Jump to content
Forum Cinema em Cena

São Paulo Futebol Clube #2


Big One
 Share

Recommended Posts

Temo pelo que vem pela frente. 4-4-2 sem laterais marcadores para a cobertura dos 2 zagueiros vai ser de dar frio na espinha,e tem ainda o velho e agora potencializado problema da falta de criação.Com 3 zagueiros os alas tem mais liberdade e podem criar também,mas com apenas 2,os alas viram laterais e a criação ficará naturalmente mais a cargo do meio de campo e aí o bicho pega no SP.

A diretoria não contratou ninguém competente para o setor e quem vai criar então? O Léo Lima? O Marcelinho (que rende muito mais atacando)?

O Richarlyson?

Se preparem,vai ser um tal de lançamento direto da zaga para o ataque que vai dar nos nervos,vide o jogo de ontem.
Dado2010-01-21 18:23:04
Link to comment
Share on other sites

Boas Noticias...

 

Cléber Santana acerta com o São Paulo

Presidente Juvenal Juvêncio confirmou acerto na manhã desta segunda

Marcelo Prado São Paulo  Agência/EFE

Cléber Santana em jogo pelo Atlético de Madri

O volante Cléber Santana é o novo reforço do São Paulo para a temporada de 2010. Apesar do vice-presidente de futebol, Carlos Augusto de Barros e Silva, ter negado a informação no último domingo, a contratação do jogador foi confirmada pelo presidente Juvenal Juvêncio na tarde desta segunda.

 

Cléber Santana, que estava atuando no Atlético de Madri, da Espanha, assinou contrato de três anos com o Tricolor paulista.

 

- FIquei negociando o domingo inteiro essa contratação. Estamos contratando 50% dos direitos federativos do Atlético junto ao time espanhol e ele ficará conosco por três temporadas. Chegará a qualquer momento - disse o dirigente tricolor.

 

Juvenal disse que foi a terceira vez que ele tentou a contratação de Cléber Santana. E agora finalmente deu certo.

 

- Me encontrei com um dirigente do Atlético porque sabia que eles tinham comprado um argentino e o Cléber não teria mais espaço. Como estou atrás deele faz tempo, tivemos uma ótima conversa e fechamos. Depois, chegou o Cruzeiro, o Inter, o Atlético-MG. O Luxemburgo ligou e fez de tudo. Mas acho que fui mais forte. O Ricardo Gomes está muito contente  com essa negociação. No início do ano, havia pedido a contratação dele, mas foi impossível. Agora, felizmente, deu certo  - ressaltou o dirigente.

Alex Silva festeja volta ao São Paulo: 'É o recomeço da minha carreira'

Zagueiro chega para assinar contrato de um ano e meio com o Tricolor

Marcelo Prado São Paulo

 

Alex Silva segura a bandeira do clube tricolor no seu desembarque em São Paulo nesta segunda

O relógio marcava 8h45m (de Brasília) quando o zagueiro Alex Silva apareceu no saguão do Aeroporto de Cumbica. Para o jogador, isso marca uma nova fase na sua carreira. Sem espaço no Hamburgo (ALE), o jogador foi emprestado para o São Paulo, com o qual assinou contrato de um ano e meio, até o fim de julho de 2011. Ele voltará ao clube que defendeu entre 2006 e 2008 e disse que está pronto para recuperar o tempo perdido.

- Para mim, hoje minha carreira está recomeçando. Aprendi muito nesse um ano e meio que tive na Europa. E agora fico feliz em voltar ao clube onde tive grandes alegrias, conquistei títulos e tenho vários amigos. Estou indo direto para o CT para acertar os últimos detalhes e agora é lutar para voltar aos gramados o mais rápido possível - disse o jogador, que ainda se recupera de uma lesão no joelho direito, sofrida na pré-temporada do time alemão, em setembro do ano passado.

 

Marcelo%20Prado/GLOBOESPORTE.COM 

saiba mais


Alex Silva ainda sonha com a Copa do Mundo da África do Sul. No entanto, ele diz que é preciso ter calma para não atropelar etapas.

- Ainda dá para pensar na Copa. Mas, primeiramente, quero estar à disposição do Ricardo para poder ajudar o São Paulo. É um passo de cada vez para voltar bem. Estou na reta final da recuperação e acredito que dentro de três semanas poderei voltar a jogar. Através do trabalho que fizer no São Paulo e na Libertadores é que poderei sonhar com um lugar no Mundial - ressaltou.

O novo reforço não vê a hora de reencontrar os antigos parceiros de defesa, André Dias e Miranda.

- São dois grandes amigos que fiz no São Paulo. Fiquei sabendo que eles já deram boas vindas. É bom receber isso do André, que é o segundo capitão da equipe e do Miranda, que é um jogador de seleção brasileira - concluiu.

Link to comment
Share on other sites

Goleiro brilha nos pênaltis, São Paulo é tri da Copinha e "alivia" sua base

Thales Calipo

Em São Paulo

O São Paulo voltou a ser campeão do principal torneio entre juniores do país. Nesta segunda-feira, a equipe tricolor saiu atrás do placar, mas após grande pressão conseguiu o empate por 1 a 1 no tempo normal. Nos pênaltis, o goleiro Richard foi o herói ao defender as três cobranças e, com um resultado de 3 a 0, os jogadores comandados por Sergio Baresi conquistaram a Copa São Paulo de futebol júnior pela terceira vez. O clube do Morumbi já havia conquistado a competição em 1993 e 2000.

PRIMEIRO TEMPO

15 min - Alan Patrick recebe passe na entrada da área, limpa a marcação e arrisca chute. A bola vai no canto esquerdo do gol e Richard faz a defesa

18 min - GOOOOLLLLL DO SANTOS!!! Renan Mota recebe passe na grande área, limpa Bruno Uvini e toca por debaixo das pernas de Richard

39 min - Lucas Gaúcho recebe passe na grande área, disputa bola com Rafael, mas acaba fazendo falta no goleiro santista. O árbitro marca a infração

40 min - Não vale!!! Marcelinho recebe passe na grande área, ajeita e arrisca chute. A bola ainda resvala na marcação e entra para o gol. O árbitro marca impedimento do camisa 10 são-paulino

41 min - Quase!!! Marcelinho passa por três marcadores e rola para Jéfferson. O meio-campista recebe sozinho e arrisca chute. A bola passa raspando a trave direita de Rafael

45 min - Quase!!! Ronieli recebe passe na grande área, limpa Crystian e arrisca chute. A bola passa raspando o travessão de Rafael

SEGUNDO TEMPO

6 min - Renan Mota recebe passe na entrada da área. Richard sai do gol e derruba o atacante santista. Os dois jogadores ficam caídos no gramado

16 min - Quase!!! Ronieli recebe passe na grande área, limpa a marcação e arrisca chute. A bola passa raspando a trave esquerda de Rafael. O atacante, após o arremate, fica sentindo a perna esquerda

29min - Quase!!! Dener recebe passe na grande área e arrisca chute. A bola passa raspando o travessão de Rafael

40 min - GOOOOLLLL DO SÃO PAULO!!! Ronieli recebe passe na entrada da área e arrisca chute de primeira. A bola entra no ângulo esquerdo de Rafael

O Santos, por sua vez, buscava o seu segundo título no torneio. O clube conquistou a Copa São Paulo apenas em 1984 e, se não se tornou bicampeão, tem como alento o bom trabalho do técnico Narciso e jogadores que devem ser incorporados por Dorival Júnior, como Alan Patrick, que já ganhou oportunidades na equipe principal na última temporada.

Com o feriado e o tempo bom, o Pacaembu ganhou um bom público. Apesar de as autoridades temerem confrontos, não foi registrada nenhuma ocorrência grave, mesmo com a torcida do São Paulo ser, à vista, maioria no estádio.

Com os jogadores da equipe tricolor nervosos, o Santos soube se aproveitar e abriu o placar aos 18min, com Renan Mota. O São Paulo equilibrou as ações na primeira etapa, mas seu ataque não conseguia finalizar com perfeição.

Logo no início da segunda etapa, os jogadores santistas reclamaram de uma falta do goleiro Richard fora da área. Para eles, o camisa 1 do São Paulo, que recebeu cartão amarelo pelo lance, deveria ter sido expulso.

Apesar do lance, o São Paulo pressionava o adversário, que tentava esfriar o jogo sempre que podia. Porém, aos 40min do segundo tempo, Ronieli empatou a partida e acendeu a torcida nas arquibancadas. Após o apito final, o técnico Narciso tentou agredir o árbitro, mas foi contido pelos policiais.

Na decisão por pênaltis, Richard brilhou ao defender as cobranças de Alan Patrick, Alemão e Renan. O São Paulo converteu três chutes (Jeferson, Denis e Marcelinho) e ficou com o título.

A conquista do São Paulo acontece justamente no momento em que suas categorias de base atravessam um momento complicado. Conhecido por ser um dos grandes formadores de atletas do país, apoiado pela construção de um moderno centro de treinamentos em Cotia para os juniores, o time tricolor tem visto seus jovens jogadores entrarem em litígio para se desvincular da equipe. Até agora, Oscar, Diogo e Lucas Piazon entraram na Justiça contra o clube.

Além das brigas judiciais, as quais o São Paulo acusa o empresário Giuliano Bertolucci de ser o mentor, as categorias de base já não “alimentam” a equipe principal como antes. Da atual equipe de Ricardo Gomes considerada titular, por exemplo, nenhum atleta foi formado no próprio clube.

O reflexo desse fenômeno também é sentido nos cofres do São Paulo. Sem grandes revelações, o clube deixa de lucrar com as negociações para o exterior e, com isso, perde uma das suas principais fontes de renda. O último atleta formado nas categorias de base e que conseguiu uma transferência foi Breno, que no fim de 2007 foi para o Bayern de Munique, da Alemanha, e rendeu cerca de R$ 35 milhões ao time tricolor.

A atual safra do time, no entanto, é promissora. Com jogadores de até 18 anos, já que o regulamento da Copinha estipulou essa idade como teto, o São Paulo sobrou na competição. Diferentemente do adversário desta segunda-feira, o São Paulo venceu as oito partidas que realizou e, em apenas uma oportunidade, nas quartas de final, contra o Cruzeiro, a diferença de gols foi a mínima possível.

Mesmo com o bom retrospecto, os jogadores do São Paulo agora sonham transformar o troféu erguido no Pacaembu em um passaporte para a equipe titular, enquanto os dirigentes ambicionam o sucesso destes jovens para manter as suas contas equilibradas

Link to comment
Share on other sites

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Jogador Marcelinho Paraíba é condenado a 6 meses de prisão por agressão

 

Plantão | Publicada em 28/01/2010 às 10h25m

  • if (qtdrec != '') {

//var mediarec = (parseInt(notasrec)/parseInt(qtdrec))

media_estrelas_recomendar(qtdrec, notasrec);

 

} else {

media_estrelas_recomendar(1,0);

}

 

 

 

 

JOÃO PESSOA - A Justiça da Paraíba condenou o jogador

de futebol do São Paulo Marcelo dos Santos, o Marcelinho Paraíba pela

agressão ao tecnólogo em radiologia Jackson Alves de Azevedo, durante

uma festa que acontecia na casa de show Spazzio, em Campina Grande, na

Paraíba, em junho de 2004. Marcelinho Paraíba deverá cumprir pena de

seis meses de detenção em regime aberto na Casa de Detenção do Monte

Santo, em Campina Grande. Por ser réu primário, o jogador teve o

benefício da suspensão condicional da pena por dois anos.

 

O juiz Vandemberg de Freitas, da 5ª Vara Criminal de Grande,

sentenciou ainda que durante dois anos Marcelinho Paraíba deve voltar

para casa às 21h, exceto em casos de estudo ou trabalho; não mudar de

residência sem autorização; não ingerir bebida alcoólica em público e

não frequentar bares.

 

O advogado do jogador não foi localizado e ainda deve recorrer da decisão.

 

 

Marcelinho é acusado de agredir Jackson Alves após ter passado

as mãos nas pernas da namorada da vítima durante a festa em que

estavam. Segundo Jackson, quando ele foi perguntar o que estava

acontecendo, Marcelinho o teria agredido com socos no rosto.

 

- Quando caí, ele pisou na minha cabeça. Na ocasião, quebrei três dentes e fiquei muito machucado no rosto - ressaltou.

 

 

O juiz entendeu que Marcelinho Paraíba teria praticado lesão corporal leve sem justificativa.

 

 

Link to comment
Share on other sites

André Dias é vendido ao Lazio

Contrato é de três anos e meio e o São Paulo receberá R$ 6,5 milhões

Paula Ab

André vai jogar três anos e meio no Lazio

O São Paulo acertou a venda do zagueiro André Dias para o Lazio (ITA) nesta segunda-feira, último dia da janela de transferência para o mercado europeu. O contrato do atleta no novo clube será de três anos e meio. O Tricolor receberá € 2,5 milhões – o equivalente a R$ 6,5 milhões.

 

A diretoria são-paulina já tinha aceitado a proposta. Como André tinha vínculo com o clube até o fim do ano, se não vendesse agora, o Tricolor corria o risco de não receber nada por ele, já que em junho o zagueiro já poderia assinar pré-contrato com outra equipe.

Restava apenas André Dias definir algumas questões pessoais no acerto com o Lazio. Nesta segunda, da Itália, o empresário Gilmar Rinaldi confirmou ao GLOBOESPORTE.COM.

- Estou na Itália fechando os detalhes do contrato, mas já está tudo certo e garantido. O André ficará três anos e meio no Lazio e está bastante feliz. Vai ser uma ótima oportunidade para ele - confirmou Rinaldi.

 

Com a camisa do São Paulo, André Dias foi tricampeão brasileiro (2006/2007/2008).

Link to comment
Share on other sites

Disparado fizemos o melhor jogo do ano,só senti falta do 1º volante,no primeiro tempo era o Richarlyson que tava fazendo a função(e o melhor jogo do SP no ano foi o 1º tempo do jogo),depois o RG tirou o Renato Silva pra colocar o Cleber Santana e o Richa foi pra zaga e perdemos muito na marcação,mais no geral o time quase todo jogou bem,até os alas improvisados Jean e Jorge Wagner,Xandão fez uma ótima partida,mostrou que pode fazer um trio de zaga forte junto com Miranda e Alex Silva. 

Link to comment
Share on other sites

Cicinho volta ao São Paulo e festeja: 'Amanhã já quero ir ao Morumbi'

Reunião em Roma definiu o empréstimo do jogador até o dia 30 de junho, com possibilidade de ser renovado, caso o time avance na Libertadores

Marcelo Prado São Paulo

Tamanho da letra

A-

A+

Lateral voltará a vestir a camisa do Tricolor pelos próximos seis meses

E o lateral-direito Cicinho está de volta ao São Paulo. Depois de ter brilhado com a camisa do Tricolor entre 2004 e 2005, o jogador, cujos direitos federativos pertencem ao Roma (ITA), retorna ao Morumbi para recuperar o seu futebol e acabar com a maior carência do elenco comandado por Ricardo Gomes. O acordo inicial valerá até o dia 30 de junho, mas caso o Tricolor chegue na final da Libertadores, será acertado um novo contrato de três meses. O Tricolor e clube italiano dividirão o salário do atleta, que será de R$ 250 mil mensais.


O acordo foi selado em reunião realizada que temrinou às 13h (horário de Brasília) na Itália. O jogador, que não vinha sendo utilizado com freqüência no time romano, deixará a capital italiana na noite desta terça-feira e chegará a São Paulo na manhã desta quarta. Sua apresentação deverá acontecer na tarde de quinta-feira, no CT da Barra Funda.

 

O novo dono da camisa 23 será inclusive, inscrito a tempo de disputar a primeira fase da Taça Libertadores da América. Ao contrário do que prevê o regulamento da Confederação Sul-America de Futebol, o clube só enviará a lista de inscritos para o torneio nesta quarta-feira e, como punição, terá de pagar US$ 5 mil (R$ 9 mil) de multa.

 

O jogador deverá iniciar os treinamentos no novo clube na próxima quinta-feira

Cicinho chega para colocar fim a maldição da lateral-direita do Tricolor. Desde a saída de Ilsinho para o Shakhtar Donetsk (UCR) em 2007, ninguém conseguiu se firmar na posição. Tentativas não faltaram: Reasco, Joilson, Jancarlos, Éder Sciola, Rafael, Zé Luis, Adrian Gonzalez e Jean, apesar de ser volante, era o atual dono da posição.

 

O jogador não escondeu a alegria com o acerto. Ele conversou com a reportagem do GLOBOESPORTE.COM assim que deixou a reunião com a presidente do Roma, Rosella Sensi.

 

- Acabei de sair da sala da reunião onde assinei a rescisão do meu contrato com o Roma. Estou vivendo um sonho. Não é de hoje que gostaria de voltar ao Sâo Paulo. Estou voltando para a minha casa, onde vivi a melhor fase da minha carreira. Não vejo a hora de entrar no avião e ir para o Brasil. Amanhã, assim que chegar, vou para a concentração dar um abraço nos companheiros. Também quero estar no Morumbi para acompanhar a estreia do time na Libertadores - disse o jogador.

 

Cicinho não disputa um jogo oficial há 30 dias. Mesmo assim, se coloca à disposição do técnico Ricardo Gomes para estrear o mais rápido possível.

- Disputei dois jogos seguidos há um mês. No primeiro, atuei 80 minutos. No segundo, 50. É claro que não estou 100%, mas a vontade de voltar a jogar pelo São Paulo é tão grande que, se o Ricardo precisar, estou à disposição. O mais importante é que tudo deu certo e estou voltando - ressaltou.

 

Para concluir, o jogador, que usará a camisa 23 no Tricolor, deixou claro que o acordo com o Roma lhe garante presença na decisão da Libertadores, caso o time do Morumbi avance até lá.

 

- O Roma é uma sociedade anônima e, por causa disso, os acordos e contratos valem de uma temporada a outra. Como a temporada aqui na Itália começa em julho, o empréstimo inicial acaba em 30 de junho. Mas depois, se o São Paulo for até a final, serei emprestado por mais três meses. Se Deus quiser, estarei na final junto com o time - concluiu o jogador.

...................................................................................

 

 

Relacionado, Cicinho poderá reestrear pelo Tricolor na noite desta quarta

Jogador chegará de viagem no início da manhã desta terça-feira e seguirá diretamente para a concentração, no CT da Barra Funda

Marcelo Prado São Paulo

Tamanho da letra

A-

A+

Cicinho poderá voltar a vestir a camisa do Tricolor na noite desta quarta

O lateral-direito Cicinho tem boas chances de fazer sua reestreia com a camisa do São Paulo na partida desta quarta-feira, contra o Monterrey (MEX), no estádio do Morumbi, pela Taça Libertadores da América. O jogador, contratado por empréstimo junto ao Roma (ITA), chega de viagem na manhã desta terça-feira e seguirá diretamente para a concentração no CT da Barra Funda. Ele está na lista dos 19 atletas relacionados para o jogo que terá início às 21h50m.


- Ele está relacionado para a partida. Se conseguirmos correr com a papelada para inscrevê-lo no BID (Boletim Informativo) da CBF, ele poderá jogar – avisou o vice-presidente de futebol, Carlos Augusto de Barros e Silva.


Cicinho deverá começar como opção no banco de reservas. Jean será titular da equipe que fez treino secreto na tarde desta terça-feira, no CT da Barra Funda. O técnico Ricardo Gomes, apesar de todo o mistério, mandará a campo o time no esquema 3-5-2, com uma novidade: Cléber Santana na vaga de Dagoberto. Com isso, Marcelinho Paraíba, que vinha atuando como meia, formará dupla de ataque com Washington.


O time que iniciará a partida terá: Rogério Ceni; Renato Silva, Xandão e Miranda; Jean, Hernanes, Richarlyson, Cléber Santana e Jorge Wagner; Marcelinho Paraíba e Washington

.........................................................................................

 

Baita reforço, hein? o Sâo Paulo no papel agora é um cano, só esse Washington que destoa.
Link to comment
Share on other sites

Até que enfim uma boa noticia,Cicinho foi o melhor lateral Direito do Tricolor depois de Cafu,espero que reencontre seu bom futebol no Morumbi,concordo com o Tensor que só o Washington é o elo fraco,não consigo confiar nele por mais que eu saiba que o cara é matador,eu faria o time assim a partir de agora:

Gol:Rogério Ceni

Ala Direita:Cicinho

Zag1:Alex Silva

Zag2:Miranda

Zag3:Xandão

Ala Esquerda:Jorge Wagner

Vol1:Jean

Vol2:Hernanes

Mei:Cléber Santana

Atacante1:Marcelinho Paraíba(Washington)

Atacante2:Dagoberto(fernandinho)

 

Agora só falta um técnico de fibra pra fazer esse timaço funcionar.
Link to comment
Share on other sites

O time que o Codigo colocou eu concordo 100%, mas a realidade n é essa.

 

RG nunca q tira o Washington do time... o q vai acontecer é q o Marcelinho Paraíba fica de titular no lugar o Cleber Santana e o ataque continua sendo Washington / Dagoberto...

 

 

 

Gol:Rogério Ceni

 

Ala Direita:Cicinho

 

Zag1:Alex Silva

 

Zag2:Miranda

 

Zag3:Xandão

 

Ala Esquerda:Jorge Wagner

 

Vol1:Jean

 

Vol2:Hernanes

 

Meia: Marcelinho Paraíba

 

Atacante1:Washington

 

Atacante2:Dagoberto

 

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

Esta noite começa a temporada para o São Paulo e, além da contratação de Cicinho (espero que ele jogue como antes), acabou de dar na Gazeta Esportiva a contratação de Fernandão (aquele que jogava no Internacional-RS) pelo São Paulo 16

 

Agora só estou esperando o anúncio do 4º título da libertadores e do Mundial.

 

16

 

Vamos São Paulo, Vamos São Paulo, Vamos ser CAMPEÃO...(bis)

 

3d17

 

machinegunAdversários

 

 

 

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

Nossa, maior cagada do mundo contratar o Fernandão. Ele é ex jogador já, o Goiás tava tri bem, foi o cara pisar em campo que o time desmoronou completamente. Fernandão é um daqueles casos que não pode pegar banco, e não vai pegar banco aí, e imagino que Washington também não. Poderiam fazer um time veloz, habilidoso, e vão ficar com dois cones em campo. São Paulo fica mais fraco.

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

×
×
  • Create New...