Jump to content
Forum Cinema em Cena

Pânico (Os Filmes)


Recommended Posts

 Tópico dedicado a série de terror Pânico, criado por Wes Craven e Kevin Williamson. A trilogia que narra o eterno confronto entre a jovem Sidney Prescott, e o misterioso assassino mascarado Ghostface foi um sucesso no fim da decada de 90, e agora em 2011, ganhara seu quarto capitulo.

 

 Pessoalmente sou grande fã da trilogia, pois alem de ser uma ode aos Slasher Movie, são divertidos exercicios de metalinguagem, alem de trazer sempre uma gama de personagens carismaticos.

 

Abaixo, o assassino Ghostface.

 

scream.jpg
Link to post
Share on other sites
  • 2 weeks later...
  • Replies 74
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

01. Pânico   02. Pânico 4   03. Pânico 3   04. Pânico 2

 

 Pois é galera, é ano de PANICO 4. Pra marcar a chegada do 4º filme da franquia depois de 11 anos longe, estou sugerindo uma série de debates, analises, ou seja lá como quiserem chamar, de cada um dos filmes da trilogia original.

 

 2011 não é apenas o ano da chegada do 4º filme da série, mas é tambem o ano em que o filme original faz quinze anos. Por isso, é claro que não poderiamos começar isto sem falar de outro filme que não seja PÂNICO (Scream)

 

Scream_thumb.png

 

 A trama não poderia ser mais simples. Na pequena cidade de Woodsboro, um assassino mascarado fascinado por filmes de terror inicia uma série de homicidios.

 

 lançado em 1996, PÂNICO foi responsavel por uma revolução dentro do gênero, e virou febre na epoca de seu lançamento. Antes do lançamento do filme de Wes Craven, o subgenero slasher estava em decadencia, mesmo grandes icones como Freddy Krueger e Jason haviam colhido retumbantes fracassos em suas ultimas "aventuras".

 

 Então como que com uma historia tão simplória, e numa fase nada acolhedora para os slasher, PÂNICO pode ter cativado tanto? A resposta esta no excelente roteiro de Kevin Williamson, que aliada a direção competentissima de Wes Crave entrega um otimo filme de suspense e terror, que apresenta uma gama de personagens carismaticos, e ainda por cima é um inteligente exercicio de metalinguagem.

 

 Só a sequencia de abertura já vale o filme. Na sequencia em questão, Casey Becker (Drew Barrymore) é uma adolescente que esta sozinha em casa, esperando a chegada do namorado para assistirem a um filme. É quando começa a receber uma série de ligações misteriosas.

 

 Craven conduz toda a cena mantendo um crescente de suspense impressionante. Alem de surpreender o publico ao utilizar o recurso da falsa protagonista, Craven estabelece todas as regras do jogo nesta sequencia inicial. Não somente em relação ao clima tenso que permeara todo o resto da narrativa, mas tambem ao exercicio de metalinguagem sugerido pelo filme. O assassino é um personagem extremamente consciente das regras e cliches do genero. Por exemplo,Quando Casey grita ao telefone que ira chamar a policia, o assassino simplesmente responde "Você mora no meio do nada. Eles nunca chegariam a tempo". Os personagens do filme estão conscientes das regras e clichês do gênero, o que acaba tornando o clichê real dentro da narrativa.

 

 PÂNICO tem ainda o mérito de brincar quando tem que brincar, e se levar a sério quando tem que se levar a a sério. Assim sendo, ele não se torna sisudo em excesso, mas tambem não desvaloriza seu suspense e terror, permitindo ao publico a imersão.

 

 O filme mistura o slasher com o que Hitchcock chamava de whodonit, ou seja, quem matou? A protagonista Sidney Prescott(Neve Campbell) é a classica protagonista virginal de filme de terror, mas esta longe de ser uma mocinha unidimensional. A garota passa por uma paranóia intensa, afinal, qualquer um pode ser o assassino mascarado.

 

 Já o vilão Ghostface merece estar ao lado dos grandes monstros do terror contêmporâneo, como Freddy Krueger, Jason, Pinhead, entre outros. Ghostface é um assassino totalmente humano, que corre atrás de suas vitimas, tropeça, bate, e apanha. Essa humanidade aumenta ainda mais o suspense em torno do personagem, pois qualquer um pode estar atrás da mascara. Sem falar na voz tétrica do personagem, que normalmente liga para suas vitimas para atormenta-las antes de cometer seus crimes.

 

 Alem de Sidney e Ghostface, o filme traz varios outros personagens carismaticos, como a reporter inxerida Gale Weathers( Courtney Cox) o policial atrapalhado Dewey Riley (David Arquete) e o cinéfilo Randy (Jamie Kennedy)

 

 Enfim, PÂNICO continua sendo o melhor filme da trilogia, e um grande classico do cinema de terror. Uma ode ao cinema de horror, que homenageia os mais variados classicos do gênero, de Hitchcock a Carpenter.
Questão2011-01-15 15:26:45
Link to post
Share on other sites

 

 

 LUMIERE' date=' poderia falar um pouco mais do por que você considera o primeiro PÂNICO uma obra prima?
[/quote']

 

 

Acho que são filmes onde as referências pop, o humor auto-depreciativo, o

tom ott e a metalinguagem cairam perfeitamente e, como vc disse no

tópico do Pânico 4, ele sabe quando deve ser sério ou não.

 

Me lembro que morria de medo dos filmes quando era criança (vi os três pela tv quando tinha uns 9/10 anos) e temi não gostar mais deles quando os revisse. Porém, revi ano retrasado e continuo achando divertidissimo, uma sequencia ininterrupta de cenas geniais.

 

Link to post
Share on other sites

Eu acho que assim  como a maioria dos filmes do Wes Craven,Pânico fez muito sucesso e gerou muitas cópias,isso com o passar do tempo vai deixando o filme "ultrapassado" ou com aquela sensação de "já vi isso mais de 1000 vezes" ,eu assisti o primeiro  filme há um ano atrás e não curti tanto quanto na época em que estreiou .Por isso tenho muito medo dessa continuação,eu acredito que nunca mais vou ser surpreendido por um filme da franquia Pânico como fui com o primeiro.

 

Porém como o Questão falou,é um filme que além de várias referências ao própio gênero ainda possui personagens carismáticos como o carinha que dava dicas sobre quem ia morrer (pecado terem matado aquele personagem) e cenas memoráveis como o final aonde (spoilers 2thumbs) os 2 assassinos se esfaqueam .

 

Eu me lembro que essa cena final me impressionou pois nunca tinha visto um filme desse tipo aonde tivesse 2 assassinos.

 

Até me lembro que ficava pensando :"como o assassino subiu as escadas tão rápido e chegou primeiro que a Sidney?" hahahaha.

 

E na época eu creio que todos relevaram esse fato,já que estavamos tão acustumados a ver o Jason andando e chegando antes de suas vitimas que nem pensavamos na hipótese de 2 assassinos.

 

O segundo filme me faz lembrar daquele dialógo que os adolescentes da pesada que aprontam altas confusões fazem na faculdade,aquele esquema de filmes aonde a continuação é melhor que o original.Eu me lembro que achei aquela cena genial e fiquei com ela muito tempo na cabeça ,não sei porque.

 

O terceiro filme eu nem lembro muito bem,só me lembro de uma cena aonde o cara que dava dicas aparece em um video.

 

 

 

Link to post
Share on other sites

Eu costumava gostar muito do primeiro e do segundo filmes...o terceiro eu acho mto fraco...mas agora estou começando a revisitada...assisti o primeiro e devo confessar que caiu um pouco em meu conceito, apesar de claro que é ainda mto acima da média atual dos filmes do gênero.

Pretendo rever o segundo e o terceiro logo logo, pra ver se algo muda. O terceiro é o que menos lembro, justamente por ser o que menos vi e o que menos me agrada...vamos ver se isto muda.

 

De qualquer forma, estou ansioso para a estreia deste quarto filme.

 

 

Link to post
Share on other sites

 

Porra' date=' eu acho o terceiro ótimo também, embora descambe mais para o humor. Ahhh, a cena da facada na testa...

 

 

[/quote']

 

Eu gosto do terceiro também, só acho o inicio meio esticado. Mas a recriação da primeira perseguição do ghostface com a Sydney no cenário do filme é genial e todas as partes dentro da mansão são maravilhosas (a da passagem secreta com a Parker Posey é sensacional).

 

Link to post
Share on other sites

 

 O pessoal aqui tá falando de cenas que curtiram.

 

 Mas o que dizer da cena de abertura do primeiro filme, é a sintese de toda a obra, e na minha opinião, a melhor da trilogia?

 

 Quer dizer, alí alem de jogar com a idéia da falsa protagonista colocando Drew Barrymore para protagonizar a cena (Barrymore era a mais conhecida do elenco) ele brinca com a metalinguagem. O assassino pergunta a Casey qual seu filme de terror favorito no que ela responde: HALLOWEEN. Ora, ao assistir PÂNICO, percebe-se que o filme de John Carpenter foi uma das pedras fundamentais para este trabalho de Wes Craven. São Craven e o roteirista Kevin Williamson falando através da personagem.

 

 Continuando o otimo dialogo, Casey tenta adivinhar qual o filme de terror favorito de seu interlocutor, e chuta A HORA DO PESADELO. Ao discutir sobre esta franquia Casey dispara "O primeiro é assustador, as sequencias nem tanto". Mais uma vez é Craven fazendo critica e auto critica ao proprio gênero, já que ele proprio havia dirigido o ultimo filme de Freddy Kruger lançado na época.

 

 Mas nem só de metalinguagem a cena sobrevive. Craven cria um crescendo de suspense assustador, que logo se torna violento, e até dramatico, quando Ghostface esfaqueia Casey, culminando no zoom in que mostra a garota sendo encontrada pendurada e estripada em uma arvore.

 

 Pra mim esta segue sendo a cena simbolo da franquia.

 

 PS: Quantos aqui ao assistirem o filme pela primeira vez erraram a pergunta "Quem é o assassino em SEXTA FEIRA 13?". Confesso que quando assisti o filme pela primeira vez em sua estréia na Record, errei a pergunta.06
Link to post
Share on other sites

Tenho que rever. Faz tempo. Mas sempre curti os 3. Principalmente, o primeiro.

 

E gosto de terem se baseado em cada filme da trilogia na "triforce" do gênero da década de 80/70. Parte 1 - Halloween; Parte 2 - Sexta-feira 13; Parte 3 - A Hora do Pesadelo. Wes Craven e Kevin Williamson sabiam da coisa.

 

Agora com o 4º filme, "novas regras nova década", vamos ver como vai ficar. Tô bem curioso.
Link to post
Share on other sites

Eu amo essa cena inicial com a Barrymore. Mas a minha preferida é a do semáforo, no segundo filme, quando a Sydney e a amiga dela estão no carro da policia e o ghostface aparece do nada.

 

Outras que eu acho fodonas são a do inicio do segundo filme, no meio do cinema na estréia de Stab e a do terceiro filme, em que a mulher se esconde num lugar cheio de fantasias do ghostface.

 

 

Link to post
Share on other sites
eu assisti o filme no megavideo (onde só dá pra ver por 72 minutos)

e sinceramente continuo achando genial

uma coisa eu pergunto: Por que a Casey não usou a faca pra ferir o Ghostface? logo que ele ataca ela no lado de fora. Ela não está mais com a faca na mão
CINÉFILO, quando a Casey esta se escondendo do lado de fora da casa, e o Ghostface avista ela pela janela, ele quebra a janela, segurando a mão dela que segurava a faca (podemos supor que ela soltou a faca neste momento).

 

 Ela acerta o telefone no rosto dele, conseguindo fugir momentaneamente. Por isso ela não esta mais com a faca na mão quando ela é atacada do lado de fora.

 

 JAILCANTE, é verdade, a pedra fundamental de PÂNICO é o classico HALLOWEEN. Alem de todo o climax ser embalado pelo filme de John Carpenter tem uma cena que é quase uma reprodução de uma cena daquele filme. Me refiro a quando Sidney se tranca no carro, e o Ghostface entra pelo porta malas e tenta estrangula-la do banco de trás. A cena da tentativa de estrangulamento é filmada de modo muito semelhante ao estrangulamento de Annie, a primeira vitima de Michael Myers em HALLOWEEN. Bela homenagem do Craven.

 

 LUMIERE, todas as cenas que você citou são otimas, mas tenho uma ressalva quanto a cena das fantasias em PANICO 3. Não sei, mas quando ví o filme a primeira vez, e ví a loira entrar na sala repleta de fantasias pensei "Isso vai ser muito foda", mas no final, não é grande coisa. Pessoalmente acho que era uma cena com um baita potencial, mas o Craven não soube tirar tudo dela.

 

 Uma coisa que todos parecem concordar é que o 1º Panico segue sendo o melhor da série. Creio que isso se deva não só ao fator de ser o primeiro, e por consequencia mais original, mas por um outro fator. Aqui vai alguns spoilers, avisando só caso alguem ainda não tenha visto o filme.

 

 Me refiro a identidade dos assassinos. Em PÂNICO, Craven faz com que o público se envolva com Billy e Stu, os assassinos do filme. Por isso, quando a identidade da dupla é revelada no climax, o publico se sente tão traido quanto Sidney. Afinal, Craven desenvolve aqueles dois personagens ao longo da narrativa, o que aumenta o choque da revelação.

 

 Já nas sequencias, a identidade dos assassinos nunca é tão chocante, por que nunca são personagens a que o filme deu real atenção, por isso, quando a identidade deles é reveladas pensamos: ok era ele. Diferentemente do primeiro filme em que pensamos: Puta merda! Era ele!

 

 Alem disso, é interessante ao rever o filme, perceber que o roteiiro dá pistas para a identidade dos assassinos. Alem disso, aproveita o embalo e faz mais uma referencia. desta vez ao classico FESTIM DIABOLICO. Quem víu este filme de Hitchcock não lembrou dos assassinos daquele filme ao ver Billy e Stu? Pessoalmente, a mim remeteu bastante.

 

Valeu16
Link to post
Share on other sites
  • 2 weeks later...

Infelizmente ainda não vi Pânico 1, mas é a franquia de terror (considero franquia somente filmes q possuam pelo menos 1 trilogia).

 

Pânico 2 = A

 

Pânico 3 = A.

 

 

 

Na primeira cena de pânico 2 q mostra a atriz jada pinket smith, esposa do will smith sendo morta foi ótima, tanto q chorei. Raramente choro em filmes. Masterpiece.

Link to post
Share on other sites

 

 É verdade DOOK, é extremamente dificil encontrar o primeiro filme. A distribuidora que tinha os direitos do 1º filme faliu, e ele nunca foi lançado em DVD. Espero que com o lançamento de PANICO 4, a Imagem Filmes se anime em comprar os direitos de distribuição de PÂNICO. Um box com a quadrilogia seria por demais interessantes. Com extras dos quatro filmes mais ainda. Mas ai acho que já é sonhar alto demais.

 

 Bom, gostaria agora de discutir um pouco sobre o 2º filme da trilogia. PÂNICO 2 foi lançado nos cinemas americanos apenas um ano depois do original, mas só chegou ao Brasil um ano depois do lançamento americano, devido a já citada quebra da distribuidora. Apesar dos problemas, em 1998, os brasileiros puderam conferir nos cinemas PÂNICO 2 (Scream 2).

 

scream2poster.jpg

 

 Na trama, dois anos se passaram desde o massacre de Woodsboro. Sidney Prescott (Neve Campbell) uma das poucas sobreviventes, tenta reconstruir sua vida longe de sua cidade natal, estudando na Universidade de Windsor. Tudo parece ir bem, até que o filme "A Punhalada", baseado nos assassinatos de Woodsboro estreia, fazendo surgir um copycat do assassino Ghostface, que pretende terminar o que o original começou.

 

 PÂNICO 2 com certeza é uma sequencia digna do original. O filme se mostra muito mais visceral que seu antecessor, sendo na minha opinião, o filme mais violento da serie até então. A coesão que ele mantem com o filme anterior tambem é digna de aplausos. Cotton Weary (Liev Schreiber), personagem que surge rapidamente na televisão no filme original retorna sendo interpretado pelo mesmo ator. Uma piada feita por Sidney no primeiro filme feita por Sidney sobre o azar que seria ter Tori Spelling a interpretando em um filme sobre sua vida se confirma neste 2º filme, onde justamente Tori Spelling surge interpretando Sidney em "A Punhalada", o filme dentro do filme.

 

 A metalinguagem da serie segue deliciosamente bem empregada tambem. Se o original tinha os filmes de terror como seu "objeto de estudo", este tem as sequencias. Em uma auto ironia fantastica, Craven coloca um grupo de estudantes de cinema, entre eles Randy (Jamie Kennedy) outro sobrevivente de Woodsboro, para discutir a validade ou não das sequencias. Ali, Craven e o roteiro de Kevin Williamson expõem seus pontos de vista sobre varias franquias como ALIEN, O EXTERMINADOR DO FUTURO, O PODEROSO CHEFÃO, STAR WARS e por ai vai.

 

 No mais, PÂNICO 2 segue a formula do filme anterior, onde todos são suspeitos de estar por trás da mascara do novo assassino. Alem de Sidney e Randy, os outros dois sobreviventes do filme anterior, a reporter Gale Weathers (Courtney Cox) e o policial Dewey(David Arquette) tambem estão de volta. Os dois tem uma quimica fantastica em cena, e criam momentos divertidissimos com o casal. Apesar dos quatro atores remanescentes do filme original estarem de volta, e ainda mais a vontade em seus papeis, PANICO 2 peca por não criar nenhum personagem novo que seja interessante o suficiente para despertar a simpatia do publico, fazendo com que o filme dependa dos personagens veteranos da franquia.

 

 Outra coisa que me incomoda é o carater demasiadamente teen presente no filme. Reparem como isso é muito mais forte neste filme do que em PÂNICO, que curiosamente é protagonizado por colegiais, enquanto neste, os protagonistas estão mais maduros. O tempo todo entram musicas pop fora de contexto, isso sem falar na constrangedora cena em que Sidney ganha uma serenata de seu novo namorado Derek ( Jerry O'Connel).

 

 Mesmo com este peso "teen pop" Craven consegue criar um climão tão pesado quanto o do filme anterior, a medida em que a ameaça do assasino vai crescendo sobre Sidney e seus amigos. A trilha de Marco Beltrami, quando não esta sendo atrapalhado por musica pop, colabora muito para criar este clima opressor que surge na Universidade de Windsor.

 

 Craven esta inspirado na direção, criando mais uma vez uma cena de abertura memoravel, onde um casal é assassinado de forma brutal em um cinema lotado, no que é pra mim, o apice da metalinguagem presente na trilogia. Esta é só uma das muitas cenas dignas de nota presentes no filme, na minha opinião.

 

 Enfim, PÂNICO 2 é uma sequencia super digna. Não considero uma OP como o original, mas é um baita filme de terror e suspense, super divertido.

 

 

 

 
Questão2011-02-11 14:16:46
Link to post
Share on other sites

Me lembro q por um reles acaso q me apaixonei pela franquia. Minha mãe deveria alugar impacto profundo, q pedi a ela, mas por engano trouxe pânico 2. Não me pergunte como mas não sei com ela trocou. Foi amor à primeiríssima vista. Tão bom quanto o segundo, não consigo considerar um melhor q o outro. Bom, mas tem anos q não vejo nenhum deles. Vou esperar alguma maratona (da Band ou tv a cabo) qdo o 4º estiver para estrear.

Link to post
Share on other sites

Eu considero o segundo op também, delirante em diversas partes (a cena inicial é maravilhosa, a perseguição em que o Dewey acaba esfaqueado e a no carro de polícia idem). No que diz respeito ao humor, ele é ainda mais auto-depreciativo, com as recriações completamente trash de cenas do primeiro filme, o que é um elogio.

 

E o clímax, com a adaptação da reviravolta de Sexta-Feira 13 no contexto do filme, é absolutamente brilhante.

 

 

Link to post
Share on other sites

 

 Pior LUMIERE, aquelas recriações do 1º filme foram uma baita sacada. Hilario reconhecer ali atores conhecidos como Heather Graham, Luke Wilson, alem da já citada Tori Speling.

 

 A adaptação da reviravolta de SEXTA FEIRA 13 foi um ponto interessante tambem. Repare que até o corte de cabelo de um personagem daquele filme, é reproduzido em sua contraparte "Pânico 2". Mas pessoalmente, acho o climax de PÂNICO 2 o menos bem conduzido da trilogia. Tem umas coisas ali, tanto da parte da direção quanto da parte do roteiro que não curti.
Link to post
Share on other sites

PÃNICO - 10 ( Obra Prima)

 

 

 

PÃNICO 2- 8,0 ( Poderia ser bem melhor se não tivesse o tom teen e o climax fosse tão mal armado, as melhores mortes da trilogia )

 

 

 

PÂNICO 3 - 6,5 ( Não gosto tanto do exagero que esse tem aqui, e acho as mortes mais fracas da trilogia, mas a saída do tom teen do anterior, a paranóia da protagonista e os espetaculares 30 minutos finais fazem o filme não ser ruim )

Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

Announcements


×
×
  • Create New...