Jump to content
Forum Cinema em Cena

500 Dias com Ela (500 Days of Summer)


MacGruber
 Share

Recommended Posts

Fiquei sabendo da existência do filme essa manhã (sabia mas não esperava nada) e já virou o meu mais aguardado do ano. 16

........

 

Zooey Deschanel e Joseph Gordon-Levitt formam par romântico - 08/05/2008 08:53

zooeydeschanel_01.jpgjosephgordon-levitt_01.jpgZooey Deschanel (O Assassinato de Jesse James Pelo Covarde Robert Ford - foto) e Joseph Gordon-Levitt (O Vigia - à direita) formarão o par romântico da comédia 500 Days of Summer, que marca a estréia do diretor de videoclipes Marc Webb nos cinemas. O ator será um rapaz que se apaixona por uma mulher, vivida por Deschanel, que não acredita no amor.

Também serão vistos na produção: Clark Gregg (Homem de Ferro, da série The New Adventures of Old Christine), Minka Kelly (da série Friday Night Lights) e Matthew Gray Gubler (de Criminal Minds).

As filmagens, segundo a Variety, começaram esta semana em Los Angeles.

Deschanel participa do thriller Fim dos Tempos, dirigido por M. Night Shyamalan, que será lançado em junho no Brasil. No momento, Gordon-Levitt está rodando Comandos em Ação, baseado na linha de brinquedos.

Link to comment
Share on other sites

  • Replies 163
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

O Gordon-Levitt tem uma cara de canastra (e uma voz tb) que chega a ser espantoso ele não ser um. 

 

Pelo trailer' date=' pareceu legal, mas não de outro mundo. [/quote']

 

 

Deixa eu me iludir, velho! 06

 

Achei que por trás de algumas convenções do trailer (e do teaser), temos um filme realmente poderoso e, dentro do possível, inovador aqui.
BrnoSoares2009-07-19 14:29:53
Link to comment
Share on other sites

 

Pelo trailer' date=' pareceu legal, mas não de outro mundo.

[/quote']

Parece mais do que legal. Não diria que é de outro mundo, mas também não diria o contrário.

 

Tirando o fato de a Zoe ser vocalista da banda que

mais tenho ouvido no momento - She & Him -' date=' a acho linda, gosto

dele também, e me parece, apesar do trailer, como o Bruno falou, um

ótimo filme, repleto de excelentes momentos e texto afinado. [/quote']

Eu concordo.

 

Link to comment
Share on other sites

  • 2 months later...

Crítica: 500 Dias com Ela

Filme indie hollywoodiano do ano subverte o subgênero "menino conhece menina"

25/09/2009

2.jpg

A fundação sobre a qual todas as comédias românticas se ancoram é o clássico "boy meets girl" - o "menino conhece menina". Esse é sempre o ponto de partida dessas histórias no cinema, que inevitavelmente passam pelo estágio do desentendimento do casal e derivam para 1) ou os protagonistas ficarão juntos; ou 2) seguirão caminhos distintos.

500 Dias com Ela ((500) Days of Summer) é em essência um "boy meets girl". No entanto, junta-se ao seletíssimo grupo de filmes que conseguem subverter as regras do gênero, dando ao público uma experiência nova - ainda que parcialmente conhecida.

Na história, que abrange os quinhentos dias do título, Joseph Gordon-Levitt vive Tom, um criador de cartões comemorativos, em busca do amor de sua vida. No escritório ele conhece a bela Summer (daí o nome original intraduzível do filme, (500) Dias de Summer ou "Verão"), interpretada pela überadorável Zooey Deschanel. Os dois desenvolvem um relação, mas há um problema: ela não acredita no amor.

Diretor estreante em longas, Marc Webb usa sua experiência em contar histórias curtas em videoclipes - ele já dirigiu uma centena deles - para imprimir um ritmo todo particular à produção. Ele pega os dezesseis meses da história de Tom e Summer e os recorta, apresentando-os de maneira não linear. Momentos bons, ruins e comuns alternam-se agrupados por eventos, mostrados pela perspectiva de Tom.

Webb também referencia seu passado criativo na inspirada trilha sonora e em uma cena musical que representa o que Tom está sentindo depois de sua primeira noite de amor com Summer. Dança, música e até animações se misturam para traduzir o íntimo dele. Outro tributo interessante é o prestado a Noivo Nervoso, Noiva Neurótica (Annie Hall). No clássico de Woody Allen, legendas revelam o que os protagonistas realmente querem dizer. Aqui, a tela dividida separa "Realidade" e "Expectativa".

Mais do que uma maneira divertida, criativa e inteligente de contar uma história que de outra forma pareceria convencional, 500 Dias Com Ela tem uma visão absolutamente honesta, ainda que um tanto tragicômica, do amor. Algo que a frase inicial do filme já escancara: "O filme a seguir é uma história de ficção. Qualquer semelhança com pessoas vivas ou mortas é mera coincidência. Especialmente você Jenny Beckman. Vaca". Sensibilidade romântica mais contemporânea, impossível.

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements


×
×
  • Create New...