Jump to content
Forum Cinema em Cena

superover

Members
  • Posts

    134
  • Joined

  • Last visited

About superover

  • Birthday 03/04/1992

Profile Information

  • Gender
    Male

Recent Profile Visitors

6607 profile views

superover's Achievements

  1. Tava pensando aqui, acho que já assisti a um bom número de filmes em toda a minha vida. Isso quer dizer que eu não vou mais assistir filmes? Claro que não, assistir filmes nunca é demais, então enquanto eu continuar vivendo a minha vida, vou continuar os assistindo. O mesmo vale para episódios de séries/desenhos, livros, viagens. etc. Somente quando morrer vou parar com isso. Isso talvez seja a única coisa boa da morte: dar um fim definitivo a coisas que provavelmente nunca daríamos se ainda estivéssemos vivos. Mas enquanto isso bora continuar vivendo a vida que o número de coisas pra fazer não vai diminuir não.
  2. Parece que o melhor filme acabou sendo o primeiro por ter uma história mais simples, a partir do momento em que que as histórias começaram a ficar mais complexas é que a coisa desandou. By the way, esse é o tipo de filme que por ser de uma franquia que acompanho eu assistiria mesmo que tivesse as piores críticas. Claro que se ele fosse bom ficaria melhor ainda.
  3. Não sei se vocês sabem, mas pra quem não encontra ou não tem paciência de esperar a legenda existe a possibilidade de usar um programa pra mudar o idioma usado para outro completamente diferente, nesse caso do inglês pro português. Não é o ideal pois sempre fica um trecho meio mal-traduzido, mas é melhor do que nada. O nome dele é "Subtitle Edit".
  4. superover

    Envelhecer

    Envelhecer é algo meio estranho para certas pessoas. Vocês se imaginam se tornando velhos, com os hábitos e personalidade de um velho? Eu não consigo. E o meu corpo parece ter parado de crescer faz tempo, provavelmente eu vou virar um velho pequeno que nem o Benjamin Button, kkkk...
  5. Parece que o Cameron vai ficar um bom tempo no mundo de Pandora. Até o Bay deu uma pausa nos Transformers pra dirigir filmes como "Sem Dor, Sem Ganho" e "13 Horas", e olha que estamos falando de um diretor bem inferior.
  6. Cotada pra que, pra vencer ou pra ser indicada? Se for pra vencer eu duvidaria muito, a Academia só premia esses atores e atrizes mais jovens quando elas se tornam queridinhas da América, tipo a Jennifer Lawrence, a Natalie Portman e a Reese Whiterspoon. E a Kristen ainda tá marcada por Crepúsculo, tudo isso deporia contra ela.
  7. Sobre o primeiro parágrafo: acho que ele se sai melhor dirigindo filmes com um viés mais dramático. O próprio O Quinto Elemento que é basicamente um filme de ação e o pessoal gosta apesar de você criticar tem uma cena do tipo com a Milla Jovovich perdendo a fé no mundo e o Bruce Willis mostrando porque ela deveria acreditar nele. Então se pudesse dar uma dica, seria: faça filmes com mais drama. Aliás, o próximo filme dele parece que vai ser assim, torço pra que seja bom.
  8. O problema é que o pessoal confunde filme leve com filme engraçado. Pra eles um filme é completamente sério ou completamente hilário, não tem como ser um meio-termo. Isso me lembra o Globo de Ouro indicando filmes que de comédia não tem nada. Nossa, já assisti esses 3 desde 2008, e o engraçado é que todos foram locados, kkkk...
  9. Cada caso é um caso. Eu já tentei assistir um filme em VHS numa época onde ele não era mais popular, nem mesmo como mídia secundária. Ora, se eu fiz isso era porque quis e não porque "não tinha opção". Mas felizmente ou infelizmente acabei não conseguindo assisti-lo. Aliás, mesmo na última vez que assisti um filme em VHS ele já não parecia tão popular, porque além de não ter visto com freqüência nas locadoras prateleiras com VHS (pra mim eles deveriam ficar escondidos que nem os filmes eróticos), todo momento ficavam aparecendo aquelas drogas de linhas estáticas que ameaçavam cobrir a imagem toda. Isso inclusive foi o motivo pelo qual não assisti aquele filme. Não venham dizer que isso é algo comum, se essa mídia realmente fosse popular as pessoas dariam um jeito de acabar com esses problemas. Se não fazem isso é porque a mídia não é popular, então não faz sentido terem trabalho pra conservar algo que poucas pessoas vão usar. Talvez em outras cidades o VHS fosse mais popular, mas na minha parecia ter morrido faz tempo.
  10. Acho que existe mais possibilidade da pessoa ter lido os livros se ela fosse criança ou adolescente na época em que a franquia começou a fazer sucesso, pois esse era o público-alvo da autora. Como eu completei míseros 9 anos no ano em que o primeiro filme foi lançado obviamente me incluí no time dos que leram. Quantos anos você tinha naquela época?
  11. Com esse aí já dá pra criar o nicho de atores que nunca fizeram um filme da Marvel mas já fizeram uma série da Marvel. Será que alguns desses personagens têm chance de aparecerem nos filmes? Vai saber, né...
  12. Já não sou muito fã de séries que continuam a história de filmes, e esse tipo de coisa só piora a situação. A partir do momento em que se torna tão fácil algo deixar de ser canônico, a coisa perde a graça pra mim.
  13. OFF -Sempre achei chato esse negócio de teias sintéticas originado dos quadrinhos. Quer dizer que o personagem consegue escalar paredes como uma aranha, prever as coisas como uma aranha, mas não consegue criar sua própria teia como uma aranha? Se é pra ter poderes de aranha, que tenha todos completos então. E antes que alguém diga que é inverossímil um organismo conseguir produzir tanta teia, eu tenho uma solução: é só dizer que o corpo consegue produzir teia limitada, que poderia ser duplicada usando um aparelho nos pulsos. E mesmo que não tivesse isso, estamos falando de uma pessoa que é picada por uma aranha radioativa e ganha as características dela, sério que vocês querem verossimilhança nesse tipo de obra?
  14. Quando assisti esse aí eu até gostei, mas depois resolvi dar uma de do contra e dizer que não gostei, kkkk... Mas falando sério, o filme até que é bom. Os efeitos são legais, o que estraga são os humanos. Sim, eles são completamente chatos e insuportáveis, se todos eles morressem engolidos pelo furacão eu não daria a mínima! O furacão é um personagem incompreendido, o filme o trata como vilão quando na verdade ele é um herói por tentar poupar o telespectador desses clichês ambulantes! Mas filmes-catástrofe dificilmente dão valor a seus personagens, então fazer o que, né?
  15. Eu gostaria de saber qual é o critério que a Disney tinha na hora de distribuir os DVDs da Miramax, porque alguns eram distribuídos por ela e outros não, mesmo sendo em uma época em que uma ainda era dona da outra. Isso gera umas situações estranhas, como Pulp Fiction sendo considerado um filme da Disney, mas os 2 Kill Bill não sendo. Eu hein, coisa mais estranha...
×
×
  • Create New...