Jump to content
Forum Cinema em Cena

Guerra ao Terror (The Hurt Locker)


MacGruber
 Share

Recommended Posts

  • Replies 194
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

5/5

 

 

 

À parte de alguns trechos arrastados e do final desnecessariamente emotivo, é um grande filme. Absolutamente irretocável naquilo que propõe. Nunca a guerra foi mostrada de forma tão realista e tocante como aqui. A tensão, o medo o suspense....tudo muito bem filmado. Não vou me incomodar nem um pouco com os Oscar que deverá receber.

Link to comment
Share on other sites

Visto Guerra ao Terror.

 

É um PUTA filme. Eletrizante.

Angustiante. Pulsante. A direção e a montagem elevam o nível de tensão

do filme ao máximo. Não pára um minuto. Bigelow arrebenta.

Jeremy Renner está muito bem. Personagem marcante. Viril. Um quezinho de Jack Bauer escondido, é verdade. 06

O

elenco todo também merece aplausos. Belíssima fotografia também. E

desculpem, mas como alguém pode dizer que o filme não tem final? Claro

que tem. E um PUTA final, ainda por sima.

 

O Oscar subirá no conceito de muita gente se Guerra do Terror vencer.

 

 

Link to comment
Share on other sites

Em si, não, mas tem todas as características de um filme de guerra. Só que muito, muuuuito melhoradas. Trilha sonora sóbria, câmera no lugar certo o tempo todo...a sensação que tive foi de ver um reality show protagonizado por soldados americanos no Iraque.

 

 

 

Falcão Negro em Perigo tentou fazer algo do tipo e, na minha opinião, se deu muito mal.

Link to comment
Share on other sites

Eu não entendo esse povo sinceramente...foram feitos muitos filmes de guerras, eh daí? Não traz nada de novo e daí? O filme eh bom, tem uma boa trama, tensão, o filme te pego desde o início, engrena no primeiro segundo..

 

Uns já vem falando em politica americana e todo aquele blá blá blá anti-americano...outro que não tem nada de novo (mesmo argumento do contra Avatar)..qtos filmes com histporia orginais saem por aí? A questão eh a forma como a históiria eh contada...filmaço...

 

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

 

é que assim como existem os clichês narrativos, existem os clichês críticos, o cara assiste um filme que foda, que sabe que é considerado foda, aí não gosta, não sabe explicar e usa as mesmas muletas de sempre "clichê", "arrastado", "não-original", "batido" e por aí vai, sendo que nada disso é, necessariamente, um defeito, como uns teimam em achar, tudo de depende de como é utilizado a favor ou não da obra. esse é um excepcional filme, puta merda.

bat2010-01-18 12:27:50

Link to comment
Share on other sites

Eu não entendo esse povo sinceramente...foram feitos muitos filmes de guerras' date=' eh daí? Não traz nada de novo e daí? O filme eh bom, tem uma boa trama, tensão, o filme te pego desde o início, engrena no primeiro segundo..

Uns já vem falando em politica americana e todo aquele blá blá blá anti-americano...outro que não tem nada de novo (mesmo argumento do contra Avatar)..qtos filmes com histporia orginais saem por aí? A questão eh a forma como a históiria eh contada...filmaço...

[/quote']

 

Concordo com você. Nenhum filme precisa reinventar a roda pra ser bom. Se analisarmos bem, não há nenhum problema em não ser original, muito se deve à forma e tal. Como você comentou. Eu acho "Guerra ao Terror" um bom filme, especialmente pela Bigelow e pelo elenco, mas não é essa "coca-cola" toda, especialmente pela narrativa. Nada contra o tema, nada contra os similares, as minhas restrições estão contidas no filme, pura e simplesmente. A atmosfera do filme é muito boa, só que nem tudo acompanha isso.
Thiago Lucio2010-01-17 21:18:48
Link to comment
Share on other sites

é que assim como existem os clichês narrativos' date=' existem os clichês críticos, o cara assiste um filme que foda, que sabe que é considerado foda, aí não gosta, não sabe explicar e usa as mesmas muletas de sempre "clichê", "arrastado", "não-original", "batido" e por aí vai, sendo que nada disse é, necessariamente um defeito, como uns teimam em achar, tudo de depende de como é utilizado a favor ou não da obra. esse é um excepcional filme, puta merda. [/quote']

 

O problema não é ser clichê, porém quando se diz que o filme é ruim pq é clichê, subentende-se que naquele caso, pra aquela pessoa, o clichê não funcionou. E isso serve para os outros casos.

 

Agora, não podemos generalizar... será que todo mundo que não gostou de "Avatar", não gostou de "Avatar" pq sabe que todo mundo está adorando o filme e por não saber pq não gostou tanto assim, utiliza dessa prerrogativa? Generalizações são perigosas... mas aposto que vc não quis dizer isso de todo mundo, é claro.
Thiago Lucio2010-01-17 21:19:13
Link to comment
Share on other sites

isso tá no post, Thiago: "clichê", "arrastado", "não-original", "batido" e por aí vai, sendo que nada disso é, necessariamente, um defeito". o fato de ser clichê não é ser ruim. e dizer que esse filme é clichezento é uma clara tentativa descabida de desmerecer o filme, já que ele não é nada clichê, objetivamente não o é.

 

generalizões não são perigosas, a gente utiliza elas quando não tem um alvo, aí se alguém veste a carapuça a gente aproveita e direciona o comentário. é uma isca.

 

 

Link to comment
Share on other sites

isso tá no post' date=' Thiago: "clichê", "arrastado", "não-original", "batido" e por aí vai, sendo que nada disso é, necessariamente, um defeito". o fato de ser clichê não é ser ruim. e dizer que esse filme é clichezento é uma clara tentativa descabida de desmerecer o filme, já que ele não é nada clichê, objetivamente não o é.

generalizões não são perigosas, a gente utiliza elas quando não tem um alvo, aí se alguém veste a carapuça a gente aproveita e direciona o comentário. é uma isca.
[/quote']

 

O fato de ser clichê não é ser ruim, mas ao dizer que o filme é ruim por ser clichê subentende-se que o clichê não funcionou, não deu certo, não deu liga. Eu posso achar que a subtrama envolvendo o oficial e o Beckhan é clichê e considerá-la ruim por causa disso. Eu posso achar a subtrama envolvendo envolvendo o oficial e o Beckhan muito boa, logo o clichê não atrapalha. Isso se você considerar a trama "soldado americano decide ajudar um ´nativo´ e cria laços efetivos com consequências trágicas" um clichê.

 

Generalizações são perigosas. Vide Hitler e a superioridade ariana...06
Thiago Lucio2010-01-18 21:19:43
Link to comment
Share on other sites

Jesus...onde vcs viram cliche em THL?06.gif Ele só dá uma choramingada desnecessária no final e olhe lá...

 

Quer ver uma virada fantástica? spoiler Aquela rusga do protagonista com o negão tinha tudo para cair no "branco malvado do sul X negro escravo bonzinho" e o filme chuta pra cima essa chinelagem e faz os caras se curtirem, virarem buddies mesmo, ainda que um tenha até cogitado dar um fim no outro (num pandemônio daqueles quem descobriria se um soldado morreu em um ataque ou pelas mãos de um compatriota?)

 

O nível de realismo do filme é impressionante. Discordo de que lembre vários filmes de guerra. Pra mim, esse aqui é one of a kind.

Link to comment
Share on other sites

O problema não é ver clichês em "Guerra ao Terror" é ver que pela atmosfera do filme eles não se mostram eficientes/adequados... na minha humilde opinião de leigo e pobre mortal..."oficial ajuda menino-pobre-coitado", "oficial chora por não ser pai", "oficial acha compras no supermercado e descascar tomate entediante".... ainda assim sou apaixonado pela direção da Bigelow... morro de tesão pelo que ela faz neste aqui...03

Thiago Lucio2010-01-18 21:46:29
Link to comment
Share on other sites

 

 

 

o Thiago e seu politicamente correto... "generalizações são perigosas, bla bla". o problema, meu caro, é que tu tá me enchendo por eu estar julgando opiniões de terceiros, só que, por ironia, isso que tu tá condenando, ou apontando, também é uma mera opinião, a minha. eu não sei o que tu achou desse filme, não li nada que tu tenha escrito a respeito (se é que o fez), mas pela sua cruzada, suponho que tenha visto um bocado de clichês e (devo) subentender que te incomodaram, é? que droga, né.

 

-

 

boa, Lolla. a questão no meu ponto de vista é o seguinte: hoje em dia, fato novo é praticamente impossível, tudo já foi utilizado antes, só que tudo é ferramenta narrativa, dependendo da forma que você utiliza vira ou não contra o filme. e ao contrário do que o Thiago disse, eu não subentendo como uma crítica quando alguém diz que algo é clichê, eu vejo um amontoado de clichê em Menina de Ouro e adoro o filme, logo essa tese de se viu clichê é porque incomodou FAIL. mas enfim, Hurt Locker tem uma pegada tão única num tema razoavelmente batido, que eu não consigo ver clichês ali (talvez dessa forma matematizada que o Thiago propôs, isolando situações sejapossível, só que sendo assim, desafio qualquer um a me apontar UM filme que não tenha uma situação clichê, é até engraçado dizer isso) mas o filme em si, e, principlamente a condução e virtuosismo da Bigelow, fazem desse filme, um filme diferente.

bat2010-01-18 23:13:46

Link to comment
Share on other sites

o Thiago e seu politicamente correto... "generalizações são perigosas' date=' bla bla". o problema, meu caro, é que tu tá me enchendo por eu estar julgando opiniões de terceiros, só que, por ironia, isso que tu tá condenando, ou apontando, também é uma mera opinião, a minha. eu não sei o que tu achou desse filme, não li nada que tu tenha escrito a respeito (se é que o fez), mas pela sua cruzada, suponho que tenha visto um bocado de clichês e (devo) subetender que te incomodaram, é? que droga, né. [/quote']

 

A minha é uma mera opinião sobre o que eu acho. A sua é uma generalização com relação ao que os outros acham. Mas sem problemas. Você nem precisa ler o que eu escrevi a respeito do filme. O importante é que tanto eu quanto você sabemos muito bem o que gostamos ou não no filme. E sim, algumas coisas em "Guerra ao Terror" me incomodaram. Mas, sinceramente, deixa pra lá... eu já caí no mesmo erro.
Thiago Lucio2010-01-19 05:18:43
Link to comment
Share on other sites

Vocês apontam como fraqueza o que eu acho genuíno no filme da Bigelow.

 

O cara é o bambam na sua roupa de escafandrista lunar, pode tudo, dispensa o robô, desarma bombas no muque. Aí volta pra casa, não vai fazer a mesma coisa né? O que sobra é a "monotonia" da vida real, tiraram dele o que lhe movia. E o mais interessante, dura pouquíssimo foi como se ele entrasse em casa depois de um dia estafante, pendurasse o casaco olhasse em volta e decidisse dar meia volta. Eu achei genial, as outras cenas como disse, soaram normais para mim... coisas que se vê em uma guerra, nada que me fizesse ficar na ponta da cadeira...

 

Mas ainda preciso rever...

 

 

 

 
Link to comment
Share on other sites

Nunca tinha assistido a nada da Bigelow antes, então não fazia menor idéia do que esperar.

THL é bom. A direção é tensa... é um clima constante de agonia. É um filme sem mocinhos, sem vilões, sem lados. Isso porque ela não quer mostrar a guerra, quer mostrar como os que estão no batente vivem aquilo. E, mais importante, como você se sentiria ali, naquela situação árida de batalha.

 

E atinge o objetivo.

 

A direção é o auge, embora tenham me causado estranheza algumas tomadas... esquisitas. Também acho que o filme, no total, não é tão forte e me surpreende um pouco tantas indicações.

 

Link to comment
Share on other sites

Vocês apontam como fraqueza o que eu acho genuíno no filme da Bigelow.

 

O cara é o bambam na sua roupa de escafandrista lunar, pode tudo, dispensa o robô, desarma bombas no muque. Aí volta pra casa, não vai fazer a mesma coisa né? O que sobra é a "monotonia" da vida real, tiraram dele o que lhe movia. E o mais interessante, dura pouquíssimo foi como se ele entrasse em casa depois de um dia estafante, pendurasse o casaco olhasse em volta e decidisse dar meia volta. Eu achei genial, as outras cenas como disse, soaram normais para mim... coisas que se vê em uma guerra, nada que me fizesse ficar na ponta da cadeira...

 

Mas ainda preciso rever...

 

[/quote']

 

Eu não gosto desses 10 minutos finais justamente por explorar esse recurso da volta ao lar. Foi o que eu já comentei a páginas atrás. A informação de que o cara é viciado na guerra, que aquele era seu mundo já fica muito bem ilustrada na passagem em que ele liga para mulher e não sabe o que dizer, uma passagem clichezaça que é subvertida e que funciona perfeitamente. Agora não precisava ficar martelando o tédio da vida comum por 10 minutos, apenas para justificar algo que o filme já tinha escancarado durante o restante da produção.
Link to comment
Share on other sites

Nunca tinha assistido a nada da Bigelow antes, então não fazia menor idéia do que esperar.

THL é bom. A direção é tensa... é um clima constante de agonia. É um filme sem mocinhos, sem vilões, sem lados. Isso porque ela não quer mostrar a guerra, quer mostrar como os que estão no batente vivem aquilo. E, mais importante, como você se sentiria ali, naquela situação árida de batalha.

E atinge o objetivo.

A direção é o auge, embora tenham me causado estranheza algumas tomadas... esquisitas. Também acho que o filme, no total, não é tão forte e me surpreende um pouco tantas indicações.
[/quote']

 

A atmosfera de "Guerra ao Terror" é maravilhosa!10
Link to comment
Share on other sites

Embora eu ainda ache que esse não é um filme de guerra em si, ele contém elementos comuns a filmes deste "gênero". Eu só acho que o roteiro em si é o que menos importa. Como o bat disse, esse é um filme de diretor(a). A Bigelow alcançou aquele status fodasso de pessoas que pegam roteiros banais e transformam em pérolas, assim como Deus (De Palma)faz em 90% de seus filmes.

 

Link to comment
Share on other sites

5/5

À parte de alguns trechos arrastados e do final desnecessariamente emotivo' date=' é um grande filme. Absolutamente irretocável naquilo que propõe. Nunca a guerra foi mostrada de forma tão realista e tocante como aqui. A tensão, o medo o suspense....tudo muito bem filmado. Não vou me incomodar nem um pouco com os Oscar que deverá receber.[/quote'] 

 

Poxa Scarlet, achei um baita de um final...09
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements


×
×
  • Create New...