Jump to content
Forum Cinema em Cena

Amazônia - De Galvez a Chico Mendes


Jailcante
 Share

Recommended Posts

E aí, alguém assistiu? Eu não. Da Glória Perez a gente pode esperar tudo menos coisa boa...06 Mas o elenco promete. Enfim, nota do fuxico:

 

 

03/01 - 13:04
Amazônia estréia com média de 36 pontos

Na noite de terça-feira (2)' date=' a Globo estreou a minissérie Amazônia - De Galvez a Chico Mendes.

Escrita por Glória Perez, a trama, que conta com direção geral de Marcos Schechtman, começou retratando o Brasil do século XIX, quando o país conquistou junto à Bolívia (não apenas em troca de um cavalo, como o atual presidente boliviano, Evo Morales, disse recentemente) o direito de incorporar o Acre ao seu território.

A minissérie, que é uma homenagem de Glória a seu estado natal, terá três fases ou passagens de tempo, cada uma de quatro décadas.

O elenco conta com renomados como: Giovanna Antonelli, Christiane Torloni, Alexandre Borges, José Wilker, entre outros.

No quesito audiência, Amazônia foi exibida das 21h55 às 23h, conquistando média de 36 pontos, com 48% de participação. A segunda colocada no ranking registrou 12 pontos.

[/quote']

 

 

02/01 - 19:16
Amazônia contou com auxílio de famoso pesquisador de aves

Para compor a trilha sonora de Amazônia a produção procurou realmente o que há de melhor no assunto.

Um exemplo disso foi a importante contribuição do ornitólogo Dalgas Frisch' date=' que cedeu os direitos para que a Globo utilizasse as gravações de pássaros que o estudiosos fez na floresta.

Para se ter uma idéia do trabalho de Frisch ele foi o único especialista que gravou oito melodias diferentes do canto do Uirapuru, às margens do rio Acre.

Frisch é pioneiro na atividade de gravar cantos de pássaros na América Latina. Já editou 18 discos desse material, sendo que em um deles chegou a ganhar globo de ouro.

A minissérie Amazônia: De Galvez a Chico Mendes estréia hoje na Globo.

[/quote']
Link to comment
Share on other sites

Putz' date=' parece irreal que as mulheres viviam empetecadas daquele jeito o tempo todo.06

Notaram que na estréia do Cabaré, fizeram uma homenagem a Mounlin Rouge?03


E coitada da Deusuite, falta homens bonitos nessa minisérie.
[/quote']

 

homenagem a Moulin Rouge ou falta de criatividade, o tão falado na tv nada se cria tudo de copia17
Link to comment
Share on other sites


E coitada da Deusuite' date=' falta homens bonitos nessa minisérie.
[/quote']

 

Coitada, nada. Os caras tem mais é que cobiçar ela mesmo. Em pleno século XIX, no meio do mato, vivendo na miséria e aquela mulher com aquele buço lisinho (no BIGODE). 09 

 

 

Se nos dias de hoje já seria a única, que me perdoem as acreanas(é assim?). 06
Link to comment
Share on other sites

 

E coitada da Deusuite' date=' falta homens bonitos nessa minisérie.

[/quote']

 

Coitada, nada. Os caras tem mais é que cobiçar ela mesmo. Em pleno século XIX, no meio do mato, vivendo na miséria e aquela mulher com aquele buço lisinho (no BIGODE). 09 

 

 

Se nos dias de hoje já seria a única, que me perdoem as acreanas(é assim?). 06
Coitada sim, pois o elenco masculino no quesito beleza deixa a desejar e na história quase todos o personagens masculinos são canalhas.

 

Link to comment
Share on other sites

Mas a Glória Perez é autora de novelas....07...

 

Eu posso até estar sendo ignorante, mas esse tipo de minissérie não me atrai nem um pouco... Amazônia (que quer contar a estória do Chico Mendes) e JK (que contou a estória do presidente)... Não tenho nem vontade de assistir... Essas estórias tão mais pra novela do que pra documentário, então eu não engulo...

 

Minisséries pra mim foram: Os Maias, Agosto, Hilda Furacão, Presença de Anita, Engraçadinha... Essas sim foram boas...

 

Ou sou eu que tô ficando chata com o tempo....09090606

 

 

Link to comment
Share on other sites

Mas a Glória Perez é autora de novelas....07...

Eu posso até estar sendo ignorante' date=' mas esse tipo de minissérie não me atrai nem um pouco... Amazônia (que quer contar a estória do Chico Mendes) e JK (que contou a estória do presidente)... Não tenho nem vontade de assistir... Essas estórias tão mais pra novela do que pra documentário, então eu não engulo...

Minisséries pra mim foram: Os Maias, Agosto, Hilda Furacão, Presença de Anita, Engraçadinha... Essas sim foram boas...

Ou sou eu que tô ficando chata com o tempo....09090606
[/quote']

 

não é só vc q tá chata não bunitinha, não há como comparar as séries q vc citou com as atuais, eram muito superiores realmente, inclusive vc esqueceu de citar Anos Rebeldes, em tempo, não estou acompanhando essa minissérie aí não 0503
Link to comment
Share on other sites

Anos Rebeldes eu não cheguei a assistir' date=' porque na época eu estudava...09

A Casa das 7 Mulheres eu só gostava do casal da Samara Fellipo com o índio, nem gostava da Giovanna Antonelli e do Thiago Lacerda, e o pior ainda foi o final.07
[/quote']

 

ehehe A Casa das 7 Mulheres foi eu q não assistiu 0605
Link to comment
Share on other sites

 

11/01/2007 - 11h01

"Amazônia" dá menos ibope do que "JK"

LAURA MATTOS
da Folha de S.Paulo

A história do Acre relatada em "Amazônia" está agradando bem menos telespectadores do que "JK"' date=' a "telebiografia" de Juscelino Kubistchek exibida no ano passado pela Globo.

Na semana de estréia, a minissérie da acreana Glória Perez perdeu a sintonia de quase meio milhão de domicílios (só na Grande SP) em comparação à de "JK". A média foi de 29 pontos no Ibope, contra 38 da série veiculada em 2006.

A epopéia do Acre foi vista na semana passada por menos da metade dos televisores ligados no horário (48%). É um resultado abaixo dos parâmetros da Globo, que espera uma audiência de pelos menos 50% dos telespectadores. "JK" registrou 57% na primeira semana.

Procurada pela Folha, Glória Perez disse estar achando "os números ótimos". "É claro que "JK", sendo uma história recente, teria números maiores na estréia. Em nenhum momento achamos que poderíamos superar essa vantagem!", disse.

"Amazônia" relata a saga do Acre desde 1899, quando passou de Estado da Bolívia a país independente, até 1988, com a morte de Chico Mendes.
"JK" foi do nascimento do presidente, em 1902, à sua morte, em 1976. Ou seja, a trama de "Amazônia" começa só três anos antes do que a de "JK" e termina 12 anos depois.

Desde anteontem, com a estréia de "Big Brother", "Amazônia" é exibida mais tarde e deverá sofrer queda no Ibope. O efeito foi sentido também por "JK". Ambas perderam 11 pontos (605 mil domicílios na Grande SP) no primeiro dia do "BBB" em comparação com a estréia das séries. "JK" foi de 39 para 28, e "Amazônia", de 34 para 23.

Perez afirmou que já esperava esse efeito. "É claro que, da mesma maneira que "JK" e as demais séries, os números caem muito à medida em que o horário se torna mais tardio. Logo, ao contrário do que ocorre numa novela, não estamos nem um pouquinho ligados em números, mas na repercussão, que tem sido fantástica."

Ela não vê problemas de ritmo nem excesso de cenas da natureza. "As paisagens são indispensáveis para situar as pessoas na história e numa região desconhecida da maioria."

 

[/quote']
Link to comment
Share on other sites

Mas a Glória Perez é autora de novelas....07...

Eu posso até estar sendo ignorante' date=' mas esse tipo de minissérie não me atrai nem um pouco... Amazônia (que quer contar a estória do Chico Mendes) e JK (que contou a estória do presidente)... Não tenho nem vontade de assistir... Essas estórias tão mais pra novela do que pra documentário, então eu não engulo...

Minisséries pra mim foram: Os Maias, Agosto, Hilda Furacão, Presença de Anita, Engraçadinha... Essas sim foram boas...

Ou sou eu que tô ficando chata com o tempo....09090606
[/quote']

 

Acho que a única minissérie que eu gostei na vida de ver e ter é os Maias. Excelente fotografia, cenografia, música dá até para aturar as atuações de canastrões da Globo.  06

 

E sobre o seriado, o que me deixa bem curioso é ausência ou inexistência de indígenas e mestiços no Norte do país. Se não me engano uma considerável parcela da região amazônica e do Acre agrega povos indígenas e mestiços. Vejam:

<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

Etnias do Acre

Cor/Raça

Porcentagem

Brancos

20%

Negros

4%

Pardos

75%

Fonte: Wikipédia

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...