Jump to content
Forum Cinema em Cena

A Vale é Nossa!


Faéu
 Share

Recommended Posts

logovale.jpg

Durante o governo FHC uma das maiores produtoras de minérios do mundo , a Vale Do Rio Doce , foi privatizada para saciamento de dividas externas brasileiras .

 

O problema é como isso foi feito .

 

O leilão foi feito em uma espécie de Casas Bahia , "quer pagar quanto?" . Na época o Banco Bradesco era um dos principais no processo de avaliação da Vale . A empresa foi avaliada em 3 bilhões , quando na verdade valia mais de 40 bilhões . E hoje , o Banco Bradesco é um dos principais acionistas da empresa . Estranho ?

 

Não somente o valor da venda , mas a empresa , os minérios do local são patrimônio público , do povo , e devem-se mater gerando lucros ao Brasil , empregos e etc. Nem mesmo a empresa teve crescimento com a privatização .

 

Porém , a privatição pode ser anulada . E é isso que um grupo depessoas engajadas tentam fazer . A Vale pode voltar a ser estatal e do povo . Do dia 1 À 7 de Setembro urnas espalhadas por todo o Brasil irão pedir votos em um plebicíto para tomar o que é nosso .

 

É importante que em momentos como este , o brasileiro deve mostrar que esta preocupado com a sua nação . Através do site www.avaleenossa.org.br você poderá se informar sobre locais onde a urna estará e ajudar o país , votando Sim ou Não , o que for mais coerente à você .

 

A VALE É NOSSA!

 

 

 

 

 

------------------------

E aí , Sim Ou Não , a Vale deve ser desprivatizada ?
Link to comment
Share on other sites

Privatização da Vale - WIKIPEDIA

A Vale foi privatizada no dia 6 de maio de 1997 - durante o governo de Fernando Henrique Cardoso - com financiamento subsidiado, disponibilizado aos compradores pelo BNDES.

Essa privatização foi muito controversa, principalmente porque se tratava de uma empresa lucrativa e eficiente, e que detinha grande infra-estrutura, reunindo navios, portos e ferrovias, o que tem gerado acirrados debates entre seus defensores e seus críticos.[15]

A venda do controle acionário da Vale foi concretizada em 6 de maio de 1997 para consórcio Brasil, liderado pela Companhia Siderúrgica Nacional, de Benjamin Steinbruch, que adquiriu o controle acionário da Vale por R$ 3.338.178.240 ou cerca de 3,3 bilhões de dólares, na ocasião. [16], representando 27% do capital total da empresa, antes pertencente à União, que representavam 41,73% das ações ordinárias (com direito a voto) da empresa [6]. As ações preferenciais (sem direito a voto) continuaram em mãos de acionistas privados.

O preço total que o Tesouro Nacional do Brasil recebeu pela venda do controle acionário da empresa, equivale hoje ao lucro trimestral [17] da companhia. [18]

Esse enorme ganho de lucratividade se deveu, sobretudo, ao grande aumento havido no preço do minério de ferro - que subiu 123,5% entre 2005 e 2006 [15] (o que não era previsível em 1997) - graças ao aumento da procura mundial, sobretudo pela China - o que permitiu à Vale, a maior detentora de reservas de minério de ferro do mundo, fazer pesados investimentos e implementar controles de gestão, tornando-se ainda mais competitiva para atender, assim, às novas necessidades chinesas e, conseqüentemente, manter sua posição de maior exportadora de minério de ferro do mundo.

Verifica-se também que a privatização levou a Vale efetuar investimentos numa escala nunca antes atingida pela empresa, graças à eliminação da necessidade de partilhar recursos com o Orçamento da União. Este ganho refletiu-se em elevação da competitividade da empresa no cenário internacional.[19] Mas, por outro lado, o valor das ações da Petrobras, não privatizada, subiu 1200% no período entre maio de 1997 e junho de 2007 (50% a mais que as ações da Vale, privatizada), seu valor de mercado superou a marca dos cem bilhões de dólares. Fonte: Petrobras - Relações com o investidor: Cotações online, Histórico das ações/Brent (consulte o período desejado) [20], teve um lucro recorde em 2006 de 25,9 bilhões de reais [21], tornou-se a oitava maior empresa de petróleo do mundo, [22] e antigiu a oitava posição dentre as companhias mais respeitadas do mundo [23]

Controvérsia

Muitos defendem as privatizações, por entenderem que não cabe ao Estado exercer atividades econômicas. São adeptos da minarquia. Dentre os maiores defensores da privatização está Roberto Campos [24]. Os favoráveis às privatizações citam freqüentes casos de corrupção, de empreguismo e de ineficiência ocorridos em algumas empresas estatais. Já os contrários à privatização alegam que o Estado brasileiro vendeu para grupos multinacionais patrimônio público por um valor muito inferior ao real, dando a esses grupos econômicos privilegiados a oportunidade de realizar lucros extraordinários.

Em 1990, logo após a queda do muro de Berlim, o FMI criou um conjunto de normas, conhecido como o Consenso de Washington, que defendia a privatização de todas as empresas estatais, indiscriminadamente, como uma maneira de acelerar o desenvolvimento econômico.

Por outro lado, muitos setores da sociedade alegaram que a privatização da Vale foi executada de maneira irregular, que a empresa foi vendida sem ter sido corretamente avaliada, que o Brasil abriu mão de sua soberania sobre reservas do estratégico minério de ferro - que durariam séculos - e que o assunto não foi democraticamente discutido com a população - em tese sua proprietária - além de considerarem a privatização, em si, desnecessária.

Argumentam que se o objetivo era evitar as mazelas comuns em empresas estatais, teria sido possível incorporar aos estatutos da Vale claúsula determinando que os cargos de Diretoria deveriam ser obrigatoriamente preenchidos por funcionários de carreira, promovidos por merecimento, como aconteceu, nos anos 60, com Eliezer Batista. Métodos modernos de governança corporativa poderiam ter sido implantados na empresa para evitar quaisquer desvirtuamentos de suas finalidades.

Tão polêmica tornou-se sua privatização que o jornalista Elio Gaspari apelidou essa operação de privataria, criando um neologismo. Esse tipo de desvios de finalidades nas privatizações não ocorreu só no Brasil - foi identificado no mundo. Joseph E. Stiglitz, ex-Vice-Presidente Sênior para políticas de desenvolvimento do Banco Mundial, apelidou esse processo, ocorrido sobretudo nas privatizações dos anos 90, de briberization ("propinização"). [25]

Setores descontentes da sociedade impetraram mais de cem ações populares para tentar anular a venda da Vale - dentre elas a proposta por um grupo de juristas de São Paulo, liderados pelo professor Fábio Konder Comparato a quem se juntaram Celso Antônio Bandeira de Mello, Dalmo de Abreu Dallari, Goffredo da Silva Telles Jr. e Eros Grau. Estas ações se arrastam na justiça até hoje, com remotas possibilidades de sucesso, segundo alguns especialistas . [26][27]

Dois bancos internacionais foram chamados pelo governo FHC para fazer a avaliação da companhia que seria leiloada, sendo um deles a Merrill Lynch. Por uma razão que até hoje muitos economistas não conseguem entender [18], os bancos escolhidos por FHC concordaram em avaliar a Vale apenas pelo critério de fluxo de caixa existente à época, descontado [28], não levando em conta o valor potencial de suas reservas de minério de ferro (que entraram no negócio por valor zero) [15] - e que eram capazes de abastecer o mundo pelos próximos 400 anos. [29][13] Estes critérios continuam sendo fortemente questionados e há certos setores da sociedade tentando organizar um plebiscito para reverter a privatização da Vale, que julgam ter sido feita de forma uma lesiva ao patrimônio do Brasil. [30]

Após a privatização, e em conseqüência do substancial aumento dos preços do minério de ferro, a Vale pôde arcar com pesados investimentos, que até o momento somam a quantia de 16,5 bilhões de dólares, fazendo seu lucro anual subir de cerca de 500 milhões de dólares em 1996 para aproximadamente 12 bilhões de dólares em 2006. O número de empregos gerados pela companhia também aumentou desde a privatização - em 1996 eram 13 mil e em 2006 são mais de 41 mil. Atualmente, a União, através do BNDES Participações, de fundos de previdência de suas estatais e de participação direta, detêm número expressivo de ações da CVRD. Em 2005, a empresa pagou 2 bilhões de reais de impostos no Brasil, cerca de 800 milhões de dólares ao câmbio da época. [31][32]

Na verdade é muito difícil fazer considerações econômicas sobre o que poderia ter acontecido sem sua privatização, já que a economia e, principalmente, uma empresa do tamanho da CVRD, não se prestam a experiências laboratoriais.

Link to comment
Share on other sites

 

PUTZ ISSO E MAIS UM ENGODO DO NOSSO QUERIDO PARTIDO QUE MANDA NESSE PAIS PRA TENTAR DESVIAR A ATENÇÃO DA CORRUPÇÃO, CRISE AEREA, MENSALÃO, RENAN CALHEIROS E POR AI VAI. ISSO NAO VAI LEVAR EM NADA ASSIM COMO O PLEBICITO DO DESARMAMENTO E DA MONARQUIA E PARLAMENTARISMO!!!!!!!!!!! FALA SERIO SE ELES QUIZESEM DEVOLVER OU DESFAZER A VENDA DA VALE DO RIO DOCE JA TERIAM FEITO!!!!! ISSO A MUITO TEMPIO ATRAZ !!!!!!!!!!!!   parabens a quem votou no pt pois sem eles eu nao teria o bolsa familia e o vale gas, muito menos a minha cota na univercidade da vida"!!!!!!!!!!!!!

BOMSOM2007-09-05 18:17:47

Link to comment
Share on other sites

 

Anular a privatização é inviável e não acontecerá. Para começar não podem simplesmente de uma hora para outra, tomar posse da empresa ou anular um negócio fechado a mais de 10 anos.

Hoje o valor de mercado da Vale está em torno de R$ 100 bilhões (Desde que foi privatizada, a Vale comprou algumas empresas). Se o governo ou o "povo" puder bancar, o que acho improvável, isso seria péssimo para a empresa, para os acionistas e para a economia brasileira em geral.

Ninguém está levando isso a sério e provavelmente não chegará a lugar nenhum, basta ver quem está organizando: MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra).

Link to comment
Share on other sites

Em um páis minimamente sério a mera segestão de que o governo deveria

realizar um plebiscito para decidir se o Estado deve ou não roubar para

si uma empresa altamente lucratica já seria considerada um insulto. No

Brasil uma idéia dessas não apenas tem força como é provável que em um

plebiscito oficial a reestatização fosse aprovada.

 

 

 

Hoje em dia a Vale gera mais empregos e mais impostos que antes. Se

houve irregularidades no processo de privatização que se investigue

mas, reestatizar é a pior burrice a ser feita.

 

 

 

 

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

 

Anular a privatização é inviável e não acontecerá. Para começar não podem simplesmente de uma hora para outra' date=' tomar posse da empresa ou anular um negócio fechado a mais de 10 anos.

[/quote']

 

 

 

Concordo. Não tem como anular a privatização... Agora que fez a cagada, agüente as conseqüências...
Link to comment
Share on other sites

 

E se os números indicam que a Vale foi vendida a preço de banana, eu acho isso ÓTIMO já que independente do valor da venda, esse dinheiro todo seria desviado para os bolsos de centenas de políticos ladrões e pilantras de nosso país mesmo! 

 

Porém não tem como comparar o valor da empresa hoje em dia e há 10 anos atrás... Lógico que hoje a empresa vale muito mais. Fatores econômicos e investimentos da empresa em diversos segmentos, foram fundamentais para ampliar seu patrimônio.

Hoje os lucros da empresa enriquecem os acionistas estrangeiros e brasileiros, que investem e obtém uma margem de lucro conforme a produtividade da empresa, e tudo isso HONESTAMENTE, sem roubalheira de político nenhum!

Viva a privatização da Vale!!!
E viva as privatizações de outras empresas, para um Brasil melhor e menos corrupto!!

Link to comment
Share on other sites

Reestatizar a Vale, para quê?

A empresa está falindo? Há algum problema técnico impedindo seu crescimento? Houve denúncias de incompetência ou desvio de verbas por parte da diretoria da empresa? Qual é a verdadeira necessidade desse processo de reestatização?

 

Ah, me poupe...

Link to comment
Share on other sites

 

Anular a privatização é inviável e não acontecerá. Para começar não podem simplesmente de uma hora para outra' date=' tomar posse da empresa ou anular um negócio fechado a mais de 10 anos.

[/quote']

 

 

 

Concordo. Não tem como anular a privatização... Agora que fez a cagada, agüente as conseqüências...

 

Sim , é viável . Não sei se vocês leram meu texto mas ...

 

Como eu disse , quem avaliou o valor da venda foi o Bradesco , hoje maior acionista . A privatização está em juízo por isso por se ilegal . Por qualquer motivo , o estado democrático é obrigado a ceder em casos em que um grande número de pessoas pede oficialmente por algo , como é esse plebiscito .
Link to comment
Share on other sites

PUTZ ISSO E MAIS UM ENGODO DO NOSSO QUERIDO PARTIDO QUE MANDA NESSE PAIS PRA TENTAR DESVIAR A ATENÇÃO DA CORRUPÇÃO' date=' CRISE AEREA, MENSALÃO, RENAN CALHEIROS E POR AI VAI. ISSO NAO VAI LEVAR EM NADA ASSIM COMO O PLEBICITO DO DESARMAMENTO E DA MONARQUIA E PARLAMENTARISMO!!!!!!!!!!! FALA SERIO SE ELES QUIZESEM DEVOLVER OU DESFAZER A VENDA DA VALE DO RIO DOCE JA TERIAM FEITO!!!!! ISSO A MUITO TEMPIO ATRAZ !!!!!!!!!!!!   parabens a quem votou no pt pois sem eles eu nao teria o bolsa familia e o vale gas, muito menos a minha cota na univercidade da vida"!!!!!!!!!!!!! [/quote']

 

Nossa , pacote de bobagens com vale brinde . 10

 

PUTZ ISSO E MAIS UM ENGODO DO NOSSO QUERIDO PARTIDO QUE MANDA NESSE PAIS PRA TENTAR DESVIAR A ATENÇÃO DA CORRUPÇÃO,

 

O plebiscito naõ foi feito pelo governo , e sim pelo povo ...

 

CRISE AEREA

 

Sabe porquÊ você houve falar de crise aérea desse modo ?! PORQUÊ AFETA A CLASSE RICA . No mesmo dia em que houve o acidente da TAM que matou mais de 200 pessoas , houve um acidente no nordeste do brasil , onde por volta de 180 pessoas morreram em uma acidente em um transporte similiar ao pau-de-arara . Você ouviu isso ?

 

ISSO NAO VAI LEVAR EM NADA ASSIM COMO O PLEBICITO DO DESARMAMENTO E DA MONARQUIA E PARLAMENTARISMO!!!!!!!!!!!

 

Porquê não deu em nada ? O resultado que o povo escolheu permaneceu , não ?

 

parabens a quem votou no pt pois sem eles eu nao teria o bolsa familia e o vale gas, muito menos a minha cota na univercidade da vida"!!!!!!!!!!!!!

 

s/c
Link to comment
Share on other sites

Reestatizar a Vale' date=' para quê?

A empresa está falindo? Há algum problema técnico impedindo seu crescimento? Houve denúncias de incompetência ou desvio de verbas por parte da diretoria da empresa? Qual é a verdadeira necessidade desse processo de reestatização?

 

Ah, me poupe...

[/quote']

 

Repito , leu o que eu escrevi ?

 

O que é do Brasil deve permanecer no Brasil .
Link to comment
Share on other sites

 

Anular a privatização é inviável e não acontecerá. Para começar não podem simplesmente de uma hora para outra' date=' tomar posse da empresa ou anular um negócio fechado a mais de 10 anos.

[/quote']

 

 

 

Concordo. Não tem como anular a privatização... Agora que fez a cagada, agüente as conseqüências...

 

Sim , é viável . Não sei se vocês leram meu texto mas ...

 

Como eu disse , quem avaliou o valor da venda foi o Bradesco , hoje maior acionista . A privatização está em juízo por isso por se ilegal . Por qualquer motivo , o estado democrático é obrigado a ceder em casos em que um grande número de pessoas pede oficialmente por algo , como é esse plebiscito .

 

Volto a afirmar que não acontecerá. Isso não passa de movimento popular com motivações puramente política. Esse tipo de coisa agita as massas alienadas e desavisadas, que adoram fazer alvoroços e badernas por acharem isso um meio revolucionário de fazer o país andar pra frente.

 

Porém esse tipo de coisa acaba caindo em mais uma de tantas patifarias insolentes que começam nas grandes avenidas do país, pancadaria durante, para não acontecer nada de prático e útil no final.

 

 
Link to comment
Share on other sites

E quem vai devolver o dinheiro pra quem comprou?

 

Isso não vai dar em nada' date=' fazer pebiscito é fácil, na prática já são outros 500.
[/quote']

 

Volta que dinheiro!? A Vale lucra em média 5 bilhões por mês . Eles pagaram três ,

 

E você acha que é assim? Que só porque a Vale dá lucro já tá pago? Isso não é assim nem com botequim da esquina quanto mais uma multinacional como a Vale. E se venderam por três milhões a sei lá quanto tempo atrás, teriam que comprar por muito mais hoje. E pra quê? Pra ser privatizada de novo quando o Serra ganhar as eleições pra presidente.06
Link to comment
Share on other sites

 

Anular a privatização é inviável e não acontecerá. Para começar não podem simplesmente de uma hora para outra' date=' tomar posse da empresa ou anular um negócio fechado a mais de 10 anos.

[/quote']

 

 

 

Concordo. Não tem como anular a privatização... Agora que fez a cagada, agüente as conseqüências...

 

Sim , é viável . Não sei se vocês leram meu texto mas ...

 

Como eu disse , quem avaliou o valor da venda foi o Bradesco , hoje maior acionista . A privatização está em juízo por isso por se ilegal . Por qualquer motivo , o estado democrático é obrigado a ceder em casos em que um grande número de pessoas pede oficialmente por algo , como é esse plebiscito .

 

Volto a afirmar que não acontecerá. Isso não passa de movimento popular com motivações puramente política. Esse tipo de coisa agita as massas alienadas e desavisadas, que adoram fazer alvoroços e badernas por acharem isso um meio revolucionário de fazer o país andar pra frente.

 

Porém esse tipo de coisa acaba caindo em mais uma de tantas patifarias insolentes que começam nas grandes avenidas do país, pancadaria durante, para não acontecer nada de prático e útil no final.

 

 

 

Qual motivação política?! Que motivo se não tornar brasileira novamente uma empresa que utiliza riquezas do país para crescer ?! Não existe uma lógica no que você diz ...

 

E a diferença é que preferimos permanecer lutando , mesmo que ao fim nada aconteça , a ter de ficar em casa reclamando de um país que você não ajuda a mudar por estar muito ocupado celebrando a própia estupidez .
Link to comment
Share on other sites

E quem vai devolver o dinheiro pra quem comprou?

 

Isso não vai dar em nada' date=' fazer pebiscito é fácil, na prática já são outros 500.
[/quote']

 

Volta que dinheiro!? A Vale lucra em média 5 bilhões por mês . Eles pagaram três ,

 

E você acha que é assim? Que só porque a Vale dá lucro já tá pago? Isso não é assim nem com botequim da esquina quanto mais uma multinacional como a Vale. E se venderam por três milhões a sei lá quanto tempo atrás, teriam que comprar por muito mais hoje. E pra quê? Pra ser privatizada de novo quando o Serra ganhar as eleições pra presidente.06

 

Ninguém prestou atenção em nada . A Vale foi vendida bem como a telefonia do país . E porquê não reestatizamos a telefonia ?! Porque por mais que o pior tnha sido feito , foi feito sem irregularidades . A Vale foi vendida infringindo várias leis e lesando o Estado. Eu acho que não preciso mais uma vez dizer que a compra foi ilegal , já que a empresa responsável por avaliar o valor de venda de estatais (ou de qualquer empresa) não tem o direito de comprá-la , por inteiro ou por ações .
Link to comment
Share on other sites

 

Anular a privatização é inviável e não acontecerá. Para começar não podem simplesmente de uma hora para outra' date=' tomar posse da empresa ou anular um negócio fechado a mais de 10 anos.

[/quote']

 

 

 

Concordo. Não tem como anular a privatização... Agora que fez a cagada, agüente as conseqüências...

 

Sim , é viável . Não sei se vocês leram meu texto mas ...

 

Como eu disse , quem avaliou o valor da venda foi o Bradesco , hoje maior acionista . A privatização está em juízo por isso por se ilegal . Por qualquer motivo , o estado democrático é obrigado a ceder em casos em que um grande número de pessoas pede oficialmente por algo , como é esse plebiscito .

 

Volto a afirmar que não acontecerá. Isso não passa de movimento popular com motivações puramente política. Esse tipo de coisa agita as massas alienadas e desavisadas, que adoram fazer alvoroços e badernas por acharem isso um meio revolucionário de fazer o país andar pra frente.

 

Porém esse tipo de coisa acaba caindo em mais uma de tantas patifarias insolentes que começam nas grandes avenidas do país, pancadaria durante, para não acontecer nada de prático e útil no final.

 

 

 

Qual motivação política?! Que motivo se não tornar brasileira novamente uma empresa que utiliza riquezas do país para crescer ?! Não existe uma lógica no que você diz ...

 

E a diferença é que preferimos permanecer lutando , mesmo que ao fim nada aconteça , a ter de ficar em casa reclamando de um país que você não ajuda a mudar por estar muito ocupado celebrando a própia estupidez .

 

Evidente que é político, até o PT já declarou apoio ao movimento! Lógico que tem interesses políticos! Afinal de contas, seria bem atraente mais uma estatal para engordar os bolsos das quadrilhas engravatadas que "governam" o nosso país. Como se não bastasse escândalos dos Correios, Caixa, Mensalão.... A Vale seria mais um excelente partido para entrar na extensa lista de prioridades, para mais falcatruas e desvios de dinheiro. O Povo, ah o povo... Nada mais que uma marionete.

 
-THX-2007-09-06 16:16:33
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...