UA-130521384-1 Jump to content
Forum Cinema em Cena
Jorge Soto

Vingadores

Recommended Posts

Eu entendo JOÃO SPIDER' date=' mas não concordo com a sua definição. Por exemplo, você assiste um drama e uma comédia. Você gosta muito dos dois filmes. Mas gostou mais do drama. Portanto, o drama foi melhor pra você, e por consequencia, é mais legal. Entende a minha discordancia do seu comentario? [/quote']

 

 

 

Capitei a vossa mensagem estimado Questão.

 

 

 

Entendo que os gêneros são diferentes e que comparações não são tão pertinentes... mas espero que tenha entendido que o ponto principal dessa avaliação não foi a qualidade técnica dos flmes, e sim a questão dos "sorrizinhos" de um amante dos quadrinhos...

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 No caso de "Vingadores" e "TDKR" os gêneros não são diferentes, JOÃO SPIDER, as propostas é que são.

 

 Entretanto, entendo que você esta falando do "aceno para os fãs das hqs". Isso com certeza estara mais presente em "Vingadores" mesmo. Até por que Whedon é um fã de Hq, e Nolan não (o nerd da familia é o irmão dele, o Jonathan Nolan).
Questão2012-05-01 15:08:18

Share this post


Link to post
Share on other sites

Concordo com o que disseram que a trama é simples e oq vale é a integração dos personagens.

 

 

 

A questão é q eu não me contentei com isso. Não me satisfiz com as gracinhas deles. Queria uma trama. Personagens desenvolvidos e tal. Acho que por isso não gostei tanto.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não complexa, porém mais regular e bem escrita. Aki parecia um emaranhado de fodões se juntando para a cena final. Tipo, se vc cortar as duas horas que antecedem a meia final, não fará falta.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 

 

Mas se é notório que o vilão é fraco e que a trama envolvendo ele é mó bocó e chatona (e ela ocupa 50% do filme) pq insistiram e trazê-lo do THOR para esse filme? Podiam ter feito um vilão muito mais ameaçador e que batesse de frente com todos os heróis e não um cara normal como esse (é só lembrar da cena do Hulk).

 

 

 

Mas a trama mesmo eu achei meio fracona' date=' sabe? Muitos heróis, muitos superpoderes e muita abstração. Eu acho que os filmes de super heróis se destacam quando eles fazem pontes com o mundo real (cara solitário do Homem Aranha, o milionário do Homem de Ferro, o jornalista do Super-Homem, o deslocado Thor na Terra e claro, Batman, o mais realista de todos).

 

[/quote']

Acho que é porque pretendem futuramente mostrar a evolução do personagem como o Tensor falou. Até aqui ele é incrivelmente besta mesmo, concordo plenamente.

 

Quanto à trama, não sei. Acho que não há padrões tão definidos para mim, o universo é sempre bastante absurdo (são pessoas com roupas ridículas, pô 06), não gosto de conexões muito radicais com o mundo real, tira a magia. Não é à toa que detesto Begins.

 

 

Mr. Scofield2012-05-01 16:50:10

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olha a ditadura de pemsamento' date=' todos devem amar o filme ou estarao errados.[/quote']

 

Eu vi muito disso ai... a um tempo atras, num topico de um certo personagem da dc...

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 

 

 

O vilão é fraco. Sem originilidade' date=' sem carisma e não impõe medo. Ou seja, a trama toda envolvendo ele falha absurdamente pela falta de interesse. Tava dando lhufas para oq ele queria fazer.

 

 

[/quote']

Na verdade, Loki não é um vilão comum. Não há dúvidas que ele realmente é fraco e sem carisma, mas mais uma vez houve uma antecipação e consciência disso pela direção - uma interessante estratégia é dizer com todas as palavras pela voz de algum personagem aquilo que muitos estão pensando no momento.

 

Quando aquele representante daquela raça lá (Tensoooooor 06) conversa com Loki no outro mundo, há a exposição clara em suas palavras de que os anseios do asgardiano são estúpidos e infantis. E nem podia ser diferente, são as fraquezas do suposto deus que conferem a ele vulnerabilidade e incapacidade de agir sozinho. O personagem não foi concebido para impor medo por si só, funciona como ameaça iminente para ser um canal de transição para inimigos muito mais poderosos, é uma formiga que sobrevive perante inúmeras botas (e faz você pensar: "que merda, porque eles não detonam logo esse mala?". Tanto que no clímax do filme seu papel se torna absolutamente secundário.

E é justamente a obviedade de sua derrota um dos fatores que tornam a estória divertida mas tensa, pois todo mundo sabe que é questão de tempo sua ocorrência.

 

 
 
 
Mas o Loki é realmente isso: a ambição dele é estúpida e infantil. Ele é o irmão invejoso que colocou na cabeça que era menos aos olhos do seu pai e agora quer mostrar o quanto magnifico é. A ambição é de moleque rancoroso' date=' mas a infantilidade para por aí. Tirando isso ele é realmente o Deus da trapaça. É alguém que pode manipular quem seja. Não tem os maiores poderes, mas normalmente quando existe uma conspiração, uma trama indecifrável, ele está no topo dela, por mais inesperado que seja. Me arrisco a dizer que ele perde apenas para o Dr. Destino na periculosidade, tamanho o poder de manipulação e estratégias insanas que cria.    [/quote']
 
 
 
Perfeito isso. Sempre achei que o Loki era muito mais um cara que pendia para a intriga e a cizânia do que alguém que tivesse de usar a força (que ele não tem) para resolver alguma coisa. O diretor equilibra muito bem a tensão que cresce desde do início do filme e culmina com o quebra quebra no porta aviões; era como se os vingadores precisassem primeiro acertar suas diferenças e entender o lugar de cada um, uma preparação para o ato final do filme (onde todos trabalham como uma verdadeira equipe e ainda assim, surpreendentemente cada um consegue brilhar).
 
Coube a Hulk traduzir em uma cena magnificamente hilária o que TODOS nós no cinema pensávamos a respeito de Loki. E sim, Mark Rufallo conseguiu imprimir ao seu Hulk humanidade e ferocidade, com alternâncias assustadoras.
 
Vou parar por aqui, cada vez que me lembro de alguma cena do filme a tendência é achá-lo um dos melhores que eu já assisti... e por favor, assistam Serenity e me digam se o cara já não tinha vocação... 06
 

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 
Coube a Hulk traduzir em uma cena magnificamente hilária o que TODOS nós no cinema pensávamos a respeito de Loki. E sim' date=' Mark Rufallo conseguiu imprimir ao seu Hulk humanidade e ferocidade, com alternâncias assustadoras.
 
[/quote']

Independente de minha opinião sobre o filme, não creio que essa cena será superada por qualquer uma no ano.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Por mais que tenha achado Os Vingadores meio decepcionante, é ingegável três coisas:

 

 

 

1- O filme nos faz rir mais que muita comédia.

 

 

 

2- Eles equilibram de forma bastante natural todos os heróis.

 

 

 

3- A cena final é muito bem feita.

 

 

 

O resto é louvação de fã. 06.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 

Por mais que tenha achado Os Vingadores meio decepcionante' date=' é ingegável três coisas:

 

 

 

1- O filme nos faz rir mais que muita comédia.

 

 

 

2- Eles equilibram de forma bastante natural todos os heróis.

 

 

 

3- A cena final é muito bem feita.

 

 

 

O resto é louvação de fã. 06.gif [/quote']

Ênfase nesta parte. 06.gif

 

By the way, não consegui ler a crítica do Pablo, fãzoides detonaram o site do CeC. 06.gif

Mr. Scofield2012-05-01 19:16:58

Share this post


Link to post
Share on other sites
Por mais que tenha achado Os Vingadores meio decepcionante' date=' é ingegável três coisas:

1- O filme nos faz rir mais que muita comédia.

2- Eles equilibram de forma bastante natural todos os heróis.

3- A cena final é muito bem feita.

O resto é louvação de fã. 06.gif [/quote']

 

1 - Pecado isso? O filme faz o bom uso do humor. Tanto que não cai no ridículo em nenhum momento, mesmo usando muito humor.

 

2 - Sim. Cada um tem sua importância ali na história.

 

3 - A cena final não é só bem feita. Ela é simplesmente foda. Não espero ver outra cena assim nos próximos filmes de super heróis que estão vindo por ai (DC ou Marvel).
Jailcante2012-05-01 19:31:02

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 Eu levei um tempo pra conseguir ler a critica do Pablo. Acho que Marvetes estão atacando o site06

 

 Mas no geral, não gostei. O Pablo condena ali o cinema despretensioso, condenação que em minha opinião é uma babaquice sem tamanho.

 

 Ele diz algo (que o RENATO tambem comentou na critica dele) sobre a mudança de personalidade do Hulk. Mas o filme parece deixar bem claro que a personalidade do monstro é afetada pelas condições em que a transformação ocorre. Quando a transformação é deliberada, o Hulk é "mais docil", quando é forçada (caso do porta aviões) o Hulk torna-se mais feroz. Precisava mesmo explicar isso em palavras? Não seria didatismo? E o Pablo ainda tem a audácia de falar em publico médio quando exige didatismo. Um pouco contraditório isso ai.

 

 Se bem que devo confessar que isso fica muito mais claro para quem assistiu a O INCRIVEL HULK. Mas acho plenamente possivel entender a isso assistindo apenas a VINGADORES.
Questão2012-05-01 19:41:43

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sabe o que também não faz sentido? O Chewbacca!

 

...

...

...

 

Ok, ok... juro que a próxima vez que eu postar aqui será depois de assistir ao filme...

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Eu entendi a visão do Pablo e, embora perceba muitos dos elementos que ele ilustra, os valores são completamente diferentes. Muito do que ele vê como negativo vejo como mérito no filme.

 

Citando um exemplo: a opção pelo não-sangue tem um efeito excelente, por exemplo, porque não desvia a atenção do que interessa e muito menos causa repúdio desnecessário. Simplesmente não é objetivo da estória ir por esse lado e foi uma ótima escolha ao meu ver.

 

Ao contrário de Avengers, Watchmen, por exemplo, que tem muito mais sangue, é bem mais violento e me agrada mais, mas todo o contexto da estória é infinitamente mais sombrio, sério e pesado. A ambientação realmente confere uma percepção um pouco mais adulta, mas não vejo nada mais que questão de escolha e foco. Os dois funcionam muito bem, cada um no seu quadrado.

 

Mr. Scofield2012-05-01 20:09:10

Share this post


Link to post
Share on other sites
Ele diz algo (que o RENATO tambem comentou na critica dele) sobre a

mudança de personalidade do Hulk. Mas o filme parece deixar bem claro

que a personalidade do monstro é afetada pelas condições em que a

transformação ocorre. Quando a transformação é deliberada' date=' o Hulk é

"mais docil", quando é forçada (caso do porta aviões) o Hulk torna-se

mais feroz. Precisava mesmo explicar isso em palavras? Não seria

didatismo? E o Pablo ainda tem a audácia de falar em publico médio

quando exige didatismo. Um pouco contraditório isso ai[/quote']

Lamento, mas concordo com o Renato, não tem o menor sentido. E isto ocorre porque não há elementos na trama suficientes para chegar a tais conclusões. Não ocorreram várias transformações para estabelecermos um padrão. A única ideia que me convence é que a explicação ocorrerá futuramente (porque definitivamente não houve ainda), pois o filme é cheio de incursões para continuações (vide o que o Tensão falou do Loki).

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 Vamos falar mais sobre isso. Temos duas transformações no filme. Uma com um Hulk mais controlavel, e a outra com um Hulk totalmente fora de controle. Na que ele esta fora de controle, a transformação não foi deliberada, na que ele esta mais "docil", a transformação foi totalmente deliberada. O que exatamente não faz sentido?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×