Jump to content
Forum Cinema em Cena

Viagem a Darjeeling


Recommended Posts

Pra mim é como dizer que Cassino não é bom apenas pela existência de Os Bons Companheiros... Por que limitar uma fórmula campeã a apenas um filme? Aliás, ainda comparando com Scorsese, as metáforas "óbvias" de Viagem à Darjeeling são pra mim iguais a cena final de Os Infiltrados... não vejo arrogância ali, ainda mais com o Anderson, que nesses últimos 2 filmes não perde a chance de se auto referênciar de forma divertida e as vezes até mesmo nada lisonjeiras, como o próprio Steve Zissou.

 

 
Link to comment
Share on other sites

Concordo que um cineasta possa se tornar repetitivo. Talvez isso realmente aconteça aqui. Tenho que ver o filme.

 

Vicking, será que pelo fato de você se identificar tremendamente com o estilo de Anderson, sua análise esteja comprometida?

 

Eu, particularmente, tinha medo que acontecesse algo parecido com Paul Thomas Anderson após Magnólia, mas aí veio o belíssimo Punk, Drunk Love.

 

Talvez falte a Anderson a segurança e a motivação de sair desse terreno seguro que ele construiu.

 

Estou divagando...06
FeCamargo2007-11-23 17:48:42
Link to comment
Share on other sites

 

Vicking' date=' será que pelo fato de você se identificar tremendamente com o estilo de Anderson, sua análise esteja comprometida?

 [/quote']

 

Sem dúvidas... 06 No entanto, não acho que o filme deva ser julgado pelo o que já foi feito antes... se ele acha que o aspecto visual não se harmoniza com a narrativa, beleza, mas ainda assim eu acho que é mais válido em uma crítica analizar o filme e não a carreira do diretor. Quem ainda não viu nenhum do Anderson e topar com Viagem à Darjeeling, pode muito bem sentir o que eu senti quando vi Tenenbaums.

É bem como o Hitchcock que o próprio Pablo citou, por mais que alguns de seus filmes sejam quase redundantes, ainda assim são muito bons.

E ressalto que não vejo problemas em usar uma fórmula que funciona em mais de um filme. Lógico que seria refrescante ver o Anderson expandindo seus horizontes, mas não acho condenável fazer o que ele fez em "Darjeeling".
Link to comment
Share on other sites

Devo ver este filme. Será meu primeiro do Wes Anderson. Vou poder julgar se gosto dele ou não sem ter como comparar com os anteriores do diretor. Vai ser interessante, pois a maior falha que apontam nele é a repetição. Meu único medo é não gostar de TEnembauns quando o vir por causa de uma possível "repetição/semelhança".

 

 

 

PS: Hotel Chevalier não será exibido antes do filme não, né? Ficou apenas para festivais, certo?Yoh2007-11-23 20:17:04

Link to comment
Share on other sites

  • 4 months later...

Não costumo ficar gastando tempo (não seria gastar mas penso tão rápido q não dá mesmo tempo, então desisto...) enfim, FIQUEI ABSOLUTAMENTE DESVAIRADA COM A CRÍTICA TÃO INCONSEQUENTE E PEQUENA QUE ESSE TAL DE PABLO VILLAÇA - pode ser Crítico da "Associação qualquer coisa", thanks God, esses "tituluzinhos" nunca me impressionaram - me impressionam sim, uma boa cabeça, junto com um bom equilíbrio emocional - esse cara não sabe de nada!!! Você só enxerga com a CABEÇA e os OLHINHOS (ceguetas???), E o cuore, baby, necas???

 

ESQUEÇAM O QUE ESSE INFELIZ FALA - é um dos GRANDES FILMES DESSA TEMPORADA: é um WES ANDERSON MADURO, SIMPLES, suavemente temperado com melancolia, integridade, honestidade, liberdade, inteligência e finíssima ironia misturada à uma delicadeza de alma impressionantes... e busca tanto espiritual quanto emocional... MARAVILHOSO!!! Li em algum lugar que o filme desce devagar, vai ficando melhor depois... PRA MIM, foi no ato: fiquei sentada em posição iogue em alguma nuvem, quase o tempo todo - coisa de gênio - claro que ele repete seu universo, porquê? Você Pablito, fica vivendo o universo dos outros, só pra ficar variando??? E tem mais, está muito mais apurado, coeso, esteticamente IRRETOCÁVEL, atuações BRILHANTES, cenários incríveis, detalhes, detalhes... um humor do outro mundo, uma anarquia honesta, que caminha junto com o cotidiano de cada um de nós... IMPERDÍVEL!!! Confesso ter achado original os Tennenbauns, mas não ter gostado nada; fiquei louca esperando o Zissou e, apesar de ter me atraído bem mais, ter achado inteligente, original, etc, ainda assim senti que faltava "argamassa", ou "cola", enfim...

 

THE DARJEELING LTD:  não façam como Bill Murray (ou pior, como Pablo Villaça, que pegou o trem, mas não viajou...) NÃO PERCAM ESSA VIAGEM!!!

 

(É sério mesmo, quem diria que eu iria me CADASTRAR num fórum, só pra falar desse filme - não faz meu gênero, leio e escuto tanta asneira hoje em dia, mas NUNCA ANTES me CADASTREI - e AINDA POR CIMA TIVE QUE COLOCAR DATA DE NASCIMENTO - o que é isso? - E SEXO? como CAMPOS OBRIGATÓRIOS??? que é isso, gente? daqui a pouco vão perguntar cor da pele, religião... PASSEI POR TUDO ISSO - que considero super falta de respeito, só pra falar pra você, Pablo Villaça - aliás hoje em dia não existem mais críticos sérios mesmo - VÊ SE CRESCE E AMADURECE!!!
Link to comment
Share on other sites

Num caso clássico de “estilo x substância”' date=' Anderson parece acreditar que o fundamental não é ter algo a dizer, mas sim dizer qualquer bobagem de maneira atraente[/quote']

 

Ué... mas não foi o mesmo que Michael Bay fez, por exemplo, em Armageddon que foi um filme elogiado por ti?

 

 
Dr. Calvin2008-03-25 12:25:12
Link to comment
Share on other sites

Na realidade, o curta Hotel Chevalier causa certa estranheza mesmo, mas serve como genial complemento a uma ponta solta envolvendo o personagem do Scwartzman no Viagem a Darjeeling (no caso, a um dos casos anteriores do personagem). E é bem misterioso e intrigante, gosto muito quando o diretor lhe dá as peças do quebra-cabeça e depois lhe fornece as outras lá pelo filme mesmo (mas de maneira bem sutil, aqui foi através de um ou dois comentários, no máximo).

 

Em tempo: Natalie Portman é ótima atriz, linda, mas buzanfa? Onde? Aquilo é apenas pele e osso, minha gente.
Bernardo2008-03-31 21:11:48
Link to comment
Share on other sites

nos tenebauns o personagem do luke wilson tenta se suicidar,  no darjeeling é a vez do personagem do owen fazer sua tentativa....tema do suicidio mto recorrente na obra do wes, sendo que em ambos filmes o owen tb colaborou na historia...e o proprio outro dia tava tb tentando se matar....curioso...agora não me lembro mto bem se no zissou tem algo relacionado a suicidio....curioso... já ia me esquecendo achei o filme bom,  e só, nada de excepcional é um filme peculiar como não poderia deixar de ser com personagens interessantes e a dinamica entre eles alem de divertida por vezes emociona, mas no geral o filme é mais um veiculo pras "criaturas" excentricas que o diretor gosta de criar.Diogo Simões2008-04-10 05:09:24

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...