Jump to content
Forum Cinema em Cena

Redacted


-felipe-
 Share

Recommended Posts

 

Brian De Palma's Iraq War Movie

01-07-2007 (17:02:32)

 

headline1785.gifBrian

De Palma's next film is aimed to tackle the same subject matter as his

1989 drama "Casualties of War," set during the Vietnam war, where a

girl is taken from her village by five American soldiers. Four of the

soldiers rape her, but the fifth refuses. The young girl is killed. The

fifth soldier is determined that justice will be done. The film is more

about the realities of war, rather than this single event.

 

De Palma

is schedule to begin production early April on "Redacted," a film based

on the recent events surrounding the rape and murder of a 14-year old

Iraqi girl, and the killing of three of her family members by four US

soldiers. The soldiers were sleep-deprived and living on energy drinks

and sleeping pills in a situation where anyone outside the fence was

considered the enemy. The killings have been the most provocative in a

series of war crimes that have tarnished the reputation of US armed

forces in Iraq.

 

The films narrative will be told using a mixture of video from news broadcasts, documentary footage and trial coverage.

 

 

O filme estréia nos cinemas americanos em dezembro e algumas fotos já foram liberadas:

 

redacted1_thumb.jpg redacted2_thumb.jpg redacted3_thumb.jpg redacted4_thumb.jpg

-felipe-2007-08-27 22:18:17

Link to comment
Share on other sites

 

 

Filme sobre abusos de soldados dos EUA no Iraque choca Veneza

 

reuters.png

 

 

 

 

 

 

 

 

Divulgação

586052-9687-cp.jpg

Cena do filme Redacted, do diretor norte-americano Brian de Palma

 

Um filme sobre o estupro e assassinato de uma iraquiana de 14 anos por

soldados norte-americanos, que também mataram sua família, chocou o

Festival de Cinema de Veneza, com imagens contundentes que deixaram

alguns espectadores em lágrimas.

 

» Brian de Palma nega que cena de execução seja real

 

 

 

» Filme de Brian de Palma tem cena mais pertubadora

 

 

 

» Confira a lista de indicados

 

 

Redacted, do diretor norte-americano Brian de Palma, 66 anos, é

um dos pelo menos oito filmes sobre a guerra no Iraque que têm

lançamento previsto para os próximos meses. E é o primeiro dos dois

sobre o conflito que serão exibidos na competição principal em Veneza.

 

Inspirado na história verídica de um dos piores crimes cometidos por

soldados norte-americanos no Iraque desde a invasão de 2003, o filme é

um doloroso relato da guerra e não poupa cenas brutais para transmitir

sua mensagem.

 

 

De Palma, cujo filme Pecados de Guerra,

em 1989, contou uma história semelhante sobre abusos cometidos por

soldados dos EUA no Vietnã, não oculta imagens baseadas em materiais

verídicos que encontrou na Internet.

 

"O filme se propõe a mostrar ao povo americano a realidade do que está

acontecendo no Iraque", disse ele após a sessão do filme no festival.

 

"As imagens são o que vai pôr fim à guerra. Esperamos que essas imagens

levem o público a ficar irado a ponto de motivar seus representantes no

Congresso a votar contra esta guerra", completou.

 

Abeer Qasim Hamza al-Janabi foi estuprada, morta e teve seu corpo

queimado por soldados americanos em Mahmudiya, ao sul de Bagdá, em

março de 2006. Seus pais e irmã mais nova também foram mortos.

 

 

Cinco soldados foram acusados pelo ataque. Quatro deles foram condenados a entre cinco e 110 anos de prisão.

 

 

Internet

 

 

Situado a meio caminho entre o documentário e a ficção, Redacted

é baseado em vídeos caseiros da guerra feitos por soldados, seus blogs,

diários e imagens postados no YouTube, refletindo mudanças na maneira

como a mídia cobre a guerra.

 

"No Vietnã, quando vimos as imagens e a dor das pessoas que estávamos

traumatizando e matando, vimos os soldados feridos e os corpos que

voltaram para casa. Nesta guerra, não vemos nada disso", disse De

Palma.

 

"Está tudo ali na Internet, é possível encontrar se você procurar, mas

não está na grande imprensa. Hoje a mídia realmente faz parte do

establishment corporativo."

 

O título do filme se refere à maneira como, segundo De Palma, os

grandes jornais e televisões americanos estão deixando de contar a

verdadeira história da guerra, ao manter distantes da opinião pública

as imagens mais explícitas da guerra.

 

"Quando saí à procura das imagens, pedi (à mídia) as imagens que ela

não pode publicar", disse ele, acrescentando que, em função do perigo

de retaliações legais, também ele foi obrigado a "editar" o material.

-felipe-2007-08-31 14:19:02

Link to comment
Share on other sites

 

Não tinha visto antes, vai ser foda...

 

 

“O FILME É UMA TENTATIVA DE TRAZER ATÉ O POVO AMERICANO A REALIDADE DO QUE ESTÁ ACONTECENDO NO IRAQUE.”

redacted1.jpg

 

“Só

as imagens são capazes de parar a guerra. Espero que essas imagens

sejam o bastante para indignar o público. Quem sabe agora isso faça com

que nossos representantes no Congresso votem contra a guerra.”

 

“Na

guerra do Vietnã víamos as imagens da dor que estávamos causando num

povo . Víamos o que acontecia quando matávamos e torturávamos. Víamos

nossos soldados feridos e mortos, seus corpos sendo trazidos em sacos.

Não vemos nada disso nesta guerra.”

redacted2.jpg

 

“As

imagens estão por toda parte na Internet. Se você procurar, você acha.

Mas elas não estão na grande mídia. A mídia é, hoje, parte do

establishment corporativo.”

redacted3.jpg

 

“Eu pedi (aos jornalistas) que me dessem as imagens que não podiam publicar, que não podiam usar.”

 

recated4.jpg

“Eu

sei que este filme expõe o público a uma experiência terrível. Não é um

programa ameno para uma noite de sábado. Mas é uma mensagem que precisa

ser divulgada na esperança de que provoque uma resposta.”

 

redacted%20de%20palma.jpg

Brian de Palma na coletiva de imprensa do Festival de Veneza, falando sobre Redacted,

o filme em que ele reconstitui o estupro e assassinato de Abeer Qasim

Hamza al-Janabiem, uma menina de 14 anos, por soldados americanos em

Mahmudiya, Iraque, em março de 2006; sua família foi também trucidada

pelos soldados americanos. De Palma utilizou em grande parte imagens

encontradas no You Tube para compor seu filme, até agora a grande sensação de Veneza. Redacted _ expressão que significa “editar com o objetivo de atenuar” _ estréia no final de novembro nos EUA.

 

 

 

Fonte: Holywood Watch

Big One2007-09-02 16:44:23

Link to comment
Share on other sites

30.08.07

 

 

Link%20permanente O horror segundo De Palma

por Luiz Zanin, Seção: Cinema, Festivais s 21:08:55.

VENEZA - Acabei de sair da primeira sessão mundial de Redacted, filme de Brian De Palma sobre a presença norte-americana no Iraque. Acabou a projeção e um silêncio tumular caiu sobre a platéia. Não se ouviu um aplauso. Não se ouviu ninguém conversar com ninguém. As pessoas foram saindo, quietas, com se o peso do mundo tivesse caído sobre cada uma delas. Não sei se gostaram ou não. Sei que o filme calou fundo. Eu fiquei muito impressionado. Pela coragem, pela utilização de vários materiais e recursos do documentário e do docudrama para reconstituir uma das tragédias daquela invasão: o caso do massacre de uma família de iraquianos por um grupo de soldados, que invadiram a casa, violentaram uma garota de 15 anos, depois a mataram e queimaram o corpo, e assassinaram o resto da família que havia presenciado a cena, mãe, irmãs, o avô. Um horror. Muito ainda terá de ser dito sobre esse filme especial, desde já, a meu ver, um dos mais fortes libelos contra a guerra em geral, e esta em particular, dos últimos anos. Simbolicamente, tiro meu chapéu para De Palma.

 

--------------------

 

Preciso ver esse filme ... Foi até agora o mais bem comentado de Veneza . DePalma de volta a forma!?
Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...

Primeiro trailer do novo filme de Brian De Palma

 

 

 

Um trailer teaser de Redacted foi divulgado esta semana na internet. A prévia mostra apenas uma cena do filme – o restante do vídeo é composto por citações da crítica e por frases que explicam o título (numa tradução literal, significa “editado”). A última delas diz: “A verdade é a primeira casualidade da guerra”, numa referência ao nome original do cultuado Pecados de Guerra, de 1989, também dirigido por Brian De Palma, sobre a Guerra do Vietnã.

 

 

 

A ausência de imagens no trailer tem a ver com o próprio conceito do longa, que denuncia a omissão da mídia em relação ao que realmente acontece nos campos de batalha no Iraque.

 

 

 

De Palma ganhou o Leão de Prata pela direção de Redacted no Festival de Veneza deste ano. Confira o trailer logo abaixo:

 

 

 

http://www.cinemaemcena.com.br/frm_Noticias_Detalhe2.aspx?ID=23508&tipo=cinenews&cod_filme=5856

Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...
  • 1 month later...
  • 4 weeks later...

Ficou hilário pra ti? Eu achei muito realista.

 

%5bimage%5d%20

 

Redacted (Redacted; Brian De Palma; 2007)

 

É absolutamente brilhante. De Palma oferece um desempenho notável na direção, digno do mestre de Carrie, a Estranha e Um Tiro Na Noite. De início vc fica meio confuso com a proposta do filme, mas o De Palma logo lança um ultimato ao espectador (através de um personagem), mais ou menos assim "este filme tem como proposta mostrar a verdade, sem nenhuma daquelas futilidades de Hollywood.". Claro, não é tão direto assim, mas fica já registrado que Redacted é um filme difícil.

 

Constantemente o cara te surpreende com uma cena que, no início não se dava nada, mas que acaba se tornando chocante (como o cara que se ajoelha diante de seu oficial). Utilizando câmeras na mão a partir da visão de um determinado personagem, câmeras de video de segurança e até o youtube (ou sites similares), Brian De Palma alcança um realismo perfeito a trama de Redacted, engrandecendo seu filme em diversos pontos de vista, desde sua importância para a sociedade até o imenso aumento de choque e dramaticidade ao filme. E ainda por cima, para enriquecer ainda mais o filme, existem várias metáforas interessantes, como o escorpião devorado por um bando de formigas. Ah, e existem, no mínimo, 3 das melhores cenas de 2007 em Redacted.

 

Enfim, se existe um filme que retratou bem os abalos de uma guerra que parece não ter fim, só pode ser Redacted. 9,5/10

 

Grande De Palma.16
Bernardo2008-02-04 14:42:12
Link to comment
Share on other sites

  • 8 months later...

Brain De Palma expõe atrocidades no Iraque em " Guerra sem Cortes"

redacted3.jpg

redacted%20de%20palma.jpg

Neusa Barbosa

 

Vencedor do Leão de Prata (melhor diretor) no Festival de Veneza 2007, "Guerra sem Cortes", do diretor norte-americano Brian De Palma, é um dos principais destaques da programação do Festival do Rio, que entra na sua reta final, terminando nesta quinta (9).

O enredo recria ficcionalmente um episódio real da Guerra do Iraque, em que soldados dos EUA, depois de estuprarem uma jovem de 15 anos, mataram-na, assim como toda a sua família.

A impressão de realismo, reforçada quando, no final, mostram-se fotos das vítimas reais, é sempre uma preocupação do diretor neste filme contundente, em que ele mistura diversos formatos de imagem, indo do HD (High Definition) a imagens captadas em câmeras digitais portáteis.

Mais do que a atrocidade cometida pelos soldados, "Guerra sem Cortes" procura captar o ambiente de tensão permanente entre os jovens militares, especialmente os que mantêm vigilância nos checkpoints, ou seja, pontos de passagem, em que são vítimas em potencial de carros-bomba.

Um dos temas do filme é, também, a obsessão pela imagem. Alguns soldados, como o jovem Angel Salazar (Izzy Diaz) não larga da sua câmera portátil, retratando em detalhes o dia-a-dia do seu grupo de recrutas. Sua câmera acompanhará inclusive a invasão da casa da família iraquiana onde se desenrola a tragédia.

Não é a primeira vez que De Palma aborda uma história de guerra envolvendo um estupro de uma jovem civil. Ele abordou tema semelhante em "Pecados de Guerra" (89), relatando um incidente ocorrido na Guerra do Vietnã.

"Guerra sem Cortes" tem sessões nesta terça (7), às 22h, no Estação Vivo Gávea 1. Repete na quarta (8), às 12h e 18h, no Estação Botafogo 1. Sua última sessão é na quinta (9), às 20h20, no Estação Vivo Gávea 2.

 

Caraca que pena que não aqui onde eu moro09
Nacka2008-10-14 09:34:27
Link to comment
Share on other sites

Eu já vi e não sei dizer se o filme é bom ou ruim' date=' só sei dizer que é chocante.[/quote']

 

Concordo! Eu tb fiquei sem ter opiniao a esse respeito assim q terminei de ver, mas no final te deixa uma sensacao de gosto amargo na boca. Vou rever apenas pra cristalizar a tendencia pro "bom" e " otimo". mas é uma obra q precisa ser (re)vista. Nao é a toa q nao rolou comercialmente nos States dada a tematica nada nobre para c/ o Governo Bush.. A ideia em suma é uma denuncia dos excessos militares no estilo Cloverfield-Bruxa de Blair ,so q passado no Iraque. A linha entre o real do documentario se funde 'a da ficcao, beneficiado pelos atores amdores e varias imagens de arquivo, e principalmente pela crueza e visceralidade das imagens. Isso torna repulsivos e torna criveis (e chocante) os momentos-chaves da projecao, como o momento em q os soldados metralham uma iraquiana gravida, e qdo rola o estupro da mina de 15 anos junto c/ a chacina de sua familia, q é recosntituida nos minimos detalhes.. O pior de td, é q isso é verdade. E a tagline do filme nao poderia ser apropriada: A primeira baixa na guerra é a verdade.
Jorge Soto2008-10-14 08:29:14
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...