Jump to content
Forum Cinema em Cena

Eu Sou a Lenda


Recommended Posts

Eu não entendo como esse filme fez tanto sucesso quando o Extermínio 2 (eta títulozinho horrível) é muito melhor.

 

Realmente o Will Smith é capaz de carregar um filme nas costas...

 

P.S.: Pablo, você irá fazer a crítica do filme "In the Name of The King: a Dungeon Siege Tale"? Sei que o filme é uma porcaria, mas tudo que vem do Uwe Boll tem quer ser criticado!
Chino2008-01-19 10:05:36
Link to comment
Share on other sites

 

Eu não entendo como esse filme fez tanto sucesso quando o Extermínio 2 (eta títulozinho horrível) é muito melhor.

 

Realmente o Will Smith é capaz de carregar um filme nas costas...

 

Não assisti ao filme, Chino, mas estou muito curioso, a idéia é muito interessante pra quem gosta do gênero. Eu gosto muito do título em português de 28 Weeks Later, um dos RARÍSSIMOS casos, aliás.

Mas, ainda assim prefiro o original, também.

 

Link to comment
Share on other sites

Não há como não comparar este com Extermínio. (em tempo, não vi Extermínio 2). E não sei até que ponto posso afirmar isso (já que não lembro de todos os detalhes de 28 weeks latter), mas acredito que este tenha sido em alguns aspectos superior (seja pela boa atuação de Will Smith, pelo desenvolver da história e a causa de tudo, que me pareceu mais interessante, ou por todas as cenas solitárias que mostram a rotina do protagonista  Muito boas.)

 

O problema é que, após a morte da cadela Sam, o filme foi ficando cada vez mais fraco. A personagem brasilera ficou extremamente jogada e o fim deixa a desejar. Ou seja, o filme acabou por ser um comum, normal, ainda que, até a metade, ele estivesse ótimo.

 

Achei interessante o Pablo ter citado informações sobre os livros, e sobre uma possível explicação para o título (para o qual o filme deu uma explicação péssima que não justifica o mesmo, dando uma impressão diferente sobre ele).

 

Link to comment
Share on other sites

Um ótimo filme até a chegada dos "monstros".

 

 

 

"A volta dos mortos vivos" não combinou com o ótimo trabalho de ambientação e a maravilhosa atuação de Smith.

 

 

 

O roteiro cheio de falhas foi o ponto fraco do filme.

 

Em um momento as criaturas não resistem a uma "nesguinha" de sol. Noutro momento eles pulam sobre o fogo. Ridiculo!

 

 

 

Não entendi as 5 estrelas.

Link to comment
Share on other sites

       

        Perdi R$ 5,00 (preço do ingresso da promoção do cinema na terça-feira) e 101 minutos da minha vida!

        Já assisti ao Omega Man, porém, pelo menos foi em casa e, assim, pude tirar sarro do filme enquanto ele rodava e acabei me divertindo. Mas esse (Eu Sou a Lenda) foi no cinema, e tive de ficar quietinho, sem poder criticar e tirar sarro das falhas do filme.

        Para começar, que "febre" é essa de filme de zumbi? Extermínio, Resident Evil, Shaun of the Dead, etc, pelo amor de deus! Nada contra os zumbis! Quando era garoto eu assistia e me divertia com filmes como "A Volta dos Mortos Vivos". Mas nesse caso, assim como com Shaun of the dead, há um descompromisso com a realidade, sendo que a proposta de tais filmes é a diversão. Não tentava-se vender ao cinéfilo a veracidade e a probabilidade de que os zumbis pudessem existir realmente, ou melhor, as tentativas de vender tal possibilidade eram tão fracas que acabavam sendo ignoradas. Mas esses eram filmes de comédia!

        O filme "Eu sou a Lenda", começa com a premissa de que uma alteração genética de um vírus pode eliminar praticamente toda a população da terra. Até aí, tudo bem! O problema é que tal vírus tem vários superpoderes: 1) ele elimina 5,4 billhões de pessoas, por meio de um estado hemorrágico; 2) ele tranforma outra parte das pessoas em seres animalescos; 3) ele transforma os seres animalescos em seres foto sensíveis, a ponto de morrerem diante do menor contato com a luz; 4) ele aumenta em três vezes a velocidade do metabolismo de tais seres; 5) ele dá uma superforça a tais seres (que não tem nada a ver com o metabolismo rápido); 6)ele aumenta a densidade e resistência óssea dos seres animalescos a ponto de darem cabeçadas contra portas e vidro blindado sem sofrerem nenhum dano; 7) ele torna tais seres extremamente agressivos, etc. Agora peça para um matemático calcular a probabilidade de um vírus, de uma só vez, provocar todas essas mutações numa pessoa, e um número bem comprido aparecerá!

         Gostaria de dizer que eu adoro filmes de ficção, porém, creio que a ficção deve ter um pouco de crível, de acreditável, senão não conseguimos participar da história como gostaríamos. Particularmente, eu não achei nem um pouco crível a ficção "Eu Sou a Lenda", e não recomendo!

         Devo, destarte, dizer que nunca li o livro original de Richard Matheson, que deve ser bastante esclarecedor e crível. Talvez, se eu tivesse lido, eu acharia o filme bom. Se for isso mesmo, deveriam pôr nas portas dos cinemas: "Alto!Para assistir este filme, é necessária uma leitura prévia." hehehe.

         Abraço!

      

 

Link to comment
Share on other sites

Eu finalmente assisti ao filme!

 

Eu tenho que reconhecer que o Will Smith é um ato muito bom e que de fato, como falei em minha primeira mensagem, ele é capaz de carregar um filme nas costas.

 

O problema mais grave,e que acaba destruindo todo o lado positivo do filme, são os "monstros".

 

Simplesmente não dá para ter medo ou acreditar naquelas criaturas que são obviamente feitas por computação gráfica. Aliás, eu tenho a impressão que o modelo utilizado foi exatamente o mesmo da série "A Múmia" estrelada pelo Brendan Fraser.

 

Toda vez que eu via um daqueles monstros gritando para a câmera, eu me lembrava da Múmia... a boca aberta, elástica. Simplesmente irreal e bobo.

 

Aí eu pergunto: o que custava terem colocado pessoas reais em maquiagens? Veja os morto-vivos de "Extermínio": não há nada de mais na maquiagem, mas eles são terrivelmente assustadores e reais.

 

Sem falar da moça e do garotinho que aparecem no final do filme. Além da reação de ambos e do próprio personagem do Will Smith de lidarem de uma forma realista com a descoberta de um e de outro (ora, o que você faria depois de encontrar uma pessoa pela primeira vez em três anos? Ainda mais sendo homem e encontrar uma mulher?).

 

E também não deu para levar a sério a estória de que ela sabia que havia uma colônia de humanos apenas por que Deus falou para ela. Imagina só se "Deus" tivesse dito para ela ir para Paris? Coitada...

 

OBSERVAÇÃO: O filme tem um furo gigantesco, por sinal. Quem moveu o manequim de frente da locadora para o outro lado da rua e ainda foi capaz de criar uma armadilha para prender o personagem do Will Smith?

 

Os monstros? E como eles seriam capazes de criar uma armadilha se não possuem ne mesmo um mínimo de inteligência humana e nem coordenação para tanto? E como é que eles seriam capazes de saber que o Neville se importa com o manequim?
Chino2008-01-23 09:55:32
Link to comment
Share on other sites

A crítica está bem próxima do que eu achei do filme. A diferença fica no tocante que' date=' pra mim, os pontos negativos quase suplantam os pontos positivos ficando pau a pau com estes. Resultado: filme na média. [/quote']

 

Idem. Além do que, pessoalmente achei as seqüências de ação razoáveis, no máximo (com exceção da primeira no depósito) e considero o filme mais um drama que retrata a solidão de um cara do que qualquer outra coisa.
Link to comment
Share on other sites

Eu achei esse o filme mais fraco desse início de ano.Sinceramente conhecer damien marley e não conhecer o pai?O monstros feitos de computação grafica são fracos. O incio mostrando o cotidiano foi até legal.Nem o carisma de will smith salva o filme e olhe que ja esta quase batendo a casa dos $500 milhões pelo mundo.

Errado.Ela também não conhece o damien marley.
Link to comment
Share on other sites

Pelo que entendi ela conhecia o filho do Bob Marley ... o que deixa o seu desconhecimento sobre a figura lendária do cantor jamaicano ainda mais absurda ... afinal era batata que vc conhecesse a ligação entre pai e filho ... ainda mais com o pai sendo tão famoso ... era impossível ela conhecer um e não conhecer o outro ... ela poderia até falar ... "Ah, Bob ... o pai de Damien Marley" ... mas ainda assim seria estranho ...

 

Mais tarde leio o comentário do Pablo ...
Link to comment
Share on other sites

Nem tanto né. O cara explora todo o cenário' date=' ele tinha a opção (idiota) de ignorar, mas fez o certo e descortinou a Nova York desolada, o que aumenta o grau de solidão presente na vida do cara.[/quote']

 

Nisso eu concordo e assino embaixo. Mas assim como ocorreu em "Constantine" não curti as sequências de ação, exceto a primeira vez que Neville fica às escuras. Francis Lawrence ainda não me ganhou totalmente como diretor, mas senti uma pequena evolução ...
Link to comment
Share on other sites

Eu finalmente assisti ao filme!

 

 

 

Eu tenho que reconhecer que o Will Smith é um ato muito bom e que de fato' date=' como falei em minha primeira mensagem, ele é capaz de carregar um filme nas costas.

 

 

 

O problema mais grave,e que acaba destruindo todo o lado positivo do filme, são os "monstros".

 

 

 

Simplesmente não dá para ter medo ou acreditar naquelas criaturas que são obviamente feitas por computação gráfica. Aliás, eu tenho a impressão que o modelo utilizado foi exatamente o mesmo da série "A Múmia" estrelada pelo Brendan Fraser.

 

 

 

Toda vez que eu via um daqueles monstros gritando para a câmera, eu me lembrava da Múmia... a boca aberta, elástica. Simplesmente irreal e bobo.

 

 

 

Aí eu pergunto: o que custava terem colocado pessoas reais em maquiagens? Veja os morto-vivos de "Extermínio": não há nada de mais na maquiagem, mas eles são terrivelmente assustadores e reais.

 

 

 

Sem falar da moça e do garotinho que aparecem no final do filme. Além da reação de ambos e do próprio personagem do Will Smith de lidarem de uma forma realista com a descoberta de um e de outro (ora, o que você faria depois de encontrar uma pessoa pela primeira vez em três anos? Ainda mais sendo homem e encontrar uma mulher?).

 

 

 

E também não deu para levar a sério a estória de que ela sabia que havia uma colônia de humanos apenas por que Deus falou para ela. Imagina só se "Deus" tivesse dito para ela ir para Paris? Coitada...

 

 

 

OBSERVAÇÃO: O filme tem um furo gigantesco, por sinal. Quem moveu o manequim de frente da locadora para o outro lado da rua e ainda foi capaz de criar uma armadilha para prender o personagem do Will Smith?

 

 

 

Os monstros? E como eles seriam capazes de criar uma armadilha se não possuem ne mesmo um mínimo de inteligência humana e nem coordenação para tanto? E como é que eles seriam capazes de saber que o Neville se importa com o manequim?
[/quote']
Link to comment
Share on other sites

OBSERVAÇÃO: O filme tem um furo gigantesco, por sinal. Quem moveu o manequim de frente da locadora para o outro lado da rua e ainda foi capaz de criar uma armadilha para prender o personagem do Will Smith?

 

Os monstros? E como eles seriam capazes de criar uma armadilha se não possuem ne mesmo um mínimo de inteligência humana e nem coordenação para tanto? E como é que eles seriam capazes de saber que o Neville se importa com o manequim?

 

ja eu acho q o proprio Will q fez a armadilha e caiu nela hehehe

 

ele ja estava meio malucomesmo né hehehe
LEospider2008-01-26 13:34:56
Link to comment
Share on other sites

Eu sou a lenda podia ser muito melhor. Mas, afinal de contas, é só Holywood. Só que não consigo parar de pensar no filme. Angustiante. Quase como se fosse arte...incomoda.

Agora...é medíocre a participação brasileira no filme. E dizer que nunca ouviu falar de Bob Marley? Uma brasileira de cerca de 30 anos (ainda que o filme se passe alguns anos no futuro) que não conhece Bob Marley? será que cresceu confinada no interior ouvindo moda de viola?

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...