Jump to content
Forum Cinema em Cena

Cotas em Universidades


Travis Bickle
 Share

Você é a favor da adoção do sistema de cotas em universidades ?  

19 members have voted

  1. 1. Você é a favor da adoção do sistema de cotas em universidades ?

    • Sim
      10
    • Não
      43


Recommended Posts

 

Estamos nos tratando de uma prova' date=' querido Dook. As chances de você conseguir ir bem "por sorte" são zero. E que determinismo cego o seu dizer que aquele que estudou a vida inteira não vai passar, e o relapso que fez cursinho vai passar. Já disse e repetirei: cursinho não é nada se não for o esforço e a dedicação daquele que o faz.

 

Acima disso, me sinto injustiçado em saber que sou discriminado e excluído por ser branco (se é que sou) e de família de classe média.
[/quote']

 

Se você fosse negro e filho de classe pobre, seria bem diferente seu argumento aqui. 12Disto eu tenho certeza. O sofrimento é melhor arma contra aqueles que vivem nas assas do papai e da mamãe. É fácil falar aqui das cotas com o total desprezo, eu queria ver este assunto fora da Net, em um reduto miserável e não de certa forma seguro em casa com a banda larga.

<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

A cada dia que passa vejo aqui uma discrepância de realidades dos usuários, só sofrimento pessoal destes usuários que realmente elucidam seus argumentos. Isto não vale para o sofrimento de mamãe e papai, e sim o sofrimento do individuo aqui.  Seria como ver um alemão dizendo como um judeu não é descriminado na sua sociedade. Com que propriedade ele usa este argumento? Com que propriedade vocês da classe média dizem que o vestibular não segrega? Vocês fazem provas nas mesmas condições da classe menos favorecida? Acho que não. 12

Link to comment
Share on other sites

  • Replies 434
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Ou seja' date=' existe a possibilidade (grande) de uma pessoa que repetiu de ano 5 vezes, fazer um cursinho de 6 meses e passar numa USP. Absurdo, para dizer o mínimo... Esse é o sistema que vcs defendem.
[/quote']

Observe as duas questões abaixo:

1)
O Raio-X é uma onda eletromagnética de comprimento de onda ( λ ) muito pequeno. A fim de observar os efeitos da difração de tais ondas é necessário que um feixe de Raio-X incida sobre um dispositivo, com fendas da ordem de λ . Num sólido cristalino, os átomos são dispostos em um arranjo regular com espaçamento entre os átomos da mesma ordem de λ . Combinando esses fatos, um cristal serve como uma espécie de rede de difração dos Raios-X. Um feixe de Raios-X pode ser refletido pelos átomos individuais de um cristal e tais ondas refletidas podem produzir a interferência de modo semelhante ao das ondas provenientes de uma rede de difração. Considere um cristal de cloreto de sódio, cujo espaçamento entre os átomos adjacentes é a = 0,30 x 10-9 m, onde Raios-X com λ = 1,5 x 10-10 m são refletidos pelos planos cristalinos. A figura (1) mostra a estrutura cristalina cúbica do cloreto de sódio. A figura (2) mostra o diagrama bidimensional da reflexão de um feixe de Raios-X em dois planos cristalinos paralelos. Se os feixes interferem construtivamente, calcule qual deve ser a ordem máxima da difração observável?


fisica1cp4.jpg
2)
 quimicanj2.jpg
À pressão de 1 atm, uma amostra sólida de 25 g da substância A é aquecida de −40 oC até 100 oC, a uma velocidade constante de 450 J min−1. Considere que todo calor fornecido é absorvido pela amostra. Construa o gráfico de temperatura (oC) versus tempo (min) para todo o processo de aquecimento considerado, indicando claramente as coordenadas dos pontos iniciais e finais de cada etapa do processo. Mostre os cálculos necessários.


Portanto um candidato à vaga que faça 6 meses de cursinho e responda questões desse tipo e passe no vestibular, digo que passa, mas passa bonito e da forma mais justa possível porque é o MELHOR. Absurdo é você achar que não!

Sem mais 03

 

Se eu estiver fazendo história?06 Qual a utilidade mesmo na minha vida profissional e dentro da faculdade de Ciências Sociais em uma prova de física?06

Tenta outra. 06

Link to comment
Share on other sites

Ou seja' date=' existe a possibilidade (grande) de uma pessoa que repetiu de ano 5 vezes, fazer um cursinho de 6 meses e passar numa USP. Absurdo, para dizer o mínimo... Esse é o sistema que vcs defendem.
[/quote']

Observe as duas questões abaixo:

1)
O Raio-X é uma onda eletromagnética de comprimento de onda ( λ ) muito pequeno. A fim de observar os efeitos da difração de tais ondas é necessário que um feixe de Raio-X incida sobre um dispositivo, com fendas da ordem de λ . Num sólido cristalino, os átomos são dispostos em um arranjo regular com espaçamento entre os átomos da mesma ordem de λ . Combinando esses fatos, um cristal serve como uma espécie de rede de difração dos Raios-X. Um feixe de Raios-X pode ser refletido pelos átomos individuais de um cristal e tais ondas refletidas podem produzir a interferência de modo semelhante ao das ondas provenientes de uma rede de difração. Considere um cristal de cloreto de sódio, cujo espaçamento entre os átomos adjacentes é a = 0,30 x 10-9 m, onde Raios-X com λ = 1,5 x 10-10 m são refletidos pelos planos cristalinos. A figura (1) mostra a estrutura cristalina cúbica do cloreto de sódio. A figura (2) mostra o diagrama bidimensional da reflexão de um feixe de Raios-X em dois planos cristalinos paralelos. Se os feixes interferem construtivamente, calcule qual deve ser a ordem máxima da difração observável?


fisica1cp4.jpg
2)
 quimicanj2.jpg
À pressão de 1 atm, uma amostra sólida de 25 g da substância A é aquecida de −40 oC até 100 oC, a uma velocidade constante de 450 J min−1. Considere que todo calor fornecido é absorvido pela amostra. Construa o gráfico de temperatura (oC) versus tempo (min) para todo o processo de aquecimento considerado, indicando claramente as coordenadas dos pontos iniciais e finais de cada etapa do processo. Mostre os cálculos necessários.


Portanto um candidato à vaga que faça 6 meses de cursinho e responda questões desse tipo e passe no vestibular, digo que passa, mas passa bonito e da forma mais justa possível porque é o MELHOR. Absurdo é você achar que não!

Sem mais 03

 

Se eu estiver fazendo história?06 Qual a utilidade mesmo na minha vida profissional e dentro da faculdade de Ciências Sociais em uma prova de física?06

Tenta outra. 06

 

é exatamente este tipo de pessoa que o vestibular elimina. Hoje sinto uma falta extrema das outras matérias (memória seletiva, guarda só o que usa). Estou até pensando em rever estas matérias. Um profissional so ensino superior, Plutão, precisa do mínimo de conhecimento. Como um físico que não sabe português...Tudo é importante e ajuda a pessoa ter uma visão mais ampla. Temos que lutar é justamente contra a visão estreita de um cirurgião do joelho direito.
Conan o bárbaro2007-07-09 11:18:02
Link to comment
Share on other sites

Ok' date=' Daniel. Discordo radicalmente da sua posição e até me entristece um pouco que vc apele para o lulismo puro e irrestrito algumas vezes (vestibular na sorte?09 na USP?13), mas não vou desmerecê-lo por causa disso...ninguém é perfeito.03 Amigos, amigos, convicções partidárias à parte.01

 

Fui hoje à reunião do movimento anti-cotas e vi uma das coisas mais lindas da vida: a paixão por uma causa. As pessoas compareceram em peso, expuseram suas idéias, tudo com muita eloquência, sem discriminação ou argumentos falhos...tudo feito com a maior legitimidade possível.

Concluímos que o que gerou essa aprovação absurda de 30% das vagas foi:

 

1) Indiferença da sociedade que duvidava da aprovação.

2) Inconstitucionalidade e desrespeito ao regimento da própria universidade, que como uma líder bem colocou, virou "terra sem lei".

3) Pressão do governo federal que através de "ações afirmativas", PREMIA as universidades com verba extra, fazendo reluzir os olhos de capachos como o Henneman.

4) Falta de organização e comodismo da frente contrária.

 

Agora, com os pingos nos "is", já temos nosso projeto de manifestação preparado e não é demais dizer que todas as nossas ações visaram a democracia e a liberdade de expressão, sem arruaça e batucada inútil como fizeram os partidários da outra causa. Não sei que merda um pai de santo pode entender de vestibular e ensino público, quiçá de legislação, mas esse é o Brasil e esse é o governinho populista que incita à dissidência social e à discriminação.

Não vou entrar em méritos com quem "sabe tudo"... cada um que fique com a sua verdade e lute por ela.03

`

Para a gauchada:

 

Quinta-feira, 12 hrs em frente ao Objetivo, Independência próximo ao Colégio Rosário. Iremos em passeata até a reitoria da UFRGS. Já que a luta é 99% política, como nos disse o advogado, que mostremos onde estão os 80% que desaprovam a queda da democracia no pampa.02
[/quote']

 

Realmente isto é discriminação. 06<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

A esqueci de elogiar seu novo avatar, combina com a sua mentalidade. 0306

Link to comment
Share on other sites

 

é exatamente este tipo de pessoa que o vestibular elimina. Hoje sinto uma falta extrema das outras matérias (memória seletiva' date=' guarda só o que usa). Estou até pensando em rever estas matérias. Um profissional so ensino superior, Plutão, precisa do mínimo de conhecimento. Como um físico que não sabe português...Tudo é importante e ajuda a pessoa ter uma visão mais ampla. Temos que lutar é justamente contra a visão estreita de um cirurgião do joelho direito.
[/quote']

 

Concordo. Quanto mais saber melhor para todos, mais liberdade para todos. Mas então pro que se matricular somente em uma faculdade?17 Por que não no curso de ciências humanas quando você passa em provas que supostamente te habilita em áreas do conhecimento de Ciências Humanas, Biológicas, Exatas etc. Simples: O conhecimento deve ser guardado com ciúmes, por aqueles quem tem o poder.

Link to comment
Share on other sites

 

Ah! Esqueci de dizer que a meta seguinte é que os índios entrem SEM VESTIBULAR na Universidade.06

 

E sim' date=' Daniel, mantenho minha lógica. O PFL não fez merda nenhuma e ainda manipulou os números na Educação para fingir um desenvolvimento ilusório. Sei de tudo isso...mas medidas comunistas como as malditas cotas(lê-se chavismo) são respostas bem à altura, não acha?17 Troque inércia por fascismo e a lógica também fará sentido pra vc.

 

E não falem como se eu defendesse o vestibular. Não o criei, apenas fiz o que fazem todos os animais: adaptei-me ao ambiente. Se me chamarem para um movimento pró reestruturação do ensino superior contra o vestibular, atenderei com a mesma paixão que dedico ao movimento anti-cotas...mas enquanto o governo e a classe estudantil não se mobiliza para tal, manterei meu discurso de que a avaliação escolhe os melhor preparados PARA ELA. Inteligência e esforço aqui não divergem como tu disseste, nem colidem totalmente como disseram outros. Sorte conta...mas não conta para tudo na vida, afinal?03
[/quote']

 

Condiz! Se eu tive as mesmas oportunidades de você teria a mesma opinião. O mesmo procede, se você estivesse na minha posição. É fácil lutar por uma causa que te favorece. É fácil lutar contra as cotas. E não! Não sou negro e muito menos deixei de entrar na universidade com “desmereço do mérito”.  

Link to comment
Share on other sites

 

E você mostrou mais uma vez a sua incapacidade de raciocinar sozinho' date=' por isso vou ignorar03

 

 

Falou tudo, THX. As cotas só vão aumentar mais o preconceito no mercado de trabalho para os negros. E até darão mais mérito ao não-negro que passa numa boa faculdade pública.

 

Vamos imaginar duas pessoas disputando a mesma vaga no trabalho. Um tipo de "O Aprendiz". Os dois passaram na USP, porém um passou por causa do sistema de cotas, e outro conseguiu passar pelo seu esforço e estudo. Para o Justus, quem será o mais capacitado? 03
[/quote']

 

Tá bom fascine de Record! Comparar o mercado de trabalho ao programa estúpido do Aprendiz foi o fim Freud ou melhor foi Freude! 06

Vai trabalhar e deixa a TV.06

Plutão Orco2007-07-09 11:47:22
Link to comment
Share on other sites

Passar no vestibular não quer dizer nada além, que o estado é incapacitado de abranger a todos por isto cria este método seletivo. Um método por sua vez que busca reavaliar o que já deveria ser avaliado no Ensino Fundamental e Médio ao longo de anos e não só em um exame simplório.03 Um exame que mais favorece quem pode pagar os melhores educadores, em médio e curto prazo ao ser realizado. Inclusive em uma pesquisa mundial, o Brasil é bem criticado pro isto, por sua exclusão social no ensino superior.

<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

No quesito vestibular ou não vestibular' date=' eu não tenho uma opinião formada. Não sei se a questão do profissionalismo mal executado reside aí.

 

Fato é que o Brasil passou, desde as reformas educacionais da década de 60, por uma inclusão discente para a qual não estava preparado (na verdade, não estavam preparados AMBOS - instituição e discente). Acho que o grande problema da educação brasileira foi a inclusão das classes menos favorecidas ao sistema educacional público e a consequente queda nos níveis do ensino público com a retirada em massa da classe média do sistema . O ensino público se tornou sinônimo de ensino para os pobres (a velha retórica populista).

 

Esta queda nos níveis vem, ao longo dos últimos anos, perpassando todos os níveis educacionais e tem alcançado o ensino superior agora (porque os incluídos no sistema a vinte ou trinta anos atrás, estão em idade de cursarem faculdades hje). Ou seja, o cara alcança um grau sem o devido conhecimento que deveria estar vinculado ao grau alcançado. Como as faculdades públicas sempre foram um funil do sistema (por causa de suas estratégias de seleção) a maré ainda não as alcançou. Mas alcançou as faculdades privadas, onde os processos seletivos são pouco concorridos ou devidamente facilitados para que ocorra a aprovação do indivíduo.

 

Eu penso um pouco diferente dos outros. Eu acho que faculdade NÃO é para todos. É para quem quer...
[/quote']

 

Realmente a pobreza é uma doença.06 Uma doença gerada por quem mesmo? 17

<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

Obs.: A cada dia que entro neste fórum vejo o quanto as pessoas aqui se esforçam para serem as mais intolerantes e preconceituosas do mundo. Só ainda não me deu louca de responder a altura, porque ai estaria dando a oportunidade que vocês tanto querem. 03

Somente duas perguntinhas para vc, Plutão:

1 - Vc se considera de que classe social?

2 - Sendo vc da classe média, diga-me onde buscou, na maior parte de sua vida a assistência educacional e sanitária (ou seja, por quantos anos estudou na escola pública e se vc tem plano privado de saúde ou SUS)?

Vc se esqueceu de aumentar também o tamanho DO FINAL DA FRASE, onde explico o porquê das quedas nos níveis de educação dos ensinos fundamental e médio, onde digo que A QUEDA DOS NÍVEIS DA EDUCAÇÃO NO BRASIL NÃO SE DEVEU À ENTRADA DOS MENOS FAVORECIDOS AO SISTEMA, MAS À EXCLUSÃO DE NOSSA COVARDE CLASSE MÉDIA DA LUTA PELOS SEUS DIREITOS AO ENSINO PÚBLICO DE QUALIDADE. O mesmo aconteceu com a saúde (por isto lhe pergundo acima se vc é SUS ou privado). A auto-exclusão de nossa covarde classe média causou um espaço de abandono que levou a assistência social brasileira ao encontro de políticas populistas, eleitoreiras e sem-vergonhas... A classe média preferiu fugir para o sistema privado a lutar por seu direito à assistência gratuita e de qualidade.

Em outras palavras, meu amigo, se a sua resposta acima for CLASSE MÉDIA e FIZ ENSINO PRIVADO E TENHO PLANO DE SAÚDE PRIVADO, saiba que VOCÊ faz parte, na íntegra, das políticas de exclusão social e preconceituosas, que vc mesmo critica. Sem mais.

 

Em tempo:

 

Estudei TODA a vida na escola pública, não fiz cursinhos pré-vestibulares e nunca tive plano de saúde privado.
Jack_Kundeiner2007-07-09 13:15:06
Link to comment
Share on other sites

Quanto mais saber melhor para todos' date=' mais liberdade para todos. O conhecimento deve ser guardado com ciúmes, por aqueles quem tem o poder. [/quote']

 

1 - O que é o conhecimento? O que é a sabedoria?

 

A lavadeira, a faxineira, a cozinheira, a passadeira utilizam ou não conhecimento para o exercício de suas funções???

 

Acho que existe um tom discriminatório no conceito de CONHECIMENTO.

 

Existe "conhecimento" melhor que outro, mais válido que outro?

 

2 - O conhecimento stricto senso é um objetivo de todos? Será que a faculdade é um objetivo que deve ser seguido por todos? Ou será que devemos encontrar pessoas que simplesmente não querem estudar?

 

3 - Onde se busca o conhecimento em seu sentido estrito? Ele está realmente guardado, não revelado?

 

Não haveria acontecido uma pequena confusão entre o conceito de CONHECIMENTO em sentido amplo e estrito? Como aqueles que tem o poder guardam o conhecimento??? Quais os métodos utilizados? Quem são estes que tem o poder?

 

Para aprofundamento destas questões, pode-se ler autores maravilhosos, como Durand, Bourdier, entre outros.

 

 

 

 
Link to comment
Share on other sites

 

Somente duas perguntinhas para vc' date=' Plutão:

1 - Vc se considera de que classe social?

2 - Sendo vc da classe média, diga-me onde buscou, na maior parte de sua vida a assistência educacional e sanitária (ou seja, por quantos anos estudou na escola pública e se vc tem plano privado de saúde ou SUS)?

Vc se esqueceu de aumentar também o tamanho DO FINAL DA FRASE, onde explico o porquê das quedas nos níveis de educação dos ensinos fundamental e médio, onde digo que A QUEDA DOS NÍVEIS DA EDUCAÇÃO NO BRASIL NÃO SE DEVEU À ENTRADA DOS MENOS FAVORECIDOS AO SISTEMA, MAS À EXCLUSÃO DE NOSSA COVARDE CLASSE MÉDIA DA LUTA PELOS SEUS DIREITOS AO ENSINO PÚBLICO DE QUALIDADE. O mesmo aconteceu com a saúde (por isto lhe pergundo acima se vc é SUS ou privado). A auto-exclusão de nossa covarde classe média causou um espaço de abandono que levou a assistência social brasileira ao encontro de políticas populistas, eleitoreiras e sem-vergonhas... A classe média preferiu fugir para o sistema privado a lutar por seu direito à assistência gratuita e de qualidade.

Em outras palavras, meu amigo, se a sua resposta acima for CLASSE MÉDIA e FIZ ENSINO PRIVADO E TENHO PLANO DE SAÚDE PRIVADO, saiba que VOCÊ faz parte, na íntegra, das políticas de exclusão social e preconceituosas, que vc mesmo critica. Sem mais.

 

Em tempo:

 

Estudei TODA a vida na escola pública, não fiz cursinhos pré-vestibulares e nunca tive plano de saúde privado.
[/quote']

 

<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

2- Como pode supor que eu seja da classe média sendo que nem respondi a primeira pergunta? E não. Não sou da classe média, sou da “classe menos favorecida” e por sua descrição uma classe burra. Toda a “ajuda” conseguida no estudo e na saúde, foi através do precário estado. Na verdade foi através de mim mesmo, pagando os impostos e assim como os meus pais.  Ai de mim se eu adoecer e depender do SUS ou SUSTO. Nem tenho plano de saúde descente para cobrir. Sorte que a minha seleção natural dos meus ancestrais, me tornou forte para ficar de pé <?:namespace prefix = st1 ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:smarttags" />em saúde. E sim são em sua magnânima maioria desejáveis sistemas e instituições públicas até onde me lembro como pessoa. O governo vai e vem em mais de 20 anos de vida e como dizem aqui onde moro e dou toda razão: “...muda o mosquito da merda, mas a mesma permanece”.

 

 Mas voltando a questão que você levantou até onde eu saiba condição social não é determinante de Q.I. Tipo classe media + inteligente que classe menos favorecida. Ou classe media era responsável pelo alto conceito das escolas até a década de 60. Será que interpretei errado o seu post? 17 Duvido.

 

E não sei o por que de tanto esmero em uma classe social? Como se a classe media fosse o umbigo deste país e do mundo.

Link to comment
Share on other sites

 

1 - O que é o conhecimento? O que é a sabedoria?

 

A lavadeira' date=' a faxineira, a cozinheira, a passadeira utilizam ou não conhecimento para o exercício de suas funções???

 

Acho que existe um tom discriminatório no conceito de CONHECIMENTO.

 

Existe "conhecimento" melhor que outro, mais válido que outro?

 

2 - O conhecimento stricto senso é um objetivo de todos? Será que a faculdade é um objetivo que deve ser seguido por todos? Ou será que devemos encontrar pessoas que simplesmente não querem estudar?

 

3 - Onde se busca o conhecimento em seu sentido estrito? Ele está realmente guardado, não revelado?

 

Não haveria acontecido uma pequena confusão entre o conceito de CONHECIMENTO em sentido amplo e estrito? Como aqueles que tem o poder guardam o conhecimento??? Quais os métodos utilizados? Quem são estes que tem o poder?

 

Para aprofundamento destas questões, pode-se ler autores maravilhosos, como Durand, Bourdier, entre outros.

 
[/quote']

 

1-Didaticamente falando, o conhecimento é coletânea de informações obtida do ser humano em diversas áreas. Isto inclui desde o mais simples aprendizado primitivo como comer, dormir, copular até o mais complexo como ler, somar, imaginar e criar.

<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

Já sabedoria é o valor do aprendizado adquirido. Como ela utiliza aquilo para o bem dela e dos outros. A pessoa pode ter bastante conhecimento e pouca sabedoria. Uma coisa bem comum em nossos governantes ao redor do mundo.

 

2-Não mesmo, nem todos buscam a faculdade são pessoas “maravilhosas” e de alto Q.I. Isto não quer dizer nada. O conhecimento não esta unicamente lá, contudo é o caminho mais visível para o poder nesta sociedade humana como em muitas da atualidade. E mesmo assim, nem todos querem o poder de governabilidade ou algum cargo através do ensino superior.

 

3-Como já esbocei de forma simplória, o conhecimento nunca para de crescer. Contudo, adquirir consciência do seu saber é fundamental.

 

4-Quem guarda o poder? Olhe no passado e me responda se algo mudou?

 

E os autores citados que não tive ainda o prazer de ler, já estão na minha infinita lista de leitura.

Plutão Orco2007-07-09 14:52:52
Link to comment
Share on other sites

 

Somente duas perguntinhas para vc' date=' Plutão:

1 - Vc se considera de que classe social?

2 - Sendo vc da classe média, diga-me onde buscou, na maior parte de sua vida a assistência educacional e sanitária (ou seja, por quantos anos estudou na escola pública e se vc tem plano privado de saúde ou SUS)?

Vc se esqueceu de aumentar também o tamanho DO FINAL DA FRASE, onde explico o porquê das quedas nos níveis de educação dos ensinos fundamental e médio, onde digo que A QUEDA DOS NÍVEIS DA EDUCAÇÃO NO BRASIL NÃO SE DEVEU À ENTRADA DOS MENOS FAVORECIDOS AO SISTEMA, MAS À EXCLUSÃO DE NOSSA COVARDE CLASSE MÉDIA DA LUTA PELOS SEUS DIREITOS AO ENSINO PÚBLICO DE QUALIDADE. O mesmo aconteceu com a saúde (por isto lhe pergundo acima se vc é SUS ou privado). A auto-exclusão de nossa covarde classe média causou um espaço de abandono que levou a assistência social brasileira ao encontro de políticas populistas, eleitoreiras e sem-vergonhas... A classe média preferiu fugir para o sistema privado a lutar por seu direito à assistência gratuita e de qualidade.

Em outras palavras, meu amigo, se a sua resposta acima for CLASSE MÉDIA e FIZ ENSINO PRIVADO E TENHO PLANO DE SAÚDE PRIVADO, saiba que VOCÊ faz parte, na íntegra, das políticas de exclusão social e preconceituosas, que vc mesmo critica. Sem mais.

 

Em tempo:

 

Estudei TODA a vida na escola pública, não fiz cursinhos pré-vestibulares e nunca tive plano de saúde privado.
[/quote']

 

<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

2- Como pode supor que eu seja da classe média sendo que nem respondi a primeira pergunta? E não. Não sou da classe média, sou da “classe menos favorecida” e por sua descrição uma classe burra. Toda a “ajuda” conseguida no estudo e na saúde, foi através do precário estado. Na verdade foi através de mim mesmo, pagando os impostos e assim como os meus pais.  Ai de mim se eu adoecer e depender do SUS ou SUSTO. Nem tenho plano de saúde descente para cobrir. Sorte que a minha seleção natural dos meus ancestrais, me tornou forte para ficar de pé <?:namespace prefix = st1 ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:smarttags" />em saúde. E sim são em sua magnânima maioria desejáveis sistemas e instituições públicas até onde me lembro como pessoa. O governo vai e vem em mais de 20 anos de vida e como dizem aqui onde moro e dou toda razão: “...muda o mosquito da merda, mas a mesma permanece”.

 

 Mas voltando a questão que você levantou até onde eu saiba condição social não é determinante de Q.I. Tipo classe media + inteligente que classe menos favorecida. Ou classe media era responsável pelo alto conceito das escolas até a década de 60. Será que interpretei errado o seu post? 17 Duvido.

 

E não sei o por que de tanto esmero em uma classe social? Como se a classe media fosse o umbigo deste país e do mundo.

1 - A FRASE É CONDICIONAL - "SENDO VC DA CLASSE MÉDIA" = "SE VC FOR DA CLASSE MÉDIA"

 

2- NOSSA COVARDE CLASSE MÉDIA = A CLASSE MÉDIA BRASILEIRA.

 

3 - A CLASSE MÉDIA É SIM O MOTOR POLÍTICO, MERCADOLÓGICO E IDEOLÓGICO DE QUALQUER SOCIEDADE DEMOCRÁTICA OCIDENTAL. FATO.
Link to comment
Share on other sites

O pessoal aqui delira que é uma maravilha' date=' começo a achar que ninguém posta sóbrio. 06 Sempre passam num barzinho antes de vir aqui, não é atoa que tópico “O Comportamento dos Bêbados” está sempre em alta e de pileque. 06

[/quote'] No meu caso, bebi lendo a obra de Fernando Henrique Cardoso sobre os estratos sociais e o caso da classe média brasileira.
Link to comment
Share on other sites

Só respondendo:

 

"Do ponto de vista matemático' date=' é praticamente impossível passar no vestibular só chutando"

 

 

O matemático Jorge Oishi, da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), não acredita muito neste história. O especialista calculou para o Terra quais seriam as chances de um candidato que não sabe absolutamente nada passar no vestibular através do "chutômetro", em uma prova de múltipla escolha com cinco alternativas.

"Não importa a alternativa escolhida, a probabilidade de um aluno acertar no chute é de 20%. Para acertar duas questões, a chance diminui para 4% (1/5 x 1/5= 1/25 e 1/25 x 100) e para acertar três, fica ainda mais difícil: 0,8%", expliuca.

Oishi esclarece que para conseguir 118 pontos na Fuvest, por exemplo, a probabilidade é 1/5 elevado a 118. O resultado: 3,32307 E-83 (uma seqüência de oitenta zeros e um três). "Isso dá a idéia da dificuldade. É praticamente impossível passar no vestibular chutando do ponto de vista matemático. Para quem não sabe nada, chutar ou resolver são quase equivalentes". [/quote']

 

 

Odeio estatísticas... Elas nunca pintam o quadro como ele realmente é... Apenas dão uma pequena - e muitas vezes falha - noção do que realmente rola...
Dook2007-07-10 15:11:00
Link to comment
Share on other sites

Os vestibulares das universidades públicas em geral são bem elaborados; ninguém passa por sorte. Numa prova de múltipla escolha um candidato' date=' chutando todas as questões, vai conseguir entre 20%e 30% dos pontos, o que não é suficiente para passar nem em biblioteconomia.
[/quote']

 

O exame da OAB é bem elaborado, reprovando cerca de 80% de todos aqueles que se inscrevem (lembrando que não existe limite de vagas, todos aqueles que fizerem a pontuação mínima passam para a próxima fase), é de múltipla escolha, tendo os mesmos elementos dos vestibulares das universidades públicas. Eu passei para a segunda fase no chute...

 

Acabei de provar o quanto essa estatística é furada... 0303  
Link to comment
Share on other sites

Odeio estatísticas... Elas nunca pintam o quadro como ele realmente é... Apenas dão uma pequena - e muitas vezes falha - noção do que realmente rola...

 

Isso significa que você acredita que é possível passar no vestibular só chutando?

 

Acabei de mostrar em meu último post que sim... passei no chute no exame da OAB que, considerando sua dificuldade, seu índice de reprovação e sua elaboração (aqui em SP pela Vunesp e pela FGV), pode muito bem ser equiparado a muitos vestibulares de universidades públicas.
Link to comment
Share on other sites

 

Somente duas perguntinhas para vc' date=' Plutão:

1 - Vc se considera de que classe social?

2 - Sendo vc da classe média, diga-me onde buscou, na maior parte de sua vida a assistência educacional e sanitária (ou seja, por quantos anos estudou na escola pública e se vc tem plano privado de saúde ou SUS)?

Vc se esqueceu de aumentar também o tamanho DO FINAL DA FRASE, onde explico o porquê das quedas nos níveis de educação dos ensinos fundamental e médio, onde digo que A QUEDA DOS NÍVEIS DA EDUCAÇÃO NO BRASIL NÃO SE DEVEU À ENTRADA DOS MENOS FAVORECIDOS AO SISTEMA, MAS À EXCLUSÃO DE NOSSA COVARDE CLASSE MÉDIA DA LUTA PELOS SEUS DIREITOS AO ENSINO PÚBLICO DE QUALIDADE. O mesmo aconteceu com a saúde (por isto lhe pergundo acima se vc é SUS ou privado). A auto-exclusão de nossa covarde classe média causou um espaço de abandono que levou a assistência social brasileira ao encontro de políticas populistas, eleitoreiras e sem-vergonhas... A classe média preferiu fugir para o sistema privado a lutar por seu direito à assistência gratuita e de qualidade.

Em outras palavras, meu amigo, se a sua resposta acima for CLASSE MÉDIA e FIZ ENSINO PRIVADO E TENHO PLANO DE SAÚDE PRIVADO, saiba que VOCÊ faz parte, na íntegra, das políticas de exclusão social e preconceituosas, que vc mesmo critica. Sem mais.

 

Em tempo:

 

Estudei TODA a vida na escola pública, não fiz cursinhos pré-vestibulares e nunca tive plano de saúde privado.
[/quote']

 

<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

Ai de mim se eu adoecer e depender do SUS ou SUSTO. Nem tenho plano de saúde descente para cobrir.
 

É justamente esta posição apolítica que critico grandemente. E é esta mesma posição que muitos sociólogos brasileiros de renome criticam na classe média brasileira. Pela frase' date=' temos claramente a impressão que o SUS é uma política social À PARTE da realidade de todos os brasileiros capazes de pagar "planos de saúde decentes". O SUS e a escola pública SÃO PARA TODOS OS BRASILEIROS e as suas insuficiências se devem, EXCLUSIVAMENTE, à desorganização política da sociedade brasileira (PRINCIPALMENTE DA CLASSE MÉDIA, mas não vou explicar aqui o porquê agora) na cobrança efetiva e organizada de seus direitos plenos nestas políticas inclusivas de assistência social. 

 

Mas voltando a questão que você levantou até onde eu saiba condição social não é determinante de Q.I. Tipo classe media + inteligente que classe menos favorecida. Ou classe media era responsável pelo alto conceito das escolas até a década de 60. Será que interpretei errado o seu post? 17 Duvido.

 

E não é mesmo... aliás, não foi isto que eu disse...

As classes baixas carecem de peso ideológico e organização política suficiente para MODIFICAREM ESTRUTURAS E INSTITUIÇÕES. Isto porque as classes menos favorecidas costumam (preste atenção na palavra COSTUMAM) se envolver em questões muito mais imediatas em suas vidas, como alimentação e moradia. É como se não sobrasse "tempo" (explicando porcamente, claro) para lutas relacionadas às questões mais abstratas da realização humana, como o direito à liberdade de expressão, a auto-realização pessoal em nível ABSTRATO, etc. Não disse que as classes menos favorecidas tem menos QI... A capacidade de cobrança, de retorno da classe média é o termômetro das instituições e dos governos...

Vou dar um exemplo simples: uma mãe que more na favela e ganhe meio salário como empregada doméstica vai se preocupar mais com qual das questões abaixo:

 

1- Trabalhar para que não falte comida no prato de seus filhos OU

2- Ir à escola diariamente para supervisionar as políticas de ensino adotadas pela escola deles???

 

Com certeza, a primeira questão é mais contundente para esta mãe. E mesmo que ela deseje fazer jus às duas questões em pé de igualdade, haveria conhecimento dela para COMPREENDER, CONVENCER, ORGANIZAR e TRANSFORMAR as pessoas à sua volta em prol de uma escola melhor, por exemplo??? Acho imprudente responder que sim... Infelizmente são RARÍSSIMAS as exceções neste quesito.

 

 
Link to comment
Share on other sites

 

3 - A CLASSE MÉDIA É SIM O MOTOR POLÍTICO' date=' MERCADOLÓGICO E IDEOLÓGICO DE QUALQUER SOCIEDADE DEMOCRÁTICA OCIDENTAL. FATO.
[/quote']

 

Ou seja, estamos ferrados... Com uma classe média passiva, alienada e pseudo-engajada como a brasileira, quem é que precisa de classe pobre ou rica??

 

06
Link to comment
Share on other sites

 

3 - A CLASSE MÉDIA É SIM O MOTOR POLÍTICO' date=' MERCADOLÓGICO E IDEOLÓGICO DE QUALQUER SOCIEDADE DEMOCRÁTICA OCIDENTAL. FATO.
[/quote']

 

Ou seja, estamos ferrados... Com uma classe média passiva, alienada e pseudo-engajada como a brasileira, quem é que precisa de classe pobre ou rica??

 

06

 

Na verdade isto não é só um problema de Brasil. Mas a classe média é considerada um problema também na mentalidade dos EUA e Grã-bretanha. E como você já colocou em sua assinatura. “A Classe Média não é uma classe social é sim um estado de espírito”. Anônimo 06

<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

 

Plutão Orco2007-07-10 15:48:40
Link to comment
Share on other sites

Sou contra cotas para negros. Mas a favor de cotas sociais. Aliás, no momento, no Brasil faculdade pública deveria ser exclusivamente para pessoas sem recursos e as vagas restantes disputadas livremente.

Caso o custo do ensino superior não possa ser totalmente abatido do imposto de renda, o que restar seria uma importante contribuição dos brasileiros mais privilegiados para com os mais necessitados.

Na questão da saúde vale a pena assistir o "documentário" do Michael Moore sobre o sistema de saúde dos EUA e sua comparação com o de outros países. Da para fazer uma boa reflexão do que acontece no Brasil e qual nós deveríamos buscar.
Link to comment
Share on other sites

 

O exame da OAB é bem elaborado' date=' reprovando cerca de 80% de todos aqueles que se inscrevem (lembrando que não existe limite de vagas, todos aqueles que fizerem a pontuação mínima passam para a próxima fase), é de múltipla escolha, tendo os mesmos elementos dos vestibulares das universidades públicas. Eu passei para a segunda fase no chute...

 

Acabei de provar o quanto essa estatística é furada... 0303  
[/quote']

Claro, isso é perfeitamente normal... Eu fiz um teste na SWAT para trabalhar como sniper e também acertei todos os alvos sem mira telescópica, inclusive uma azeitona em queda livre após formar uma parábola a 1.500 m.

 
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements


×
×
  • Create New...