Jump to content
Forum Cinema em Cena

Joaquin Phoenix


CACO/CAMPOS
 Share

Qual melhor longa com o versátil Phoenix ?  

18 members have voted

  1. 1. Qual melhor longa com o versátil Phoenix ?

    • Um sonho sem limites
      0
    • Circulos de paixões
      0
    • 8 milimetros
      1
    • Caminhos sem volta
      0
    • Gladiador
      0
    • Sinais
      3
    • A vila
      2
    • Contos proibidos do Marques de Sade
      1
    • Os donos da noite
      1
    • Johnny e June
      7
    • Traidos pelo destino
      1
    • Amantes (Two Lovers)
      5


Recommended Posts

JOAQUIN PHOENIX

 

img9.jpg

 

Joaquin Rafael Phoenix (San Juan de Porto Rico, 28 de outubro de 1974) é um ator estadunidense e porto-riquenho indicado duas vezes ao Oscar, ganhador de um Globo de Ouro e de um Grammy.

Quando criança, era conhecido como Leaf Phoenix. Ele nasceu e foi criado por um longo tempo em Puerto Rico, antes de sua família ter se mudado para Califórnia, onde começou a carreira de ator ainda criança. Vem de uma família de artistas, o mais notável é o seu irmão, o ator River Phoenix, quatro anos mais velho, falecido em 1993.

Joaquin geralmente prefere papéis com personagens confusos e inseguros com um lado negro. Falou por inúmeras ocasiões que nunca viu alguma de suas atuações depois de prontas.

Em um dos seus filmes mais recentes, Johnny e June, pelo qual venceu o Globo de Ouro e recebeu uma indicação ao Oscar, interpretou a lenda da música estado-unidense Johnny Cash.

Seu nome artístico, Leaf Phoenix, tem relação com a natureza (Leaf, em inglês, significa folha), assim como o de seus irmãos (River Phoenix, Summer Phoenix, Rain Phoenix e Liberty Phoenix). No começo dos anos 90 Leaf muda seu nome novamente para Joaquin.

Imagem:River%20Phoenix.jpg

RIVER PHOENIX

 

Vegetariano, ele não usa nenhum tipo de produto de origem animal

 

img10.jpg

 

ABC - Joaquin Raphael Phoenix nasceu em 28 de outubro de 1974, em Porto Rico. As moças podem chamá-lo carinhosamente de Kitten. "Quando saio, não forço as mulheres a pronunciarem corretamente meu nome. Digo que podem me chamar pelo apelido.

 

Cinco - Joaquin é o filho do meio e seus irmãos têm nomes que não desmentem o passado hippie da família: River, Rain, Liberty e Summer

 

Debute - A primeira vez que apareceu frente a uma câmera foi na TV, em 1982, na sitcom Seven Brides for Seven Brothers, ao lado dos irmãos River e Liberty.

 

Endereço - Joaquin mora em Nova York, num apartamento alugado, no mesmo prédio que o diretor Gus Van Sant e Casey Affleck, irmão de Ben Affleck e seu melhor amigo. A irmã Summer também se mudou para o edifício.

 

Folha - Aos quatro anos, decidiu que queria um nome mais de acordo com o dos irmãos e, com o pai, escolheu Leaf (folha), que usou até os 19 anos, quando voltou a usar seu nome original. No cinema, a fase Joaquin começa com Um Sonho Sem Limites, ao lado de Nicole Kidman.

 

Garoto - Joaquin teve uma infância nômade e das mais atípicas de Hollywood. Acompanhando os pais missionários, viajava pela América do Sul e Central

 

Hábitos - Vegetariano desde os cinco anos, ele nem sequer prova os derivados do leite. Quase não bebe álcool e não toma café. Mas fuma (Marlboro Light) bastante

 

Ídolo - A fase de ator juvenil deixou suas marcas e virar ídolo adolescente nem passa pela cabeça do ator. E se isso acontecesse, ele diz que engordaria bastante e ainda faria uma cicatriz no rosto.

 

Lábio - A cicatriz no lado superior parece com aquela resultante da operação de lábio leporino. Mas não é: ele já nasceu com ela.

 

Filmografia


2007 - Traídos pelo destino (Reservation road)
2007 -
Os donos da noite
(We own the night)
2005 -
Johnny e June
(Walk the line)
2004 -
Hotel Ruanda
(Hotel Rwanda)
2004 -
Brigada 49
(Ladder 49)
2004 -
A vila
(Village, The)
2003 -
Irmão urso
(Brother Bear) (voz)
2003 -
Dogma do amor
(It's all about love)
2002 -
Sinais
(Signs)
2001 -
Guerreiros buffalo
(Buffalo soldiers)
2000 -
Gladiador
(Gladiator)
2000 -
Caminho sem volta
(The yards)
2000 -
Contos Proibidos do Marquês de Sade
(Quills)
1999 -
8 milímetros
(8mm)
1998 - Clay pigeons
1998 -
Pela vida de um amigo
(Return to paradise)
1997 -
Reviravolta
(U-Turn)
1997 - Círculo de paixões (Inventing the Abbotts)
1995 -
Um sonho sem limites
(To die for)
1993 - Canceled Lives: Letters fro the inside (voz)
1991 - Walking the dog
1989 -
O tiro que não saiu pela culatra (Parenthood)
1988 - Testemunha secreta (Secret witness) (TV)
1987 - Russkies
1986 - SpaceCamp - Aventura no espaço (SpaceCamp)
1985 - Kids don't tell (TV)
1984 - Backwards: The riddle of dyslexia (TV)

 

Prêmios


- Recebeu uma indicação ao Oscar de Melhor Ator, por "Johnny e June" (2005).

- Recebeu uma indicação ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante, por "Gladiador" (2000).

- Ganhou o Globo de Ouro de Melhor Ator - Comédia/Musical, por "Johnny e June" (2005).

- Recebeu uma indicação ao Globo de Ouro de Melhor Ator Coadjuvante, por "Gladiador" (2000).

- Recebeu uma indicação ao BAFTA de Melhor Ator, por "Johnny e June" (2005).

- Recebeu uma indicação ao BAFTA de Melhor Ator Coadjuvante, por "Gladiador" (2000).

- Recebeu uma indicação ao MTV Movie Awards de Melhor Performance, por "Johnny e June" (2005).

- Recebeu uma indicação ao MTV Movie Awards de Melhor Vilão, por "Gladiador" (2000).

- Recebeu uma indicação ao MTV Movie Awards de Melhor Diálogo, por "Gladiador" (2000).

 

sonho-sem-limites-poster01.jpg9309gr3.jpg

 

Um sonho sem limites de Gus Van Sant

 

Nesta inteligente comédia de humor negro, Nicole Kidman é Suzanne Stone, uma jovem ambiciosa que quer se transformar numa jornalista e estrela de televisão a qualquer preço. Trabalhando na TV local de sua cidadezinha, ela decide fazer um documentário sobre adolescentes e conhece três estudantes (Joaquin Phoenix, Alison Folland e Casey Affleck) que ficam fascinados por ela. Quando Suzanne começa a achar que o marido (Matt Dillon) pode atrapalhar sua carreira, resolve usar os três adolescentes para ajudá-la a dar um jeito nisso. Aos poucos suas intenções vão sendo reveladas, bem como sua determinação, sua vaidade e sua esperteza cheia de falhas. Nicole Kidman ganhou o Globo de Ouro de Melhor Atriz por sua atuação.

 

reviravolta07.jpg

Reviravolta de Oliver Stone

 

Um homem que está fugindo de agiotas até que tem problemas com seu carro que o fazem parar em uma pequena cidade, onde acaba se envolvendo com uma bela mulher e seu bruto marido. Com Sean Penn, Jennifer Lopez, Nick Nolte, Claire Danes, Joaquin Phoenix, Jon Voight e Billy Bob Thornton no elenco

 

9307gr3.jpg

Circulo de Paixões de Pat O'Connor

Nos anos 50, numa pequena cidade americana, as histórias de duas famílias se cruzam. Os adolescentes Jacey (Billy Crudup) e Doug Holt (Joaquin Phoenix) são de uma família da classe operária, mas estão interessados nas belas irmãs da rica família Abbott. Doug adora a mais nova, sua amiga Pam Abbot (Liv Tyler), enquanto Jacey quer se envolver com todas elas. Seu comportamento é, na verdade, uma forma de vingança, pois acredita que os problemas de sua família se devem ao pai das garotas. Segredos sobre as duas famílias vão sendo revelados, aumentando o despeito de Jacey e abalando o romance de Doug e Pam.

 

pela-vida-de-um-amigo-poster01.jpgpela-vida-de-um-amigo05.jpg

Pela a vida de um Amigo

 

Em férias na Malásia três homens se conhecem e se tornam amigos. Dois anos mais tarde a advogada de um deles procura os demais, dizendo que ele está preso na Malásia por porte de haxixe e será condenado à morte caso ambos não se apresentem e decidam dividir a culpa. Com Vince Vaughn, Anne Heche, Joaquin Phoenix e Jada Pinkett Smith.

1475gr3.jpg

Clay Pigeons

Numa pequena cidade, Clay (Joaquin Phoenix), um rapaz que trabalha num posto de gasolina, se enrola numa cômica trama de assassinatos e é tido pelo FBI como um serial killer. Tudo começa quando seu melhor amigo se suicida, ao descobrir que a esposa está tendo um caso com Clay, e ele ajuda a esconder o corpo. Logo depois sua amante mata sua namorada, deixando mais um cadáver para ele dar um jeito. Clay se torna amigo do caminhoneiro Lester Long (Vince Vaughn), sem saber que ele é um assassino, e mais corpos aparecem. Ele é preso, mas sabe que o verdadeito assassino está a solta e precisa dar um jeito de pegá-lo.

 

8-milimetros-poster01.jpg8-milimetros01.jpg

8 Milimetros

 

Um detetive se infiltra no submundo da pornografia a fim de descobrir a origem de um filme de sexo amador, em que uma garota é morta após ser abusada sexualmente. Com direção de Joel Schumacher (Batman & Robin) e Nicolas Cage e Joaquin Phoenix no elenco.

contos-proibidos01.jpg

Contos Proibidos de Marquês Sade

 

Vivendo em um asilo ao término de sua vida, o Marquês de Sade (Geoffrey Rush) torna-se amigo do diretor do asilo em que reside, Abbe Coulmier (Joaquin Phoenix). Com ele o Marquês troca confidências a respeito da afeição de ambos para com a lavadeira do asilo, Madeleine (Kate Winslet). A amizade de ambos cresce cada vez mais, até que Napoleão Bonaparte envia ao asilo um conceituado médico (Michael Caine), no intuito de curar o Marquês de sua suposta loucura. Entretanto, a vinda do médico apenas faz com que o caráter rebelde do Marquês fique cada vez mais forte.

the-yards05.jpg

Caminhos sem volta do James Gray

 

Leo Handler (Mark Wahlberg) é um rapaz durão com duas características: uma folha de crimes nas suas costas e a certeza de que pode recomeçar sua vida afastado dos negócios ilegais. Ao deixar a prisão após cumprir pena por um crime que não havia cometido, Leo consegue um emprego na empresa de trem do seu tio (James Caan). Porém, logo ele descobre as conexões da empresa em que trabalha com diversos crimes ocorridos e começa a se envolver em diversos problemas, decorrentes desta descoberta.

gladiador-poster05.jpggladiador05.jpg

 

Gladiador de Ridley Scott

 

Nos dias finais do reinado de Marcus Aurelius (Richard Harris), o imperador desperta a ira de seu filho Commodus (Joaquin Phoenix) ao tornar pública sua predileção em deixar o trono para Maximus (Russell Crowe), o comandante do exército romano. Sedento pelo poder, Commodus mata seu pai, assume a coroa e ordena a morte de Maximus, que consegue fugir antes de ser pego e passa a se esconder sob a identidade de um escravo e gladiador do Império Romano.

guerreiros-buffalo05.jpg

Guerreiros bufalos

 

Berlim, 1989, antes da queda do muro. Ray Elwood (Joaquin Phoenix) é um soldado americano que se diverte e ganha dinheiro com o mercado negro da Alemanha Oriental. Ray tem a simpatia do coronel Berman (Ed Harris) para realizar seus negócios, mas seu sossego termina quando chega um novo sargento, Lee (Scott Glenn), que adota a linha dura. Lee decide investigar o regimento, enquanto que Ray fica mais interessado em cortejar a filha dele, Robyn (Anna Paquin).


signs08.jpg

Sinais de M.Nigth Shyamalan

No condado de Bucks, Pensilvânia, vive Graham Hess (Mel Gibson), um viúvo com seus dois filhos, Morgan (Rory Culkin) e Bo (Abigail Breslin). Também mora com eles Merrill (Joaquin Phoenix), o irmão de Graham. Ele reside em uma fazenda e era o pastor da região, mas recusa ser chamado como padre, pois questionou sua fé desde quando sua mulher, Colleen (Patricia Kalember), foi morta ao ser atropelada por Ray Reddy (M. Night Shyamalan), um morador da região que dormiu enquanto dirigia. Repentinamente os Hess ficam bastante intrigados com o surgimento de misteriosos e gigantescos círculos, que surgem inesperadamente em sua plantação sem que haja o menor vestígio de quem os fez ou por qual motivo teriam sido feitos

 

dogma-do-amor05.jpg

Dogma de amor

 

Num futuro onde estranhos fenômenos ocorrem, um homem decide reencontrar sua esposa, que há muito não vê, para oficializar o divórcio. Dirigido por Thomas Vinterberg (Festa de Família) e com Joaquin Phoenix, Claire Danes e Sean Penn no elenco.

 

vila01.jpg

 

A Vila de M Nigth Shyamalan

 

Em 1897 uma vila parece ser o local ideal para viver: tranquila, isolada e com os moradores vivendo em harmonia. Porém este local perfeito passa por mudanças quando os habitantes descobrem que o bosque que o cerca esconde uma raça de misteriosas e perigosas criaturas, por eles chamados de "Aquelas de Quem Não Falamos". O medo de ser a próxima vítima destas criaturas faz com que nenhum habitante da vila se arrisque a entrar no bosque. Apesar dos constantes avisos de Edward Walker (William Hurt), o líder local, e de sua mãe (Sigourney Weaver), o jovem Lucius Hunt (Joaquin Phoenix) tem um grande desejo de ultrapassar os limites da vida rumo ao desconhecido. Lucius é apaixonado por Ivy Walker (Bryce Dallas Howard), uma jovem cega que também atrai a atenção do desequilibrado Noah Percy (Adrien Brody)

 

brigada-49-poster03.jpgbrigada-49-08.jpg

Brigada 49

 

Jack Morrison (Joaquin Phoenix) é um bombeiro inexperiente, que ingressou na corporação há pouco tempo. Logo ele faz amizade com os companheiros de tropa, seguindo à risca as ordens de seu chefe e mentor, o capitão Mike Kennedy (John Travolta). Ao mesmo tempo em que se arrisca ao realizar seu trabalho, Jack precisa lidar com as constantes reclamações de sua esposa, Linda (Jacinda Barrett), que lhe pede mais atenção. Quando Jack fica preso no pior incêndio que já enfrentou, ele começa a avaliar sua vida e as coisas que mais preza, sua família e sua carreira.

johnny-e-june03.jpg

Johnny e June de James Mangold

 

A história do cantor Johnny Cash (Joaquin Phoenix), desde sua juventude em uma fazenda de algodão até o início do sucesso em Memphis, onde gravou com Elvis Presley, Johnny Lee Lewis e Carl Perkins. Sua personalidade marginal e a infância tumultuada fazem com que Johnny entre em um caminho de auto-destruição, do qual apenas June Carter (Reese Whiterspoon), o grande amor de sua vida, pode salvar.

donos-da-noite04.jpg

Os donos da noite de James Gray

 

1988. Bobby Green (Joaquin Phoenix) é o popular gerente da boate El Caribe, cujo dono é um gângster russo situado no Brooklyn. Bobby tem diversos policiais em sua família, entre eles seu irmão Joseph (Mark Wahlberg) e o pai Burt (Robert Duvall), mas tenta esconder esta ligação no trabalho. Com o tráfico de drogas aumentando em Nova York, Bobby tenta manter uma distância saudável do dono da boate em que trabalha, que passa a ser investigado por Joseph.

traidos-pelo-destino08.jpg

Traidos pelo destino

Um garoto é atropelado e morto, sendo que o condutor foge e não presta socorro. O pai busca a ajuda de advogados para encontrar o autor, sem saber que a pessoa que está auxiliando-o é justamente aquela que matou seu filho. Com Joaquin Phoenix, Jennifer Connelly, Mark Ruffalo e Mira Sorvino.


Ator Joaquin Phoenix quer deixar o cinema

Astro diz que, daqui para a frente, quer se dedicar mais à música.
Phoenix foi indicado ao Oscar em 2006 por 'Johnny e June'.

Da France Presse

Foto

O ator americano Joaquin Phoenix, duas vezes indicado ao Oscar, quer encerrar sua carreira no cinema, declarou o próprio no programa de TV "Extra", exibido nesta terça-feira (28).

"Quero aproveitar esta ocasião para lhes dar a exclusividade: não vou mais fazer filmes", revelou ao "Extra".

Joaquin Phoenix, de 34, disse que, daqui para frente, vai se dedicar mais à música. Atualmente, o ator está em cartaz nos cinemas com o drama "Traídos pelo destino".

Irmão do ator River Phoenix, morto por overdose em 1993, Joaquin foi indicado ao Oscar em 2006 por sua interpretação do cantor de música country Johnny Cash, em "Johnny e June". Já havia recebido uma indicação à estatueta como melhor ator coadjuvante, em 2001, no filme "Gladiador".


Bem se vamos falar do Phoenix, vamos fazer direito o cara e um bom ator e merce e primeiro lugar ser lembrado por isto.

Gosto do Phoenix porque nunca ficou na sombra do famoso irmão River e conseguiu uma carreira mais espetacular que o finado.

E um cara que trabalha sem muita preferência faz heróis como vilões e acho isto muito bom.

Trabalhou com um bocada de atrizes gatas: Eva Mendes,Nicole Kidman,Liv Tyler,Jennifer Connelly,Brice Dallas Howard02 

O agente dele e muito bom 06 

Rodou uma trilogia com James Gray com o Two Lovers, que dizem ser muito bom e tem 2 longas com Shyamalan, 1 com Ridley Scott e a consagração definitiva com Johnny Crash de James Mangold.

E loucura ele parar agora, bem no auge da carreira

Espero sinceramente que ele reflita e muita na sua descisão de aposentadoria, pois vai fazer muito falta ao cinema atual.


CACO/CAMPOS2010-03-05 21:33:30
Link to comment
Share on other sites

Sou fã do cara, acho ele ótimo ator mesmo, mas o melhor dele é que sabe escolher filmes bons. Acho A Vila, Sinais, Gladiador, Os Donos da Noite E Os Contos Proíbidos do Marques de etc MUITO bons, e ele ta o ótimo em todos. E gosto bastante também de Johnny e June, e acho Brigada 49 legalzinho até.

 

Um dos meus atores preferidos da atualidade.

 

Melhor filme: Sinais

 

Melhor atuação: Johnny e June ou Gladiador (sim, acho que ele ta fantástico nesse)

 

Tenho que ver mais filmes com ele.

 
Link to comment
Share on other sites

Sua atuação em Walk the Line é brilhante. Ele não só traz todos os trejeitos de Johnny Cash com perfeição, como também consegue mostrar o ser humano por trás de Cash (o que faltou a Jamie Foxx em Ray, por exemplo). Outra atuação digna de nota dele é em Os Donos da Noite, onde ele surpreende com sua intensidade. Mas o acho terrível em Gladiador, onde ele está caricatural.

De filmes, meus preferidos são Sinais, Os Donos da Noite e A Vila. Acho Walk the Line bom e Gladiador péssimo.

 

Não vi Contos Proibidos do Marquês de Sade nem muito menos Brigada 49, Traídos pelo Destino e Dogma do Amor.
Luizz2008-11-06 20:50:25
Link to comment
Share on other sites

  • 2 months later...

Affleck filma documentário sobre o novo músico - 16/01/2009 15:34

caseyaffleck_01.jpgjoaquinphoenix_01.jpgCasey Affleck (foto) vai estrear como diretor em um documentário sobre a carreira musical de Joaquin Phoenix (à direita). A direção é uma das poucas áreas em que Affleck não trabalhou ainda. O ator, que esteve recentemente em O Assassinato de Jesse James pelo Covarde Robert Ford, colaborou no roteiro e na montagem do drama Gerry, de 2002.

Em outubro do ano passado, Phoenix anunciou que deixaria de atuar para se dedicar à música. Seu último trabalho como ator foi no romance Two Lovers. De acordo com o The Hollywood Reporter, o cantor está prestes a embarcar em uma nova área: o rap. O primeiro como rapper será produzido por Sean Combs.

Phoenix fará sua primeira apresentação hoje, em Las Vegas. O show marca o início das filmagens do documentário.

Link to comment
Share on other sites

Visual bicho-grilo de Joaquin Phoenix causa estranheza em aeroporto

Galã foi fotografado com barba enorme ao desembarcar em Los Angeles

Do EGO, no Rio

Reprodução%20/Reprodução

O ator Joaquin Phoenix anda mesmo desleixado. Ele, que já foi fotografado com uma touca rasgada (veja o link abaixo), causou estranheza ao desembarcar em Los Angeles, nesta terça-feira, 20, com um visual bicho-grilo. Na foto à direita, o bem-cuidado Joaquin mostra seu charme no filme "Gladiador", de 2000.

Nossa se fosse o Joaquin voltava a atuar e urgente.
Link to comment
Share on other sites

  • 3 weeks later...

Irreconhecível, Joaquin Phoenix insiste em trocar Hollywood pelo hip hop

Em entrevista, ator garantiu que 'Two lovers' será seu último filme.
De barba e cabelos desgrenhados, ele está trabalhando em um disco.

%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20O%20ator%20Joaquin%20Phoenix%20em%20cena%20do%20filme%20Two %20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20lovers,%20à%20esquerda,%20e%20sua%20versão%20rapper,%20em %20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20foto%20tirada%20neste%20mês%20%28Foto:%20Divulgação/AP%29 %20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20

Joaquin Phoenix está dividido entre dois amores enquanto lança aquele que diz ser seu último filme. Falando apaixonadamente sobre suas novas conquistas, o ator insiste que filmes estão descartados em sua vida -- música é o que lhe interessa agora.

Após o drama romântico sombrio "Two lovers", que estreia nesta sexta nos cinemas dos Estados Unidos, o ator duas vezes indicado ao Oscar afirma que nada deve levá-lo de volta a seu primeiro amor artístico.

"Não sou desse tipo de pessoa que quando rompe com a namorada não a vê nunca mais. Eu a vejo como amigo, mas alguma vez eu penso em voltar? Não, quando eu faço algo, eu faço mesmo. Portanto não tenho intenção [de voltar ao cinema]", Phoenix, 34, afirma em uma entrevista à agência Associated Press.

Quando anunciou, em outubro de 2008, que a música era a sua nova direção artística, muitos fãs acreditaram que ele estava influenciado pelo fato de ter interpretado Johnny Cash no filme "'Johnny e June", de 2005. Em vez disso, Phoenix surpreendeu de novo ao escolher o hip hop, gênero de que diz gostar desde a adolescência.

"Eu adoro os aspectos narrativos e os jogos de palavras do hip hop", disse Phoenix. "Acho as rimas fantásticas, e amo as emoções cruas [do rap]". 

 A mudança intrigou os fãs e levantou especulações de que fosse um truque --ainda mais depois de um vídeo que surgiu na web no mês passado mostrando Phoenix cantando rap em uma casa noturna de Las Vegas. O vídeo de má qualidade, com áudio praticamente incompreensível, não parecia o tipo de coisa que atrairia muitos fãs.

"Não importa o quão bom seja, as pessoas vão... tirar sarro de mim. É impossível. Não tem como. Mas eu não posso me preocupar com isso", diz o ator e cantor sobre a performance do vídeo. "Eu estava concentrado na música, tentando fazer o melhor show possível." 

Equipe%20de%20filmagem%20acompanha%20Joaquin%20Phoenix%20para %20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20documentário%20dirigido%20por%20Casey%20Affleck%20%28Foto:%20AP%29

ao lado do Casey Afleck que está dirigindo o seu documentario

Phoenix construiu um estúdio de gravação em casa onde está produzindo algumas faixas para um álbum. Ele diz não ter certeza sobre como o disco será distribuído, e apesar de ser um trabalho solo, espera gravar ao menos uma faixa com o rapper Diddy.

Agora usando uma barba longa e cabelos emaranhados, Phoenix não se parece nem um pouco com a época em que interpretou o cantor Johnny Cash no filme. Mais do que forjar uma nova imagem para si, o objetivo é distanciá-lo musicalmente de Cash.

 "Sei que preciso mudar. Preciso alterar minha persona pública de modo que as pessoas se abram para me receber pelo que eu estou fazendo agora." E completa. "Não sei se esse é o meu visual", disse Phoenix sobre sua aparência atual. "Quer dizer, é só uma barba."

Um seguidor certeiro de sua carreira musical é o cunhado Casey Affleck, ator também indicado ao Oscar que está fazendo um documentário sobre a mudança na carreira de Phoenix. Affleck tem registrado as gravações do disco e mantinha uma equipe de filmagem acompanhando o ator enquanto ele fazia as entrevistas para promover "Two lovers".

"É um período muito interessante na vida dele", afirmou Affleck. "Eu o conheço há muito tempo. Ele sempre fez música, e sempre falou sobre isso. E agora está finalmente colocando em prática." Ao que Phoenix acrescenta, em tom de brincadeira: "ele só quer me ver quebrar a cara e... rir disso". 

O%20ator%20contracena%20com%20Isabella%20Rossellini%20%28à %20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20%20esquerda%29,%20em%20cena%20de%20Two%20lovers%20%28Foto:%20Divulgação%29

Contracenando ao lado Isabel Rossellini em Two Lovers

Uma pessoa que não está rindo é o diretor de "Two lovers", James Gray, que já colaborou com Phoenix em dois outros trabalhos, "The yard" e "Os donos da noite".

 Gray afirma que levou para o lado pessoal o fato de Phoenix não tê-lo informado de que estava desistindo dos filmes, e se mostrou desapontado por não ter outra chance de trabalhar com o ator de novo. 

Em "Two lovers", Phoenix interpreta um homem emocionalmente abalado que mora em casa, no Brooklyn (NY), com os pais. Depois de um relacionamento que deu errado, ele embarca em um flerte obsessivo com uma vizinha autodestrutiva (Gwyneth Paltrow) enquanto sai com a filha sensível (Vinessa Shaw) de um homem de negócios interessado em comprar a loja de lavagem a seco de seus pais.

Como Gray, Shaw também revelou que ficou desolada ao saber que Phoenix estava abandonando sua carreira no cinema. "Realmente me senti desapontada por ele não mais dividir esse dom de atuar, mas apóio o que quer que ele queira fazer com a vida dele e que o faça feliz", disse a atriz. 

O diretor sabe o tamanho do fardo que Phoenix carrega -- quando está atuando, ele permanece "dentro" do personagem durante todo os dias de filmagem. Por isso, Gray diz acreditar na palavra do ator de que esteja cheio de Hollywood.

"No final das filmagens, eu chegava ao set às seis da manhã, e ele não aparecia por umas duas ou três horas, mas estava em um canto com lágrimas escorrendo em seu rosto", disse Gray. "E eu dizia, 'qual é o problema?'. E ele respondia, 'estou me preparando para o dia'. Nunca vi alguém trabalhar duro daquele jeito."

Como se não bastasse, Gray conta que já viu o incrementado estúdio caseiro de Phoenix. "Se isso não for sério, então ele já foi longe demais."

Bizarro o fato Phoenix não se importar mais com sua verdadeira profissão e tentar ser cantor de hip hop sem se importar com qualidade das músicas ou sabor do sucesso.

Sem contar que ele tá parecendo o Beato Saul do Roque Santeiro com está barba, só mesmo Deus para salvar está pobre alma

Link to comment
Share on other sites

  • 1 year later...
  • 4 weeks later...
  • 1 month later...

Joaquin Phoenix prestes a revelar seu documentário rapper

Filme deve estrar no Festival de Cinema de Cannes

Joaquim%20

Em outubro de 2008, Joaquin Phoenix anunciou sua aposentadoria do cinema. O aclamado ator declarou que migraria para os palcos, reinventando-se como um cantor de rap. Logo depois, Casey Affleck comunicou que registraria a nova carreira de Phoenix, que inclui excentricidades várias e constrangimentos públicos, para um documentário.

Especula-se desde então que se trataria de um documentário falso, uma espécie de Borat sério, algo que lembra as bizarrices de Andy Kaufman, mas os dois negam essa possibilidade. Agora, parece que enfim saberemos a verdade sobre a "loucura" de Phoenix. O filme está sendo exibido - em sessões secretíssimas - a potenciais compradores.

O documentário deve estrear no festival de cinema de Cannes - que acontece de 12 a 23 de maio. Aguarde mais novidades no Omelete.

Link to comment
Share on other sites

Joaquin Phoenix choca o Festival de Cannes com seu documentário rapper

Sexo, drogas, rap e fezes em I’m Still Here: The Lost Year of Joaquin Phoenix

mostrou a potenciais distribuidores seu documentário rapper, I’m Still Here: The Lost Year of Joaquin Phoenix. E o filme confundiu Cannes ainda mais.

Especulava-se que o filme seria um documentário falso, uma espécie de Borat, algo que lembra as bizarrices de Andy Kaufman, mas o LA Times garante que os executivos que assistiram ao filme ficaram tão chocados com o que viram que voltou a dúvida sobre a sanidade de Phoenix.

O ator aparece cheirando cocaína, ligando para prostitutas, em uma cena de sexo oral com uma assessora, ameaçando seus assistentes e cantando rap - muito mal. Cenas de nudez frontal masculina são frequentes e uma das sequências mais chocantes mostra um desafeto de Phoenix defecando sobre ele enquanto o protagonista dorme.

Até o momento não há qualquer certeza sobre I’m Still Here: The Lost Year of Joaquin Phoenix. Seria uma farsa elaborada ou o registro de alguém descontrolado? Aguardemos notícias...

Que decadência
Link to comment
Share on other sites

  • 2 months later...

Filme foi adquirido pela Magnolia Pictures - 14/07/2010 17:32

imstillhere_01.jpg

< name=GENERATOR content="Microsoft FrontPage 5.0">

< name=ProgId content=FrontPage.Editor.>

O controverso "documentário" I´m Still Here: The Lost Year of Joaquin Phoenix (Ainda estou aqui, o ano perdido de Joaquin Phoenix, em tradução literal) foi comprado pela Magnolia Pictures.
 
A empresa anunciou que adquiriu os direitos mundiais do filme dirigido por Casey Affleck (O Assassinato de Jesse James Pelo Covarde Robert Ford) que relata um ano tumultuado na vida do ator Joaquin Phoenix (Johnny e June).
 
Depois de anunciar sua aposentadoria da carreira cinematográfica, em 2008, Phoenix decidiu se reinventar como um cantor de hip hop. Descrito como chocante e controverso, o filme apresenta cenas de nudez, sexo e uso de drogas, no que depois ficou claro não passar de um "mockumentary", ou um documentário de brincadeira.
 
Verdade ou mentira, o filme já tem data para estrear nos Estados Unidos: 10 de setembro. No Brasil ainda não há previsão de quando a obra será lançada.
Link to comment
Share on other sites

  • 2 months later...

Diretor assume: "É tudo mentira!" - 17/09/2010 17:14

imstillhere_01.jpgDesde que foi anunciado, I´m Still Here gerou polêmicas e, mais do que isso, gerou dúvidas em todo mundo que assistiu aos trailers e teasers do filme.

Agora, em entrevista ao New York Times, Casey Affleck, o diretor do documentário assume: é tudo de mentira. Segundo ele, o filme foi inspirado pelo jornalismo gonzo de Hunter S. Thompson, e tanto a "aposentadoria" de Joaquin Phoenix quanto sua tentativa de ser cantor de rap foram planejadas e encenadas.

O filme foi um quase fracasso de crítica, e o diretor acha que as pessoas não entenderam a proposta:

"É uma atuação maravilhosa, é a melhor performance da carreira dele. As críticas foram muito raivosas. Nunca quis brincar com ninguém. Fizemos um filme de fato, com várias tomadas e todo mundo atuando. Você acredita que o que está acontecendo é real, por isso é um filme difícil", afirmou o diretor.

Affleck ainda admitiu que tudo no filme foi roteirizado, inclusive as cenas que supostamente seriam vídeos caseiros da infância de Phoenix.

I´m Still Here ainda não tem previsão de lançamento nacional.

Mark Wahlberg ou Joaquin Phoenix como marido de Jennifer Garner? - 17/09/2010 15:44

jennifergarner_01.jpgAnunciado no final do ano passado como prioridade do estúdio, a Disney agora planeja realmente tirar The Odd Life of Timothy Green do papel até o começo do próximo ano. E para isso, nada melhor do que trazer atores para o projeto.

Segundo a Vulture, Jennifer Garner está associada à fabula dos tempos modernos com roteiro de Peter Hedges (Um Grande Garoto; Eu, Meu Irmão e Nossa Namorada).

O filme será centrado no menino-prodígio, um talentoso músico, e em seus pais: Garner seria a mãe, e o papel de pai poderia ficar com Mark Wahlberg. Há boatos de que ele pode estar em vias de recusar a proposta e, nesse caso, Joaquin Phoenix pode ser, curiosamente, o próximo candidato ao papel.

markwahlberg_01.jpgjoaquinphoenix_01.jpg
Quem será o papai?

Já quanto ao garoto-título, eles estão à procura de um novo rosto, um jovem entre 9 e 12 anos com "cabelo mais longo e olhos carinhosos e curiosos".

Vamos esperar e ver quem vai ser o escolhido.

Link to comment
Share on other sites

  • 8 months later...

por Renato Silveira

O cultuado e injustiçado cineasta norte-americano James Gray, que já concorreu à Palma de Ouro três vezes com Caminho Sem Volta, Os Donos da Noite e Amantes, mas nunca foi indicado ao Oscar, reuniu mais uma vez grandes nomes para o elenco de seu próximo filme.

Intitulado Low Life, o longa trará Marion Cotillard (A Origem) no papel de uma imigrante polonesa que se vê obrigada a se prostituir em Nova York para conseguir dinheiro e comprar os remédios da irmã, que está com uma doença terminal.

Joaquin Phoenix, que trabalhou com Gray em seus três filmes anteriores, deverá interpretar um sujeito malandro que convence a personagem de Cotillard a se prostituir. Já Jeremy Renner (Guerra ao Terror) está em negociações para viver um mágico, primo do personagem de Phoenix, que pode tirar a protagonista da vida amarga que ela tem levado desde que se mudou para os Estados Unidos.

marioncotillard_02.jpg  joaquinphoenix_01.jpg  jeremyrenner_01.jpg
Poderão Cotillard, Phoenix e Renner finalmente levar Gray ao Oscar?

De acordo com o Deadline, Gray pretende filmar Low Life somente no ano que vem, já que ele precisa esperar a agenda de seus atores ficar livre. Cotillard está filmando o novo Batman, Renner está rodando Os Vingadores e terá O Legado Bourne em seguida, e Phoenix está se preparando para trabalhar no próximo filme de Paul Thomas Anderson.

Pheonix saiu da aposentadoria com pé direito.
Link to comment
Share on other sites

Phoenix é um espetáculo. Típico ator injustiçado que nunca ganhou nada porque não faz filmezinhos burocráticos e comerciais. Acho o vilão dele no Gladiador espetacular. O suicida no Amantes maravilhoso. Mas a melhor atuação é em Walk the Line onde ele arrasa desde a primeira cena em que aparece e deixa a horrorosa da Reese no dedinho do pé. É um grande ator. Tomara que com esse novo projeto do Gray ganhe tudo.

Link to comment
Share on other sites

Desperdício, um ator com um grande talento, simplesmente jogar tudo para cima e ficar anos sem fazer mais filmes, estava a um ponto de ganhar um Oscar.

 

 

 

Pena que a sua loucura falou mais alto, isso vêm de um trauma pela morte do irmão famoso na época.

 

 

 

Boatos de intermináveis brigas atrás das cameras, uma foi com a Reese que depois de ter ganhado o Oscar quando os dois estavam indicados, talvéz uma grande injustiça que ele engoliu bem seco.

 

 

 

Ninguém pode falar o nome River Phoenix que ele enlouquece na hora.

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...