Jump to content
Forum Cinema em Cena
Big One

Watchmen

Recommended Posts

 RENATO' date=' Manhattan e Ozymandias estavam trabalhando no conceito de energia renovavel. Veidt q usou esse conhecimento para construir as bombas depois. Sem sua mediunidade Manhattan não tinha mesmo como saber[/quote']

Ok.




Você não entendeu nada. Pra mim, qualquer coisa que carregue o símbolo do Superman será muito melhor do que a maior OP realizada com qualquer outro herói. SIm, sou fã, pra que perder tempo discutindo isso comigo?

Até esse Superman aqui pra mim é melhor que Watchmen
http://3.bp.blogspot.com/_faiZuETnJSs/RjwTcYQf1cI/AAAAAAAAAIE/yBccFyTFW7A/s400/supermanspidergirl.jpg

06

 

Mais um exemplo da ignorância do fanatismo. 06

Share this post


Link to post
Share on other sites

 RENATO' date=' Manhattan e Ozymandias estavam trabalhando no conceito de energia renovavel. Veidt q usou esse conhecimento para construir as bombas depois. Sem sua mediunidade Manhattan não tinha mesmo como saber.

 

 E na boa, dizer q SUPERMAN RETURNS é um filme infinitamente superior a WATCHMEN somente pela grife q carrega é um dos argumentos mais toscos q já lí, vc é bem mais inteligente q isso. A grife q um filme carrega não influi EM NADA em sua qualidade.

 

 

 

 Quanto ao debate de Veidt ser ou não o vilão, a questão é a seguinte. Veidt de fato impediu a guerra nuclear, oq aquela altura do campeonato era irrefreavel. Entretanto, o seu plano acelerou as coisas, e sem ele, a guerra PODERIA não ser tão iminente. Éssa é uma questão q dá mesmo muito pano pra manga.
[/quote']

 

 

 

o q importa é q o publico mundial acha super man returns melhor, já q a bilheteria do watchmen ñ deve chegar nem perto do kryptoniano

Share this post


Link to post
Share on other sites

 RENATO, não tente se defender. De fato seu comentario foi extremamente infeliz. Pq achar WATCHMEN uma OP é uma prova da ignorancia e do fanatismo?

PS: Não acho WATCHMEN a OP de Moore, pra mim, esse titulo pertence a outro.

 

Valeu16

Share this post


Link to post
Share on other sites



Quanto ao debate de Veidt ser ou não o vilão' date=' a questão é a seguinte. Veidt de fato impediu a guerra nuclear, oq aquela altura do campeonato era irrefreavel. Entretanto, o seu plano acelerou as coisas, e sem ele, a guerra PODERIA não ser tão iminente. Éssa é uma questão q dá mesmo muito pano pra manga.

[/quote']

Ozy é o vilão DO filme.  É o cara (ou entidade) que os heróis estão perseguindo. Suas motivações explanadas no final só levantam a discussão sobre suas motivações. E sinceramente, ele é apresentado como a mente mais inteligente.... toda essa inteligência não poderia gerar um plano onde milhões não precisassem morrer?
Mais a mais, na boa, defender um genocida, por qualquer que seja sua motivação, é um indício claro do quão desvirtuados estamos.

que pensamento raquitico, razo...

 

não adianta o tamanho da luz, o cidadão não se iluminará enquanto não abrir seu capuz ...

 

em tempo, mais um episodio lido, e mais partes magnificas perdidas no filme. Uma parte em que um diálogo entre um jornaleiro e a leitura de uma HQ, nos dá o perfeito estado de putrefes(lúgubre para usar palavras do próprio quadrinho) e de incertezas que é o mundo da humanidade.
Gustavo Adler2009-03-14 16:29:44

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

pois é' date=' você falou tudo. A história que está impressa na HQ Watchmen, não cabe em um blockbuster como as outras HQs que seguem o molde ideal, devido natureza raza dos interesses envolvidos em um Blockbuster. Por mais que a intenção seja o mais próximo da boa intenção, o verdadeiro foco é a alienação em prol da arrecadação.

 

Estou começando a ler a HQ, e nota-se que os diálogos são frutos de um também complexo contexto, onde as temáticas filosóficas não só se insere nos textos, mas nos andamentos sub e sobreliminares da história, como a própria piada do Comediante, em ser a anedota do mundo, ou mesmo em um estado controlado, apesar de sua natureza caotica(o que denota propenção ao descontrole), porém ao tirar da subliminaridade o contexto da guerra fria, me da a impressão de, justamente, fazer a arte se tornar um produto mais fácil de ser digerido para os leigos da obra, e assim, tratando-os de burros, o que resulta em um filme didático, cujo o diálogo é que fortalece o tom reflexivo(os primeiros capitulos dois capitulos que li, no filme passa em uma rapidez que me tirou o peso do trecho) .

 

O Snyder ao xerocar uma obra profunda em uma base acessível aos olhos da margem(comprimindo ao filme uma velocidade em determinados pontos, cortes e abusos de técnicas exaustivamente exploradas), não tira a pluridimensionalidade dos personagens e do enredo, e a argumentação do enredo mas o suavisa a ponto de tirar toda a sua força, esconder a plenitude do drama por detrás de uma vinheta que na HQ é só a contextualização histórica. 

Claro, preciso ler os capitulos restantes, e mesmo porque, estou sendo critico demais a um filme que se manteve fiel, e que ao meu agrado, foi um produto excelente, adorei assistir-o e estou planejando em assistir novamente, quando acabar de ler toda a HQ, para que assim possa deter minha opinião definitiva, reformulando a que tenho atualmente, ou reogranizando, ou destruindo-na por completo.[/quote']

 

É por aí.

 

Quanto mais você esgravata e, por isso mesmo, compreende o conteúdo e o conjunto de minúcias que dá corpo a Watchmen, mais evidente é a suavização sofrida pelo texto original.

 

Hoje, há de se dar razão ao Alan Moore. É uma obra inadaptável. Para os cinemas, pelo menos, certamente. Watchmen é muito mais que aquelas páginas: é tudo aquilo que está compreendido e subentendido entre elas. E muito mais.

 

Acho que falo por um bocado de pessoas quando comparo o filme a uma xerox colorida. É reprodução visualmente fiel da obra, mas que não tem o mesmo impacto e/ou força. Não basta dar vida às páginas da graphic novel. É preciso uma reprodução de ordem essencial, e não uma emulação ancorada em aparatos técnicos, deixando ao espectador o preenchimento das lacunas com conhecimento prévio - isso é visão empobrecida e incompleta da arte.

 

Zack Snyder é um grande fã, mas não uma pessoa com visão. Ele não enxerga além da concreto. Pra ele, a página está para a imagem numa relação quase parelha, quando, na verdade, há uma falha nos termos da proporção, sem contar em tudo aquilo que ultrapassa os limites físicos.

 

A sorte do Snyder, é que, em maior ou menos escala, qualidades do texto original estão lá. E isso, mesmo guerrilhando com uma estrutura equivocada, garante ao filme um lugarzinho melhor, na seara dos blockbusters.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Primeiro' date=' Sapo... Se os fãs de quadrinhos te embrulham o estômago, e vc sabendo que são eles que vão aparecer em peso por aqui, poupe o seu estômago do enjôo e não apareça por aqui, isso é muito simples... ;)

 

[/quote']

 

 

 

Seria simples se a porra do forum chama-se quadrinhosemcena. Sunder, dizendo coisas estúpidas como essa, você não eleva a média... smileys/06.gif" align="middle" />

 

 

 

esculachou 16.gif

 

 

 

são eternos peter pans

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 RENATO' date=' não tente se defender.[/quote']

 

Ah, ok... eliminamos o devido processo legal.06

 

 

De fato seu comentario foi extremamente infeliz. Pq achar WATCHMEN uma OP é uma prova da ignorancia e do fanatismo?

 

 

Porque o filme é ruim, ruim e ruim.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Quanto ao debate de Veidt ser ou não o vilão' date=' a questão é a seguinte. Veidt de fato impediu a guerra nuclear, oq aquela altura do campeonato era irrefreavel. Entretanto, o seu plano acelerou as coisas, e sem ele, a guerra PODERIA não ser tão iminente. Éssa é uma questão q dá mesmo muito pano pra manga.

[/quote']

 

Ozy é o vilão DO filme.  É o cara (ou entidade) que os heróis estão perseguindo. Suas motivações explanadas no final só levantam a discussão sobre suas motivações. E sinceramente, ele é apresentado como a mente mais inteligente.... toda essa inteligência não poderia gerar um plano onde milhões não precisassem morrer?

Mais a mais, na boa, defender um genocida, por qualquer que seja sua motivação, é um indício claro do quão desvirtuados estamos.

que pensamento raquitico, razo...

E esse seu comentário acrescentou bastante, né?

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Po, Renatao..larga mao de implicancia! So pq o filme do Snyder (q achei acima da média) teve receptividade maior q a do Zé-Cuecao nao justifica ce vir encher o saco aqui.. Noutras, tai uma boa e razoavel adaptacao de hq, embora uns desejassem uma transposicao exata da obra de Alan Moore.. alias, vc leu?

Share this post


Link to post
Share on other sites
 RENATO' date=' não tente se defender.[/quote']

Ah, ok... eliminamos o devido processo legal.06



De fato seu comentario foi extremamente infeliz. Pq achar WATCHMEN uma OP é uma prova da ignorancia e do fanatismo?



Porque o filme é ruim' date=' ruim e ruim.
[/quote'] RENATO, vc faz bem melhor q isso. Eu precisso lembrar q vc foi o cara q a uma pagina atrás disse q "Superman returns é infinitamente superior a Watchmen somente pela grife que carrega"?06

 Pq vc não disse q o filme é ruim, ruim, ruim antes, até a pouco tempo atrás ele era mais ou menos. Isso me parece birra.06

 

 RENATO, eu gostaria de ter um debate legal com vc, mas o maxomo q vc consegue dizer é "Sou fã do Superman e pronto, os fanaticos são vcs, fãs de Watchmen". Por favor. Vc não é um moleque q fica na frente do computador com um lençol vermelho amarrado nas costas fingindo q é o Superman.

 

PS: Ninguem q eu me lembre disse q o filme é uma OP. Esse termo foi usado para se referir a Graphic Novel.

Share this post


Link to post
Share on other sites
pois é' date=' você falou tudo. A história que está impressa na HQ Watchmen, não cabe em um blockbuster como as outras HQs que seguem o molde ideal, devido natureza raza dos interesses envolvidos em um Blockbuster. Por mais que a intenção seja o mais próximo da boa intenção, o verdadeiro foco é a alienação em prol da arrecadação.

 

Estou começando a ler a HQ, e nota-se que os diálogos são frutos de um também complexo contexto, onde as temáticas filosóficas não só se insere nos textos, mas nos andamentos sub e sobreliminares da história, como a própria piada do Comediante, em ser a anedota do mundo, ou mesmo em um estado controlado, apesar de sua natureza caotica(o que denota propenção ao descontrole), porém ao tirar da subliminaridade o contexto da guerra fria, me da a impressão de, justamente, fazer a arte se tornar um produto mais fácil de ser digerido para os leigos da obra, e assim, tratando-os de burros, o que resulta em um filme didático, cujo o diálogo é que fortalece o tom reflexivo(os primeiros capitulos dois capitulos que li, no filme passa em uma rapidez que me tirou o peso do trecho) .

 

O Snyder ao xerocar uma obra profunda em uma base acessível aos olhos da margem(comprimindo ao filme uma velocidade em determinados pontos, cortes e abusos de técnicas exaustivamente exploradas), não tira a pluridimensionalidade dos personagens e do enredo, e a argumentação do enredo mas o suavisa a ponto de tirar toda a sua força, esconder a plenitude do drama por detrás de uma vinheta que na HQ é só a contextualização histórica. 

Claro, preciso ler os capitulos restantes, e mesmo porque, estou sendo critico demais a um filme que se manteve fiel, e que ao meu agrado, foi um produto excelente, adorei assistir-o e estou planejando em assistir novamente, quando acabar de ler toda a HQ, para que assim possa deter minha opinião definitiva, reformulando a que tenho atualmente, ou reogranizando, ou destruindo-na por completo.[/quote']

É por aí.

Quanto mais você esgravata e, por isso mesmo, compreende o conteúdo e o conjunto de minúcias que dá corpo a Watchmen, mais evidente é a suavização sofrida pelo texto original.

Hoje, há de se dar razão ao Alan Moore. É uma obra inadaptável. Para os cinemas, pelo menos, certamente. Watchmen é muito mais que aquelas páginas: é tudo aquilo que está compreendido e subentendido entre elas. E muito mais.

Acho que falo por um bocado de pessoas quando comparo o filme a uma xerox colorida. É reprodução visualmente fiel da obra, mas que não tem o mesmo impacto e/ou força. Não basta dar vida às páginas da graphic novel. É preciso uma reprodução de ordem essencial, e não uma emulação ancorada em aparatos técnicos, deixando ao espectador o preenchimento das lacunas com conhecimento prévio - isso é visão empobrecida e incompleta da arte.

Zack Snyder é um grande fã, mas não uma pessoa com visão. Ele não enxerga além da concreto. Pra ele, a página está para a imagem numa relação quase parelha, quando, na verdade, há uma falha nos termos da proporção, sem contar em tudo aquilo que ultrapassa os limites físicos.

A sorte do Snyder, é que, em maior ou menos escala, qualidades do texto original estão lá. E isso, mesmo guerrilhando com uma estrutura equivocada, garante ao filme um lugarzinho melhor, na seara dos blockbusters.

 

Concordo com tudo, porém, todo esse quebradigmas faz desse produto um tanto confuso. Esse filme quebra muitos dos parametros que se constroe um blockblusters, com a ausência de vilão, o contexto violênto, e caotico dos personagens e do momento em que vivem, a diluição da vida e a sua reconstrução, o escancaramento da contradição em um personagem moral com históricos imorais(trair a mulher, ter desapeco pela vida). Mas por outro lado, como já havia dito, muitos dos caractéres blocksterianos ainda se encontra ali, temas sendo jogados rapidamente, muitas temáticas sendo tratadas claramente e sem deixar o espectador livre na percepção-interpretação(fazendo uma comparação com outro blockboster mas com efeito contrário, é o Matrix, o primeiro, que deixa o espectador ver a matrix como ele a interpretou), slowmotion, cenas de porrada, sexo, e até gozo do sexo... O filme é profundo, pois é fiél, muitas cenas estão lá, xerocada, mas ao mesmo tempo é razo, pelo papel(Blockbuster) em que a obra fora xerocada deixar as cores e tonalidades bastante claras enquanto na original era subliminar e completamente mesclado, misturado, a vários outros tons e intensidades, perdendo complexitudes que consta nessas intercessões, interações de cores e formas. O que me deixa sem saber aonde posiciona-lo na estirpe dos blockbusters, se o considero um dos grandes filmes do momento(como muitos blockbusters que marcaram sua história) ou se enquadro-o entre mais uns vários bons do gênero!

Parece-me que a coca-cola resolveu usar a natureza artistica para se desvencilhar de sua incoluma natureza condicionadora afim de ter suas razões de mercado encobertos por um nevoeiro artistico, e assim, propulcionar-las a clientelas cujo crivo é mais rigido, cujo o paladar é menos viciado pelas imagens já demasiadamente exploradas. Ou seja, contrata-se a arte justa a criar a arte de aumentar a venda de seu produto sem furos, sem contestamentos... Aumenta a venda acessando os personas mais refinado, com paladar mais investigativo, mas corre o risco de inflamar a clientela normal, viciada nas bundas e nos ursos polares de natal, a um olhar mais reflexivo. 

 

mas essa foi a impressão que eu tive quando o vi antes de ler a HQ, talvez, ao não saber o que seria, eu não abri os olhos como deveria... quando for assistir novamente, ai depois de a hq ter lido, posso mudar completamente minha opinião, que se encontra meio flutuante, mas de certa forma descontete.
Gustavo Adler2009-03-14 18:38:21

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 

Quanto ao debate de Veidt ser ou não o vilão' date=' a questão é a seguinte. Veidt de fato impediu a guerra nuclear, oq aquela altura do campeonato era irrefreavel. Entretanto, o seu plano acelerou as coisas, e sem ele, a guerra PODERIA não ser tão iminente. Éssa é uma questão q dá mesmo muito pano pra manga.

 

[/quote']Ozy é o vilão DO filme.  É o cara (ou entidade) que os heróis estão perseguindo. Suas motivações explanadas no final só levantam a discussão sobre suas motivações. E sinceramente, ele é apresentado como a mente mais inteligente.... toda essa inteligência não poderia gerar um plano onde milhões não precisassem morrer?Mais a mais, na boa, defender um genocida, por qualquer que seja sua motivação, é um indício claro do quão desvirtuados estamos.

 

que pensamento raquitico, razo...

E esse seu comentário acrescentou bastante, né?

 

 

 

ñ sei se vc já leu meus post e viu o qto eu já discuti nesse tópico.

 

 

 

realmente é um filme de total desvirtuação da humanidade.

 

realmente um bando de maluco velho(velho para ler gibis)q ama hqs.Eu q sai da adolescencia ano passado ñ tenho mais idade pra ler gibi, qto mais eles q já devem estar na metade dos 20-30anos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 RENATO' date=' não tente se defender.[/quote']

 

Ah, ok... eliminamos o devido processo legal.06

 

 

De fato seu comentario foi extremamente infeliz. Pq achar WATCHMEN uma OP é uma prova da ignorancia e do fanatismo?

 

Porque o filme é ruim' date=' ruim e ruim.

[/quote'] RENATO, vc faz bem melhor q isso. Eu precisso lembrar q vc foi o cara q a uma pagina atrás disse q "Superman returns é infinitamente superior a Watchmen somente pela grife que carrega"?06

 Pq vc não disse q o filme é ruim, ruim, ruim antes, até a pouco tempo atrás ele era mais ou menos. Isso me parece birra.06

 

 RENATO, eu gostaria de ter um debate legal com vc, mas o maxomo q vc consegue dizer é "Sou fã do Superman e pronto, os fanaticos são vcs, fãs de Watchmen". Por favor. Vc não é um moleque q fica na frente do computador com um lençol vermelho amarrado nas costas fingindo q é o Superman.

 

PS: Ninguem q eu me lembre disse q o filme é uma OP. Esse termo foi usado para se referir a Graphic Novel.

 

Caraleo... vocês são loucos. O que eu achei do filme eu já disse.

Só não entendo a razão da comparação com Superman. É só para me atacar? Isso é idiotice.

 

Eu falei que o filme foi mais ou menos e logo apareceu um débil falando que era melhor que Returns. Só não quero entrar nessa discussão, que para mim é idiota.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vacaum... foi mal pelo "chato", mas realmente não entendo algumas pessoas criticarem a "xerocada" que Snyder fez da HQ e depois reclamar também dos elementos originais introduzidos por ele, como a luminescência do Dr. Manhattan, que deixou o personagem mais rico visualmente.

 

E eu gostei do CGI, sim. Mas o caras do FX não tem culpa se o personagem fica o tempo todo com cara de "cachorro que caiu da mudança" e a voz do ator não ficou legal. Eu também esperava um vozerão grave (nada artificial ou sintetizado), mas algo tipo o cara que dubla o scharzenegger? E bem que poderiam ter dublado ele na versão original.

Share this post


Link to post
Share on other sites


Quanto ao debate de Veidt ser ou não o vilão' date=' a questão é a seguinte. Veidt de fato impediu a guerra nuclear, oq aquela altura do campeonato era irrefreavel. Entretanto, o seu plano acelerou as coisas, e sem ele, a guerra PODERIA não ser tão iminente. Éssa é uma questão q dá mesmo muito pano pra manga.

[/quote']Ozy é o vilão DO filme.  É o cara (ou entidade) que os heróis estão perseguindo. Suas motivações explanadas no final só levantam a discussão sobre suas motivações. E sinceramente, ele é apresentado como a mente mais inteligente.... toda essa inteligência não poderia gerar um plano onde milhões não precisassem morrer?Mais a mais, na boa, defender um genocida, por qualquer que seja sua motivação, é um indício claro do quão desvirtuados estamos.

que pensamento raquitico, razo...

E esse seu comentário acrescentou bastante, né?



ñ sei se vc já leu meus post e viu o qto eu já discuti nesse tópico.

realmente é um filme de total desvirtuação da humanidade.
realmente um bando de maluco velho(velho para ler gibis)q ama hqs.Eu q sai da adolescencia ano passado ñ tenho mais idade pra ler gibi, qto mais eles q já devem estar na metade dos 20-30anos.

 

Comentáriozinho exdrúxulo esse hein? E por acaso tem idade para se ouvir funk ou é só para 5-10 anos mentais? 06

 

É o típico comentário que subjulga e subestima certas coisas que são totalmente desconhecidas pelas mesmas que falam, e algo que verdadeiramente odeio é subestimação. E antes que venha falar já ouvi muito funk por essas ruas e por isso posso dizer o que digo (é infantil, com o perdão da palavra), já você deve achar que os quadrinhos só passam de "Homem-Aranhas" e/ou "Turma da Mônica". Triste.

Share this post


Link to post
Share on other sites


Quanto ao debate de Veidt ser ou não o vilão' date=' a questão é a seguinte. Veidt de fato impediu a guerra nuclear, oq aquela altura do campeonato era irrefreavel. Entretanto, o seu plano acelerou as coisas, e sem ele, a guerra PODERIA não ser tão iminente. Éssa é uma questão q dá mesmo muito pano pra manga.

[/quote']Ozy é o vilão DO filme.  É o cara (ou entidade) que os heróis estão perseguindo. Suas motivações explanadas no final só levantam a discussão sobre suas motivações. E sinceramente, ele é apresentado como a mente mais inteligente.... toda essa inteligência não poderia gerar um plano onde milhões não precisassem morrer?Mais a mais, na boa, defender um genocida, por qualquer que seja sua motivação, é um indício claro do quão desvirtuados estamos.

que pensamento raquitico, razo...

E esse seu comentário acrescentou bastante, né?



ñ sei se vc já leu meus post e viu o qto eu já discuti nesse tópico.

realmente é um filme de total desvirtuação da humanidade.
realmente um bando de maluco velho(velho para ler gibis)q ama hqs.Eu q sai da adolescencia ano passado ñ tenho mais idade pra ler gibi, qto mais eles q já devem estar na metade dos 20-30anos.

 

Comentáriozinho exdrúxulo esse hein? E por acaso tem idade para se ouvir funk ou é só para 5-10 anos mentais? 06

 

É o típico comentário que subjulga e subestima certas coisas que são totalmente desconhecidas pelas mesmas que falam, e algo que verdadeiramente odeio é subestimação. E antes que venha falar já ouvi muito funk por essas ruas e por isso posso dizer o que digo (é infantil, com o perdão da palavra), já você deve achar que os quadrinhos só passam de "Homem-Aranhas" e/ou "Turma da Mônica". Triste.

 

meu, e vc ainda se dá o luxo de responder prum cara q atentou mais pro bilau azul balangando do Manhattan q o roteiro em si?06

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Concordo com tudo' date=' porém, todo esse quebradigmas faz desse produto um tanto confuso. Esse filme quebra muitos dos parametros que se constroe um blockblusters, com a ausência de vilão, o contexto violênto, e caotico dos personagens e do momento em que vivem, a diluição da vida e a sua reconstrução, o escancaramento da contradição em um personagem moral com históricos imorais(trair a mulher, ter desapeco pela vida). Mas por outro lado, como já havia dito, muitos dos caractéres blocksterianos ainda se encontra ali, temas sendo jogados rapidamente, muitas temáticas sendo tratadas claramente e sem deixar o espectador livre na percepção-interpretação(fazendo uma comparação com outro blockboster mas com efeito contrário, é o Matrix, o primeiro, que deixa o espectador ver a matrix como ele a interpretou), slowmotion, cenas de porrada, sexo, e até gozo do sexo... O filme é profundo, pois é fiél, muitas cenas estão lá, xerocada, mas ao mesmo tempo é razo, pelo papel(Blockbuster) em que a obra fora xerocada deixar as cores e tonalidades bastante claras enquanto na original era subliminar e completamente mesclado, misturado, a vários outros tons e intensidades, perdendo complexitudes que consta nessas intercessões, interações de cores e formas. O que me deixa sem saber aonde posiciona-lo na estirpe dos blockbusters, se o considero um dos grandes filmes do momento(como muitos blockbusters que marcaram sua história) ou se enquadro-o entre mais uns vários bons do gênero!

Parece-me que a coca-cola resolveu usar a natureza artistica para se desvencilhar de sua incoluma natureza condicionadora afim de ter suas razões de mercado encobertos por um nevoeiro artistico, e assim, propulcionar-las a clientelas cujo crivo é mais rigido, cujo o paladar é menos viciado pelas imagens já demasiadamente exploradas. Ou seja, contrata-se a arte justa a criar a arte de aumentar a venda de seu produto sem furos, sem contestamentos... Aumenta a venda acessando os personas mais refinado, com paladar mais investigativo, mas corre o risco de inflamar a clientela normal, viciada nas bundas e nos ursos polares de natal, a um olhar mais reflexivo. 

 

mas essa foi a impressão que eu tive quando o vi antes de ler a HQ, talvez, ao não saber o que seria, eu não abri os olhos como deveria... quando for assistir novamente, ai depois de a hq ter lido, posso mudar completamente minha opinião, que se encontra meio flutuante, mas de certa forma descontete.[/quote']

 

Eu particularmente considero essa característica conflitante entre a essência do filme e sua estruturação algo prejudicial. É como se o conteúdo pedisse uma coisa e o Snyder entregasse outra. Isso não é bom, eu acho.

 

E digo isso baseado apenas baseado no resultado fílmico, como um defeito de ordem cinematográfica mesmo, porque adicionar o fator HQ na conversa complica mais a situação, e por motivos óbvios. Por isso não consigo jogá-lo no meio de todos os grandes filmes, independentemente do gênero, apenas celebrá-lo enquanto peça do gênero dos arrasa-quarteirões, dos blockbusters mesmo. Mais pelo resquício do maravilhoso texto original (e aqui enfio meu prévio conhecimento da obra adaptada), como já disse anteriormente.

 

De todo modo, há um raciocínio de maketing e/ou publicitário em jogo sim, talvez uma auto-promoção do diretor, que tirou da gaveta o Cidadão Kane das histórias em quadrinhos e o lançou nos cinemas sem muitos prejuízos de percepção imediata, talvez suavização de um conteúdo a fim de torná-lo mais palatável a um público menos exigente, proporcionando maior arrecadação financeira. Ou pode ser que seja apenas uma visão mais simplista de uma obra maior que percepção de um fã. Ou, talvez, de tudo um pouco, não sei ao certo.

 

É um bom filme. Um filme que gosto, mesmo com certas ressalvas. E, para todo caso, ainda há a graphic novel, que claramente possui um alcance monstruosamente maior, que me proporciona a apreciação de um trabalho de gênio, que é este realizado pelo Alan Moore.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Caraleo... vocês são loucos. O que eu achei do filme eu já disse.

Só não entendo a razão da comparação com Superman. É só para me atacar? Isso é idiotice.

 

Eu falei que o filme foi mais ou menos e logo apareceu um débil falando que era melhor que Returns. Só não quero entrar nessa discussão' date=' que para mim é idiota.

[/quote']

 

Releia seu post na época, Renato.

Respeite os demais usários por terem opiniões divergentes das suas. Sair falando que usuários são débeis mentais não é respeitar.

O vacaum fez um comentário que no Watchmen, se tem uma visão de marte a partir do ânus do Dr. Manhattan, e eu não saí chamando o cara de débil.

 

A comparação com o filme do Sr. Cuecão foi válida e não feita para irritá-lo dado o seu comentário que Watchmen é um filme particularmente lento. Oras, SR é ainda mais lento e entediante...se o Sr. não aguenta ouvir comentários negativos a respeito do seu cultuado herói e do filme mela-cueca feito com ele pelo Singer, não venha aqui chamando aqueles que gostaram de Watchmen de loucos.

 

Agora, vc já leu os quadrinhos de Watchmen?

 

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
A comparação com o filme do Sr. Cuecão foi válida e não feita para irritá-lo dado o seu comentário que Watchmen é um filme particularmente lento. Oras' date=' SR é ainda mais lento e entediante...se o Sr. não aguenta ouvir comentários negativos a respeito do seu cultuado herói e do filme mela-cueca feito com ele pelo Singer, não venha aqui chamando aqueles que gostaram de Watchmen de loucos.[/quote']

 

Você tem todo o direito de achar SR lento, falar mal do meu cultuado herói e compará-lo com Watchmen. Bem como eu tenho todo o direito de lhe achar um débil por isso.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

×
×
  • Create New...