Jump to content
Forum Cinema em Cena

A Favorita


Barbie
 Share

Recommended Posts

766335-4941-in.jpg 

Patrícia Pillar e Cláudia Raia são protagonistas de 'A Favorita'

'A Favorita' é a próxima novela da Globo

A redação do jornal "O Paulistano"foi o cenário escolhido para ambientar a entrevista coletiva, que reuniu elenco, equipe de direção e de produção de A Favorita, próxima novela das 20h, escrita por João Emanuel Carneiro e com direção de núcleo e geral de Ricardo Waddington.

 

Logo no início da coletiva, o diretor Ricardo Waddington esclareceu a ausência do autor João Emanuel Carneiro, que, de repouso por uma inflamação na perna, não pode comparecer.

 

"Tivemos um pequeno problema com o João. Nosso atleta torceu o pé fazendo cooper, mas ele nos mandou uma mensagem", explicou o diretor, exibindo no telão um depoimento de João Emanuel.

 

O autor disse estar muito feliz com o que já viu da novela até agora. "Gostei muito do resultado. Ricardo é o diretor certo para este projeto. Ele está conseguindo dar realidade a esta grande fábula", contou João, finalizando com uma declaração especial: "Vocês são todos meus favoritos".

 

O diretor Ricardo Waddigton foi muito aplaudido ao apresentar o elenco e toda a equipe da novela. "É importante mostrar quantas pessoas estão envolvidas na produção de A Favorita", destacou Ricardo.

 

Ao relacionar o elenco, o diretor fez uma homenagem aos atores veteranos - Glória Menezes, Milton Gonçalves, Mauro Mendonça, Nelson Xavier e Tarcísio Meira - convocando-os três vezes seguidas para aplausos.

 

Ricardo exibiu um clipe com as primeiras imagens de A Favorita e explicou que será imparcial na direção para contar a trama baseada em duas versões para um mesmo crime. Donatela (Claudia Raia) e Flora (Patrícia Pillar), que foram muito amigas na infância, se acusarão do assassinato de Marcelo, ex-marido de Donatela.

 

Quem está dizendo a verdade? Essa será também a dúvida de Lara (Mariana Ximenes), filha biológica de Flora, que foi criada por Donatela, e que ficará dividida depois que Flora sair da prisão.

 

A Favorita estréia no dia 02 de junho, segunda-feira, logo após o Jornal Nacional.

KSYVICKIS2008-06-17 07:54:33
Link to comment
Share on other sites

  • Replies 521
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Cláudia Raia e Patrícia Pillar apresentam 'A Favorita'

 

As atrizes Cláudia Raia e Patrícia Pillar foram o centro das atenções dos fotógrafos ontem, na apresentação para a imprensa da nova novela global das 20h, A Favorita, no Rio.

Protagonistas da trama de João Emanuel Carneiro - que não pôde comparecer por estar com um problema na perna -, Patrícia e Cláudia interpretarão respectivamente as rivais Flora e Donatella.

A primeira foi condenada a 18 anos de prisão pelo assassinato do marido de Donatella, sua antiga parceira na dupla sertaneja que formavam.

Ao sair da prisão, Flora vai lutar para provar sua inocência, acusando a ex-amiga do crime que ela já pagou.

Donatella, por sua vez, foi quem criou Lara - personagem de Mariana Ximenes -, a filha de Flora com seu marido morto e herdeira única de um império de papel e celulose.

Além das duas atrizes, grande parte do elenco da trama, como Déborah Secco, Juliana Paes, Mariana Ximenes, Taís Araújo, Cauã Reymond e Murilo Benício, também prestigiou o evento.

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

'A Favorita': saiba quem é quem na nova novela da Globo

'A Favorita', próxima novela das 20h, com texto de João Emanuel Carneiro e direção de núcleo e geral de Ricardo Waddington, será uma trama cercada de mistério que, além de emocionar, trará à tona temas que, cada vez mais, parecem ser questionados pelo ser humano: ética, caráter e família.

 

Na trama central, Flora (Patrícia Pillar) foi condenada a 18 anos de prisão pelo assassinato do marido de Donatela (Claudia Raia), sua antiga parceira na dupla sertaneja que formavam. Ao sair da prisão, vai lutar para provar sua inocência, acusando a ex-amiga do crime que ela já pagou. Donatela, por sua vez, foi quem criou Lara (Mariana Ximenes), a filha de Flora com seu marido morto e herdeira única de um império de papel e celulose.

 

Com estréia marcada para dia 02 de junho, A Favorita será ambientada em São Paulo e boa parte da trama se passará em Triunfo, uma cidade fictícia, localizada nos arredores da capital.

 

Saiba quem é quem na trama global:

 

Gonçalo Fontini (Mauro Mendonça) - É um homem inteligente, culto, íntegro e dedicado à família. Sua autoridade é imposta naturalmente. Quando jovem, Gonçalo tinha idéias comunistas, mas, ao longo da vida, traiu seus ideais e tornou-se um homem riquíssimo. Apesar disso, é discreto e não gosta de ostentação nem de bajuladores. Gonçalo é muito apegado à neta Lara e sofre com o assassinato de seu filho único Marcelo.

 

Irene (Glória Menezes) - Mulher culta, elegante, sofisticada, discreta e profundamente ética, casou-se com Gonçalo apesar de ter sido apaixonada pelo líder trabalhista Copola (Tarcísio Meira). Mora em um rancho com o marido, Donatela (Claudia Raia), Dodi (Murilo Benício) e sua neta Lara (Mariana Ximenes). Sua relação não é das melhores nem com Dodi, nem com Donatela. Detesta badalações e ostentações desnecessárias. Não faz gosto de ser uma mulher tão rica nem dá valor às conquistas do marido. Um dos seus grandes prazeres é lecionar para crianças carentes na escola de canto.

 

Donatela (Claudia Raia) - Uma mulher bonita, de moral duvidosa e louca por dinheiro. Exagerada em tudo, da roupa que veste às encenações para manipular as pessoas e conseguir o que quer. Era pobre e ficou órfã ainda pequena. Foi criada pela família de sua vizinha Flora (Patrícia Pillar), com quem formou a dupla sertaneja "Faísca e Espoleta". Largou o grupo para se casar com o herdeiro Marcelo Fontana, com quem teve um filho, que foi seqüestrado e nunca mais apareceu. Depois que seu marido foi assassinado por Flora, Donatela se casou com Dodi (Murilo Benício), ex-marido de Flora, e criou Lara (Mariana Ximenes), filha bastarda de seu marido com Flora.

 

Dodi (Murilo Benício) - É um homem reservado e bem misterioso. Faz o típico novo-rico, que não consegue disfarçar que veio de baixo. Sua mulher, Donatela (Claudia Raia), é viúva do milionário Marcelo, seu amigo de infância. Antes de se casar com Donatela, Dodi foi casado com Flora (Patrícia Pillar). Agora, mora no Rancho Fontana, com Donatela, Lara (Mariana Ximenes) Irene (Glória Menezes) e Gonçalo (Mauro Mendonça). Autoritário com os empregados, Dodi desperta a antipatia de Lara, Irene e dos funcionários da empresa de Gonçalo.

 

Lara (Mariana Ximenes) - Uma moça rebelde, radical em suas atitudes e em seu visual. Aparenta ser durona, mas no fundo é delicada e carente. Foi criada por Donatela (Claudia Raia), mas é filha biológica de Flora (Patrícia Pillar) e Marcelo, marido assassinado de Donatela. Apesar de Lara ser neta e única herdeira do milionário Gonçalo (Mauro Mendonça), é uma pessoa simples. Lara cursa faculdade de geologia e namora Cassiano (Thiago Rodrigues), um operário da fábrica de seu avô.

 

Silveirinha (Ary Fontoura) - É um homem aparentemente inofensivo, mas muito perigoso. Dono de um passado obscuro, é vingativo e traiçoeiro. Foi empresário musical da dupla sertaneja "Faísca e Espoleta", mas, com a dissolução da dupla, foi obrigado a se contentar em trabalhar como mordomo na casa de Donatela. No passado, teve um caso com Cilene (Elizangela) e é pai de Halley (Cauã Reymond).

 

Marcelo (Deco Mansilha) - Marido de Donatela (Claudia Raia) e pai de Lara (Mariana Ximenes). Foi assassinado há 18 anos, crime pelo qual Flora (Patrícia Pillar) foi presa. Só aparece em flash-back.

 

Norton (Alexandre Schumacher) - É do tipo que dá o sangue para comprar o carro de luxo em um financiamento de trinta prestações. É de origem humilde, mas está focado na carreira e é muito competitivo. Tem um cargo bom na empresa de Gonçalo e é workaholic.

 

Tina (Graziella Schimitt) - Uma das secretárias de Dodi (Murilo Benício), vai se envolver com ele e se decepcionar quando descobrir que ele a trocou por outra secretária.

 

Pereira (Rui Rezende) - Segurança de Lara.

 

Durval (João Carlos Andreazza) - Detetive contratado por Donatela (Claudia Raia) para seguir Flora (Patrícia Pillar).

 

Flora (Patrícia Pillar) - Uma mulher bonita e doce, mas solitária e introvertida, com uma tristeza profunda nos olhos. Foi casada com Dodi (Murilo Benício), atual marido de Donatela (Claudia Raia), e, depois de sair da cadeia, vai se envolver com o jornalista Zé Bob (Carmo Dalla Vecchia). Após passar 18 anos presa, Flora sai disposta a provar sua inocência e a reconquistar tudo que lhe foi tirado, inclusive o amor de sua filha Lara (Mariana Ximenes), que foi criada por Donatela.

 

Pedro (Genézio de Barros) - É o pai de Flora (Patrícia Pillar) e criou Donatela (Claudia Raia) desde pequena, já que, quando menina, ela perdeu o pai e a mãe. Não acredita na inocência de Flora e mantém uma boa relação com Donatela, de quem ganha muitos presentes.

Zé Bob (Carmo Dalla Vecchia) - Homem honesto, culto e idealista, acredita que pode mudar o mundo através do jornalismo. Muito chegado a polêmicas, Zé Bob compra qualquer briga para denunciar as falcatruas dos políticos. Sua vida amorosa é bem desestruturada. Zé é um tremendo mulherengo, mas se sente só em seu apartamento, onde vive apenas em companhia da cadela Wilma. Se envolverá com Donatela (Claudia Raia) e com Flora (Patrícia Pillar).

Maíra (Juliana Paes) - É uma mulher de alma livre, solteira, provocadora e inquieta. Trabalha como jornalista desde cedo e dedica a vida ao jornal onde é colega de Zé Bob (Carmo Dalla Vecchia). Diz que gosta de ser solteira, mas na verdade largaria tudo para se casar, principalmente se fosse com Augusto César (José Mayer), por quem é apaixonada.

Tuca (Rosi Campos) - Editora do jornal "O Paulistano", é chefe de Zé Bob (Carmo Dalla Vecchia) e Maíra (Juliana Paes).

Cilene (Elizangela) - É uma mulher bem humorada, mas que também sabe ser dura. Teve um caso com Silverinha (Ary Fontoura) e engravidou de Halley (Cauã Reymond), a paixão de sua vida. Trabalhava como manicure, mas descobriu que tinha poderes premonitórios e começou a trabalhar como vidente para sua clientela feminina. Paralelamente, abriu uma agência de acompanhantes para homens.

Halley (Cauã Reymond) - Jovem bonito, sedutor e mulherengo, Halley é um malandro bon vivant. Filho da cafetina Cilene (Elizangela), foi educado de forma bastante conservadora, mas os princípios não entraram em sua cabeça. Só pensa em enriquecer a qualquer custo.

Orlandinho (Iran Malfitano) - É um jovem bonito, muito rico e carente. Se aproxima de Halley (Cauã Reymond), depois que este se passa por um antigo amigo da escola para conseguir dinheiro.

Manu (Emanuelle Araújo) - É uma das meninas de programa da agência de Cilene (Elizângela).

Sharon (Giovanna Ewbank) - É uma das meninas de programa da agência de Cilene (Elizângela).

Luma (Thiare) - É uma das meninas de programa da agência de Cilene (Elizângela).

Melissa (Raquel Galvão) - É uma das meninas de programa da agência de Cilene (Elizângela).

Romildo Rosa (Milton Gonçalves) - É um político poderoso e bastante temido. Veio de família pobre, mas conseguiu enriquecer através de trocas políticas e se tornou um homem rico e refinado. Não assume nem para si mesmo que é um canalha. Foi casado com Judite, com quem teve dois filhos, Alicia (Taís Araújo) e Eduardo (Fabrício Boliveira), o Diduzinho. Judite morreu há oito anos e os dois filhos são fontes constantes de problemas para o pai. É apaixonado por Arlete (Angela Vieira), secretária de Gonçalo (Mauro Mendonça), com quem teve um caso no passado.

Alicia (Taís Araújo) - É uma jovem belíssima, porém autodestrutiva. Dona de uma personalidade forte e muito inteligente, nunca está satisfeita com homem nenhum e tripudia deles depois que se rendem ao seu charme. É a única pessoa capaz de enfrentar seu pai, o temido político Romildo Rosa (Milton Gonçalves). Diz que ele é corrupto, mas não consegue recusar o dinheiro dele. Faz chantagem com o pai, ameaçando contar os podres dele se não fizer suas vontades. Apaixona-se por Zé Bob (Carmo Dalla Vecchia), um jornalista que insiste em denunciar as falcatruas de Romildo.

Diduzinho (Fabrício Boliveira) - É um caso perdido. Filho do político Romildo Rosa (Romildo Rosa), vive a sua sombra. O pai quer que ele entre na política, mas Diduzinho é um beberrão engraçado, que não leva o menor jeito para a coisa.

Arlete (Angela Vieira) - É uma mulher íntegra, idealista e honesta. Trabalha como secretária do executivo Gonçalo (Mauro Mendonça) e é o braço direito do patrão. Teve um caso no passado com o político Romildo Rosa (Milton Gonçalves), mas afastou-se dele quando percebeu que ele era corrupto. Arlete é mãe de Damião (Malvino Salvador) e tem orgulho de ter conseguido criá-lo sozinha. Até hoje Arlete é assediada por Romildo, mas resiste bravamente às investidas.

Damião (Malvino Salvador) - Dono de um carisma forte, Damião é impulsivo e politicamente correto. É filho de Arlete (Angela Vieira), que o criou sozinha, com o suor do próprio trabalho. Acha que seu pai faleceu de câncer, mas na verdade é filho de Romildo Rosa (Milton Gonçalves), um político corrupto que Damião detesta.

Clemente (Aramis Trindade) - É mordomo de Romildo.

Rita (Christine Fernandes) - É uma mulher bonita, que luta para ganhar a vida e sustentar sozinha Camila (Hanna Romanazzi), sua filha com Zé Bob (Carmo Dalla Vecchia). Rita engravidou de Zé Bob mas nunca contou ao jornalista que ele é pai de Camila. Trabalha na agência publicitária de Gurgel e mora com a mãe, Dulce (Selma Egrei) e com a filha.

Amelinha (Bel Kutner) - É uma mulher neurótica, obcecada por aparência e ambiciosa. Quer subir na vida a qualquer preço e acaba ficando patética. Veio de família pobre, apesar de esconder isso de todos, mas vive atualmente em um condomínio de luxo com o marido Gurgel (Mário Gomes). Trabalha como colunista social e gasta muito mais do que pode. Seus dois filhos Tiago (Renan Mayer) e Carolina (Sofia Terra) estão sempre em segundo plano.

Copola (Tarcísio Meira) - É um senhor jovial e idealista. Teve um caso de amor na juventude com Irene (Glória Menezes), mas casou-se com Iolanda (Suzana Faini), com quem teve três filhas: Catarina (Lilia Cabral), Lorena (Gisele Fróes) e Cida (Claudia Ohana). Apesar dos problemas, mantém a família unida e é extremamente querido pela vizinhança. Abriu uma biblioteca pública na garagem de sua casa, onde realiza saraus à noite. Foi muito amigo de Gonçalo (Mauro Mendonça) no passado, mas atualmente os dois vivem em pé de guerra.

Catarina (Lilia Cabral) - Filha de Copola (Tarcísio Meira) e Iolanda (Suzana Faini), Catarina está sempre muito atarefada com os afazeres domésticos. É delicada, gentil, sonhadora e honesta. Casada com Leonardo (Jackson Antunes), tem dois filhos, Domenico (Eduardo Mello) e Mariana (Clarice Falcão). Abriu mão da carreira para se tornar dona de casa e sofre com as grosserias dos filhos e com o descaso e a indiferença do marido. Catarina é tratada como uma empregada por Leonardo e faz vista grossa para os casos extraconjugais dele.

Leonardo (Jackson Antunes) - Embrutecido pela vida, machista ao extremo e reacionário, vem de família pobre e se mudou para São Paulo ainda jovem para trabalhar. Arrumou emprego como operário na indústria de Gonçalo (Mauro Mendonça), casou-se com Catarina (Lilia Cabral) e teve dois filhos, Mariana (Clarice Falcão) e Domenico (Eduardo Mello). É um pai omisso e um marido execrável, tratando a mulher como empregada. Seu papel na fábrica é intimidar os operários que ameaçam fazer greve, o que fez com que ganhasse a antipatia do sogro Copola (Tarcísio Meira) e do concunhado Átila (Chico Diaz), que é casado com Lorena (Gisele Fróes), irmã de Catarina.

Cida (Claudia Ohana) - É uma mulher solitária, romântica, honesta e carente. A caçula das três irmãs é a única filha de Copola (Tarcísio Meira) e Iolanda (Suzana Faini) que ficou solteira, mas ainda sonha em um dia se casar. Trabalha como caminhoneira, para desespero da mãe.

Diva (Giulia Gam) - Nos anos 80, se envolveu com Augusto César (José Mayer) e com Elias (Leonardo Medeiros). Quando engravidou de Shiva Lênin (Miguel Rômulo), preferiu não revelar quem era o pai da criança, fazendo com que os dois amantes assumissem juntos a paternidade. É uma mulher misteriosa e bonita, que trocou de nome e que esconde sua beleza por trás do uniforme de presidiária, já que cumpre pena por uma acusação de tráfico internacional de drogas.

Augusto César (José Mayer) - É um homem bonito, atraente, romântico e delirante. É ufólogo atuante e realiza encontros para meditação. Ganhou fama de doido quando resolveu largar o rock para se tornar um eremita à espera de um disco voador. Acredita que a mulher Rosana Costa (Giulia Gam) foi abduzida por alienígenas há 13 anos e ainda vai retornar ao planeta para viver junto dele e do meio-filho, Shiva Lênin (Miguel Rômulo). Augusto César divide a paternidade de Shiva Lênin com Elias (Leonardo Medeiros), já que, em respeito à vontade da mulher desaparecida, não foi feito o exame de DNA na criança.

Dedina (Helena Ranaldi) - Uma mulher bonita, intelectualizada e cosmopolita, Dedina trabalha como professora e é casada com Elias (Leonardo Medeiros). Aparenta ter uma boa estrutura emocional, mas na verdade é bastante desequilibrada. Foi criada em uma cidade grande, por isso tem dificuldade em se adaptar a Triunfo.

Maria do Céu (Deborah Secco) - È uma jovem belíssima, introspectiva e misteriosa. Aparenta ser tímida, mas na verdade é dissimulada. É de família pobre e veio com o pai Edivaldo (Nelson Xavier) e com a irmã Greice (Roberta Gualda) para a cidade grande. É inconformada com a situação de miséria em que vive.

Cléo (Paula Burlamaqui) - Uma mulher bonita, sensual e bem humorada. Muda-se para Triunfo e abre um restaurante que faz muito sucesso na cidade. Os homens ficam encantados com o talento de Cleo no fogão e também com a beleza da mestre-cuca. Dona de um passado misterioso, ela não se envolve com ninguém.

Link to comment
Share on other sites

Vi ontem... Não vi completo devido a uma inconveniência com a minha TV, que resolveu sair do ar do nada... Achei interessante... Gostei da abertura da novela... Simples, com um tema musical bacana... Não gostei de termos Cauã Reymond fazendo mais um cafajeste... Na verdade, só de ter ele já é uma merda... Guiliam Gam na novela... Pode ser bom e ruim ao mesmo tempo... Não gostei dos apeledinhos lá dos velhotes, desnecessário, mas paciência... Muitos personagens ainda tem de ser apresentados, inclusive a infeliz da Deborah Secco (uma retirante idiota, mimada e falsa a dar com o pau!), e vamos ver como a trama se desenvolve... O autor é competente, e tem tudo para colocar a velharada que domina o horário das 21 no chinelo...

 

Link to comment
Share on other sites

A Favorita estréia mal | 11:04


A Favorita estreou ontem com uma média de 35 pontos de audiência (dados do Ibope para a Grande São Paulo). Foi a pior estréia de uma novela das oito em toda a história da TV Globo. Até agora, o duvidoso troféu estava com Duas Caras, cuja estréia deu 40 pontos de audiência. O motivo desse desempenho tem nome e sobrenome: Caminhos do Coração, a novela da Record. Seu último capítulo registrou 22 pontos de audiência (dados prévios). A atração da emissora do bispo Macedo começou um pouco antres de A Favorita e terminou depois que a novela da Globo já saíra do ar. Em resumo, deu certo a estratégia da Record de atrapalhar o lançamento do principal produto da concorrente.

 

 

Xi. 06
Link to comment
Share on other sites

A Favorita estréia mal | 11:04


A Favorita estreou ontem com uma média de 35 pontos de audiência (dados do Ibope para a Grande São Paulo). Foi a pior estréia de uma novela das oito em toda a história da TV Globo. Até agora' date=' o duvidoso troféu estava com Duas Caras, cuja estréia deu 40 pontos de audiência. O motivo desse desempenho tem nome e sobrenome: Caminhos do Coração, a novela da Record. Seu último capítulo registrou 22 pontos de audiência (dados prévios). A atração da emissora do bispo Macedo começou um pouco antres de A Favorita e terminou depois que a novela da Globo já saíra do ar. Em resumo, deu certo a estratégia da Record de atrapalhar o lançamento do principal produto da concorrente.

 

 

Xi. 06
[/quote']

 

O povo tem mau gosto mesmo.. Não sabem apreciar produtos de qualidade, vide Ciranda de Pedra.
Link to comment
Share on other sites

Além do marido dela estar metido em transações ilícitas e escusas' date=' achei ela muito maquiavélica nesse primeiro capítulo para uma personagem ainda não definida...[/quote']

 

Droga... já começaram mal então...

 

Acho que o interessante mesmo é a novela conseguir fazer o público acreditar que a Raia é a vilã e a Pillar a mocinha (uma coisa bem óbvia mesmo), mas no meio da história isso se revelar o inverso. Para uma novela seria muito válido. Só que a Globo se sujeita a vontade do público então vai ficar no "Pillar mocinha e Raia vilã". Deve ficar nisso mesmo.

 

P.S.: Gostei muito da abertura. Simples, sem pretenções (como aquela pobre das Duas Caras), e resume essa fase inicial da novela. A abertura engenhosamente faz um resumo do que aconteceu antes. Bem legal.
Link to comment
Share on other sites

Infelizmente (ou felizmente, sei lá...), inicialmente isso não quer dizer muita coisa. Afinal, TODAS as últimas novelas globais do horário derraparam feio nos capítulos iniciais, mas com o tempo foram recuperando o Ibope.

 

O problema para essa nova das 8 é que ela está disputando com aquele lixo atômico da Record, que caiu no gosto do povo (sabe-se lá porque), então vai ser mais complicado recuperar o Ibope perdido.
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements


×
×
  • Create New...