Jump to content
Forum Cinema em Cena

O Mau Gosto Geral


Administrator
 Share

Recommended Posts

 

lol Jailcante essa frase aí me lembrou da época em q eu assistia Malhação 07

 

a bomba q eu assisti p agradar foi Escorpião Rei. Misericórdia q horror 07

 

E um filme q eu chamei uma amiga minha p ver e me arrependi foi "Fale Com Ela". Um filme q eu aammmmo, mas ela n gostou e ficou provocando durante o filme todo. 11

 

.Amanda2007-12-11 17:55:19

Link to comment
Share on other sites

  • Replies 152
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Excelente frase, Jail! Dá pra ir num livro de auto-ajuda 06.gif

 

 

 

concordo com você. não existe bom ou mau gosto. há opiniões diferentes e gostos diferentes. minha amiga que me fez gostar de cinema era fã de 11 homens e um segredo, o diabo veste prada, godfather e relacionados. eu até assisti alguns, mas odiei. não assisti o diabo veste prada porque tenho certeza que, segundo o meu gosto, é um filminho tosco de sessão da tarde que lança grifes de moda... 07.gif

Link to comment
Share on other sites

Comigo não tem pressão pra assistir isso ou aquilo. Eu vejo o q eu quero.

De vez em quando eu paro pra pensar nos piores filmes pra assistir com o povão (piores no sentido de trazer mais sofrimento ao cinéfilo). Se tiver viadagem ou ópera chinesa é bom não deixar o povão chegar perto.

Q tal assistir Adeus Minha Concubina no cinema? 13

Seria muito sofrimento. 12

 

Eu detesto a mania q esse pessoal tem de ficar rindo fora de hora. Eu tive q assistir Mar Adentro dublado na faculdade, e pra piorar, o povo ficava se acabando de rir. Tá certo q o filme tem um tom leve, e existe algum elemento cômico em determinadas cenas, mas nada q justifique risadas constantes e histéricas. E obviamente, a cena q mas provovou risos foi...

 

... aquela em q uma cadela e um cachgorro aparecem... como eu vou dizer isso sem chocar as freiras do fórum...?

 

Eles aparecem tre.....

 

A cena fez muito sucesso, soaram gritos de entusiasmo e aprovação e eles quase viraram do avesso de tanto rir.

 

-----

 

O q foi dito na página anterior, sobre o gosto pouco "refinado" para o cinema não existir sozinho, está certo A pessoa q acha Rob Schneider brilhante é a mesma q ri na cara de alguém q escuta o tema de A Pequena Sereia.

 

Estou cercada por pessoas q só lêem se forem obrigadas, e tenho q vê-las desprezar determinados livros qnd descobrem q não serão exigidos em provas ou trabalhos, como se eles não tivessem valor algum. "Pra q eu comprei essa merda? Isso não vai servir pra nada!".

Eu tenho vontade de dizer "leia o livro, talvez seja bom, talvez ele acrescente algo culturalmente, pode ser vc se divirta e aprenda alguma coisa". Mas sei q é inútil...

 

Não consigo deixar de me perguntar como esse pessoal consegue viver assim... Mas o espanto é recíproco. Mais de uma vez, pessoas ficaram surpresas, arregalando os olhos e até mesmo tendo dificuldade pra encontrar palavras q descrevessem seu espanto diante dos meus gostos. Já escutei um patético "não sei como vc tem paciência pra ler um livro desse tamanho".
Lucy in the Sky2007-12-11 21:50:54
Link to comment
Share on other sites

Em outra ocasião, eles passaram Transamerica. Como eu tenho o DVD (e já tinha assistido), não fiquei pra assistir de novo. Escolhi poupar a mim mesma da dublagem, e tbm daquele barulhinho malicioso e irritante q as pessoas fazem qnd vêem num filme certas coisas relativas à sexualidade (é nesses momentos q todos demonstram ter a mentalidade de um adolescente de 12 anos).

 

Link to comment
Share on other sites

 

Em outra ocasião' date=' eles passaram Transamerica. Como eu tenho o DVD (e já tinha assistido), não fiquei pra assistir de novo. Escolhi poupar a mim mesma da dublagem, e tbm daquele barulhinho malicioso e irritante q as pessoas fazem qnd vêem num filme certas coisas relativas à sexualidade (é nesses momentos q todos demonstram ter a mentalidade de um adolescente de 12 anos).

 

[/quote']

 

 

caramba Lucy! Exatamente isso! O pior q eu achei q isso mudava na faculdade, mas não, engano meu. Tudo igualzinho. Uma vez o professor passou Laranja Mecânica, o povo tinha crises e qdo fazia silêncio sempre tinha um mané p soltar uma piada sem graça, mas q fazia todos caírem na risada novamente. Eu n tenho paciência p isso n 07

 

Link to comment
Share on other sites



lol eu odeio qdo isso acontece. Por isso nunca gostei de assistir filmes na escola ou na faculdade 07

 

Até no meu ensino médio era normal à turma ter um comportamento desmiolado. Mas não sabia que faculdade agora virou playground. Pelo menos na minha faculdade o pessoal tem mais postura de maturidade, para o que diferente dos padrões estabelecidos de forma desmedida e massificada.  

Link to comment
Share on other sites

Na escola eu costumava assistir documentários, geralmente sobre temas relacionamos à biologia. Todo mundo ficava quieto, mas eu nunca soube de ninguém, além de mim, que gostasse. Fora isso, a gente assistiu Patch Adams na aula de redação, para depois escrever uma crítica (todo mundo reclamou pq a professora fez a gente assisitir com som original). Eu nem lembro o q eu escrevi, mas lembro q massacrei o filme, o q fez os outros ficarem com raiva. Na cabeça deles a coisa funciona assim: Patch Adams tomou lindas atitudes, então o filme é lindo. Dizer q o filme é ruim, é ser uma pessoa insensível. No filme, realmente ele é uma pessoa incrível, mas a gente não pode confiar q a realidade foi mostrada sem distorções. Na vida real talvez ele não fosse tão bom assim. E mesmo q tenha sido, só pq uma pessoa é boa, não quer dizer q o filme sobre ela tbm seja. Mas nem adiantou tentar explicar isso.

Link to comment
Share on other sites

  Saco! Eu sempre uso filmes/ documentários. curtas/animações como complementação de alguma matéria dada... mas eles não riem, nem fazem bagunça, não... 17

 

 Já filmes ruins p/ agradar sim. Mas pq não sabia que seriam ruins.

 As vezes as pessoas falam com tanto entusiasmo que tu parece uma herege por não ter assitido a tla filme ainda.

 

 Pior qd tu assiste, não curte e ainda te cobram comnetários sobre... aff!

 

 Tem o lado "B" disso. Qd é tu quem indica filmes ruins giggle.gif

 

 

 

 

 

 
Link to comment
Share on other sites

Lembrei de outra: num livro de biologia de Sônia Lopes, ela usa o Rei Leão como exemplo para falar sobre cadeia alimentar (lembram q Mufasa explica isso a Simba?). O professor falou disso na sala de aula, e todos os alunos fizeram questão de rir e debochar ostensivamente, para q todos os outros vissem q eles não gostavam dessas "bobagens de criança", pq não eram mais crianças. Isso é uma mania idiota típica dos adolescentes, essa preocupação em mostrar q são adultos. Mal sabem eles q qnd a gente se torna realmente adulto, para de se preocupar em mostrar q não é mais criança. A maioria dos adultos tbm acha q desenho animado é bobagem, mas no caso deles, não existe preocupação de provar q são adultos.

 

Lucy in the Sky2007-12-13 13:05:35
Link to comment
Share on other sites

 

Filmes em sala de aula são, em geral, um desastre, justamente por causa da resistência em se concentrar ou mesmo apreciar o que está vendo.

 

Quando o professor de filosofia passou Sociedade dos Poetas Mortos, na cena em que o pai descobre o cadáver do filho e há aquela câmera lenta, meu Zeus, era como se estivessem assistindo às cacetadas do Faustão. O professor ficou p*** da vida, e disse que se tivesse passado Homem Aranha ninguém teria feito baderna. E os alunos caíram em cima dizendo quão brilhante era o blockbuster da vez...

Parece que uma parte do pessoal se assusta com a idéia de aprender algo com um filme, ou se emocionar.

 

E na sessão de Mar Adentro no cinema, também houve algumas risadinhas - e o grupinho atrás de mim pensando que se tratava de um filme de mistério, pois na cena em que ele se levanta da cama e voa, ela e os amigos disseram algo assim: "tá vendo, eu sabia que ele estava só fingindo o tempo todo!". E não era brincadeira! 09

 

Fica difícil criticar "mau gosto".

Por mais pobre que possa nos parecer, as pessoas gostam do que gostam e é isso, só que a maioria delas aparentam se contentar com o fácil, o risível, o pobre quando a questão é cinema.

Repito, tem gente que parece se intimidar com a idéia de um filme sério e complexo, e se rejeitam a "entregar-se" à experiência.

 

Gusmão_Raimundo2007-12-14 13:13:23

Link to comment
Share on other sites

  • 8 months later...

Gosto diferente do meu, sim, e de várias outras pessoas de gosto comum como tantos (ex) usuários daqui.

 

 

 

Lógico que esta questão de "mau gosto" será subjetiva; o que nos leva à classificação do "geral" é a forma como as justificativas em cima do gosto são aplicadas. Não que as pessoas precisem de teses para explicar porque adoram um Velozes E Furiosos e não vêem Boa Noite & Boa Sorte ao saberem que é preto-e-branco, mas fica difícil de querer levar seu gosto em consideração num assunto que, para você, as justificativas levam muito em conta. Por exemplo, eu vejo ginástica artística, mas não ligo muito se as pessoas não gostam de determinada série que eu adore; não precisa se justificar, pois não ficarei tão antenado aos porquês ou revoltado, querendo rebater ou convencê-la do contrário - ou simplesmente tentar explicar porque acho isso. Todavia, com o cinema e o futebol, já necessito de que aquele que tem opinião contrária à minha saiba defendê-la porque vale mais para mim; até porque eu busco a justificativa pessoal, ainda que, em muitos casos, como se sabe, o sensorial prevaleça e, por conseguinte, tal explanação seja inefável.

Link to comment
Share on other sites

Sobre a questão "mau-gosto ser diferente do meu gosto", eu não acho bem isso... Quero dizer, admito que algumas coisas que eu gosto são bem questionáveis (por exemplo, gosto de filmes de terror trash, slasher movies, gore), mas tenho o discernimento de não recomendar ou obrigar ninguém a assistir essas coisas, sempre pego pra assistir sozinho(mesmo porquê, não gosto de ouvir reclamações sobre filmes que recomendei).

 

 

 

Em resumo, não penso que meu gosto é superior ao dos outros, mas gosto de pensar que meu discernimento é.RAZIEL2008-08-19 15:09:41

Link to comment
Share on other sites

Nos somos moldados pelo meio de convivio e isso nos faz enchergar as coisas de maneira muito unilateral. O que enche os olhos das pessoas são efeitos especias e tiros. O Melhor matrix por exemplo foi o um. Teve enredo bem legal, trama, luta, ação e tudo mais na mediada certa. Os outros dois só foram efeitos especias e são aclamdaos ateh hj. Homem-aranha é exemplo vivo. No três os conflitos do heroi são focados mais do que nos outros em que só tinhamos efeitos especias e ceninhas agua-com-açucar e tomalhe "esse foi o mais chato de todos".

 

Outro bom exemplo é senhor dos aneis. Numa comunidade do orkut estavam elegendo os melhores personagens. Quem ganhou foi o Legolas. Sabem pq??? Pq ele matava mais e mais calmamente. Personagens como o Frodo forma massacrados com argumentos do tipo "bichinha" e "emo". Simplesmente as pessoas querem ver acontecer oq elas querem fazer mas non podem. Querem saltar quilomentros, laçar teias, matar dez mil numa guerra e tudo oq tem direito. ´
Link to comment
Share on other sites

Li as duas primeiras páginas e ficou mais ou menos em relatos "ah, conheço/moro/como fulana de tal que só gosta de filmes de ação, comédia romântica, etc. Quando mando assistir Dogville falam, "hei meu, que coisa mais chata e sem noção. e sem cenário, que idiota, etc ". isso me irrita!" Ou algo assim.

Esse tipo de coisa nem me incomoda. Aqui em casa minha mãe e padrasto só gostam de filmes mais comerciais, mas conhecendo um pouco os gostos deles, às vezes consigo assitir algo que me agrade também. Como eles gostam de policial, já assistimos Os Infiltrados, como gostam de suspense, já assistimos Cabo do Medo, etc. Com amigos eu assisto filmes apenas no cinema, e geralmente são pipocões ou algo do tipo. Mas até nisso tento assistir alguns que me agradem mais, como Piratas, Senhor dos Anéis, etc. Mas muitas vezes foram bombonas mesmo, só que nesses caso vale mais pela diversão de estar reunido com a galera. Já quando é com namorada são outros quinhentos, é pré requisito: tem que gostar de cinema e manjar o minimo. Não me importo que não faça uma tese para cada filme, mas tem que estar disposta a assistir. Isso aí de "opostos se atraem" concordo apenas na personalidade, mas os gostos precisam ter o mínimo de compatibilidade, pelo menos eu preciso disso.

Só que também acho besteira ficar se vangloriando por gostar de tal coisa "tsc, tsc... essas pessoas que não gostam de Bergman, Tarkovski e Hitchcock, etc... Fico puto com esse mau gosto geral!" Cinema é apenas uma arte, e não gostar ou entender ela não é nenhum absurdo ou problema. Não manjo nada de pintura, por exemplo. Nunca vou saber dizer pq um quadro é bom ou não e nem vou ter saco de aprender. Nesse quesito eu sou o apreciador de Michael Bay no mundo dessa arte: o que eu achar legal para os meus olhos, eu levo. Cinema é a mesma coisa, cada um se utiliza da  forma que preferir. Claro que os imbecis que falam "po, que filme chato e idiota, tri ruim, não acontece nada" irritam, mas aí não é questão de apenas mau gosto para cinema, é questão de imbecilidade geral mesmo: a pessoa assiste o filme (pelo menos uns 20 minutos), não faz o mínimo de esforço para absorver o que ele pretende passar, e depois vai dizendo que é ruim. Acho que tem uma grande diferença para os que não querem absorver, e os que acham que não tem nada para ser absorvido. O segundo caso que é irritante.
Link to comment
Share on other sites

nhai, desculpa se eu for repetir algo que já foi falado aqui, mas não rolou de ler todo o tópico.

É óbvio que nem todo mundo vai aprecia cinema da mesma forma, para muitos é só entretenimento, escapismo. Eu tb uso cinema assim às vezes, vou ao cinema ver aquele filme que eu sei que não vai ser nenhuma obra de arte, mas me faz entrar em outro mundo por duas horas. E até me divirto indo no cinema com alguns amigos para ver algumas super-produções clichês e passar o tempo todo criticando o filme, mas tem coisas que realmente a gente não aguenta ver. Acho que todo cinéfilo que se preste tem esse problema de não poder assistir filmes com qualquer amigo ou parente, mas com o tempo a gente s acostuma.

Sempre que eu vou na locadora, tem disso. Minha mãe, da qual eu definitivamente não herdei o meu gosto por cinema, sempre quer assistir alguns filmes comigo, o que eu faço é buscar um meio termo. Por exemplo, minha mãe adora filmes de romance, eu assisti Antes do amanhecer e antes do pôr do sol com ela e ela amou os filmes. Depois disso até me motivei a procurar filmes para ver com ela, mas claro, de vez enquando  tenho que ouvir umas reclamações com as minhas manias para locar filmes e ir no cinema, mas... Sabendo um pouco do que a pessoa gosta, dá para contornar, achar um meio termo e quem sabe, até educar as pessoas. Até porque ninguém nasce amando Berman e Truffaut, eu, pelo menos, não nasci, mas vi um filme que mudou a minha forma de encarar o cinema e passei a procurar mais e mais filmes "fora do normal".
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements


×
×
  • Create New...