Jump to content
Forum Cinema em Cena
Alexander Bell

Sherlock

Recommended Posts

 Pá, discordo dos colegas acima. Achei o 3.2 bom pra caramba.

 

  Concordo que foi um episódio voltado para o humor, mas diferente do anterior, era o que a história pedia e o humor foi inteligente e muito bem empregado. Acho muito legal eles estarem se aprofundando nos personagens, mostrando que os produtores não queriam simplesmente repetir o que já haviam feito.

 

Também não havia por que dedicar cenas aos casos, por que em primeira instância não havia um caso para se resolver. E quando ele enfim surge, o episódio entra num crescendo de tensão e brilhantismo excelentes.

 

  Adorei a piada do "Por que estão chorando? Fiz Alguma coisa de errado?", esta totalmente de acordo com a personalidade do Sherlock que a série vende desde o piloto, como um sociopata com grande dificuldade em empatizar. A piada foi perfeita para o gancho naquele tocante abraço que o Watson dá no Sherlock. Pessoalmente adorei a cena.

 

 SAGA STARK, como eu disse, acho que os produtores tentaram algo diferente neste Ep, e eu gostei. Na première da temporada, o mistério ficou mesmo em 1º plano, e foi errado. Mas aqui eu achei brilhante. Por ser justamente um investigador, Sherlock é um investigador não só quando é contratado ou ajuda a polícia, mas até mesmo quando esta discursando como padrinho em um casamento. O mistério tinha que "vir do nada" pra proposta do episódio funcionar.

 

  Acho que a temporada não vai ficar no nível da 2ª, mas dependendo da season finale, pode se equiparar ou até superar a 1ª. Esperemos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 Visto a Season Finale "His Last Vow", que adapta o conto CHARLES AUGUSTUS MILVERTON

 

  Melhor episódio da temporada. Diferente dos dois episódios anteriores, "His Last Vow" deixa o humor um pouco de lado para apostar no suspense e na tensão psicológica entre os personagens. A trama tem como ponto de partida o confronto entre Sherlock e o magnata da mídia Charles Augustus Magnussen (sobrenome diferente do original de Doyle) o "Napoleão Da Chantagem", segundo Holmes.  Magnussen estaria de posse de cartas que comprometem uma importante membro do parlamento inglês, que por sua vez contrata Sherlock para recuperar estas cartas.

 

  Mas este é somente o ponto de partida, e uma série de reviravoltas pra lá de interessantes permeiam todo o episodio. A trama toca em assuntos como o antigo vicio de Sherlock em heroína, e de maneira criativa, põe o detetive usando este vicio como uma arma em sua disputa contra Magnussen. Também vemos o lado manipulador do detetive em ação, no melhor estilo James Bond. A cara de surpresa do Watson ao ver o "conteúdo" do quarto de Sherlock foi impagável.

 

  O uso do "Palácio Mental" de Sherlock também é bem interessante. Se no episódio anterior, vimos Sherlock em uma sala de tribunal descobrindo que um assassinato estava prestes a acontecer no casamento de John e Mary, aqui vemos Holmes lutando pela vida após ser mortalmente ferido, contando com a ajuda de amigos, conhecidos, e até inimigos. A sequência no palácio mental até revelou alguns pequenos traumas de infância do detetive sociopata.

 

  Quanto ao vilão, Charles Augustus Magnussen se revela um adversário a altura de Holmes. Magnussen tem total desprezo pelo ser humano, lidando com as pessoas como mercadoria. Ele faz questão de mostrar o seu poder e desrespeito por seus inimigos, como mostram as cenas de sua visita a Baker Street e o encontro com Sherlock na cafeteria. Assim como em THE REINCHEBACH FALLS, vemos o detetive totalmente sem ação no clímax, e sendo obrigado a tomar medidas drásticas para deter Magnussen.

 

  Mas nem tudo são flores. Confesso que a edição não linear que vai e volta no tempo (também usada na Season Premiere) não me agrada, e o final do episódio, apesar de apresentar um gancho interessante para a 4ª temporada, tira todo o impacto dramático apresentado no clímax e nas cenas anteriores.

 

 Mas no geral HIS LAST VOW foi uma excelente season finale, com um vilão brilhante e ao mesmo tempo repugnante. A 3ª temporada como um  todo foi ótima, ficando no nível da 1ª, mas não superando a sublime 2ª temporada. Que venha agora a 4ª temporada de SHERLOCK, e que não tenhamos que esperar mais dois anos para isso.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acho que foi o melhor episódio, e como o Leoff salientou da explicação do Sherlock com relação ao plano para o Moriarty, novamente a série mexeu no que não devia... 

 

Vão falar que o Moriarty era um dublê... =P

 

E achei o Magnussen mal utilizado, tinha muito mais potencial... o Lance da Mary eu achei meio forçado também, mas Sherlock e Watson e o vilão irmão do Hannibal salvam tudo, rs...

Share this post


Link to post
Share on other sites

 Espero que Moriarty não esteja mesmo vivo, pois isso seria uma bola fora ao meu ver. Duas pessoas forjando as suas mortes ao mesmo tempo não dá pra querer. Fora que anularia totalmente o pouco de força que restou de THE REINCHEBACH FALLS que é justamente a morte do vilão.

 

 Mas como não vimos Moriarty realmente vivo no final desta temporada, eu acredito que seja alguém se passando por ele, usando somente o legado do "Criminoso Consultor" para atingir os seus próprios objetivos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu não acompanho a série ainda e enfatizo o ainda, mas uma coisa eu garanto é de praxe em várias mídias do cinema, livros, desenhos e até quadrinhos da Liga Extraordinária o personagem do Moriarty sempre retorna dos mortos como Ra's Al Ghul do Batman Questão. Já virou até uma "tradição" ressuscitar o personagem. As pessoas esperam por isto ele é um personagem da ficção muito interessante para se abandonar.

 

 

 

LeagueofExtraordinaryGentlemen05-02.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

 Conheço essa tendência de uso do Moriarty, PLUTÃO ORCO. Mas o cânone do Doyle dá certa abertura pra isso, por que como o vilão sempre "morre" caindo das cataratas de Reinchebach, como mostra essa imagem que você postou, simplesmente dizem que ele sobreviveu a queda e ponto. Geralmente não tem sequer corpo pra provar que ele morreu.

 

  Mas na série, a morte dele foi mais conclusiva. Se ele voltar, vai ser muita forçação de barra, até mesmo para os padrões "Sherlockianos".

Share this post


Link to post
Share on other sites

É aquela coisa, se ficar nessa de "O Sherlock enganou o Moriarty, mas na verdade o Moriarty enganou o Sherlock" vai ficar muito besta... Minimiza e muito o impacto da finale e do duelo... Fica meio "duelo de quem engana mais" e não de quem é mais inteligente... 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Na minha opinião, o Charles deveria de ser o Moriarty... . Pois serie mais ou menos '' parecido'' igual nos livros. Um ''velho'' que sabe de tudo sobre as outras pessoas e vise-versa. Mas o Andrew Scott como Moriarty também ficou bem sensacional, ele se encaixa no objetivo da série: Sherlock nos dias de hoje.

Gostei bastante dessa terceira temporada, e o final foi bem animador.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pq uma série dessas não pode ter pelo menos, pelo menos uns 5,  eppys ?

Masss com Cumberbratch cada vez mais se dando bem na telona...

 

Sei lá se já pode falar aqui spoilers, mas levei um susto qd Sherlock meteu bala no cara!

 

Foi estranho vê-lo resolvendo alguma coisa com revolver.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Sherlock | "Espere tragédia" na quarta temporada, diz o co-criador da série Mark Gatiss"Ainda temos muitas surpresas vindo por aí", completou
Aline Diniz
21 de Novembro de 2014
2
 
 

A quarta temporada de Sherlock poderá trazer tragédia às vidas de Sherlock (Benedict Cumberbatch) e Watson (Martin Freeman). Pelo menos é o que diz Mark Gatiss, co-criador da série e ator que vive Mycroft em entrevista ao Radio Times.

"Você pode esperar tragédia tanto quanto aventura, é assim que as coisas acontecem", disse o roteirista. A tragédia pode vir na forma da morte de Mary (Amanda Abbington), a então esposa de John Watson, que morre nas histórias originais de Arthur Conan Doyle.

Mesmo assim, Gatiss explica que mesmo assim "não é só porque isso está na história original que acontecerá também na série. Temos muitas mudanças, muitos lugares para visitar e muitas coisas a fazer".

"O que deve ficar claro é que enquanto Doyle é nosso deus absoluto, claro, nós também caminhamos bastante sozinhos - introduzimos os pais de Sherlock e Mycroft e não acho que vimos isso em nenhuma outra adaptação", contou Gatiss. "Ainda temos muitas surpresas vindo por aí."

A quarta temporada será rodada no final de 2015. Antes disso, Sherlock terá um especial, que começa a ser gravado em janeiro. Ainda não há detalhes sobre a trama ou previsão de estreia para a nova temporada.

 

FONTE: OMELETE

 

O que mata é a longa espera :(

Share this post


Link to post
Share on other sites

SHERLOCK | BENEDICT CUMBERBATCH É FOTOGRAFADO COM TRAJE CLÁSSICO DO DETETIVE Ator participa das gravações do especial de Natal da série de TV da BBC

22/01/2015 - 18:17 - NATÁLIA BRIDI

Benedict Cumberbatch , que atualmente concorre ao Oscar de Melhor Ator por O Jogo da Imitação foi fotografado com o traje clássico de Sherlock Holmes durante a gravação do especial de Natal de Sherlock na Catedral de Gloucester, na Inglaterra:

benedict-cumberbatch_612x866.jpg__932x54

Depois da gravação do especial, Benedict Cumberbatch Martin Freeman retornarão como Sherlock Holmes e John Watson para as filmagens da nova temporada da série no final deste ano.

 

FONTE: OMELETE

Share this post


Link to post
Share on other sites

SHERLOCK | FILMAGENS DA QUARTA TEMPORADA SÓ COMEÇAM EM 2016

Intervalo entre as temporadas será de mais de dois anos

 

13/05/2015 - 15:26 - GABRIELLA FEOLA

Durante a coletiva de imprensa do BAFTA, o cocriador de  Sherlock,  Steven Moffat, anunciou ao Digital Spy que a quarta temporada só deve começar a ser filmada entre março e maio de 2016. Anteriormente, as filmagens estavam programadas para começar ainda em 2015. Como o último episódio inédito foi ao ar em janeiro de 2014, o intervalo entre a terceira e quarta temporada será de mais de dois anos.

 

Moffat já havia dito que, para os próximos episódios, os fãs podem esperar drama misturado com aventura e um tom mais obscuro. O diretor também declarou que seu plano para a nova trama será devastador: "o elenco caiu no choro quando contamos nosso plano... Talvez nós estejamos mais animados do que nunca para fazer Sherlock."

 

 

 

FONTE: OMELETE

 

 

Fuck! :angry:  :angry:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Só assisti a primeira temporada ainda.

Achei bem interessante.

 

 Po GUST, assim que puder corra atrás das próximas!  a 2ª traz aqueles que pra mim são os dois melhores episódios da série, que são "A Scandal In Belgrave" e 'The reinchebach Falls". Embora também traga o fraco "The Hounds of Baskerville".

Share this post


Link to post
Share on other sites

 De fato MOZTS, a 2ª temporada trouxe o pior episódio da série que foi o fraquíssimo "The Hounds Of Baskerville". Mas ainda acho esta a melhor temporada, pois além de "A Scandal In Belgrave" (também é o meu ep preferido :D ) traz o pilhante "The Reinchebach Falls", com um Moriarty insano.

 

 Meu top por enquanto é

 

 1) Season 2)

 

 2) Season 3)

 

 3) Season 1)

Share this post


Link to post
Share on other sites

 Espero que Moriarty não esteja mesmo vivo, pois isso seria uma bola fora ao meu ver. Duas pessoas forjando as suas mortes ao mesmo tempo não dá pra querer. Fora que anularia totalmente o pouco de força que restou de THE REINCHEBACH FALLS que é justamente a morte do vilão.

 

 Mas como não vimos Moriarty realmente vivo no final desta temporada, eu acredito que seja alguém se passando por ele, usando somente o legado do "Criminoso Consultor" para atingir os seus próprios objetivos.

 

 

Ou aquele não era o Moriarty. Já pensou nisso? Eu achei esse Moriarty na série uma porcaria de vilão que destoa de todos já criados. Único ponto negativo desta maravilhosa série em minha opinião infelizmente. O Moriarty que eu conheço é um ser super metódico, maquiavélico e sempre com uma carta na manga é o "Sherlock Maligno". Esse por outro lado parece um troll de internet que quer atenção de tudo e todos. Quanto seus antecessores buscavam ter discrição, suas personagens sempre agiam na surdina e esse busca destaque até dizer chega. A mudança completa de personalidade o que mata para mim um ótimo personagem. Magnussen por outro lado é muito mais vilão e a altura de Holmes em intelecto nesse final de temporada se provou até superior no "jogo mental". Simulando Reinchebach Falls que achei mais digno que o anterior.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ou aquele não era o Moriarty. Já pensou nisso? Eu achei esse Moriarty na série uma porcaria de vilão que destoa de todos já criados. Único ponto negativo desta maravilhosa série em minha opinião infelizmente. O Moriarty que eu conheço é um ser super metódico, maquiavélico e sempre com uma carta na manga é o "Sherlock Maligno". Esse por outro lado parece um troll de internet que quer atenção de tudo e todos. Quanto seus antecessores buscavam ter discrição, suas personagens sempre agiam na surdina e esse busca destaque até dizer chega. A mudança completa de personalidade o que mata para mim um ótimo personagem. Magnussen por outro lado é muito mais vilão e a altura de Holmes em intelecto nesse final de temporada se provou até superior no "jogo mental". Simulando Reinchebach Falls que achei mais digno que o anterior.

 

  Eu demorei pra me acostumar com esse Moriarty mesmo. A primeira vez que eu ví, não gostei. Mas confesso que ele acabou me conquistando e acabei curtindo o personagem, embora ele só divida o nome e a inteligência com o personagem criado por Sir Arthur Conan Doyle. Mas não acho o Moriarty da série um vilão ruim não. Ele é uma presença super tensa na tela.

 

  Mas o Magnussen também foi um brilhante vilão. Fiquei chateado com seu destino, pois queria ter visto mais dele. O climax de "His Last Vow" com um Sherlock confuso, sem saber o que fazer diante da simplicidade do esquema do Magnussen foi genial. Magnussen dando petelecos no rosto do John mostrou também um pouco da insanidade do vilão.

 

 Quanto a este "novo Moriarty", talvez seja mesmo alguém ligado ao original, ou apenas usando a sua figura. Lembrem-se que o Moriarty da série nunca foi chamado de "Professor". Então talvez tenhamos um Professor Moriarty por ai.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Se tiver que chutar, diria que o Moriarty que vimos era só um pupilo do verdadeiro Moriarty, dando ao cara o título de Professor, que seria um pouco mais velho, experiente, equilibrado e mais próximo a versões que já vimos antes.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu não curti a terceira tempora, um Sherlock mais físico que cerebral ?! Não, né ?! :(
O que curto nele é as associações mentais que só são clara pra ele, ams qd ele as cita aprecem óbvias... Divo !!

 

By the way, tive um medo terrivel de que, se dando bem na telona, ele não retornasse mais p/ a série!
Por sorte nossa, assim como Elba (sim, teremos mais uam temporada de "Luther"
\o/ !), ainda não o perdemos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 Ah, eu discordo JUJUBA. Na 3ª temporada tivemos um Sherlock tão cerebral como sempre.

 

 O que foi "The Sign Of Three", noventa por cento montado em cima do discurso de padrinho do Sherlock (alias, até hoje dou risada Sherlock bêbado gritando "I know ashes!")

 

 Mas foi um dos episódios que mais nos colocou, talvez aquele que mais tenha nos colocado ao lado da linha de raciocínio de Sherlock. O modo como ele percebe que existe algo errado naquele casamento através de uma mera palavra, e vai destrinchando linha por linha daquele novelo de lã até conseguir descobrir não só que haveria um assassinato ali, mas quem era a possível vítima foi super Sherlock.

 

  E a finale "His Last Vow" também trouxe o Sherlock cerebral de sempre. Acho linda toda a sequência em que Sherlock é baleado por mostrar a velocidade de pensamento daquele cara, além de termos um vislumbre visual de seu "palácio mental" e uma pista da grande virada do episódio. O modo como ele confronta a Mary na casa vazia usando o "truque do boneco" foi o Sherlock manipulador e cerebral de sempre.

 

 Talvez você esteja se referindo ao climax, mas ali Sherlock encontrou um adversário a altura na figura do Magnussen (talvez mais que o Moriarty. pois Magnussen não faz questão de exibir a sua genialidade). A armadilha que Sherlock montou pro cara era muito boa, mas ele cometeu o erro de subestimar o Magnussen e não prever a simplicidade dos esquemas do Barão da Mídia. De fato, Magnussen armou as coisas de tal modo que Sherlock não tinha outra escolha pra resolver o problema. Era a unica solução lógica. Além é claro, de ser mais um sacrifício que ele fez pra proteger a família Watson, voto que ele havia feito no episódio anterior.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

×
×
  • Create New...