Jump to content
Forum Cinema em Cena
-felipe-

Quais Séries Você Anda Vendo?

Recommended Posts

 Ninguém assistindo a 4ª temporada de BATES MOTEL? 

 

 Na reta final desta temporada, a série está tendo provavelmente os seus melhores momentos até aqui.

Vendo e gostando!

Adoro essa fascinação, quase hipnótica que o xerife (com seu rímel cada vez mais intenso) tem pela Norma!

 

E a performance de Highmore, principalmente no quinto eppy, absolutamente estupenda !

Estranho que nunca tenha sido indicado:(

Share this post


Link to post
Share on other sites

Continuei vendo Flesh and Bone (aquela com poster da bailarina).

 

O piloto me cativou com maturidade, nudez e um estranho paralelo militar. Os episódios seguintes, 02, 03 e 04 pra ser exato, me cativaram ainda mais com muito mais maturidade, nudez e estranho paralelo militar. :rolleyes:

Share this post


Link to post
Share on other sites

 Alguém assistindo a mini série WOLF CREEK? Assisti os dois primeiros episódios e gostei muito do que vi. Tem um vilão assustador e uma protagonista forte e carismática. Continuarei assistindo pra ver se a série leva a história um passo além, ou vai se limitar a reproduzir os filmes. Mas os dois episódios iniciais são bem promissores.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu to vendo Questão, já estou indo para o penúltimo. A série é legal, tem seus bons momentos, mas há muita repetição e a protagonista é bem burrinha.

 

Ainda não vi o segundo filme, apenas o primeiro. Verei-o em breve, mas o vilão é o mesmo, inclusive o ator.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 O 2º filme é bem bom também, no mesmo nível do primeiro. O problema é que ele basicamente começa e termina do mesmo jeito que o primeiro. Por isso estou esperando que a minissérie traga algo de diferente a esse universo.

 

 Como eu disse, só vi os dois primeiros episódios, então só tenho isso pra julgar. Mas gostei da protagonista. Até então não vi nenhuma atitude particularmente burra da personagem. Claro, ela se mete em uma situação que obviamente ela não tem preparo algum para lidar, mas acho que isso é meio parte da diversão da mini. Também gosto da atriz que interpreta a moça. Essa Lucy Fry já tinha chamado a minha atenção esse ano em 11/22/63, onde ela conseguiu dar carisma a uma personagem que em tese era bem inexpressiva.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Terminei e fiquei com a sensação de que a protagonista é muito desastrada e burrinha, não demonstrou a força que eu esperava que fosse mostrada e suas habilidades de Pentatlo foram pouco valorizadas.

 

Pedir dinheiro para o padre? Sério mesmo? Tanta coisa para saber e pede dinheiro? Ela só enfiou os pés pelas mãos sempre que teve oportunidade.

 

E terminou bem bestinha.

 

Realmente, ela era a esposa do Oswald, depois que voce falou que me toquei.

 

Ainda tenho que ver o segundo filme.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Comecei a ver neste final de semana breaking bad (me julguem).

Vi os 4 primeiros eps.E me trouxe muita coisa da família soprano na série. Muito mesmo.

E eu achei família soprano espetacular.

Então estou empolgado!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Terminei e fiquei com a sensação de que a protagonista é muito desastrada e burrinha, não demonstrou a força que eu esperava que fosse mostrada e suas habilidades de Pentatlo foram pouco valorizadas.

 

Pedir dinheiro para o padre? Sério mesmo? Tanta coisa para saber e pede dinheiro? Ela só enfiou os pés pelas mãos sempre que teve oportunidade.

 

E terminou bem bestinha.

 

Realmente, ela era a esposa do Oswald, depois que voce falou que me toquei.

 

Ainda tenho que ver o segundo filme.

 

 Achei o final bem decepcionante mesmo. Esperava que o jogo de gato e rato entre os dois personagens fosse ser bem mais intenso, com o Mick transformando a Eve em uma espécie de imã de assassinatos ou algo assim, e as tais habilidades de pentatlo foram mesmo subvalorizadas. A protagonista teve umas atitudes bem burras mesmo (tipo mandar a amiga dar recadinho pra serial killer) mas mesmo assim a Eve foi uma personagem que me conquistou pela determinação e pelo carisma da atriz.

 

 A mini também vacilou bastante nos coadjuvantes. Tipo, a Eve parecia ter a habilidade de fazer inimigos por onde passava, criando subtramas que não levavam a lugar nenhum, como a gangue dos motoqueiros, ou o criador de cobras maluco. Fora alguns personagens deux ex machina, vide aquele prisioneiro fugitivo em busca de vingança.

 

 Mas apesar do final decepcionante, a mini de WOLF CREEK conseguiu entreter pelo ótimo vilão e pela protagonista carismática. Mas que tinha potencial pra bem mais, isso tinha.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Comecei a ver neste final de semana breaking bad (me julguem).

Vi os 4 primeiros eps.E me trouxe muita coisa da família soprano na série. Muito mesmo.

E eu achei família soprano espetacular.

Então estou empolgado!

 

Eu te invejo. Queria poder ver, como se fosse a primeira vez, essa série.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vinyl foi cancelada. Uma pena, eu não achei tão bom assim, mas estava curioso pra ver segunda temp. Na minha opinião os acontecimentos do finale deveriam ter sido no episódio 02...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Comecei a ver neste final de semana breaking bad (me julguem).

Vi os 4 primeiros eps.E me trouxe muita coisa da família soprano na série. Muito mesmo.

E eu achei família soprano espetacular.

Então estou empolgado!

A maioria dos fãs reclamam da primeira temporada, mas ela é fundamental p/ tu se espantar (e/ou compreender) quem era Walt

 

 

A maioria das boas séries estão em rerun, e as estreantes não são lá muito boas.

Ainda bem que restou "Hell On Wheels"... em seus derradeiros eppys :(

Share this post


Link to post
Share on other sites

Terminei Flesh and Bone. Série muito corajosa que recomendo demais, mas requer paciência do consumidor, pois tem seus devaneios. Deve ser a série mais "fudida" que já ví.

 

A série tem uma pegada niilista demais até para mim, e eu sou o cara que sorriu pro canto do rosto durante o casamento vermelho.

 

Explico. A série pega eventos abusivos, que normalmente seria m tratados com enorme dramatização, e os trata como totalmente corriqueiros e até mesmo benefíciais a psique do artista esforçado. Uma versão sinistra do Whiplash.

 

Aí então a série pega essa coisa, e passa a comparar os excessos pela arte, por exemplo bailarinas anoréxicas, com os sacrifícios de soldados na guerra.

 

Para por aí? Não senhor, +/- no meio esses excessos são "justificados" pois eles conseguem o sucesso. Niilismo vira cinismo de alto nível, quase misantropia. Por isso demorei para terminar somente 8 episódios, pois cada um realmente "tira o óleo do seu motor".

 

No final das contas a série faz perguntas muito difíceis. Qual o nível de abuso e excesso somos capazes de ignorar pelo bem da excexcelência? A temática de balé, famigeradamente árduo nos pés de suas dançarinas, serve de paralelo à abusos que ocorrem, por exemplo, com o trabalho semi-escravo que constroem nossos eletrônicos. O público no teatro assiste o balé, ignorando o abuso por trás da sua construção.

 

Além disso, está cheia de boas atuações, especialmente da protagonista. Há alguns devaneios e momentos estranhos no roteiro, umas coisas acontecendo por nada, mas não o suficiente para estragar a série.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Terminei terceira temporada de Penny Dreadful. Deu uma queda em relação a segunda e a primeira, mas ainda boa. É simplesmente uma série muito diferente para se passar.

 

Recomendo para todos. É melhor atuação da Eva Green, em um elenco conjunto forte, cenários e produção legais, tudo bem muito bem feito.

 

Meus negativos são limitados a partes limitadas da terceira temp, pois a primeira e a segunda são de cair o queixo.

 

Vanessa Ives, de Eva Green, é um dos personagens mais cativantes da TV recente, junto lá com o Frank Underwood e Walter White. E a série toma tempo certo para evolui-la, ao invés de fazer exposição, é lindo de se ver e muito corajoso.

 

Penny_Dreadful_SXSW_Poster.jpg

 

Duas temporadas disponíveis no Netflix. A terceira - e última - acabou e deve estar chegando no serviço em breve.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tem no NOW - HBO a última temporada.
Vi  com minha esposa os dois primeiros eps, gostei, mas estou ainda no Breaking bad. Não gosto de ver duas ao mesmo tempo.
A única que estou vendo junto com BB é Chef´s table, mas daí é por gosto e paixão pessoal. É documentário, daí não considero uma séééérie mesmo.

Não recomendo tanto pra quem não gosta de culinária, mesmo sendo cativante vermos a visão de verdadeiros artistas sobre a comida e a experiência de um jantar.

 

E Mozts, não deu chance pra Newsroom?
Quero ler uma análise sua desta, hehe. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ninguém vendo a reliquia "Stranger Things" da NetFlix? Coisa Muito boa. Ótimo elenco infantil, atimosfera oitentista com trilha sonora "Sintetizada" (bem ao estilo slash movies principalmente Hallowen) e por aí vai e o melhor, muito melhor que "Super 9" ou sei la qual o nome daquela coisa do Abrahams.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tô vendo essa, masssss maratonando loucamente "Ray Donovan"

Sei lá pq acho-a parecida com "Breaking Bad", não o mote em si, mas o personagem Ray e Walt.

 

Vendo ainda e gostando bem de "Greenleaf" e "The Night Of".

Share this post


Link to post
Share on other sites

E Mozts, não deu chance pra Newsroom?

Quero ler uma análise sua desta, hehe.

 

Tá na fila. Eu não tenho HBO GO, então complica um teco para achar...

 

 

Ninguém vendo a reliquia "Stranger Things" da NetFlix? Coisa Muito boa. Ótimo elenco infantil, atimosfera oitentista com trilha sonora "Sintetizada" (bem ao estilo slash movies principalmente Hallowen) e por aí vai e o melhor, muito melhor que "Super 9" ou sei la qual o nome daquela coisa do Abrahams.

 

Tá na fila também :D

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vi uns episódios de Scream, baseado no homônimo do Wes Craven.

É como se iZombie e Gossip Girl tivessem um filho, e uma emulação muito boa do filme. O uso de celulares/redes sociais é interessante e pode até ser visto como comentário se forçar um pouco.

O jogo de câmera até me surpreendeu. Um negócio desse a gente espera o básico do básico, tipo shot/reverse-shot toda conversa, aquela coisa bem plana, mas não, tem até ocasional momento com boa composição (já ví piores em filmes multimilionários).

A montagem chama muita atenção. Passa de dia pra noite mais rápido que filme do Michael Bay. Terrível.

As atuações também são terríveis, carambolas, tem coisa lá pior que novela do SBT...

Ainda sim recomendo. Tem momentos genuínos de tensão, uns plot twists, muita, mas muita paródia de sí mesmo e de seus pares, é pro slasher o que Deadpool é pro gênero de super-herói (salvo a quebra de quarta parede).

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

×
×
  • Create New...