UA-130521384-1 Jump to content
Forum Cinema em Cena

Leaderboard


Popular Content

Showing content with the highest reputation since 05/27/2019 in all areas

  1. 3 points
    primo

    Quarteto Fantástico (MCU)

  2. 2 points
    Baseada em fatos, a história de Ford vs Ferrari acompanha Carroll Shelby (Damon) e Kevin Miles (Bale), que lutaram contra a interferência corporativa, as leis da física e seus próprios demônios pessoais para criar um carro de corrida revolucionário para a Ford Motor Company competir com a Ferrari em um evento de corrida na França, em 1966. A direção ficou por conta de James Mangold, de Logan. Ford vs Ferrari estreia em 15 de novembro.
  3. 2 points
    Jorge Soto

    Monstro do Pântano

    trailer final o visu do demonio azul ta legal
  4. 2 points
    O Coringa do Joaquim Phoenix não sera prelúdio e sim um reboot do Coringa nos cinemas, o filme se passará nos anos 80. O principal rumor dos fóruns americanos dizem que se o coringa do Joaquim Phoenix for sucesso, o Batman do Matt Reeves vai estar ambientado neste universo e este é o motivo a qual este Batman se passará nos anos 90 pois continua diretamente os eventos dos anos 80 do Coringa porém o Coringa em si não volta, ele seria um "criador" deste universo e viraria "mito" a partir daí. A Warner não se manifestou pois esta esperando o resultado do Coringa mas é provável que logo após o lançamento do filme, eles informem que o "The Batman" estará neste universo , o que aumentará o hype.
  5. 1 point
    Jorge Soto

    19 Dias de Horror

    esse aí é das antigas..lembro dele quando passava no SBT depois do programa Silvio Santos, meados dos oitenta... apesar de ser xerox menor de Encurralado eu adorava ver aquele carrão preto detonando ciclistas, pedestres, etc.. e no final o carro explodindo e a fumaça formando a silhueta do capiroto, lembro até hoje...🤣
  6. 1 point
    Jailcante

    Slasher

    Acho que o Pânico pegou esse lance da escola do Hora do Pesadelo. hehe É que no primeiro Hora do Pesadelo aparece pouco a escola. Depois, da Nancy ter um pesadelo lá, acaba não aparecendo mais. Na parte 2 e 4 é que aparece bem mais a escola. Enfim. Mas o lance de ser 2 (jovens) assassinos devem ter pego do Pânico mesmo. Sobre os assassino: Tava achando que seria o pai da Saadia... A viagem dele seria uma desculpa pra ficar ali agindo, sem suspeitas. É que tem um slasher dos anos 80 (não vou dizer o nome pra não dá o spoiler) que o assassino faz isso. Diz no começo do filme que vai viajar, mas no fim a gente vê que ele usou isso de desculpa pra ficar livre e cometer os assassinatos (achei que estariam fazendo essa referência a esse filme com isso, apesar dele não ser um filme muito famoso). Por muito tempo, fiquei achando que era o pai dela (até acho que o próprio Pânico usou isso inspirado nesse filme, porque o pai da Sidney diz que vai viajar no começo e não aparece mais, e assim muita gente suspeitou dele). Mas suspeitei da amiga da Saadia quando mataram o bully dela na festa (porque ela aparece pouco na festa, ficaram mostrando mais o irmão e a Saadia).
  7. 1 point
    Gust84

    Monstro do Pântano

    Caras eu ainda tenho um action figure do monstro do pantano que eu ganhei quando tinha uns 12 anos, e só por causa disso já me empolguei com o filme, hahaha. O boneco é exatamente esse aqui, que o braço saía e recolhia: caralho que nostalgia.
  8. 1 point
    superover

    Fórum CeC - 10 Anos

    Não acho que a situação esteja tão ruim assim não. Um monte de tópicos são upados por dia, e às vezes até por hora. Pode não ser tanto se comparado com a era de ouro do fórum, mas estamos conversando. Talvez a principal mudança nem tenha sido no fórum em si, mas sim que tópicos como Filmes na TV Aberta e Top 20?? acabaram abandonados. Um monte de gente ficou por aqui, mas acabaram não sendo pessoas que no geral tinham o hábito de postar nesses tópicos. Enfim... Na boa, Kill Bill tem tanta cara de filme lançado em 2004 que eu até me assustei quando descobri que na verdade ele foi lançado em 2003.
  9. 1 point
    Jorge Soto

    Brinquedo Assassino (Remake)

    enfim a voz do eterno Mark Hammill no bonecão
  10. 1 point
    Filme do Coringa tem história vazada – e ela é insana! O portal ComicBookMovie garante ter recebido informações sobre a história do filme solo do Coringa, que será protagonizado por Joaquin Phoenix. Assim, cuidado com possíveis spoilers no texto abaixo! O site afirma que o vazamento foi feito com informações das exibições testes que serão feitas. A fonte, que teria revelado outros filmes no passado, chega até a contar qual pode ser a possível conclusão da história. É contado que a história de Coringa se passa na Gotham de 1981. A cidade da DC “está no seu ponto mais baixo, com uma onda de crimes deixando tudo mais sujo e mais perigoso”. Arthur Fleck, o personagem de Joaquin Phoenix, trabalha como um palhaço para uma agência de talentos. Ao mesmo tempo, tem um assistente social que o monitora por conta de problemas mentais. Essa personalidade inclui o hábito de Arthur rir incontrolavelmente quando se sente nervoso, algo que não ajuda em sua carreira. O protagonista vive para cuidar de sua mãe, que era uma empregada da Família Wayne. Ou seja, a família do Batman. Tratando dos Wayne, o site garante que Thomas Wayne, o patriarca, está concorrendo para ser prefeito. O objetivo dele é limpar Gotham, em todos os sentidos. O bilionário parece um bom homem, mas ignora as correspondências da mãe de Arthur, que tem problemas assim como o filho. O ponto de virada na vida de Arthur será quando o palhaço perder o emprego e sofrer uma humilhação pública no metrô. Depois dessas cenas, o protagonista matará três funcionários de Wall Street que tentam assediar uma mulher. Os assassinatos serão o início de uma resistência do povo de Gotham contra a elite local. Thomas Wayne é visto como a voz dos ricos, assim será alvo da população. Ao mesmo tempo, Arthur segue tentando a carreira como um humorista de sucesso. Quando se apresenta em um clube de comédia, o seu show é um desastre e a gravação acaba no programa de Murray Franklin. O apresentador, que é vivido por Robert De Niro, se diverte com Arthur. O filme segue com a investigação dos policiais sobre os assassinatos do palhaço, que logo é interrompida com a suposta grande revelação da trama. Arthur lê as cartas de sua mãe e descobre que é filho de Thomas Wayne, se tornando o meio-irmão mais velho de Bruce Wayne. A revelação, porém, é apenas uma das reviravoltas de Coringa. Arthur aprende que a sua mãe era obcecada por Thomas, mas os dois nunca se relacionaram. Ele não é um Wayne. O filme, então, ganha um evento macabro. Arthur descobre que era abusado pelo namorado da mãe, supostamente o seu pai. A mãe do palhaço sabia de tudo. Isso faz com que o protagonista vá para o Asilo Arkham e a assassine. O personagem de Joaquin Phoenix abraça a identidade do Coringa. O vilão começa a matar todos que já o rejeitaram. O suposto vazamento afirma que a personagem de Zazie Beetz deve ser poupada por conta dos sentimentos de Arthur por ela. Ninguém sabe nesse momento que Arthur é o Coringa. Por causa disso, ele é convidado para se apresentar ao vivo no programa de Murray Franklin. Lá, o protagonista faz o seu grande número. O vilão assassina o apresentador com um tiro na cabeça e faz um discurso para população de Gotham. Esse ato inicia uma manifestação que tem como consequência os assassinatos de Martha e Thomas Wayne, dando uma história de origem bem diferente para o Coringa e também, de certa forma, para o Batman. No final, o Coringa é preso quando é atropelado por um táxi. O filme acaba com o vilão dançando em sua cela, no Asilo Arkham, completamente fora de si. O vazamento ainda traz duas informações: Coringa será para maiores de idade e Arthur aparece fantasiado como o Palhaço do Crime apenas nos 30 minutos finais. O site garante que Joaquin Phoenix será um dos favoritos ao Oscar com o longa. Vale lembrar que esse é um suposto vazamento. A DC não se pronuncia sobre as informações. Por parte da editora, o que é confirmado é que Coringa será uma história de origem do personagem.O elenco conta ainda com Bill Camp (Operação Red Sparrow, A Grande Jogada), Frances Conroy (American Horror Story, Castle Rock), Brett Cullen (42, Narcos), Glenn Fleshler (Billions, Barry), Douglas Hodge (Operação Red Sparrow, Penny Dreadful), Marc Maron (Maron, GLOW), Josh Pais (Motherless Brooklyn, Going in Style), e Shea Whigham (O Primeiro Homem, Kong: A Ilha da Caveira).A direção de Coringa ficará por conta de Todd Phillips (Se Beber, Não Case!), com roteiro de Scott Silver (O Vencedor) e produção do ator Bradley Cooper.Coringa estreia no dia 3 de outubro no Brasil.
  11. 1 point
    The Batman, com Robert Pattinson, vai focar em Bruce Wayne se descobrindo como um detetive Depois do anúncio de Robert Pattinson como o novo Bruce Wayne em The Batman, alguns detalhes da trama do filme estão começando a ser divulgados. O The Hollywood Reporter revelou alguns detalhes sobre o filme.“Este novo Batman teve que ser encaixado em uma janela de idade bem definida, sendo escrito como alguém que está em torno dos seus 30 anos. A história deste filme não será nem uma releitura da origem do personagem e tampouco a história sobre um veterano que comanda o combate ao crime de Gotham City. Essa história é sobre Bruce Wayne se descobrindo como um detetive genial”, afirma o site.Já se sabia que o Batman de Robert Pattinson não teria relação com o Batman veterano interpretado por Ben Affleck, mas agora temos a confirmação de que o foco do filme deve de fato ser completamente diferente. Dirigido por Matt Reeves, The Batman será o primeiro filme de uma nova trilogia sobre o Homem Morcego. A produção do filme começa ao fim deste ano.The Batman, com Robert Pattinson, estreia em 24 de junho de 2021. Entenda os bastidores da escolha de Robert Pattinson para viver o novo Batman Desde o dia 17 de maio, rumores indicavam que Robert Pattinson seria de fato o escolhido para The Batman, de Matt Reeves. Porém, foi revelada hoje (04) a informação de que o ator só foi escolhido de fato na semana passada.De acordo com o The Hollywood Reporter, foi só depois do Festival de Cannes que Robert Pattinson fez o teste final para viver o personagem. “Na realidade, Pattinson não era o Batman naquela época [maio] ainda. Horas depois de sua participação em Cannes, ele pegou um avião para Los Angeles para enfrentar aquele que provavelmente foi o maior teste de sua carreira como ator: vestir o traje do Batman para o diretor Matt Reeves, que está montando o elenco de The Batman”, afirma o jornal.Durante o mês de maio, Robert Pattinson teve que enfrentar a concorrência do ator Nicholas Hoult, que também concorria pelo papel de Bruce Wayne. No fim, Matt Reeves e os produtores da Warner Bros. escolheram Pattinson, que foi anunciado oficialmente como Batman no dia 31 de maio.
  12. 1 point
    Jailcante

    Os Vingadores 4: End Game

    Fizeram um medidor no youtube! HAHAHAHA
  13. 1 point
    Jailcante

    Os Vingadores 4: End Game

    Versão dos diretores é que Thanos levou a Partícula Pym pros cientistas dele para reproduzir o tal líquido. Pergunta é: Se os putos dos Russo já tinham essas explicação porque não colocaram no filme (acho que isso 1 linha de diálogo já dava pra colocar tal explicação)?
  14. 1 point
    Jailcante

    Slasher

    Assisti aqui. Ótima essa 3ª temp. também, hein? Veio bem completa e redondinha. Não sei se prefiro essa ou a anterior. Enfim. Interessante que o prédio (ambiente mor da temporada) era claustrofóbico, mas não por causa do lugar, mas por causa das pessoas, onde vizinhos não gostavam um do outro. Todo mundo ali se odiando e se sentindo isolado. Gostei muito desse local. Mortes bizarras, assassino misterioso com visual legal, e personagens interessantes. E estava esperando umas referências 'A Hora do Pesadelo' e basicamente veio na fornalha que aparece no final, e na escola onde o elenco jovem aparecia. E spoilers O motivo dos assassinatos vieram da mulher que se matou quando ateou fogo no próprio corpo. Ou seja, alguém morreu torrado e veio a vingança depois pra cima dos 'envolvidos'.
  15. 1 point
    Jorge Soto

    Jurassic World 3 (11/06/2021)

    a triz meio que deu a entender que Sam Neill, Laura Dern e Jeff Goldbunn, protagonistas da franquia original, estão no filme.. “Sim, estou muito (empolgada). Eu não sei o que foi confirmado ou não, mas vou piscar se isso talvez possa acontecer”... ela piscou!
  16. 1 point
    primo

    The Batman (Matt Reeves - 25/06/2021)

    Talvez não seja exatamente a tendência do Matt Reeves aqui, Tensor! Pode ser, mas... não necessariamente. Um exemplo é o anúncio da pegada noir, que é um carimbo na série animada, que por sua vez se inspira, também, no Burton. Não é garantia, mas pode ser um sintoma. Eu apostaria que o Reeves fará um meio termo. Pegando como exemplo o Nolan: o cara pega Gotham na trilogia e "limpa" quase que completamente as características visuais que deram personalidade à cidade. Já o que temos do Reeves, até agora, são dois filmes da franquia Planeta dos Macacos que se esforçam para unir o lúdico a uma atmosfera verossímil (trocadilho com macacos, por favor), de modo mais engajado. Nolan - e aqui sou eu resumindo muito - apenas pega um cenário "real" e joga lá o Batman. Realmente, e algo assim no filme do Coringa pode ser um indício. em tempo: O diretor publicou no Twitter um gif do ator Robert Pattinson e três morcegos, indicando que a confirmação do estúdio se aproxima. Não que seja necessária pra nós a essa altura, claro. hehe
  17. 1 point
    Star Lord

    Aladdin (Live Action)

    Assisti ontem com a esposa. No geral gostei. Assistimos dublado e que bom que o dublador do Gênio continuou o mesmo (é o mesmo que dubla o Will, coincidência maravilhosa). Fizeram algumas alterações pontuais na história, mas achei que foi uma boa decisão. Jafa não chegou a ser um grande problema para mim, apesar de achar que escalaram um ator muito jovem. Estava com o pé atrás com o Will Smith de Gênio, mas deu muito certo. A apresentação dele quando sai da lâmpada a primeira vez ficou muito boa. Alias, achei que as partes musicais foram todas muito bem feitas, destaque positivo para todas. Quando cheguei em casa tive que rever todas as musicas do filme original, e foram bem fieis, tanto no que se ouve quanto no que se vê - dentro do possível para um live action. Como vimos dublado, a estranheza maior foi pela falta de sincronia das falas, principalmente durante as musicas, mas não atrapalhou tanto que estragasse a experiência. Fiquei surpreso como gostei do filme. PS: Se tinham 8 pessoas na sala de cinema era muito.
  18. 1 point
    Jorge Soto

    Mestres do Universo (He-Man) 2019

    😂🤣
  19. 1 point
  20. 1 point
    Big One

    Jessica Jones (a série)

    Pelo menos eles ficaram sabendo que seria a última antes de lançar..então tiveram tempo de encerrar e até colocar final season no trailer...rsrsr
  21. 1 point
    Jorge Soto

    X-Men - Fênix Negra

    belissimo poster chinês!
  22. 1 point
    primo

    X-Men - Fênix Negra

    bicho... que sensacional !! aqui na cidade, nós temos um gandalf / magneto nos projetos culturais da turma, que é o tio Beto, um mestre na casa dos setenta, que a gente ama de paixão. Daí eu acabo de falar com ele pelo celular e no minuto seguinte me deparo com esse belo vídeo! maravilhosa homenagem.
  23. 1 point
    off: parece que a saga Flashpoint foi pro saco mesmo.... e a batfamilia vai de vento em popa😢 Contratos dos atuais The Flash e Ciborgue terminam neste mês Fim da linha para primeira Liga da Justiça dos cinemas? O portal ComicBook trouxe um forte indicativo de que os filmes de The Flash e Ciborgue podem não acontecer, ao menos os que estavam em desenvolvimento.O portal informa que Ezra Miller, o Flash, e Ray Fisher, o Ciborgue, não farão mais parte do time da DC a partir do dia 1° de junho. Os contratos dos atores terminam ao final de maio.Assim, se a DC não anunciar a renovação dos acordos, é seguro afirmar que os projetos de The Flash e Ciborgue serão pausados ou até descartados. A DC e os atores não se pronunciam até o momento.O jornalista Thomas Polito também informa que um novo acordo pode demorar para sair. Caso a DC queira lançar, futuramente, filmes dos heróis.Ray Fisher e Ezra Miller apareceram pela última vez como Ciborgue e Flash em Liga da Justiça, de 2017.
  24. 1 point
    Questão

    Patrulha do Destino (Série)

    Segue minha humilde crítica da primeira temporada de PATRULHA DO DESTINO Segunda série produzida pelo serviço de Streaming da DC Comics, vinda no rastro da relativamente bem sucedida TITÃS (onde a equipe fez a sua estréia em live action em uma participação especial) PATRULHA DO DESTINO surge com uma identidade completamente diferente da série irmã, e não, não é preciso ter assistido TITÃS para conferir PATRULHA DO DESTINO. Diferente da equipe do Robin, a DC aposta aqui em uma equipe completamente desconhecida do grande público (e nichada mesmo entre os fãs de Hqs) para entregar um produto narrativamente e esteticamente bastante ousado, e que se destaca entre as tantas séries do subgênero que tem surgido, embora é bom avisar, talvez não seja para todos os gostos. A trama acompanha um grupo de pessoas protegidas pelo Dr. Niles Caulder (Timothy Dalton), um cientista que ao longo dos anos salvou um grupo de pessoas de experiências de quase morte, que deu poderes a ela, mas também as transformou em párias sociais, incapazes de levar vidas normais. Formam o grupo Rita Farr (April Bowlby) uma renomada atriz da década de 50, que após ser exposta a gases vulcânicos incomuns enquanto filmava um filme no Congo, teve toda a estrutura molecular de seu corpo tornada elástica, Larry Trainor (Matt Boomer), um piloto de testes que durante um voo, entrou em contato com uma entidade cósmica, tendo 95% de seu corpo queimado, ficando preso a essa entidade, Cliff Steele, (Brendan Fraser) um piloto de Nascar, que após sofrer um grave acidente, ficou com apenas o cérebro intacto, passando a viver dentro de um corpo robótico super forte, e a misteriosa Crazy Jane (Diane Guerrero), uma garota com um passado traumático, que após ser cobaia de experimentos, desenvolveu 64 personalidades, cada uma com um poder diferente. O grupo vive isolado na mansão de Caulder (carinhosamente chamado de Chefe), mas incentivados pela rebelde Jane, resolvem furar o isolamento onde vivem, visitando a cidade próxima. Sem controle de seus poderes, o grupo acaba causando o caos generalizado, e atraindo a atenção do poderoso e insano Eric Morden, o Sr. Ninguém (Alan Tudyk), um poderoso meta humano capaz de manipular a realidade, e que tem uma rixa antiga com Niles. Após um primeiro confronto desastroso, o Chefe é sequestrado pelo Sr. Ninguém, e agora os quatro párias que não fazem a mínima noção do que é ser um herói precisam resgatar o seu mentor, contando com a ajuda do Ciborgue (Joivan Wade), um jovem herói já estabelecido, que tem uma amizade antiga com Niles, sendo muito mais próximo dele do que do próprio pai. Com essa premissa inicial, que desconstrói o subgênero dos super heróis rindo de suas convenções, e não raramente apelando para o surrealismo, PATRULHA DO DESTINO pode lembrar produtos como DEADPOOL (O vilão Sr. Ninguém quebra a quarta parede diversas vezes ao longo da série, assumindo a função de narrador), GUARDIÕES DA GALAXIA (não há como pensar em personagens mais disfuncionais e despreparados para formar uma super equipe quanto os membros da Patrulha), e mesmo o surrealismo de LEGION (coisas como baratas profetas do apocalipse, cultos que cantam "Ring my Bell" para invocar entidades, e portais dimensionais localizados na garganta de burros são coisas absolutamente normais na série). PATRULHA DO DESTINO não tem medo do absurdo, e abraça com gosto o absurdo, sabendo do potencial cômico que ele possui, algo que seus próprios personagens também parecem ter consciência. Mas no meio de toda essa loucura, a série da DC consegue nos fazer ter empatia com esses personagens ao coloca-los diante de dramas absolutamente humanos, equilibrando todo o humor nonsense com drama genuíno. Cliff (que ganha um trabalho de voz soberbo de Fraser sendo o grande motor cômico da série) dá ao Homem Robô (que como a grande maioria de seus colegas, nunca é chamado por seu nome de super herói) esconde por trás de seu tamanho e enxurrada de palavrões um sentimento de culpa em ter falhado como pai com sua filha, que ele agora tenta compensar com sua relação com Jane. Larry, que também ganha um competente trabalho de voz de Boomer (e um brilhante trabalho de expressão corporal do dublê) surge como um dos mais angustiados membros da equipe, enquanto a sua relação com o Espirito Negativo, a entidade alienígena que ocupa o seu corpo, funciona como uma metáfora para a não aceitação de Larry da própria homossexualidade. Outra que merece os parabéns é April Bowlby, que desenvolve um lindo arco dramático de redenção para Rita e seu envolvimento no lado podre de Hollywood, construindo de forma natural o caminho da Mulher Elástica da mais relutante entre os membros da equipe para a líder do grupo. Mas quem rouba a cena é Diane Guerrero com sua Crazy Jane, em um trabalho digno de James McAvoy em FRAGMENTADO. Com pequenos trejeitos corporais e de voz, Guerrero consegue transitar entre as diversas personalidades que Jane (a personalidade dominante) desfila ao longo dos quinze episódios, indo da pequena Baby Doll, passando pela violenta Hammerhead, a patricinha manipuladora Karen, entre outros. O episódio situado dentro da mente da personagem é um primor de televisão, não só pela delicadeza com que os pesados temas trabalhados pela trama são trabalhados, mas pela entrega de Guerero que valeria um merecido Emmy para a atriz. É só uma pena que Guerrero não tenha mais chance de brincar "desarmada" com as personalidades de Jane, tendo em vista que em alguns casos, o penteado da personagem mude magicamente quando ela se transforma, algo que acho que a atriz não precisava. Joivan Wade, por sua vez, entrega um Ciborgue carismático, que consegue equilibrar o lado nobre e leve de seu personagem, com a angustia de estar se transformando mais em maquina do que homem (diferente da versão apresentada por Zack Snyder em LIGA DA JUSTIÇA), e é interessante observar que enquanto ao longo dos episódios, os membros da Patrulha claramente não tem ideia do que estão fazendo ao se envolverem no "lance de herói", mas aos poucos vão descobrindo a sua força interior, o Ciborgue, um herói tradicional de "primeira página" como o vilão o classifica a certa altura, vai descobrindo as suas próprias fragilidades, e como o jogo de "heróis e vilões" é mais complexo e cinzento do que ele está preparado para lidar. Timothy Dalton faz um grande trabalho como Chefe, fazendo de Niles Caulder aquele senhor que inspira confiança com um sorriso e um olhar gentil, mas que nas entrelinhas oculta um lado sombrio, que vai se revelando aos poucos ao longo da temporada. Por fim, Alan Tudyk diverte-se a beça como o Sr. Ninguém, entregando um personagem metalinguístico que apesar de zoar o subgênero dos super heróis, não pode deixar de ama-lo. Ao longo de 14 episódios, PATRULHA DO DESTINO desfila situações e personagens absurdos como Danny: A Rua, uma rua senciente teleportadora que aceita todos que são diferentes, ,Flex Mentallo, um fisioculturista capaz de alterar a realidade dobrando os seus músculos, e por ai vai, ao mesmo tempo em que trata de temas extremamente importantes como a autoaceitação, a luta contra o trauma do abuso, isso em uma trama cheia de reviravoltas, absurdos nonsense, humor auto referencial (não, eles não perdem de vista o suposto plágio dos X Men), mas sem nunca perder de vista o coração e o drama que move seus personagens. É uma pena que aos 45 do segundo tempo, a série entregue um fim de temporada no episódio 15, que perde o equilíbrio entre o coração e a galhofa, o drama e o bom humor, apresentando um desfecho corrido e excessivamente galhofeiro, que não faz jus aos ótimos (alguns brilhantes) 14 episódios que vieram antes, ainda que diferente de TITANS, a série encontre uma conclusão para a jornada dramática de seus personagens. Aparentemente, as séries do Streaming da DC tem problemas de conclusão. Mas apesar dessa "caca" na saída, não tem como desabonar o excelente trabalho que PATRULHA DO DESTINO fez ao longo de sua trajetória. Apesar de não ter gostado do final, torço por uma segunda temporada (a série ainda não foi renovada) por que o nível que os produtores estabeleceram aqui não foi brincadeira.
  25. 1 point
    Jailcante

    Tom & Jerry (16/04/2021)

    Atores humanos deveram contratar qualquer um. Não aparece a cabeça deles mesmo, só a voz. hehehe

Announcements

×