Jump to content
Forum Cinema em Cena

Federico Fellini


rubysun
 Share

Qual é o melhor filme dirigido por Federico Fellini  

15 members have voted

  1. 1. Qual é o melhor filme dirigido por Federico Fellini

    • La Strada
      4
    • Julieta dos Espíritos
      1
    • Noites de Cabíria
      1
    • A Doce Vida
      7
    • Oito e Meio
      3
    • Satyricon
      0
    • Amarcord
      8
    • La Nave Va
      1
    • Cidade das Mulheres
      0
    • Outro
      0


Recommended Posts

Conheço pouco do trabalho do diretor italiano, vi só 3 longa-metragens, mas concluo precipitadamente que ele é um diretor MUITO superestimado. Pra conhecer o trabalho dele, cheguei a analisar na internet quais eram os filmes preferidos entre os fãs dele, e deu, La Nave Va, 8 e 1/2, Amarcord e A Doce Vida.

Só vi os três últimos. 8 e 1/2 é um bom filme, a relação desse com arte e estética e legal, mas sem muitos atrativos a mais. Ficou aquém da estima que ele leva. A Doce Vida é uma versão potencializada desse.

Fellini tem um grande defeito. Visto pelos seus filmes, parece que ele sente prazer em não se comunicar com o expectador. Podem reclamar de preguiça minha, mas eu não vejo sentido pra um filme virar as costas quando eu quero dialogar com ele. Todos os seus filmes são episódicos (o que pra mim, não é uma boa característica) e parece que ele sente prazer em ser prolixo, seus filmes são gordurosos. A Doce Vida poderia ter dito o que disse em 40 minutos a menos. Cheguei a procurar por explicações para tais gorduras e o que encontrei era viagem maior que as dos fãzóides de Matrix. Pelo menos até agora, ficarei lisonjeado se me provarem o contrário de que essas gorduras nada mais são que exercício estético.

Exercícios estéticos nem sempre são ruins. Poderíamos ter sido privados da narrativa não-linear de Kill Bill. Eu cheguei a pensar comigo mesmo, "ah é por causa de fatos como, a saga da Noiva no Japão é muito mais interessante que a luta com a mulher negra, vivida pela Vivica A. Fox. Mas se for assim, era só ele ter colocado a narrativa na ordem temporal no roteiro, não é o mesmo caso de Pulp Fiction, por exemplo". Era exercício estético. Atrapalhou? Não. Criticar "Kill Bill" pela narrativa não-linear é muita cabeça-dura, convenhamos. Ajudou? Não, mas pelo menos é legal, eu gosto. Se o exercício estético do Tarantino não atrapalha, o exercício estpetico do Fellini torna o filme chato, atrapalha, não tem a tal nulidade que nem Kill Bill. Qual a razão de tais gorduras e excessos? Desafio alguém a contradizer a teoria mais viável, que o italiano é um mala pretensioso.

Gostaria de acrescentar que se Amarcord não tivesse uns episódios interessantes e/ou engraçados, ele seria um lixo completo. O filme é um exercício estético mala, e não encontrei nenhum propósito no filme, que não fosse ser uma colcha de retalhos das lembranças de FEDERICO FELLINI, e acho que a única pessoa que vê sentido total nisso é ele. Logo, o público desse filme é FEDERICO FELLINI, o que me dá a desagradável impressão de que os fãs desse filme são pseudo-intelectuais.

Concluindo: Fellini é um diretor superestimado. E pra caralho. E um mala sem alça também.

As afirmações acima são opiniões, e não fatos. Desafio alguém a contradizer-me.

rubysun2006-6-19 19:22:21
Link to comment
Share on other sites

Falou, falou e falou... e única coisa que disse foi que achou o filme chato. smiley36.gif

Só vi "A Doce Vida" dele, e adoro. Confesso que nunca tinha visto em outro filme, personagens tão "vivos". Para alguns podem parecer caricatos, eu achei fenomenal! A atuação do Mastroianni é uma das melhores que eu já vi.

Mas não posso falar muito do diretor só tendo visto esse filme dele.

Link to comment
Share on other sites

Falou' date=' falou e falou... e única coisa que disse foi que achou o filme chato. smiley36.gif[/quote']

Bom, é verdade, mas com algum embasamento smiley36.gif.

Só vi "A Doce Vida" dele' date=' e adoro. Confesso que nunca tinha visto em outro filme, personagens tão "vivos". Para alguns podem parecer caricatos, eu achei fenomenal! A atuação do Mastroianni é uma das melhores que eu já vi.

Mas não posso falar muito do diretor só tendo visto esse filme dele.

[/quote']

O único dele que merece uma revisitada smiley1.gif. Seria uma obra prima se não fosse tão chato.

E o chato do Fellini não funciona que nem o chato que o Kubrick faz em 2001.

Link to comment
Share on other sites

Sinceramente eu acho quase impossível alguém assistir A Doce Vida e entender de primeira...é um filme em que a fama se sustenta na opinião daqueles que conseguiram chegar a conclusões (que fazem sentido, e não a velha história de "cada um interpreta como quer"). Bobagem não é, mas sim um filme cheio de pretensões, que exige DEMAIS do espectador. Eu não pretendo assistir outro dele tão cedo (não por não gostar, mas sim por saber que ainda não tenho condições de entender por mim mesmo). Burro eu não sou, mas talvez eu ainda seja verde demais pra assistir Fellini. smiley11.gif

 

Link to comment
Share on other sites

Sinceramente eu acho quase impossível alguém assistir A Doce Vida e entender de primeira...é um filme em que a fama se sustenta na opinião daqueles que conseguiram chegar a conclusões (que fazem sentido' date=' e não a velha história de "cada um interpreta como quer"). Bobagem não é, mas sim um filme cheio de pretensões, que exige DEMAIS do espectador. Eu não pretendo assistir outro dele tão cedo (não por não gostar, mas sim por saber que ainda não tenho condições de entender por mim mesmo). Burro eu não sou, mas talvez eu ainda seja verde demais pra assistir Fellini. smiley11.gif[/quote']

Ufa, que alívio ler isto smiley36.gif

Eu também sou "verde" demais para assistir e entender Fellini. Eu comecei tentando La dolce vita... uma tragédia. Não é chato, nem ruim, só um pouco abstrato.

Link to comment
Share on other sites

 

Nossa, Fellini é um diretor tranquilo de se assistir, principalmente seus priemiros filmes. Já vi quase todos os seus filmes e o unico que embaralhou um pouco a cabeça foi o Oito e Meio, o resto é tranquilo.... Até mesmo A Doce Vida.

 

O meu preferido é Amarcord.

Perrone2006-6-20 13:39:57

Link to comment
Share on other sites

Não estou dizendo que "A Doce Vida" é um mau filme, inclusive, ele já vale mesmo se vc não captar as "mensagens ocultas". É um filme que merece uma revisitada, aliás, o único do Fellini. "Oito e Meio" é mais ou menos bom.

O meu preferido é Amarcord.

Ora ora ora, um fã do filme... Quais os motivos, porque pra mim, esse filme é muito facilmente entendível, mas por enquanto, eu não vejo UM ponto bom significativo desse filme.

Link to comment
Share on other sites

Fico entre "A Doce Vida" e "Noites de Cabíria". Vou acabar dando um voto pra cada. smiley36.gif

"Amarcord" acho apenas legalzinho, e quando vi pela primeira vez minha primeira impressão foi "Mas é só isso?!"

"Satyricon" acho um porre, um enjôo dos mais pretensiosos. Não gosto de "Cidade das Mulheres". Os outros citados eu gosto.

Mas o pior é seu último: "A Voz da Lua".

Link to comment
Share on other sites

 

 

Quais os motivos' date=' porque pra mim, esse filme é muito facilmente entendível, mas por enquanto, eu não vejo UM ponto bom significativo desse filme.

[/quote']

 

Realmente Amarcord não tem nada de hermético, mas acho que não vem ao caso se há pontos significativos no filme. Eu acho esse filme maravilhoso pelo sentimento geral que ele me causou, muito mais do que qaulquer outro filme. Acho que é uma coisa mais pessoal, minha, talvez eu me indentificasse mais com esse filme do que A Doce Vida, por exemplo. Enfim, é mais pelo contexto geral e total que o filme me encanta com maior facilidade, sem é claro, deixar de gostar de toda sua filmografia, que é maravilhosa.

 

Link to comment
Share on other sites

Gosto dos primeiros filmes de Felinni tais como: A estrada da vida e Noite de Cabiria, ambas com a excelente Giulietta Massina. São filmes sensíveis e com finais de cortar o coração...O único que não consegui acabar de assitir por achar chato mesmo foi Oito e meio...os demais pra mim são puras fantasias como: Amacord, Julieta dos espiritos, Satyricon, La nave va. 

Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...
  • 6 months later...

Assisti a poucos filmes do Fellini: A Trapaça (1955), A Doce Vida (1960), Os Palhaços (1971) e E La Nave Va (1983). Não tenho dúvidas, dentre eles o melhor é A Doce Vida, apesar de eu admitir que foi um filme que exigiu muito e que não tenho certeza se absorvi bem (certamente não entendi ele todo, hehehe).

 

Mas tb quero comentar A Trapaça, que eu achei muito bom. Pelo que eu li da carreira do Fellini, a primeira fase dele se compõe de filmes mais "fáceis", e esse realmente não é tão abstrato, a narrativa é mais direta, mas nem por isso o talento do diretor se faz menos presente. E a atuação do Broderick Crawford é muito boa.
Link to comment
Share on other sites

Se 8 1/2 é o melhor eu não sei. Se é o mais chato, é capaz. Porque o trono de filme mais chato de todos os tempos é Amarcord, deus do céu, quando eu vi eu achei que fosse ter um ataque epiléptico ou começar a mijar sangue.

O texto que eu escrevi quando abri esse tópico é bem tosco, mas pq eu tava puto, nunca tinha visto uns filmes tão chatos. Não fui com a cara do estilo dele, mas um dia talvez eu dê uma nova chance... talvez...

Link to comment
Share on other sites

 

 

Bom, eu sou fã de Fellini (assim como de vários diretores italianos) e meu preferido é disparado 8½.

Vi alguns de seus filmes, mas não todos (por exemplo, ainda guardo comigo o pecado de não ter assistido a Noites de Cabíria). A primeira coisa que percebo quando converso é que existem pessoas que simplesmente detestam a forma dele de se expressar, seus filmes e seu estilo. Não posso dizer nada: simplesmente adoro TUDO...desde a construção dos ambientes, dos personagens, das interpretações emocionantes e das críticas sociais embutida em suas obras, dentre outras características. A atmosfera onírica e autobiográfica de 8½ são marcantes e a prostituta "gordinha" é uma de minhas personagens preferidas de todos os tempos (perde só para o magnífico vagabundo Chaplin e é claro, o recente e complexo Donnie Darko).

Dos da enquete já vi todos, menos Noites e Cidade das Mulheres. 040404

Não posso deixar de lembrar da emocionante e magnífica Giullieta Masina atuando em La Strada (1010101010) e que E La Nave Va conseguiu fazer eu admirar enormemente e colocar no top um filme que tem ópera (que não gosto nem um pouco) como um dos principais elementos. Só Fellini mesmo... 060606

 

Mr. Scofield2007-02-21 18:45:53

Link to comment
Share on other sites

Assisti apenas a dois filmes de Fellini: 8 e meio e A doce vida.

O segundo comprei em DVD.

Odiei 8 e meio, mesmo após tentar assistir 2 vezes.

A doce vida de Fellini, mesmo sendo uma experiência difícil e cansativa, contém cenas que considero brilhantes, como a sequência da falsa santa que operava milagres.

Não gosto do seu estilo de filmar, assim como não gosto de Pedro Almodóvar(sendo que deste acho que não consigo me interessar pelas tramas) e só gostei de um filme de Bergman(Persona).

Diretores altamente reconhecidos pelas mídias especializadas, mas que eu simplesmente não os colocaria em uma lista top 10.

Outros diretores superestimados que eu não suporto são: Truffaut e Godard.

 

MAD TIGER
Link to comment
Share on other sites

  • 6 months later...

Bem. Venho aqui pedir auxílio para o trabalho semestral da Faculdade da matéria História do Cinema Mundial.

Para realizar, devemos nos inspirar em algum diretor ou do Neo-Realismo Italiano ou da Nouvelle Vague e tirar uma foto relacionada ao trabalho deles. Fellini não é neo-realista por inteiro, mas, foi bastante influenciado (principalmente em 'A Estrada da Vida'). Logo, ele seria minha escolha. Entretanto, para compor a foto.. Tenho a difícil tarefa de ser criativo e original.

 

Fellini demonstrava grande admiração pelo circo. Logo, tive a idéia de tirar uma foto com um nariz de palhaço no chão e uma perspectiva da cidade ao fundo: um contraste entre a influência neo-relista e o circo. O que acham?

 

Alguém poderia me sugerir alguma outra idéia ou algum outro diretor (entre eles, Vittorio de Sicca, Godard, Truffaut, Visconti..)? 03 
Link to comment
Share on other sites

Desses italianos eu conheço muito pouco, da trinca neo-realista De Sica, Visconti e Rossellini eu só vi um filme de cada (Ladrões de Bicicleta, O Leopardo e Roma, Cidade Aberta), não são muito a minha turma. Acho que dá pra tirar conclusões e fotos muito mais criativas do que essa foto do nariz de palhaço + cidade pra referenciar Fellini, não achei lá essas coisas. O que dá mais pano pra manga é O Leopardo, acho que nessa linha se vc assistir o filme dá pra tirar idéias muito boas para contrastes.

 

Se for fazer da Nouvelle Vague, escolher Truffaut pode ser complicado, é uma coisa muito afetiva, pessoal, bastante gente adora (eu, por exemplo), ele é fácil de assistir, então o trabalho pode ficar ou muito simples ou exigiria muito. O Godard é outra história, ele é polêmico demais, ame/odeie, ou vc tem paciência pra se entregar para os filmes dele ou vc vai achar tudo uma merda. Eu gosto muito, meu preferido é Pierrot Le Fou, ele tem um estilo parecido com o do Tarantino, circular referências e personagens pseudocaricaturais, só que bem mais hermético. Enfim, se for pegar de um dos dois, pra tirar idéia nesse equilíbrio de estilo e temática, é interessante Os Incompreendidos, Beijos Proibidos e Noite Americana do Truffaut (todos têm em DVD); e Acossado, O Desprezo e Pierrot Le Fou, do Godard (Acossado tem DVD, mas só nas 2001's da vida, O Desprezo tá lançando agora, Pierrot Le Fou não tem). E seria bom se eles fossem vistos necessariamente nessa ordem. hum
Link to comment
Share on other sites

Pois é, ruby. É um tanto delicado ser original, fugir do convencional.

 

Eu, realmente, gostaria de trabalhar embasado nas obras de Fellini porque estou mais familiarizado e sou apaixonado por La Strada.

 

Certa vez, uma amiga minha me disse que Fellini, em uma entrevista, afirmou que sua inspiração para a construção de personagens excêntricos vinha através de seus passeios de Metrô. Acontece que não achei tal entrevista e precisaria de uma fonte comprovando que ele disse isso. Já até tinha uma idéia caso afirmação fosse verídica. Mas não encontro provas.
Link to comment
Share on other sites

O único que assisti do Visconti foi o excelente O Leopardo, que mostra uma burguesia bem decadente, tema bem comum do Neo-Realismo italiano. Se eu tivesse que tirar uma foto representando isso acho que faria um paralelo com os efeitos da globalização, e tentaria representar um neo-burguês alienado na foto. 06

Para Truffaut, a infância e o amor são 2 temas que ele trabalhou bastante. Para relacionar com a Nouvelle Vague, vc teria que encontrar uma forma de trabalhar os elementos da foto de forma autoral, talvez inspirado em alguma cena de seus filmes.

 

A idéia do circo/cidade não é ruim, mas vc teria que trabalhar na interpretação da foto, desenvolver algo com mais teor. Só a minha opinião, professor de faculdade adora encheção de lingüiça...06
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...