Jump to content
Forum Cinema em Cena

Gus Van Sant : Cine e Arte


CACO/CAMPOS
 Share

Qual e o melhor filme do Van Sant  

5 members have voted

  1. 1. Qual e o melhor filme do Van Sant

    • Elefante
      1
    • Milk
      0
    • Encontrando Forrest
      1
    • Paranoid Park
      2
    • Gênio Indómavel
      0
    • Um Sonho Distante
      0
    • Garotos de Progama
      0
    • Drugstore Cowboy
      0
    • Últimos Dias
      2
    • Ate as Vaqueiras Ficam Vaquerias
      0


Recommended Posts

GusVanSant.png

 

 

 

 

 

 

 

 

Gus Van Sant Jr. (Louisville, 24 de julho de 1952) é um cineasta e roteirista norte-americano.

 

 

 

Início da vida

 

Van Sant nasceu em Louisville, Kentucky, O filho de Betty (née Seay) e Gus Van Sant Green, Sr, um fabricante de roupas[1] e vendedor ambulante que trabalhou rapidamente o seu caminho até a escada corporativa para a prosperidade da classe média. Como resultado do trabalho de seu pai, a família mudou-se continuamente durante a infância de Van Sant. Van Sant é um aluno de Darien High School em Connecticut e A Escola Gabel Catlin em Portland, Oregon. Uma constante nos primeiros anos do diretor era o seu interesse em pintura e Super-8 cinema, enquanto ainda na escola que ele começou a fazer shorts semi-autobiográfico que custam entre 30 e 50 dólares. inclinações artísticas Van Sant, levou à Rhode Island School of Design em 1970, onde seus colegas incluíram David Byrne e outros membros da Talking Heads. Foi também na RISD que Van Sant recebeu uma introdução ao vanguarda diretores como Stan Brakhage, Jonas MekasE Andy Warhol; Esta introdução rapidamente o inspirou a mudar o seu principal de pintura cinema.

 

 

Início de carreira (1978-1989)

 

 

 

 

 

Depois de passar algum tempo na Europa, Van Sant foi Los Angeles em 1976. Ele conseguiu um emprego como assistente de produção o escritor / diretor Ken Shapiro, Com quem ele desenvolveu algumas idéias, nenhum dos quais chegaram a ser concretizadas. Em 1981, Van Sant fez Alice in Hollywood, Um filme sobre uma atriz jovem ingênuo que vai para Hollywood e abandona seus ideais. Ela nunca foi lançado. Durante este período, Van Sant começou a passar o tempo observando os habitantes das seções mais baixo e fora do Hollywood Boulevard. Ele ficou fascinado com a existência desta secção marginalizados da população de Los Angeles, especialmente em contexto com a mais comum do mundo, próspero que os rodeava. Van Sant se repetidamente concentrar seu trabalho sobre as já existentes nas franjas da sociedade, começando com seu filme de 1985 Mala Noche.

 

Mala Noche foi feita dois anos depois de Van Sant foi a Nova York para trabalhar em uma agência de publicidade. Ele salvou 20 mil dólares americanos durante o seu mandato lá, que lhe permita financiar a maior parte do seu conto de amor trágico entre um funcionário gay Liquor Store e uma imigrante mexicana. O filme, que foi tomada a partir de Portland escritor rua Walt Curtis'Novela semi-autobiográfico, conta com alguns dos marcos do realizador, nomeadamente o romantismo um insatisfeito, uma sensação seca do absurdo, e na recusa de tratar a homossexualidade como algo merecedor de julgamento. Ao contrário de muitos cineastas gay, Van Sant, que havia sido por muito tempo abertamente homossexual, Se recusou a usar pessoas do mesmo sexo como forragem para abertamente declarações políticas, mas tais relações que freqüentemente aparecem em seus filmes.

 

Filmado em preto-e-branco, Mala Noche ganhou seu diretor aclamação quase de noite no circuito do festival, com a Los Angeles Times nomeá-lo o melhor do ano Independent Film. O sucesso do filme atraiu o interesse de Hollywood, e Van Sant foi brevemente cortejada por Universal, O namoro terminou depois de Van Sant lançou uma série de idéias de projetos (incluindo o que se tornaria mais tarde Drugstore Cowboy e My Own Private Idaho) Que o estúdio se recusou a tomar interesse polegadas

 

Van Sant voltou a Portland, Oregon, Onde ele montou casa e começou a dar vida às ideias rejeitadas pela Universal. Com a ajuda da companhia de produção independente Avenida, O diretor fez Drugstore Cowboy, Sua 1989 filme sobre quatro viciados em drogas que roubam farmácias para sustentar o vício. Vaqueiro reuniu-se com grande sucesso de crítica, além de promover a reputação de Van Sant como um diretor talentoso, que ajudou a revitalizar a carreira de Matt Dillon, Que interpretou o líder da gangue junkie.

 

Indie e sucesso arthouse (1990-1995)

 

 

 

 

Drugstore Cowboy 'exploração s da vida daqueles que vivem nas franjas da sociedade exterior, bem como a sua Portland definição, foram espelhados no próximo esforço Van Sant, o aclamado similarmente My Own Private Idaho (1991). Só com o sucesso de Vaqueiro Van Sant foi agora dado licença para fazer Idaho (Um projecto que tinha originalmente lançado, mas foi batido várias vezes que o script foi considerada "demasiado arriscados" por estúdios). Agora New Line Cinema Van Sant deu a luz verde, ele estava em uma missão para obter a Idaho script para suas escolhas para a sua primeira leva dois jovens. Depois de meses de luta com os agentes e gestores sobre o conteúdo do script, Van Sant finalmente garantidos River Phoenix e Keanu Reeves no papel de Mike Waters e Scott Favor. Centrado em torno do relacionamento de dois traficantes do sexo masculino (desempenhado por Phoenix e Reeves), O filme foi uma análise convincente do amor não correspondido, a alienação, eo conceito de família (um conceito Van Sant explora repetidamente em seus filmes). O filme lhe rendeu uma Independent Spirit Award por seu roteiro (que ganhou o mesmo prêmio por seu roteiro Drugstore Cowboy), bem como um maior prestígio. O filme também ganhou River Phoenix melhor ator em honra a Festival de Cinema de Veneza entre outros. Além disso, ajudou a melhor Reeves, anteriormente conhecido por seu trabalho no Bill e Ted filmes para obter o respeito da crítica que tinha escapado até agora ele.

 

próximo projeto Van Sant, uma adaptação de 1993 Tom Robbins» Mesmo Cowgirls Get the Blues, Foi um flop excessiva, tanto comercialmente e criticamente. Dispondo de um orçamento invulgarmente grande (para Van Sant, no mínimo) de R $ 8,5 milhões e um elenco grande e eclético, incluindo Uma Thurman, John Hurt, Keanu Reeves e um recém-chegado na forma de uma irmã mais nova de River Phoenix Chuva (Por sugestão de Phoenix). O filme foi trabalhado e retrabalhado, mas o produto acabado, no entanto resultou em algo que se aproxima de um desastre significativo.

 

Felizmente para Van Sant, seu próximo projeto, 1995 a To Die For, Ajudou a restaurar seu brilho. Uma adaptação de Joyce Maynard'S romance, o humor estrelado Nicole Kidman como uma menina do tempo assassino ambicioso, que também contou com Van Sant favorito Matt Dillon como seu marido e infeliz, o Phoenix terceiro irmão em tantos projetos, Joaquin Phoenix, Como seu amante igualmente infeliz (River tinha morrido de uma overdose de um ano e meio antes). Foi o primeiro esforço Van Sant para um grande estúdio (Columbia), E seu sucesso abriu caminho para novos projectos de escolha do diretor. No mesmo ano, atuou como produtor executivo Larry Clark'S Kids, Era uma atribuição de montagem, devido ao assunto tanto o filme eo fato de que as fotografias de Clark de junkies tinha servido como pontos de referência para Van Sant Drugstore Cowboy.

 

Mainstream breakout (1997-2003)

 

 

 

 

Em 1997, o diretor ganhou aceitação mainstream graças à Good Will Hunting, Estrelado e escrito por Matt Damon e Ben Affleck. O filme - sobre uma problemática, o gênio de colarinho azul matemática - foi um enorme sucesso crítico e comercial. Além de tomar mais de US $ 220 milhões no mundo inteiro, recebeu um número de Academy Award nomeações, incluindo uma nomeação para Melhor Realizador Van Sant. Ele ganhou Melhor Roteiro Oscar por Damon e Affleck, e Melhor Ator para Apoio Oscar Robin Williams. Van Sant, Damon e Affleck se parodiado e sucesso do filme em Kevin Smith'S Jay e Silent Bob Strike Back.

 

O sucesso da Good Will Hunting oferecidas Van Sant a oportunidade de refazer o Alfred Hitchcock clássico Psycho. Ao contrário de reinterpretar o filme de 1960, Van Sant optou por recriar o filme de tiro para tiro, em cores, com um elenco de jovens astros de Hollywood. Sua decisão foi recebida com curiosidade em partes iguais, o ceticismo, escárnio e de insiders e outsiders indústria iguais, eo resultado final reuniu-se com uma recepção semelhante. Estrelando Anne Heche, Vince VaughnE Julianne Moore, Psycho, Se não exatamente uma falha, não era muito de um triunfo, qualquer um. No entanto, a sua recepção mista não intimidou o diretor, que logo foi ocupado novamente com uma série de projetos. Além de dirigir, ele também dedicou considerável energia para lançar dois álbuns e publicar um romance, Pink, Que era uma exploração velada de sua tristeza pela morte de River Phoenix em 1993.

 

Van Sant se saído um pouco melhor com o 2000's Encontrando Forrester, Um drama sobre um estudante do ensino médio de o Bronx (Rob Brown), Que se torna amigo improvável com um autor, crusty recluso (Sean Connery). A resposta da crítica foi mista, mas geralmente positivo, destacando habilidade de Van Sant na fusão dos estilos de performance pela primeira vez o ator e lenda de Hollywood Brown Connery. No entanto, esses mesmos revisores eram menos impressionado com o roteiro esquemático Scent of a WomanCumpre-Good Will Hunting modelo.

 

Retorno ao cinema de arte (2003-presente)

 

 

 

 

Van Sant, o desejo de voltar a métodos de produção mais intimista, decidiu deixar para trás filmes de grande orçamento estúdio para suas próximas duas características. Inspirado na obra do diretor húngaro Bela Tarr e maverick americano John Cassavetes, Van Sant se retirou para o deserto do Argentina, UtahE Death Valley para 2002 é Gerry, Vagamente planejado, em grande medida improvisado característica na qual a estrela Matt Damon e Casey Affleck, Ambos os personagens jogando chamado Gerry-vagar pelo deserto, discutindo Roda da Fortuna, Jogos de vídeo, e nada em particular. Estreando no Sundance Film Festival, O filme ganhou como escárnio assim como fez o elogio, polarizando o público com sua elíptica, enredo propositalmente sem intercorrências, pontuado por cineasta Harris Savides'Fotografia de paisagem deslumbrante.

 

Levou Gerry mais de um ano para fazê-lo aos cinemas, em que o tempo Van Sant começou a produção em seu próximo filme, o polêmico Elefante. Abordado por HBO e produtor Diane Keaton para criar um filme de ficção baseado no 1999 Massacre de Columbine, O diretor optou por filmar em sua cidade natal de Portland, empregando dezenas de atores inexperientes a crónica de uma adolescente "normal" High School dia ainda um sublinhado por uma tragédia inesperada. Melding longo improviso toma como aqueles em Gerry com camerawork Savides "fluido, o filme terminou provocou fortes reações do público no 2003 Festival de Cinema de Cannes, Que seja adotado ou rejeitado a decisão estética Van Sant, para oferecer uma razão definitiva para as tendências de seus personagens homicida. O consenso entre os Cannes júri foi unânime, porém: em uma decisão surpresa, eles atribuídos Elefante com seu prêmio máximo, o Palme d'Or, E Van Sant com sua primeira estátua de melhor diretor do festival.[2] O sucesso da Elefante levou Van Sant a mostrar a estréia de E.U. Elefante como um fundraiser para Fora para Dentro, Uma organização que trabalha para ajudar os jovens que vivem nas ruas de Portland, Oregon.

 

Em 2005, Van Sant liberado Últimos dias, O componente final de que ele se refere como sua "Trilogia da Morte" (as outras partes sendo Gerry e Elefante). É um relato romanceado do que aconteceu Nirvana frontman De Kurt Cobain nos dias que antecederam a sua morte.

 

Em 2006, Van Sant começou a trabalhar em Paranoid Park baseado no livro de Blake Nelson, Sobre um adolescente que, acidentalmente, skate provoca a morte de alguém. O filme foi lançado na Europa em fevereiro de 2008. Ele também dirigiu o "Le Marais" segmento do filme omnibus Paris, je t'aime.

 

O mais recente filme de Van Sant é uma espécie de regresso ao mainstream. Lançado em 2008, o longa-metragem Leite é um biopic de abertamente gay San Francisco supervisor Harvey Milk, Que foi assassinado em 1978, interpretado por Sean Penn. O filme foi lançado para aclamação muito e ganhou vários elogios de críticos de cinema e guildas. Finalmente, recebeu oito Oscar nomeações no Academy Awards 81, Incluindo Melhor Filme, Ganhando dois para Melhor Actor num Papel Principal por Penn e Melhor Roteiro Original para o escritor Dustin Lance Black. Van Sant foi indicado para Melhor Diretor.

 

 

 

Van Sant está atualmente no meio das filmagens Inquieto, Um filme descrito em cerca de dois amantes com uma preocupação com a mortalidade.

 

Van Sant lançou dois álbuns musicais: Gus Van Sant e 18 Songs About Golf.

 

Van Sant se execuções em um episódio da série da HBO Comitiva.

 

Van Sant também participa como membro do Júri para o NYICFF, Um local New York City Film Festival dedicado à exibição de filmes para crianças com idades entre 3 e 18.

 

43045.jpg13633.jpg

 

Adaptação de uma história autobiográfica de James Fogle. Para manter seus vícios, um pequeno grupo de viciados vive do expediente de assaltar farmácias atrás de bolinhas. Mas nem pense em criminosos, os quatros são inocentes pobre-diabos que fazem o estilo feliz de ser doidão e vão se meter em uma imensa enrascada. Quem chefeia o bando e a voz que narra a história é Bob (Matt Dillon). Os companheiros nos assaltos as drugstores são a mulher dele, Dianne (Kelly Lynch), e um casal de amigos, Rick (James Le Gros) e Nadine (Heather Graham). E no caminho da turma tem sempre a polícia atrás. Gus Van Sant dispensa o baixo astral junkie e o filme tem muitos lances cômicos, principalmente nas viagens alucinógenas do personagem de Matt Dillon.

 

9580.jpg

 

O filme mostra um grupo de adolescentes em um dia comum numa escola de Portland, nos Estados Unidos: trabalhos de classe, educação física, fofocas e encontros de amigos. Para cada um dos estudantes que conhecemos, a escola secundária tem significados diferentes: estimulante, agradável, solitária, difícil. Até que um fato extremamente violento acontece, semelhante ao ocorrido em Columbine. Vencedor da Palma de Ouro do Festival de Cannes em 2003.

 

13999.jpg

 

 

 

Baseado em livro de Tom Robbins. A protagonista é a bela Sissy Hankshaw (Uma Thurman) que nasce com um polegar imenso, o que facilita bastante sua vida de caroneira. Modelo em Nova York, a garota vai fazer um comercial de produtos de higiene íntima num estranho rancho de vaqueiras. Apaixona-se pela bela Bonanza Jellybean (Rain Phoenix, irmã de River) e entra numa rebelião para transformar o rancho em santuário ecológico.

 

 

 

O mundo da prostituição masculina nas imagens de Gus Van Sant. River Phoenix dá um show como Mike Waters, um michê gay sem casa e família, que perambula pelas ruas em busca de fregueses. Ele sofre de narcolepsia e pode cair no sono mais profundo a qualquer momento, seja durante uma transa, no meio da rua ou em um bate-papo. Keanu Reeves é Scott Favor, companheiro de calçadas de Mike, um garoto rico que se prostitui para escandalizar a família.

 

13981.jpg

 

200px-Finding_forrester.jpg200px-Good_will_h.jpg910.jpg2644.jpg

 

 

Um dos melhores cineastas em atividade, com uma filmografia versatil e producões cada vez mais autorais e independetes.

 

Vida longa a jeito Van Sant de dirigir e que mais astros se entreguem a sua tutela perantes as câmeras.

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

Putz, eu devo ser um alien, pq todo mundo adora esse Elefante e eu detestei muito. Eu costumo dizer q esse filme inaugurou um novo gênero, é o  "filme corredor". Um personagem vai de um lado ao outro e vc acompanha a câmera por cima do ombro dele por toda a extensão de um corredor de 100 metros, em câmera lenta. Ok, é um recurso narrativo, o diretor tem lá suas razões, mas me doeu as bolas de tão chato. A sensação que eu tinha no cinema é q os 90 minutos de filme, pareciam 5 horas. E achei pretencioso até não poder mais. Respeito quem gosta, mas juro q não compreendo... GVS na minha opinião tem altos e baixos, já fez muita coisa legal (Adoro Drugstore Cowboy, passei anos correndo atrás do DVD até achar...e achei Milk do carai tb...)mas tb faz umas coisas meio fracas e tem uma mancha no currículo que foi ter cometido o remake ridículo de Psicose. Eu já tenho um certo ranso com remakes, mas é verdade q tb já saiu muita coisa boa(Scarface, por exemplo), mas em geral vc dá outra visão do filme original, altera coisas, remodela, às vezes moderniza... Van Sant não; pegou o roteiro original e refez take por take a mesmíssima coisa q Hitchcock tinha feito. A diferença? Ele não é Hitchcock, Viggo Mortensen não é John Gavin e  Vince Vaughn não é Anthony Perkins. Não tinha como dar certo. Como exercício cinematográfico deve ter sido uma experiência enriquecedora pra quem fez, mas como filme , na minha opinião, é um desastre total e completo. No geral acho q tem mais coisa boa do q ruim na filmografia do cara; gosto dele, mas ele ás vezes pisa na bola...

 

Link to comment
Share on other sites

Gosto mais de Paranoid Park também. Desses filmes mais autorais dele é com certeza o que mais me conquistou. Gerry vindo logo em seguida.

 

As outras obras mais comerciais do cara servem mais como demonstrações de ótimas atuações (Kidman em sonho sem limites, por exemplo) do que necessariamente como bons filmes. São meio sem sal...
Link to comment
Share on other sites

Eu gosto muito de Elefante e Paranoid Park, mas em compensação achei Gerry e Últimos dias péssimos. Pior ainda foi Até as vaqueiras ficam tristes. E tem os filmes comerciais, que pra mim ficam no meio termo sendo apenas "bons", e nesse grupo entram Gênio indomável, Milk, etc.

 

Link to comment
Share on other sites

  • 2 months later...
  • 1 year later...

por Virgílio Souza


gusvansant_01.jpg

Entrevistado pelo site The Playlist durante o Festival de Cinema de Toronto, Gus Van Sant acabou comentando mais sobre futuros trabalhos do que sobre Inquietos, longa que ali estava sendo exibido e que estreia hoje nos cinemas norte-americanos. Entre os assuntos abordados, o de maior destaque foi The Electric Kool-Aid Acid Test, projeto idealizado pelo cineasta há anos.


Baseado no livro homônimo de Tom Wolfe (no Brasil, publicado como O Teste do Ácido do Refresco Elétrico), o longa contaria a história real de Ken Kesey, autor de Um Estranho No Ninho, e dos “Merry Pranksters”, grupo de escritores que promoveu o uso de substâncias psicotrópicas nos Estados Unidos durante a década de 60.


A trama se focaria na viagem realizada por Kesey e amigos pelo país a bordo de um ônibus colorido, em 1964. A versão inicial do roteiro foi escrita por Dustin Lance Black (Milk - A Voz da Igualdade) e, posteriormente, reescrita por Gustin Nash (Charlie Bartlett e Youth In Revolt). No entanto, Van Sant não acredita que o filme será realizado em um futuro próximo, pois não sabe exatamente como contar a história.


testedoacido_01.jpg

“Eu trabalhei nisso por um longo tempo. E nós ainda não encontramos a combinação correta para selecionar partes da história e criar uma versão cinematográfica para ela. Estou tentando resolver [essa questão] há três anos. E não posso dizer se precisarei ou não de mais três para fechar a história”, afirmou o cineasta.


Por essa razão, The Electric Kool-Aid Acid Test ainda não possui cronograma de produção e previsão de estreia.



Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...

Taylor Lautner deve produzir e atuar em novo filme de Gus Van Sant

Ator quer se provar como intérprete

Taylor%20Lautner

Taylor Lautner (Crepúsculo) está prestes a assinar contrato para produzir e protagonizar o novo filme de Gus Van Sant (Milk, Elefante), um projeto pequeno baseado em uma matéria da revista The New Yorker.

Ainda não há mais detalhes divulgados, mas o The Hollywood Reporter diz que até o fim da semana deve ser divulgado o nome do roteirista. As filmagens devem começar no primeiro trimestre de 2012.

O projeto é um respiro para a carreira do ator, que não tem conseguido emplacar fora da saga dos vampiros brilhantes de Stephenie Meyer. Lá vem o primeiro filme de arte sem camisa...

A produção é da sua Quick Six, produtora que ele controla junto de seu pai, Dan Lautner.

Link to comment
Share on other sites

  • 9 months later...

Gus Van Sant vai atuar em drama erótico com Lindsay Lohan

04/08 - 11h27.

 

Gus Van Sant, diretor dos indicados ao Oscar Milk - A Voz da Igualdade e Gênio Indomável, vai atacar de ator em The Canyons, drama erótico que conta com Lindsay Lohan e o astro pornô James Deen no elenco. O roteirista Bret Easton Ellis anunciou a notícia em seu Twitter e aproveitou para divulgar uma imagem (mais abaixo) de Sant dividindo a cena com Deen. Na trama, o cineasta interpretará o Dr. Campbell.

 

O filme mistura juventude, glamour, sexo e Los Angeles, contando a história de cinco pessoas diferentes: Christian (Deen), um produtor de cinema que costuma filmar suas performances sexuais; Tara (Lohan), sua namorada e ex-modelo; Ryan, um jovem aspirante a ator que está tentando conseguir um papel no próximo filme de Christian; Gina, que é apaixonada por Ryan e também está tentando um papel no mesmo filme; e Lindsay, uma ex-atriz que virou instrutora de yoga e que está apaixonada por Christian.

 

Sob direção de Paul Schrader (roteirista de Taxi Driver e diretor de O Dono da Noite, Temporada de Caça, Dominion, o prelúdio de O Exorcista, e Adam - Memórias de uma Guerra), The Canyons atualmente está sendo rodado e deve chegar aos cinemas em 2013.

Link to comment
Share on other sites

 

 

Taylor Lautner deve produzir e atuar em novo filme de Gus Van Sant

 

 

Ator quer se provar como intérprete

 

 

taylor.jpg

 

 

 

Taylor Lautner (Crepúsculo) está prestes a assinar contrato para produzir e protagonizar o novo filme de Gus Van Sant (Milk, Elefante), um projeto pequeno baseado em uma matéria da revista The New Yorker.

 

Ainda não há mais detalhes divulgados, mas o The Hollywood Reporter diz que até o fim da semana deve ser divulgado o nome do roteirista. As filmagens devem começar no primeiro trimestre de 2012.

 

O projeto é um respiro para a carreira do ator, que não tem conseguido emplacar fora da saga dos vampiros brilhantes de Stephenie Meyer. Lá vem o primeiro filme de arte sem camisa...

 

A produção é da sua Quick Six, produtora que ele controla junto de seu pai, Dan Lautner.

 

FAIL... rs

Link to comment
Share on other sites

Detesto Elefante, acho Milk bacaninha, sua versão de Psicose é uma das refilmagens mais desnecessárias que já assisti e Inquietos achei uma bela bosta. Gênio Indomável é o único dele que acho acima de um simples bom e o filme deve muito ao roteiro. Enfim, longe de ser um diretor que eu admiro.

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

Adoro Gus Van Sant, mas reconheço que ele é bem irregular. Odeio, com o fundo do coração, "Last Days" (ok, talvez precise assistir novamente, mas honestamente, não tenho interesse algum), mas amo de paixão "Drugstore Cowboy" que é um dos meus filmes preferidos, "Milk" e "Elefante" que eu comecei não entendendo e achando chato e conforme assisti mais e mais vezes, acabei gostando bastante. Ele foi meu primeiro filme mais "indie". Foi por ele que eu descobri o diretor e fui atrás dos outros.

 

Gosto muito de "My Own Private Idaho" e "Paranoid Park", mas ignoro o remake de "Psicose". "Inquietos" que é o novo dele eu achei meio mais ou menos..

Enfim, pelo menos ele é um diretor que quando anunciam um projeto novo eu sempre tenho uma esperança de que seja algo muito bom.

Link to comment
Share on other sites

  • 2 years later...

Sea of Trees | Matthew McConaughey na primeira imagem do filme sobre a floresta japonesa dos suicidas
Drama de Gus Van Sant também tem Ken Watanabe e Naomi Watts no elenco.

 

 

 

O roteiro escrito por Chris Sparling conta a história de um homem (McConaughey) que entra na "Floresta dos suicidas" (Aokigahara, também conhecida como Sea of Trees ou Mar de Árvores), aos pés do Monte Fuji, no Japão, para tirar a própria vida. Quando é interrompido por um japonês (Watanabe) em dúvida sobre o próprio suicídio, os dois começam uma jornada de reflexão e sobrevivência. Naomi Watts viverá a esposa do personagem de McConaughey.

Sea-Of-Trees-12set2014-01.jpg
 

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...