Jump to content
Forum Cinema em Cena

Oscar 2012: Indicados e Previsões


Recommended Posts

  • Replies 1.1k
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Eu ainda não consigo entender como o Trent Reznor e Atticus Ross não foram indicados a trilha sonora por Millennium. Tudo bem, eles ganharam ano passado, mas poderiam receber pelo menos a indicação, a

CONTINUAÇÃO DO TÓPICO DE PREVISÕES. Começando com a mensagem original do primeiro tópico.     -------     Apesar do fraco movimento no fórum neste ano de 2010 - algo que levou o tópico do Osca

Video das indicacoes ao Bafta:   Sotaque britânico = ereção.   E titia Elton e seu marido estão bons de se acalmar. Masterpiece é melhor que Hello Hello. Mas muito.

 

 

De volta ao blog e já estou devastado com a notícia da Dench! Uma das minhas atrizes preferidas vai ter que parar de atuar! Extremamente arrasado!

 
Assiti Hugo e simplesmente amei! O filme é lindo desde a concepção até a execução! É uma grande homenagem ao cinema misturada com uma lição de vida belíssima! E a aula que o Scorscese dá???? Maravilha!!! Poucas cenas poderiam não estar ali, bem como alguns diálogos e aquela tentativa de colocar humor com o personagem do Baron Cohen (que atua bem). Mas em nada atrapalha o filme! Que atmosfera linda criada! O 3D é show! E o Kingsley???? Brilhante! Devia ao menos ter sido lembrado no OSCAR (embora não seja melhor do monstro que é o Plummer)! Anos-luz á frente de O Artista! Palmas, palmas! 9,0/10
 
Também vi A Dama de Ferro e não achei tão ruim assim. Não se aprofunda em nada, não toma partido, não mostra questões políticas pois se ocupa somente de mostrar o lado frágil de uma pessoa senil! O filme não promete muito e por isso não dá pra cobrar muito dele! Mas o que dizer de Streep??? Nem sei mais o que falar desse monstro de atriz! Uma das grandes atuações da carreira, sem a menor sombra de dúvida! De longe, a melhor do ano (embora a Swinton esteja sensacional, a Davis e a Close divinas e a Mara brilhante). Não vi a Williams ainda (o filme estreia aqui mês que vem) mas Streep tem que ganhar tudo! A mulher não existe!!! 1000 pra ela e 5,5 pro filme!
Link to post
Share on other sites

 

Vazou My week with Marilyn com ótima qualidade de áudio e vídeo.  Mas sem legendas. 04

 

 

me passa o link por mp' date=' please!!!

[/quote']

 

 

Seria um bom momento para te chantagear, te torturar.  Te obrigar a confessar amor eterno por Crash, The help e pelo Eastwood.  Mas como eu sou bonzinho...  Tem uma surpresa na sua mp. 06

 

Link to post
Share on other sites

 

 

De volta ao blog e já estou devastado com a notícia da Dench! Uma das minhas atrizes preferidas vai ter que parar de atuar! Extremamente arrasado!

 
Assiti Hugo e simplesmente amei! O filme é lindo desde a concepção até a execução! É uma grande homenagem ao cinema misturada com uma lição de vida belíssima! E a aula que o Scorscese dá???? Maravilha!!! Poucas cenas poderiam não estar ali' date=' bem como alguns diálogos e aquela tentativa de colocar humor com o personagem do Baron Cohen (que atua bem). Mas em nada atrapalha o filme! Que atmosfera linda criada! O 3D é show! E o Kingsley???? Brilhante! Devia ao menos ter sido lembrado no OSCAR (embora não seja melhor do monstro que é o Plummer)! Anos-luz á frente de O Artista! Palmas, palmas! 9,0/10
 
Também vi A Dama de Ferro e não achei tão ruim assim. Não se aprofunda em nada, não toma partido, não mostra questões políticas pois se ocupa somente de mostrar o lado frágil de uma pessoa senil! O filme não promete muito e por isso não dá pra cobrar muito dele! Mas o que dizer de Streep??? Nem sei mais o que falar desse monstro de atriz! Uma das grandes atuações da carreira, sem a menor sombra de dúvida! De longe, a melhor do ano (embora a Swinton esteja sensacional, a Davis e a Close divinas e a Mara brilhante). Não vi a Williams ainda (o filme estreia aqui mês que vem) mas Streep tem que ganhar tudo! A mulher não existe!!! 1000 pra ela e 5,5 pro filme!
[/quote']

 

 

Ela já declarou que não vai ficar cega, apenas com dificuldades de enxergar.  Pode se acalmar bs.03

 

Link to post
Share on other sites

 

Vazou My week with Marilyn com ótima qualidade de áudio e vídeo.  Mas sem legendas. 04

 

 

me passa o link por mp' date=' please!!!

[/quote']

 

 

Seria um bom momento para te chantagear, te torturar.  Te obrigar a confessar amor eterno por Crash, The help e pelo Eastwood.  Mas como eu sou bonzinho...  Tem uma surpresa na sua mp. 06

 

You're crazy! 06

 

Link to post
Share on other sites

 

Vazou My week with Marilyn com ótima qualidade de áudio e vídeo.  Mas sem legendas. 04

 

 

me passa o link por mp' date=' please!!!

[/quote']

 

 

Seria um bom momento para te chantagear, te torturar.  Te obrigar a confessar amor eterno por Crash, The help e pelo Eastwood.  Mas como eu sou bonzinho...  Tem uma surpresa na sua mp. 06

 

You're crazy! 06

 

 

OH YEAHHHH!!!!!!!1606060606060606

Link to post
Share on other sites

 

 

 

My Week With Marilyn

 

Grata surpresa. O filme é bom. Achei que seria um telefilme desprezivel mas errei, ele traça uma trajetória muito interessante de Marilyn e o período que ela está vivendo. Dá suas rateadas, mas no geral, bom filme e melhor que vários dos indicados. Cof The Trash, Moneytrash Cof... Essa tosse minha. 06

 

Michelle? Bom, disparada a melhor entre as indicadas pelo segundo ano consecutivo. Ano passado ela era a melhor por Blue Valentine e esse ano, again. Que atriz sensível, brilhante e extremamente cativante. Ela não tenta imitar Marilyn em tudo. Esperta, escolheu aspectos e compôs um trabalho nos detalhes. Primoroso, pois torna a atuação leve, fluída e natural, diferentemente de Meryl Streep, que deveria aprender uma ou duas coisas com ela.

 

 

 

 

 

FeCamargo2012-02-21 23:16:01

Link to post
Share on other sites

Sobre "Hugo": muito referencioso! A cada cena, uma citação histórica, em desfavor de uma trama que, em si, é bem pueril. Em compensação, esteticamente, não tem o que discutir: um primor. O italiano Dante Ferretti ( 9 indicações (e 1 por figurino!)/ 2 Oscars) e Sandy Powell (10 indicações/ 3 Oscars) estão acima do bem e do mal.

 

 

 

Quanto ao uso do 3D: até que enfim um uso da técnica que não pretende o "exterior", mas o "interior", "o fundo da cena", se me faço entender...

 

 

 

 

 

SergioBenatti2012-02-22 00:05:22

Link to post
Share on other sites

 

Sobre "Hugo": muito referencioso! A cada cena' date=' uma citação histórica, em desfavor de uma trama que, em si, é bem pueril.

[/quote']

 

Uma coisa bastante interessante é que pouquíssima gente na sala em que eu estava parecia saber sobre os primórdios do cinema. Já que o objetivo também era apresentar algumas dessas obras que hoje jazem praticamente esquecidas, essa referencialidade se torna importantíssima pra narrativa. Pra  falar a verdade, achei o filme inteiro irretocável. Não mudaria nada.

 

Link to post
Share on other sites

leomaran, como sabemos, o amor de Scorsese pelo cinema o levou a criar uma Fundação que luta para preservar filmes antigos. Contudo, acho eu que o filme sofreu um pouco com esse lado enciclopédico. Como a cobra que abocanha o próprio rabo.

 

 

 

Foi Nathaniel Rogers quem escreveu algo assim: "Mais um filme com Fotografia alaranjada nnnnãããããooooooo!!!!!" ?

 

 

 

Sobre ficar dependurado em relógios: prefiro Christopher Lloyd, em "De volta para o Futuro".

 

 

 

SergioBenatti2012-02-22 00:38:53

Link to post
Share on other sites

 

 

 

Não sei onde que Hugo é enciclopédico e referencioso demais se isso é perfeitamente encaixado no propósito do filme! Não é um exagero é um instrumento, um artifício pra atingir um dos focos da estória! E é brilhante o modo como ele o realiza, utilizando-se do 3D para tal. A aula de cinema de Scorscese é obrigatória aqui! Nessa parte, e em quase todas, o filme é irretocável! Tirando as partes de humor e as tramas paralelas bestinhas, todo o filme é perfeito!

 
Não consigo ler alguma coisa negativa da Streep numa das maiores atuações da carreira dela e ficar quieto! Não dá! É mais forte que eu! Se a atuação dela não é fluida, leve e natural é porque esse não é o propósito dela! Imagina uma Thatcher livre, leve e solta!!!! O rosto dela não passava esta imagem suave. E quando interpreta a primeira ministra na fase senil, Streep encontra o equilíbrio perfeito entre a humanidade, o começo do enlouquecimento e a tentativa de manter-se no controle, de continuar sendo rígida e durona (vide os diálogos dela com a filha e a formidável cena onde liga vários aparelhos que fazem barulho).
 
Que a Michelle é sensível, cativante e talentosa, não tenho dúvidas. Mas ainda vejo nela um tanto de fragilidade, falta de entrega, de paixão e de força no olhar e nas expressões, o que sobra em atrizes como Natalie Portman, Nicole Kidman e Annette Bening, ambas melhores que ela ano passado (com a Meryl nem comparo porque é covardia)!

bs11ns2012-02-22 02:08:40

Link to post
Share on other sites

A voz daquele menino é tão irritante que até agora só consigo me afastar do filme, apesar do restante do elenco ser excelente.

 

Tão Forte Tão Perto é a surpresa do ano até agora. Muito melhor que eu esperava. E melhora sempre que penso... concordo com a maioria falado aí. Só acha que em alguns momentos' date=' principalmente no Ato Inicial... o Daldry apela demais.

Mas depois, principalmente quando Max Von aparece, o filme melhora consideravelmente. Mas desculpem... eu fui único que gostei muito do menino... [/quote']
Link to post
Share on other sites

Avoz do menino é insuportável mesmo, assim como ele.  E Adami, conheço um lugar onde você seria linchado se proferisse tais comentários sobre Streep06, e, diga-se, ela está excepcional no filme, é uma luz no fim do túnel.  Não é a melhor, porque Davis e principalmente Close estão superiores, mas se ganhar, longe de ser injusto, mas que filmeco!  Sobre Michelle não é de se espantar que seja a melhor, embora ela vai ter que mexer muito o quadril pra eu achar superior a Close.  Ano passado era melhor sim, num empate técnico com a Bening, isso porque ela foi indicada pela atuação errada, se entrasse por Mother e Child não tinha pra ninguém.03

 

Link to post
Share on other sites

 

Não consigo ler alguma coisa negativa da Streep numa das maiores atuações da carreira dela e ficar quieto! Não dá! É mais forte que eu! Se a atuação dela não é fluida' date=' leve e natural é porque esse não é o propósito dela! Imagina uma Thatcher livre, leve e solta!!!! O rosto dela não passava esta imagem suave. E quando interpreta a primeira ministra na fase senil, Streep encontra o equilíbrio perfeito entre a humanidade, o começo do enlouquecimento e a tentativa de manter-se no controle, de continuar sendo rígida e durona (vide os diálogos dela com a filha e a formidável cena onde liga vários aparelhos que fazem barulho).
[/quote']

 

A atuação dela não chegou a me impressionar tanto, mas é realmente muito boa. Talvez o maior problema seja o roteiro ruim a que a personagem está presa, em um filme bastante medíocre, no geral.

 

Link to post
Share on other sites

 

 

 

 

My Week With Marilyn

 

Grata surpresa. O filme é bom. Achei que seria um telefilme desprezivel mas errei' date=' ele traça uma trajetória muito interessante de Marilyn e o período que ela está vivendo. Dá suas rateadas, mas no geral, bom filme e melhor que vários dos indicados. Cof The Trash, Moneytrash Cof... Essa tosse minha. 06

 

Michelle? Bom, disparada a melhor entre as indicadas pelo segundo ano consecutivo. Ano passado ela era a melhor por Blue Valentine e esse ano, again. Que atriz sensível, brilhante e extremamente cativante. Ela não tenta imitar Marilyn em tudo. Esperta, escolheu aspectos e compôs um trabalho nos detalhes. Primoroso, pois torna a atuação leve, fluída e natural, diferentemente de Meryl Streep, que deveria aprender uma ou duas coisas com ela.

 

 

 

 

 

[/quote']

Eu também me surpreendi com a atuação muito boa da Michelle. Não pelo talento dela, claro, mas por realmente ser o fator de grande destaque em um filme que considero bonzinho apenas. Ela parece por vezes sonhadora, aérea, teatral e triste de forma espontânea e alterna brilhantemente entre as diversas faces da personagem (e a Marilyn retratada é bastante perturbada, um papel bem difícil).

 

Não posso dizer ainda das outras atuações, já que não vi Close nem Streep, mas posso dizer que a atuação dela é melhor que todas as masculinas (a qual achei um ano fraco).

A propósito, o que é esse Bridesmaids? Que filme ruim, jesuis. Péssimo gosto, sem graça, constrangedor. Conseguiu deixar o fraquíssimo The Help uma obra prima. Como uma merda dessas consegue concorrer a melhor roteiro??? 09

 

Mr. Scofield2012-02-22 15:41:51

Link to post
Share on other sites

Apesar de detestar cada vez mais essas "transformações" em filmes como este, eu gostei da atuação de Meryl, principalmente na parte em que ela está relembrando, mais velha. O resto é careta e exagero, mas gosto. Mas não merece levar, e vai acabar pra Viola, que apesar de excelente, não faz nada num filme medíocre como Histórias Cruzadas. Preferia ver a Close - mesmo sem ter visto, mas também "caracterizada" de forma que me irritou, nos trailers - pelas injustiças passadas, como ter perdido por Ligações Perigosas.

Link to post
Share on other sites

 

 

Consegui  ir assistir Shame.

 

Honestamente, depois de ver o filme e depois de ler a notícia que pelo menos 80% dos votantes da academia estão na faixa etária acima dos 50 anos o fato do Fassbender, da Mulligan e do filme em si terem sido ignorados faz bastante sentido.

 

Mas sobre Shame, gostei bastante, embora tenha suas restrições. Me deixou com uma sensação terrível depois que eu terminei de assistir, mas num bom sentido. É até difícil descrever mais ou menos no pouco tempo que tenho mais a respeito mas acredito que o McQueen acertou e muito na abordagem detalhista mas ao mesmo tempo direta ao ponto escolhida por ele. A narrativa e o personagens principais apresentam determinada distância mas isso acaba ajudando a criar uma atmosfera de  empatia e de identificação com o Brandon e a Sissy, embora os dois sejam personagens miseráveis. E embora eu não tenha ficado chocado como algumas outras pessoas devo dizer que emocionalmente o filme pega e muito, mesmo que o McQueen não aposte num apelo dramático nesse sentido. Aliás, esse é um diretor pra se cuidar no futuro... estiloso, autoral,  mas sem nunca deixar isso virar uma distração da narrativa ou da história em si. E sabe como imprimir ritmo, o que é muito importante.

 

E o Fassbender se solidifica como o ator dessa geração pra mim. É uma atuação completa, honestamente. Ao contrário de outros atores que apelam demais pra técnica ou outros que utilizam apenas suas personas pra compor  personagens devo dizer que ele encontra um balanço perfeito aqui, alternando diversas coisas sem deixar de ser natural em nenhum momento. O mesmo se aplica pra Mulligan, que tá melhor aqui do que todas as atrizes indicadas como coadjuvante esse ano. Só pela cena de New York New York eu ja indicaria ela... mas enfim, ambos atores tem uma maturidade que impressiona.

 

Os indicados na categoria de ator pra mim seriam, em ordem de preferencia;

 

1 - Michael Fassbender - Shame

2 - Jean Dujardin - The Artist (tbm merece o premio)

3 - Matthias Schoenaerts - Bullhead

4 - Michael Shannon - Take Shelter

5 - Gary Oldman - O Espião que Sabia demais.

 

 

---

 

Ah, também vi o filme do Daldry. Esse eu achei  fraco, embora não pior que O Leitor. E o Thomas Horn mal começou a carreira e já atingiu niveis de histrionismo que muitos atores adultos ainda não encontraram.... mas o Max Von Sydon tá muito bem 01.

 

 

 

 

Beckin2012-02-22 16:11:52

Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

Announcements


×
×
  • Create New...