Jump to content
Forum Cinema em Cena

Recommended Posts

Bom, acabei de assistir, e é o que eu esperava mesmo, um fiapo de história que estenderam demais... Muito longo e o final abrupto demais...

Mas imensamente melhor que o 2... As piadas ainda existem mas não tão vexatórias como no 2°...

O primeiro é o melhor mesmo, na medida certa...

A Megan Fox não faz falta alguma, e a substituta até engana como atriz, e é mais "princesinha" e sexy do que a vulgar e péssima atriz Megan Fox...

 

A história não incomodou, só a duração dela... Ah, e outra coisa que acho um porre, tal qual no 2° filme, é de ter trocentos "vilões principais"... No primeiro é só o Megatron, no 2° é Fallen e Megatron, mas o Fallen mal aparece e é derrotado rapidamente... Neste é o Megatron, Shockwave e "mais um"... Mas o Megatron fica renegado e o "mais um" é muito mal utilizado...

 

 

 

Link to post
Share on other sites
  • Replies 150
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

 

O Shockwave também não é lá muito bem utilizado como vilão. Parece que só colocaram ele pra fazer aquela cena da destruição do prédio' date=' que por sinal é uma das boas razões pra se assistir o filme.[/quote']

 

É... esqueci de citar que o Shockwave também é mal utilizado... Muito vilão da nisso... Tinha hora que eu ficava confuso de quem mandava em quem e etc...

 

Link to post
Share on other sites

<FONT size=3 face="Verdana' date=' Arial, Helvetica, sans-serif">

 

 

 

- trilha sonora que remete descaradamente à brilhante trilha de "A Origem". Chega a ser ofensivo um tema tão parecido sendo usado em uma cena que não faz jus ao que faz lembrar, a brilhante fonte;.
[/quote']

 

 

 

é verdade, eu até esqueci de comentar. tem uma música q era IDENTICA a uma do A origem; foram uns 30 seg igualzinha, só depois q mudou um pouco. A cena na qual tocou foi em chicago, e se ñ me engano no voo com aquelas roupas tipo asa-delta dos cara do exercito. Foi mto descarado mesmo.

Link to post
Share on other sites

Transformers – O Lado Oculto da Lua

Finalmente arrumei um tempo pra assistir o “filme da discórdia da vez” e, contrariando minhas baixas expectativas, acabei curtindo a bodega  dentro daquilo q se propõe. Quem conhece a filmografia do diretor e - à semelhança dos filmes do Stallone, Chuck Norris, etc  – sabe de antemão q vai estar diante de uma história com a profundidade de um pires, gostosas em trajes sumários, piadinhas infames e atuações canhestras. Mas quem liga pra isso se o q importa mesmo nas produções acima é ver o pau comendo mesmo! Coisa q o filme dos robôs da Hasbro cumpre muito bem. Beneficiado por uma equipe técnica de responsa e efeitos de ponta da Light & Magic, o 3-D impressiona com perfeição nas cenas de campos abertos e maior amplitude. A própria tecnologia do 3-D impôs ao Bay q se contivesse em sua frenética mania de cortes, tanto q eles aqui estão em menor número até. Cada centavo dos milhões investidos é perfeitamente visível nas cenas de destruição, q se sucedem exponencialmente uma atrás da outra. Não é obra-prima, claro, mas tb ta longe de ser aquela bosta q andam apregoando. É melhor q o segundo (feito nas coxas), o q já ta valendo. Francamente, não sei pq o Pablo implica tanto com esta franquia, já q a comédia sem-graça “Cruzeiro das Loucas” ganhou cotação bem superior a este aqui (!?). Enfim, Transformers é um bom pornô só q feito com milhões. E como tal o q interessa é ir direto ao “ponto”; passe batido o blábláblá desnecessário dos pais do Sam / agentes da Cia q nao escondem sua vocacao de pura encheção de lingüiça e vá direto pra “ação”. Os astros aqui sao os robös, assim como eram os dinos numa certa franquia tb descerebrada do Spielberg. Esperar elocubrações existenciais, dramas shakesperianos, roteiro original e atuações tridimensionais num filme onde o 3-D se limita apenas às cenas com os atores metalizados? Isso sim é realmente deixar o cérebro descansando em casa. 8/10

Link to post
Share on other sites

 

Bom' date=' acabei de assistir, e é o que eu esperava mesmo, um fiapo de história que estenderam demais... Muito longo e o final abrupto demais...

Mas imensamente melhor que o 2... As piadas ainda existem mas não tão vexatórias como no 2°...

O primeiro é o melhor mesmo, na medida certa...

A Megan Fox não faz falta alguma, e a substituta até engana como atriz, e é mais "princesinha" e sexy do que a vulgar e péssima atriz Megan Fox...

 

A história não incomodou, só a duração dela... Ah, e outra coisa que acho um porre, tal qual no 2° filme, é de ter trocentos "vilões principais"... No primeiro é só o Megatron, no 2° é Fallen e Megatron, mas o Fallen mal aparece e é derrotado rapidamente... Neste é o Megatron, Shockwave e "mais um"... Mas o Megatron fica renegado e o "mais um" é muito mal utilizado...

 

 

[/quote']

 

Link to post
Share on other sites
Os astros aqui sao os robös' date=' assim como eram os dinos numa certa franquia tb descerebrada do Spielberg. [/quote']

Comparar Transformers com Jurassic Park é mesma coisa que comparar entretenimento com conteúdo e compara um entretenimento vazio. 14<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

Jurassic Park mesmo como uma diversão tratava da problemática do uso indevido da ciência para recriar espécies extintas.

 

O filme por muitas vezes tratava da responsabilidade da clonagem, da agressão do mundo natural, a ética da clonagem no campo dos avanços da genética. Em fim uma serie de temas interessantes sobre ética nos avanços da tecnologia genética. Claro que não aprofundava muito, mas conseguia encaixar de forma interessante no enredo do filme sem ser maçante.

 

Já Transformers que já tem sua estória tão absurda de ETs que não se encaixa em nada com temas universais ou contemporâneos. O único tema central é de um nerd que recebe a ajuda de robôs do espaço, para dar uma bimba na garota dos sonhos e de quebra salvar o mundo de outros Ets. Bem original! Não é?  06

 

Um desenvolvimento continua a piorar nos outros longas, pois o material já é péssimo nem é desenvolvido. Temos muitas cenas de ação sem qualquer explicação. Assim deixando o telespectador apenas com imagens de CG o tempo todo. Jurassic não precisava usar isto o tempo todo, o filme tinha sempre um atrito de ideais legais como o Doutor Ian Malcon, John Hammond e outras personagens, o suspense muito bem conduzido antes de ver os dinos, Transformers só tem ação jogada na tela sem nenhum desenvolvimento antes de ser apresentada para o público. Nada da estória cativa ou atrai o público ou faz se preocupar com os protagonistas só é tecnologia gráfica desperdiçada como um videogame de ação qualquer. Se bem que até muitos jogos de videogames têm melhores roteiros desenvolvidos do que toda a filmografia do Bay. 06

 

Continuando a comparação vexatória, a música do JP é uma das mais belas do compositor John Williams. Inesquecível desde de sempre como outras músicas de obras anteriores e já se considera uma das mais notáveis trilhas sonoras do cinema. Já a de Transformers não envolve nada. Até já esqueci nem me lembro quando fui ver como era a música composta por ???. Em fim a comparação não tem o menor cabimento. Um filme de peso mosca comparado com um peso pesado. 06

Plutão Orco2011-07-09 17:21:32
Link to post
Share on other sites

 

Eita, parece q toquei na tenra infância de muita gente aqui. 06 Calma, meu caro Pluto. Mas a verdade doa a quem doer seja dita: Bay e Spielberg

atualmente são farinha do mesmo saco, tanto q este ultimo já declarou

ter “encontrado seu sucessor” . E se parar pra pensar encontrou mesmo,

apesar da diferença de estilos; alguém com a mesma vocação de

proporcionar espetáculo customizado em massa, piegas e lacrimejantes,

besuntado de CGI pra disfarçar o roteiro raso. E é isso q “Jurassic Park” é. Lembro bem das criticas e matérias na época (ainda guardo a revista Set

, datada de 1993) dando mais atenção ao salto gigantesco de qualidade

dos efeitos do q ao roteiro do filme, bobinho e sentimentaloide de doer

(Spileberg puro). De fato, até então nunca ninguém havia visto um “dino

andando” por frames consecutivos desde q não fosse em stop-motion, como

lagarto com próteses ou fantasiado feito Godzilla japonês. A discussao da clonagem pasa rasa como pires.. E claro, tem a

pieguice do filme, onde nao vejo diferenca entra a apelacao

sentimentaloide do Spielberg ou a da adrenalina barulhenta do

Bay... ambos sao artificios fisga-publico q cada um adota em suas

producoes. Tal qual colocar uma gostosa pelada na capa da Playboy.

Se “Jurassic Park” tem algum mérito é unicamente por ter sido divisor de águas pra Industrial Light & Magic , tanto q depois tds os efeitos seguiram esse padrão de qualidade, até então inovador (nem “T2” e “The Abiss”

chegaram perto disso). E tb pelo mérito mercadológico de customizar td e

qq filme de aventura-ação a partir dali, tornando-os franquia$. A nova

trilogia “Star Wars” q o diga. Pronto, q

venham mais fazóides me aporrinhar... Bay apenas adota essa tendência a

extremos e agrega o estilo dele, o do videoclipe barulhento. Bem, pra

quem acende vela diariamente pro Spielberg q tenha em mente tb q uma

hora ele vai bater as botas. E ai quem q vai tomar o lugar dele??

Acredito q “seu sucessor”... Pois é, ainda teremos q engolir o Bay por

muito e muito tempo, pra infelicidade do Pablo. E é bom já ir se

acostumando com essa idéia..

Jorge Soto2011-07-09 17:25:20

Link to post
Share on other sites

Eita' date=' parece q toquei na tenra infância de muita gente aqui. 06 Calma, meu caro Pluto. Mas a verdade doa a quem doer seja dita: Bay e Spielberg atualmente são farinha do mesmo saco, tanto q este ultimo já declarou ter “encontrado seu sucessor” . E se parar pra pensar encontrou mesmo, apesar da diferença de estilos; alguém com a mesma vocação de proporcionar espetáculo customizado em massa, piegas e lacrimejantes, besuntado de CGI pra disfarçar o roteiro raso. E é isso q “Jurassic Park” é. Lembro bem das criticas e matérias na época (ainda guardo a revista Set , datada de 1993) dando mais atenção ao salto gigantesco de qualidade dos efeitos do q ao roteiro do filme, bobinho e sentimentaloide de doer (Spileberg puro). De fato, até então nunca ninguém havia visto um “dino andando” por frames consecutivos desde q não fosse em stop-motion, como lagarto com próteses ou fantasiado feito Godzilla japonês. A discussao da clonagem pasa rasa como pires.. E claro, tem a pieguice do filme, onde nao vejo diferenca entra a apelacao sentimentaloide do Spielberg ou a da adrenalina barulhenta do Bay... ambos sao artificios fisga-publico q cada um adota em suas producoes. Tal qual colocar uma gostosa pelada na capa da Playboy.

Se “Jurassic Park” tem algum mérito é unicamente por ter sido divisor de águas pra Industrial Light & Magic , tanto q depois tds os efeitos seguiram esse padrão de qualidade, até então inovador (nem “T2” e “The Abiss” chegaram perto disso). E tb pelo mérito mercadológico de customizar td e qq filme de aventura-ação a partir dali, tornando-os franquia$. A nova trilogia “Star Wars” q o diga. Pronto, q venham mais fazóides me aporrinhar... Bay apenas adota essa tendência a extremos e agrega o estilo dele, o do videoclipe barulhento. Bem, pra quem acende vela diariamente pro Spielberg q tenha em mente tb q uma hora ele vai bater as botas. E ai quem q vai tomar o lugar dele?? Acredito q “seu sucessor”... Pois é, ainda teremos q engolir o Bay por muito e muito tempo, pra infelicidade do Pablo. E é bom já ir se acostumando com essa idéia..
[/quote']

 

Sucessor? 06<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

Semelhanças? Sei que Spielberg fala muita merda às vezes e neste caso ele estava sendo modesto de besta. Tanto que a filmografia dele em nada se compara com a do Bay. É disparate total a comparação veja:06

 

Filmografia de Steven Spielberg X Michael Bay

 

Encurralado (suspense) muito bom

 

Tubarão (suspense) ótimo

 

Contatos Imediatos de Terceiro Grau (ficção cientifica) ótimo

 

Caçadores da Arca Perdida (aventura / ação) ótimo

 

E.T O Extra Terrestre (fantasia) muito bom

 

Indiana Jones e O Templo da Perdição (aventura/ ação) muito bom

 

A Cor Púrpura (drama) ótimo

 

Império do Sol (drama) ótimo

 

Indiana Jones e A Última Cruzada (aventura/ ação) ótimo

 

Jurassic Park (aventura/ficção cientifica) muito bom

 

A Lista de Schindler (drama) obra prima 10

 

O Resgate do Soldado Ryan (guerra) ótimo

 

A.I Inteligência Artificial (ficção cientifica) ótimo

 

Minority Report (ficção cientifica/ ação) bom

 

Munique (drama) ótimo

 

Guerra dos Mundos (ficção cientifica/ suspense) bom

 

VS06

 

Bad Boys (ação) fraco

 

A Rocha (ação) bom a regular

 

Armageddon (ação) merda!

 

Pearl Harbor (guerra e tenta ser um drama) fraco

 

Bad Boys 2 (ação) sei lá pelo primeiro é fraco não arrisquei a ver o segundo

 

A Ilha (ação/ ficção embora a ação prevaleça em desequilíbrio com a ficção) muito fraco

 

Transformers (ação) obra prima de esterco 14

 

 

O dia que o Bay fizer um filme de qualidade como A Lista de Schindler, A Cor Púrpura, Império do Sol, Munique só como alguns exemplos de filmes que em nada tem a ver com Bay eu vou levar a sério o seu comentário de sucessor do Spielberg. Tá bom? 06

Plutão Orco2011-07-10 00:40:32
Link to post
Share on other sites

A comparação dos filmes vem bem a calhar. O Spielberg pode até não ser um dos melhores cineastas de todos os tempos, mas ele teve uma importância que o Bay jamais vai ter na indústria. E fez filmes absurdamente melhores, diga-se de passagem. Será que, no futuro, as pessoas se lembrarão do Bay com o mesmo carinho que têm pelo Spielberg? Essa discussão parece ser mais pra causar uma polêmica boba do que qualquer coisa mais próxima da verdade.

 

E, sim, o Spielba falou que o cara vai ser o sucessor, o que não torna a afirmação dele necessariamente verdadeira. Ele era produtor executivo de um filme do Bay, tinha no mínimo que elogiá-lo de alguma forma, não? Aliás, porque ele precisa de um sucessor? Diretores novos farão as coisas de outra forma e o Spielberg fez da forma dele.
leomaran2011-07-10 00:53:27
Link to post
Share on other sites

Transformers 3 é exatamente o que foi o 1 ou o 2, mas em um 3D ótimo... o que não salva o filme de ser um lixo, divertido em poucos momentos, uma tortura na maior parte do tempo, com piadas que não funcionam, mas humor involuntário quase hilariante. Megan Fox faz falta (a nova mocinha é até mais bonita, mas não transpira sexo como a Megan Fox). Dificil dar nota para esse trambolho, mas como os efeitos especiais de encher os olhos diminuem um pouco o tormento, diria que é um 5/10... Tentei desligar totalmente meu cérebro, mas Michael Bay é um desafio para a condescendência de qualquer um.

Link to post
Share on other sites

 

Eita' date=' parece q toquei na tenra infância de muita gente aqui. 06 Calma, meu caro Pluto. Mas a verdade doa a quem doer seja dita: Bay e Spielberg atualmente são farinha do mesmo saco, tanto q este ultimo já declarou ter “encontrado seu sucessor” . E se parar pra pensar encontrou mesmo, apesar da diferença de estilos; alguém com a mesma vocação de proporcionar espetáculo customizado em massa, piegas e lacrimejantes, besuntado de CGI pra disfarçar o roteiro raso. E é isso q “Jurassic Park” é. Lembro bem das criticas e matérias na época (ainda guardo a revista Set , datada de 1993) dando mais atenção ao salto gigantesco de qualidade dos efeitos do q ao roteiro do filme, bobinho e sentimentaloide de doer (Spileberg puro). De fato, até então nunca ninguém havia visto um “dino andando” por frames consecutivos desde q não fosse em stop-motion, como lagarto com próteses ou fantasiado feito Godzilla japonês. A discussao da clonagem pasa rasa como pires.. E claro, tem a pieguice do filme, onde nao vejo diferenca entra a apelacao sentimentaloide do Spielberg ou a da adrenalina barulhenta do Bay... ambos sao artificios fisga-publico q cada um adota em suas producoes. Tal qual colocar uma gostosa pelada na capa da Playboy.

Se “Jurassic Park” tem algum mérito é unicamente por ter sido divisor de águas pra Industrial Light & Magic , tanto q depois tds os efeitos seguiram esse padrão de qualidade, até então inovador (nem “T2” e “The Abiss” chegaram perto disso). E tb pelo mérito mercadológico de customizar td e qq filme de aventura-ação a partir dali, tornando-os franquia$. A nova trilogia “Star Wars” q o diga. Pronto, q venham mais fazóides me aporrinhar... Bay apenas adota essa tendência a extremos e agrega o estilo dele, o do videoclipe barulhento. Bem, pra quem acende vela diariamente pro Spielberg q tenha em mente tb q uma hora ele vai bater as botas. E ai quem q vai tomar o lugar dele?? Acredito q “seu sucessor”... Pois é, ainda teremos q engolir o Bay por muito e muito tempo, pra infelicidade do Pablo. E é bom já ir se acostumando com essa idéia..
[/quote']

 

Sucessor? 06

 

Semelhanças? Sei que Spielberg fala muita merda às vezes e neste caso ele estava sendo modesto de besta. Tanto que a filmografia dele em nada se compara com a do Bay. É disparate total a comparação veja:06

 

Filmografia de Steven Spielberg X Michael Bay

 

Encurralado (suspense) muito bom

 

Tubarão (suspense) ótimo

 

Contatos Imediatos de Terceiro Grau (ficção cientifica) ótimo

 

Caçadores da Arca Perdida (aventura / ação) ótimo

 

E.T O Extra Terrestre (fantasia) muito bom

 

Indiana Jones e O Templo da Perdição (aventura/ ação) muito bom

 

A Cor Púrpura (drama) ótimo

 

Império do Sol (drama) ótimo

 

Indiana Jones e A Última Cruzada (aventura/ ação) ótimo

 

Jurassic Park (aventura/ficção cientifica) muito bom

 

A Lista de Schindler (drama) obra prima 10

 

O Resgate do Soldado Ryan (guerra) ótimo

 

A.I Inteligência Artificial (ficção cientifica) ótimo

 

Minority Report (ficção cientifica/ ação) bom

 

Munique (drama) ótimo

 

Guerra dos Mundos (ficção cientifica/ suspense) bom

 

VS06

 

Bad Boys (ação) fraco

 

A Rocha (ação) bom a regular

 

Armageddon (ação) merda!

 

Pearl Harbor (guerra e tenta ser um drama) fraco

 

Bad Boys 2 (ação) sei lá pelo primeiro é fraco não arrisquei a ver o segundo

 

A Ilha (ação/ ficção embora a ação prevaleça em desequilíbrio com a ficção) muito fraco

 

Transformers (ação) obra prima de esterco 14

 

 

O dia que o Bay fizer um filme de qualidade como A Lista de Schindler, A Cor Púrpura, Império do Sol, Munique só como alguns exemplos de filmes que em nada tem a ver com Bay eu vou levar a sério o seu comentário de sucessor do Spielberg. Tá bom? 06

 

Quem é você pra falar algo do Spielberg e Bay, eles fazem cinema pro povão e o povão gosta.

 

E como Daniel Filho, falam mal pra k7 do cara, mas ele tá cagando e andando na sua ferrari.

 

Link to post
Share on other sites

 

Quem é você pra falar algo do Spielberg e Bay' date=' eles fazem cinema pro povão e o povão gosta.E como Daniel Filho, falam mal pra k7 do cara, mas ele tá cagando e andando na sua ferrari.[/quote']

 

E o q as fitas k7 têm a ver com isso?! smileys/06.gif" align="middle" /> Marcos Davi2011-07-21 01:17:34

Link to post
Share on other sites

 

 

A comparação dos filmes vem bem a calhar. O Spielberg pode até não ser um dos melhores cineastas de todos os tempos' date=' mas ele teve uma importância que o Bay jamais vai ter na indústria. E fez filmes absurdamente melhores, diga-se de passagem. Será que, no futuro, as pessoas se lembrarão do Bay com o mesmo carinho que têm pelo Spielberg? Essa discussão parece ser mais pra causar uma polêmica boba do que qualquer coisa mais próxima da verdade.[/quote']

 

Protagonizada pelo pai dos trolls? Pode apostar que é só pra criar polêmica... trollagem pura.

 

Dook2011-07-21 15:35:06

Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

Announcements


×
×
  • Create New...