Jump to content
Forum Cinema em Cena

Cinéfilos


Administrator
 Share

Você se considera um cinéfilo?  

25 members have voted

  1. 1. Você se considera um cinéfilo?

    • Sim
      18
    • Não
      12


Recommended Posts

 

Bom' date=' li todo o tópico para aprender o que é uma resenha e pretendo participar esse mês.

Mas deixa ver se eu entendi, uma resenha é falar sobre o filme sem fazer uma sinopse, sem usar muitos spoilers, se conseguir sem melhor, falando o que entendeu, viu, achou do filme com paixão, é isso??
[/quote']

O que é Resenha

Relação minuciosa.

Enumeração por partes.

Escrito em que se dá uma idéia geral e sumária de uma obra, sem se demorar em apreciações críticas.

O que é Crítica

crítica sf (de crítico) 1 Apreciação minuciosa. 2 Apreciação desfavorável. 3 Censura, maledicência. 4 Discussão para elucidar fatos e textos. 5 Exame do valor dos documentos. 6 Arte ou faculdade de julgar o mérito das obras científicas, literárias e artísticas. 7 Juízo fundamentado acerca de obra científica, literária ou artística. 8 Filos Parte da Filosofia que estuda os critérios. 9 Conjunto dos críticos; sua opinião. C. pessoal: a em que se trata mais do autor que da obra.

 

Portanto, considerando o objetivo do jogo, acredito que seria melhor se os candidatos elaborassem CRÍTICAS e não RESENHAS. Peço desculpas pelo emprego errado da palavra "resenha"...

 

eu acho que nem tem o pq de o Dook ou qualquer outro jurado se desculpar pelo mal emprego da expressão em voga. acho que a implicância de alguns dos participantes é por mero preciosismo e/ou pq tiraram notas baixas. a gente quer ler textos bem escritos, fluídos, criativos e pq não, informativos. seja resenha, crítica ou o caralho a quatro.

 

Link to comment
Share on other sites

  • Replies 641
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Lá (no Cineclube) é um espaço agradável para discutir sobre filmes e o comentário postado servia como aperitivo para introduzir a discussão. [/quote']

 

Era. O Nacka trancou o tópico, depois de ter permitido que os melhores textos de cada mês escolhidos aqui fossem para lá, ele voltou atrás. 07 Engraçado, ele prefere o tópico trancado, por não estar sob o comando dele (como se existisse isso de tópicos terem dono) que movimentado por novas críticas. Lamentável.

 

O melhor texto de cada mês será publicado, portanto, aqui mesmo. O "Cineclube" que continue às moscas.

 
Link to comment
Share on other sites

img72/6392/cinefilosmaioxs4.jpg

 

 

nocountry.jpg

 

Título Original: No Country for Old Men
Gênero: Drama
Tempo de Duração: 122 minutos
Ano de Lançamento (EUA): 2007
Site Oficial:
www.nocountryforoldmen.com
Estúdio: Paramount Vantage / Miramax Films / Mike Zoss Productions / Scott Rudin Productions
Distribuição: Miramax Films / Paramount Pictures
Direção: Ethan Coen e
Joel Coen
Roteiro: Ethan Coen e Joel Coen, baseado em livro de Cormac McCarthy
Produção: Ethan Coen, Joel Coen e Scott Rudin 

 

 

CINEMA PARA OS FORTES

 

“Gosto de ouvir sobre os velhos tempos...”

 

<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />
<?:NAMESPACE PREFIX = O /><?:NAMESPACE PREFIX = O />

Como fazia falta ver o melhor do cinema dos irmãos Coen. Na obra de Joel e Ethan, os dois irmãos de Minneapolis que construíram carreira marcante no cinema americano desde 1984, existem basicamente dois tipos de filmes. Os Coen percorrem os caminhos distintos da comédia e de um estilo de filme que não tem, propriamente, uma classificação. Mas é esse estilo que, invariavelmente vai trazer o mais comum ( e o pior ) do ser humano que guarda, também as melhores mostras do talento dos irmãos. Não que as comédias sejam comuns. Longe disso. “ Roda da Fortuna”, “Arizona Nunca Mais”, “O Grande Lebowski” e  “O Brother Were Art Thou?” não podem ser consideradas padrão na cinematografia americana. São ácidas, inteligentes, ágeis, críticas e muito, mas muito cínicas. Mas é quando resolvem simplesmente contar uma história sem se preocuparem com o riso que os irmãos oferecem o melhor de seu talento para a história do cinema. Foi assim com sua estréia, o impactante “Gosto de Sangue”. Foi assim com “Miller’s Crossing”. Foi assim com “Fargo”, que era o melhor de seus filmes. É assim com “Onde os Fracos Não Têm Vez”, que traz nos homens das modernas pradarias americanas – e hotéis de beira de estrada – os substitutos da caipira de Fargo no posto de grande filme da carreira dos irmãos.

NoCountryNBR.jpg

 

 

Como a maior parte dos filmes dos dois, “Onde os Fracos Não Têm Vez” não é um filme fácil ao público “mainstream”.  É uma releitura que pode criar um novo parâmetro para um gênero que parecia não ter inovações. Ao trazer para as paisagens desérticas dos Estados Unidos a mitologia do western, os Coen mostram que, se mudaram os tempos e os personagens, pouco mudaram as motivações - em seu âmago, o ser humano ainda é um selvagem. Lutar contra esse sentimento é inútil, apesar de nobre. A paisagem árida das pradarias, o ambiente dos hotéis de beira de estrada, as  “rotas 66” que cruzam esse ambiente árido  e, principalmente, as motivações de quem vive ( e sobrevive ) nesse ambiente não foram feitas para quem ainda vive nos velhos tempos. É disso que trata o título original do romance de Cormac McCarthy, ( o livro teve uma tradução mais fiel, "Onde os Velhos Não Têm Vez" ), ligado diretamente ao personagem interpretado por um ainda ótimo Tommy Lee Jones. É no diálogo final que se entende isso, mas é uma constatação que vai sendo contruída desde sua primeira aparição… desde as primeiras falas do filme. De certa forma, o título nacional não resume esse sentimento - os velhos representados por Jones não são necessariamente fracos – mas, mesmo fora de contexto, não ficou de todo mal: pelo menos, seu sentido não é mentiroso. Os fracos também não têm vez nesse cenário. Os fracos simplesmente imploram, ou argumentam. Os fortes desse ambiente árido não pensam duas vezes. Os fracos dizem “Você não precisa fazer isso.” Os fortes respondem de forma seca. “Isso é o que todos dizem…”

 

no-country-red-band.jpg

 

Jones é um xerife de uma cidade pequena no Texas, cuja trajetória durante o filme se confunde com a do típico texano interpretado por Josh Brolin (crescendo na cotação americana depois de deixar o bigode crescer e ficar com cara de Nick Nolte) e do matador profissional Javier Bardem, o dono do filme. Como o assassino Anton Chigurh, ele cria um personagem antológico – uma personalidade doentia, de frases curtas, desconcertantes, olhar perdido e um cilindro de ar comprimido (!!!). Seu diálogo com o dono de um armazém de beira de estrada é genial, simples, desconcertante e tenso ao extremo.  O que une esses três personagens, assim como nos antigos faroestes, é o que menos importa: a busca por 2 milhões de dólares que o caçador texano de Brolin encontrou ao dar de cara com o cenário desolado de uma negociação fracassada de venda de drogas. O que mais importa aos Coen é ter as motivações necessárias para exporem seus demônios. Dão ao cinema a prova de que essas motivações podem ser modernizadas e criar um novo gênero, o western moderno.

pc-nocountry533.jpg

 

Como a narrativa é o que importa, a música praticamente inexiste. É o público contemplando os personagens traçando seus destinos.  Como o ambiente tem tanta importância quanto os personagens que nele habitam, os longos planos abertos típicos dos diretores estão presentes. Como na realidade dos Coen a vida não é um mar de rosas, as pendências não precisarão, necessariamente, ser resolvidas. A vida é assim, o cinema dos Coen também. Quem se dispõe a acompanhar uma história – e não a querer contá-la num ciclo fechado - terá uma bela experiência… a melhor da carreira dos irmãos. É cinema para os fortes…".

~~~
Link to comment
Share on other sites

Mas ele falou que não pode mais postar lá' date=' ou apenas trancou o tópico depois de vc ter colocado a resenha do Dreyer?17[/quote']

 

"O Nacka é um velho ranzinza que vive boicotando as coisas que faço", eu diria, em outros tempos (com motivos, não é a 1ª vez). Hoje digo apenas: Foda-se, colocamos o melhor texto aqui mesmo. Deixo para fazer essas reclamações via MP, diretamente com ele, e o Big One. 0206

 

Ele simplesmente trancou o tópico, impedindo que comentassem a resenha do Dreyer, o que foge completamente da proposta daquele tópico, pelo seguinte motivo (palavras dele, via MP):

 

"Eu gosto do tópico específico do Cineclube do jeito que ele é, limpo. Uma resenha e comentários sobre o filme e pronto. Tá enfeitado demais, tem propaganda demais e posts demais ANTES da resenha ser publicada, desculpe mas não criei o Cineclube para isso". 

 

Eu propus então, que ele limpasse as "propagandas" (postei apenas as avaliações dos jurados para a resenha do Dreyer e uma lista com os concorrentes, o flood, antes disso, ele ignorou), mas deixasse o texto do Dryer por lá, com o tópico aberto para que pudesse ser comentado. Ainda não obtive resposta.
Enxak2008-06-04 14:12:37
Link to comment
Share on other sites

Curioso... não foi ele mesmo que aprovou a idéia de que o texto vencedor seria postado no Cineclube??

 

0909

 

Sim' date=' ele mesmo, tá na 1ª página desse tópico:

 

 

 

Tio Nacka deixa. 

 

 

Nunca tente achar lógica nas decisões do "padrinho". 0706

 

E por birra, ele ainda tirou o "Cinéfilos" dos tópicos fixos (que voltou a ser fixado pelo Big One). 09

 

Enfim, já foi.

 

PESSOAL, JÁ ESTÁ VALENDO! PARTICIPEM DO "CINÉFILOS" POSTANDO AQUI QUALQUER TEXTO RELACIONADO A CINEMA OU A FILMES EM GERAL ATÉ O DIA 24/06. O SEU TEXTO PODERÁ SER ESCOLHIDO, DEPOIS DE PASSAR PELA AVALIAÇÃO DOS JURADOS, O MELHOR DE JUNHO!

 

 
Enxak2008-06-04 15:32:21
Link to comment
Share on other sites

nossa!! "onde os fracos nao têm vez" é a traduçao de "no country for old men"!?!?!? Puxa vida, eu que nao li o texto por ser um filme que pensei que nao tinha assistido... hahaha...

 

enxak, sugestao:

 

ao invés de cada jurado postar a avaliaçao de todos os textos os jurados deveriam mandar todas suas avaliaçoes para voce, e assim que um filme tiver sido avaliado por todos os jurados, vc posta o texto e todas as suas avaliaçoes, num unico post, para que as coisas fiquem mais organizadas

 

talvez se no topico tivesse apenas os textos e as avaliaçoes dos jurados o cara ai permitira colocar os resultados daqui la

 

 

Link to comment
Share on other sites

Como o Cineclube está fechado, vou fazer o comentário aqui mesmo.

 

Desse filme, que eu considero um dos melhores desse ano de 2008 fácil fácil, tenho uma leitura um pouco diferente da resenha vencedora. O que mais me chamou a atenção em No Country foi a crise de valores em uma sociedade onde o desajustado tornou-se o ajustado, gerando a perplexidade que é revelada no monólogo final do xerife. Ele perdeu a capacidade de ler e compreender seus semelhantes, assim como muitos outros cujas crenças não têm mais eco.

 

Por isso é que eu penso não haver dicotomia entre fortes e fracos no filme. Se isso fosse possível, Chigurh certamente figuraria como o personagem mais fraco da estória, em termos de personalidade e de convicção dos próprios atos. Tanto é assim que, como diz a mulher do Llewelyn, ele se esconde atrás de uma moeda para justificar seus crimes.

 

Grande filme. Talvez seja mesmo o melhor dos Cohen, superando por pouco Gosto de Sangue (embora eu ainda não esteja bem certo disso).
Link to comment
Share on other sites

Se vocês tivessem passado pelo que eu passei para criar e levar adiante aquilo lá talvez entendessem, mas isso não vem ao caso.

 

O tópico foi reaberto e estará sempre, não será mais fechado por qualquer motivo que seja. É verdade que dos tópicos que já criei no fórum tenho predileção pelo Cineclube, mas tenho pavor dessa história de "o dono do tópico" não sou dono de nada e Enxak deixo claro de uma vez por todas que apesar de não aprovar a FORMA como você bola algumas coisas no fórum, reconheço o mérito daquilo que você faz, para o bem ou para o mal.

 

E sobre o Cinéfilos deixar de ser um tópico fixo não tive qualquer participação nisso. Seria mesquinho da minha parte e posso garantir que não o fiz.

 

 

 

 
Link to comment
Share on other sites

Na verdade, Enxak (e aproveito aqui para esclarecer aos demais que ainda não sabem)... Foi você mesmo quem fez o tópico do Cinéfilos deixar de ser fixo:

 

Como alguns sabem (e achei que você, como usuário antigo, saberia)... Quando se edita o 1º post do tópico, se ele for fixo, ele deixa de ser. Então é preciso pedir para fixá-lo novamente.

 

E como você sabe e todos podem ver, você editou o 1º post do tópico:

 

clique para ver ---> bullet

 

Enxak
Designer de Produção
Designer de Produção
Avatar
Registrado em: 05/Jun/2006
Moro em: Stupidland
Status: Offline
Respostas: 12277

Quote Enxak Respostabullet Tópico: Cinéfilos
    Enviada 07/Maio/2008 as 14:39

 Você se cadastrou no Fórum Cinema em Cena para falar de religião, futebol e sexo? Ou cadastrou-se só para floodar? Qual é o seu problema afinal, criatura??? 09

Chegou a hora de mostrar a todo mundo que o seu cadastro no fórum não foi um equívoco, que você gosta de cinema e que está aqui para brilhar!

 

 

logosmallrn8.jpg

 

A cada mês, através da avaliação de cinco jurados , será escolhida a melhor resenha feita, aqui neste tópico, e a melhor de todas irá parar no Cineclube em Cena.

 

>> Além disso, a participação no "Cinéfilos" estará valendo pontos para quem estiver participando também do "Cinegame".

 

 

 

Índice de resenhas vencedoras:

 

 

img72/6392/cinefilosmaioxs4.jpg

 

Página 22 >> bullet

 

 


Editado por Enxak - Hoje as 13:33

Veras2008-06-04 23:03:40
Link to comment
Share on other sites

 

 

 

 

 

 

 

E por birra, ele ainda tirou o "Cinéfilos" dos tópicos fixos (que voltou a ser fixado pelo Big One). 09

 

Enfim, já foi.

 

 

 

[/quote']

 

Eu quero diretamente falar desse post e das coisas que vêm sido discutidas aqui. Conforme a Veras disse acima, ficou claro quem foi o autor da "desfixação" do tópico. "Birra" do Nacka? Vamos ser mais cuidadosos com nossas colocações para não pagar micos como esse e acusar pessoas por algo que não fizeram.

Quanto ao Cineclube: a atitude do Nacka foi um protesto (assim como as saídas do fórum do Enxak em momentos difíceis também foram), na minha opinião, AMBAS exageradas (tanto que ele reabriu o tópico depois e o Xaka está de volta).

É inegável que havia excesso de posts seguidos sobre o Cinéfilos (podia-se, por exemplo, sintetizar as avaliações dos jurados em um post). E diga-se, até acho muito legal a divulgação do resultado e a tentativa de estímulo ao pessoal , mas havia coisas realmente excessivas para aquele tópico. Questão que para vocês pode parecer boba, mas para nós tem a ver com a boa organização dos tópicos do Cinema em Cena. Coisas administrativas mesmo.

Acho que as atitudes devem ser ponderadas. Não há sentido nessa briga de cão e gato, você é um dos usuários que contribuem de forma excepcional no fórum com suas brincadeiras extremamente criativas (e aqui falo sério: eu nunca havia visto algo parecido com o que você consegue fazer: sua criatividade, inteligência e disposição são tão contagiantes que nos impele a ajudar imediatamente: vide Bauerrrrrrrrrr, Cold, eu e outros).

Já o Nacka pra mim é simplesmente o melhor entre os moderadores desde que entrou no grupo (bem antes que eu, que sou o neném por lá 06), além de ser um amigo aqui no fórum . Quando falam em pesquisas de melhor mod ou coisa parecida não penso nem dez segundos. Fico ansioso para ler seus posts e opiniões. É um dos usuários na qual me fizeram permanecer sem pestanejar no CeC mesmo vendo boa parte dos meus amigos irem embora no ano passado (e no início dessa fase foi bem difícil ver isso acontecendo). Dá gosto ver ele por aqui.

E porque dois usuários tão excepcionais ficam nessa bobeira é algo que nunca vou entender. Ambos privam por um fórum melhor. Será que os caminhos têm que ser tão diferentes?

Acho que essa situação deve fazer refletir um pouco todo mundo. Será que a contenção dos excessos e da ansiedade do Xaka (sim, ele é bem ansioso em ver as coisas se concretizarem 06) e das medidas tomadas pelo Padrinho em resposta não encontram um meio termo sem tantos problemas? 12

Outra: aproveito para falar sobre o lixo que tem se tornado o tópico da Caras de Pau (e não falo da revista que está de parabéns com arte impecável e muito divertida). Um monte de posts totalmente inúteis de vários usuários que sequer comentam das reportagens da revista, falando sobre a masculinidade do Angelo (gente que parece que sequer percebeu realmente que foi tudo uma grande brincadeira), floodando o tempo todo e outras besteiras. Vejo também a saída precipitada (e súbita) da Fram do fórum.

Fico pensando no que tudo isso tem em comum e vejo uma outra pergunta: será que o pessoal não pensa antes de postar?

Peço desculpas antecipadamente a todos pelo desabafo, mas tem algumas coisas que não me conformo em ver. E a solução parece tão palpável... 12

Mr. Scofield2008-06-05 07:39:10
Link to comment
Share on other sites

1- Se vocês tivessem passado pelo que eu passei para criar e levar adiante aquilo lá talvez entendessem, mas isso não vem ao caso.

 

2- O tópico foi reaberto e estará sempre, não será mais fechado por qualquer motivo que seja. É verdade que dos tópicos que já criei no fórum tenho predileção pelo Cineclube, mas tenho pavor dessa história de "o dono do tópico" não sou dono de nada...

 

3- ... e Enxak deixo claro de uma vez por todas que apesar de não aprovar a FORMA como você bola algumas coisas no fórum, reconheço o mérito daquilo que você faz, para o bem ou para o mal.

 

4- E sobre o Cinéfilos deixar de ser um tópico fixo não tive qualquer participação nisso. Seria mesquinho da minha parte e posso garantir que não o fiz.

 

  
[/quote']

 

1- Bom, eu talvez entenda, sou o mais "capacitado" pra isso, afinal fui eu que em 2006, depois do fracasso retumbante da "Casa dos Artistas 2" (e de meu desnecessário "piti", que resultou em banimento) penei para conseguir vender a idéia de fazer "O Cinéfilo", com negativas por parte de muita gente, que preferia não se envolver, prevendo um novo fracasso, e que depois do tópico chegar a ser trancado pela moderação (e reaberto depois), ao perceberem que o tópico tinha potencial, é que a coisa mudou. O evento impulsionou o fórum de uma maneira jamais vista, inspirando-o, inclusive, a criar o "Cineclube", lembra-se?

Poderia citar também o episódio em que vc vetou que eu abrisse o tópico do BBBCeC (o 1º), impedindo-me de comandá-lo (depois voltou atrás, mas continuou me impedindo, o Bauer e Shycold quem o fizeram), poderia também citar o episódio da "BAD", o exemplo mais absurdo de CENSURA (abolida no país em 1987) que já houve por aqui, o outro episódio, do "Semana em Cena", igualmente censurado poucas horas depois de ser postado, etc... Mas é melhor deixar pra lá...

 

Sim, eu o entendo. 03

 

2- Legal ter voltado atrás, aquilo foi um absurdo. Dá pra entender de onde eu cogitei que vc tivesse desfixado o tópico? Vc estava surtado...

 

3- Quanto a não me aprovar (a forma como faço as coisas), tudo bem, estamos numa democracia (eu tbm não gosto da sua forma de se comportar, desde que virou moderador), se todos fizessem as coisas seguindo SUA cartilha, seu apelido de "padrinho" (uma alusão a O Poderoso Chefão) faria realmente mais sentido.

 

4- Eu realmente não sabia que ao editar-se o 1º post o tópico se "desfixava", é errando que se aprende. Não considero um mico, apenas cheguei a essa conclusão por não haver outra alternativa disponível. É aquela história do gato escaldado... Mas, assim como você fez via mp, eu me desculpo, pelo afobamento, ao te acusar.
Enxak2008-06-05 08:21:25
Link to comment
Share on other sites

É inegável que havia excesso de posts seguidos sobre o Cinéfilos (podia-se, por exemplo, sintetizar as avaliações dos jurados em um post). E diga-se, até acho muito legal a divulgação do resultado e a tentativa de estímulo ao pessoal , mas havia coisas realmente excessivas para aquele tópico. Questão que para vocês pode parecer boba, mas para nós tem a ver com a boa organização dos tópicos do Cinema em Cena. [/quote']

 

Quero só frizar (ou frisar?) uma coisa: O fórum não é mais o mesmo. Ter conseguido 10 resenhas para o "Cinéfilos", em 3 semanas, foi uma vitória. É preciso SIM de MUITA divulgação para esse tópico (não pedi que o fixassem porque acho ele um tópico "especial", mas sim porque o vejo como uma chance de retomar o interesse da galera em participar do fórum, na área de cinema, com maior paixão (fenômeno que ocorreu durante "O Cinéfilo"). Não havia flood, eu apenas expus as avaliações dos jurados para deixar a coisa mais interessante, é preciso esse toque de entretenimento, só postar a resenha e esperar uma tempestade de comentários é uma pretensão utópica para os tempos que passamos, no fórum. É ESSENCIAL a divulgação massiva, sensacionalista e repetitiva, nem que pra isso o "Cineclube" fique "sujinho", usando a velha máxima: Não dá pra fazer um omelete sem se quebrar alguns ovos.

 

Mas, claro, isso é só minha visão da coisa. Minha "forma" de fazer as coisas (as vezes até funciona, não acham?), tão mal vista pelo nosso querido padrinho, hehe...
Enxak2008-06-05 08:37:19
Link to comment
Share on other sites

 

4- Eu realmente não sabia que ao editar-se o 1º post o tópico se "desfixava"' date=' é errando que se aprende. Não considero um mico, apenas cheguei a essa conclusão por não haver outra alternativa disponível. É aquela história do gato escaldado... Mas, assim como você fez via mp, eu me desculpo, pelo afobamento, ao te acusar.
[/quote']

Eu considero uma precipitação horrenda (nem é mico, é um king kong na verdade, uma vez que foi você mesmo quem fez o que condenou).

Está na cara que a idéia  "única alternativa disponível" não funcionou. Cá entre nós, ninguém conhece todas as variáveis de qualquer situação.  Seria mais legal ter feito uma nota sobre o fato e não sair acusando o Nacka. 03

E mesmo que não fosse algo que automaticamente acontecesse na edição do primeiro post do tópico... e se fosse eu, ou a Veras, ou o Big, ou outro mod, por motivo diferente tivesse feito isso?  Melhor pensar e mudar um pouco as atitudes para esse mico não acontecer de novo. Pegou muito mal.

 

Link to comment
Share on other sites


Pode explicar a história do gato escaldado?06

 

É um provérbio. Vai na letra G:

 

 

 

 

 

~~~~

 

img72/6392/cinefilosmaioxs4.jpg

 

Para lê-la, clique na bolinha >>

 

bullet

 

Participem, comentem!

 

~~~~

 

PESSOAL, JÁ ESTÁ VALENDO! PARTICIPEM DO "CINÉFILOS" POSTANDO AQUI QUALQUER TEXTO RELACIONADO A CINEMA OU A FILMES EM GERAL ATÉ O DIA 24/06.

 

O SEU TEXTO PODERÁ SER ESCOLHIDO, DEPOIS DE PASSAR PELA AVALIAÇÃO DOS JURADOS, O MELHOR DE JUNHO, SENDO PUBLICADO NO "CINECLUBE EM CENA"!

 

 

 
Enxak2008-06-05 10:55:54
Link to comment
Share on other sites

Então é crítica mesmo?Legal...pretendo montar uma crítica aqui...só falta pensar no filme06

Edit:Para o pessoal que já fez críticas de filmes,é mais fácil fazer uma crítica de um filme que gostou ou de um que não gostou?
Rafal2008-06-05 11:07:23
Link to comment
Share on other sites

 

É inegável que havia excesso de posts seguidos sobre o Cinéfilos (podia-se, por exemplo, sintetizar as avaliações dos jurados em um post). E diga-se, até acho muito legal a divulgação do resultado e a tentativa de estímulo ao pessoal , mas havia coisas realmente excessivas para aquele tópico. Questão que para vocês pode parecer boba, mas para nós tem a ver com a boa organização dos tópicos do Cinema em Cena. [/quote']

 

Quero só frizar (ou frisar?) uma coisa: O fórum não é mais o mesmo. Ter conseguido 10 resenhas para o "Cinéfilos", em 3 semanas, foi uma vitória. É preciso SIM de MUITA divulgação para esse tópico (não pedi que o fixassem porque acho ele um tópico "especial", mas sim porque o vejo como uma chance de retomar o interesse da galera em participar do fórum, na área de cinema, com maior paixão (fenômeno que ocorreu durante "O Cinéfilo"). Não havia flood, eu apenas expus as avaliações dos jurados para deixar a coisa mais interessante, é preciso esse toque de entretenimento, só postar a resenha e esperar uma tempestade de comentários é uma pretensão utópica para os tempos que passamos, no fórum. É ESSENCIAL a divulgação massiva, sensacionalista e repetitiva, nem que pra isso o "Cineclube" fique "sujinho", usando a velha máxima: Não dá pra fazer um omelete sem se quebrar alguns ovos.

 

Mas, claro, isso é só minha visão da coisa. Minha "forma" de fazer as coisas (as vezes até funciona, não acham?), tão mal vista pelo nosso querido padrinho, hehe...

Vejo pessoas falando constantemente isso e posso dizer hoje que discordo.

Em primeiro lugar, o fórum não é mais o mesmo porque ele mudou. NADA é estático. Usuários vão, vêm e mudam a estrutura daqui, mas o fórum continua. Em fases diferentes, nunca igual. A impressão que tenho é que não é que o fórum está pior ou melhor, é que ele está DIFERENTE do que algumas pessoas consideram a melhor fase. Chega disso. O saudosismo não sustenta ninguém. Se há mudanças é porque AS PESSOAS responsáveis por essa fase TAMBÉM mudaram e não quiseram manter a idéia antiga (ou você acha que não seria extremamente convidativa para toda a galera antigona se começassem a conversar Noonan, Bauerrrrrrrr e Foras, por exemplo na CMJ hoje?).

Mas hoje temos papos longos pelo msn! Uma evolução do "antigamente". A coisa mudou. A galera é muito mais AMIGA do que usuária de fórum (pessoas como Dan, Bat, Foras, Nonô, Gara, Carioca fazem parte do cotidiano da gente...simplesmente adoro conversar com eles e creio que eles também considerem essa uma via mais adequada e mais próxima - ou o CCc teria um número de posts infinitamente maior do que tem hoje). Ou seja, as pessoas MUDAM, o fórum MUDA.

Outra: essa idéia de divulgação massiva não cola. Pode haver divulgação de muitas formas sem poluir um único tópico. Você pode colocar UM aviso em alguns tópicos estratégicos e postar até várias vezes na CMJ. O que não dá é cinco, seis posts no mesmo tópico. É claro que isso é exagerado e não acho que produzirá tantos frutos assim.

 

Link to comment
Share on other sites

Guest
This topic is now closed to further replies.
 Share

Announcements


×
×
  • Create New...