Jump to content
Forum Cinema em Cena

Oscar 2021: Previsões


Recommended Posts

  • Replies 444
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Detesto a maioria, gosto apenas de "Green Book" e "Mãe" (mas não para maiores prêmios).

PREVISÕES SETEMBRO/2020  BEST PICTURE 1. Nomadland 2. Mank 3.The Trial of the Chicago 7 4. One Night in Miami 5.  The French Dispatch 6. Dune 7. Soul 8. News of The World 9.  Th

Posted Images

Pré-selecionado ao oscar de Melhor Curta de Animação, essa produção 2d da Netflix, "If Anything Happens I Love You", emociona com seus traços simples, quase esferográficos, contidos, e de pouca cor.

Conta a história de um casal deprimido, que, aos poucos compreendemos, perdeu sua filha. A lembramça dela é como uma sombra na casa, na coisas, no gato, nos relacionamento deles...Eu estava amando, até que o doc resolve sublinhar, enfatizar, aquilo que - sem palavras, não há palavras - já tínhamos percebido: a causa da morte da filha. E que inteligentemente justifica o título. Então, sem razão nenhuma, o doc se arrasta por mais 6 minutos, uma outra metade, em direção ao passado, de modo desnecessário, e de menor força.

É rebarbativo, mas tem muita chance de levar a estatueta. Pelo que pesquiso, seria hoje o favorito. Seria a primeira indicação dos dois diretores.

12 minutos.

Resultado de imagem para if anything happens i love you imdb

Link to post
Share on other sites

Pré-selecionado ao Oscar de Melhor Filme Internacional, "Sun Children"/ "Crianças do Sol" é o novo filme do grandíssimo Majid Majidi, de quem já resenhei alguns filmes por aqui...Mais uma vez, um filme com crianças, um filme em uma escola, mas desta vez num Irã urbano, citadino, longe do campo, ou das montanhas. E sem nenhum cego. Apenas a presença de um senhor mudo. 

Três pré-adolescentes, envolvidos em pequenos furtos, são arregimentados para algo maior, localizar e pegar um tesouro, que se esconde debaixo de um educandário para jovens carentes. Logo, eles precisam entrar na escola, voltar a estudar, e, assim, ter acesso aos porões e subterrâneos do prédio.

A ideia é fantástica. Mas acho que ficou muito no ar essa contraposição entre o "tesouro" que está em cima, a educação; e o tesouro dos homens, que está por baixo, o dinheiro fácil. Isso não ficou evidente. Muita gente vai mais é ressaltar a força dos garotos para fazer de tudo para sobreviver...Não é por aí...A educação é que é o tesouro. O filme, portanto, perde o foco no que era importante, para tentar ser aventureiro.

Porém, o ato final, em que o líder dos meninos (o ator foi premiado em Veneza), se aproxima do tesouro, e estampa o cartaz, é, como de hábito, muito bem filmado, e tenso.

Sendo, entretanto, fã do diretor, esperava mais. De mais curioso para mim, foi mostrar o preconceito dos iranianos com as crianças de origem afegã, numa escala ainda mais precária de vida.

Resultado de imagem para sun children online movie free

Link to post
Share on other sites

Dallas-Fort Worth Film Critics Awards:

• Best Film – Nomadland
• Best Director – Chloé Zhao (Nomadland)
• Best Actor – Chadwick Boseman (Ma Rainey’s Black Bottom)
• Best Actress – Carey Mulligan (Promising Young Woman)
• Best Supporting Actor – Daniel Kaluuya (Judas and The Black Messiah)
• Best Supporting Actress – Amanda Seyfried (Mank)
• Best Screenplay – Promising Young Woman
• Best Cinematography – Nomadland
• Best Foreign Language Film – Minari
• Best Animated Film – Soul
• Best Documentary – Time
• Best Musical Score – Mank
• Russell Smith Award – Minari

Link to post
Share on other sites

GALECA (Dorian noms):

Best Film

First Cow
Minari
Nomadland
Promising Young Woman
Sound of Metal

Best LGBTQ Film

Ammonite
I Carry You with Me
Ma Rainey’s Black Bottom
Supernova
Uncle Frank

Best Foreign Language Film

Another Round
Bacurau
I Carry You with Me
La Llorona
Minari
Two of Us

Best Director

Chloé Zhao, Nomadland
Emerald Fennell, Promising Young Woman
Kelly Reichardt, First Cow
Lee Isaac Chung, Minari
Regina King, One Night in Miami

Best Screenplay (original or adapted)

Radha Blank, The Forty-Year-Old Version
Lee Isaac Chung, Minari
Emerald Fennell, Promising Young Woman
Eliza Hittman, Never Rarely Sometimes Always
Chloé Zhao, Nomadland

Best Unsung Film

Driveways
First Cow
Miss Juneteenth
Never Rarely Sometimes Always
Shirley
The Assistant

Best Documentary

Collective
Crip Camp
Dick Johnson Is Dead
Time
Welcome to Chechnya

Best LGBTQ Documentary

A Secret Love
Born to Be
Disclosure: Trans Lives on Screen
Mucho Mucho Amor: The Legend of Walter Mercado
Welcome to Chechnya

Best Film Performance — Actress

Nicole Beharie, Miss Juneteenth
Viola Davis, Ma Rainey’s Black Bottom
Sindey Flanigan, Never Rarely Sometimes Always
Frances McDormand, Nomadland
Carey Mulligan, Promising Young Woman

Best Film Performance — Actor

Riz Ahmed, Sound of Metal
Chadwick Boseman, Ma Rainey’s Black Bottom
Anthony Hopkins, The Father
Delroy Lindo, Da 5 Bloods
Steven Yeun, Minari

Best Film Performance — Supporting Actress

Maria Bakalova, Borat Subsequent Moviefilm
Candice Bergen, Let Them All Talk
Olivia Colman, The Father
Amanda Seyfried, Mank
Yuh-Jung Youn, Minari

Best Film Performance — Supporting Actor

Sacha Baron Cohen, The Trial of the Chicago 7
Chadwick Boseman, Da 5 Bloods
Daniel Kaluuya, Judas and the Black Messiah
Leslie Odom Jr., One Night in Miami
Paul Raci, Sound of Metal

Most Visually Striking Film

Birds of Prey: And the Fantabulous Emancipation of One Harley Quinn
Mank
Nomadland
Soul
Wolfwalkers

Campiest Flick

Bad Hair
Birds of Prey: And the Fantabulous Emancipation of One Harley Quinn
Eurovision Song Contest: The Story of Fire Saga
The Prom
Wonder Woman 1984

“We’re Wilde About You!” Rising Star Award

Maria Bakalova
Kingsley Bel-Adir
Radha Blank
Sidney Flanigan
Alan S. Kim

Wilde Artist Award
(to a truly groundbreaking force in entertainment)

Chadwick Boseman
Regina King
Elliot Page
Dolly Parton
Chloé Zhao

Link to post
Share on other sites

Pré-selecionada para o Oscar de Melhor Canção, "Husavic" ("My Home Town"), desde o comecinho da temporada, foi cotada como uma das possíveis indicadas na categoria, levando a comédia de Will Ferrell, "Eurovision Song Contest: The Story of Fire Saga", inacreditavelmente ao Oscar.

Só por isso, assisti ao filme. Eu gosto muito do humor dele, muito. Mas em doses homeopáticas. Uma participação em um filme ali, uma entrega de prêmios (no qual ele sempre arrasa) acolá, mas duas horas é muito...Este filme, particularmente, se estica demais. 

A tarefa de vê-lo foi mais fácil por causa de Rachel McAdams, superfofa, leve, doce, que é muito boa atriz. É meio grosseiro apontar essas coisas, mas estou ficando preocupado com a verruga da bochecha dela. A cada filme, está maior. Só menciono isso porque está chamando a atenção por demais...Está enorme! Neste filme, em particular, ela usa menos maquiagem, até pra mostrar a naturalidade das pessoas da Islândia...Louvo essa disposição.

O filme tem momentos engraçados, mas, como mencionei, se estende demais. A canção postulante aparece ao fim, no clímax do filme, e é uma balada pop de importância capital na narrativa. Não é algo agregado aos créditos, simplesmente.

Tendo dúvidas se conseguirá chegar até as 5 finais.

Resultado de imagem para festival eurovision de canção filme 20202 poster

Link to post
Share on other sites

(62)

Pré-selecionado para o Oscar de Curta de Animação, "Burrow"/"Toca" é o concorrente da Disney/Pixar deste ano, tendo sido atrelado a "Soul". É dirigido e roteirizado por Madeline Sharafian, e foi feito em 2d, e com um quê de aquarela no desenho, o que nos remete a produções antigas.

Sem uma única palavra, acompanha uma coelha construindo sua toca - seu lar doce lar. Porém, ela vai perceber que está rodeada de vizinhos: outros animais de hábitos subterrâneos, como formigas, toupeiras, outros roedores, e tentará fugir deles, cada vez mais para baixo, cada vez mais para longe, até que precisará de ajuda.

Achei muito bem sacado isso. Hoje em dia, cada vez queremos menos barulho, cada vez menos vizinhança, estamos horizontalizando as cidades, indo para cada vez mais longe do centro, e o filme captou essa tendência, intensificada com a pandemia. Mas a coletividade também tem suas vantagens. Pode ser bom.

Roteiro excelente. E muito fofo.

6 minutos.

Resultado de imagem para toca disney imdb

Link to post
Share on other sites

PREVISÕES FEVEREIRO/2021

BEST PICTURE
1. Nomadland
2. The Trial of the Chicago 7
3. Minari
4. One Night in Miami
5. Mank
6. Promising Young Woman
7. News of the World
8. Ma Rainey`s Black Bottom
9. Sound of Metal
10. The Father

BEST DIRECTOR
1. Chloé Zhao
2. Aaron Sorkin
3. Lee Isaac Chung
4. David Fincher
5. Regina King

BEST ACTOR
1. Chadwick Boseman - Ma Rainey`s Black Bottom
2. Anthony Hopkins - The Father
3. Riz Ahmed - Sound of Metal
4. Steven Yeun - Minari
5. Gary Oldman - Mank

BEST ACTRESS
1. Carey Mulligan - Promising Young Woman
2. Frances McDormand- Nomadland
3. Viola Davis - Ma Rainey`s Black Bottom
4. Vanessa Kirby- Pieces of a Woman
5. Sophia Loren - The Life Ahead

BEST SUPPORTING ACTOR
1. Daniel Kaluuya - Judas and the Black Messiah
2. Leslie Odom, Jr. - One Night in Miami
3. Sacha Baron Cohen - The Trial of the Chicago 7
4. Chadwick Boseman - Da 5 Bloods
5. Paul Raci - Sound of Metal

BEST SUPPORTING ACTRESS
1. Yuh-jung Youn - Minari
2. Olivia Colman - The Father
3. Glenn Close - Hillbilly Elegy
4. Amanda Seyfried - Mank
5. Maria Bakalova - Borat: Subsequent MovieFilm

BEST ORIGINAL SCREENPLAY
1. The Trial of the Chicago 7
2. Promising Young Woman
3. Minari
4. Mank
5. Soul

BEST ADAPTED SCREENPLAY
1. Nomadland
2. One Night in Miami
3. News of the World
4. The Father
5. First Cow

BEST CINEMATOGRAPHY
1. Nomadland - Joshua James Richards
2. Mank-  - Eric Messerschmidt
3. News of the World - Dariusz Wolski
4. Minari - Lachlan Milne
5. Tenet - Hoyte Van Hoytema

BEST COSTUME DESIGN
1. Ma Rainey`s Black Bottom - Ann Roth
2. Mank - Trish Summerville
3. Emma - Alexandra Byrne 
4. News of the World - Mark Bridges
5. Mulan - Bina Daigeler

BEST PRODUCTION DESIGN
1.  Mank - Donald Graham Burt
2. News of the World - David Crank
3. Emma - Kave Quinn
4. Ma Rainey`s Black Bottom - Mark Ricker
5. Mulan - Grant Major

BEST FILM EDITING
1. The Trial of the Chicago 7 - Alan Baumgarten
2. Tenet - Jennifer Lame
3. The Father - Yorgos Lamprinos
4. Mank - Kirk Baxter
5. News of the World - William Goldenberg

BEST VISUAL EFFECTS

1. Tenet
2. The Midnight Sky
3. Welcome to Chechnya
4. Mulan
5. Mank

BEST MAKE UP AND HAIRSTYLING

1. Ma Rainey`s Black Bottom
2. Hillbilly Elegy
3. Mank
4. Aves de Rapina
5. Emma

BEST ORIGINAL SCORE
1. Soul - Trent Reznor & Atticus Ross
2. Mank - Trent Reznor & Atticus Ross
3. The Midnight Sky - Alexandre Desplat
4. News of the World - James Newton Howard
5. Minari - Emile Mosseri

BEST SOUND 
1. Sound of Metal
2. Mank
3. News of the World
4. Ds 5 Bloods
5. Ma Rainey`s Black Bottom

BEST ORIGINAL SONG
1. Speak Now - One Night in Miami - Leslie Odom, Jr. & Sam Ashworth
2. Io Si (Seen) - The Life Ahead- Diane Warren
3. Fight For You - Judas and the Black Messiah - H.E.R, & Dernest D`Mile`Ernest II, & Tiara Tomas
4. Hear my Voice - The Trial of the Chicago 7-  Daniel Pemberton & Celeste
5. Loyal Brave True - Mulan - Jamie Hartman & Harry Gregson-Williams

BEST ANIMATED FEATURE 
1. Soul
2. Wolfwalkers
3. Over the Moon
4. Onward
5. Earwig and the Witch

BEST INTERNATIONAL FEATURE FILM
1. Another Round - Denmark
2. Collective - Romenia
3. Quo Vadis, Aida? - Bosnia & Herzegovine
4. La Llorona - Guatemala
5. Dear Comrades - Russia

BEST DOCUMENTARY FEATURE
1. Time
2. Dick Johnson is Dead
3. Welcome to Chechnya
4. Crip Camp
5. Boys State

BEST ANIMATED SHORT
1. If Anything Happens I Love You
2. Burrow
3. Opera
4. The Snail and the Whale
5. Yes-People

BEST DOCUMENTARY SHORT
1. Hunger Ward
2. Colette
3. A Concerto is a Conversation
4. Do Not Split
5. Abortion Helpline, This is Lisa

BEST LIVE ACTION SHORT
1. The Human Voice
2. The Letter Room
3. Two Distant Strangers
4. The Present
5. Feeling Through

Link to post
Share on other sites

A categoria de Documentário - vocês já sabem - é a minha preferida no Oscar. Normalmente, as 5 produções indicadas são melhores do que vários concorrentes a Melhor Filme. Este "Welcome to Chechnya" deve estar nas cabeças da categoria, pelo registro de verdadeiros heróis! Não tem outra palavra.

Acompanha-se um grupo de ativistas, ou "heróis" da Rússia, que tentam resgatar pessoas da comunidade gay da muçulmana Chechênia, e enviá-los para fora do país. A razão é que está havendo, desde 2017, uma sigilosa perseguição aos gays naquela região do Cáucaso, patrocinada pelo líder radical da região, um dos apoiadores de Putin.  Gente...as imagens são impressionantes! Dentro do doc, vemos imagens reais de espancamento, tortura física, e até um estupro, gravadas em celular. As famílias são estimulados pelo Estado a matarem seus familiares gays. Não se poupa ninguém. Um dos maiores cantores pop da região encontra-se desaparecido. A homofobia atinge até os héteros, pois as famílias e amigos são ameaçados pelas autoridades. Uma coisa abominável!

Não só o tema é importantíssimo, mas a forma também é cinematograficamente cativante. Para não expor as vítimas, conseguiu-se um efeito visual digital que altera de maneira muito eficiente os rostos e as vozes delas. Não fica algo "montado", é bastante natural. Tanto que o doc está cotado para ser indicado a Melhor Efeitos Visuais no Oscar, algo inédito para a categoria. Ao final, contudo, teremos uma (nem tão) surpresa maravilhosa! O único defeito para mim é a trilha sonora, que é mutio denotativa de um clima de perigo. Não precisava dramatizar o que já é dramático.

O diretor é David France, indicado ao Oscar pelo ótimo "How to Survive a Plague", e conhecido também pelo igualmente ótimo " A Morte e Vida de Marsha P. Johnson".

Excelente.

 Resultado de imagem para Welcome to Chechnya poster

Link to post
Share on other sites

Mais uma pérola de documentário; provavelmente um dos indicados ao Oscar, com a chancela Netflix por trás, "Dick Johnson is Dead" é muito criativo e emocionante.

A cineasta Kirsten Johson simula a morte de seu adorável pai de oitenta e alguns anos - um psicanalista, muito gente boa, e carismático - para ir já se acostumando com a ideia, à medida que assistimos ao lento degradamento da memória dele pelo Alzheimer. Um documentário de comédia, ora vejam, e sobre um tema que tinha tudo para cair no chororô

É muito criativo, divertido, e inteligente. Mas não seria nada se não fosse a figura nobre e encantadora do pai, e na sua enorme disponibilidade em pagar vários micos para ajudar a filha cineasta.

Merece todos os vários prêmios que têm ganhado, entre todos, o NBR. 

Amei.

Resultado de imagem para dick johnson is dead poster

Link to post
Share on other sites

Assim como meu colega @Jorge Soto, vi recentemente o candidato da Guatemala ao Oscar, "La Llorona", de Jayro Bustamente, diretor do ótimo "O Vulcão Ixcanul", que quase chegou ao prêmio.

Não tem quase nada de "Invocação do Mal", é mais uma ressignificação sobre a lenda. Faz-se uma alegoria política sobre o passado militar latino-americano, que é mal-resolvido em muitos países, com cadáveres, em uma palavra, insepultos. 

Acompanhamos a figura de um general em vias de ser julgado por genocídio contra uma comunidade étnica daquele país, e que começa a entrar em contato com os desvarios da mente, ou talvez com fantasmas do passado. É um filme lento, crítico ao Estado, crítico ao sistema de justiça, e que conta com o rosto e cabelo marcante de María Mercedes Coroy, que esteve em "Ixcanul" também.

Por mim, gostaria de mais terror, terrorzão mesmo, não só "realismo fantástico", como bem distinguiu o Soto. Seria legal demais ter um representante assim no Oscar de Filme Internacional.

Em todo caso, bom filme.

Resultado de imagem para la llorona 2020 poster

Link to post
Share on other sites

Writers Guild Nominations:

(Vários inelegíveis: Nomadland, Soul, Minari, The Father, Mank... Em outro giro, Da 5 Bloods, First Cow, e Never Rarely Sometimes Always foram os grandes prejudicados!)

ORIGINAL SCREENPLAY

Judas and the Black Messiah, Screenplay by Will Berson & Shaka King, Story by Will Berson & Shaka King and Kenny Lucas & Keith Lucas; Warner Bros.

Palm Springs, Screenplay by Andy Siara, Story by Andy Siara & Max Barbakow; Hulu

Promising Young Woman, Written by Emerald Fennell; Focus Features

Sound of Metal, Screenplay by Darius Marder & Abraham Marder, Story by Darius Marder & Derek Cianfrance; Amazon Studios

The Trial of the Chicago 7, Written by Aaron Sorkin; Netflix

ADAPTED SCREENPLAY

Borat Subsequent Moviefilm, Screenplay by Sacha Baron Cohen & Anthony Hines & Dan Swimer & Peter Baynham & Erica Rivinoja & Dan Mazer & Jena Friedman & Lee Kern, Story by Sacha Baron Cohen & Anthony Hines & Dan Swimer & Nina Pedrad, Based on Characters Created by Sacha Baron Cohen; Amazon Studios

Ma Rainey’s Black Bottom, Screenplay by Ruben Santiago-Hudson, Based on the Play Written by August Wilson; Netflix

News of the World, Screenplay by Paul Greengrass and Luke Davies, Based upon the Novel by Paulette Jiles; Universal Pictures

One Night in Miami, Screenplay by Kemp Powers, Based on the Stage Play “One Night in Miami” by Kemp Powers; Amazon Studios

The White Tiger, Screenplay by Ramin Bahrani, Based on the Book “The White Tiger” by Aravind Adiga; Netflix

DOCUMENTARY SCREENPLAY

All In: The Fight for Democracy, Written by Jack Youngelson; Amazon Studios

The Dissident, Written by Mark Monroe and Bryan Fogel; Briarcliff Entertainment

Herb Alpert Is…, Written by John Scheinfeld; Abramorama

Red Penguins, Written by Gabe Polsky; Universal Pictures

Totally Under Control, Written by Alex Gibney; Neon

Link to post
Share on other sites

Presumo que "Time", da diretora Garrett Bradley, seja o favorito ao Oscar de Melhor Documentário. Muitas virtudes realmente, principalmente virtudes de raiz cinematográficas mesmo. A Fotografia é tão cuidadosa que parece um filme do David Fincher. A Trilha Sonora, muito melódica, clássica, fui pesquisar, é de uma freira pianista etíope, que viveu encarcerada durante alguns anos na guerra (ou seja, ainda "rima" com a história). De todos os aspectos técnicos excelentes, a Montagem faz o trabalho mais difícil costurando imagens de várias épocas, de uma forma muito fluida, inteligente, circular... Aliás, os arquivos familiares dos anos 1990 e início dos 2000 contribuem demais para o trabalho da diretora. Engraçado, eles até mesmo se parecem na forma de filmar; igualados em textura pelo preto-e-branco.

A diretora optou por fazer uma abordagem lírica, íntima, familiar - e quase religiosa - do encarceramento exagerado de negros pobres nos Estados Unidos. O que "13ª Emenda", doc da Ava DuVernay, tinha de racional, argumentativo, acadêmico-estatístico, este aqui não tem. Felizmente ou infelizmente, eu gosto mais de documentários naquele feitio. Não que "Time" não seja político, é lógico que é, a protagonista em certo momento se diz uma "abolicionista"; ela e a família veem a condenação à prisão por 60 anos (!!!) do marido (sem livramento condicional, seu "sursis",sem fiança) como uma continuação punitivista da escravidão. Porém, predomina, o lado emotivo do filme. O registro até meio "gospel" da resistência daquela mulher e de seus filhos, para permanecerem unidos como família.

O que eu gostei muito foram dos últimos 5 ou 4 minutos, incrivelmente belos e tocantes. Deu aula para "Tenet"!

Vencedor no NBR e de Los Angeles, entre muitos outros prêmios na temporada.

 

Resultado de imagem para america 2019 poster garrett bradley

Link to post
Share on other sites

Make-Up Artists and Hair Stylists Guild Nominations:

 

Feature-Length Motion Picture – Best Contemporary Make-Up

“Bill & Ted Face the Music” (Bill Corso, Dennis Liddiard, Stephen Kelley)

“Birds of Prey (and the Fantabulous Emancipation of One Harley Quinn)” (Deborah Lamia Denaver, Sabrina Wilson, Miho Suzuki, Cale Thomas)

“Borat Subsequent Moviefilm” (Katy Fray, Lisa Layman, Thomas Kolarek)

“The Prom” (Eryn Krueger Mekash, J. Roy Helland, Kyra Panchenko, Donald McInnes)

“Promising Young Woman” (Angela Wells, Brigitte Hennech, Adam Christopher)

 

Feature-Length Motion Picture– Best Period And/Or Character Make-Up

“Bill & Ted Face the Music” (Bill Corso, Dennis Liddiard, Stephen Kelley, Bianca Appice)

“Hillbilly Elegy” (Eryn Krueger Mekash, Jamie Hess, Devin Morales, Jessica Gambardella)

“Ma Rainey’s Black Bottom” (Matiki Anoff, Sergio Lopez-Rivera, Carl Fullerton, Debi Young)

“Mank” (Gigi Williams, Michelle Audrina Kim)

“Mulan” (Denise Kum, Rick Findlater, Georgia Lockhart-Adams, James MacKinnon)

 

Feature-Length Motion Picture – Best Special Make-Up Effects **TIE**

“Bill & Ted Face the Music” (Bill Corso, Dennis “Bill & Ted Face the Music” (Bill Corso, Kevin Yagher, Steve Wang, Stephen Kelley)

“Hillbilly Elegy” ( Eryn Krueger Mekash, Matthew Mungle, Jamie Hess)

“Mulan” (Denise Kum, Chris Fitzpatrick)

“Pinocchio” (Mark Coulier)

“The United States vs. Billie Holiday” (Adrian Morot)

“Wonder Woman 1984” (Jan Sewell, Mark Coulier)

 

Feature-Length Motion Picture – Best Contemporary Hair Styling

“Bill & Ted Face The Music “(Donna Spahn-Jones, Budd Bird, Jeri Baker, Ulla Gaudin)

“Birds Of Prey (And The Fantabulous Emancipation Of One Harley Quinn)”  Adruitha Lee, Cassie Russek, Margarita Pidgeon, Nikki Nelms

“Borat Subsequent Moviefilm” (Kimberly Boyenger, Tyler Ely)

“The Prom” (Chris Clark, Natalie Driscoll, Ka’Maura Eley, J. Roy Helland)

“Promising Young Woman” (Daniel Curet, Bryson Conley, Lee Ann Brittenham)

 

Feature-Length Motion Picture – Best Period Hair Styling And/Or Character Hair Styling

“Hillbilly Elegy” (Patricia Dehaney, Tony Ward, Martial Corneville, Stacey Butterworth)

“Ma Rainey’s Black Bottom” (Mia Neal, Larry Cherry, Leah Loukas, Tywan Williams)

“Mank” (Kimberley Spiteri, Colleen Labaff)

“Mulan” (Denise Kum, Rick Findlater, Georgia Lockhart-Adams, Terry Baliel)

“Jingle Jangle: A Christmas Journey” (Sharon Martin, Kat Fa)

Link to post
Share on other sites

Iowa Film Critics Winners:

FILM: Nomadland (RU: Minari & Sound of Metal)

DIRECTOR: Chloe Zhao, Nomadland (RU: Darius Marder, Sound of Metal, & Florian Zeller, The Father)

ACTOR: Chadwick Boseman, Ma Rainey’s Black Bottom (RU: Anthony Hopkins, The Father, & Riz Ahmed, Sound of Metal)

ACTRESS: Frances McDormand, Nomadland (RU: Viola Davis, Ma Rainey’s Black Bottom, & Carey Mulligan, Promising Young Woman)

SUPPORTING ACTOR: Paul Raci, Sound of Metal (RU: Bill Murray, On the Rocks, & Leslie Odom Jr., One Night in Miami)

SUPPORTING ACTRESS: Yuh-jung Youn, Minari (RU: Olivia Colman, The Father, & Amanda Seyfried, Mank)

ANIMATED: Soul (RU: Over the Moon & and Wolfwalkers)

DOCUMENTARY: Dick Johnson is Dead (RU: Crip Camp & The Dissident)

SCORE: Ludovico Einaudi, Nomadland (RU: James Newton Howard, News of the World, & Trent Reznor and Atticus Ross, Mank)

SONG: “Speak Now,” One Night in Miami (RU: “Green,” Sound of Metal, & “Rain Song,” Minari)

Link to post
Share on other sites

Vancouver Film Critics Circle (VFCC)

Best Picture

Mank
Nomadland
Promising Young Woman

Best Director

Thomas Vinterberg – Another Round
David Fincher – Mank
Chloe Zhao – Nomadland

Best Screenplay

Jack Fincher – Mank
Emerald Fennell – Promising Young Woman
Aaron Sorkin – The Trial of the Chicago 7

Best Actor

Anthony Hopkins – The Father
Gary Oldman – Mank
Chadwick Boseman – Ma Rainey’s Black Bottom
Riz Ahmed – Sound of Metal

Best Actress

Viola Davis – Ma Rainey’s Black Bottom
Frances McDormand – Nomadland
Carey Mulligan – Promising Young Woman

Best Supporting Actor

Daniel Kaluuya – Judas and the Black Messiah
Leslie Odom Jr. – One Night in Miami
Sacha Baron Cohen – The Trial of the Chicago 7

Best Supporting Actress

Maria Bakalova – Borat Subsequent Moviefilm
Amanda Seyfried – Mank
Yuh-jung Youn – Minari

Best Documentary

Athlete A
Collective
Totally Under Control

Best Foreign Language Film

Another Round
Dear Comrades
Minari

Link to post
Share on other sites

Diversão legítima, uma delícia de se assistir, " I Care a Lot", é um suspense com doses de comédia disponibilizado pela Netflix ontem, e filme número 1 no Brasil neste momento.

Rosamund Pike, indicada ao Globo de Ouro, está magnífica! Deita e rola, na psicopatia! Ela tem conseguido bons papéis em filmes menores, como heroínas ou figuras históricas, mas ela parece ter nascido para fazer vilãs.

O roteiro do filme traz muitas coisas "viajadas" do ponto de vista jurídico, sendo necessária muita suspensão da descrença, mas se você compra a ideia, o filme é muito legal.

Adorei.

Resultado de imagem para i care a lot poster

Link to post
Share on other sites

Nevada Film Critics Society Awards:

Best Film – Promising Young Woman

Best Actor – Tie: Riz Ahmed for Sound of Metal and Anthony Hopkins for The Father

Best Actress – Carey Mulligan (Promising Young Woman)

Best Supporting Actor – Daniel Kaluuya (Judas and the Black Messiah)

Best Supporting Actress – Glenn Close (Hillbilly Elegy)

Best Director – Emerald Fennell (Promising Young Woman)

Best Original Screenplay – Emerald Fennell (Promising Young Woman)

Best Adapted Screenplay – Florian Zeller and Chris Hampton (The Father)

Best Documentary – The Dissident

Best Animated Movie – Soul

Best Production Design – Donald Graham Burt (Mank)

Best Cinematography – Hoyte van Hoytenna (Tenet)

Best Visual Effects – Tenet

Link to post
Share on other sites
20 hours ago, SergioB. said:

Diversão legítima, uma delícia de se assistir, " I Care a Lot", é um suspense com doses de comédia disponibilizado pela Netflix ontem, e filme número 1 no Brasil neste momento.

Rosamund Pike, indicada ao Globo de Ouro, está magnífica! Deita e rola, na psicopatia! Ela tem conseguido bons papéis em filmes menores, como heroínas ou figuras históricas, mas ela parece ter nascido para fazer vilãs.

O roteiro do filme traz muitas coisas "viajadas" do ponto de vista jurídico, sendo necessária muita suspensão da descrença, mas se você compra a ideia, o filme é muito legal.

Adorei.

Resultado de imagem para i care a lot poster

Realmente a Rosemund Pike manda muita bem nesse tipo de papel. 

Link to post
Share on other sites

The Southeastern Film Critics Association Awards:

• Top 10 Films:
1. Nomadland
2. Minari
3. The Trial of the Chicago 7
4. Promising Young Woman
5. Sound of Metal
6. One Night in Miami
7. Da 5 Bloods
8. Ma Rainey’s Black Bottom
9. Soul
10. Mank

• Best Director – Chloé Zhao (Nomadland)
runner up: Regina King (One Night in Miami)

• Best Actor – Chadwick Boseman (Ma Rainey’s Black Bottom)
runner up – Riz Ahmed (Sound of Metal)

• Best Actress – Frances McDormand (Nomadland)
runner up – Carey Mulligan (Promising Young Woman)

• Best Supporting Actor – Sacha Baron Cohen (The Trial of the Chicago 7)
runner up – Paul Raci (Sound of Metal)

• Best Supporting Actress – Youn Yuh-Jung (Minari)
runner up – Maria Bakalova (Borat Subsequent Moviefilm)

• Best Ensemble – The Trial of the Chicago 7
runner up – One Night in Miami

• Best Original Screenplay – Lee Isaac Chung (Minari)
runner up – Emerald Fennell (Promising Young Woman)

• Best Adapted Screenplay – Chloé Zhao (Nomadland)
runner up – Kemp Powers (One Night in Miami)

• Best Cinematography – Nomadland
runner up – Mank

• Best Foreign-Language Film – Another Round
runner up – Bacurau

• Best Animated Film – Soul
runner up – Wolfwalkers

• Best Documentary – Time
runner up – Dick Johnson Is Dead

• The Gene Wyatt Award – Minari
runner up – One Night in Miami

Link to post
Share on other sites

Vancouver Film Critics Awards:

Best Picture

Mank
Nomadland – WINNER
Promising Young Woman


Best Director

Thomas Vinterberg, Another Round
David Fincher, Mank

Chloé Zhao, Nomadland – WINNER


Best Screenplay

Jack Fincher, Mank
Emerald Fennell, Promising Young Woman
Aaron Sorkin, The Trial of the Chicago 7 – WINNER


Best Actor

Anthony Hopkins, The Father
Gary Oldman, Mank
Chadwick Boseman, Ma Rainey’s Black Bottom – WINNER
Riz Ahmed, Sound of Metal

Best Actress

Viola Davis, Ma Rainey’s Black Bottom
Frances McDormand, Nomadland – WINNER
Carey Mulligan, Promising Young Woman

Best Supporting Actor

Daniel Kaluuya, Judas and the Black Messiah – WINNER
Leslie Odom Jr., One Night in Miami
Sacha Baron Cohen, The Trial of the Chicago 7


Best Supporting Actress

Maria Bakalova, Borat Subsequent Moviefilm
Amanda Seyfried, Mank
Yuh-jung Youn, Minari – WINNER 

Best Documentary

Athlete A
Collective – WINNER
Totally Under Control

Best Foreign Language Film

Another Round
Dear Comrades
Minari – WINNER

Link to post
Share on other sites

18th International Cinephile Society Awards:

PICTURE
01. Dwelling in the Fuchun Mountains
02. First Cow
03. Days
04. Nomadland
05. Lingua Franca
06. Lovers Rock
07. La virgen de agosto
08. A Portuguesa
09. Bacurau
10. If It Were Love
11. Never Rarely Sometimes Always
12. I’m Thinking of Ending Things
13. The Year of the Discovery
14. The Wasteland
15. Fauna
16. Identifying Features
17. The Works and Days (of Tayoko Shiojiri in the Shiotani Basin)
18. Malmkrog
19. The Disciple
20. Residue
21. À l’abordage
22. DAU. Degeneration
23. Madre
24. Undine
25. Love Affair(s)

DIRECTOR
Winner: Kelly Reichardt – First Cow
RU: Isabel Sandoval – Lingua Franca
RU: Chloé Zhao – Nomadland
• Rita Azevedo Gomes – A Portuguesa
• Gu Xiaogang – Dwelling in the Fuchun Mountains
• Tsai Ming-liang – Days

ACTOR
Winner: Aditya Modak – The Disciple
RU: Riz Ahmed – Sound of Metal
• Bartosz Bielenia – Corpus Christi
• Alfredo Castro – My Tender Matador
• Delroy Lindo – Da 5 Bloods
• James Norton – Nowhere Special

ACTRESS
Winner: Isabel Sandoval – Lingua Franca
RU: Marta Nieto – Madre
• Sidney Flanigan – Never Rarely Sometimes Always
• Frances McDormand – Nomadland
• Carey Mulligan – Promising Young Woman
• Barbara Sukowa – Two of Us

SUPPORTING ACTOR
Winner: Francisco Barreiro – Fauna
RU: Paul Raci – Sound of Metal
• Anong Houngheuangsy – Days
• Orion Lee – First Cow
• Édouard Sulpice – À l’abordage
• André Wilms – The Salt of Tears

SUPPORTING ACTRESS
Winner: Sônia Braga – Bacurau (!!!)
RU: Youn Yuh-jung – Minari
• Candice Bergen – Let Them All Talk
• Lynn Cohen – Lingua Franca
• Vasilisa Perelygina – Beanpole
• Talia Ryder – Never Rarely Sometimes Always

ENSEMBLE
Winner: Bacurau (!!!)
RU: Malmkrog
• À l’abordage
• Da 5 Bloods
• Dwelling in the Fuchun Mountains
• Lovers Rock

ORIGINAL SCREENPLAY
Winner: Bacurau – Kleber Mendonça Filho, Juliano Dornelles (!!!)
RU: Lingua Franca – Isabel Sandoval
• À l’abordage – Guillaume Brac, Catherine Paillé
• Fauna – Nicolás Pereda
• La virgen de agosto – Itsaso Arana, Jonás Trueba
• Never Rarely Sometimes Always – Eliza Hittman

ADAPTED SCREENPLAY
Winner: First Cow – Jonathan Raymond, Kelly Reichardt
RU: Malmkrog – Cristi Puiu
• Atarrabi & Mikelats – Eugène Green
• I’m Thinking of Ending Things – Charlie Kaufman
• Moffie – Oliver Hermanus, Jack Sidey
• A Portuguesa – Rita Azevedo Gomes

CINEMATOGRAPHY
Winner: Dwelling in the Fuchun Mountains – Deng Xu, Yu Ninghui
RU: The Wild Goose Lake – Dong Jingsong
• First Cow – Christopher Blauvelt
• Lovers Rock – Shabier Kirchner
• Notturno – Gianfranco Rosi
• A Portuguesa – Acácio de Almeida

EDITING
Winner: The Wasteland – Sara Yavari
RU: Residue – Merawi Gerima
• Dwelling in the Fuchun Mountains – Liu Xinzhu
• First Cow – Kelly Reichardt
• Los conductos – Camilo Restrepo
• Lovers Rock – Chris Dickens, Steve McQueen

PRODUCTION DESIGN
Winner: A Portuguesa – Nuno Franco
RU: First Cow – Anthony Gasparro, Lisa Ward, Vanessa Knoll
• Beanpole – Sergey Ivanov
• DAU. Degeneration – Denis Shibanov
• Malmkrog – Dinica Tiberiu
• The Twentieth Century – Dany Boivin

SCORE
Winner: Preparations to Be Together for an Unknown Period of Time – Gábor Keresztes
RU: First Cow – William Tyler
• The Disciple – Naren Chandavarkar, Aneesh Pradhan
• Dwelling in the Fuchun Mountains – Dou Wei
• Mank – Trent Reznor, Atticus Ross
• Soul – Jon Batiste, Trent Reznor, Atticus Ross

SOUND DESIGN
Winner: Sound of Metal – Nicolas Becker, Phillip Bladh, Michelle Couttolenc
RU: Lovers Rock – Ronald Bailey, Paul Cotterell, James Harrison
• The Disciple – Anirban Borthakur, Naren Chandavarkar, Anita Kushwaha
• Residue – Alex J. Bledsoe, Isiah Clarke
• Tenet – Willie D. Burton, Richard King, Kevin O’Connell, Gary A. Rizzo
• The Vast of Night – Erik Duemig, Johnny Marshall, David Rosenblad

ANIMATED FILM
Winner: Josep – Aurel
RU: The Wolf House – Joaquín Cociña, Cristóbal León
• Calamity, a Childhood of Martha Jane Cannary – Rémi Chayé
• Circumstantial Pleasures – Lewis Klahr
• Soul – Pete Docter, Kemp Powers
• Wolfwalkers – Tomm Moore, Ross Stewart

DOCUMENTARY
Winner: The Year of the Discovery – Luis López Carrasco
RU: The Metamorphosis of Birds – Catarina Vasconcelos
• City Hall – Frederick Wiseman
• Collective – Alexander Nanau
• My Mexican Bretzel – Nuria Giménez
• Time – Garrett Bradley

DEBUT FEATURE
Winner: Dwelling in the Fuchun Mountains – Gu Xiaogang
RU: Identifying Features – Fernanda Valadez
• Residue – Merawi Gerima
• Sole – Carlo Sironi
• Swallow – Carlo Mirabella-Davis
• The Vast of Night – Andrew Patterson

Link to post
Share on other sites

No começo de "Judas e o Messias Negro", aliás desde quando foi lançado o trailer, você pensa, "Pow, vai ser um filmaço!!", então pra mim rolou uma espécie de decepção quando foi chegando ao final e pra mim a narrativa estava apenas ok, comum. Claro, a expectativa nunca é um problema do filme, mas do espectador, assim como o fato de um outro filme de alguém infiltrado como "BlaKkKlasman" (meu segundo preferido naquele ano) ainda estar na cabeça de todo mundo...Expetativa e comparação não são problemas reais do filme.

O problema real do filme, pra mim, foi a direção do Shaka King, mesmo. Sem inventividade, nem elaboração. É um filme com uma encenação e uma concepção de planos bem normal. Nada demais. 

Dito isso, o filme tem atuações excelentes, principalmentes da dupla Daniel Kaluuya (pra mim, quase um "Lead", e, penso eu, favorito ao Oscar) e LaKeith Stanfield. A elogiada canção de H.E.R, abaixo postada, também pode estar na disputa contra a canção de "One Night in Miami". As duas são deveras muito bonitas. Não sei em qual votaria. Acho que nesta.

Sou um liberal de carteirinha, então nunca a luta revolucionária será um opção válida. Em certo momento, a ideia de reformas graduais é crititcada. Mas são elas, as reformas, que acabam vingando historicamente e transformando de fato a realidade - ainda que demande, infelizmente, mais tempo, tempo demais, sobretudo em assuntos tão premeentes quanto os Direitos Humanos. 

As informações finais do filme, em forma de créditos, para mim foram novidades. E são bem chocantes. Aliás, se fossem imagens, dariam ao filme um final ainda mais poderoso, mais "bíblico", mais justificativo do seu belo título. Não entendo por que não as transformaram em ficção e só as deixaram como apêndice. Talvez o filme, que já e grande, se estendesse demais.

Muito boa a Fotografia de Sean Bobbit (nunca indicado, nem por "12 Anos de Escravidão"!), e muito bem caracterizado Figurino. 

Gostei. Mas esperava mais. Gosto mais de "BlacKkKlansman". Problema meu. 

Judas And The Black Messiah' Set For Release In February 2021 | Bossip

 

Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

Announcements


×
×
  • Create New...