Jump to content
Forum Cinema em Cena

Recommended Posts

  • Replies 93
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Não sei o que foi pior: Perder tempo lendo essa crítica ou perder tempo me cadastrando nesse site!

 

 

 

Não posso dizer que essa crítica é uma palhaçada pois estaria desrespeitando os profissionais do circo. Filmes como transformers é que valem a pena gastar dinheiro para ir ao cinema.

 

 

Link to post
Share on other sites

Me decepcionei tambem, estava aguardando um filme com uma filosofia de vida, criticas sobre a politica economica mundial, uma análise sobre a guerra no afeganistão e Iraque e recebi foi um filme cheia de piadas, carrões, mulheres gostosas, efeitos especiais.

 

Tbm me decepcionei com Cisne Negro, aguardava um filme cheia de lutas corporais, piadas, efeitos especiais e etc e recebi foi o contrário.

 

 

Link to post
Share on other sites

 

Eu particularmente não concordo nenhum pouco com esse tipo de critica para esse tipo de filme. Depois de varios anos, tem gente que ainda não percebe o "estilo" do Michael Bay, que é justamente esse, criar espetaculos visuais. Se não gosta desse tipo de filme sem inteligencia, simplesmente não vejam, pois irão destruir o filme baseado no que você acha que é bom.

 

Transformers, ao contrario que esta escrito na critica, não é um filme idiota porque e baseado em brinquedos de plástico, mas sim um otimo argumento para se usar efeitos especiais e criar destruições, que é exatamente o que o Bay faz, pois queiram ou não, é muita legal ver super carros virarem robos gigantes, ou ate mesmo celulares, radios e etc.

 

Transformers não tem uma historia profunda, é extremamente raso, mas é ótimo no que propõe. Os "criticos" de cinema tem que entender que Michael Bay agrada com seus filmes seu publico alvo, e que na maioria das vezes entrega um entretenimento de primeira, pois é isso que esses filmes são, entretenimento, diversão, não é nada para tirar lições de vida ou se emocionar, é apenas ver coisas sendo destruídas, e isso é muito bem feito. Eu sei que é dificil aceitar porque criticos gostam é de filmes cult com lições de vida e criticas sobre a sociedade, capitalismo e etc.

 

Sobre o questionamento do porque falarem com girias locais, os robôs aprenderam a lingua atravez de radios, internet e etc, por isso falam desse jeito. Quanto ao fato de terem formato de humanos e animais, tambem não sei, achava interessante o escorpião e o leopardo, mas não entendi o porque.

 

 

 

Kazaam2011-07-01 12:34:41

Link to post
Share on other sites

Aé que vocês não percebem o maior erro do Transformers.....o maior erro é que não existe vida em outros planetas ainda mais vida com seres que são robôs que podem se tornar carros e caminhões. Se fosse um monstrinho verde seria até aceitavel, mas robôs....por favor né....é querer brincar com o nosso bom senso e querer zoar com a nossa cara. Quem deveria ser crítico de cinema são os fãs, dos filmes, e não críticos como o Pablo que não sabe apreciar um bom filme. Eu achei simplesmente o Transformers 2 melhor que o primeiro, devo ter um péssimo gosto pra filmes, todo mundo odiou e eu achei mto bom, e o terceiro melhor ainda. só não gosta quem não aprecia um bom filme, curtindo um bom visual, boas explosões, uma boa cena de comédia. Se não gosta de filmes assim, que vá ler um livro

 

Link to post
Share on other sites

Como as pessoas julgam as outras. O PAblo apenas critica de forma totalmente diferente de nós, ele não diz em nenhum momento que é a verdade absoluta. Eu por exemplo gostei muito dos dois primeiros filmes. E a critica bombardiou os filmes. Nós vemos por outros parametros, eles usam o que aprenderam na faculdade de jornalismo, cinemaou qualquer que tenha sido outra graduação que forneceu capacidade para "julgar" os quisitos daquela maneira.

 

Link to post
Share on other sites

Aos que acham que Transformers deve ser sempre um filme bôbo apenas porque aborda robôs que se transformam em veículos: ainda bem que Peter Jackson não pensou como vocês na Saga do Senhor dos Anéis e fez algo sério.

 

No mais, nesse também tem chuva de merchandising como o primeiro?

 

 

Link to post
Share on other sites

 

Como as pessoas julgam as outras. O PAblo apenas critica de forma totalmente diferente de nós' date=' ele não diz em nenhum momento que é a verdade absoluta. Eu por exemplo gostei muito dos dois primeiros filmes. E a critica bombardiou os filmes. Nós vemos por outros parametros, eles usam o que aprenderam na faculdade de jornalismo, cinemaou qualquer que tenha sido outra graduação que forneceu capacidade para "julgar" os quisitos daquela maneira.

[/quote']

 

hahaha, com certeza não foi na faculdade que ele aprendeu a ser babaca, isso é de berço.

 

Link to post
Share on other sites

Desculpa me meter mais, quem fala tanta merda no topico do preconceito não devia reclamar da "babaquice" dos outros.

Mas outra coisa, tem pessoas que levam essas criticas muito a sério, pra mim por exemplo critica serve mais como um "termometro", que eu leio, vejo como ta o hype em volta de determinado filme pra depois eu decidir se vejo o filme ou não, afinal cinema ta caro. Varias vezes discordei com dessas criticas, tanto do Plabo quanto da galera do omelete, nem por isso vou reclamar, se eu vi o filme e gostei, que importa a opinião dos outros???LEospider2011-07-01 18:41:52
Link to post
Share on other sites

Caramba... primeira vez que escrevo neste fórum e já notei que a galera pega pesado nos comentários: de babaca pra pior só porque o cara escreveu uma crítica sobre um filme. Impressionante, rs!!!

 

Mas enfim. Eu confesso que não "desgosto" totalmente dos filmes do Transformers não, mas acho a crítica do Pablo muito coerente. Não vi ainda o terceiro, então não posso opiniar, mas dos dois primeiros eu achei o segundo ligeiramente melhor e explico porque:

Num filme desses, realmente só dá pra curtir as cenas bem feitas e no primeiro o Michael "parkinson" Bay abusou dos seus cortes rápidos; no segundo ele ainda nos deixou ver alguns milésimos de segundos a mais das cenas sem cortar. No primeiro ele estragou a cena que seria o clímax do filme (a luta OptimusXMagatron) não mostrando quase nada. No segundo ainda podemos ver mais o Optimus em ação.

Agora sobre alguns detalhes eu acho que é querer muito desse tipo de filme, como por exemplo por que o formato dos robôs, por que as vozes dos robôs... enfim, como o Pablo mesmo disse querer criticar isso num filme é o mesmo que criticar porque a calça do Hulk não rasga quando ele se transforma.

 

Só mais dois comentários:

1 - Pros que acham que quem tem opinião diferente da sua é babaca, deveria rever os seus conceitos, deveria ter mais argumentos para discutir (hã? o que é isso? hummm... foi mal, esqueci que tu não costumas ler livros, falei muito rebuscado?);

 

2 - Se um filme desse (com o mesmo material de origem, ou seja, os robôs de plástico) fosse feito por um diretor competente ia ser maravilhoso. O Del Toro está fazendo um filme de robôs gigantes... se for o pior filme dele ainda será mil vezes melhor que Transformers. Imagina ele pegando o argumento de transfomers.

 

abs

 

 

 

Link to post
Share on other sites

 

Desculpa me meter mais' date=' quem fala tanta merda no topico do preconceito não devia reclamar da "babaquice" dos outros.

Mas outra coisa, tem pessoas que levam essas criticas muito a sério, pra mim por exemplo critica serve mais como um "termometro", que eu leio, vejo como ta o hype em volta de determinado filme pra depois eu decidir se vejo o filme ou não, afinal cinema ta caro. Varias vezes discordei com dessas criticas, tanto do Plabo quanto da galera do omelete, nem por isso vou reclamar, se eu vi o filme e gostei, que importa a opinião dos outros???[/quote']

 

babaca é o povo pagando de politicamente correto qdo no fundo é um estupido preconceituoso, aliás, o pior do tipo o preconceituoso enrustido.

 

Link to post
Share on other sites

Os comentários contra a crítica do Pablo são hilárias, mas enfim...

 

É lógico que se trata de um tipo de filme cujos méritos estão muito mais voltados aos aspectos da ação do que propriamente os narrativos e/ou artísticos. Por essas e outras que embora a história do primeiro filme seja medíocre, ainda assim foi possível divertir-se com ele. E por essas e outras que considero o 2º um filme ridículo e aborrecido. Os poucos trailers que busquei ver sobre este 3º filme me deixou um pouco mais entusiasmado justamente porque as sequências de ação estavam sendo apresentadas de maneira mais "clean", a ação acontecia em cena sem a necessidade de cortes excessivos. Porém é claro que uma crítica aborrecida como esta (assim como foi a do outro filme) é frustrante neste aspecto, mas nada que o Pablo tenha dito sobre seus outros aspectos me surpreendem.
Thiago Lucio2011-07-01 20:36:53
Link to post
Share on other sites

 

Porque claro' date=' SdA é facilmente comparável a um desenho feito pra vender brinquedos.

 

 

 

[/quote']

Se SdA fosse feio por um diretor idiota como o Michael Bay, é bem provável que saísse algo cretino e infantil como aquele filme do Dungeons & Dragons. E dizer que um SdA infantilizado não teria potencial pra vender brinquedos... nem vou comentar.

 

Aliás, um dos aspectos que eu gostava no desenhos dos Transformers era que os Decepticons vieram a Terra em busca de energon, que era extraído do petróleo.

 

Mas dificilmente um diretor ultra-nacionalista como o Michael Bay colocaria em seu filme, vilões que agem, de certa maneira, como os EUA são criticados (invadirem ou provocarem guerras por causa de petróleo).

 

Link to post
Share on other sites

Seria um sonho se o estúdio desistisse de financiar um Transformers e resolve-se pagar por exemplo o Nas Montanhas da Loucura que é um projeto de Del Toro, o custo disso, pagaria muito a OP que o Del Toro pretende fazer. Ou que pelo menos o lucro fosse usado para esse fim nobre, pelo menos daria utilidade para esse tipo de filme.

Link to post
Share on other sites

 

 

Seria um sonho se o estúdio desistisse de financiar um Transformers e resolve-se pagar por exemplo o Nas Montanhas da Loucura que é um projeto de Del Toro' date=' o custo disso, pagaria muito a OP que o Del Toro pretende fazer. Ou que pelo menos o lucro fosse usado para esse fim nobre, pelo menos daria utilidade para esse tipo de filme.[/quote']

 

 

A verdade é que não deveriam gastar dinheiro pra fazer filmes, enquanto tem tanta gente passando fome ou doente no mundo... e etc...

 

 

rs, brincadeira...

 

Mas se for seguir a lógica...

 

E no final das contas, é com o faturamento de filmes pipocão que os estudios podem vir a financiar projetos menores...

Além do mais, faz tempo que o Del Toro não faz alguma coisa... Só ta produzindo... Dizem que o cara viaja demais, quer fazer 50 filmes de uma só vez e que o cara tem mais projeto do que o Luxemburgo e ex-BBB...

 

 

.Saga.2011-07-02 15:23:45

Link to post
Share on other sites

 

Porque claro' date=' SdA é facilmente comparável a um desenho feito pra vender brinquedos.

 

 

 

[/quote']

Se SdA fosse feio por um diretor idiota como o Michael Bay, é bem provável que saísse algo cretino e infantil como aquele filme do Dungeons & Dragons. E dizer que um SdA infantilizado não teria potencial pra vender brinquedos... nem vou comentar.

 

Aliás, um dos aspectos que eu gostava no desenhos dos Transformers era que os Decepticons vieram a Terra em busca de energon, que era extraído do petróleo.

 

Mas dificilmente um diretor ultra-nacionalista como o Michael Bay colocaria em seu filme, vilões que agem, de certa maneira, como os EUA são criticados (invadirem ou provocarem guerras por causa de petróleo).

 

Peter jackson, o cara que fez King Kong ficar bobão.

 

Tá certo tiozão.

 

Link to post
Share on other sites

 

Seria um sonho se o estúdio desistisse de financiar um Transformers e resolve-se pagar por exemplo o Nas Montanhas da Loucura que é um projeto de Del Toro' date=' o custo disso, pagaria muito a OP que o Del Toro pretende fazer. Ou que pelo menos o lucro fosse usado para esse fim nobre, pelo menos daria utilidade para esse tipo de filme.[/quote']

 

Só queria saber onde um estúdio tiraria grana sem filmes como dos Transformers.

 

Talvez bonecas da "Mattie Ross" venderia horrores.

 

Link to post
Share on other sites

A única coisa pior que a franquia Transformers são as pérolas do Pablo. E olha que Transformers é MUITO ruim.

 

 

 

"como um carro de dois ou três metros pode se tornar um robô de 15"

 

 

 

A pergunta além de tola está invertida. É o "robô" que se torna um carro. Em verdade eles nem são "robôs", mas vamos falar assim para simplificar. Ele faz isso reconfigurando as peças para ficar mais compacto. A massa permanece a mesma. Apenas se ajusta para ocupar um volume menor. Da mesma forma que um carro pode ser esmagado em um compactador e ficar com metade do tamanho.

 

 

 

"E por que eles têm formas humanoides ou que remetem a animais?"

 

 

 

E porque não teriam?

 

 

 

"E por que alguns falam com sotaques regionais da Terra?"

 

 

 

Acho que já ficou bem evidente que o Bay quer fazer de cada Transformer um estereótipo. Mas, se tivéssemos um diretor inteligente, a explicação seria: porque eles aprendem nossos idiomas pelas nossas transmissões. Dependendo da transmissão interceptada cada um deles terá um sotaque diferente.

 

 

 

"E por que eles aceitam trabalhar para o governo norte-americano em detrimento de outros países, já que, como seres avançados de outro planeta, nosso contexto sócio-político-econômico-geográfico não deveria importar para eles?"

 

 

 

Porque o filme é americano. E do Michael Bay. Putz... não é óbvio?!Nostromo2011-07-03 17:27:19

Link to post
Share on other sites

Crítica é opinião, e não faz sentido (pelo menos na minha opinião) ofender o crítico porque ele não gostou de um filme do qual você é fã.

 

Por outro lado, gosto de filmes que se propoem a concorrer ao Oscar tanto quanto de filmes que mostram robôs alienígenas usando o planeta terra como campo de batalha, com "heróis" humanos simplesmente descartáveis/coadjuvantes.

 

A partir disso, também não acho certo colocar Transformers  no mesmo patamar de O Grande Truque, por exemplo. São filmes completamente diferentes. Critica-los usando os mesmos parâmetros leva a distorções como essas (crítica extremamente positiva vs crítica extremamente negativa).

 

Gostaria de ler críticas em uma linha como: "o filme se propõe a mostrar carros, mulheres, robôs gigante se matando, efeitos especiais elaborados e não dedica tempo a rimas visuais ou a planos elaborados. A partir disso, ele é bom no que propõe?"

 

Entretanto, vou continuar lendo as críticas do Pablo. Mesmo quando analisam Transformers com os mesmos parâmetros de Onde Os Fracos Não Tem Vez, elas são no mínimo hilárias :)

 

 

Link to post
Share on other sites

Comentários desnecessariamente maldosos aí em cima, mas enfim...

 

A crítica do Pablo está chata e altamente burocrática. Parece ter o único objetivo de provar que o Bay é um péssimo diretor, assim como nas críticas dos dois longas anteriores. Além disso, a falta de qualquer ponto positivo do filme me parece sempre suspeita, porque me passa a impressão de que o crítico tem algum problema pessoal em relação à produção. O Pablo, mesmo quando fala bem do aspecto visual, faz logo depois um comentário extremamente prepotente, dizendo que isso não passa da obrigação da produção (ou algo assim). Não vejo dessa forma. Acredito que os efeitos especiais e o 3D bem feitos acrescentam muito, principalmente a um filme como este. Esses comentários me dão a entender que o crítico se sente acima dos filmes ditos superproduções. Enfim, não gostei e não senti o menor interesse durante a leitura, que se revelou chata e pedante.
leomaran2011-07-04 16:30:21
Link to post
Share on other sites

 

Crítica é opinião' date=' e não faz sentido (pelo menos na minha opinião) ofender o crítico porque ele não gostou de um filme do qual você é fã.

 

Por outro lado, gosto de filmes que se propoem a concorrer ao Oscar tanto quanto de filmes que mostram robôs alienígenas usando o planeta terra como campo de batalha, com "heróis" humanos simplesmente descartáveis/coadjuvantes.

 

A partir disso, também não acho certo colocar Transformers  no mesmo patamar de O Grande Truque, por exemplo. São filmes completamente diferentes. Critica-los usando os mesmos parâmetros leva a distorções como essas (crítica extremamente positiva vs crítica extremamente negativa).

 

Gostaria de ler críticas em uma linha como: "o filme se propõe a mostrar carros, mulheres, robôs gigante se matando, efeitos especiais elaborados e não dedica tempo a rimas visuais ou a planos elaborados. A partir disso, ele é bom no que propõe?"

 

Entretanto, vou continuar lendo as críticas do Pablo. Mesmo quando analisam Transformers com os mesmos parâmetros de Onde Os Fracos Não Tem Vez, elas são no mínimo hilárias :)

 

[/quote']

 

10

 

Link to post
Share on other sites

 

 

 

 

Hehehehe!

 

Muito boa a crítica do Pablo.

Há muito tempo não o via tão inspirado.

 

O pessoal está certo em dizer que não é necessário um roteiro profundo em um filme de ação como esse.

 

Mas o pessoal está completamente errado em ver como natural os inúmeros furos nas histórias do Seu Bay.

 

Se o filme custou centenas de milhões de dólares, custaria investir um pouco de dinheiro em um roteiro que não fosse completamente imbecil?

 

Peguem o primeiro Matrix, por exemplo.

 

É um belo filme de ação, que se torna ainda melhor porque tem uma boa história.

 

Resumindo: qualquer filme fica melhor quando tem uma história boa, e fica pior quando tem uma história ruim.

 

Deu pra entender ou tem de desenhar?

 

parreirasgl2011-07-04 23:40:53

Link to post
Share on other sites

Desenha aí cara...

 

Pois até posso concordar que o roteiro poderia ser mais bem trabalhado e etc...

Mas no final das contas, seria apenas uma desculpa pra ver robôs gigantes do espaço sideral que se transformam em carros e se arrebentam na porrada...

 

E no final das contas, acho que até investiram demais na história... Por mim, era só botar todo mundo num planeta árido, sem humano nenhum, dando porrada um no outro até não poder mais...

 

É isso que o público quer, a bilheteria ta aí pra provar isso...

 

 

 

Link to post
Share on other sites
Desenha aí cara...

Pois até posso concordar que o roteiro poderia ser mais bem trabalhado e etc...
Mas no final das contas' date=' seria apenas uma desculpa pra ver robôs gigantes do espaço sideral que se transformam em carros e se arrebentam na porrada...

E no final das contas, acho que até investiram demais na história... Por mim, era só botar todo mundo num planeta árido, sem humano nenhum, dando porrada um no outro até não poder mais...

É isso que o público quer, a bilheteria ta aí pra provar isso...
[/quote']

 

Poderia ser, pelo menos, uma boa desculpa. O roteiro investe tempo demais e inteligência de menos na história. Mas devo concordar com você. No final das contas, não tem a mínima importância.
Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

Announcements


×
×
  • Create New...