Jump to content
Forum Cinema em Cena

Compramos um Zoológico,Cameron Crowe


CACO/CAMPOS
 Share

Recommended Posts

We Bought a Zoo: Filme de Cameron Crowe terá Scarlett Johansson

Atriz se junta a Matt Damon no novo filme do diretor de Quase Famosos

Scarlett%20Johansson

Scarlett Johansson está finalizando as negociações para se juntar a Matt Damon em We Bought a Zoo, próximo filme de Cameron Crowe (Quase Famosos, Vanilla Sky). Thomas Haden Church (Homem-Aranha 3) também está no elenco e Amy Adams (Julie & Julia) negocia para ser a próxima.

O filme se baseia no best-seller autobiográfico de Benjamin Mee, jornalista britânico que será vivido por Damon. Johansson entra para viver sua esposa falecida, que só aparece em flashbacks.

We Bought a Zoo conta a história de Mee, que comprou uma acabada mansão de 12 dormitórios no sudoeste da Inglaterra. O único problema é que a propriedade incluia o Dartmoor Wildlife Park, uma destruída reserva ambiental que servia de lar para mais de 200 animais selvagens. Ao mesmo tempo em que conseguiu reabilitar o zoológico, a família sofria com a doença da esposa do jornalista, diagnosticada com um câncer. A trama do filme mostrará Mee já viúvo e a compra do zoológico como uma tentativa de começar do zero e cuidar da propriedade como um negócio familiar.

Este será o primeiro filme de Crowe desde Tudo Acontece em Elizabethtown (2005). O roteiro foi adaptado por Aline Brosh McKenna, indicada ao Oscar por O Diabo Veste Prada. As filmagens começam em janeiro e a estreia está marcada para 23 de dezembro de 2011.

Tomara que o Crowe acerte a mão na direção, o cara já 5 anos parado que e uma pena.
CACO/CAMPOS2011-11-03 00:07:37
Link to comment
Share on other sites

patrickfugit_01.jpg

ellefanning_03.jpg

Patrick Fugit (Paixão Suicida) e Elle Fanning (Um Lugar Qualquer, O Curioso Caso de Benjamin Button) entraram para o elenco de We Bought a Zoo, do diretor Cameron Crowe, informou o Deadline New York. Ele e Fugit trabalharam juntos em Quase Famosos

A trama é inspirada na história verídica do jornalista Benjamin Mee. Ao lado de sua esposa, filhos, mãe e irmão, ele se mudou para o interior, onde comprou um zoológico decaído. 

Depois da mudança, sua esposa e mãe de seus filhos, que sofria de câncer, falece. Mesmo assim, a família decide reconstruir o zoológico. 

Fanning viverá Lilly, uma garota de 13 anos que trabalha no restaurante do zoológico e mora no local, embora seja muito jovem para trabalhar legalmente. Com Kelly (Scarlett Johansson), ela aprende a lidar com os animais. 

Matt Damon, Thomas Haden Church, Colin Ford e Maggie Elizabeth Jones também fazem parte do elenco. 

As filmagens devem começar no início de 2011, com estreia prevista para 23 de dezembro do mesmo ano.

(F.L.)


mattdamon_01.jpg

Matt Damon (Invictus, O Desinformante) começou a negociar participação em novo filme.
 
Segundo o Deadline Hollywood, ele pode protagonizar We Bought a Zoo, longa que será dirigido por Cameron Crowe (Tudo Acontece em Elizabethtown, Vanilla Sky).
 
A história segue um homem que se muda com sua família depois de fazer uma compra inusitada: um zoológico.
 
O roteiro, de Aline Brosh McKenna, é baseado nas memórias de Benjamin Mee. A previsão de lançamento nos Estados Unidos é para 23 de dezembro de 2011.
 
Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...

cameroncrowe_01.jpg

O novo projeto de Cameron Crowe ainda não começou a ser filmado, mas já tem nome, data de estreia e trilha sonora. É isso mesmo. We Bought a Zoo, que chega aos cinemas em dezembro de 2011 (daqui a exatamente um ano) ganhou uma antecipada inspiração musical, que veio em uma das versões do roteiro.

Quem deu a informação foi Matt Damon em uma entrevista à MTV. Questionado sobre o novo projeto, o ator - que terá papel de destaque no filme - disse que, quando recebeu o roteiro, já havia "muita coisa de Eddie Vedder e Neil Young".

É provável que o filme tenha canções originais, mas, ao que tudo indica, a carreira de Vedder e Young foi explorada a fundo até que Crowe encontrasse as músicas adequadas para o roteiro. Não duvidamos. Quem não se lembra de Tiny Dancer, música de Elton John imortalizada por uma das cenas mais brilhantes e memoráveis de Quase Famosos? O cineasta provou que consegue pegar músicas já conhecidas e transformá-las em verdadeiros temas - mesmo que não tenham sido compostas para cenas específicas.

A trama de We Bought A Zoo é inspirada na história verídica do jornalista Benjamin Mee. Ao lado de sua esposa, filhos, mãe e irmão, ele se mudou para o interior, onde comprou um zoológico decaído. Já dá para pensar em músicas de Vedder e Young que têm a ver com a sinopse? O resultado, poderemos ver nos cinemas a partir de 23 de dezembro de 2011.

Link to comment
Share on other sites

  • 5 months later...

por Tullio Dias

Cameron Crowe estava sumido desde 2005, quando lançou Tudo Acontece em Elizabethtown. Os admiradores do trabalho do diretor de Quase Famosos, terão três motivos para matar a saudade em 2011. Serão dois documentários musicais (The Union, onde ele conta um pouco do processo criativo durante a gravação de um album colaborativo entre Elton John e Leon Russell; e Pearl Jam Twenty, que faz parte das comemorações dos 20 anos da banda de Eddie Vedder) e o longa-metragem We Bought a Zoo, que tem roteiro escrito por Crowe e Aline Brosh McKenna (O Diabo Veste Prada). 

Enquanto não são divulgados vídeos ou fotos oficiais, vale a pena conferir o material dos bastidores que o diretor andou postando em sua página pessoal.

 

 

 

 

 

 

 

 

 
CACO/CAMPOS2011-12-23 08:16:53
Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...

por Tullio Dias

jonsi.jpg
Jónsi levará o seu som tranquilo para embalar a trilha do novo filme de Cameron Crowe.

Um dos pontos mais fortes de Cameron Crowe é a forma como ele consegue transformar as músicas em parte de seus filmes, quase como personagens. O exemplo mais forte pode ser conferido em Quase Famosos, onde o diretor/roteirista conta a história de um jovem jornalista que excursiona junto de uma banda de rock. 

De acordo com o blog The Playlist, Crowe convidou o vocalista da banda Sigur Rós para fazer parte da trilha sonora de We Bought a Zoo. Ainda não se sabe se Jónsi ficará encarregado de compor material inédito para a produção ou se seriam utilizadas faixas de sua banda ou de seu disco solo. A notícia foi dada por Todd VanDer Werff, editor da The A.V. Club em seu perfil no Twitter. "Jónsi do Sigur Rós está compondo a trilha de We Bought a Zoo. Todo mundo pode incluí-lo na lista de previsões para o Oscar".

Essa não é a primeira parceria de Crowe com Jónsi. Vanilla Sky já havia utilizado algumas das canções do Sigur Rós, inclusive com "The Noghing Song (Njosnavelin)" sendo usada no encerramento do filme. Segundo o diretor, "todo som e música da banda consegue atingir o fundo da alma". Ele também disse que Jónsi fez um excelente trabalho para a trilha do novo filme.

Neil Young e Eddie Vedder (vocalista do Pearl Jam) também já foram citados como referência do novo filme, inclusive com o protagonista Matt Damon dizendo que recebeu o roteiro junto de um CD com diversas músicas para ouvir enquanto lia. Ou seja, We Bought a Zoo terá sucesso garantido pelo menos no que diz respeito à trilha sonora. O filme chegará aos cinemas dos Estados Unidos no dia 23 de dezembro.

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

por Tullio Dias

Novos detalhes do aguardado We Bought a Zoo, de Cameron Crowe, começam a aparecer com mais frequência. Recentemente, publicamos uma série de imagens da produção e o site The Uncool acaba de publicar uma foto em alta resolução de Matt Damon e Scarlett Johansson nas filmagens. Confira:

weboughtazoo_01.jpg
Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...

por Tullio Dias

Scarlett Johansson ganhou as manchetes da imprensa especializada depois do anúncio da existência de suas fotos pessoais (mas o FBI já tratou de tirar todas as fotos da iInternet) e por uma grande coincidência, o primeiro trailer de We Bought a Zoo, de Cameron Crowe, acaba de ser lançado na rede.

Johansson divide cena com Matt Damon, Elle Fanning e Thomas Haden Church nessa adaptação de uma história verídica acontecida numa cidade do interior dos Estados Unidos. Confira:

Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...

por Tullio Dias

 

Na última terça-feira, dia 18, um dono de zoológico privado abriu as jaulas de 56 animais e logo após cometeu suicídio. O fato aconteceu em Zanesville, cidade que fica no estado de Ohio, nos Estados Unidos. Durante a semana, foram abatidos 49 desses animais - após uma decisão unânime das autoridades - incluindo 18 tigres de bengala, uma das espécies mais ameaçadas de extinção. O restante foi capturado e enviado para o Columbus Zoo, exceto por um macaco que aparentemente foi devorado por um tigre ou leão.

Jack Hanna, proprietário do Columbus Zoo ajudou a polícia na busca pelos animais selvagens e declarou que as mortes "precisavam acontecer".  Ele é uma das maiores autoridades no que diz respeito ao trato com animais, afinal trabalha na área desde 1973.

A PETA (Pessoas Pelo Tratamento Ético dos Animais), uma organização não governamental que é dedicada aos direitos dos animais, aproveitou o tema de Compramos um Zoológico, próximo trabalho do cineasta Cameron Crowe (Quase Famosos), para pedir que o diretor incluísse um aviso especial no começo do filme. Em um comunicado oficial, o vice-presidente da PETA disse:

"Compramos um Zoológico transmite a mensagem enganosa e perigosa de que nenhum conhecimento especial - apenas muito amor - é necessário para cuidar de um zoológico. Como a tragédia em Ohio mostrou de uma forma horrível, os animais selvagens não são como os personagens da Disney. Eles têm necessidades muito especiais, e que muitas vezes não são atendidas por pessoas que os compram apenas por pensarem no quanto seria cool possuir um tigre."

O filme conta a história verídica de Benjamin Mee, um homem que compra um zoológico sem nunca ter trabalhado com animais antes ou ter tido qualquer experiência na forma de conduzir um zoológico. A produção chega aos cinemas brasileiros no dia 23 de dezembro.


Link to comment
Share on other sites

  • 3 weeks later...
  • 1 month later...

Compramos um Zoológico | Crítica

Matt Damon e Scarlett Johansson amenizam a mesmice do "feel good movie" de Cameron Crowe

Em Compramos um Zoológico (We Bought a Zoo, 2011), o diretor Cameron Crowe (Quase Famosos) retoma uma temática que permeia vários de seus filmes: dar um salto às cegas, "se jogar", arriscar tudo por uma oportunidade que pode mudar sua vida.

O filme é uma adaptação do livro de memórias homônimo de Benjamin Mee. Aqui, Matt Damon vive o jornalista que tenta lidar com a morte da esposa e cuidar de seus dois filhos, a adorável Rosie (Maggie Elizabeth Jones), de sete anos, e o adolescente rebelde Dylan (Colin Ford). Quando seu filho mais velho começa a dar muitos problemas no colégio e acaba sendo expulso, Mee percebe que a família precisa de uma vida nova e resolve apostar tudo em um zoológico desativado, para a alegria total de Rosie e a repulsa de Dylan.

Mee não tem muito conhecimento sobre animais e mal sabe no que está se metendo ao gastar todas as suas economias na propriedade. Por sorte, o zoológico vem sendo mantido por uma equipe de apaixonados, liderados por Kelly Foster (Scarlett Johansson), que tornarão possível o plano de reabrir o parque no verão.

A força de Compramos um Zoológico está nos personagens e nas atuações. É ótimo ver Matt Damon em uma situação de fragilidade, depois de tantos agentes secretos, ladrões, investigadores, etc. Aqui ele aparece apenas como um homem comum, de bom coração, que amava sua esposa e está determinado a fazer sua escolha dar certo. O papel de Scarlett Johansson também tem seu frescor, e pela primeira vez em alguns anos o foco não é seu decote. Kelly Foster é uma mulher interessante e atraente não só por seu corpo, mas por sua personalidade.

O desenvolvimento da trama, no entanto, segue a fórmula estabelecida dos feel good movies, e é nítido que Compramos um Zoológico foi feito para levar toda a família ao cinema, em clima de união natalina (é baseado em uma história real, tem grandes astros...). Há momentos de muita breguice, como os close no olhar dos animais (nas primeiras vezes até funciona, mas a repetição desta escolha cansa rápido). A trilha sonora criada por Jónsi, líder da banda Sigur Rós, também não ajuda. Por causa dos animais, a escolha óbvia foi criar músicas com timbres africanos, mantendo um clichê, apesar do filme se passar no sul da Califórnia. O breve momento em que ouvimos a voz de Eddie Vedder, em uma cena entre Dylan e Lily (Elle Fanning), nos faz desejar que Crowe tivesse mantido suas origens roqueiras.

Ainda assim, o filme tem momentos muito divertidos e o trabalho dos atores compensa alguns defeitos, fazendo com que torçamos por aqueles personagens - se o propósito do feel good movie é deixar a plateia animada na saída do cinema, para isso ele funciona muito bem.

A critica tá boa e favoravel, bem sou suspeito adorei o casting do filme vou tentar ver semana que vem tá em cartaz.
Link to comment
Share on other sites

Não consegui não gostar do filme simplesmente porque ele é muito bonitinho, fofo mesmo!!!

 

A escolha do Crowe de lidar com o tema da perda de modo suave, sutil e delicado aliando isso ás escolhas que alguém pode fazer quando tem a possibilidade de mudar a vida foi bem acertada porque ele colocou toda essa responsabilidade em cima dos personagens que criou e o fez bem feito, o que resulta no melhor do filme.

 

Toda a parte do zoo, da dificuldade de lidar com animais, de saber do que eles precisam, de tentar reerguer um lugar é só um pano de fundo, faz parte do desafio do Benjamin de buscar um ressurgimento de sua família após os anos de sofrimento ao lado da esposa doente. É evidente que o longa foi feito na intenção de agradar, de agregar um espírito de união á família (até por isso deve ter sido lançado nessa época e, no Brasil, dublado), de passar uma mensagem de que tudo sempre pode dar certo mesmo quando parece que você não tem saída.

 

As imagens dos animais ajudam a compor esse clima bonitinho bem como a trilha sonora que surge como um estímulo nas horas em que Benjamin mais precisa de força. Os atores que interpretam os coadjuvantes no filme também funcionam bem para sua leveza, com destaque para a fofura da filhinha dele (Rose) um encanto e uma graça até a última cena.

 

Scarlet Johansson (linda como sempre) se esforça bastante pra dar vida a uma funcionária do zoo que tenta ajudar como pode a salvar o local sempre imprimindo bastante paixão no que faz. É claro que o seu desfecho era previsível e que ela não sairia muito da sua zona de conforto mas pelo menos não atrapalha o andamento do filme. O que já é muito pra ela.

 

Matt Damon prova mais uma vez que é um ótimo ator. Longe da figura de galã ou da linha gélido-destrutiva que segue quando faz assassinos frios ou agentes sérios e calculistas, aqui ele encarna o pai de família que precisa fazer alguma coisa pra voltar a viver e recuperar a alegria que a família perdeu. Otimista o tempo todo, o personagem é bem construído por mostrar seus problemas, suas fragilidades, suas dificuldades até o ponto em que precisa pedir ao ajuda ao filho numa das melhores cenas do filme. Os olhares consternados de Damon pra rebeldia de Dylan e as expressões amorosas dele pra filhinha são comoventes. A última cena do filme é de cortar o coração. Uma beleza de linda.

 

Tirando a Elle Fanning que me incomodou não por ela mas por ter que forçar uma adolescente graciosa e feliz não se preocupando com a espontaneidade, o resto do filme é bem agradável e eu não vejo problema nenhum em desenvolver um feel good movie de modo bem simples e padrão, desde que seja bem feito. E é exatamente o que acontece aqui! Filme so cute!!! 8,0/10

 

 
Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...
  • 4 weeks later...

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...