhor defesa do torneio até o momento, com apenas 17 gols sofridos em 19 partidas. Em seguida, estão Internacional (20 gols em 17 jogos) e São Paulo (21 em 19).  

Titular do gol alviverde, Marcos é o quinto na relação de goleiros que mais praticaram defesas difíceis (35). Magrão (Sport) é o quarto, com 36.

Apesar de trabalhar bastante, o goleiro que sofreu o milésimo gol de Romário não conseguiu evitar que o Rubro-Negro pernambucano tenha a pior defesa do Brasileirão, ao lado do Náutico. Os clubes de Recife na Série A do Brasileiro sofreram 37 gols cada um.

Link to comment
Share on other sites

Willians fecha o turno como maior ladrão de bolas do Brasileirão

Volante rubro-negro tem média de 5,2 desarmes por partida no campeonato

 

O Flamengo fechou o primeiro turno do Brasileirão-2009 de uma maneira negativa, sendo goleado pelo Grêmio (4 a 1). Na classificação, o Rubro-Negro ocupa a modesta 10ª colocação. Ao avaliar o que será preciso melhorar no time para o segundo turno, o técnico Andrade não poderá reclamar do setor de marcação. As estatísticas do GLOBOESPORTE.COM mostram que o Rubro-Negro carioca é o líder do ranking dos que mais roubam a bola dos adversários sem apelar para faltas. Foram 419 desarmes em 19 partidas. Média de 21,89 por jogo. Quem mais contribuiu para este desempenho foi o volante Willians, líder do quesito no Nacional, com 89 desarmes (21,4% do total).

Outro volante que ajudou seu time a fortalecer o poderio defensivo foi Pierre. Dos 338 roubos de bola do Palmeiras no primeiro turno, o jogador foi responsável por 64 (18,9% do time).

Rodrigo Souto, o terceiro colocado no ranking individual, conseguiu 54 desarmes na primeira metade da competição (54). Mas o bom desempenho do meio-campista não foi o suficiente para que o Santos figurasse entre os cinco primeiros do ranking de times com mais desarmes. O Peixe está na sexta colocação, atrás também de Atlético-PR, São Paulo e Coritiba.

Na outra ponta da tabela está o Náutico. O time pernambucano é a equipe com menor número de roubadas de bola no Brasileirão-2009, com um total de 211. Em seguida, vem o Cruzeiro (226).

Link to comment
Share on other sites

Perto de novo patrocínio, Verdão pensa em reforços. Danilo quer nomes de peso

Jogador diz que quem chegar não tem que ser apenas para somar

 

O Palmeiras  planeja fechar mais um patrocínio até esta quarta-feira. As negociações para que a Unimed estampe sua marca no calção alviverde estão adiantadas, explicou Toninho Cecílio, gerente de futebol. Com a entrada de mais um contrato, o objetivo da diretoria é seguir na busca de reforços. Os jogadores aprovam a atitude, mas esperam que venham peças de peso. Não serve apenas atleta para compor o elenco, ressaltou Danilo.

- A diretoria está cumprindo seu papel em busca de reforços, mas se vier alguém tem que ser acima da média. Não adianta ser um jogador que venha com aquele discurso de que é mais um para somar. O Palmeiras já tem um elenco forte - explicou o jogador.

Link to comment
Share on other sites

Meia colombiano do Colo Colo (CHI) à vista

Macnelly Torres tem sido observado. Diretoria admite o interesse e espera momento certo para agir

 

A diretoria do Palmeiras não está em busca apenas do atacante Vágner Love. Os dirigentes também têm observado jogadores para outras posições. E uma das opções para reforçar o time nos próximos meses é o colombiano Macnelly Torres, do Colo Colo (CHI).

Adversário do Verdão na primeira fase da Copa Libertadores, o meia tem sido observado desde a disputa da competição. Aos 24 anos, o jogador é um dos destaques da equipe chilena. Só para se ter uma ideia, no primeiro confronto contra os palmeirenses, no Palestra, ele foi um dos destaques da partida.

- Isso ficou a cargo do Gilberto (Cipullo, vice-presidente de futebol). Mas, até agora, ele não me passou nada - afirmou o presidente do Alviverde, Luiz Gonzaga Belluzzo.

- Ele ficou incumbido de fazer isso (negociar). Existem coisas que o departamento de futebol resolve e, depois, vai me informando para que eu dê o aval - completou.

No momento, a diretoria palmeirense está no aguardo sobre a situação do jogador. Os dirigentes tiveram a informação de que o Colo Colo espera uma proposta do futebol europeu para negociar o meia. A janela de transferências para o exterior termina no fim de agosto.

Outro empecilho é o valor pedido pelos chilenos para negociar o seu atleta. Segundo a imprensa chilena, o clube só aceita liberar o jogador por algo em torno de US$ 5 milhões (cerca de R$ 9,28 milhões).

Em situação de espera por uma definição dos chilenos, a diretoria palmeirense não está parada. Até por isso, outros jogadores de meio-de-campo tem sido observados. A ideia mesmo é reforçar a equipe.

- Não sei se vem ele. Pode ser que seja outro meia - disse Belluzzo.

Nos últimos anos, a relação entre as diretorias de Palmeiras e Colo Colo tem sido boa. Em 2006, os palmeirenses trouxeram o meia Valdivia do clube chileno. Resultado: o jogador se tornou ídolo das das torcidas. Assim como o Mago, Torres também veste a camisa 10.

Neste ano, o Verdão contratou o lateral-direito Figueroa, do Colo Colo, após a disputa da Libertadores. O jogador ainda não fez sua estreia com a camisa alviverde

Link to comment
Share on other sites

Sou corintiano, mas tenho que reconhecer que essa camisa número 3 do Verdão ... azul e branca ... é muito bonita!!!!!!!

 

Quanto ao desempenho do Palmeiras era normal que o time "engessasse" um pouco com a chegada do Muricy, mas o cara é especialista em pontos corridos, gosta de dar emoção ao campeonato e acho que dos times que estão na ponta é o que mais tem chances de ser campeão... juntamento com o São Paulo.
Thiago Lucio2009-08-21 21:32:47
Link to comment
Share on other sites

Mozart se despede dos companheiros e deixa o Palmeiras para defender o Livorno

 

 

 

O Palmeiras treinou com um a menos na Academia de Futebol, nesta sexta-feira. Mozart está de saída do clube. O volante se despediu dos companheiros e deixou o Alviverde para defender o Livorno (ITA). A passagem pelo Verdão foi curta: ele chegou em abril, já com contrato rescindido com o Spartak Moscou. Agora tem outro compromisso, que ia até dezembro de 2010, interrompido. Rapidamente abordado pelos jornalistas, apenas resumiu.

 

 

 

- Falta só acertar alguns detalhes, mas estou saindo - disse Mozart.

 

 

 

Mozart foi trazido por Vanderlei Luxemburgo na época em que Sandro Silva e Edmílson estavam em recuperação de lesões. No entanto, atualmente o volante perdeu espaço no elenco, agora comandado por Muricy Ramalho, que confia na dupla formada por Pierre e Edmílson. O alto salário de Mozart também pode ter ajudado a encurtar sua passagem no Palestra.

 

 

 

Fonte: Globo.com

 

 

 

=======================================================

 

 

 

Deveria ir pro Santos do Lixomburgo ! Mas está bom, saiu Capivara e agora esse outro lixo......

Link to comment
Share on other sites

De azul, 'exército' do Palmeiras vence o Inter e agarra liderança do Brasileiro

 

Com Diego Souza em noite iluminada, Verdão luta muito, faz 2 a 1 sobre o Colorado, no Palestra Itália, e abre vantagem na ponta da competição

 

 

 

Quase 300 anos depois, o Palmeiras trouxe neste sábado ao Palestra Itália um pouco da inspiração nas raízes daqueles que fundaram o clube. Estreando seu novo uniforme na cor azul, como o exército que protegia a família real italiana dos invasores no século XIX, o Verdão precisou ser guerreiro e mostrar suas armas para derrotar o Internacional por 2 a 1, no Palestra Itália e garantir a soberania no Campeonato Brasileiro. Sem Cleiton Xavier, machucado logo no início da batalha, o "general" Diego Souza assumiu a tropa e comandou o triunfo.

 

 

 

Com o resultado, o Palmeiras quebra a série de quatro jogos sem vencer (três empates e uma derrota) e sobe para 40 pontos, na primeira colocação do torneio. Melhor: o time não poderá mais ser alcançado pelo Internacional, com dois jogos a menos. Os gaúchos aparecem em quarto, com 33, e só poderão chegar a 39.

 

 

 

Na próxima rodada, o Palmeiras tem mais uma batalha contra um de seus maiores inimigos, o São Paulo, domingo, às 16h, no Morumbi. Já o Internacional encara o Santos, quarta-feira, às 21h, na Vila Belmiro, em partida adiada da 16ª rodada.

 

 

 

Pênalti em Diego Souza, gol de Obina

 

Apesar do incentivo da torcida, em grande número no Palestra Itália, o Palmeiras sofreu no início da partida. Depois de esbarrar na retranca do Botafogo, Muricy Ramalho adiantou o meia Diego Souza para o lado esquerdo do ataque na tentativa de abrir a defesa adversária. Tite tratou de usar a mesma estratégia dos outros adversários, com apenas Alecsandro na frente e sem obrigação de marcar.

 

 

 

Para complicar mais, Cleiton Xavier sentiu uma lesão no tornozelo direito e precisou ser substituído por Deyvid Sacconi logo aos dez minutos. Sem seu principal articulador, o time paulista virou presa fácil para os marcadores gaúchos e passou a errar bastante no campo ofensivo.

 

 

 

A dificuldade era tanta que o Palmeiras só conseguiu assustar em duas cobranças de faltas. Aos 26, Diego Souza bateu, a bola tocou no braço de Alecsandro na barreira e quase caiu no ângulo direito de Lauro. Quatro minutos depois, foi a vez de Souza chutar do mesmo local e assustar o goleiro rival.

 

 

 

Depois de passar todo o primeiro muito marcado, Diego Souza, enfim, encontrou espaço para colocar o Verdão em vantagem. Aos 37, ele recebeu passe na área, tentou o drible e foi derrubado por Danny Morais. Obina bateu e fez o nono gol dele na competição. Andrezinho, aos 45, quase empatou ao cobrar falta e por pouco não acertar o ângulo direito de Marcos.

 

 

 

Diego Souza brilha, e Ortigoza fecha o jogo

 

No segundo tempo, o Palmeiras voltou disposto a sufocar e não demorou a ampliar a vantagem. Logo aos dois minutos, Diego Souza fez uma linda jogada individual desde a intermediária e disparou. A bola desviou em Sorondo e sobrou para o paraguaio Ortigoza bater na saída de Lauro. Explosão no Palestra!

 

 

 

Perdendo, Tite avançou o Colorado ao ataque. Andrezinho, aos seis, teve outra boa chance em cobrança de falta que passou à direita de Marcos. Com espaço para jogar nos contra-ataques, o Palmeiras parou em Lauro, aos 11. Armero invadiu a área em velocidade e finalizou para o goleiro fazer ótima defesa.

 

 

 

O Internacional voltou a assustar, aos 18, com Andrezinho soltando uma bomba de fora da área e carimbando o travessão. A resposta, por pouco, não veio em grande estilo, aos 21. Diego Souza deu um chapéu em Guiñazu, passou por Sorondo e, na entrada da área, bateu para fora, arrancando gritos de "Diego! Diego!" das arquibancadas.

 

 

 

Sem reação, Tite mexeu no setor ofensivo: colocou Wagner Libano no lugar de Andrezinho e Bolaños na vaga de Taison. Muricy deu o troco. Tirou o cansado Edmílson para a entrada de Jumar, reforçando ainda mais o setor de marcação. Aos 41, contudo, os gaúchos descontaram. Giuliano driblou dois na entrada da área e chutou no canto direito alto de Marcos. Golaço!

 

 

 

Nos minutos finais, o Palmeiras foi todo para seu campo de defesa na tentativa de se defender da pressão colorada. Aos 47, até o goleiro Lauro foi para a área, mas não conseguiu o gol de empate e o Palestra Itália, enfim, viu o Palmeiras vencer novamente no Brasileirão.

 

 

 

Fonte: Globo.com

Link to comment
Share on other sites

Palmeiras anuncia patrocínio para os calções

Verdão fecha com a Unimed Seguros contrato até dezembro de 2010

LANCEPRESS!

A diretoria do Palmeiras fechou contrato com a Unimed Seguros para patrocinar o calção da equipe. O acordo, firmado até dezembro de 2010, foi anunciado na tarde deste sábado pelo clube.

A estreia do novo patrocinador será no próximo domingo, no clássico contra o São Paulo, no Morumbi. Especula-se que o contrato de 16 meses renderá aos cofres do clube cerca de R$ 4 milhões.

A Unimed Seguros ganhou a disputa com a Lupo e a Cosan, empresas que também fizeram propostas para patrocinar o calção do Palmeiras.

Link to comment
Share on other sites

Palmeiras negocia com o meia Renato, ex-Fla e Corinthians

A informação foi confirmada pelo técnico Muricy Ramalho, neste sábado

LANCEPRESS!

O técnico Muricy Ramalho pediu um meia canhoto e a diretoria do Palmeiras já está trabalhando para atendê-lo. O clube abriu negociações com Renato, ex-atleta de Corinthians e Flamengo, e que hoje atua pelo Al-Shabab, dos Emirados Árabes.

Após a vitória do Verdão sobre o Internacional por 2 a 1, neste sábado, no Palestra Itália, o treinador alviverde confirmou a informação. Muricy está na torcida para que haja um acerto com o jogador.

– Renato é um jogador forte, rápido e com uma boa finalização. Não é um meia-armador, mas ele chega muito bem ao ataque. Espero que dê tudo certo com essa negociação. Se ele vier, vai nos ajudar muito. Falta um meia canhoto no nosso time. Acho que não só aqui, como em outros lugares – afirmou.

Renato, de 31 anos, foi revelado pelo Marcílio Dias (SC), mas ganhou destaque no Guarani, em 2001, quando despertou o interesse do Corinthians, que o contratou.

Após viver altos e baixos no time alvinegro, o atleta foi negociado para o Flamengo, em 2005. No clube carioca, teve boa passagem, conquistou títulos e caiu nas graças da torcida. Em 2007, o meia foi para o Al-Nasr, também dos Emirados Árabes, antes de se transferir para o Al-Shabab, no ano passado.

Link to comment
Share on other sites

Palmeiras faz nova investida por Vagner Love

Dirigente do Verdão faz acordo com Zico, técnico do CSKA

2593718.jpg

 

A diretoria palmeirense voltou a investir pesado na contratação do atacante Vagner Love, do CSKA. Após a primeira negativa do clube russo, o gerente de futebol Toninho Cecílio conversou pessoalmente com o técnico Zico, que indicou um jogador para ser envolvido na troca pelo atacante. Não foi divulgado o nome desse jogador, mas sabe-se que não é titular do time de Muricy Ramalho.

A diretoria alviverde aceitou a troca de pronto e agora aguarda a resposta da direção do clube russo. Segundo o presidente palmeirense, Luiz Gonzaga Belluzzo, a expectativa é que haja uma definição até a próxima quinta-feira.

– Não dá para falar em probabilidades, mas estou otimista – comentou Belluzzo, durante o jantar em comemoração aos 95 anos do clube, na noite desta segunda-feira, no Palestra Itália.

Para ceder Vagner Love, o CSKA queria Diego Souza e Cleiton Xavier, mas o Palmeiras nem quis incluir os jogadores na negociação. Por isso, os russos desistiram do acordo. Entretanto, segundo apurou a reportagem do LANCE!, a expectativa é que Love já desembarque no Rio de Janeiro na quinta-feira à noite e que na sexta viaje para São Paulo para fazer exames médicos e assinar com o Verdão.

------------------------------------------------------------

Dizem por ae que é o meia-atacante Felipe.Rafael Araujo2009-08-24 23:25:12
Link to comment
Share on other sites

Dirigente do Palmeiras garante Maurício Ramos

Gilberto Cipullo: 'chance do Maurício Ramos ficar é de 95%'; negócio deve ser fechado nesta terça

2593514.jpg

 

LANCEPRESS!

A promessa do presidente do Palmeiras, Luiz Gonzaga Belluzzo, de manter o elenco do Palmeiras até o fim do Brasileirão, etsá perto de ser cumprida. O Standard Liège-BEL, fez proposta pelo zagueiro Maurício Ramos. Mas segundo a diretoria do Verdão, o jogador deverá ficar no clube.

- A chance do Maurício Ramos ficar no Palmeiras é de 95%. Já temos tudo apalavrado com o Iraty (dono dos direitos do atleta) e o negócio deve ser fechado nesta terça - afirmou o vice-presidente de futebol do Palmeiras, Gilberto Cipullo, antes da festa que comemora os 95 anos do clube.

Segundo o dirigente do Verdão, Eduardo Mallucelli, advogado do Iraty, viajará nesta terça a São Paulo para acertar o negócio com o clube paulista. O Palmeiras pagará 1 milhão de dólares (cerca de R$ 1,8 milhão) por 50% do vínculo do jogador.

Maurício Ramos assinará um contrato de cinco anos com o Palmeiras e terá um reajuste salarial. Neste ano, o zagueiro disputou 47 partidas pelo Verdão, o segundo em número de atuações, atrás apenas de Cleiton Xavier, que tem 48.

-------------------------------------------------------------

Cleiton Xavier luta para se recuperar para o clássico

Meia tem feito tratamento intensivo na Academia de Futebol

Cleiton%20Xavier%20quer%20estar%20em%20campo%20contra%20o%20São%20Paulo%20%28Foto:%20Tom%20Dib%29

Cleiton Xavier quer estar em campo contra o São Paulo (Foto: Tom Dib)

LANCEPRESS!

Disputar uma partida decisiva, com o estádio lotado, contra um dos maiores rivais do clube, é o desejo de qualquer jogador. Com Cleiton Xavier, o pensamento não é diferente.

O camisa 10 do Verdão, que luta para se recuperar de uma entorse no tornozelo direito, tem feito tratamento intensivo na Academia de Futebol. Ele dispensou a folga dada aos jogadores, segunda-feira e domingo, e passou por avaliações em dois períodos.

De acordo com o departamento médico do Palmeiras, o atleta tem apresentado melhoras. Mas ainda é dúvida para o decisivo clássico.

– Ele está melhor. Fez tratamento o fim de semana inteiro. O tornozelo ainda está um pouco inchado e, por isso, vai passar mais alguns dias fazendo fisioterapia. Ele está muito dedicado, tem feito um tratamento intensivo, mas segue como dúvida para o jogo contra o São Paulo – explicou o médico Otávio Vilhena.

Na atual temporada, o camisa 10 do Verdão desfalcou a equipe em apenas quatro partidas. Em três oportunidades, o então técnico Vanderlei Luxemburgo resolveu poupar seus titulares no Paulistão e, por essa razão, Cleiton Xavier não atuou.

Apenas uma vez, o atleta desfalcou de fato o Palmeiras. Foi no segundo jogo da semifinal do campeonato estadual, contra o Santos. E o meia fez muita falta ao Verdão, que teve uma fraca atuação, perdeu por 2 a 1 e acabou eliminado.

A importância de Cleiton para a equipe é incontestável. Cérebro do meio-de-campo, o meia já caiu nas graças da torcida. Força, CX10!

 
Rafael Araujo2009-08-24 23:30:46
Link to comment
Share on other sites

Palmeiras encerra novela e anuncia Unimed

REDAÇÃO
Da Máquina do Esporte, em São Paulo

O Palmeiras acabou com a novela envolvendo o patrocínio de seus calções e anunciou a Unimed Seguros como a dona da propriedade até o fim do ano que vem. A demora acabou rendendo frutos para o clube, que receberá R$ 4 milhões por 16 meses de contrato.

O valor coloca o Palmeiras como o dono do calção "mais valioso" no futebol brasileiro. O novo patrocinador fará sua estreia no clássico contra o São Paulo, no próximo sábado, em jogo válido pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.

As negociações que levaram a Unimed ao clube foram marcadas por duas reviravoltas. Há alguns meses, a Cosan era a única a negociar o espaço. A empresa já tinha planejado, inclusive, utilizar o verde que caracteriza o time em campanhas institucionais de eco-combustível. Contudo, a demora para resolver entraves burocráticos esfriou o acordo, que renderia R$ 1 milhão ao ano.

No início de agosto, a Lupo chegou a ser anunciada como a nova parceira do Palmeiras, mas foi recusada depois de entrar no mercado de material esportivo. Fabricante de uniformes do Náutico, a marca de roupa interior faria concorrência à Adidas, fornecedora alviverde. O valor girava em torno de R$ 3 milhões ao ano.

Com a recusa à Lupo, voltou com força a negociação com a Unimed, iniciada ainda em 2008, mas que havia esfriado. No final, foi fechado o acordo, gerando uma valorização de 350% no que o clube ganharia inicialmente.

Rafael Araujo2009-08-24 23:51:37
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

×
×
  • Create New...