Jump to content
Forum Cinema em Cena

TV Paga

Programas nacionais e internacionais da TV Paga, Filmes, Shows, Documentários...


60 topics in this forum

    • 233 replies
    • 55.4k views
  1. The History Channel

    • 19 replies
    • 8.1k views
  2. SporTV ou ESPN Brasil 1 2

    • 31 replies
    • 10.8k views
    • 116 replies
    • 25.1k views
    • 2 replies
    • 3.2k views
  3. Telecine ou HBO? 1 2 3 4 8

    • 182 replies
    • 54.3k views
    • 4 replies
    • 6.9k views
    • 106 replies
    • 22.3k views
  4. Rede Telecine 1 2

    • 46 replies
    • 13.1k views
  5. Paramount Channel

    • 3 replies
    • 3.6k views
    • 46 replies
    • 9.8k views
  6. TCM 1 2

    • 45 replies
    • 11.2k views
  7. Megapix 1 2

    • 32 replies
    • 11.7k views
  8. Canais de Filmes

    • 14 replies
    • 7.4k views
    • 2 replies
    • 6.3k views
    • 2 replies
    • 4.2k views
  9. Fox Sports

    • 19 replies
    • 4.1k views
  10. Unchained Reaction

    • 0 replies
    • 3k views
    • 2 replies
    • 3.3k views
    • 15 replies
    • 4.6k views
  11. Cilada (Multishow)

    • 7 replies
    • 4.4k views
  12. Liberdade na TV 1 2

    • 25 replies
    • 8.2k views
  13. Canal Space

    • 1 reply
    • 3.4k views
    • 16 replies
    • 6.4k views
  14. Cartoon Network

    • 18 replies
    • 5.1k views

Announcements

  • Posts

    • Vai ter série ! Vamos ver se acertam dessa vez.   
    • Acabei de ver o box 10 Filmes: (Já editei a lista final com esses filems)   Garota Sinal Verde (The Sure Thing, Dir.: Rob Reiner, 1985) 2/4 Rapaz universitário tem que ir até Los Angeles pra encontrar uma garota que está interessado nele. Mas vai ter que encarar viagem junto de uma garota que ele não tem um bom relacionamento. Filme simpático. É o máximo que dá pra dizer. Mas não me animou muito. Começo é bem fraco, até se envolver com os personagens demora um pouco, aí quando isso acontece o filme melhora um pouco. Por ser um road-movie me agrada, mas Rob Reiner já dirigiu coisas bem melhores.   Está Sobrando uma Mulher (Hello Again, Dir.: Frank Perry, 1987) 1/4 Mulher casada com um médico em ascensão, morre. Um ano depois a irmã dela consegue trazer ela de volta, ela então tem que encarar as mudanças que ocorreram enquanto estava morta. Típico filme feito pra aproveitar fama da atriz principal (na época Shelly Long estava fazendo seriado de sucesso Cheers), aí vai gostar quem gostar dela/personagem dela. No caso, não me irritou, mas achei tudo meio nulo, me perguntando pra que perderam tempo com isso aqui. Não é engraçado, a premissa não é muito bem explorada, nenhum ator/atriz muuuito carismático no elenco, enfim, nulo.   Tuff Turf O Rebelde (Tuff Turf, Dir.: Fritz Kiersch, 1985) 2/4 Tem cara de um filme de faroeste mas se passando no universo colegial adolescente. Spader faz o "forasteiro" que acaba de se mudar de cidade, e aí ele já se mete em encrenca com a gangue local. Tá meio datado, mas tem seu charme. De conhecido, além do James Spader, tem o Robert Downey Junior (considerando que ambos se reencontraram no Vingadores Era de Ultron) **Pra mim, serve como nostalgia, já que filme quando saiu em VHS teve muita propaganda no SBT (lançado pela Look Vídeo), acho que junto do 'The Wrath - A Aparição', com o Charlie Sheen, foi o filme que me apresentou as videolocadoras da época.   Jogue a Mamãe do Trem (Throw Mamma from the Train, Dir.: Danny DeVito, 1987) 3/4 Ótima comédia de humor negro que brinca com a premissa do 'Pacto Sinistro' de Hitchcock. Escritor fracassado acaba se envolvendo numa trama de assassinato envolvendo um aluno de um dos seus cursos de roteiro.
    • The Midnight Sky Trailer   
    • AMAZON É PROCESSADA POR CAUSA DE PARTICIPAÇÃO DE SOBREVIVENTE DO HOLOCAUSTO O novo filme de Sacha Baron Cohen, lançado pelo Amazon Prime Video, Borat: Subsequent Moviefilm, mal estreou e já está envolto em todo tipo de controvérsia – como o esperado. Mas a produção agora recebeu um processo um tanto “inusitado”, sem estar ligado exatamente às polêmicas causadas pelo Borat no título. De acordo com a ComicBook, a produção de Borat 2 será levada à justiça por conta do depoimento de Judith Dim Evans, uma sobrevivente do holocausto que foi entrevistada para o filme. Evans faleceu antes do título ser lançado e o longa foi dedicado a ela. A autora do processo é a filha de Judith, Michelle Dim St Pierre. Ela afirma que sua mãe não sabia do que se tratava a gravação, que os produtores lhe enganaram dizendo que a filmagem iria para um documentário sobre o holocausto e que até mesmo a assinatura de Judith teria sido falsificada para autorizar a veiculação. No filme, Evans aparece em uma sequência onde o Borat “descobre” que o holocausto foi real, depois de anos fazendo zombaria com a comunidade Judaica. Cohen, que é judeu na vida real, explicou durante a divulgação do primeiro filme que a ideia era que seu personagem representasse as pessoas ignorantes que tentam contestar a perseguição de judeus pelo nazismo, educando o público de forma satírica sobre esse episódio histórico terrível. A acusação de St Pierre diz que: Minha mãe é uma pessoa que nunca participaria disso e nunca entraria no jogo se ela soubesse sobre o que ele era realmente. Ela era uma mulher incrível e muito inteligente. Mas isso é maior que a minha mãe. Eu acredito que estou lutando aqui não apenas por ela, mas por toda a comunidade Judaica, especialmente os sobreviventes do Holocausto. Ela me disse o que aconteceu e eu tentei convencê-la de que estava tudo bem. Eu disse a ela que não acreditava que alguém no mundo colocaria o Holocausto e comédia juntos. É sem precedentes. Ainda, segundo o Deadline, Dim Evans foi avisada da “pegadinha” depois da gravação e existe uma filmagem da explicação sendo dada. No vídeo, um dos produtores informaria Evans sobre o filme e que Cohen também é judeu, esclarecendo suas ideias e o personagem Borat.  
    • Em uma entrevista ao The Hollywood Reporter, Winslet confirmou que interpreta uma personagem “da água” no filme e ainda revelou o seu recorde de tempo sem respirar. Confira: “Eu tive que aprender a mergulhar livremente para desempenhar esse papel em Avatar, e isso foi simplesmente incrível. Eu cheguei a prender minha respiração por 7 minutos e 14 segundos, uma grande loucura. Eu interpreto uma pessoa da água. Eu sou uma pessoa da água.”  
  • Popular Contributors

×
×
  • Create New...