Jump to content
Forum Cinema em Cena

Game Of Thrones


jujuba
 Share

Recommended Posts

On 07/08/2017 at 5:25 PM, Mozts said:

Adorei esse episódio 04. Alguns probleminhas de teleport, mas que se dane.

A produção da batalha foi topo de linha. Não notei nenhum CGI feio, na verdade único CGI que ví foi do dragão, o resto foram ótimos trabalhos de pirotecnia e stunts. Lindo! É blockbuster TV!

Se o teleporte estava forte nesta temporada, agora atingiu o nível hard no episódio 6.

Link to comment
Share on other sites

A Cersei tem que morrer pela mão do Jamie, já existe aquela teoria de que ele vai estrangulá-la. Seria um ótimo jeito de acabar com a Cersei e ainda teríamos O Jamie botando toda a sua raiva pra fora.

Qto ao 6 episódio. Os eventos separados foram bons, mas a construção foi muito ruim, a teleport nível hard incomodou, a justificativa para a missão foi esdruxula, tipo, dane-se a Cersei, invade logo lá e pronto. Colocaram os principais caras em risco e perderam um dragão com uma justificativa besta. Essa correria também atrapalha pois o dragão parecendo de novo para salvar o dia tira o impacto. Espero que tirem o pé na próxima tempoeada.

Link to comment
Share on other sites

só falta combinar a passeata... talvez essa realmente saia pelo tamanho da indignação. já se fosse pra tirar o pessoal do planalto ou do STF daria preguiça...

 

Segunda-feira, 21/08/2017, às 15:16, por Claudia Croitor

'game of thrones': beyond the wall e o dia em que todos concordaram que a série se perdeu

game of thrones - blog Legendado
Vem cá, senta aqui. Olha pra mim. A gente precisa falar uma coisa, vai doer, mas aqui todo mundo é adulto e precisa enfrentar as realidades da vida: “Game of Thrones” (já faz um tempo, mas eu estava deixando você ainda acreditar que não) não é mais aquela série impactante, ousada, bem escrita, a série que lá no começo a gente falava pra quem não via “sim, tem dragões e mortos-vivos, mas é HBO, é refinada, cheia de intrigas políticas e personagens complexos e reviravoltas chocantes”.

Agora virou uma grande série de aventura e ação com ares de novelinha, com os piores clichês do mundo, com cena que todo mundo espera que vai acontecer e acontece, com diálogos bem ridículos. Então, tendo isso em mente, vamos engolir o choro e comentar esse lindo sexto e penúltimo episódio de batalha no gelo, que foi bem divertido. Eu curti.  Bota seu casaquinho de pele de javali e vem comigo.

Primeiro: o que a gente poderia esperar da batalha gerada pelo pior plano da face de Westeros?? Vamos lembrar que eles foram lá além da muralha lutar contra os white-walkers (seres perigosos, marchando há sete temporadas, a encarnação do medo e do terror e da frase “o inverno está chegando”) para capturar um morto-vivo para mostrar pra Cersei e aí  ela dizer “ai, gente, esquece tudo, que guerra dos tronos o quê,  vamos nos unir e derrotar esses seres que ameaçam nossa humanidade”. Ninguém esperava nada muito elaborado aqui, ou esperava? Então, né.

Tivemos aquela caminhada do nosso esquadrão das neves, todos andando no frio como bons companheiros e comentando os episódios passados, “Menino! To há séculos pra te perguntar como você ganhou aquela batalha bombante” / “Ei, seus imbecis, vocês me venderam pra uma feiticeira” “Ah, mas ela ficou peladona, uhu” /  “Ai, você jura que conhece a Brienne? Sou tããão a fim dela”. Que diversão.  E aí eis que tem um morto-vivo meio inofensivo andando por ali, yay, é a nossa chance, capturamos o zumbi. Só que ele dá um gritão agudo que chama todos os zumbis que estão há anos marchando sem parar, começa a batalha, as espadas-fósforo se acendendo, zumbis explodindo, urso-zumbi, mortos se desfazendo quando matam um white-walker criador, lago congelado rachando (gente, serio, não é um puuuta frio naquele lugar? Uns menos 50 graus? Como assim o lago rachando??) eis que surge o rei dos zumbi. Eba.

Preciso dizer que eu curto muito essas batalhas, ainda mais no gelo. Pode ter sido sem propósito aqui, mas gosto muito do rei dos white-walkers com aquele olhar do mal, decidido, aquela postura ereta, adoro os olhos azuis de todo mundo, adoro zumbi perdendo metade do queixo com uma pedrada e continuando como se nada tivesse acontecido. game of thrones sansa e arya - blog legendado


Mas vamos voltar ao laguinho rachando, eles a salvo por algum tempo, mas não muito. E aí mandam o coitado do bastado Baratheon sair correndo de volta até a muralha para pegar o celular e mandar um whats pra Dany vir salvar todo mundo – coerência pra quê? Já desisti de reclamar disso.

(Não teria sido mais fácil a Daenerys, depois de ver os desenhos de giz e acreditar no Jon, simplesmente ter subido com seus dragões desde o começo, sem dar aviso prévio, sair tacando fogo na galera e em alguns minutos dizimar os white walkers e fim? Sei lá, só um pensamento que me ocorreu.  Mas não, tiveram que inventar esse planinho ridículo de levar um morto-vivo pra Cersei ver. Não vou conseguir superar esse plano tão cedo.  Nem Dany. )

E aí teve uma morte, claro, tem que ter alguém morrendo, mas em outros tempos ia morrer o Tormound ou o Cão ou algum outro personagem de quem a gente soubesse o nome, né, não o tal sacerdote lá – o outro não vai mais ficar ressuscitando mas quem liga?

 Opa, pera. Teve sim uma morte chocante, a mais legal em muito tempo – um dos dragões filhos de Khaleesi não só morreu como foi transformado em dragão de gelo.  Yay! Foi legal (embora a coisa mais previsível ever) ele abrindo o olhinho azul né. Eu curti. Nem Dany é assim tão poderosa, descobrimos. Ah, gente, para de reclamar, é mó legal ter um dragão zumbi do gelo agora.game of thrones dragão - blog Legendado


Antes disso, em Dragonstone, o papinho mais desnecessário do episódio, entre Tyrion e Daenerys, “Jon Snow é mó a fim de você”/ “Ah você acha mesmo? Ele é muito pequeno para mim. Oh desculpe, que fora”. Afe.

Mas acho que nada foi pior que a briguinha de irmãs entre Arya e Sansa. Gente, a Arya era tão legal e esperta e corajosa e agora ficou naquele papinho de você e seus vestidos de princesa e não sei o quê? E a Sansa abriu a maletinha dela que estava debaixo da cama e descobriu umas máscaras, achei meio ridículo aquilo. Aí fiquei decepcionada que depois da conversinha delas não surgiu o Littlefinger de trás da pilastra com um sorriso malévolo “meu plano maligno está dando certo”.

Agora a Sansa manda a Brienne numa missão sem sentido para que, exatamente? (Tenho para mim que ela resolveu acabar com a irmã, matar mesmo, mas a Brienne por seu juramento seria obrigada a impedir, mas espero muito estar errada). Sério, roteiristas. Vamos pegar uns episódios de temporadas passadas e reassistir para lembrar que as personagens eram melhor que isso, vai. Por favor. Estou muito inconformada com essa cena, muito.

Tão inconformada que eu quase esqueci o Jon chamando a Daenerys Khaleesi Mãe dos Dragões Não Queimada  Rainha primeira de Seu Nome de DANY. Ele viu que a galera do Twitter chama ela assim e resolveu dar uma de íntimo? “Ai mas ninguém me chama de Dany rsrsrs”. O que que tá acontecendo, Brasil?

Dany olhando Jon e sua cicatriz, o amor nascendo, Jon dando o golpe “minha rainha, só não dobro o joelho agora porque estou deitado” (queria acreditar que Jon é esperto e um dia vai falar “eu dobrei o joelho? Você viu meu joelho dobrando? Então não tem essa”, mas Jon é bonzinho demais, Dany é boazinha demais e a série virou isso).

Ai. Eu acho que vou parar de falar mal da série mas lembro de 1) Jon Snow não subindo no dragão e afundando na água gelada, de novo sem propósito e 2) Jon Snow sendo salvo por seu tio, que aparece do nada, dá um cavalo pra ele e some. O que que tá acontecendo? Sequestraram os roteiristas e trocaram por uns fãs da série?

Sei nem o que esperar do episódio final (Cersei cuspindo na cara do zumbi e dizendo “levem-no daqui”?) Espero que pelo menos a gente possa dar umas risadas, mesmo que de nervoso por ver “Game of Thrones” virar o que virou.  Porque tá triste.

Link to comment
Share on other sites

1 hour ago, Mozts said:

Quais em particular? Pergunto, pois o lance do Squad-Gendry-Dragões pode ser reconstruído uma time-line consistente.

Essa mesma, se tivessem ao menos mostrado a passagem de tempo, ficou tudo muito resumido, eu nem costumo ligar pra isso, tanto que não estava me importando com os Teleports desta temporada....

Qto a escolha dos personagens, incomoda porque tira o peso da cena, tinha uma missão muito foda, com visual foda e cenas fodas e com um propósito medíocre...ainda sim valeu poque foi muito legal.  Mas teria muito mais peso se houvesse uma justificava mais forte. Mas a série precisava chegar no Dragão de gelo e a forma como ele se transformou aí sim eu gostei e foi bem legal.

Link to comment
Share on other sites

49 minutes ago, GilsonDee said:

aquela caminhada do nosso esquadrão das neves, todos andando no frio como bons companheiros e comentando os episódios passados, “Menino! To há séculos pra te perguntar como você ganhou aquela batalha bombante” / “Ei, seus imbecis, vocês me venderam pra uma feiticeira” “Ah, mas ela ficou peladona, uhu” /  “Ai, você jura que conhece a Brienne? Sou tããão a fim dela”. Que diversão.  E aí eis que tem um morto-vivo meio inofensivo andando por ali, yay, é a nossa chance

:D:D:D

Link to comment
Share on other sites

5 minutes ago, primo said:

Olha.... se a escolha for meio bosta em meio a
uma sucessão de escolhas bosta de personagens e com motivação bosta... até faz sentido o cara reclamar. :D

estava no livro essa escolha? não lí por isso pergunto... se não estava aí sim pra mim faz sentido... claro que é ridículo por exemplo o John em vez de escapar ficar ali dando espadada em morto... mas no calor ou no frio do momento é possível entender sua escolha...

se jogue neste caso, na pele dele, assuma a vida daquele personagem... difícil... não estou defendendo que merda deve ser aceita como ouro, mas escolhas são escolhas... sejam elas boas, ruins, ridídulas ou uma bosta. faz parte da obra que vc está consumindo.

vc pode não gostar de parte de uma música com ótimo refrão, mas é obra daquele autor. tudo na vida depende do quanto você comer alguém, já dizia o filósofo.

Link to comment
Share on other sites

14 minutes ago, GilsonDee said:

mas no calor ou no frio do momento é possível entender sua escolha

Cabe ao realizador também tornar a decisão coerente por meio
dos elementos que apresenta. É isso que, nesse ponto, diferencia cinema de escolhas aleatórias, como, em outro extremo, claro, quando uma criança brinca de histórias com seus action figures. Ali, tudo vale. Mas em uma série como essa a pessoa espera mais. É claro que, em temporadas anteriores, vimos decisões estranhas, mas chama a atenção e é sintomático quando há muitas, e, além disso, convenientes.

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

×
×
  • Create New...