Jump to content
Forum Cinema em Cena

Awake


VagnerSgt
 Share

Recommended Posts

 

 

 

Awake.png

 
Estréia em 1º de março pelo NBC um drama com uma premissa no mínimo interessante: o detetive Michael Britten sofre um acidente de carro com a esposa e filho e a partir de então passa a viver duas realidades: uma onde quem sobreviveu foi a esposa e na outra o filho.
 
De princípio a idéia é a de que uma das realidades foi criada para lidar com a perda, mas o detetive parece não ter conhecimento de qual seja a real e qual a criada por sua mente e a ajuda de psicólogos (um em cada realidade) não parece ajudá-lo a definir qual seja a verdadeira. As coisas se complicam ainda mais quando pessoas e acontecimentos das duas realidades começam a se cruzar em situações diferentes, e que parecem se complementar, ajudando ele a resolver casos.
 
Abaixo trailer divulgado pela NBC:

VagnerSgt2012-02-13 22:34:37

Link to comment
Share on other sites

Vi o primeiro episódio no último final de semana e gostei muito! Falando um pouco sem correr risco de soltar spoiler, o episódio se foca muito nas conversas Michael e dos 2 psicólogos, que afirmam que o lado deles é o real. O episódio se desenvolve muito bem e quem está assistindo pode criar inúmeras teorias, mas o fato é que ficamos tão perdidos quando o personagem.

Link to comment
Share on other sites

Então, por ambos afirmarem que estão certo, me faz pensar que talvez estejam mesmo.

Daí a explicação poderia ser de duas dimensões que se cruzam

Tanto é assim que nos casos policiais, tanto da vida com a esposa e com o filho há interferencia, tipo pistas de uma e deoutra ajudando a elucidar o caso, logo, isso faz pensar que as duas relidades não seriama luacinação ou sei lá o que do cara... acho, né? think.gif

 

Link to comment
Share on other sites

É difícil dizer se o roteiro vai seguir para o lado da ficção científica, já que todo o episódio busca se focar em algo concreto, reforçando inclusive o fato de ter os 2 psicólogos, mas é válido. Uma explicação mirabolante que eu tive é que os 2 estão vivos e Michael talvez esteja em coma, ou seja parte de alguma experiência do governo (semelhante ao filme Contra o Tempo), mas tudo é muita viagem. O bom é que o episódio se sustenta facilmente sem qualquer teoria, já que o clima é de drama o tempo todo.

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

eu realmente espero que tenha algo de sci-fi ou algo fantástico na série.. pq sonhos não são tão organizados..

 

mas eu gostei do piloto.. tbm imaginei uma terceira via, na verdade dele estando em coma do acidente.. mas este tipo de coisa não se sustenta para mini-séries.. pois ou vc nunca revela ou a serie acaba..

 

 

 

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

Ótimo episódio... Só não curti muito aquele final da "delegada" e o homem misterioso... Mas ok...

 

 

 

Legal ver que um lado "apóia" o detetive e o outro "oprime" ele...

 

 

 

E bom mesmo não se prender ao fato de todas as cenas ele ter que estar presente... Achei bacana o modo como ele esta aprendendo a lidar com o filho... Aliás, pareceu mais interessado em lidar com o filho do que com a esposa... Não que não se importe com ela, prq ele se importa, mas...

 

 

 

Tomara que o Sci fi não seja puramente um sci fi, e não curtiria se ele estivesse em coma vivendo os dois lados, mas não nego que se bem trabalhado pode ser uma season finale interessante...

 

 

 

E acho que a moto vai dar merda... Não sei se pra esposa, pro filho ou para ambos... Como ele lidaria com um acidente de ambos os lados novamente ou de um dos lados? Veremos...

Link to comment
Share on other sites

Assisti o 1º episódio e o piloto funciona muito bem e a série tem muito potencial. E essa teoria de que ele esteja em coma e na verdade esposa e filho estejam vivos é bem interessante. Vou buscar o 2º.

Vi o 2º e honestamente se não fosse a cena final entre a delegada e o homem misterioso, o episódio não levava a série pra frente. Provavelmente a tônica da série será se concentrar em casos policiais que estejam interligados nas 2 realidades e pontualmente vamos acompanhando uma evolução aqui e ali da premissa principal. Não sei se é realmente necessário a presença dos 2 terapeutas em todos os episódios, já tá bem claro que ambos funcionarão como 2 lados da mesma moeda, mas tende a ser cansativo e repetitivo. Mas a série se mostra intrigante e a cena final leva a crer que tem algum interesse político/científico/criminal no acidente que vitimou a família do detetive, o que deixaria a tese do coma um pouco de lado.Thiago Lucio2012-03-18 10:12:06
Link to comment
Share on other sites

Minha opinião sobre os dois primeiros ep q escrevi em meu blog:

 

"Awake (série) – Um detetive, Michael Britten (Jason Isaacs, Lucius Malfoy da saga Harry Potter) , está dirigindo seu carro com sua esposa (Laura Aleen de The 4400 e Dirt) e filho (Dylan Minnette de Saving Grace)

e sofre um acidente onde um deles morre, ou melhor, os dois morrem.

Espere, vou explicar, a cada vez que o personagem principal dorme, ele

acorda em um mundo onde ou a esposa ou o filho está vivo, levando o

público a imaginar se ele está atravessando dimensões enquanto dorme, ou

se está em coma e sonha com tudo isso, ou até mesmo está morto e no

purgatório (Alô, Lost? Alguém?). Devido ao fato de que ambos estejam

vivos em realidades diferentes, Michael não entra em luto e segue sua

vida normalmente como detetive, tendo apenas que lidar com a dor de seu

filho que perdeu a mãe, e da esposa que perdeu seu filho, e os casos em

que trabalha na delegacia, apesar de diferentes em cada realidade, um

ajuda a solucionar o outro. A idéia da série é bastante interessante, um

roteiro super-original que acredito possa ser bem desenvolvido, pena

que nos dois primeiros episódios não foi bem isso o que aconteceu, a

dinâmica entre os dois mundos é meio confusa, e faz o espectador ficar

perdido sem saber em qual “dimensão” o protagonista realmente está, e a

solução dos casos policias se demonstra de forma bastante forçada, a

trama diz que o caso precisa ser solucionado, e ele é solucionado

praticamente ao acaso, o roteiro diz, então tem que acontecer, não

importa como. Mas apesar disso, a série tem potencial e continuarei a

assistir."

http://starsmuggler.wordpress.com/

 

Mas agora o terceiro ep foi bom, com ele usando a dinamica entre os dois mundo para resolver apenas 1 caso, o desaparecimento do próprio filho, ficou bem melhor do que utilizando dois casos por ep... acho que é por aí que a série tem q caminhar, buscando informações em um mundo para resolver o caso do outro... e o ator q faz o Rex é bem ruizinho...

 

Mas como o Lucio falou acima, a série periga se tornar bastante repetitiva se não for melhor desenvolvida...

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

Sith, é MUITO FÁCIL saber qual mundo o cara ta, é só notar que as cores mais frias são do mundo em que o filho sobreviveu e as mais quentes do mundo em que a mulher sobreviveu... No mundo em que a mulher sobreviveu ele tambem usa uma pulseira vermelha...

Link to comment
Share on other sites

É troll do  herege!

Nem é preciso se lembrar das pulseiras p/ identificar pq numa realidade só o filho tá vivo e no outro só a mulher.  Além disso os parceiros de Britten são diferentes em cada uma.

 

Tipo, qd aparecer a esposa é uma realidade e qd aparecer o filho é outra.

 

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...